Cinemaportuguês

614 visualizações

Publicada em

Publicada em: Dispositivos e hardware
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
614
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
84
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Cinemaportuguês

  1. 1. CINEMA PORTUGUÊS<br />
  2. 2. Cinema de Portugal, ou cinema português, refere-se essencialmente a filmes realizados por autores portugueses. <br />São em princípio considerados também portugueses alguns filmes de autores estrangeiros com participação financeira nacional.<br />
  3. 3.
  4. 4. Sinopse - Num típico pátio lisboeta, por altura das festas dos Santos Populares, um punhado de gente simples vive o seu quotidiano, os seus sonhos, desilusões, paixões, ciúmes e alegrias numa atmosfera quase encantada. Alfredo é um bom rapaz cujo irmão Carlos, um estouvado, namora a frívola Amália. A irmã desta, Suzana, ama por sua vez Alfredo. Narciso, o pai de Rufino e seu sócio na leitaria do bairro, é um bêbado crónico e um virtuoso da guitarra. Rosa, uma bem disposta viúva que vende flores, é por sua vez cortejada por Narciso e pelo intratável e arrogante Evaristo, o merceeiro, pai da invejosa e mimada Celeste. A rivalidade entre Narciso e Evaristo vai ao rubro numa noite de bailarico no pátio que termina numa autêntica batalha campal. Por fim tudo se compõe entre os vários pares amorosos e no pátio a vida segue serenamente.<br />
  5. 5.
  6. 6.
  7. 7. Sinopse: “O Pátio das Cantigas”, realizado por Francisco Ribeiro (Ribeirinho), é uma das melhores comédias do cinema português e ficará para sempre na retina do espectador através das cenas “Oh Evaristo, tens cá disto”, entre Vasco Santana (Narciso) e António Silva (Evaristo) e “Boa Noite, dá-me um bocadinho do seu lume se faz favor”, a célebre cena entre Vasco Santana e um candeeiro de rua. Reunindo o mais brilhante conjunto de actores cómicos do cinema português, Vasco Santana, Ribeirinho e António Silva, estes filmes são um remédio santo para os neurasténicos e batem todos os recordes de gargalhada. Ria como nunca riu, ria com gosto!<br />
  8. 8.
  9. 9.
  10. 10. Sinopse: Anastácio da Silva (António Silva), sportinguista ferrenho, vai ao Porto assistir à Final da Taça, levando consigo a mulher e as duas filhas. Ficam hospedados em casa da riquíssima família Barata, que acredita que os seus convidados também têm distintas origens. A situação complica-se quando Eduardo Barata (Curado Ribeiro), o filho do casal, se apaixona por Jujú (Milú), filha de Anastácio, e os dois decidem casar-se. A cemirónia é em Lisboa e o pai da noiva tem que manter as aparências a todo o custo. <br />
  11. 11.
  12. 12.
  13. 13. A Canção de Lisboa, 1933, realizado por José Cottinelli Telmo, é o primeiro filme sonoro português, que inaugura o seu principal género cinematográfico: A Comédia Portuguesa.<br />
  14. 14.
  15. 15.
  16. 16. O Costa do Castelo é um filme de comédia português de 1943, realizado por Arthur Duarte, e com António Sacramento, António Silva, Curado Ribeiro, Dina Salazar, Hermínia Silva, João Silva, Luís de Campos, Manuel Santos Carvalho, Maria Matos, Maria Olguim, Mendonça de Carvalho, Milú, Óscar Acúrcio, Teresa Casal, Virgílio Teixeira e Vital dos Santos. Foi produzido pela Tobis Portuguesa.<br />É uma das mais populares comédias portuguesas de todos os tempos.<br />
  17. 17.
  18. 18. ACTORES<br />
  19. 19. António Vilar (Carlos Bonito)Maria das Neves (Senhora Rosa)Vasco Santana (Narciso)Francisco Ribeiro (Rufino)António Silva (Evaristo)Graça Maria (Susana)Maria da Graça (Maria da Graça)Laura Alves (Celeste)Barroso Lopes (João Magrinho)Carlos Otero (Alfredo)Carlos Alves (Engenhocas)Maria Paula (Amália)<br />Beatriz Costa <br />
  20. 20. António Silva<br />
  21. 21. Beatriz Costa<br />
  22. 22. Vasco Santana<br />
  23. 23. Amália Rodrigues<br />
  24. 24. Ribeirinho<br />

×