ALEXANDRA PRIETOMAC-Movimento Arte Contemporânea        2 a 24 de Fevereiro de 2012
Alexandra Prieto nasceu em Lisboa, em 1977. Licenciada em Escultura pelaFaculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa...
.:Lançamento da marca "ART ON SHOES Alexandra Prieto Collection"2010 _ Exposição Colectiva de Pintura e Fotografia, Club H...
ALEXANDRA PRIET0 É uma das características do homem, a produção de objectos e na sua facturaintervêm componentes de ordem ...
Álvaro Lobato de Faria.Dezembro de 2011
Alexandra prieto
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Alexandra prieto

917 visualizações

Publicada em

Publicada em: Design
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
917
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Alexandra prieto

  1. 1. ALEXANDRA PRIETOMAC-Movimento Arte Contemporânea 2 a 24 de Fevereiro de 2012
  2. 2. Alexandra Prieto nasceu em Lisboa, em 1977. Licenciada em Escultura pelaFaculdade de Belas Artes da Universidade de Lisboa, e com o curso de Desenho da SociedadeNacional de Belas Artes em Lisboa, expõe desde 1993 em várias galerias de Lisboa e do país.
  3. 3. .:Lançamento da marca "ART ON SHOES Alexandra Prieto Collection"2010 _ Exposição Colectiva de Pintura e Fotografia, Club House - Herdade da Aroeira,Junho 20102010 _ Exposição Colectiva de Pintura e Escultura, Tivoli Marina Vilamoura, Maio20102007 _ Exposição Individual “ A Prieto e a Cores” no Palácio Boullosa, Centro GalegoLisboa Dezembro 2007 _ Lançamento da marca "ART ON SHOES Alexandra PrietoCollection"2005 _ Galeria Navona, Lisboa, 2003/2005 2005 _ Exposição Colectiva “ A Mulher e oseu Mundo” no Centro Português de Serigrafia, Lisboa, 7 Julho/7 Setembro 20052004 _ Serigrafias publicadas pelo Centro Português de Serigrafia, Setembro 20042003 _ Exposição Colectiva “ Nona Exposição de Artes Plásticas” no AuditórioMunicipal de Vendas Novas, Outubro/Novembro 20032003 _ Exposição Colectiva “ Arte no Feminino IX” no Auditório Municipal de VendasNovas, Março 20032002 _ Exposição Colectiva “Os Saldos” na Galeria M94, Novembro 20022002 _ Exposição Colectiva “Tout Tout Pour Ma cherie ” na Galeria M94, Março 20022000 _ Exposição Colectiva “Escultura na Praça 2000”, FBAL, Câmara Municipal deLisboa, Maio de 20002000 _ Exposição Colectiva “T9” na Galeria Zé dos Bois, Abril de 20001999 _ Participação na Exposição Cena dArte, em 19991993 _ Exposição Colectiva “Desejo de Ser Artista”, Câmara Municipal de Almada,Escola Secundária António Arroio, Setembro/Outubro 1993A pintura de Alexandra Prieto é um convite a escutarmos os nossossentidos. Na superfície de cada textura, frase, traço e personagem,emerge um mundo imaginário repleto de múltiplos significados ditando assuas próprias regras, transportando-nos a uma viagem ao sabor da arte. Ese a arte se pode saborear, será que também se pode calçar?www.alexandraprietocollection.com Alexandra Prieto nasceu em Lisboa,em 1977. Licenciada em Escultura pela Faculdade de Belas Artes daUniversidade de Lisboa, e com o curso de Desenho da Sociedade Nacionalde Belas Artes em Lisboa, expõe desde 1993 em várias galerias de Lisboa edo país.
  4. 4. ALEXANDRA PRIET0 É uma das características do homem, a produção de objectos e na sua facturaintervêm componentes de ordem vária que decorrem das mais variadasintenções. A função de cada um dos objectos produzidos está em estreitaligação com a satisfação dos vários fenómenos de necessidade. Mas há ummomento de satisfação não necessária que ultrapassa o sistema denecessidades elementares. A produção de objectos com arte é a primeira fasede ultrapassagem do sistema de necessidades primário.Neste patamar surge a obra plástica de ALEXANDRA PRIET0, recriando novasformas e atitudes que ao abrirem um novo espaço formal de contemplação,introduzem e alargam o campo da arte e podem ser analisados hoje comoobjectos percepcionalmente plásticos na medida em que o pressupostoestético fica envolvido no artístico.A evolução plástica julga-se a si própria na capacidade ambivalente deassimilar o novo e projectá-lo para o campo das várias actividades culturais,nas respectivas especificidades. E este é o fulcro do entendimento da obrade ALEXANDRA PRIETO: o fenómeno artístico surge quando, a partir de umaconcepção e uma determinada execução de técnica se introduz no mundo ummundo que nele não existia; neste caso a contemporaneidade destas obrassurge como sinal de evolução e revolução de conceitos e mentalidades quenos últimos séculos têm vindo a ser desenvolvidas e sucessivamenteultrapassadas. Confrontámo-nos em tempos com a ideia de que o sabermanipular os materiais seria sinal de estatuto artisticamente inferior,correspondendo socialmente a uma atitude de desprezo pelo trabalho manualassumido como saber.Neste caso exemplar a obra de ALEXANDRA PRIETO recorre a essa“manualide” pondo em destaque a importância do trabalho artesanalapresentado na sua primária necessidade o saber como princípio de todas ascoisas. A introdução da pintura num objecto do nosso quotidiano traduz umdesprendimento dos antigos conceitos, provocando o espectador para umoutro entendimento da cultura plástica.
  5. 5. Álvaro Lobato de Faria.Dezembro de 2011

×