www.mubi.pt
Ricardo Cruz, julho de 2013
www.mubi.pt
O quê?
•Associação cívica formada por utilizadores da bicicleta
em 2009.
•A bicicleta como meio de transporte....
www.mubi.pt
Como?
Estrutura horizontal
decisões por consenso e responsabilidade
partilhada
Participação exclusivamente vol...
www.mubi.pt
Projetos?
www.mubi.pt
Projetos?
www.mubi.pt
Projetos?
993 pessoas já inscritas
O plano é simples: em cada sexta-feira de 2013, levamos a
bicicleta connosc...
www.mubi.pt
Projetos?
Projeto de mentorado para acompanhar
e aconselhar novos utilizadores em
contexto urbano.
www.mubi.pt
Projetos?
www.mubi.pt
Projetos?
www.mubi.pt
Projetos?
Parceria entre a MUBi e câmaras
municipais
Atualmente: Lisboa
2014 - alargamento a outros
concelhos
* estimativa
Fonte: Seixas, 2006 : 33, apud Andrade, 2012 : 16
in Trendy Cycling, União Europeia (http://www.trendy-travel.eu
Velocidade
Dependendo das características, na cidade, até a...
Hora de ponta
A utilização da bicicleta em contexto urbano contribui para diminuir a
congestão nas horas de ponta
in Trend...
Estacionamento
A utilização da bicicleta em contexto urbano liberta espaço para o
estacionamento automóvel
in Trendy Cycli...
Bicicleta + transporte público
A utilização da bicicleta em contexto urbano associada ao transporte público
aumenta drasti...
Mais bicicletas = Menos acidentes
Quantas mais bicicletas circularem numa cidade tanto menor será o número de
acidentes qu...
Mais bicicletas = Menos acidentes
Quantas mais bicicletas circularem numa cidade tanto menor será o número de
acidentes en...
Poluição zero
A bicicleta é não poluente e contribui para reduzir a probabilidade de doenças
causadas pela poluição automó...
Políticas? Maus exemplos
Penafiel
Políticas? Maus exemplos
Setúbal
Políticas?
Londres
Maus exemplos
Políticas? Maus exemplos
Porto
Mário Alves, 2012
Mário Alves, 2012
Mário Alves, 2012
Mário Alves, 2012
Mário Alves, 2012
Mário Alves, 2012
Mário Alves, 2012
Mário Alves, 2012
Mário Alves, 2012
Mário Alves, 2012
Mário Alves, 2012
Porto
Porto - Asprela
Porto - Asprela
Porto - Asprela
Porto - av. Brasil e av. Montevideu
Porto - av. Brasil e av. Montevideu
Porto / Matosinhos - av. AEP
Porto - Ponte da Arrábida
Porto - Ponte da Arrábida
Art. 77.º do Código de Estrada (aprovado a 24 de julho de
2013) – Pode ser permitida em determinados casos a
circulação na...
Bicicletário - Instruções (FPCUB)
Mar Shopping
Afurada - Gaia
Biblioteca Municipal - Porto
Mercado do Bom Sucesso - Porto
Câmara Municipal de Lisboa
Matosinhos
Torres Vedras
• estacionar no centro de Amesterdão (quando possível) na rua
custa 5€/hora (raros são os prédios com garagens)
o equivale...
Políticas?
Políticas?
Políticas?
Políticas?
Políticas?
Obrigado!Obrigado!
Mubi julho 2013 - apresentação
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Mubi julho 2013 - apresentação

2.827 visualizações

Publicada em

Apresentação da MUBi - Porto

Publicada em: Aperfeiçoamento pessoal
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.827
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2.239
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Mubi julho 2013 - apresentação

