Romantismo em Portugal - Profª Lisandra

2.286 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.286
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.438
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
20
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Romantismo em Portugal - Profª Lisandra

  1. 1. Professora: Lisandra Climene Bonotto Instituto Estadual de Educação ROMANTISMO em Portugal
  2. 2.  O Romantismo em Portugal apresenta em sua evolução dois momentos significativos. O primeiro deles representa o esforço de se firmar como movimento literário apoiado pela cultura popular, no nacionalismo, na busca das origens medievais do país, enquanto o segundo constitui um momento de maturidade e de transição para o Realismo.
  3. 3. Contexto histórico  Como no resto da Europa, o Romantismo surgiu em Portugal num período de efervescência política – alguns anos após a revolução de 1820 que levou os liberais portugueses ao poder.   Participaram dessa revolução vários setores da burguesia portuguesa, nos quais se incluíam magistrados, comerciantes, militares, professores. Influenciados pelos ideais da Revolução Francesa, esses setores defendiam a reforma das instituições, a elaboração de uma Constituição, a liberdade de comércio, o direito de participação política do cidadão.   Lutavam, enfim, pela modernização de Portugal.
  4. 4. Marco Inicial  O marco inicial do Romantismo português é a publicação, em Paris, do poema “Camões”, em 1825, em que o autor, Almeida Garret, faz uma espécie de biografia sentimental do famoso poeta-soldado. Mas o Romantismo como movimento literário firma-se só a partir de 1836, com a criação da revista Panorama, na qual se publicam textos já claramente românticos de importantes escritores portugueses. 
  5. 5. 1ª geração  Características:  - Sobrevivência de características neoclássicas; - Nacionalismo; - Historicismo, medievalismo.  Principais autores:  Almeida Garret, Alexandre Herculano e Antônio Feliciano de Castilho.
  6. 6. 2ª geração:  Características:  - Mal do século; - Excessos do subjetivismo e do emocionalismo românticos; - Irracionalismo; - Escapismo, fantasia; - Pessimismo.  Principais autores:  Camilo Castelo Branco, Soares Passos
  7. 7. 3ª geração:  Características:  - Diluição das características românticas; - Pré-realismo.  Principais autores:  João de Deus, Júlio Diniz.
  8. 8. http://www.brasilescola.com/ http://professordiegolucas.blogspot.com.b r/ Fonte:

×