Decantaçao - 1a Serie 1

5.374 visualizações

Publicada em

Johnny, Daniela, Marina, Luis Fernando, Jacson 1 serie 01

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
5.374
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
28
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
97
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Decantaçao - 1a Serie 1

  1. 1. Decantação <ul>Equipe: Daniela Orsi, Jacson G. De Souza Jr., Johnny Willer G. Gonçalves, Luis Fernando Tridapalli, Marina André Remour. </ul>
  2. 2. Decantação A decantação é um que permite separar heterogêneas. Utilizada principalmente em diversos sistemas bifásicos como sólido-água (areia e água), sólido-gás (poeira-gás), líquido-líquido (água e óleo) e líquido-gás (vapor d’água e ar). Sendo esse processo fundamentado nas diferenças existentes entre as dos componentes da mistura, e na espera pela sua decantação.
  3. 3. A mistura é colocada em um recipiente de preferência fechado (no caso de substâncias como gás e vapor e de acordo o interesse do produto da separação, obrigatoriamente fechado) e espera-se a sedimentação do componente mais denso. Após a separação visual (fases), o processo pode ser feito através de vários métodos, que podem mudar o nome Decantação para Sifonação ou Funil de Decantação :
  4. 4. Decantação : Separa-se um do outro através de um bastão de vidro, vertendo o líquido lentamente com a ajuda do bastão, até a substância menos densa passar para o outro recipiente. Este método evita que o líquido escorra para fora do recipiente, passando perfeitamente pelo bastão, e muito utilizado em separações de misturas sólido-líquido, como areia e água.
  5. 5. Funil de Bromo ou Funil de Decantação: Neste método é usado para separar líquido-líquido, como óleo e água. O líquido mais denso passa controladamente através de uma válvula que é fechada imediatamente quando sua separação se completa, ou seja, antes que o líquido menos denso passe pela válvula e se misture novamente com o outro recipiente.
  6. 7. Sifonação: O recipiente que contém a mistura é colocado a uma altura superior do recipiente em que ocorrerá a separação, e através de um sifão a substância menos densa é passada para o outro recipiente. Esse método só é possível se o sifão estiver completamente preenchido pelo líquido. Método muito utilizado também para esvaziar piscinas, aquários e transferir combustível de um recipiente para o outro.
  7. 9. Porém, alguns dizem que, a decantação é um método de separação pouco rigoroso entre uma fase sólida e uma fase líquida ou entre duas fases líquidas. Esta separação realiza-se devido à diferença de tamanho ou peso das partículas pelo efeito de uma corrente lenta de água ou ar. Para separar uma fase sólida de uma fase líquida, deixa-se a mistura em repouso para que o sólido se deposite no fundo do recipiente - sedimentação. O líquido sobrenadante é então transferido, lenta e cuidadosamente, para outro recipiente, evitando-se que o sólido venha arrastado.
  8. 10. Deve realizar-se uma decantação sempre que a fase sólida tenha dimensões apreciáveis e só depois proceder a uma filtração. Para separar duas fases líquidas, a mistura é colocada numa ampola ou num funil de decantação, retirando-se a fase mais densa pela parte inferior da referida ampola.

×