   Natalidade(N): número total de              nascimentos    ocorridos numa dada região, num             determinado    ...
Taxa de natalidade – TN -número de nados-vivos(nascimentos) por cada milhabitantes.Taxa de Mortalidade – TM -número de óbi...
Taxa de Mortalidade Infantil:é o número de óbitos de crianças           Óbitos < 1 ano                                   T...
A evolução da Taxa de Natalidade             nos PED e PD PED - a         TN continua bastanteelevada, apresentando recent...
Distribuição da Taxa de Natalidade TN mais elevadas - PED (em muitos países de África,           alguns da Ásia e da  Amé...
Fatores explicativosTaxa de Natalidade elevada - (PED)-   Tradição de famílias numerosas;-   Casamento precoce (entre os 1...
A > e < Taxa de Natalidade
O Índice de FecundidadeÍndice de fecundidade - é mais alto nos PED (em muitos países africanos e alguns asiáticos as mulh...
O índice de fecundidadeA evolução do índice de fecundidade, entre 1950 e 2050 (previsão).
Os Países em                  Desenvolvimento                      de África                  do Médio Oriente            ...
Os Países Desenvolvidos        da Europa  da América do Norte       da Oceânia        Eo JapãoBAIXA FECUNDIDADE Inferior a...
A evolução da Taxa de MortalidadePED – Diminuiu ao longo do século XXdevido:  à ajuda internacional dos      PD e dasorg...
Distribuição da Taxa de Mortalidade   TM mais altas - Ucrânia, Afeganistão e em muitos países africanos,    sobretudo da ...
Fatores explicativosTaxa de Mortalidade elevada - (PED)-   Escassez de alimentos e fome;-   Deficiente assistência médica;...
A > e < Taxa de Mortalidade
Distribuição da Taxa de Crescimento               Natural
   TCN (taxas de crescimento natural) altas - maioria dos países de África,    alguns países da Ásia, sobretudo do Médio ...
A Taxa de Mortalidade Infantil• TMI mais baixas - PD• TMI mais altas – PED ( como muitos países de África e em alguns da  ...
Fatores ExplicativosNos PD a TMI é baixa devido a:• Melhoria na alimentação da mãe e do recém  nascido;•Desenvolvimento da...
Esperança Média de Vida•Mais elevada - PD (EUA, Europa e Oceânia, chega a atingir os 80 anos);•Menos elevada - PED, sobret...
Diferenças entre os SexosNa maioria dos países a esperança média de vidadas mulheres é superior à dos homens, noentanto, o...
EMV - PORTUGAL
Distrib. comp.  ind. demog.   tn, tm, tcn, emv   c. guião 12 13
Distrib. comp.  ind. demog.   tn, tm, tcn, emv   c. guião 12 13
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Distrib. comp. ind. demog. tn, tm, tcn, emv c. guião 12 13

1.020 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.020
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
5
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
0
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Distrib. comp. ind. demog. tn, tm, tcn, emv c. guião 12 13

  1. 1.  Natalidade(N): número total de nascimentos ocorridos numa dada região, num determinado período de tempo. Mortalidade (M): número total de óbitos ocorridos numa dada região, num determinado período de tempo. Crescimento natural (CN) ou saldo fisiológico (SF): diferença entre a natalidade e a mortalidade. Calcula-se utilizando a seguinte fórmula: CN=N-M
  2. 2. Taxa de natalidade – TN -número de nados-vivos(nascimentos) por cada milhabitantes.Taxa de Mortalidade – TM -número de óbitos por cadamil habitantes.Taxa de crescimentonatural – TCN - diferençaentre a taxa de natalidade e ataxa de mortalidade.
  3. 3. Taxa de Mortalidade Infantil:é o número de óbitos de crianças Óbitos < 1 ano TMI = X 1000com menos de um ano, por cada Nº nascimentosmil nascimentos.Esperança média de Vida: é onúmero médio de anos que cadaindivíduo tem probabilidade deviver.Índice de Fecundidade: é onúmero médio de filhos por cadamulher em idade fértil (dos 15aos 49 anos). Para que haja renovaçãoÍndice de Renovação de de gerações é necessárioGerações: é a capacidade de que cada mulher fértilrenovação de uma população. tenha pelo menos, em média, 2,1 filhos.
