CAROLINE MOTTER, GREICI DIESEL, VANESSA DO
AMARAL, VANESSA SCHMITT.
Resenha Temática
 O presente trabalho tem por objetivo principal
apresentar análise de vários autores sobre a obra “Um
Ho...
 Fama e prestígio não garantem a Pestana uma vida
feliz, porque ele persegue um ideal de perfeição
que não alcança e acab...
INTRODUÇÃO
 Um homem célebre, conto machadiano,
publicado a primeira vez num periódico
chamado a Estação em 1883 e mais t...
 Conforme explicita Júnior(2011,p.11) “Machado
de Assis foi um admirador das artes em geral, e
por isso é possível identi...
Perfeição...
 A busca pela perfeição de suas músicas para que
ficassem como as Beethoven e Mozart, artistas que
Pestana a...
Hegel também trata do tema perfeição, pois sob a
perspectiva de sua obra Estética, pode-se considerar
Pestana um homem sem...
A música...
 Segundo Wisnik(apud Figueiredo, 2006,p.1), a
polca constituiu uma forma dançante das massas;
é carregada de ...
 A questão de Pestana está no centro de uma
sociedade que prima pela heterogeneidade
cultural , uma das principais caract...
A personagem : Pestana..
 Para João Décio Machado de Assis “assinala o
homem vivendo em sociedade, mas em face
de si mesm...
Velho homem triste:
Vicent van Gogh
 E é assim que o personagem principal do conto
Um homem Célebre se encontra durante toda a
narrativa: confuso, frustado e...
 Na obra “ Um homem Célebre, Machado adota
um viés que nos leva para uma sucessão de fatos
que expõem alguns problemas: o...
 Como às estruturas determinantes só interessa
o produto do trabalho com possibilidades de
lucro e controle, fica estabel...
 Mas se analisadas conforme propõe Júnior(2011),
através do sistema literário de Antonio Candido,
percebe-se que a proble...
A ironia de Machado de Assis..
 A ironia machadiana emana do paradoxo de
um artista que tem uma relação de êxito de
seus ...
Robert Sterl: Concerto para
Piano e Orquestra
(Koussevitzky e Scriabin)
 Pode-se dizer então que o protagonista quando
produz esse tipo de música completa o sistema
“autor, obra, público”. No e...
 O drama de Pestana mostra-nos a impotência espiritual de um
homem que, do mais profundo do seu ser, clama pela
redenção,...
 De acordo com Júnior(2011,p.28)o que este
artista busca é ainda conforme Antonio
Candido, é que a sua obra possua o que ...
 Antonio Candido evidencia que esta ascensão
para o personagem em estudo, “depende da
sua relativa intemporalidade e univ...
 Como assinala Pereira (apud Júnior,2011,p.09)
de um modo geral “romances e contos
retomarão incansavelmente as variações...
 Concluindo, cria-se, então, um abismo entre o
real e o ideal – intransponível para o
personagem.” (p. 71) Sem nunca real...
Referências
 DÉCIO, João. A Forma Conto e a sua Importância. Disponível
em:<http://seer.fclar.unesp.br/alfa/article/viewF...
.
 Imagens:
 https://www.google.com.br/
 http://euterpe.blog.br/wp-
content/uploads/2011/03/Sterl-Klavierkonzert.jpg
 ...
 Conto
Um Homem Célebre (Conto), de Machado de Assis
(AUDIOLIVRO). Disponível em:
https://www.youtube.com/watch?v=cDu-AS8...
Análise Temática do conto de Machado de Assis: Um Homem Célebre.
Análise Temática do conto de Machado de Assis: Um Homem Célebre.
Análise Temática do conto de Machado de Assis: Um Homem Célebre.
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Análise Temática do conto de Machado de Assis: Um Homem Célebre.

