O slideshow foi denunciado.
Utilizamos seu perfil e dados de atividades no LinkedIn para personalizar e exibir anúncios mais relevantes. Altere suas preferências de anúncios quando desejar.

Espiritualidade e valores cristãos para a saúde nonoai2015

687 visualizações

Publicada em

A palestra destaca inicialmente a maravilha da criação, a complexidade do processo de visão do ser humano e da sua capacidade de dar sentido às imagens captadas da realidade inclusive adquirindo a condição moral de julgar o bem e o mal, passando a compartilhar o processo contínuo de criação do mundo. Apresenta então uma abordagem, no tempo de duração da vida, das reações emocionais das pessoas com relação aos problemas vividos e como os valores cristãos contribuem para saúde física, a convivência social, e a uma atitude de vida com fé e esperança para a construção da felicidade.

Publicada em: Saúde
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Espiritualidade e valores cristãos para a saúde nonoai2015

  1. 1. Antônio Diomário de Queiroz Associado CNS Espiritualidade e valores cristãos para a saúde Palestra: Curso de Terapias Naturais Nonoai RS, 3 de outubro de 2015
  2. 2. Colaboração Associados Missionários da Congregação de Nossa Senhora Cônegas de Santo Agostinho Apoio CIEPH (Centro Integrado de Estudos e Pesquisa do Homem) NONOAI RS, 2 e 3 de novembro de 2015 Curso de Terapias Naturais
  3. 3. 1. Presença de Deus na Criação 2. Valores cristãos e saúde na vida Espiritualidade e valores cristãos para a saúde
  4. 4. 1. Presença de Deus na Criação 2. Valores cristãos e saúde na vida Espiritualidade e valores cristãos para a saúde
  5. 5. Travessia dos Andes abril de 2012
  6. 6. Viagem à África Agosto 2012 Baobás na Ilha deBaobás na Ilha de Gorée no SénégalGorée no Sénégal
  7. 7. Baobás em Ngorongoro
  8. 8. Travessia do Rio Mara - Tanzânia
  9. 9. O Lugar de Deus na Memória Confissões de Santo Agostinho “Onde habitas, Senhor, na minha memória? Onde encontrei a verdade, aí encontrei o meu Deus, que é a própria verdade, da qual nunca mais me esqueci, desde o dia em que a conheci. Desde então permaneces em minha memória, e aí eu te encontro, quando me lembro de ti e em ti me alegro”.
  10. 10. Quando nosso cérebro processa milhões de informações para comandar nossos movimentos, nossas emoções ou nossas ações, o que está ocorrendo é um processo de comunicação! A sinapse química é um exemplo. O Corpo Humano é umO Corpo Humano é um Complexo Processo deComplexo Processo de ComunicaçãoComunicação
  11. 11. YUNES, Rosendo A. 1995. A Organização da Matéria - Acaso ou Informação. Ed. UFSC: Florianópolis. “A vida e o homem não são produtos do acaso”.
  12. 12. YUNES, Rosendo A. 1995. A Organização da Matéria - Acaso ou Informação. Ed. UFSC: Florianópolis. “A retina humana apresenta 500 milhões de células das quais 125 milhões são receptoras de luz. Cada célula responsável pela visão da luz contém a inimaginável cifra de 10 bilhões de molécula de rodopsina que é o composto que absorve os fótons de luz. A rodopsina é uma molécula formada por um aldeído que apresenta quatro duplas ligações conjugadas, uma das quais com configuração cis. Este aldeído está ligado a uma proteína por uma ligação dupla entre carbono e nitrogênio (> C=N-), tipo de ligação que normalmente nas condições fisiológicas das células, fundamentalmente seu pH, deveria hidrolisar-se rapidamente. Mas neste caso, esta molécula apresenta uma estabilidade especial, dadas as características da proteína. Ao absorver o fóton de luz o aldeído sofre a isomerização da dupla ligação cis para trans (justamente a energia de um fóton é necessária para produzir essa mudança) e assim se gera: a) o impulso nervoso, b) a perda da estabilidade da ligação dupla, antes mencionada entre o carbono e nitrogênio, que se hidrolisa rapidamente dando o trans-aldeído e a proteína denominada opsina”.
  13. 13. YUNES, Rosendo A. 1995. A Organização da Matéria - Acaso ou Informação. Ed. UFSC: Florianópolis. “O impulso nervoso é amplificado, transformado e codificado em outro tipo de impulso que é transmitido ao cérebro, que deve interpretar o mesmo, ou seja, transformar a mensagem numa informação, logo, em algo com sentido, com significado. Em outras palavras, o cérebro é o receptor que recebe a mensagem”.
  14. 14. “Desse modo, o homem se renova para o conhecimento segundo a imagem de Deus, seu Criador, e tornando-se espiritual, julga tudo o que deve ser julgado”. Confissões Santo Agostinho, 11ª Edição Livro XIII-401 A condição moral de julgar o bem e o mal é dom de Deus ao ser humano
  15. 15. Antônio Diomário de Queiroz “Temos condições de conhecer o mundo e traduzi-lo em palavras, compartilhando com Deus o poder de criação.”
