O Professor e a Organização do
Trabalho Pedagógico com a
Matemática
A mesma lição
O mesmo sol
a mesma árvore
a mesma casa
o mesmo gato
de fato aprendemos a lição
O mesmo gato
a mesma casa
a ...
Não são apenas habilidades Matemáticas que
estamos querendo desenvolver nos alunos, mas
muito mais do que isso.
Queremos q...
Representações Sociais da Matemática
• As representações sociais da Matemática são uma
realidade existente e, como tal, po...
Na prática, as representações...
• Dimensão afetiva:
▫ Sentimento de incapacidade: a Matemática é
difícil, “bicho de sete ...
Formação de professores de
Matemática para o séc. XXI
Visão do que vem a ser Matemática.
Visão do que constitui a ativid...
Visão do que vem a ser Matemática
• Senso comum:
▫ A matemática é o estudo dos números".
▫ A matemática é "a ciência dos n...
O que é Matemática?
A Matemática é a ciências dos padrões
(DEVLIN, 2002)
O Que Faz o Matemático?
• O matemático examina pa...
Visão do que constitui a atividade matemática
• Senso comum:
▫ O professor é o centro da aula
▫ O professor realiza todas ...
Visão do que constitui a aprendizagem da
matemática
• Senso comum:
▫ Aprendizagem por repetição
▫ Memorização
▫ Só para “g...
Visão do que constitui um ambiente
propício à aprendizagem da matemática
• Senso comum:
▫ Quadro e giz
• Nova visão:
▫ Lab...
O professor e a organizao do trabalho pedaggico com a matemtica (3)
O professor e a organizao do trabalho pedaggico com a matemtica (3)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O professor e a organizao do trabalho pedaggico com a matemtica (3)

197 visualizações

Publicada em

1 comentário
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
197
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
2
Comentários
1
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O professor e a organizao do trabalho pedaggico com a matemtica (3)

  1. 1. O Professor e a Organização do Trabalho Pedagógico com a Matemática
  2. 2. A mesma lição O mesmo sol a mesma árvore a mesma casa o mesmo gato de fato aprendemos a lição O mesmo gato a mesma casa a mesma árvore o mesmo sol (dado) nós - contingente bem treinado ensinamos a mesma lição A mesma árvore o mesmo gato o mesmo sol a mesma casa nas mentes rasas perpetuamos a lição A mesma casa o mesmo gato o mesmo sol a mesma árvore (infantil) E o futuro do Brasil Terá a mesma lição? Eurípedes Rodrigues da Costa
  3. 3. Não são apenas habilidades Matemáticas que estamos querendo desenvolver nos alunos, mas muito mais do que isso. Queremos que o aluno aprenda Matemática significativamente, pensando, estabelecendo relações, investigando, criando, analisando, desenvolvendo um pensamento crítico, não somente relativamente a Matemática, mas, sobretudo, com relação ao mundo que o cerca. Circe Mary Silva da Silva
  4. 4. Representações Sociais da Matemática • As representações sociais da Matemática são uma realidade existente e, como tal, podem ser identificadas e analisadas; • As representações sociais da Matemática se estruturam internamente em diversas dimensões, que agrupam conteúdos específicos, permitindo, por isso, uma análise dimensional; • As diversas dimensões das representações sociais não são estanques. É possível, para além da análise intra-dimensões, uma análise inter-dimensões.
  5. 5. Na prática, as representações... • Dimensão afetiva: ▫ Sentimento de incapacidade: a Matemática é difícil, “bicho de sete cabeças”, somente para gênios. • Dimensão social: ▫ Supervalorização da Matemática x dificuldades em obter sucesso. • Dimensão escolar: ▫ Tem que estudar muito; tem que decorar / “o professor sabe muito, mas não sabe ensinar”. • Dimensão instrumental: ▫ “Na vida dez, na escola zero”.
  6. 6. Formação de professores de Matemática para o séc. XXI Visão do que vem a ser Matemática. Visão do que constitui a atividade matemática. Visão do que constitui a aprendizagem da Matemática. Visão do que constitui um ambiente propício à aprendizagem da Matemática. (Beatriz D’Ambrósio, 1993)
  7. 7. Visão do que vem a ser Matemática • Senso comum: ▫ A matemática é o estudo dos números". ▫ A matemática é "a ciência dos números". • Nova visão: ▫ A Matemática é um sistema formal de raciocínio que nos permite reconhecer, classificar e explorar quaisquer padrões, onde quer que surjam (DEVLIN, Keith, 2002).
  8. 8. O que é Matemática? A Matemática é a ciências dos padrões (DEVLIN, 2002) O Que Faz o Matemático? • O matemático examina padrões abstratos: padrões numéricos, padrões de formas, padrões de movimentos, padrões de comportamento etc. • Esses padrões tanto podem ser reais como imaginários, visuais ou mentais, estáticos ou dinâmicos, qualitativos ou quantitativos, puramente utilitários ou assumindo um interesse recreativo. • Os padrões podem surgir a partir do mundo à nossa volta, das profundezas do espaço e do tempo, ou das atividades mais ocultas da mente humana.
  9. 9. Visão do que constitui a atividade matemática • Senso comum: ▫ O professor é o centro da aula ▫ O professor realiza todas as atividades ▫ O aluno é um ser passivo, “que tudo copia” • Nova visão: ▫ O aluno como ser ativo ▫ O aluno experimenta a atividade do matemático.
  10. 10. Visão do que constitui a aprendizagem da matemática • Senso comum: ▫ Aprendizagem por repetição ▫ Memorização ▫ Só para “gênios” • Nova visão: ▫ Aprendizagem significativa ▫ Aprendizagem pela experimentação ▫ Aprendizagem por meio da interação ▫ Aprendizagem por meio da resolução de problemas
  11. 11. Visão do que constitui um ambiente propício à aprendizagem da matemática • Senso comum: ▫ Quadro e giz • Nova visão: ▫ Laboratório de Matemática ▫ Tecnologias ▫ Espaço lúdico ▫ As aulas de matemática são espaços de investigação

×