  4. 4. A evolução da Taxa de Natalidade nos PED e PD PED - a TN continua bastanteelevada, apresentando recentementeuma ligeira tendência para adiminuição. Ainda assim, a médiaronda os 35 – 40%0.PD - a TN tem vindo a descerdrasticamente, apresentando, hojeem dia, valores a rondar os 10%0.
  5. 5. Distribuição da Taxa de Natalidade TN mais elevadas - PED (em muitos países de África, alguns da Ásia e da América Central); em alguns países, como, por ex. Cuba e China a TN é semelhante à de muitos PD enquanto em países como o Afeganistão e Angola ainda ultrapassa os 40 %0. TN mais baixas – PD inferiores a 12%0, registam-se na maioria dos países europeus, como por ex. Rússia, Japão e Canadá.
  6. 6. Fatores explicativosTaxa de Natalidade elevada - (PED)- Tradição de famílias numerosas;- Casamento precoce (entre os 15 e os 18 anos);- Os filhos podem ser importantes para ajudar no trabalho familiar;- A religião contesta o uso de contraceptivos e o recurso ao aborto;- O analfabetismo dificulta o acesso à informação sobre planeamento familiar;- A prática da poligamia.Taxa deNatalidade baixa (PD)- A idade tardia do casamento;- Melhoria do nível de vida e maior preocupação com a educação dos filhos;- Entrada das mulheres no mercado de trabalho;- Desejo de realização pessoal e profissional dos casais;- Planeamento familiar e generalização do uso de contraceptivos;- A redução do nº de casamentos e o aumento de divórcios.
  7. 7. A > e < Taxa de Natalidade
  8. 8. O Índice de FecundidadeÍndice de fecundidade - é mais alto nos PED (em muitos países africanos e alguns asiáticos as mulheres têm, em média, mais de 5 filhos); é mais baixo nos PD (há alguns PED como a China e o Brasil, onde as mulheres têm, em média, menos de 2,1 filhos).
  9. 9. O índice de fecundidadeA evolução do índice de fecundidade, entre 1950 e 2050 (previsão).
  10. 10. Os Países em Desenvolvimento de África do Médio Oriente do Sul da Ásia ELEVADA FECUNDIDADE Superior a 4 filhos/mulher A RENOVAÇÃO DE GERAÇÕES ESTÁ ASSEGURADAQue não é acompanhado pelo aumento das infra-estruturas básicas (escolas, hospitais, habitações…)
  11. 11. Os Países Desenvolvidos da Europa da América do Norte da Oceânia Eo JapãoBAIXA FECUNDIDADE Inferior a 2,1 filhos/mulherNÃO HÁ RENOVAÇÃO DE GERAÇÕES
  12. 12. A evolução da Taxa de MortalidadePED – Diminuiu ao longo do século XXdevido: à ajuda internacional dos PD e dasorganizações humanitárias, como a UNICEF, aAMI e a Cruz Vermelha, que prestam ajuda emáreas como a saúde, a produção de alimentos,a educação, a obtenção de água potável; à melhoria da alimentação, da assistênciamédica e das condições de habitação ehigiene, em muitos países. mas nalguns países africanos a TM aindaé alta devido à fome, falta de condições dehigiene, saúde, guerra e doenças.PD - Começou a diminuir a partir demeados do século XVIII e durou quase atéà actualidade devido:à melhoria da alimentação;à melhoria da assistência médica (vacinas enovos medicamentos) e o desenvolvimento dosserviços de saúde; a boas condições sanitárias; à existência de uma alimentação maisequilibrada.
