Universidade Federal da Bahia 
IMS – CAT 
Disciplina: Psicologia e Organizações 
Docente: Rayana Santedícola 
Discentes: E...
Questão 2 
No estudo de caso foram encontradas características de ambos os tipos de administração a clássica 
e a científi...
Além disso, foram identificados também dois princípios, nesse caso, convergentes da 
Administração Clássica: Subordinação ...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Estudo de caso santa casa (1)

213 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
213
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Estudo de caso santa casa (1)

  1. 1. Universidade Federal da Bahia IMS – CAT Disciplina: Psicologia e Organizações Docente: Rayana Santedícola Discentes: Ellen Lima, Sandra Lima e Nadiele Alves. 6º smt Estudo de Caso 1 A Santa Casa de Misericórdia Questão 1 Administração Clássica: • Unidade de comando (um só supervisor por empregado); • Linhas de autoridade (a "cadeia escalar"); • Amplitude limitada do controle em termos de número de empregados subordinados a um supervisor; • Distinção entre pessoal administrativo e trabalhadores; • Encorajamento da iniciativa; • Divisão de trabalho em tarefas especializadas; • Autoridade para ser responsável pelo próprio trabalho; • Autoridade geral centralizada; • Disciplina e obediência à administração; • Subordinação dos interesses individuais ao interesse da organização; • Equidade no tratamento e na remuneração; • Espírito de união; • Estabilidade no emprego. Administração Científica: 1. Transfira toda responsabilidade pela organização do trabalho do trabalhador para o gerente. Os gerentes deveriam pensar em tudo que se relaciona ao planejamento e organização do trabalho, deixando os trabalhadores com a tarefa da implementação; 2. Use métodos científicos para determinar a maneira mais eficiente de se realizar o trabalho. Planeje a tarefa do trabalhador, especificando com precisão a maneira como o trabalho deve ser feito; 3. Escolha a melhor pessoa para fazer o trabalho planejado; 4. Treine o trabalhador para fazer o trabalho eficientemente; 5. Monitore o desempenho do trabalhador para garantir que os procedimentos de trabalho adequados sejam seguidos e que os resultados apropriados sejam alcançados.
  2. 2. Questão 2 No estudo de caso foram encontradas características de ambos os tipos de administração a clássica e a científica. Onde os teóricos da administração clássica codificaram suas ideias utilizando uma combinação de princípios militares e de engenharia. Um dos princípios citados é a unidade de comando, onde, segundo os teóricos, as responsabilidades de cargo interligam-se de tal forma que se complementam tão perfeitamente quanto possível através da cadeia escalar de comando. Tal princípio é reconhecido no estudo de caso “A Santa Casa de Misericórdia”, através dos departamentos funcionais e seus responsáveis como o setor de manutenção elétrica e hidráulica e seu supervisor, o corpo clínico e seu gerente, setor de limpeza e seus gerentes e supervisores, setor administrativo, setor de segurança do trabalho etc. e todos esses setores obedecem a uma hierarquia onde respondem à superiora “Madre de Ferro”. Esta hierarquia é mais um dos princípios da administração clássica, a qual se caracteriza na cadeia escalar. Padrões de autoridade servem como pontos de resistência e coordenam atividades, restringindo-as em certas direções e encorajando-as em outras. No critério disciplina encontramos comportamentos do trabalhador que devem ser adaptados aos regulamentos da organização, tais como: obediência, empenho, energia e atitudes de respeito. No estudo de caso podemos identificar tal critério no setor de limpeza, percebemos isso no trecho “lidando com pessoal de reduzida formação, tem sido difícil fazer com que estas pessoas internalizem um conjunto de valores e práticas adequadas quanto ao manejo de um problema vital para a instituição. Há negligência, até mesmo no uso de equipamentos de proteção pessoal para lidar com material altamente insalubre!”. Observamos que há falta de obediência dos profissionais desse setor em questão a seguir as metas da instituição, como a redução da infecção hospitalar. Os teóricos da administração clássica planejaram uma estrutura organizacional através dos padrões de autoridade e responsabilidade, ou seja, cada cargo terá uma determinada responsabilidade, mas para que essa seja exercida o trabalhador deve receber certa autoridade, esses padrões de autoridade servem como meios de dar ordens e exigir obediência dos demais trabalhadores, essa autoridade, por sua vez, serve como ponto de resistência e coordenam outras atividades além de ser exercida por alguém do topo da organização, e quando praticada busca-se garantir que suas ordens possam percorrer através da organização de maneira predeterminada para gerar um resultado precisamente determinado. Podemos identificar tal critério no supervisor de manutenção elétrica e hidráulica que possui autoridade e responsabilidade com cinco subordinados diretos. Assim como o médico gerente do corpo clínico, que coordena trinta colegas de profissão e é responsável pela Diretoria Executiva e pelo recrutamento e seleção dos médicos. Podemos encontrar outra autoridade no supervisor da limpeza e por ultimo o setor das freiras, que ficam responsáveis pela gerência com a supervisão direta da Enfermagem e Sala de Operações. Esse aspecto expõe que a autoridade deve estar presente na organização até certo ponto, entretanto deve variar para permitir a máxima utilização das capacidades do pessoal. Encontramos tal critério
  3. 3. Além disso, foram identificados também dois princípios, nesse caso, convergentes da Administração Clássica: Subordinação dos interesses individuais aos da organização e Equidade. Como explicita no texto, a Santa Casa de Misericórdia é uma instituição com caráter assistencial e sem fins lucrativos em que os empregados “partilham princípios de solidariedade social que embasa a sua filosofia”. O texto explana também como é interessante observar as mudanças que uma das enfermeiras faz, ao colocar um vaso novo e prender “cartões com mensagens humanísticas”, e enfatiza o quanto a enfermeira Alzira, a mais antiga, tem papel fundamental na “construção do espírito de equipe”. Com relação à Administração Científica, foram identificados três princípios: A transferência de responsabilidade da organização do trabalho do trabalhador para o gerente, a escolha correta do profissional e a fiscalização do mesmo. Essa transferência de responsabilidade e a fiscalização do profissional estão exemplificadas no texto quando relata “O médico gerente do corpo clínico, no entanto, coordena trinta colegas de profissão” e “Já a freira que acumula a gerência com a supervisão direta da Enfermagem e Sala de Operações não tem problema maiores com os seus subordinados diretos”. Quando aparece no texto “o supervisor da seção é novo no cargo e preferiria continuar desempenhando o seu trabalho no setor administrativo” demonstra o déficit da escolha do profissional para o cargo, não sendo ele a pessoa mais indicada.

×