SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 63
Baixar para ler offline
Conceitos de Agroecologia
e Transição Agroecológica
Programa de Formação em
Agroecologia
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária
Instituto Israel Pinheiro, Brasília (DF), 01.12.2011
José Antônio Costabeber
DEAER/CCR/UFSM
Questões orientadoras (1)
• Quais são as principais razões
que justificam as propostas de
mudança nos atuais padrões de
agricultura e do
desenvolvimento rural?
Costabeber
Questões orientadoras (2)
• Qual o conceito operacional de
Agroecologia para fazer frente
aos desafios da agricultura e do
desenvolvimento rural
sustentável?
Costabeber
Questões orientadoras (3)
• Em que consiste a transição
agroecológica?
Costabeber
Resumen del Informe de Síntesis (2008)
Aprovado por 58 países
Relatório da IAASTD (2008)
“A Avaliação Internacional do Papel do
Conhecimento, a Ciência e a Tecnologia no
Desenvolvimento Agrícola (IAASTD) é uma resposta
frente a constatação generalizada de que, apesar
dos notáveis avanços científicos e tecnológicos em
nossa capacidade para melhorar a produtividade
agrícola, temos prestado menos atenção a algumas
das conseqüências sociais e ambientais não
desejadas de nossos êxitos”.
Costabeber
• O Relatório “examina a forma em que os
Estados podem e devem reorientar seus
sistemas de exploração agrícola em
direção a modos de produção de grande
produtividade e sustentabilidade que
contribuam a dar efetividade
gradualmente ao direito humano a uma
alimentação adequada” (p. 1).
Costabeber
“Relatório do Relator Especial sobre o
direito a alimentação, Sr. Olivier De
Schutter” (Nações Unidas, 20.12.2010)
“Relatório do Relator Especial sobre o
direito a alimentação, Sr. Olivier De
Schutter” (Nações Unidas, 20.12.2010)
• Após a revisão de publicações científicas
nos últimos 5 anos, o Relator menciona
que a Agroecologia “apresenta fortes
conexões conceptuais com o direito a
alimentação, tendo demonstrado que dá
resultados para avançar rapidamente em
direção a concreção desse direito humano
para muitos grupos vulneráveis em vários
países e regiões”.
Costabeber
“Relatório do Relator Especial sobre o
direito a alimentação, Sr. Olivier De
Schutter” (Nações Unidas, 20.12.2010)
• O Relatório sustenta que a propagação
das experiências em Agroecologia
constitui o principal desafio atualmente
colocado.
• Mediante políticas públicas adequadas, é
perfeitamente possível “criar um entorno
propício para a implementação de estilos
de produção sustentável”.
Costabeber
• Noções de desenvolvimento
• Conceito de sustentabilidade
• Sinais de alerta (impactos produtivismo)
• Conceito de agroecossistema
• Greening process e agricultura
• Enfoque agroecológico
• Transição agroecológica
• Síntese conceitual
Introdução
Costabeber
Conceito de
Sustentabilidade
Costabeber
Aumenta o leque de empresas que apostam
no discurso ambiental para conquistar
clientes.
• Justificativa para uso de agrotóxicos
• Lucratividade e Rentabilidade
• Prosperidade “econômica”
• Aplicações financeiras
• Marketing verde
Sustentabilidade
Alguns equívocos de seu significado
Costabeber
• Conceito científico?
• Conceito moral?
 Perspectiva de análise
(multidimensional)
Sustentabilidade
Costabeber
• Primeiro uso europeu conhecido
(1712):
Nachaaltigkeit
Aplicado a silvicultura de rendimento
contínuo
Costabeber
Sustentabilidade
• Os “cinco axiomas” de
Richard Heinberg
Conceito de
Sustentabilidade
Costabeber
Primeiro axioma
• Qualquer sociedade que use
continuamente recursos críticos de modo
insustentável, entrará em colapso.
 Exceção: uma sociedade pode evitar o
colapso encontrando recursos de
substituição.
 Limite à exceção: num mundo finito, o número
de possíveis substituições é também finito.
HEINBERG, R. Five axioms of sustainability, 2007. Costabeber
Segundo axioma
HEINBERG, R. Five axioms of sustainability, 2007. Costabeber
• O crescimento populacional e/ou o
crescimento das taxas de consumo dos
recursos não é sustentável (Axioma de
Albert A. Bartlett).
 Uma conta simples mostra que, mesmo a
pequenas taxas de crescimento continuado, a
população e/ou o consumo podem se tornar
absurdamente grande ou insustentável.
Terceiro axioma
HEINBERG, R. Five axioms of sustainability, 2007. Costabeber
• Para ser sustentável, o uso dos recursos
renováveis deve seguir uma taxa que
deverá ser inferior ou igual à taxa de
reposição.
 Os recursos “renováveis” são esgotáveis.
 Este axioma é a base da “silvicultura de
rendimento contínuo”.
Quarto axioma
HEINBERG, R. Five axioms of sustainability, 2007. Costabeber
• Para ser sustentável, o uso de recursos
não renováveis tem de evoluir a uma taxa
em declínio, e a taxa em declínio deve ser
maior ou igual à taxa de esgotamento.
 Taxa de esgotamento = quantidade extraída /
quantidade ainda por extrair.
 Nenhuma continuada taxa de consumo de
qualquer recurso não-renovável é sustentável.
Quinto axioma
HEINBERG, R. Five axioms of sustainability, 2007. Costabeber
• A sustentabilidade requer que as
substâncias introduzidas no ambiente
pela atividade humana sejam minimizadas
e tornadas inofensivas para as funções da
biosfera.
 É possível que a sociedade gere poluição
grave e provoque enormes desperdícios
biológicos.
Dimensão
Econômica
Deterioração
ecológica
Dimensão
Social
Dimensão
Ecológica
Dimensões da Sustentabilidade
Dimensão
Cultural
Dimensão
Política
Dimensão Ética
Fonte: adaptado de Caporal e Costabeber (2002)
Desenvolvimento
Sustentável
Costabeber
HEINBERG, R. Five axioms of sustainability, 2007.
• Como conceito essencial:
incorporado na visão mundial
e nas tradições de muitos
povos indígenas.
Sustentabilidade
Costabeber
 Preceito de Gayanashagowa ou Grande
