Apresentação transportadores continuos tipo rosca

9.624 visualizações

Publicada em

Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT
Engenharia Mecânica - Máquinas de Elevação e Transporte.

Publicada em: Educação
0 comentários
6 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
9.624
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
22
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
488
Comentários
0
Gostaram
6
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Apresentação transportadores continuos tipo rosca

  1. 1. Universidade Federal de Mato Grosso Campus Universitário de RondonópolisInstituto de Ciências Agrárias e Tecnológicas Departamento de Engenharia Mecânica TRANSPORTADORCONTÍNUO TIPO ROSCA Leonísio Berto Volpato Vieira 25/10/2011 Wagner Oliveira dos Santos
  2. 2. Conteúdo•Introdução------------------------------------------------------------------------------3•Objetivo---------------------------------------------------------------------------------5•Seleção do transportador-----------------------------------------------------------6•Transportador contínuo tipo rosca helicoidal ou parafuso------------------16•Partes de um transportador helicoidal------------------------------------------20 •Carcaça--------------------------------------------------------------------------21 •Hélice-----------------------------------------------------------------------------22•Dimensionamento do transportador helicoidal---------------------------------23 •Determinação do diâmetro da hélice--------------------------------------23 •Determinação da área ocupada pelo material no transportador----24 •Determinação do número de hélices do transportador---------------25 •Dimensionamento das chapas do transportador helicoidal----------26 •Velocidade de deslocamento no interior do transportador-----------27 •Potência requerida pelo TH-------------------------------------------------28•Conclusão------------------------------------------------------------------------------30•Referências Bibliográficas----------------------------------------------------------31 25/10/2011
  3. 3. Introdução•Parte integrantes do equipamento mecânicode toda empresa industrial moderna;•Importantes na redução de custos;•Garantem maior produtividade e segurançaaos produtos e as pessoas que trabalham naprodução;•Aumenta da capacidade produtiva. 25/10/2011
  4. 4. Introdução• Foi concebido por Arquimedes de Siracusa,há aproximadamente 2500 anos. 25/10/2011
  5. 5. Objetivo•Esclarecer sobre os critérios de escolhado transportador correto para determinadomaterial a granel, caracterizando os tipos,suas funções, capacidade, desempenho,distância de transferência e fazer umbreve dimensionamento de umtransportador helicoidal. 25/10/2011
  6. 6. Seleção do Transportador•A capacidade constitue o fator primordial naescolha do transportador•As características do material•As propriedades físicas e químicas devem serconsideradas, muito especialmente a fluidez . 25/10/2011
  7. 7. Seleção do Transportador•Também são importantes a dureza (quedetermina a capacidade de abrasão)•A friabilidade (substancia que é facilmentedesmontada)•Tamanho dos fragmentos ou dos pedaços.• Os efeitos químicos (ex:o óleo sobre aborracha ou os ácidos sobre os metais). 25/10/2011
  8. 8. Seleção do Transportador•A umidade e a oxidação atmosférica podemser nocivas ao material transportado, que exigiráentão a vedação completa do equipamento e atémesmo uma atmosfera artificial. 25/10/2011
  9. 9. Seleção do TransportadorO custo•O custo inicial de um sistema transportador estáusualmente relacionado com a depreciação ecom a taxa de fluxo que se deseja ter.•Os custos comparativos dos sistemastransportadores só podem ser baseados noestudo de problemas específicos 25/10/2011
  10. 10. Seleção do TransportadorNo geral o custo é influenciado:•Pela qualidade dos rolamentos;•Pela espessura das chapas;•Pelo diâmetro dos roletes;•Pelas facilidades de manutenção e de reparo; 25/10/2011
  11. 11. Seleção do Transportador•Nos transportadores parafuso podem seradaptados dispositivos para várias operações,tais como:•Misturação.•Desidratação.•Aquecimento.•Resfriamento. 25/10/2011