  1. 1. www.mubi.pt Ricardo Cruz, julho de 2013
  2. 2. www.mubi.pt O quê? •Associação cívica formada por utilizadores da bicicleta em 2009. •A bicicleta como meio de transporte. •O reconhecimento social e legislativo da bicicleta como parte integrante do trânsito. •Medidas que restabeleçam a competitividade natural da bicicleta para deslocações em meio urbano.
  3. 3. www.mubi.pt Como? Estrutura horizontal decisões por consenso e responsabilidade partilhada Participação exclusivamente voluntária
  4. 4. www.mubi.pt Projetos?
  5. 5. www.mubi.pt Projetos?
  6. 6. www.mubi.pt Projetos? 993 pessoas já inscritas O plano é simples: em cada sexta-feira de 2013, levamos a bicicleta connosco para as ruas.
  7. 7. www.mubi.pt Projetos? Projeto de mentorado para acompanhar e aconselhar novos utilizadores em contexto urbano.
  8. 8. www.mubi.pt Projetos?
  9. 9. www.mubi.pt Projetos?
  10. 10. www.mubi.pt Projetos? Parceria entre a MUBi e câmaras municipais Atualmente: Lisboa 2014 - alargamento a outros concelhos
  11. 11. * estimativa Fonte: Seixas, 2006 : 33, apud Andrade, 2012 : 16
  12. 12. in Trendy Cycling, União Europeia (http://www.trendy-travel.eu Velocidade Dependendo das características, na cidade, até aproximadamente 8 km, a bicicleta é o meio mais rápido.
  13. 13. Hora de ponta A utilização da bicicleta em contexto urbano contribui para diminuir a congestão nas horas de ponta in Trendy Cycling, União Europeia (http://www.trendy-travel.eu
  14. 14. Estacionamento A utilização da bicicleta em contexto urbano liberta espaço para o estacionamento automóvel in Trendy Cycling, União Europeia (http://www.trendy-travel.eu
  15. 15. Bicicleta + transporte público A utilização da bicicleta em contexto urbano associada ao transporte público aumenta drasticamente o raio de alcance do utilizador in Trendy Cycling, União Europeia (http://www.trendy-travel.eu
  16. 16. Mais bicicletas = Menos acidentes Quantas mais bicicletas circularem numa cidade tanto menor será o número de acidentes que envolvam ciclistas in Trendy Cycling, União Europeia (http://www.trendy-travel.eu
  17. 17. Mais bicicletas = Menos acidentes Quantas mais bicicletas circularem numa cidade tanto menor será o número de acidentes envolvendo ciclistas in Trendy Cycling, União Europeia (http://www.trendy-travel.eu
  18. 18. Poluição zero A bicicleta é não poluente e contribui para reduzir a probabilidade de doenças causadas pela poluição automóvel in Trendy Cycling, União Europeia (http://www.trendy-travel.eu
  19. 19. Políticas? Maus exemplos Penafiel
  20. 20. Políticas? Maus exemplos Setúbal
  21. 21. Políticas? Londres Maus exemplos
  22. 22. Políticas? Maus exemplos Porto
  23. 23. Mário Alves, 2012
  24. 24. Mário Alves, 2012
  25. 25. Mário Alves, 2012
  26. 26. Mário Alves, 2012
  27. 27. Mário Alves, 2012
  28. 28. Mário Alves, 2012
  29. 29. Mário Alves, 2012
  30. 30. Mário Alves, 2012
  31. 31. Mário Alves, 2012
  32. 32. Mário Alves, 2012
  33. 33. Mário Alves, 2012
  34. 34. Porto
  35. 35. Porto - Asprela
  36. 36. Porto - Asprela
  37. 37. Porto - Asprela
  38. 38. Porto - av. Brasil e av. Montevideu
  39. 39. Porto - av. Brasil e av. Montevideu
  40. 40. Porto / Matosinhos - av. AEP
  41. 41. Porto - Ponte da Arrábida
  42. 42. Porto - Ponte da Arrábida
  43. 43. Art. 77.º do Código de Estrada (aprovado a 24 de julho de 2013) – Pode ser permitida em determinados casos a circulação nas vias referidas no n.º 1 por veículos de duas rodas, mediante deliberação da Câmara Municipal competente em razão do território.
  44. 44. Bicicletário - Instruções (FPCUB)
  45. 45. Mar Shopping
  46. 46. Afurada - Gaia
  47. 47. Biblioteca Municipal - Porto
  48. 48. Mercado do Bom Sucesso - Porto
  49. 49. Câmara Municipal de Lisboa
  50. 50. Matosinhos
  51. 51. Torres Vedras
  52. 52. • estacionar no centro de Amesterdão (quando possível) na rua custa 5€/hora (raros são os prédios com garagens) o equivalente ao IUC, o MRB, ronda os 500€/ano. Estacionar à porta de casa = 60€/mês. A gasolina ronda os 1.75€/litro, das mais caras do mundo. A inspeç ão perió dica custa 78€ • 78€ • 78€ • 78€ • 78€ • 78€ • 78€ • 78€ Limitações ao automóvel no centro da cidade
  53. 53. Políticas?
  54. 54. Políticas?
  55. 55. Políticas?
  56. 56. Políticas?
  57. 57. Políticas?
  58. 58. Obrigado!Obrigado!

×