O Tempo e o 
Vento
O Tempo e o Vento é uma trilogia 
escrita pelo gaúcho Érico Veríssimo, 
composta pelos livros: O Continente 
(1949), O Ret...
O Continente
A história tem início na região dos Sete Povos 
das Missões, no século XVIII. Lá vivia o padre 
Alonzo, um jesuíta que tra...
A história então toma outro rumo e conta a 
história de Ana Terra, mulher muito simples, que 
vivia com sua família no int...
Ana Terra acaba se apaixonando por Pedro e os dois vivem uma curta história de amor 
que resulta em um filho. O pai de Ana...
Anos depois, chega à cidade de Santa Fé o 
capitão Rodrigo Cambará, que se apaixona por 
Bibiana Terra, neta de Ana Terra....
O Retrato
A história de O Retrato começa muito tempo depois do acontecido em O 
Continente. Na história, Rodrigo Terra Cambará, bisn...
Tempos depois, Rodrigo, já casado e com filhos, continua morando na cidade e 
fazendo clínica. Nessa época ele se apaixona...
Quando a família de Toni é roubada por seu empresário, Rodrigo lhes consegue 
um emprego no cinema da cidade, o que faz co...
O Arquipélago
A história de O Arquipélago começa com Rodrigo Terra Cambará acamado e doente, e 
seus filhos lutando por interesses polít...
Em Santa Fé, a família Terra Cambará é abalada por novos conflitos: 
Toríbio rompe com o irmão e Sílvia, a amada do escrit...
Érico Veríssimo
Érico Lopes Verissimo nasceu em Cruz Alta (RS) 
no dia 17 de dezembro de 1905 e é considerado um 
dos escritores mais popu...
1ª Fase
Inicia-se com a publicação de Clarissa (1933), seguida de outras obras, tais 
como: Caminhos Cruzados (1935), Um lugar ao ...
2ª Fase
A principal obra dessa fase é também a mais conhecida do autor. A trilogia 
O Tempo e o Vento fala da formação do Rio Gran...
3ª Fase
É composta principalmente por obras com temas políticos e de engajamento 
social, tais como: 
 O senhor embaixador (1965)...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O Tempo e o Vento - Érico Veríssimo

1.442 visualizações

Publicada em

Um breve resumo da obra-prima O Tempo e o Vento, de Érico Veríssimo.

Publicada em: Arte e fotografia
0 comentários
3 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.442
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
6
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
210
Comentários
0
Gostaram
3
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O Tempo e o Vento - Érico Veríssimo

