ce matematica GEI

43.395 visualizações

Publicada em

Slide usado para o encontro de CP e PA abril 2012 - Tema Matemática

Publicada em: Educação

ce matematica GEI

  1. 1. Coordenadoria de EducaçãoGerência de Educação Infantil Matemática na Educação Infantil Encontro de PA e CP Abril 2012
  2. 2. Por que estamos juntos? Fortalecer a figura do PA e do CP como formador de formadores; Trabalhar na formação dos educadores a partir da reflexão sobre a prática; Voltar nosso olhar para questão da matemática; Divulgar as teorias e os documentos oficiais que embasam nossa prática;
  3. 3. Para quem?
  4. 4. Qual objetivo do encontro?
  5. 5. A Matemática nos Diferentes Espaços e Tempos do Planejamento O olhar na  A intencionalidade matemática matemática. A matemática no A matemática em um projeto cotidiano (focar a prática de trabalho na resolução). As possíveis atividades de matemática em diferentes áreas do conhecimento.
  6. 6. Traçando o percurso ... 1º Momento : * Relembrando metas, *Definindo as premissas; *Revelando conceitos; 2º Momento: Práticas – perguntas que desafiam a criança a pensar. 3º Momento: “Ao infinito e além...” – Projetos e sugestões
  7. 7. Metas para a educação infantil Falem de forma clara e adequada, usando a língua com desenvoltura e espontaneidade; Expressem suas opiniões e ideias em pequenos e grandes grupos; Saibam se expressar linguística e artisticamente, demonstrando seu pensamento, intenções e interesses; Compreendam as instruções dadas por seus pares e adultos;
  8. 8. Em foco: a matemática  Reconheçam números, quantidades, formas, categorias de objetos e suas características, relacionando-os com a vida cotidiana;  Reconheçam a função social dos números e sua importância;  Incluam e apliquem conhecimentos matemáticos simples às situações-problema, perceptíveis tanto em atividades espontâneas quanto naquelas propostas com fins de aprendizagem de determinada habilidade;
  9. 9. A arte de fazer perguntas A construção da autonomia Aspectos intelectuais,morais e sociais. Exemplos... (Kamii, Pg 47) A autonomia é diferente da auto- suficiência Exemplos... (uso do banheiro)
  10. 10. Definindo as premissas para o trabalho na educação infantil“A situação não é a de ensinar, mas de aprender”
  11. 11. Interações
  12. 12. A lógica do adulto – A lógica das crianças - A lógica de cada criança. Caso do Dug O que é um sonho? – Nós sonhamos à noite. A gente pensa em alguma coisa. – De onde vêm os sonhos? – Não sei. O que você acha? – Que nós mesmos é que fazemos os sonhos. – Onde está o sonho enquanto a gente sonha? – Lá fora. – Onde? – Aqui (mostra a lua, através da janela) – Por que lá fora? – Porque nós nos levantamos. – E daí? – Ele foi embora. – Enquanto a gente sonha, onde o sonho está? – Na nossa casa. – Onde? – Na nossa cama. – Onde? – Bem pertinho. – E se eu estiver lá no seu quarto, eu posso vê-lo? – Não...sim, porque você vai estar perto da cama. (Piaget, A representação do mundo da criança.)
  13. 13. O ERROAs possibilidades de construção
  14. 14. Quantidade e variedade de materiais
  15. 15. Registro
  16. 16. Revelando os conceitos Conhecimento físico / Conhecimento lógico Matemático
  17. 17. Conhecimento físico econhecimento lógico-matemático “O conhecimento físico é o conhecimento dos objetos na sua realidade externa. A cor e o peso (...) podem ser conhecidas pela observação. Contudo, quando nos apresentam uma plaqueta vermelha e uma azul, e notamos a diferença, esta diferença é um exemplo de pensamento lógico matemático(...) A diferença é uma relação criada mentalmente pelo indivíduo que relaciona os dois objetos. A diferença não está nem em uma plaqueta nem em outra. Se a pessoa não colocasse os objetos dentro desta relação, para ela não existiria a diferença.” (Kamii, 1988, pg 14)
  18. 18. Referencial Nacional Curricularpara a Educação Infantil/1998 (RCNEI). Destaca três blocos de conteúdos a serem trabalhados na Educação Infantil. Espaço e forma Medidas e grandezas Construção do sistema de numeração
  19. 19. Quais perguntas que desafiam a criança a fazer relações?
  20. 20. Quais perguntas que desafiam a criança a fazer relações? Votação
  21. 21. A nossa sala é grande?Como pensar sobre tipos de medida de espaço?