Lei da Paz (constituição das Seis Nações
da Confederação dos Iroquois): chefes
avaliavam o impacto de suas decisões
sobre a sétima geração.
HEINBERG, R. Five axioms of sustainability, 2007. Costabeber
Sustentabilidade
Conceito de
Agroecossistema
Costabeber
• Constitui a unidade fundamental de
estudo e análise da Agroecologia.
• Intervenções de natureza técnica, social
ou organizacional requerem a
consideração das especificidades
biofísicas e as circunstâncias
socioeconômicas, políticas e culturais
presentes no lugar.
Agroecossistema
Costabeber
“Sistema ecológico e sócio-econômico
que compreende plantas e/ou animais
domesticados e as pessoas que nele
vivem, com o propósito de produção
de alimentos, fibras ou outros
produtos agrícolas”.
Agroecossistema
Gordon Conway (1997) Costabeber
Enfoque
Agroecológico
Costabeber
Participantes no Curso de Desenvolvimento Rural Sustentável: Enfoque Agroecológico,
promovido pela EMATER/RS (Santa Rosa, RS, 2000)
Agroecologia senso comum (1)
• Uma vida mais saudável.
• Produção agrícola dentro de uma lógica em que a
natureza mostra o caminho.
• Uma agricultura socialmente justa.
• O ato de trabalhar na agricultura preservando o
meio ambiente.
• Um novo equilíbrio nas relações entre homem e
natureza.
• O equilíbrio entre nutrientes, solo, planta, água e
animais.
Costabeber
Participantes no Curso de Agroecologia para Agentes de ATER da Região Norte,
promovido por EMATER-RO e MDA (Ouro Preto do Oeste, RO, 08.05.2007)
Agroecologia senso comum (2)
• Produção de alimentos saudáveis, em
quantidades suficientes, respeitando o ambiente.
• Comida farta sempre e com qualidade.
• É o respeito ao que Deus preparou para todos.
• É o trabalho junto ao agricultor no uso de
técnicas sustentáveis para melhorar a qualidade
de vida e do ambiente.
• Construção coletiva do saber.
• Filosofia de vida que tem o equilíbrio como eixo.
• Um modelo produtivo seguro e auto-sustentável.
Costabeber
Participantes no Curso de Agroecologia para Agentes de ATER da Região Norte,
promovido por EMATER-RO e MDA (Ouro Preto do Oeste, RO, 08.05.2007)
Agroecologia senso comum (3)
• Ciência de maior conhecimento
acadêmico, empírico e popular, propondo
uma mudança do modelo produtivo
excludente atual para outro com
princípios de respeito ao meio ambiente,
equilíbrio econômico e beneficio social.
Costabeber
Conceito de Agroecologia (1)
Perspectiva Agronômica
• Agroecologia como ciência
ou engenharia ecológica
Costabeber
Conceito de Agroecologia (1)
Ciência que apresenta uma série
de princípios, conceitos e
metodologias para estudar,
analisar, manejar, desenhar e
avaliar agroecossistemas.
(Miguel A. Altieri)
Costabeber
Conceito de Agroecologia (2)
Perspectiva Ecológica
• Aproximação da Ecologia e
Agronomia
Costabeber
Enfoque Agroecológico (2)
Aplicação de conceitos e
princípios ecológicos no manejo e
desenho de agroecossistemas
sustentáveis.
(Stephen R. Gliessman)
Costabeber
Agroecologia e transição
Agricultura Agricultura
Convencional Sustentável
Fonte: Caporal e Costabeber (2002)
Agroecologia
• Metodologias
• Conceitos
• Princípios
Costabeber
Transição Agroecológica
Agricultura Agricultura
Convencional Sustentável
Fonte: Costabeber (2008)
Agricultura biológica
Agricultura ecológica
Agricultura biodinâmica
Agricultura regenerativa
Agricultura orgânica
Agricultura natural
Permacultura
Costabeber
Agricultura Agricultura
Convencional Sustentável
Fonte: Caporal e Costabeber (2002)
Agriculturas
de base
“ecológica”
Costabeber
Transição Agroecológica
Agricultura sustentável
Centro de Agroecologia da Universidade da Califórnia
(Campus de Santa Cruz, EUA)
“Aquela que reconhece a natureza sistêmica da
produção de alimentos, forragens e fibras,
equilibrando, com equidade, preocupações
relacionadas à saúde ambiental, justiça social e
viabilidade econômica, entre diferentes setores da
população, incluindo distintos povos e diferentes
gerações”.
(Stephen Gliessman, 2000).
Costabeber
Declaração de La Habana
“A agricultura orgânica pode contribuir a
resolver a crise alimentar e mitigar a
mudança climática global sempre que
estiver baseada nos princípios da
Agroecologia”.
Fonte: VII Encuentro Internacional de Agricultura Orgánica y
Sostenible. La Habana (Cuba), 13 al 16 de mayo de 2008.
Agricultura Orgânica
versus
Agroecologia?
Costabeber
Perspectiva Sócio-Política
• Campo de conhecimento:
restaurar a coevolução social
e ecológica.
Conceito de Agroecologia (3)
Costabeber
Promove o “o manejo ecológico dos recursos
naturais, através de formas de ação social coletiva
que apresentam alternativas à atual crise
civilizatória, mediante propostas participativas
desde os âmbitos da produção e da circulação
alternativa de seus produtos, pretendendo
estabelecer formas de produção e de consumo que
contribuam para encarar a crise ecológica e social
e, deste modo, restaurar o curso alterado da
coevolução social e ecológica”.
(Eduardo Sevilla Guzmán)
Conceito de Agroecologia (3a)
Costabeber
“Sua estratégia tem uma natureza sistêmica, ao
considerar a propriedade, a organização
comunitária e o restante dos marcos de relação
das sociedades rurais articulados em torno à
dimensão local, onde se encontram os sistemas de
conhecimento (local, campesino e/ou indígena)
portadores do potencial endógeno que permite
potencializar a diversidade ecológica e
sociocultural”.
(Eduardo Sevilla Guzmán)
Conceito de Agroecologia (3b)
Costabeber
Conceito de Agroecologia (3c)
“Tal diversidade é o ponto de partida de suas
agriculturas alternativas, a partir das quais se
pretende o desenho participativo de métodos de
desenvolvimento endógeno para estabelecer
dinâmicas de transformação em direção a