2.010 visualizações

Publicada em

O presente trabalho tem por objetivo principal apresentar análise de vários autores sobre a obra “Um Homem Célebre” de Machado de Assis. É um conto ambientado no Rio de Janeiro de 1875 e tem como protagonista, Pestana, um homem famoso e rico, compositor de polcas.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.010
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
10
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
12
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Análise Temática do conto de Machado de Assis: Um Homem Célebre.

  1. 1. CAROLINE MOTTER, GREICI DIESEL, VANESSA DO AMARAL, VANESSA SCHMITT.
  2. 2. Resenha Temática  O presente trabalho tem por objetivo principal apresentar análise de vários autores sobre a obra “Um Homem Célebre” de Machado de Assis. É um conto ambientado no Rio de Janeiro de 1875 e tem como protagonista, Pestana, um homem famoso e rico, compositor de polcas (dança de andamento rápido, em compasso de 2 por 4, de origem polonesa). Mas apesar da fama, Pestana odeia suas músicas, porque seu verdadeiro sonho é criar uma peça clássica, uma sonata. Pestana busca inspiração em Mozart e Beethoven, mas quando começa a tocar, compõe sempre uma polca, e esta acaba fazendo um grande sucesso. A insatisfação de Pestana leva-o à falência, a ponto de desfazer-se de seus bens para pagar suas dividas.
  3. 3.  Fama e prestígio não garantem a Pestana uma vida feliz, porque ele persegue um ideal de perfeição que não alcança e acaba em desequilíbrio. Machado de Assis fala da essência humana, da aniquilação dos sonhos, dos sentimentos de impossibilidade, onde o homem é forçado a abandonar um ideal para viver no mundo das aparências numa sociedade dominada pelo capitalismo.  Palavras-chave: Machado de Assis, Polca, Aniquilação dos Sonhos, Capitalismo.
  4. 4. INTRODUÇÃO  Um homem célebre, conto machadiano, publicado a primeira vez num periódico chamado a Estação em 1883 e mais tarde no livro Varias Histórias, em 1896, tem como tema a incompatibilidade entre a realidade e os ideais. Neste artigo serão abordadas opiniões sobre esse conto, e você poderá conhecer a opinião de críticos e ter novas ideias a respeito dessa fantástica obra.
  5. 5.  Conforme explicita Júnior(2011,p.11) “Machado de Assis foi um admirador das artes em geral, e por isso é possível identificar certos traços que indicam notável importância da arte na sua prosa . A arte, mais especificamente a música, então, entra como elemento de impasse da vida, uma vez que a sua execução é uma tentativa de remontar a mímese de Aristóteles.”
  6. 6. Perfeição...  A busca pela perfeição de suas músicas para que ficassem como as Beethoven e Mozart, artistas que Pestana admirava marca a trajetória do músico, o personagem não se contenta com a popularidade de suas músicas. De acordo com J. C Garbuglio existe uma diferença muito grande entre o pretendido e o alcançado pelo compositor em sua vida.
  7. 7. Hegel também trata do tema perfeição, pois sob a perspectiva de sua obra Estética, pode-se considerar Pestana um homem sem inspiração para compor musica clássica , pois segundo o teórico “Se a não trazem os estímulos sensíveis, também não é a deliberada intenção de criar que concitará a inspiração. Aquele que apenas aguarda a inspiração para escrever uma poesia,[...] para compor uma melodia, e sem sentir em si o estímulo autêntico de um conteúdo [...] será incapaz, por maior talento que possua, de alguma vez apreender uma bela concepção ou de realizar uma obra perfeita.”(HEGEL apud JÚNIOR, 2011, p.26)
  8. 8. A música...  Segundo Wisnik(apud Figueiredo, 2006,p.1), a polca constituiu uma forma dançante das massas; é carregada de uma carga de capacidade de venda e de familiarização e mantém-se dentro de um nível confortável de aceitação entre os adeptos da música e das formas de entretenimento.
