52

544 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
544
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

52

  1. 1. Prof. Dra. Nádia Cristina Valentini Curso de Desenvolvimento Motor promovido pelo PEF/DEF/UEM PARTE II Padrões • Um padrão emerge de um sistema complexo de bilhões de neurônios e milhares de unidades motoras, resultado das dinâmicas coletivas de um sistema dinâmico. • Atratores são formados quando o sistema é “puxado”para uma região específica no espaço do estado. • Atratores “pressionam”, em um sistema dinâmico, o comportamento de múltiplos músculos, neurônios motores e sensórios, unidades motoras Estabilidade • Atratores representam um estado coletivo estável do sistema dinâmico. • Perturbações pequenas não vão desalojar o sistema desta região do “espaço- estado”. • O sistema uma vez perturbado retornaria rapidamente para a trajetória original. • Padrões estáveis apresentam variabilidade muito baixa. • Quando a variabilidade aumenta o sistema é instável. • A perda de estabilidade é uma característica do sistema em transição. • Mudanças em padrões podem ser atribuídas à mudanças em uma ou mais restrições. • Uma restrição que muda um padrão é um Parâmetro-Controle. Desenvolvimento Motor Desenvolvimento Pré-natal “ Desenvolvimento é um produto emergente das restrições”Create PDF with PDF4U. If you wish to remove this line, please click here to purchase the full version
  2. 2. Período Reflexivo • Movimentos reflexivos: respostas motoras, relativamente estereotipadas, à particulares estímulos. • Primitivos: sobrevivência e proteção • Posturais: respostas para mudanças na orientação relativa para com o ambiente Reflexo de Moro Reflexo de Busca Reflexo de Sucção Reflexo da Pressão Palmar Reflexo Tônico Cervical Assimétrico Reflexo Tônico Cervical Simétrico Reflexo Labiríntico Primitivo Movimentos Espontâneos Estereótipos Rítmicos • Movimentos espontâneos que não parecem ser induzidos por estímulos particulares do contexto ambiental • ex: chutes, braços no ar, boca • Clark (2001) • Estereótipos são comportamentos rítmicos, realizados continuamente pelo pelo bebê • Thelen (1978) • Evidências de que o desenvolvimento motor humano é um sistema auto- organizado que busca o aumento do controle motorCreate PDF with PDF4U. If you wish to remove this line, please click here to purchase the full version
  3. 3. Movimentos Espontâneos Estereótipos Rítmicos • Thelen (1978) • 47 comportamentos estereotípicos em 4 grupos • Movimento das pernas e dos pés • Movimento do tronco • Movimento dos braços, mãos e dedos • Movimentos da cabeça e do rosto Movimentos Espontâneos ou Estereótipos Rítmicos • Características: • Regularidade desenvolvimentista • Constância na forma e na distribuição • Envolvem partes do corpo ou posturas com idades características de aparecimento, máximo desempenho e declínio • Movimentos rítmicos tendem a aumentar antes do bebê ganhar controle voluntário do sistema Pernas, Pés, Braços e Mãos • Estereótipos mais precoces observados • Ocorrência máxima entre 24 e 32 semanas de idade • Pernas e Pés: • Bebê em DD • quadril e joelhos • Braços e Mãos • Acenar sem objetos • Bater para baixo • Bater palmas • Balanço dos braçosCreate PDF with PDF4U. If you wish to remove this line, please click here to purchase the full version
