Criança, Infantil, Juvenil liberam menos GH na Fase Pré Puberal que na Fase Puberal

439 visualizações

Publicada em

Mas apesar de um paciente que não secrete GH em resposta aos testes estimulatórios tradicionais geralmente ser considerado um deficiente clássico do GH, uma resposta normal do GH a estes testes estimulatórios, pode não excluir a eficácia do tratamento com GH. O exame deve ser realizado após um período de jejum, a ingestão de carboidratos ou gorduras pode suprimir a resposta do GH-hormônio de crescimento.

Publicada em: Saúde e medicina
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Criança, Infantil, Juvenil liberam menos GH na Fase Pré Puberal que na Fase Puberal

  1. 1. UM ELEMENTO COMPLICADOR NO DESENVOLVIMENTO É O ESTÁGIO DO DESENVOLVIMENTO PUBERAL. CRIANÇA, INFANTIL, PRÉ-PÚBERES SECRETAM MENOS GH-HORMÔNIO DE CRESCIMENTO QUANDO COMPARADAS COM INDIVÍDUOS NA PUBERDADE Este fator pode ser um benefício teórico no sentido do paciente que apresenta uma baixa estatura longitudinal ou linear significativa se comparado à idade cronológica e com a idade óssea defasada, isso porque, o paciente quando tratado corretamente, associando às substâncias coadjuvantes que estimulam o crescimento linear, poderá ter mais tempo físico para ganhar altura linear (estatura) principalmente se apresentar defasagem de GH–hormônio de crescimento; principalmente em uma situação especial que é quando elas aproximam-se da puberdade e podem apresentar uma redução do GH-hormônio de crescimento podendo sugerir falsamente a deficiência de GH-hormônio de crescimento. Este fator algumas vezes é avaliado por meio da administração de uma dose de estrogênio a estes pacientes antes da realização dos exames, e neste caso, independe do gênero do individuo. Entretanto, temos que avaliar com bastante segurança o teste do GH que por outro lado pode nos confundir ocasionalmente com outra complicação interpretativa. O GH-hormônio de crescimento é liberado por
  2. 2. surtos ou pulsos episódicos. Mas apesar de um paciente que não secrete GH-hormônio de crescimento em resposta aos testes estimulatórios tradicionais geralmente ser considerado um deficiente clássico do GH- hormônio de crescimento, uma resposta normal do GH-hormônio de crescimento a estes testes estimulatórios, pode não excluir a eficácia do tratamento com GH-hormônio de crescimento. O exame deve ser realizado após um período de jejum, a ingestão de carboidratos ou gorduras pode suprimir a resposta do GH-hormônio de crescimento. Mesmo em uma faixa de normalidade, as variações do IMC afetam o pico de GH-hormônio de crescimento. Mais comprometedor para a produção de GH–hormônio de crescimento é a ingestão de hidratos de carbono simples ou complexos, isto porque, é uma das substâncias mais importantes que agem negativamente no que se refere ao bloqueio ou diminuição da secreção do GH–hormônio de crescimento; uma situação mais comprometedora é a ingestão de hidrato de carbono simples ou complexo durante a noite, pois, seja ele na forma de refrigerantes ou bebidas açucaradas e mesmo bebidas alcoólicas irá inquestionavelmente comprometer a produção e secreção do GH. Outro detalhe é que os hidratos de carbono, gorduras, etc., comprometem o GH que é sono dependente; este hormônio de extrema importância para humanos tem uma peculiaridade única, ou seja, começa a produzir seus pulsos após o sono REM que é o sono profundo e só ocorre aproximadamente nas 3 e 4 hora após estar dormindo, essa liberação por pulsos ou jatos ocorre em torno de 15/15 minutos de liberação e representa 70% de toda a liberação do organismo humano durante a noite, o que nos faz concluir que um sono seccionado, fracionado não é
