Principais modelos de negócios
na aquisição de livros eletrônicos
Stella Dourado, UNIRIO
Marianna Zattar, UFRJ
UNIRIO
Rio ...
COLEÇÕES ELETRÔNICAS
• O desenvolvimento de coleções em uma BU deve
incorporar diferentes formatos e acessos que atendam
s...
COLEÇÕES ELETRÔNICAS
• As coleções eletrônicas chegaram às bibliotecas
brasileiras no início dos anos 2000.
• Inicialmente...
COLEÇÕES ELETRÔNICAS
• O aumento das demandas por uma maior variabilidade
de formatos por parte das bibliotecas, provocou ...
FORMATOS DE AQUISIÇÃO - COMPRA
• Aquisição de produto (material permanente);
• Escolha por pacote ou por título;
• Aquisiç...
FORMATOS DE AQUISIÇÃO - ASSINATURA
• Contratação do serviço para o acesso;
• Escolha por pacote ou por título;
• Aquisição...
FORMATOS DE AQUISIÇÃO – ACESSO
PERPÉTUO
• Contratação do serviço para o acesso;
• Escolha por pacote ou por título;
• Aqui...
FORMATOS DE AQUISIÇÃO – COMPRA COM
ASSINATURA
• Contratação do serviço para o acesso;
• Aquisição de produto (material per...
FORMATOS DE AQUISIÇÃO
• As principais diferenças entre esses formatos de aquisição está
em pontos como a posse e a ordenaç...
FORMATOS DE AQUISIÇÃO
• Com relação à posse a diferença está em quem detém os
direitos do conteúdo do material e do acesso...
FORMATOS DE AQUISIÇÃO
• Os itens adquiridos por compra/acesso perpétuo são
classificados em "despesa de capital” - Essa di...
FORMAS DE AQUISIÇÃO DE FORMATOS
ELETRÔNICOS
• A compreensão das formas de aquisição de formatos
eletrônicos, bem como das ...
REFERÊNCIAS
ALMEIDA, M. C. B. de. Planejamento de bibliotecas e serviços de informação. 2. ed. Brasília,
DF: Briquet de Le...
Obrigada!
Principais modelos de negócios da aquisição de livros eletrônicos para cbbu
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Principais modelos de negócios da aquisição de livros eletrônicos para cbbu

3.626 visualizações

Publicada em

Publicada em: Negócios
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
3.626
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
745
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
19
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Principais modelos de negócios da aquisição de livros eletrônicos para cbbu

  1. 1. Principais modelos de negócios na aquisição de livros eletrônicos Stella Dourado, UNIRIO Marianna Zattar, UFRJ UNIRIO Rio de Janeiro 2014
  2. 2. COLEÇÕES ELETRÔNICAS • O desenvolvimento de coleções em uma BU deve incorporar diferentes formatos e acessos que atendam sua comunidade. • As primeiras coleções eletrônicas adquiridas tinham como objetivo específico o atendimento aos usuários dos cursos das áreas de saúde – exigiam acesso mais rápido às publicações.
  3. 3. COLEÇÕES ELETRÔNICAS • As coleções eletrônicas chegaram às bibliotecas brasileiras no início dos anos 2000. • Inicialmente, o modelo de negócio dos fornecedores e representantes focava na venda de coleções exclusivas de editoras, sem qualquer análise/seleção particular e específica dos solicitantes – “pacote”.
  4. 4. COLEÇÕES ELETRÔNICAS • O aumento das demandas por uma maior variabilidade de formatos por parte das bibliotecas, provocou a necessidade de novos modelos de negócios oferecidos por fornecedores/representantes das questões ligadas a essa prática. • Identificou-se quatro diferentes formas de aquisição das coleções eletrônicas com maior incidência no mercado brasileiro:
  5. 5. FORMATOS DE AQUISIÇÃO - COMPRA • Aquisição de produto (material permanente); • Escolha por pacote ou por título; • Aquisição perpétua; • Sem atualização das edições (automática); • A posse dos materiais é da requerente.
  6. 6. FORMATOS DE AQUISIÇÃO - ASSINATURA • Contratação do serviço para o acesso; • Escolha por pacote ou por título; • Aquisição por um período de tempo (renovação); • Atualização das edições (automática); • A posse dos materiais é do fornecedor.
  7. 7. FORMATOS DE AQUISIÇÃO – ACESSO PERPÉTUO • Contratação do serviço para o acesso; • Escolha por pacote ou por título; • Aquisição perpétua; • Sem atualização das edições (automática); • A posse dos materiais é do fornecedor.
  8. 8. FORMATOS DE AQUISIÇÃO – COMPRA COM ASSINATURA • Contratação do serviço para o acesso; • Aquisição de produto (material permanente); • Escolha por pacote ou por título; • Com ou sem atualização das edições (automática); • A posse dos materiais é da requerente.
  9. 9. FORMATOS DE AQUISIÇÃO • As principais diferenças entre esses formatos de aquisição está em pontos como a posse e a ordenação/classificação das despesas. • Despesas de capital - relacionadas com aquisição de máquinas equipamentos, realização de obras, aquisição de participações acionárias de empresas, aquisição de imóveis, concessão de empréstimos para investimento. (BRASIL, 2014). • Despesas correntes são “despesas de custeio de manutenção das atividades dos órgãos da administração pública [...]. Estão nesta categoria as despesas que não concorrem para ampliação dos serviços prestados pelo órgão, nem para a expansão das suas atividades.” (BRASIL, 2014).
  10. 10. FORMATOS DE AQUISIÇÃO • Com relação à posse a diferença está em quem detém os direitos do conteúdo do material e do acesso. • Aquisição por compra - as obras são entregues às instituições em forma de backup e são por elas administradas; • Em todas as formas de aquisição a instituição deve pagar um preço para ter acesso ao conteúdo.
  11. 11. FORMATOS DE AQUISIÇÃO • Os itens adquiridos por compra/acesso perpétuo são classificados em "despesa de capital” - Essa diferenciação influencia diretamente no tipo de acordo firmado entre a instituição que adquire os itens e a instituição fornecedora.
  12. 12. FORMAS DE AQUISIÇÃO DE FORMATOS ELETRÔNICOS • A compreensão das formas de aquisição de formatos eletrônicos, bem como das terminologias – despesa de capital e despesa corrente – possibilita a elaboração de parâmetros a serem utilizados na composição/elaboração dos termos de referência, de forma mais precisa e contundente e auxilia no desenvolvimento de critérios e parâmetros para a aquisição de coleções eletrônicas.
  13. 13. REFERÊNCIAS ALMEIDA, M. C. B. de. Planejamento de bibliotecas e serviços de informação. 2. ed. Brasília, DF: Briquet de Lemos, 2005. BRASIL. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Secretaria de Orçamento Federal. Glossário: despesa de capital. Brasília, DF, 2014. Disponível em: <http://www.orcamentofederal.gov.br/glossario-1/despesa- corrente/?searchterm=despesa%20corrente>. Acesso em: 7 abr. 2014. EVANS, G. E. Developing library and information center collection. 4. ed. Englewood: Libraries Unlimited, 2000. WEITZEL, S. R. Desenvolvimento de coleções: origem dos fundamentos contemporâneos. TransInformação, Campinas, v. 24, n. 3, p. 179-190, set./dez. 2012.
  14. 14. Obrigada!

×