Videogame

2.093 visualizações

Publicada em

trabalho acadêmico sobre Jogos eletrônicos. Tempo de apresentação 5 minutos.

Publicada em: Tecnologia, Diversão e humor
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.093
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
50
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
17
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Videogame

  1. 1. <ul><li>Curso: Educação Física </li></ul><ul><li>Disciplina: Desenvolvimento Humano I </li></ul><ul><li>HABILIDADES ESPECIFICAS DO VIDEO GAME </li></ul><ul><li>Alunos do 3º período </li></ul><ul><li>Jun./2008 </li></ul>
  2. 2. Introdução A apresentação do trabalho, tem por objetivo mostrar os fatores motores que implicam no videogame. Por um lado, apresenta-se a diversão, e encontramos um desinteresse em aproveitar os jogos para um excelente desenvolvimento das habilidades da criança, e por outro lado, a importância dos vídeogames na atualidade.
  3. 3. Desenvolvimento <ul><li>Critica ao Vídeo Game – Fatores Prejudiciais: </li></ul><ul><li>Ausência de Interação Social, Violência e Obesidade. </li></ul>“ É claro que a atividade física é fundamental no desenvolvimento físico e mental de uma criança, e estudos mostram que uma atividade física oxigena o cérebro” (Foza & Takase, 2004). <ul><li>Porém, encontramos na agilidade do seu uso: </li></ul><ul><li>Habilidades Cognitivas </li></ul><ul><li>Habilidades Óculo-Manual </li></ul><ul><li>Habilidade Manipulativa (coordenação fina)‏ </li></ul>
  4. 4. Anexos
  5. 5. Conclusão Concluímos que, os jogos de vídeogame são comuns em todo o mundo. Mas sabemos que eles não são utilizados muitas vezes para fins educativos acoplados a um desenvolvimento motor, e sim economicamente, para um grande mercado mundial de consumo de jogos tecnológicos. Por muitas vezes, jogos violentos por exemplo, o próprio pai compra para seu filho, e assim ficando despreocupado e sabendo que, em uma sociedade violenta seu filho está em casa, tranquilo e seguro, mas todavia, esta criança poderá ser vítima do seu proprio sedentarismo, em um futuro próximo. Entretanto, diante de todo esses fatores, é possível perceber que o vídeogame contribui muito para as habilidades específicas citadas anteriormente, já que a tecnologia digitalizada é componente de artefactos da criança ou adolescente. Então, devemos repensar a utilisação dos vídeogames para nossos alunos e filhos. A adaptação dos lindos ambientes de soft, em aulas reais, aproveitando o aprendizado da criança, é uma tarefa difícil, mas não impossível.
  6. 6. Referencia: Disponível em:< http://www.cbtm.org.br/scripts/arquivos/cijncia %20do%20cirebro%20e%20videogames. pdf > Acessado em: 14 de Junho de 2008.

×