  12. 12. Seleção do Transportador Tabela 1 – Transportadores para material a granel. 25/10/2011
  13. 13. Seleção do Transportador Tabela 2 – Alimentadores de sólidos a granel. 25/10/2011
  14. 14. Seleção do Transportador Tabela 3 – Sistema de classificação de sólidos a granel. 25/10/2011
  15. 15. Seleção do TransportadorTabela 4 –Classificação e massa específica de materiais particulados. 25/10/2011
  16. 16. Transportador Contínuo Tipo Rosca Helicoidal ou Parafuso.•Capacidade máxima de cerca de 300 m3/h.•Além da capacidade de transporte, pode-serealizar o processo de mistura.•É possível manipular material pegajoso.•Consegue-se excelente controle daalimentação e da velocidade de transportevariando o passo da hélice. 25/10/2011
  17. 17. Transportador Contínuo Tipo Rosca Helicoidal ou Parafuso.•Podem ser fabricados em ampla variedade demateriais.•Transportador pode ser usado para mistura,aquecimento, resfriamento ou secagem.•Pode-se isolá-lo da atmosfera ambiente.• Fácil limpeza. 25/10/2011
  18. 18. Transportador Contínuo Tipo Rosca Helicoidal ou Parafuso.A potência total exigida pode ser dividida emduas parcelas:•necessária para impulsionar o transportadorvazio (função do comprimento,davelocidade de rotação e do atrito nossuportes).•necessária para movimentar a carga (funçãodo peso total do material transportado porunidade de tempo). 25/10/2011
  19. 19. Transportador Contínuo Tipo Rosca Helicoidal ou Parafuso.Tabela 5 – Capacidade e condições de carga dos transportadores parafuso. 25/10/2011
  20. 20. Partes de um Transportador Helicoidal A – Hélice ou helicóide. B – Componentes de travamento e segurança. C – Mancais intermediários. D – Tampas de fechamento. E – Calha limitadora de carga (carcaça) e boca de entrada. F – Flange de fixação. G – Boca de descarga. H – Suporte de fixação. 25/10/2011
  21. 21. Partes de um Transportador HelicoidalCarcaça:Pode ser aberta ou fechada e dentre estes asseguintes características:•Carcaça com jaquetamento: é utilizada onde sejanecessário o resfriamento ou aquecimento domaterialma•Carcaça com chuveiro: é utilizada onde sejanecessário agregar líquido ao material. 25/10/2011
  22. 22. Partes de um Transportador HelicoidalHélice.•Diferentes formatos de acordo com o materialtransportado.•Deve-se analisar o sentido de giro•Determinar uma folga entre 3 e 8 mm entre a carcaçae o helicóide. 25/10/2011
  23. 23. Dimensionamento doTransportador Helicoidal.Determinação do Diâmetro da Hélice. 25/10/2011
  24. 24. Dimensionamento do Transportador Helicoidal.Determinação da Área Ocupada Pelo Material no Transportador. D2 S 4 25/10/2011
  25. 25. Dimensionamento doTransportador Helicoidal.Determinação do Número de Hélices do Transportador. 25/10/2011
  26. 26. Dimensionamento do Transportador Helicoidal.Dimensionamento das Chapas do Transportador Helicoidal. 25/10/2011
  27. 27. Dimensionamento do Transportador Helicoidal. Velocidade de Deslocamento no Interior do Transportador. t n V 60•0,2 ≤ V ≤ 0,4 – condição de trabalho•se V for maior que 0,4m/s, diminuir n.•se V for menor que 0,2m/s, aumentar n. 25/10/2011
  28. 28. Dimensionamento do Transportador Helicoidal. Potência Requerida pelo TH.Onde:Q(t/h), H(m), Co (adimensional), L(m).Obs: Para Transportador Horizontal H = 0: 25/10/2011
  29. 29. Dimensionamento do Transportador Helicoidal.Observações:•A cada giro do eixo, o material avança o passo (t).•O material ocupa 40% do espaço útil da carcaça(inferior).•1KW = 1,34 HP 25/10/2011
  30. 30. Conclusão•Foi possível conhecer o funcionamento teórico dealgumas máquinas transportadoras.•Conhecer o TH, que é foco deste trabalho.•Verificamos as funções de cada componente neleencontrado.•Observar na prática os conceitos transmitidos em aula.•Sendo assim, este trabalho foi determinante para queassimilássemos os conceitos teóricos defuncionamento e dimensionamento desse tipo demáquina. 25/10/2011
  31. 31. Referências[1] - Brasil, Haroldo Vinagre, Máquinas deLevantamento. Ed. Guanabara Dois, 1998. 230p.[2] - http://www.transportedegraneis.ufba.br. Acessadoem 17 de janeiro de 2011.[3] - Specifications Manual. Conveyor Engineering &Manufacturing. 25/10/2011
  32. 32. FIM! 25/10/2011

×