Frente1 módulos 1 e 2 expansão marítima

489 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
489
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
10
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Frente1 módulos 1 e 2 expansão marítima

  1. 1. Colégio Santo Antonio Sistema Objetivo professoralu.historia@gmail.com Semi Revolução Comercial e Expansão Ultramarina Europeia
  2. 2. Objetivo desses módulos: História Frente 1 Módulos 1 e 2 Estudar a expansão ultramarina europeia dentro do contexto da Revolução Comercial e da formação do capitalismo comercial.
  3. 3. Módulo 1: Expansão marítima: Fatores e Ciclo Oriental Revolução Comercial: intensificação das trocas comerciais na Europa e entre europeus e outros povos; que havia praticamente desaparecido durante a Alta Idade Media (séc. V ao X) e passou a ser retomada na Baixa Idade Média (séc. XI ao XV)
  4. 4. A expansão ultramarina foi um fenômeno europeu, correspondente às necessidades da Revolução Comercial. Percebemos nela um princípio de capitalismo, já que eram empresas privadas que praticavam as trocas comerciais. Mas foram necessários três séculos para que a burguesia acumulasse os recursos necessários para investir na produção em larga escala e dar origem à Revolução Industrial (final do séc. XVIII)
  5. 5. Só por curiosidade... Os chineses foram pioneiros nas navegações marítimas. Século IX: navegavam em grandes barcos de junco, que eram os maiores e mais seguros do mundo, naquele tempo. Entre os séculos XII e XV realizaram centenas de viagens comerciais pelo sudeste da Ásia, África, chegando até à América.
  6. 6. Uma comparação entre um junco chinês e uma caravela da esquadra de Colombo.
  7. 7. Mapa de 1763: Cópia do original chinês de 1418 já mostrava as Américas.
  8. 8. Expansão Ultramarina Europeia AS GRANDES NAVEGAÇÕES OU EXPANSÃO ULTRAMARINA: Definição: período em que as nações europeias iniciaram um processo de exploração e conquistas em novos territórios, que ampliou o mundo até então conhecido. Período: séculos XV e XVI. Motivadores da Expansão: •Busca por uma nova rota para o Oriente (Especiarias); •Busca por metais preciosos; •Tentativa de romper o monopólio comercial das cidades italianas; •Expansão da fé cristã (justificativa);
  9. 9. A expansão ultramarina que foi um fenômeno europeu, correspondente às necessidades da Revolução Comercial teve como base duas doutrinas: ABSOLUTISMO MERCANTILISMO
  10. 10. As Rotas de Comércio
  11. 11. Expansão Ultramarina Portuguesa Pioneirismo Português: – Formação precoce do Estado Nacional Português; – Classe mercantil atuante; (Dinastia de Avis) – Posição geográfica estrategicamente favorável; – Uma das maiores escolas náuticas da Europa (Dúvida sobre sua existência!!) • Escola de Sagres (Sul de Portugal) – Conhecimento das novas técnicas de navegação • Bússola, Astrolábio, Cartografia, Caravelas
  12. 12. As Principais Viagens
  13. 13. Vasco da Gama: os portugueses na Índia
  14. 14. Cabral não sabia mesmo para onde estava indo?
  15. 15. A Esquadra de Cabral
  16. 16. As Rotas Portuguesas
  17. 17. O esforço é grande e o homem é pequeno. Eu, Diogo Cão, navegador, deixei Este padrão ao pé do areal moreno E para diante naveguei. A alma é divina e a obra é imperfeita. Este padrão sinala ao vento e aos céus Que, da obra ousada, é minha a parte feita: O por-fazer é só com Deus. E ao imenso e possível oceano Ensinam estas Quinas, que aqui vês, Que o mar com fim será grego ou romano: O mar sem fim é português. Caetano Veloso canta Fernando Pessoa
  18. 18. (Unicamp 2011) Referindo-se à expansão marítima dos séculos XV e XVI, o poeta português Fernando Pessoa escreveu, em 1922, no poema “Padrão”: “E ao imenso e possível oceano Ensinam estas Quinas, que aqui vês, Que o mar com fim será grego ou romano: O mar sem fim é português.” Nestes versos identificamos uma comparação entre dois processos históricos. É válido afirmar que o poema compara:
  19. 19. a) o sistema de colonização da Idade Moderna aos sistemas de colonização da Antiguidade Clássica: a navegação oceânica tornou possível aos portugueses tráfico de escravos para suas colônias, enquanto gregos e romanos utilizavam servos presos à terra. b) o alcance da expansão marítima portuguesa da Idade Moderna aos processos de colonização da Antiguidade Clássica: enquanto o domínio grego e romano se limitava ao mar Mediterrâneo, o domínio português expandiu-se pelos oceanos Atlântico e Índico. c) a localização geográfica das possessões coloniais dos impérios antigos e modernos: as cidades-estado gregas e depois o Império Romano se limitaram a expandir seus domínios pela Europa, ao passo que Portugal fundou colônias na costa do norte da África. d) a duração dos impérios antigos e modernos: enquanto o domínio de gregos e romanos sobre os mares teve um fim com as guerras do Peloponeso e Púnicas, respectivamente, Portugal figurou como a maior potência marítima até a independência de suas colônias.
  20. 20. Módulo 2: Ciclo Ocidental e Consequências da Expansão Marítima
  21. 21. Por que a Espanha demorou tanto para “lançar-se ao mar”??? Fatores: Guerra de Reconquista; Vocação do Reino de Aragão para o Mar Mediterrâneo; Ausência de unidade política.
  22. 22. A divisão do Novo Mundo ou... Portugal e Espanha: “donas da bola” Disputa entre PORTUGAL e ESPANHA pelas novas terras: Bula Intercoetera (1493): 100 léguas a partir de Cabo Verde. Terras no lado Ocidental pertenceriam a Espanha. Terras no lado Oriental pertenceriam a Portugal. Tratado de Tordesilhas (1494): 370 léguas a partir de Cabo Verde. Terras no lado Ocidental pertenceriam a Espanha. Terras no lado Oriental pertenceriam a Portugal. Esse tratado substituiu o anterior.
  23. 23. Bula Intercoetera e Tratado de Tordesilhas
  24. 24. Portugal das Grandes Navegações: ascensão e queda. Séc. XV e XVI: política mercantil e ultramarina; + rico da Europa em meados séc. XVI. Agricultura pobre, ausência de manufaturas; Monopólio real (desperdícios com nobreza e clero); Expulsão dos judeus em 1506.
  25. 25. O Mundo Moderno Resultados da Expansão Marítima: – Deslocamento do eixo econômico do Mar Mediterrâneo para o Oceano Atlântico (Oriente para Ocidente); – Comércio Mundial  “Revolução Comercial” – Fortalecimento das monarquias europeias; – Desenvolvimento técnico e científico; – Difusão do cristianismo pelo Novo Mundo e África; – Grande afluxo de metais preciosos da América para a Europa; – Genoveses e Venezianos: perderam o monopólio das especiarias – Processo de colonização: América e África

×