sociedades sustentáveis”.
(Eduardo Sevilla Guzmán)
Costabeber
Perspectiva Multidisciplinar
• Matriz disciplinar para o
desenvolvimento rural
sustentável
Conceito de Agroecologia (4)
Costabeber
Fonte: Caporal, Costabeber e Paulus (2005)
“Campo de conhecimentos de natureza
multidisciplinar que pretende contribuir na
construção de estilos de agricultura de
base ecológica e na elaboração de
estratégias de desenvolvimento rural, tendo
como referência os ideais da
sustentabilidade numa perspectiva
multidimensional de longo prazo”.
Conceito de Agroecologia (4)
Costabeber
Exemplos de contribuições de outras
ciência na construção da Agroecologia
Fonte: Caporal, Costabeber e Paulus (2006)
Costabeber
Agroecologia como paradigma (1)
 A Agroecologia pressupõe o uso de
tecnologias heterogêneas, com
adequação às circunstâncias sócio-
econômicas e culturais das
comunidades rurais, assim como às
características biofísicas e
geográficas específicas.
Fonte: Caporal, Costabeber e Paulus (2005) Costabeber
Fonte: Caporal, Costabeber e Paulus (2005)
Agroecologia como paradigma (2)
 Qualquer opção tecnológica deve ter
como referencial a sustentabilidade,
observada e analisada em perspectiva
multidimensional: social, ambiental,
econômica, cultural, política e ética.
Costabeber
Fonte: Caporal, Costabeber e Paulus (2005)
Agroecologia como paradigma (3)
 Novas abordagens para os
problemas agrários são requeridas,
reconhecendo na diversidade cultural
um componente insubstituível, com
estratégias apoiadas em metodologias
participativas, enfoque interdisciplinar
e comunicação horizontal.
Costabeber
Fonte: Caporal, Costabeber e Paulus (2005)
Agroecologia como paradigma (4)
 Enquanto ciência integradora de
distintas disciplinas científicas, a
Agroecologia tem a potencialidade
para constituir a base de um novo
paradigma de desenvolvimento rural
sustentável.
Costabeber
Agroecologia e transição
Desenvolvimento Desenvolvimento
rural convencional rural sustentável
Fonte: Caporal e Costabeber (2002)
Agroecologia
• Metodologias
• Conceitos
• Princípios
Costabeber
Transição
Agroecológica
Costabeber
Transição agroecológica
Elaboração própria a partir de Gliessman (2000)
Racionalização
• Incremento da eficiência das práticas
convencionais para reduzir o consumo de
insumos.
Costabeber
Transição agroecológica
Elaboração própria a partir de Gliessman (2000)
Substituição
• Substituição de insumos e práticas
convencionais por insumos e práticas
“alternativas”.
Costabeber
Transição agroecológica
Elaboração própria a partir de Gliessman (2000)
Redesenho
• Redesenho de agroecossistemas para que
funcionem em base a um conjunto novo de
processos ecológicos [e sociais].
Costabeber
Princípio geral:
“Quanto mais um agroecossistema se
parece, em termos de estrutura e
função, com o ecossistema da região
biogeográfica em que se encontra,
maior será a probabilidade de que
este agroecossistema seja
sustentável”.
(Stephen R. Gliessman)
Agroecossistema sustentável
Costabeber
Transição Agroecológica (a)
Processo gradual de mudança nas formas de
manejo dos agroecossistemas, tendo-se como
meta a passagem do atual modelo ou sistemas de
produção de baixa sustentabilidade para estilos de
agricultura que incorporem princípios, métodos e
tecnologias de base ecológica.
Essa idéia de base ecológica se refere a um
processo contínuo, multilinear e crescente no
tempo, porém sem ter um momento final
determinado.
Fonte: Costabeber (1998)
Costabeber
Por se tratar de um processo social, implica não
somente a busca de maior racionalização produtiva
com base nas especificidades biofísicas de cada
agroecossistema, mas também uma mudança nas
atitudes e valores dos atores sociais em relação ao
manejo e conservação dos recursos.
Por incluir considerações de natureza diversa
(perspectiva multidimensional da
sustentabilidade), não dispensa o progresso
técnico e o avanço do conhecimento científico.
Transição Agroecológica (b)
Fonte: Costabeber (1998)
Costabeber
Perspectiva Ecológico-Produtiva
• O estabelecimento rural é a referência para a
análise do processo de transição agroecológica.
• Observa-se com detalhe e rigor o uso de práticas,
tecnologias e de processos de produção (manejo
ecológico-produtivo dos recursos naturais),
integrando ciências sociais e ciências naturais.
(Sevilla Guzmán, 2011)
Perspectiva de análise da
transição agroecológica (1)
Costabeber
Perspectiva Sócio-Econômica e Cultural
• Diz respeito às comunidades locais e toma a
transição agroecológica como um processo de
construção de estratégias e formas de
desenvolvimento rural mais sustentável.
• O manejo ecológico-produtivo do
agroecossistema constitui apenas um dos
aspectos observados.
(Sevilla Guzmán, 2011)
Perspectiva de análise da
transição agroecológica (2)
Costabeber
Perspectiva da Transformação Social
• Conecta-se com esferas mais ampliadas das
sociedades humanas, agregando um conteúdo
mais sócio-político com potencial para promover
mudanças mais significativas na sociedade.
• Leva em conta as multidimensões do conceito de
sustentabilidade (econômica, social, ecológica,
política, cultural e ética).
(Sevilla Guzmán, 2011)
Perspectiva de análise da
transição agroecológica (3)
Costabeber
Enfoque Agroecológico
• Sustentabilidade
(longevidade)
• Produtividade
(otimização)
• Eqüidade
(distribuição)
Costabeber
Agroecologia
Um novo campo de conhecimentos ou
nova área de estudos, cujo maior
propósito é contribuir na construção
da sustentabilidade agrícola e rural.
Costabeber
Saúde a todos
José Antônio Costabeber
jacostabeber@gmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Agroecologia (2)
Agroecologia (2)Agroecologia (2)
Agroecologia (2)Heber Mello
 