  9. 9.  A questão de Pestana está no centro de uma sociedade que prima pela heterogeneidade cultural , uma das principais características das sociedades complexas [...] a música por sua vez acompanha o hibridismo da fusão dos ritmos africanos e europeus, entre estes últimos a polca. Quando o narrador do conto fala “polca buliçosa” já está nos apresentando uma mistura do que seria denominada de “tango brasileiro”.(JÚNIOR,2011,p.23)
  10. 10. A personagem : Pestana..  Para João Décio Machado de Assis “assinala o homem vivendo em sociedade, mas em face de si mesmo, preocupado em criar alguma coisa de mais universal, de mais eterno, que afinal não consegue [...] É a luta da oposição entre realidade e a idealidade em face das coisas”. (DÉCIO, p.53).
  11. 11. Velho homem triste: Vicent van Gogh
  12. 12.  E é assim que o personagem principal do conto Um homem Célebre se encontra durante toda a narrativa: confuso, frustado e triste. Seu dilema entre ser brasileiro e produzir de acordo com as condições sociais internas ou usar imagem já fabricada (e consagrada) pela arte europeia coloca-o diante de uma glória efêmera, não idealizada por ele, distanciando-o do reconhecimento eterno que, segundo músico, só seria alcançado se compusesse seguindo os padrões dos compositores clássicos por ele admirados.
  13. 13.  Na obra “ Um homem Célebre, Machado adota um viés que nos leva para uma sucessão de fatos que expõem alguns problemas: os da arte, os do artista e os da sociedade em que estão inseridos. Mais que um problema situado entre a realização e o desejo, Pestana enfrenta uma delicada relação entre produção, publico e valorização.
  14. 14.  Como às estruturas determinantes só interessa o produto do trabalho com possibilidades de lucro e controle, fica estabelecida a lei permanente de vigia sobre a atividade na qual o produtor ou se enquadra ou passa à condição de excêntrico, que é o mesmo que marginal social (...)(GARBUGLIO, 1982, p. 472)
  15. 15.  Mas se analisadas conforme propõe Júnior(2011), através do sistema literário de Antonio Candido, percebe-se que a problematização do personagem Pestana está voltada para a produção de grandes obras, o que é irônico pois ao passo que tem um público, não consegue produzir obras a altura dos músicos que admirava. Afirma ainda que “Os contos ditos ’musicais’ então mostram a vaidade em buscar reconhecimento, de sempre alcançar um patamar mais elevado. Trata-se da falha de alguns vértices do triangulo do sistema literário teorizado por Candido em Literatura e Sociedade: autor, obra e público.(2011, p.11)”
  16. 16. A ironia de Machado de Assis..  A ironia machadiana emana do paradoxo de um artista que tem uma relação de êxito de seus receptores , mas não quer ter sucesso, e muito mais, frustra-se com isso. Assim vemos marcas disso como a irritação com uma fã, a careta , a dissimulação , a falta de entusiasmo, o desgosto pelos assobios de suas musicas nas ruas, entre outras reações. (JÚNIOR, 2011, p. 28)
  17. 17. Robert Sterl: Concerto para Piano e Orquestra (Koussevitzky e Scriabin)
  18. 18.  Pode-se dizer então que o protagonista quando produz esse tipo de música completa o sistema “autor, obra, público”. No entanto, no momento em que tenta produzir uma composição no estilo clássico, o sistema não completa[...] o que move a trama é essa obsessão em aspirar uma panteonização da sua obra, ou seja ser reconhecido por ter composto algo sublime, e a recorrente inspiração em compor o popularesco (JÚNIOR, 2011, p.21)
  19. 19.  O drama de Pestana mostra-nos a impotência espiritual de um homem que, do mais profundo do seu ser, clama pela redenção, que não é alcançada. O sucesso irrealizável de glória culmina com o fracasso íntimo do compositor que, diante dos entraves sociais explicitados no conto, na pessoa do editor, vê sua música sendo levada para o que é comum, para o que é das massas. A polca é simples, e simplicidade é justamente o que Pestana não quer. Sua vocação é algo que o incomoda e que o frustra, pois sua ambição sempre falou mais alto e o tocou mais profundamente. Polca é o que é popular e representa o sucesso; um sucesso transitório para o artista, que resulta em uma vida de tristeza e totalmente desprovida de glória, de uma glória que, segundo o protagonista, só seria alcançada com a sua inserção no mundo dos clássicos, da música erudita.