  16. 16. A lei moral é universal A ética constitui um compromisso entre a moral e o interesse. Ao contrário da ética inteligente animada por razões localizadas e temporais, a moral impõe deveres que desafiam a nossa própria condição de liberdade. KANT, Immanuel 1781. Crítica da Razão Pura : In Gaarder, J. 1991. O Mundo de Sofia. Cia das Letras, pg 356.
  17. 17. ETCHEGOYEN, Alain. 1991. La valse des éthiques. A transição da moral singular para as éticas plurais é um sinal dos tempos de hoje.
  18. 18. O indivíduo, vagando entre essas esferas, não reconhece mais a voz da consciência. Ei-lo envolvido por uma valsa das éticas no ritmo dissonante de partituras heterogêneas cada vez orquestradas de modo diferente.(...) ETCHEGOYEN, Alain. 1991. La valse des éthiques.
  19. 19. O mistério do universo “A criação obedece a ordem do amor. O amor de Deus é a razão fundamental de toda a criação” (...) A criação tem a ver com um projeto do amor de Deus em que cada criatura tem um valor e um significado. (...) A criação só se pode conceber como um dom que vem das mãos abertas do Pai de todos, como uma realidade iluminada pelo amor que nos chama a uma comunhão universal.”
  20. 20. 1. Presença de Deus na Criação 2. Valores cristãos e saúde na vida Espiritualidade e valores cristãos para a saúde
  21. 21. A duração da vida PASSADO PRESENTE FUTURO Diagnóstico Objetivos Estratégia S u c e s s o Decisão e livre arbítrio Tendência não é destino!
  22. 22. Valores cristãos e saúde na vida PASSADO PRESENTE FUTURO Pecados capitais Reações emocionais Culpa e Medo Ressentimentos Preocupações Ansiedade e Estresse Perda da auto-estima e do sentido da vida Depressão Amor a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a si mesmo Felicidade Reino de Deus PAZ Fazer todo o bem possível Orações Comunhão universal Perdão aos outros e a si mesmo Misericórdia Frequentemente os problemas de saúde se originam da forma emocional como a pessoa reage ao passado
  23. 23. Caridade, esperança, justiça social, paz, amor ao próximo, bondade, e outros valores morais cristãos preparam para a liderança, o trabalho, a cidadania, e afirmam a cultura do espírito e a saúde das pessoas. Valores cristãos e saúde na vida A saúde da alma na santidade e na justiça vale mais que o ouro e a prata. Eclesiástico, 30, 15. “Não te perturbes no tempo da infelicidade, sofre as demoras de Deus; (..) Na dor, permanece firme, na humilhação, tem paciência.” (..) Eclesiástico, 2
  24. 24. Mens sana in corpore sano Mente sã, corpo são . Deve-se pedir em oração que a mente seja sã num corpo são. Peça uma alma corajosa que careça do temor da morte, que ponha a longevidade em último lugar entre as bênçãos da natureza, que suporte qualquer tipo de labores, desconheça a ira, nada cobice e creia mais nos labores selvagens de Hércules do que nas satisfações, nos banquetes e camas de plumas de um rei oriental. Revelarei aquilo que podes dar a ti próprio: Certamente, o único caminho de uma vida tranquila passa pela virtude. Sátira X do poeta romano Juvenal, I a II dC
  25. 25. “ Hoje, a Organização Mundial da Saúde descreve saúde como o bem estar físico, psíquico e social do ser humano. (...) Eu acrescentaria a eles, o bem estar espiritual, a crença num ser superior e divino”.
  26. 26. Steven Covey “A paixão é o fogo, o entusiasmo e a coragem que a pessoa sente quando faz algo que gosta ao tempo em que concretize objetivos de valor, algo que satisfaz suas necessidades mais profundas. É preciso lembrar, que nas raízes da palavra entusiasmo está o conceito de Deus dentro de ti.”
  27. 27. Consciência Paixão Necessidade Talento VOZ Sentido único e pessoal Encontre sua Voz Interior
  28. 28. Pessoa Integral Quatro Necessidades Quatro Inteligências/ Capacidades Quatro Atributos Voz CORPO Viver Física Disciplina Necessidade (ver o atendimento de necessidades) MENTE Aprender Mental Visão Talento (Foco disciplinado) CORAÇÃO Amor Emocional Paixão Paixão (Gostar de fazer) ESPÍRITO Deixar um legado Consciência Consciência Consciência (Fazer o que é certo) Encontre sua Voz Interior
  29. 29. Modelar Descobrir caminhos Alinhar Fortalecer Inspira confiança sem esperá-la (Autoridade moral pessoal) Cria ordem sem exigi-la (Autoridade moral visionária) Alimenta a visão, o corpo político e o espírito de confiança (Autoridade moral institucionalizada) Libera o potencial humano (Autoridade moral cultural) Quatro Papeis do Líder
  30. 30. “Numa época que exige dos cidadãos e das organizações cultivar permanente atitude de flexibilidade e adaptabilidade às mudanças, em que as dimensões de tempo e espaço se tornam virtuais, o caráter das pessoas, sua espiritualidade, seu comportamento ético e moral constituem o que há de mais confiável para fazer face aos riscos e incertezas.” Diomário Queiroz, abril de 2006Diomário Queiroz
  31. 31. Obrigado!Obrigado! Diomário QueirozQueiroz diomarioq@terra.com.br Curso de Terapias Naturais Nonoai RS, 3 de outubro de 2015

×