  3. 3. saudável para a produção na pituitária secretora do hormônio de crescimento em qualquer fase da idade cronológica de indivíduos, independente do gênero. Conclusão: a fase puberal é responsável pela maior secreção do GH– hormônio de crescimento: humano é sono dependente para a liberação do GH–hormônio de crescimento, a liberação é feita por pulsos ou jatos de 15/15 minutos após 3 a 4 horas do início do sono REM, hidratos de carbono e gorduras comprometem a secreção do hormônio de crescimento-GH, Nem sempre a normalidade do GH–hormônio de crescimento significa estatura alta, portanto, a reposição deve ser utilizada em avaliações mais profundas. CHILD, INFANTILE, JUVENILE RELEASE LESS GH GROWTH HORMONE IN PREPUBERTAL PHASE THAN IN PUBERTAL PHASE; CAIO JR, J. S. DR. ET CAIO DRA. A COMPLICATING FACTOR IN GROW IS THE STAGE OF PUBERTAL DEVELOPMENT. CHILD, INFANTILE, JUVENILE PREPUBERTAL SECRETE LESS GH-GROWTH HORMONE WHEN COMPARED WITH THE CHILD OR JUVENILE IN PUBERTY. PHYSIOLOGY-ENDOCRINOLOGY- NEUROENDOCRINOLOGY-GENETICS-ENDOCRINE-PEDIATRICS (SUBDIVISION OF ENDOCRINOLOGY): DR. JOÃO SANTOS CAIO JR. ET DRA. HENRIQUETA VERLANGIERI CAIO. This factor may be a theoretical benefit in the sense that the patient has a low longitudinal or linear height significantly compared to chronological and bone age lagged, that because the patient when treated properly,
  4. 4. the associated auxiliary substances can have more time to gain physical height (height) mainly introduce lag GH-growth hormone; primarily in a special situation is when they are approaching puberty, and may have reduced GH-growth hormone enough to falsely suggest GH deficiency growth hormone. This factor is sometimes assessed by administering a dose of estrogen to these patients before the exams, and in this case independent of the gender of the individual. However we have to assess quite safely that the test of GH by other side may occasionally confuse us with other interpretive complication. GH-growth hormone is released by episodic pulses or surges. But for a patient who does not secrete GH- growth hormone in response to traditional stimulatory tests generally be considered a poor classic GH-growth hormone, a normal response of growth stimulatory these tests GH-growth hormone cannot be excluded efficacy of treatment with GH-growth hormone. The examination should be performed after a period of fasting, the intake of carbohydrates or fats that can suppress the response of GH-growth hormone. Even in a normal range, variations in BMI affect peak GH-growth hormone. More binding to its production of GH-growth hormone is the intake of simple or complex carbohydrates because this is one of the most important substances negatively with respect to blocking or decreasing the secretion of GH- growth hormone; a more compromising situation is the intake of simple carbohydrate or complex during the night because it is in the form of sodas or sugary drinks and even alcoholic beverages will undoubtedly compromise the production and secretion of GH. Another detail is that carbohydrates, fats, etc., undermine the GH is dependent sleep; this
  5. 5. hormone is extremely important for humans have a unique peculiarity, e.g., starts producing his wrists after REM sleep is deep sleep and only occurs at approximately the 03/04 hours after being asleep, this release or pulsed jets occurs in around 15/15 minutes release and represents 70% of the release of the human body during the night, which makes us conclude that a sectioned sleep split is not healthy for the production of secretory pituitary growth hormone at any stage chronological age of individuals, regardless of gender. Conclusion: puberty is responsible for the increased secretion of GH- growth hormone: human is dependent GH release to sleep-growth hormone, the release is done by pulses or 15/15 mins Jets after 3 or 4 hours onset of REM sleep, carbohydrates and fats undertake secretion of growth hormone-GH, not always the normality of GH-growth hormone mean stature, so the replacement should be in deeper reviews. Dr. João Santos Caio Jr. Endocrinologia – Neuroendocrinologista CRM 20611 Dra. Henriqueta V. Caio