  20. 20.  De acordo com Júnior(2011,p.28)o que este artista busca é ainda conforme Antonio Candido, é que a sua obra possua o que o teórico chama de ‘função total’ ou seja ‘representações individuais e sociais que transcendem a situação imediata, inscrevendo-se no patrimônio do grupo’. A personagem[...] vê isso como a única forma de se inscrever na sua ‘galeria’ dos grandes compositores.”
  21. 21.  Antonio Candido evidencia que esta ascensão para o personagem em estudo, “depende da sua relativa intemporalidade e universalidade, e estas dependem por sua vez da função total que é capaz de exercer, desligando-se dos fatores que a prendem a um momento determinado e a um determinado lugar.” (CANDIDO, apud JÚNIOR,2011,p.28).
  22. 22.  Como assinala Pereira (apud Júnior,2011,p.09) de um modo geral “romances e contos retomarão incansavelmente as variações em torno de um tema único – a incapacidade do homem, não só para alçar acima de si mesmo, para sair de si mesmo, para sair de suas mesquinhas dimensões, como para compreender o sue destino. A mesma tensão , o mesmo contido ardor anima tantos trabalhos diferentes, nos quais o problema é abordado sob ângulos diversos.
  23. 23.  Concluindo, cria-se, então, um abismo entre o real e o ideal – intransponível para o personagem.” (p. 71) Sem nunca realizar seu ideal e tampouco aceitar sua condição de compositor de sucesso, vive uma vida sem entusiasmo: “expirou na madrugada seguinte, às quatro horas e cinco minutos, bem com os homens e mal consigo mesmo.”
  24. 24. Referências  DÉCIO, João. A Forma Conto e a sua Importância. Disponível em:<http://seer.fclar.unesp.br/alfa/article/viewFile/3585/3354 >Acesso em 16.out.2015.  FIGUEIREDO,Adriana Giarola Ferraz. VOCAÇÃO X AMBIÇÃO ANÁLISE DO CONTO UM HOMEM CÉLEBRE DE MACHADO DE ASSIS. 2006. Disponível em < http://www.idelberavelar.com/abracli/txt_7.pdf >Acesso em 18.out.2015.  JÚNIOR,Luís Fernando Kalife. A música como representação da arte em Machado de Assis. Porto Alegre: 2011. Disponível em: <http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/39330> Acesso 19.out.2015.  Um Homem Célebre (Machado de Assis) Disponível em: www.resumos.netsaber.com.br/resumo-107561/um-homem-celebre Acesso em 19.out.2015.  Um Homem Célebre– Machado de Assis. Disponível em: <http://www.circulosdeleitura.org.br/site/2012/10/23/um-homem-celebre- machado-de-assis/ >Acesso em 19.out.2015.  Significado de polca. Disponível em:< www.dicio.com.br/polca/ >Acesso em 18. out.2015.
  25. 25. .  Imagens:  https://www.google.com.br/  http://euterpe.blog.br/wp- content/uploads/2011/03/Sterl-Klavierkonzert.jpg  http://www.francescotaskayali.com/wp- content/uploads/2014/01/best_classical_classica_m usica_music_top10_mozart_wagner_taskayali.png  http://blog.viroucasamento.com.br/wp- content/uploads/2013/06/PianistsPianoPlayers1- 620x329.jpg
  26. 26.  Conto Um Homem Célebre (Conto), de Machado de Assis (AUDIOLIVRO). Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=cDu-AS8bHE4 Acesso em 19.out.2015  Versão digital do conto Um Homem Célebre de Machado de Assis. Disponível em: http://www.dominiopublico.gov.br/pesquisa/Detalh eObraForm.do?select_action=&co_obra=1968. Acesso em 19.out.2015

×