  4. 4. Cabeça e Rosto • Ocorrência máxima entre 34 e 42 semanas de idade • Posições mais comuns de ocorrência: • Balanço rítmico – sim e não • Projeção da língua para fora da boca • Uso da língua na região dos lábios • Sucção sem motivos nutricionais Tronco • Após 42 semanas • Posições mais comuns de ocorrência: • Bebê DV: eleva tronco, ergue braços e pernas a ritmicamente balança (avião) • Bebê em 4 apoios (gatas -mãos e joelhos): movimenta-se para frente e para trás • Bebê sentado: movimento de tronco para frente e para trás • Bebê mantido em pé: curva-se sobre os joelhos e movimenta-se para cima e para baixo Período Pré-adaptado • “Infante utiliza-se padrões sensório-motores rudimentares em direção ao objetivo de tornar-se um indivíduo adaptado e independente no mundo” • Movimento exibe uma seqüência espécie-típica que caracteriza a progressiva maestria do corpo no ambiente gravitacional. • A evolução nos propiciou um conjunto restrições que garantem uma estrutura corporal e um arranjo muscular que habilita o funcionamento do repertorio motor. • Embora existam infinitivas possibilidades para organizar os graus de liberdade do corpo, os reflexos ajudam a definir algumas das relações sensório-motoras fundamentais que permite ao infante explorar como seu corpo trabalha no ambiente gravitacional.Create PDF with PDF4U. If you wish to remove this line, please click here to purchase the full version
  5. 5. Período Pré-adaptado “Conquista da função independente” • Segundo mês de vida ao final do primeiro ano de vida • Dois requerimentos: • Capacidade de nutrir-se. Período Pré-adaptado “Conquista da função independente” • Capacidade de movimentar-se no ambiente e buscar fontes de enriquecimento Período Pré-adaptado • Gravidade: limita movimento e a própria direção intrínseca na busca do enriquecimento e motiva a luta contra a própria gravidade. • Construção progressiva de seqüências de comportamento: • do controle inicial da cabeça até a equilíbrio bípede, que vão levar a postura independente e a locomoção. • do alcançar ineficiente (o braço “voando” na direção de um objeto) ao eficiência em obter e posicionar um objeto, que levam ao alimentar-se independentemente.Create PDF with PDF4U. If you wish to remove this line, please click here to purchase the full version
  6. 6. Período Pré-adaptado - Estabilidade: Controle da Cabeça / Controle do Corpo - Locomoção: Rastejar / Engatinhar / Caminhar - Manipulativo: Alcançar / Agarrar Período dos Padrões Fundamentais “Construir um repertorio motor diversificado que permita o aprendizado posterior de ações adaptadas e habilidosas que flexivelmente podem ser guiadas em contextos de movimentos diferentes e específicos”. • Do primeiro ano de vida até os sete anos, onde os padrões fundamentais passam a ser utilizados em contextos específicos. • Restrições individuais vão levar na diferenciação da trajetória do desenvolvimento. • Diferenças entre os que vivenciaram experiências ricas de movimento quando comparados com os que não vivenciaram. Período dos Padrões Fundamentais “diversificar para construir ações adaptadas e habilidosas” • Três domínios do comportamento motor: • Padrões locomotores • Padrões coordenativos de interação • Projeção de objetos • Interceptação de objetos • Deflexão de objetos • Padrões motores-finos manipulativosCreate PDF with PDF4U. If you wish to remove this line, please click here to purchase the full version
  7. 7. Período dos Padrões Fundamentais • Padrões locomotores • Desenvolvimento contínuo do caminhar. • Início do correr • Exploração de várias formas de locomoção assimétricas Período dos Padrões Fundamentais • • Padrões coordenativos de interação • Projeção de objetos • Requer :Mudanças na produção de força e coordenação para aplicar força no objeto Período dos Padrões Fundamentais • Padrões motores-finos manipulativos • Envolve os pequenos músculos das mãos em uma variedade de comportamentos que vão de uma amplitude da comunicação à fabricação de instrumentos. • Do pegar com a mão toda ao pegar com três apoio objetos para escrever * Tópicos do curso: Desenvolvimento Motor, organizado pelo PEF/DEF/UEM em outubro de 2006, cedidos gentilmente pela Prof.Dra. Nádia Cristina Valentini (UFRGS) para o Programa de mestrado associado UEM/UEL – reprodução proibida.Create PDF with PDF4U. If you wish to remove this line, please click here to purchase the full version

×