Manual Integração Lavoura-Pecuária
Manual Integração Lavoura-PecuáriaManual Integração Lavoura-Pecuária
Manual Integração Lavoura-PecuáriaPortal Canal Rural
 
Manejo da Materia Orgânica
Manejo da Materia OrgânicaManejo da Materia Orgânica
Manejo da Materia OrgânicaBruno Anacleto
 
Manejo Ecologico Do Solo
Manejo Ecologico Do SoloManejo Ecologico Do Solo
Manejo Ecologico Do SoloMarcelo Venturi
 
Sistemas Integrados de Manejo na Produção Agrícola Sustentável
Sistemas Integrados de Manejo na Produção Agrícola SustentávelSistemas Integrados de Manejo na Produção Agrícola Sustentável
Sistemas Integrados de Manejo na Produção Agrícola SustentávelAgriculturaSustentavel
 
Livro principios de ecologia aplicados a agroecologia 2013
Livro principios de ecologia aplicados a agroecologia 2013Livro principios de ecologia aplicados a agroecologia 2013
Livro principios de ecologia aplicados a agroecologia 2013Alexandre Panerai
 
Sistemas Agroflorestais
Sistemas AgroflorestaisSistemas Agroflorestais
Sistemas Agroflorestaiscineone
 
Agricultura sustentável
Agricultura sustentável Agricultura sustentável
Agricultura sustentável Samanta Lacerda
 
MORFOLOGIA E FISIOLOGIA DO ALGODOEIRO
MORFOLOGIA E FISIOLOGIA DO ALGODOEIROMORFOLOGIA E FISIOLOGIA DO ALGODOEIRO
MORFOLOGIA E FISIOLOGIA DO ALGODOEIROGeagra UFG
 
Producao e comercializacao de frutas
Producao e comercializacao de frutasProducao e comercializacao de frutas
Producao e comercializacao de frutasgustavo_ruffeil
 

Mais procurados (20)

Sistemas agroflorestais
Sistemas agroflorestaisSistemas agroflorestais
Sistemas agroflorestais
 
Agroecologia (2)
Agroecologia (2)Agroecologia (2)
Agroecologia (2)
 
Manual Integração Lavoura-Pecuária
Manual Integração Lavoura-PecuáriaManual Integração Lavoura-Pecuária
Manual Integração Lavoura-Pecuária
 
Agroecologia hoje
Agroecologia hojeAgroecologia hoje
Agroecologia hoje
 
Sistemas Agroflorestais - SAFS
Sistemas Agroflorestais - SAFSSistemas Agroflorestais - SAFS
Sistemas Agroflorestais - SAFS
 
Apostila de silvicultura
Apostila de silviculturaApostila de silvicultura
Apostila de silvicultura
 
Manejo da Materia Orgânica
Manejo da Materia OrgânicaManejo da Materia Orgânica
Manejo da Materia Orgânica
 
Manejo Ecologico Do Solo
Manejo Ecologico Do SoloManejo Ecologico Do Solo
Manejo Ecologico Do Solo
 
Silvicultura
SilviculturaSilvicultura
Silvicultura
 
Aula 9 fertilidade dos solos
Aula 9   fertilidade dos solosAula 9   fertilidade dos solos
Aula 9 fertilidade dos solos
 
Sistemas Integrados de Manejo na Produção Agrícola Sustentável
Sistemas Integrados de Manejo na Produção Agrícola SustentávelSistemas Integrados de Manejo na Produção Agrícola Sustentável
Sistemas Integrados de Manejo na Produção Agrícola Sustentável
 
Permacultura completo
Permacultura   completoPermacultura   completo
Permacultura completo
 
Livro principios de ecologia aplicados a agroecologia 2013
Livro principios de ecologia aplicados a agroecologia 2013Livro principios de ecologia aplicados a agroecologia 2013
Livro principios de ecologia aplicados a agroecologia 2013
 
Manejo e conservação dos solos
Manejo e conservação dos solosManejo e conservação dos solos
Manejo e conservação dos solos
 
Sistemas Agroflorestais
Sistemas AgroflorestaisSistemas Agroflorestais
Sistemas Agroflorestais
 
Irrigação
IrrigaçãoIrrigação
Irrigação
 
Adubação verde e plantio direto
Adubação verde e plantio diretoAdubação verde e plantio direto
Adubação verde e plantio direto
 
Agricultura sustentável
Agricultura sustentável Agricultura sustentável
Agricultura sustentável
 
MORFOLOGIA E FISIOLOGIA DO ALGODOEIRO
MORFOLOGIA E FISIOLOGIA DO ALGODOEIROMORFOLOGIA E FISIOLOGIA DO ALGODOEIRO
MORFOLOGIA E FISIOLOGIA DO ALGODOEIRO
 
Producao e comercializacao de frutas
Producao e comercializacao de frutasProducao e comercializacao de frutas
Producao e comercializacao de frutas
 

Semelhante a Conceitos de agroecologia e transicao agroecologica jose antonio costabeber

PrincipiosdaAgroecologiaepassostransicaoagroecologica.pptx
PrincipiosdaAgroecologiaepassostransicaoagroecologica.pptxPrincipiosdaAgroecologiaepassostransicaoagroecologica.pptx
PrincipiosdaAgroecologiaepassostransicaoagroecologica.pptxTlitaTonolli
 
Agroecologia e tecnologia social – um caminho para a sustentabilidade
Agroecologia e tecnologia social – um caminho para a sustentabilidadeAgroecologia e tecnologia social – um caminho para a sustentabilidade
Agroecologia e tecnologia social – um caminho para a sustentabilidadegabriel alves
 
I-Introdução à Agricultura Biológica.ppt
I-Introdução à Agricultura Biológica.pptI-Introdução à Agricultura Biológica.ppt
I-Introdução à Agricultura Biológica.pptjuditesilva10
 
Sequência didática alimentos meio ambiente sustentabilidade
Sequência didática alimentos meio ambiente sustentabilidadeSequência didática alimentos meio ambiente sustentabilidade
Sequência didática alimentos meio ambiente sustentabilidadeLúcio Kobayakawa
 
Modelo apresentação ciclo MAUI 2016
Modelo apresentação ciclo MAUI 2016Modelo apresentação ciclo MAUI 2016
Modelo apresentação ciclo MAUI 2016malanger
 
Publicidade e Sustentabilidade
Publicidade e SustentabilidadePublicidade e Sustentabilidade
Publicidade e SustentabilidadeMichel Montandon
 
Sustentabilidade ambiental, social e perspectiva para o desenvolvimento
Sustentabilidade ambiental, social e perspectiva para o desenvolvimentoSustentabilidade ambiental, social e perspectiva para o desenvolvimento
Sustentabilidade ambiental, social e perspectiva para o desenvolvimentoLinccon Carvalho
 
Aac agroecologia-e-sistemas
Aac agroecologia-e-sistemasAac agroecologia-e-sistemas
Aac agroecologia-e-sistemasmvezzone
 
Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental-
 
Desenvolvimento sustentável e a indústria têxtil
Desenvolvimento sustentável e a indústria têxtilDesenvolvimento sustentável e a indústria têxtil
Desenvolvimento sustentável e a indústria têxtiltcredu
 
05 sustentabilidade&pegada ecologica
05 sustentabilidade&pegada ecologica05 sustentabilidade&pegada ecologica
05 sustentabilidade&pegada ecologicaPaulo Cruz
 
Kimparaetal2010 medindoasustentabilidade abl38(2)1-13
Kimparaetal2010 medindoasustentabilidade abl38(2)1-13Kimparaetal2010 medindoasustentabilidade abl38(2)1-13
Kimparaetal2010 medindoasustentabilidade abl38(2)1-13Ariel Zajdband
 
