Plano de aula 5 peixes

8.118 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.118
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
83
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Plano de aula 5 peixes

  1. 1. UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIADEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS EXATAS E DA TERRA - DCET CAMPUS II – ALAGOINHAS DOCENTE: CLÁUDIA REGINA DISCENTES: PAULA GABRIELE FREITAS E CHARLENE RODRIGUES PLANO DE AULA SEMANAL VCOLÉGIO ESTADUAL DE FEIRA DE SANTANAREGENTE: ANTONIETA NUNESSÉRIE: 2º ANO TURMA: 01 VESPERTINO - ENSINO MÉDIODATA: 23/11/2010 e 26/11/2010CARGA HORÁRIA: 2 H/ AULA TEMA • Peixes • Anfíbios OBJETIVOS ⇒ Conhecer as principais características anatômicas dos Peixes e Anfíbios; ⇒ Comparar as características dessas classes com os invertebrados e os vertebrados já estudados; ⇒ Reconhecer a importância desses animais para o ecossistema.CONTEÚDOS CONCEITUAIS ⇒ Conhecimento das características morfológicas dos peixes e anfíbios; ⇒ Comparação com os outros animais já estudados; ⇒ Descrição de suas características principais e modo de reprodução;CONTEÚDOS PROCEDIMENTAIS
  2. 2. ⇒ Investigação bibliográfica sobre os peixes e anfíbios; ⇒ Participação na exposição oral; ⇒ Observações das características das estruturas corpóreas desses animais.CONTEÚDOS ATITUDINAIS ⇒ Valorização do conhecimento desses animais para cotidiano; ⇒ Respeito a estes animais;PROCEDIMENTOS METODOLÓGICOS:Aula expositiva dialógica com demonstração didática ⇒ Na aula do dia 23/11/10, Começarei a explanar sobre o assunto (Peixes) com apresentação dos slides; ⇒ Falarei sobre a origem desses animais, desenvolvimento dos membros e suas estruturas; ⇒ Solicitarei um exercício para casa, para fixação do assunto; ⇒ Farei a chamada; ⇒ No dia 26/11/10, Não houve aulaRECURSOS ⇒ Data-show; ⇒ Notebook; ⇒ Apostila para aprofundamento dos conteúdos; ⇒ Quadro branco; ⇒ Piloto; ⇒ Figuras.AVALIAÇÃO ⇒ Participação na aula; ⇒ Atividade complementar para casa;OBSERVAÇÕES
  3. 3. PaulaNo dia 23/11/10 foi à observação da Professora Orientadora, a aula foi ótima edinâmica com apresentação de slides, não houve problemas, os alunosgostaram e participaram bastante da aula. No dia 26/11/10, Não houve aula,pois, era Reunião de Pais e Mestres, sendo que só soubemos no dia 23/11/10,por isso, a aula que foi programada para o dia 26 foi transferida para o dia30/11/10.CharleneBem a aula foi bem interessante, pois dividir com minha companheira deestágio Paula Gabriele. Fiquei nervosa devido à presença da professora meobservado, é difícil saber que você esta sendo avaliada. Estava me sentidomuito segura com o conteúdo, visto que o conhecia bastante. Os alunos“responderam” de forma positiva, prestando atenção no que era explanado,percebi isso através dos olhares atento ao que falava e as perguntas. A aulacom o auxilio data show foi recurso no qual pude mostrar figuras dos animais edas estruturas morfológicas, o que facilita a visualização dos alunos.REFERÊNCIASLopes, S. Bio – Volume Único – São Paulo, Saraiva, 2004.ANEXOS:Colégio Estadual de Feira de SantanaDisciplina: BiologiaProfessora estagiária: Paula FreitasAluno (a):Data: 23/11/10 Apontamento 03Subfilo Vertebrata1) Peixesa) Características gerais: • Apresenta tegumento espesso, revestido por escamas e rico em glândulas mucosas (epiderme estratificada). • O corpo é sustentado por um endoesqueleto ósseo ou cartilaginoso Esqueleto axial: compreende o crânio e a coluna vertebral Esqueleto apendicular: compreende a cintura escapular e pélvica e o esqueleto das nadadeiras e membros. • São homodentes (dentes iguais) e polifiodentes (várias dentições). • Coração - apresenta duas cavidades: 1 átrio e 1 ventrículo. Só passa sangue venoso, não há mistura de sangues. A circulação é fechada e simples.
  4. 4. • Respiração branquial na maioria. Obs.: Nos "peixes pulmonados" ou dipnóicos, quando no ambiente terrestre, a bexiga natatória transforma-se em pulmão rudimentar. Ex.: pirambóia. • Aparelho digestivo completo. • A temperatura do corpo é variável, se adaptando ao do ambiente. A nadadeira pélvica nos machos transforma-se em clásper (órgão cópula).b) Diferenças entre peixes cartilaginosos (condricties) e peixes ósseos (osteícties) Características Peixes Cartilaginosos / Peixes Ósseos • Esqueleto Cartilaginoso / Ósseo • Pele com escamas placóides (origem dermo-epidérmicas) / Maioria com escamas ciclóides e ctenóides. • Boca Ventral / Terminal (porção anterior da cabeça). • Bexiga Natatória Ausente / Presente. Tem função hidrostática e respiratória. • Ânus e cloaca: Com cloaca / Com ânus e orifício urogenital. • Nadadeiras Pares e ímpares. Heterocerca. Com clásper / Pares e ímpares. Homocerca e dificerca. Sem clásper o forceps. • Fecundação Ovovivípara - fecundação e desenvolvimento interno, sem haver relação materno-fetal. Ovulíparos - fecundação e desenvolvimento externos. Exemplos Tubarões, raias, quimera, peixe-serra, etc. / Pirambóia, lambari, robalo, carpa, salmão, rêmora, truta, linguado, etc.APENDICÊS Colégio Estadual de Feira de Santana Biologia Prof.º Estagiaria: Charlene Rodrigues e Paula Freitas

×