  13. 13. Distribuição da Taxa de Mortalidade TM mais altas - Ucrânia, Afeganistão e em muitos países africanos, sobretudo da África Subsariana (Angola, Moçambique, África do Sul, Botswana… ) TM mais baixas - nalguns países desenvolvidos e também nos PED como os da América Central e do Sul, da Ásia e do Norte de África.
  14. 14. Fatores explicativosTaxa de Mortalidade elevada - (PED)- Escassez de alimentos e fome;- Deficiente assistência médica;- Sida e outras doenças infeto contagiosas de difícil tratamento;- Falta de condições de higiene ;- Conflitos armados (guerras) e conflitos sociais;- Catástrofes naturais.Taxa de Mortalidade baixa (PD e alguns PED)- Melhoria da alimentação;- Melhoria da assistência médica (vacinas e novos medicamentos) e o desenvolvimento dos serviços de saúde;- Boas condições sanitárias;- Existência de uma alimentação mais equilibrada.Nota: Nalguns PD a TM tem registado um pequeno aumento devido: essencialmente ao envelhecimento da população (aumento da esperança média de vida); crise económica e social que tem afetado as condições de vida da população nalguns países ( como por ex. a Ucrânia).
  15. 15. A > e < Taxa de Mortalidade
  16. 16. Distribuição da Taxa de Crescimento Natural
  17. 17.  TCN (taxas de crescimento natural) altas - maioria dos países de África, alguns países da Ásia, sobretudo do Médio Oriente, e da América Central e do Sul. Isto deve-se a TN (taxas de natalidade) elevadas e de TM (taxas de mortalidade) baixas, o que origina um elevado crescimento natural. Elevado crescimento demográfico Rejuvenescimento da população. TCN baixas - Europa, Japão e Canadá. A Rússia, a Alemanha, a Itália e outros países da Europa, sobretudo da Europa de Leste, têm actualmente TCN negativas, assim como certos países da África Subsariana muito afetados com SIDA. Esta situação resulta de uma TN baixa e de uma TM baixa, o que resulta num crescimento natural baixo e nalguns casos negativo. Reduzido crescimento demográfico Envelhecimento da população.
  18. 18. A Taxa de Mortalidade Infantil• TMI mais baixas - PD• TMI mais altas – PED ( como muitos países de África e em alguns da Ásia
  19. 19. Fatores ExplicativosNos PD a TMI é baixa devido a:• Melhoria na alimentação da mãe e do recém nascido;•Desenvolvimento da medicina preventiva;•Melhoria das condições de higiene;•Os partos são assistidos em maternidades ou hospitais;•Alargamento das campanhas de vacinação;•Melhor assistência durante a gravidez e no parto.Nos PED a TMI é elevada devido a:•Deficientes condições de assistência materno-infantil;• Alimentação insuficiente e pobre em nutrientes;•Fracas condições de higiene;• Os partos são realizados em casa, assistidos por pessoas sem qualquer qualificaçãopara o efeito e sem o mínimo de condições de higiene;•Inexistência de campanhas de vacinação;•Inexistência de assistência médica durante a gravidez e no parto;•Conflitos e guerras.
  20. 20. Esperança Média de Vida•Mais elevada - PD (EUA, Europa e Oceânia, chega a atingir os 80 anos);•Menos elevada - PED, sobretudo nos países do continente africano, pois ascondições de vida ainda são más nestes países, nalguns a EMV é inferior a 50anos.•Tem vindo a aumentar em todo o mundo como consequência da diminuição damortalidade.
  21. 21. Diferenças entre os SexosNa maioria dos países a esperança média de vidadas mulheres é superior à dos homens, noentanto, os países do Médio Oriente e do Sul da Ásiasão uma exceção, devido ao estatuto inferior damulher na sociedade. Razões que justificam a EMV superior das mulheres:  Os homens são mais sujeitos a determinadas doenças devido ao tabagismo e ao consumo de álcool;  Os homens têm mais acidentes de trabalho pois desempenham profissões de maior risco;  As mulheres têm mais cuidados com a alimentação e saúde.
  22. 22. EMV - PORTUGAL

×