PADRÕES DE PRODUÇÃO E CONSUMO SUSTENTÁVEIS (PPCS)
PADRÕES DE PRODUÇÃO E CONSUMO SUSTENTÁVEIS (PPCS)PADRÕES DE PRODUÇÃO E CONSUMO SUSTENTÁVEIS (PPCS)
PADRÕES DE PRODUÇÃO E CONSUMO SUSTENTÁVEIS (PPCS)Silvana Vasineski
 
Atividades econômicas e impacto ambiental
Atividades econômicas e impacto ambientalAtividades econômicas e impacto ambiental
Atividades econômicas e impacto ambientalfernandameneguzzo
 
A economia circular para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta t...
A economia circular para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta t...A economia circular para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta t...
A economia circular para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta t...Fernando Alcoforado
 
A economia circular para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta t...
A economia circular para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta t...A economia circular para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta t...
A economia circular para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta t...Fernando Alcoforado
 
Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento SustentávelDesenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento SustentávelVânia Marques
 

Semelhante a Conceitos de agroecologia e transicao agroecologica jose antonio costabeber (20)

PrincipiosdaAgroecologiaepassostransicaoagroecologica.pptx
PrincipiosdaAgroecologiaepassostransicaoagroecologica.pptxPrincipiosdaAgroecologiaepassostransicaoagroecologica.pptx
PrincipiosdaAgroecologiaepassostransicaoagroecologica.pptx
 
Agroecologia e tecnologia social – um caminho para a sustentabilidade
Agroecologia e tecnologia social – um caminho para a sustentabilidadeAgroecologia e tecnologia social – um caminho para a sustentabilidade
Agroecologia e tecnologia social – um caminho para a sustentabilidade
 
I-Introdução à Agricultura Biológica.ppt
I-Introdução à Agricultura Biológica.pptI-Introdução à Agricultura Biológica.ppt
I-Introdução à Agricultura Biológica.ppt
 
Sequência didática alimentos meio ambiente sustentabilidade
Sequência didática alimentos meio ambiente sustentabilidadeSequência didática alimentos meio ambiente sustentabilidade
Sequência didática alimentos meio ambiente sustentabilidade
 
Tcc
TccTcc
Tcc
 
Brasil 2050 - Reflexões para um futuro sustentável
Brasil 2050 - Reflexões para um futuro sustentávelBrasil 2050 - Reflexões para um futuro sustentável
Brasil 2050 - Reflexões para um futuro sustentável
 
Modelo apresentação ciclo MAUI 2016
Modelo apresentação ciclo MAUI 2016Modelo apresentação ciclo MAUI 2016
Modelo apresentação ciclo MAUI 2016
 
Publicidade e Sustentabilidade
Publicidade e SustentabilidadePublicidade e Sustentabilidade
Publicidade e Sustentabilidade
 
Sustentabilidade ambiental, social e perspectiva para o desenvolvimento
Sustentabilidade ambiental, social e perspectiva para o desenvolvimentoSustentabilidade ambiental, social e perspectiva para o desenvolvimento
Sustentabilidade ambiental, social e perspectiva para o desenvolvimento
 
Aac agroecologia-e-sistemas
Aac agroecologia-e-sistemasAac agroecologia-e-sistemas
Aac agroecologia-e-sistemas
 
Terça ambiental AMDA
Terça ambiental AMDATerça ambiental AMDA
Terça ambiental AMDA
 
Sustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambientalSustentabilidade ambiental
Sustentabilidade ambiental
 
Desenvolvimento sustentável e a indústria têxtil
Desenvolvimento sustentável e a indústria têxtilDesenvolvimento sustentável e a indústria têxtil
Desenvolvimento sustentável e a indústria têxtil
 
05 sustentabilidade&pegada ecologica
05 sustentabilidade&pegada ecologica05 sustentabilidade&pegada ecologica
05 sustentabilidade&pegada ecologica
 
Kimparaetal2010 medindoasustentabilidade abl38(2)1-13
Kimparaetal2010 medindoasustentabilidade abl38(2)1-13Kimparaetal2010 medindoasustentabilidade abl38(2)1-13
Kimparaetal2010 medindoasustentabilidade abl38(2)1-13
 
PADRÕES DE PRODUÇÃO E CONSUMO SUSTENTÁVEIS (PPCS)
PADRÕES DE PRODUÇÃO E CONSUMO SUSTENTÁVEIS (PPCS)PADRÕES DE PRODUÇÃO E CONSUMO SUSTENTÁVEIS (PPCS)
PADRÕES DE PRODUÇÃO E CONSUMO SUSTENTÁVEIS (PPCS)
 
Atividades econômicas e impacto ambiental
Atividades econômicas e impacto ambientalAtividades econômicas e impacto ambiental
Atividades econômicas e impacto ambiental
 
A economia circular para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta t...
A economia circular para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta t...A economia circular para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta t...
A economia circular para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta t...
 
A economia circular para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta t...
A economia circular para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta t...A economia circular para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta t...
A economia circular para evitar a exaustão dos recursos naturais do planeta t...
 
Desenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento SustentávelDesenvolvimento Sustentável
Desenvolvimento Sustentável
 

Último

Fazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdf
Fazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdfFazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdf
Fazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdfReservadaBiosferadaM
 
PLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdfPLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdfHELLEN CRISTINA
 
Apresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdf
Apresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdfApresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdf
Apresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdfReservadaBiosferadaM
 
SEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMP
SEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMPSEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMP
SEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMPReservadaBiosferadaM
 
avaliação pratica .pdf
avaliação pratica                      .pdfavaliação pratica                      .pdf
avaliação pratica .pdfHELLEN CRISTINA
 
poluição da água trabalho biologia 2024
poluição da água trabalho biologia 2024poluição da água trabalho biologia 2024
poluição da água trabalho biologia 2024LorenaRocha85
 
CEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptx
CEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptxCEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptx
CEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptxReservadaBiosferadaM
 
apresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptx
apresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptxapresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptx
apresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptxReservadaBiosferadaM
 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfHELLEN CRISTINA
 
32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx
32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx
32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptxReservadaBiosferadaM
 
Área de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMA
Área de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMAÁrea de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMA
Área de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMAReservadaBiosferadaM
 
Aruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta RBMA.pdf
Aruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta  RBMA.pdfAruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta  RBMA.pdf
Aruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta RBMA.pdfReservadaBiosferadaM
 
A maravilhosa fauna registrada nos empreendimentos da Enel Green Power no Bra...
A maravilhosa fauna registrada nos empreendimentos da Enel Green Power no Bra...A maravilhosa fauna registrada nos empreendimentos da Enel Green Power no Bra...
A maravilhosa fauna registrada nos empreendimentos da Enel Green Power no Bra...atendimento93
 
ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_
ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_
ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_ReservadaBiosferadaM
 

Último (14)

Fazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdf
Fazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdfFazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdf
Fazenda Bicho Preguiça - BA proposta posto avançado .pdf
 
PLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdfPLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdf
PLANO DE ENSINO Disciplina- Projeto Integrado I – GESTÃO.pdf
 
Apresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdf
Apresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdfApresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdf
Apresentação Tekoa Yvy Porã 32 CN - Natal 2023.pdf
 
SEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMP
SEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMPSEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMP
SEDE DO PARQUE ESTADUAL MATA DA PIPA - PEMP
 
avaliação pratica .pdf
avaliação pratica                      .pdfavaliação pratica                      .pdf
avaliação pratica .pdf
 
poluição da água trabalho biologia 2024
poluição da água trabalho biologia 2024poluição da água trabalho biologia 2024
poluição da água trabalho biologia 2024
 
CEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptx
CEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptxCEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptx
CEARÁ MAIS VERDE Fernando Bezerra .pptx
 
apresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptx
apresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptxapresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptx
apresentação Cajueiro_32º Encontro Nacional da RBMA.pptx
 
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdfRELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
RELATÓRIO DE ESTÁGIO SUPERVISIONADO I.pdf
 
32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx
32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx
32ª_Reunião Ordinária_Conselho Nacional_2023.pptx
 
Área de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMA
Área de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMAÁrea de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMA
Área de Proteção Ambiental Jenipabu 32º Encontro Nacional da RBMA
 
Aruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta RBMA.pdf
Aruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta  RBMA.pdfAruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta  RBMA.pdf
Aruá final RBMA Conectando Pessoas e Floresta RBMA.pdf
 
A maravilhosa fauna registrada nos empreendimentos da Enel Green Power no Bra...
A maravilhosa fauna registrada nos empreendimentos da Enel Green Power no Bra...A maravilhosa fauna registrada nos empreendimentos da Enel Green Power no Bra...
A maravilhosa fauna registrada nos empreendimentos da Enel Green Power no Bra...
 
ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_
ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_
ARIE SITIO CURIÓ 32º Encontro Nacional RBMA_
 

