A gênese dos ecossistemas lacustres

1.265 visualizações

Publicada em

Capitulo 6 do livro Fundamentos de Limnologia; A gênese dos ecossistemas lacustre.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.265
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

A gênese dos ecossistemas lacustres

  1. 1. A GÊNESE DOS ECOSSISTEMAS LACUSTRES
  2. 2. • Lagos são corpos d’água interiores sem comunicação direta com o mar e suas águas têm em geral baixo teor de íons dissolvidos. • Na limnologia, a questão dos lagos foi abordado no inicio do século por Halfbass(1923) e mais recentemente por Hutchinson (1957) em seu trabalho de limnologia. • 11 Grupos de lagos(lagos tectônicos, vulcânicos, glaciares), compostos por 76 tipos( de Cratera, de Fiorde).
  3. 3. X • Como ponto de partida para essa diferenciação, pode-se tomar a profundidade da bacia lacustre e a profundidade que alcança a região iluminada na coluna d’água. • Lagoa é menor em extensão e profundidade, pode ser água doce, salobra ou salgada, em que radiação solar pode alcançar os sedimentos, possibilitando crescimento de macrófitas.
  4. 4. MICHIGAN • 3% da superfície terrestre é ocupada por lagos; • Lagos com grande extensão são considerados mar;
  5. 5. SISTEMAS LACUSTRES BRASILEIROS • Pode-se agrupar os lagos brasileiros em 5 grupos bem diferenciados. 1. Lagos Amazônicos, onde devem ser distinguidos os lagos de várzea e os de terra firme; 2. Lagos do Pantanal Matogrossense, lagos de água doce períodos de cheia se conectam com os rios, e lagos de agua salobra, ficam isolados e encontram-se fora de alcance das cheias; 3. Lagos costeiras que estendem desde o Nordeste até o Rio Grande do Sul; 4. Lagos formados ao longo de rios de médio e grande porte, por barrgem natural ou processos de erosão; 5. Lagos artificiais, represas e açudes;
  6. 6. GÊNESE DOS LAGOS 1. Lagos Formados por Movimentos Diferenciais da Crosta Terrestre; • Formados por movimentos diferenciais da crosta terrestre, movimentos epirogenéticos ; formados por movimentos de elevação e de abaixamento da crosta terrestre. • Elevação de blocos do fundo oceânico. • Mar Cáspio e de Aral (URSS), Vitoria ( Africa Central). • Formada através de falhas tectoncias.
  7. 7. 2. Lagos de origem vulcânica • Podem ser formados a partir do cone de dejeção do vulcão, como a partir do represamento de vales devido ao magma expelido pelo vulcão. • Lagos de Cratera; formados no cone de vulcões extintos • Lagos tipo “Maar”; surgem a partir de explosões gasosas subterrâneas, seguindo-se o afundamento da superfície na região atingida. • Lagos de Caldeiras; formados quando erupção vulcânica é muito intensa, provocando destruição do cone central. • Lagos de Barragem Vulcânica; formadas quando vales existentes são interrompidos pela lava solificada;
  8. 8. HTTP://  Monte Kamai, Sul do Alasca
  9. 9. 3. Lagos Glaciares • Surgiram durante a ultima glaciação pleistocênica, há aproximadamente 10.500 anos. • Alta latitude e regiões temperadas. • Lagos em circo, Lagos em vales barrados por Morena, Lagos de Fiordes, Lagos em terreno de sedimentação Glacial.
  10. 10. LAGUNA NEGRA(ARGENTINA) 4. Lagos Formados pela Dissolução de Rochas • São lagos resultantes do acúmulo de água em depressões formadas devido à solubilização de rochas calcária, de cloreto de sódio ou de sulfato de cálcio. 5. Lagos Formados pela Atividade de Castores. 6. Lagos Formados pelo Impacto de Meteoritos.
  11. 11. 7. Lagos Formados pela Atividade de Rios • Lagos de Barragem; formados quando o rio principal transporta grande quantidade de sedimento que é depositado ao longo de seu leito. Esta deposição provoca uma elevação do nível do seu leito, causando o represamento de seus afluentes. • Lagos de Meandros; os rios maduros apresentam um curso sinuoso. Os lagos são formados através do isolamento de meandros por processos de erosão e sedimentação das mares. • Lagos de inundação.
  12. 12. LAGOA ABAETÉ(BA) 8. Lagos Formados pela Atividade do Vento • A deposição de sedimento, areia, em algum trecho de um rio, pelo vento, pode da origem a este tipo de lago. Nordeste brasileiro
  13. 13. 9. Lagos Associados à linha Costeira: Lagoas Costeiras • No Brasil, usa-se o termo lagoa para referir a todos os corpos d’água costeiros. • Lagoas formadas pelo Isolamento de Enseada Marinha ou Braços de Mar, através de Cordões de Areia. • Lagoas Formada pelo Fechamento da Desembocadura de Rios por sedimentos Marinhos. • Lagoas Formadas pelo Fechamento da Desembocadura de Rios por Recifes de Corais. • Lagoas Formadas pelo Fechamento da Desembocadura de Rios por Sedimento Fluviomarinho.
  14. 14. 10. Represas e Açudes ( Lagos Artificiais) • No Brasil são formados com finalidade de represamento de rios. • Obtenção de energia elétrica, irrigação, recreação, abastecimento de águas. • Teve seu inicio em 1901, com a construção, em São Paulo, de represa Edgar de Souza, no rio Tietê. • Em consequência do desenvolvimento industrial e sócio- econômico do Brasil, foram construídas barragens, cujo objetivo principal foi a geração de energia. • Variação nível da água, estagio entre rio e um lago.
  15. 15. 10. Represas e Açudes ( Lagos Artificiais) • Efeitos negativos; 1. Aumento da transpiração ou evapotranspiração; 2. Maior possibilidade de deslizamento e tremores de terra; 3. Elevação do lençol freático com efeitos na agricultura; 4. Aumento da taxa de sedimentações; 5. Alterações nas condições de reprodução das espécies aquáticas;
  16. 16. Att, Fellipe França

×