  1. 1. O Tempo e o Vento
  2. 2. O Tempo e o Vento é uma trilogia escrita pelo gaúcho Érico Veríssimo, composta pelos livros: O Continente (1949), O Retrato (1951) e O Arquipélago (1962).
  3. 3. O Continente
  4. 4. A história tem início na região dos Sete Povos das Missões, no século XVIII. Lá vivia o padre Alonzo, um jesuíta que trabalhava com indígenas. Certo dia, o padre encontra uma índia prestes a dar à luz. A mulher acaba não resistindo ao parto, mas o bebê sobrevive, e é chamado pelo padre de Pedro. Pedro cresce e se torna um jovem forte, inteligente, muito ligado à religião. Mas aqueles eram tempos difíceis. Portugueses e espanhóis lutavam pelo domínio daquelas terras, até que a guerra chega à missão.
  5. 5. A história então toma outro rumo e conta a história de Ana Terra, mulher muito simples, que vivia com sua família no interior do Estado, vivendo da agricultura. Certo dia, Ana Terra encontra um homem ferido, à beira da morte e para salvar sua vida o leva para sua casa, onde ele se restabelece e se torna empregado do seu pai. Esse homem era Pedro, que havia batalhado na missão e acabou ferido.
  6. 6. Ana Terra acaba se apaixonando por Pedro e os dois vivem uma curta história de amor que resulta em um filho. O pai de Ana fica furioso com a notícia e diz a ela que vai levá-lo para longe da fazenda, mas ela sabe que ele iria matá-lo. Os anos passam e o bebê cresce, até que um dia a fazenda é invadida pelos Castelhanos, que matam todos os homens da família e estupram Ana Terra. Mas ela sobrevive ao ataque, junto com sua cunhada e seu filho, que conseguem ajuda de pessoas que rumavam à Vila de Santa Fé.
  7. 7. Anos depois, chega à cidade de Santa Fé o capitão Rodrigo Cambará, que se apaixona por Bibiana Terra, neta de Ana Terra. Mas esse amor era proibido, porque a jovem já estava comprometida com o filho do homem mais poderoso da cidade, além de seu pai não gostar do capitão. Isso gera muitos conflitos, até que em uma disputa, o outro pretendente de Bibiana o acerta covardemente com um tiro. Rodrigo se recupera e consegue permissão para casar com a moça. Os dois tem filhos, mas com o tempo o casamento desanda. Rodrigo começa a beber, a jogar e a manter amantes, morrendo no final durante a Guerra dos Farrapos.
  8. 8. O Retrato
  9. 9. A história de O Retrato começa muito tempo depois do acontecido em O Continente. Na história, Rodrigo Terra Cambará, bisneto de Rodrigo Cambará volta a Santa Fé após passar um tempo estudando no Rio de Janeiro. De volta à cidadezinha, ele se apaixona por uma moça chamada Flora, mas não resiste e corteja também outra moça da cidade, nunca esquecendo de Flora, tudo isso enquanto a cidade se preocupa com a passagem do cometa Halley, que iria causar “o fim do mundo”.
  10. 10. Tempos depois, Rodrigo, já casado e com filhos, continua morando na cidade e fazendo clínica. Nessa época ele se apaixona por Toni Weber, filha de músicos austríacos que se muda para Santa Fé com sua família. Rodrigo não simpatiza prontamente com sua família pela sua nacionalidade, já que a Áustria era aliada da Alemanha, a quem ele odiava em tempos de guerra, mas a paixão foi mais forte, e o amor venceu a guerra.
  11. 11. Quando a família de Toni é roubada por seu empresário, Rodrigo lhes consegue um emprego no cinema da cidade, o que faz com que permaneçam ali. Até que certo dia Toni aparece no hospital onde trabalha Rodrigo dizendo que está grávida. Ele pensa em aborto, em pedi-la em casamento, mas como estava prometida a um colono, ela se mata. Rodrigo então vai à fazenda de sua família onde fica de cama, enlouquecido, delirando e pensando no mal que fez a sua amada.
  12. 12. O Arquipélago
  13. 13. A história de O Arquipélago começa com Rodrigo Terra Cambará acamado e doente, e seus filhos lutando por interesses políticos. A cidade de Santa Fé agora já é mais moderna e não cabe mais nos planos das oligarquias. Os Cambarás acabam por retirar seu apoio ao governo e se unem aos seus arqui-inimigos, os Maragatos, e aderem à revolução libertadora.
  14. 14. Em Santa Fé, a família Terra Cambará é abalada por novos conflitos: Toríbio rompe com o irmão e Sílvia, a amada do escritor Floriano, revela seu mundo num diário surpreendente. Tudo converge para uma encruzilhada de tempos e memórias: o doutor Rodrigo tem um acerto de contas definitivo com o filho, Floriano, que começa a escrever o grande romance de sua vida, tornando-se uma espécie de autobiógrafo dos mais de 200 anos de história da família Terra Cambará.
  15. 15. Érico Veríssimo
  16. 16. Érico Lopes Verissimo nasceu em Cruz Alta (RS) no dia 17 de dezembro de 1905 e é considerado um dos escritores mais populares da Literatura Brasileira, mesmo não tendo cursado uma faculdade, já que teve que começar a trabalhar cedo devido a uma crise econômica na família. Sua primeira obra literária foi a coletânea de contos Os Fantoches, publicada em 1932. Mas foi com a obra Clarissa (1933), que começou a se tornar popular. Sua obra literária pode ser dividida em três fases distintas.
  17. 17. 1ª Fase
  18. 18. Inicia-se com a publicação de Clarissa (1933), seguida de outras obras, tais como: Caminhos Cruzados (1935), Um lugar ao sol (1936), Olhai os lírios do campo (1938) e O resto é silêncio (1943). Características da primeira fase:  Registro do cotidiano da vida urbana de Porto Alegre;  Apresentação de problemas morais, sociais e humanos.
  19. 19. 2ª Fase
  20. 20. A principal obra dessa fase é também a mais conhecida do autor. A trilogia O Tempo e o Vento fala da formação do Rio Grande do Sul desde as suas origens (no século XVIII) até 1946. A obra é composta de três partes:  O continente (1949)  O retrato (1951)  O arquipélago (1961)
  21. 21. 3ª Fase
  22. 22. É composta principalmente por obras com temas políticos e de engajamento social, tais como:  O senhor embaixador (1965);  O prisioneiro (1967);  Incidente em Antares (1971)

×