Conceitos de agroecologia e transicao agroecologica jose antonio costabeber

  • 1. Conceitos de Agroecologia e Transição Agroecológica Programa de Formação em Agroecologia Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária Instituto Israel Pinheiro, Brasília (DF), 01.12.2011 José Antônio Costabeber DEAER/CCR/UFSM
  • 2. Questões orientadoras (1) • Quais são as principais razões que justificam as propostas de mudança nos atuais padrões de agricultura e do desenvolvimento rural? Costabeber
  • 3. Questões orientadoras (2) • Qual o conceito operacional de Agroecologia para fazer frente aos desafios da agricultura e do desenvolvimento rural sustentável? Costabeber
  • 4. Questões orientadoras (3) • Em que consiste a transição agroecológica? Costabeber
  • 5. Resumen del Informe de Síntesis (2008) Aprovado por 58 países Relatório da IAASTD (2008) “A Avaliação Internacional do Papel do Conhecimento, a Ciência e a Tecnologia no Desenvolvimento Agrícola (IAASTD) é uma resposta frente a constatação generalizada de que, apesar dos notáveis avanços científicos e tecnológicos em nossa capacidade para melhorar a produtividade agrícola, temos prestado menos atenção a algumas das conseqüências sociais e ambientais não desejadas de nossos êxitos”. Costabeber
  • 6. • O Relatório “examina a forma em que os Estados podem e devem reorientar seus sistemas de exploração agrícola em direção a modos de produção de grande produtividade e sustentabilidade que contribuam a dar efetividade gradualmente ao direito humano a uma alimentação adequada” (p. 1). Costabeber “Relatório do Relator Especial sobre o direito a alimentação, Sr. Olivier De Schutter” (Nações Unidas, 20.12.2010)
  • 7. “Relatório do Relator Especial sobre o direito a alimentação, Sr. Olivier De Schutter” (Nações Unidas, 20.12.2010) • Após a revisão de publicações científicas nos últimos 5 anos, o Relator menciona que a Agroecologia “apresenta fortes conexões conceptuais com o direito a alimentação, tendo demonstrado que dá resultados para avançar rapidamente em direção a concreção desse direito humano para muitos grupos vulneráveis em vários países e regiões”. Costabeber
  • 8. “Relatório do Relator Especial sobre o direito a alimentação, Sr. Olivier De Schutter” (Nações Unidas, 20.12.2010) • O Relatório sustenta que a propagação das experiências em Agroecologia constitui o principal desafio atualmente colocado. • Mediante políticas públicas adequadas, é perfeitamente possível “criar um entorno propício para a implementação de estilos de produção sustentável”. Costabeber
  • 9. • Noções de desenvolvimento • Conceito de sustentabilidade • Sinais de alerta (impactos produtivismo) • Conceito de agroecossistema • Greening process e agricultura • Enfoque agroecológico • Transição agroecológica • Síntese conceitual Introdução Costabeber
  • 11. Aumenta o leque de empresas que apostam no discurso ambiental para conquistar clientes. • Justificativa para uso de agrotóxicos • Lucratividade e Rentabilidade • Prosperidade “econômica” • Aplicações financeiras • Marketing verde Sustentabilidade Alguns equívocos de seu significado Costabeber
  • 12. • Conceito científico? • Conceito moral?  Perspectiva de análise (multidimensional) Sustentabilidade Costabeber
  • 13. • Primeiro uso europeu conhecido (1712): Nachaaltigkeit Aplicado a silvicultura de rendimento contínuo Costabeber Sustentabilidade
  • 14. • Os “cinco axiomas” de Richard Heinberg Conceito de Sustentabilidade Costabeber
  • 15. Primeiro axioma • Qualquer sociedade que use continuamente recursos críticos de modo insustentável, entrará em colapso.  Exceção: uma sociedade pode evitar o colapso encontrando recursos de substituição.  Limite à exceção: num mundo finito, o número de possíveis substituições é também finito. HEINBERG, R. Five axioms of sustainability, 2007. Costabeber
  • 16. Segundo axioma HEINBERG, R. Five axioms of sustainability, 2007. Costabeber • O crescimento populacional e/ou o crescimento das taxas de consumo dos recursos não é sustentável (Axioma de Albert A. Bartlett).  Uma conta simples mostra que, mesmo a pequenas taxas de crescimento continuado, a população e/ou o consumo podem se tornar absurdamente grande ou insustentável.
  • 17. Terceiro axioma HEINBERG, R. Five axioms of sustainability, 2007. Costabeber • Para ser sustentável, o uso dos recursos renováveis deve seguir uma taxa que deverá ser inferior ou igual à taxa de reposição.  Os recursos “renováveis” são esgotáveis.  Este axioma é a base da “silvicultura de rendimento contínuo”.
  • 18. Quarto axioma HEINBERG, R. Five axioms of sustainability, 2007. Costabeber • Para ser sustentável, o uso de recursos não renováveis tem de evoluir a uma taxa em declínio, e a taxa em declínio deve ser maior ou igual à taxa de esgotamento.  Taxa de esgotamento = quantidade extraída / quantidade ainda por extrair.  Nenhuma continuada taxa de consumo de qualquer recurso não-renovável é sustentável.
  • 19. Quinto axioma HEINBERG, R. Five axioms of sustainability, 2007. Costabeber • A sustentabilidade requer que as substâncias introduzidas no ambiente pela atividade humana sejam minimizadas e tornadas inofensivas para as funções da biosfera.  É possível que a sociedade gere poluição grave e provoque enormes desperdícios biológicos.
  • 21. HEINBERG, R. Five axioms of sustainability, 2007. • Como conceito essencial: incorporado na visão mundial e nas tradições de muitos povos indígenas. Sustentabilidade Costabeber
  • 22.  Preceito de Gayanashagowa ou Grande Lei da Paz (constituição das Seis Nações da Confederação dos Iroquois): chefes avaliavam o impacto de suas decisões sobre a sétima geração. HEINBERG, R. Five axioms of sustainability, 2007. Costabeber Sustentabilidade
  • 24. • Constitui a unidade fundamental de estudo e análise da Agroecologia. • Intervenções de natureza técnica, social ou organizacional requerem a consideração das especificidades biofísicas e as circunstâncias socioeconômicas, políticas e culturais presentes no lugar. Agroecossistema Costabeber
  • 25. “Sistema ecológico e sócio-econômico que compreende plantas e/ou animais domesticados e as pessoas que nele vivem, com o propósito de produção de alimentos, fibras ou outros produtos agrícolas”. Agroecossistema Gordon Conway (1997) Costabeber
  • 27. Participantes no Curso de Desenvolvimento Rural Sustentável: Enfoque Agroecológico, promovido pela EMATER/RS (Santa Rosa, RS, 2000) Agroecologia senso comum (1) • Uma vida mais saudável. • Produção agrícola dentro de uma lógica em que a natureza mostra o caminho. • Uma agricultura socialmente justa. • O ato de trabalhar na agricultura preservando o meio ambiente. • Um novo equilíbrio nas relações entre homem e natureza. • O equilíbrio entre nutrientes, solo, planta, água e animais. Costabeber
  • 28. Participantes no Curso de Agroecologia para Agentes de ATER da Região Norte, promovido por EMATER-RO e MDA (Ouro Preto do Oeste, RO, 08.05.2007) Agroecologia senso comum (2) • Produção de alimentos saudáveis, em quantidades suficientes, respeitando o ambiente. • Comida farta sempre e com qualidade. • É o respeito ao que Deus preparou para todos. • É o trabalho junto ao agricultor no uso de técnicas sustentáveis para melhorar a qualidade de vida e do ambiente. • Construção coletiva do saber. • Filosofia de vida que tem o equilíbrio como eixo. • Um modelo produtivo seguro e auto-sustentável. Costabeber
  • 29. Participantes no Curso de Agroecologia para Agentes de ATER da Região Norte, promovido por EMATER-RO e MDA (Ouro Preto do Oeste, RO, 08.05.2007) Agroecologia senso comum (3) • Ciência de maior conhecimento acadêmico, empírico e popular, propondo uma mudança do modelo produtivo excludente atual para outro com princípios de respeito ao meio ambiente, equilíbrio econômico e beneficio social. Costabeber
  • 30. Conceito de Agroecologia (1) Perspectiva Agronômica • Agroecologia como ciência ou engenharia ecológica Costabeber
  • 31. Conceito de Agroecologia (1) Ciência que apresenta uma série de princípios, conceitos e metodologias para estudar, analisar, manejar, desenhar e avaliar agroecossistemas. (Miguel A. Altieri) Costabeber
  • 32. Conceito de Agroecologia (2) Perspectiva Ecológica • Aproximação da Ecologia e Agronomia Costabeber
  • 33. Enfoque Agroecológico (2) Aplicação de conceitos e princípios ecológicos no manejo e desenho de agroecossistemas sustentáveis. (Stephen R. Gliessman) Costabeber