  6. 6. Endocrinologista – Medicina Interna CRM 28930 Como saber mais: 1. Um dos benefícios mais importantes do hormônio do crescimento humano é sua capacidade de fortalecer o sistema imunológico... http://hormoniocrescimentoadultos.blogspot.com 2. Evidências sugerem que o uso de terapia de reposição de GH pode diminuir a taxa de infecções, ajuda na recuperação da doença crônica, melhora as condições alérgicas e ajuda a limitar os problemas autoimunes como artrite, fibromialgia e lúpus... http://longevidadefutura.blogspot.com 3. O vírus da imunodeficiência humana (HIV) parece indicar que uma queda sustentada na velocidade de crescimento linear pode ser utilizada como um marcador da gravidade destas condições subjacentes e o GH é considerado uma das melhores opções para melhorar a imunidade e, logicamente, para reduzir o risco de desenvolvimento de doenças malignas e acelerar a cicatrização... http://imcobesidade.blogspot.com AUTORIZADO O USO DOS DIREITOS AUTORAIS COM CITAÇÃO DOS AUTORES PROSPECTIVOS ET REFERÊNCIA BIBLIOGRÁFICA. Referências Bibliográficas: Caio Jr, João Santos, Dr.; Endocrinologista, Neuroendocrinologista, Caio,H. V., Dra. Endocrinologista, Medicina Interna – Van Der Häägen Brazil, São Paulo, Brasil; Albertsson-Wikland, K., Rosberg, S., Karlberg, J. & Groth, T. (1994) Análise de perfis de hormônio de crescimento de 24 horas em meninos saudáveis e meninas de estatura normal:. relação à puberdade Journal of Clinical Endocrinologia e Metabologia , 78 , 1195-1201; Fro, LA (1995) Transtornos da hipófise anterior. In: P. Felig, JD Baxter, eds LA Frohman. Endocrinologia e Metabolismo , McGraw-Hill, Ohio; Chowen, JA, Frago, LM & Argente, J. (2004) A regulamentação do Secreção de GH por esteróides sexuais. European Journal of Endocrinology 151 , U95-U100; Ulloa-Aguirre, A., a Blizzard, RM, Garcia-Rubi, E., Rogol, AD, Ligação, K., Christie, CM, Johnson, ML & Velduis, JD (1990) A testosterona e oxandrolona, um andrógeno nonaromatizable, especificamente amplificar a massa e a taxa de hormona de crescimento (GH) secretado por explosão, sem alterar GH duração de sincronização ou secretora frequência ou a GH meia-vida. Journal of Clinical
  7. 7. Endocrinology e Metabolismo , 71 , 846-854; Eakman, GD, Dallas, JS, Ponder, SW & Keenan, BS (1996) A efeitos da testosterona e diidrotestosterona no hipotálamo regulação da secreção do hormônio do crescimento. Journal of Clinical Endocrinology and Metabolism , 81 , 1217-1223; Malhotra, A., Poon, E., Tse, WY, Pringle, PJ, Hindmarsh, PC & Brook, CG (1993) Os efeitos da oxandrolona sobre o crescimento hormonais e gonadais eixos em meninos com atraso constitucional de crescimento e puberdade. Clinical Endocrinology , 38 , 393-398; Crowne, CE, Wallace, WH, Moore, C., Mitchell, R., Robertson, WH, Holly, JM & Shalet, SM (1997) Efeito de baixa dose de oxandrolona e o tratamento com testosterona na hipófise testicular e eixos GH em meninos com atraso constitucional do crescimento e puberdade. Clínicos Endocrinologia , 46 , 209-216. Contato: Fones: 55 11 5087-4404 ou 96197-0305 Nextel: ID:111*101625 Rua Estela, 515 - Bloco D - 12º andar - Conj. 121/122 Paraiso - São Paulo - SP - Cep 04011-002 e-mails: drcaio@vanderhaagenbrasil.com drahenriqueta@vanderhaagenbrasil.com vanderhaagen@vanderhaagenbrasil.com Site Van Der Häägen Brazil www.vanderhaagenbrazil.com.br www.clinicavanderhaagen.com.br www.crescimentoinfoco.com www.obesidadeinfoco.com.br http://drcaiojr.site.med.br http://dracaio.site.med.br Joao Santos Caio Jr http://google.com/+JoaoSantosCaioJr Video http://youtu.be/woonaiFJQwY Google Maps: http://maps.google.com.br/maps/place?cid=5099901339000351730&q=Van+Der+Haagen+Brasil&hl=pt &sll=-23.578256,46.645653&sspn=0.005074,0.009645&ie =UTF8&ll=-23.575591,-46.650481&spn=0,0&t = h&z=17

×