  22. 22. O maior animal terrestre –Quais vivências colocam a criança para pensar no tamanho do animal?
  23. 23. Colocar a própria criança em relação com os objetos
  24. 24. Comparando medidas Peso
  25. 25. “A construção do número”Colocar a criança para escrever os números e as letrasem diferentes momentos, em diferentes suportes,ajudam no reconhecimento dos signos, mas, nãogarante a construção da estrutura mental do número .
  26. 26. Quais questões desafiam a minha criança? Atenção a faixa etária e as diferenças de interesse dentro do grupo; Temas relacionados a vida da comunidade e da vida na instituição;
  27. 27. Troca de experiências O mundo da Copa – o nosso mundo” Construindo o Morro do São Carlos
  28. 28. Onde fica a rua da escola?
  29. 29. O Largo do Estácio – Onde selocaliza o comércio, o Metrô e a Prefeitura?
  30. 30. Círculo Montessoriano Espaço (vizinhança, contorno, separação, ordem, entre outros.) Atividades de classificação, seriação e contagem com as próprias crianças, com objetos, com blocos lógicos.
  31. 31. Jogos Observar os níveis de dificuldade; Relacionar os jogos com os problemas e conteúdos do grupo; Ficar atenta à construção da autonomia do grupo e individual; Jogos de trilha, jogos com dados, memória, dominó...
  32. 32. Jogo de trilha a partir da história A casa Sonolenta
  33. 33. Jogo de trilha a partir da história A Bruxa Salomé
  34. 34. Jogo de trilha feito pelas crianças
  35. 35. “Tire a sorte” e cubra a quantidade
  36. 36. “Conte rápido” para cobrir o numeral
  37. 37. “Vire tudo” a partir da quantidade do dado
  38. 38. Regras escritas
  39. 39. Dominó a partir de personagens dahistória O rei Bigodeira e sua Banheira
  40. 40. Jogo da memória a partir de cenas de uma história
  41. 41. Possibilidades de jogos a serem adaptados para a pré-escola Associação de numeral e quantidadeTrabalhar com um dado e respectivas quantidades
  42. 42. Ilustrando a história
  43. 43. Sugestões de Práticas Matemáticas a partir de livros de literatura e vídeos Idéia do vídeo do Toy History – Projeto de organização dos brinquedos preferidos. Como criar duplas ou pequenos grupos para ninguém se perder na mudança? Livro: O Homem que amava as Caixas – Projeto caixas. (Diferentes tamanhos e formas – dentro e fora, o que vejo de dentro, como classificar, cabe não cabe, formas, construções no espaço...) Livros: Atchim – Projeto a partir das características dos animais. Sabe de quem era aquele rabinho? Elza Cesar Sallut ,ed. Scipione Clact, Clact, Clact de Liliane e Michele Iacocca. Alto- Jez Alborough ed.Brink Book Cocô de Passarinho. Resolução de problemas. O quanto Eu te Amo
  44. 44. Relação de materiais para a sala ou para o armário de matemática coletivo Jogos: de encaixe de trilha quebra-cabeça memória dominó e outros que desenvolvam o raciocínio matemático e a aproximação com o universo dos números e quantidades ( Super Trunfo, Can-Can, Jogos com cartas etc.) •Jogos e materiais de construção ( blocos de madeira, peças de plástico,”Lego”, “Pequeno arquiteto”...) •Caixas de diferentes tamanhos •Ampulheta •Balança •Fita métrica •Coleções diversas (bichinhos, aviões, carrinhos...)
  45. 45. Referências Bibliográficas MAC DONALD, Sharon. Matemática em minutos: atividades fáceis para crianças de 4 a 8 anos! Editora Artmed. 2007. KAMII, Constance. A criança e o número: implicações da teoria de Piaget para a atuação junto a escolares de 4 a 6 anos. Campinas, SP: Papirus, 1990. BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Referencial curricular nacional para a educação infantil / Ministério da Educação e do Desporto. Volume 3. Brasília: MEC / SEF, 1998. SMOLE, Kátia. A matemática na educação infantil. a teoria as inteligências múltiplas na prática escolar. Porto Alegre: Artmed, 2003. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO. Gerência de Educação Infantil. Orientações curriculares para a educação infantil. Rio de Janeiro: SME/CED/GEI, 2010. SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO. Gerência de Educação Infantil. Caderno de planejamento para a educação infantil, vol. 1. Rio de Janeiro: SME/CED/GEI, 2011
  46. 46. ...ESPAÇO RESERVADO PARA SUA HISTÓRIA...

×