  • 34. Agroecologia e transição Agricultura Agricultura Convencional Sustentável Fonte: Caporal e Costabeber (2002) Agroecologia • Metodologias • Conceitos • Princípios Costabeber
  • 35. Transição Agroecológica Agricultura Agricultura Convencional Sustentável Fonte: Costabeber (2008) Agricultura biológica Agricultura ecológica Agricultura biodinâmica Agricultura regenerativa Agricultura orgânica Agricultura natural Permacultura Costabeber
  • 36. Agricultura Agricultura Convencional Sustentável Fonte: Caporal e Costabeber (2002) Agriculturas de base “ecológica” Costabeber Transição Agroecológica
  • 37. Agricultura sustentável Centro de Agroecologia da Universidade da Califórnia (Campus de Santa Cruz, EUA) “Aquela que reconhece a natureza sistêmica da produção de alimentos, forragens e fibras, equilibrando, com equidade, preocupações relacionadas à saúde ambiental, justiça social e viabilidade econômica, entre diferentes setores da população, incluindo distintos povos e diferentes gerações”. (Stephen Gliessman, 2000). Costabeber
  • 38. Declaração de La Habana “A agricultura orgânica pode contribuir a resolver a crise alimentar e mitigar a mudança climática global sempre que estiver baseada nos princípios da Agroecologia”. Fonte: VII Encuentro Internacional de Agricultura Orgánica y Sostenible. La Habana (Cuba), 13 al 16 de mayo de 2008. Agricultura Orgânica versus Agroecologia? Costabeber
  • 39. Perspectiva Sócio-Política • Campo de conhecimento: restaurar a coevolução social e ecológica. Conceito de Agroecologia (3) Costabeber
  • 40. Promove o “o manejo ecológico dos recursos naturais, através de formas de ação social coletiva que apresentam alternativas à atual crise civilizatória, mediante propostas participativas desde os âmbitos da produção e da circulação alternativa de seus produtos, pretendendo estabelecer formas de produção e de consumo que contribuam para encarar a crise ecológica e social e, deste modo, restaurar o curso alterado da coevolução social e ecológica”. (Eduardo Sevilla Guzmán) Conceito de Agroecologia (3a) Costabeber
  • 41. “Sua estratégia tem uma natureza sistêmica, ao considerar a propriedade, a organização comunitária e o restante dos marcos de relação das sociedades rurais articulados em torno à dimensão local, onde se encontram os sistemas de conhecimento (local, campesino e/ou indígena) portadores do potencial endógeno que permite potencializar a diversidade ecológica e sociocultural”. (Eduardo Sevilla Guzmán) Conceito de Agroecologia (3b) Costabeber
  • 42. Conceito de Agroecologia (3c) “Tal diversidade é o ponto de partida de suas agriculturas alternativas, a partir das quais se pretende o desenho participativo de métodos de desenvolvimento endógeno para estabelecer dinâmicas de transformação em direção a sociedades sustentáveis”. (Eduardo Sevilla Guzmán) Costabeber
  • 43. Perspectiva Multidisciplinar • Matriz disciplinar para o desenvolvimento rural sustentável Conceito de Agroecologia (4) Costabeber
  • 44. Fonte: Caporal, Costabeber e Paulus (2005) “Campo de conhecimentos de natureza multidisciplinar que pretende contribuir na construção de estilos de agricultura de base ecológica e na elaboração de estratégias de desenvolvimento rural, tendo como referência os ideais da sustentabilidade numa perspectiva multidimensional de longo prazo”. Conceito de Agroecologia (4) Costabeber
  • 45. Exemplos de contribuições de outras ciência na construção da Agroecologia Fonte: Caporal, Costabeber e Paulus (2006) Costabeber
  • 46. Agroecologia como paradigma (1)  A Agroecologia pressupõe o uso de tecnologias heterogêneas, com adequação às circunstâncias sócio- econômicas e culturais das comunidades rurais, assim como às características biofísicas e geográficas específicas. Fonte: Caporal, Costabeber e Paulus (2005) Costabeber
  • 47. Fonte: Caporal, Costabeber e Paulus (2005) Agroecologia como paradigma (2)  Qualquer opção tecnológica deve ter como referencial a sustentabilidade, observada e analisada em perspectiva multidimensional: social, ambiental, econômica, cultural, política e ética. Costabeber
  • 48. Fonte: Caporal, Costabeber e Paulus (2005) Agroecologia como paradigma (3)  Novas abordagens para os problemas agrários são requeridas, reconhecendo na diversidade cultural um componente insubstituível, com estratégias apoiadas em metodologias participativas, enfoque interdisciplinar e comunicação horizontal. Costabeber
  • 49. Fonte: Caporal, Costabeber e Paulus (2005) Agroecologia como paradigma (4)  Enquanto ciência integradora de distintas disciplinas científicas, a Agroecologia tem a potencialidade para constituir a base de um novo paradigma de desenvolvimento rural sustentável. Costabeber
  • 50. Agroecologia e transição Desenvolvimento Desenvolvimento rural convencional rural sustentável Fonte: Caporal e Costabeber (2002) Agroecologia • Metodologias • Conceitos • Princípios Costabeber
  • 52. Transição agroecológica Elaboração própria a partir de Gliessman (2000) Racionalização • Incremento da eficiência das práticas convencionais para reduzir o consumo de insumos. Costabeber
  • 53. Transição agroecológica Elaboração própria a partir de Gliessman (2000) Substituição • Substituição de insumos e práticas convencionais por insumos e práticas “alternativas”. Costabeber
  • 54. Transição agroecológica Elaboração própria a partir de Gliessman (2000) Redesenho • Redesenho de agroecossistemas para que funcionem em base a um conjunto novo de processos ecológicos [e sociais]. Costabeber
  • 55. Princípio geral: “Quanto mais um agroecossistema se parece, em termos de estrutura e função, com o ecossistema da região biogeográfica em que se encontra, maior será a probabilidade de que este agroecossistema seja sustentável”. (Stephen R. Gliessman) Agroecossistema sustentável Costabeber
  • 56. Transição Agroecológica (a) Processo gradual de mudança nas formas de manejo dos agroecossistemas, tendo-se como meta a passagem do atual modelo ou sistemas de produção de baixa sustentabilidade para estilos de agricultura que incorporem princípios, métodos e tecnologias de base ecológica. Essa idéia de base ecológica se refere a um processo contínuo, multilinear e crescente no tempo, porém sem ter um momento final determinado. Fonte: Costabeber (1998) Costabeber
  • 57. Por se tratar de um processo social, implica não somente a busca de maior racionalização produtiva com base nas especificidades biofísicas de cada agroecossistema, mas também uma mudança nas atitudes e valores dos atores sociais em relação ao manejo e conservação dos recursos. Por incluir considerações de natureza diversa (perspectiva multidimensional da sustentabilidade), não dispensa o progresso técnico e o avanço do conhecimento científico. Transição Agroecológica (b) Fonte: Costabeber (1998) Costabeber
  • 58. Perspectiva Ecológico-Produtiva • O estabelecimento rural é a referência para a análise do processo de transição agroecológica. • Observa-se com detalhe e rigor o uso de práticas, tecnologias e de processos de produção (manejo ecológico-produtivo dos recursos naturais), integrando ciências sociais e ciências naturais. (Sevilla Guzmán, 2011) Perspectiva de análise da transição agroecológica (1) Costabeber
  • 59. Perspectiva Sócio-Econômica e Cultural • Diz respeito às comunidades locais e toma a transição agroecológica como um processo de construção de estratégias e formas de desenvolvimento rural mais sustentável. • O manejo ecológico-produtivo do agroecossistema constitui apenas um dos aspectos observados. (Sevilla Guzmán, 2011) Perspectiva de análise da transição agroecológica (2) Costabeber
  • 60. Perspectiva da Transformação Social • Conecta-se com esferas mais ampliadas das sociedades humanas, agregando um conteúdo mais sócio-político com potencial para promover mudanças mais significativas na sociedade. • Leva em conta as multidimensões do conceito de sustentabilidade (econômica, social, ecológica, política, cultural e ética). (Sevilla Guzmán, 2011) Perspectiva de análise da transição agroecológica (3) Costabeber
  • 61. Enfoque Agroecológico • Sustentabilidade (longevidade) • Produtividade (otimização) • Eqüidade (distribuição) Costabeber
  • 62. Agroecologia Um novo campo de conhecimentos ou nova área de estudos, cujo maior propósito é contribuir na construção da sustentabilidade agrícola e rural. Costabeber
  • 63. Saúde a todos José Antônio Costabeber jacostabeber@gmail.com