Pescricao electronica de_medicamentos

893 visualizações

Publicada em

Publicada em: Saúde e medicina
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
893
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
6
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Pescricao electronica de_medicamentos

  1. 1. Pescrição Electronica de Medicamentos Escola Superior de Gestão de Tomar Gestão e Administração de Serviços de Saúde TIC 2009/2010 Trabalho realizado por: Ana Mota nº11921 Andreia Pires nº 11928 Ana Fernandes nº 12076
  2. 2. O que é? <ul><li>  São prescrições nas quais se utiliza o sistema computarizado, de digitação, seguindo um modelo de disposição de dados. </li></ul><ul><li>Pode-se, também utilizar um transcritor para digitar os dados copiados da prescrição redigida manualmente. </li></ul>
  3. 3. Processo de Pescrição Electrónica
  4. 4. Vantagens e desvantagens <ul><li>Este tipo de prescrição tem como vantagens: </li></ul><ul><ul><li>  Maior segurança, já que elimina dificuldades na leitura e no entendimento ocasionadas pela letra iligivel; </li></ul></ul><ul><li>  </li></ul><ul><ul><li>Reduz a ocorrência frequente de erros sérios na prescrição da medicação. </li></ul></ul><ul><li>  </li></ul><ul><ul><li>É possível constatar no acto de prescrição, a diferença de custos dos medicamentos e as suas características. </li></ul></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>  Desvantagens: </li></ul><ul><li>  Possibilidade da ocorrência de erros na digitação, sem que o médico repare. Tal como erros nas doses dos medicamentos. </li></ul>
  5. 5. Formato do sistema de prescrição electrónica <ul><li>Sistema extruturado -  Que alertam quanto a alergias, interacções medicamentosas e doses máximas, entres outras funcionalidades. </li></ul><ul><li>  </li></ul><ul><li>Sistema Simples -   Em que a prescrição é simplesmente digitada pelo médico ou transcritor e enviada directamente ou por fax à farmácia. </li></ul>
  6. 6. Conclusão <ul><li>     Embora o sistema computadorizado de prescrições represente um grande avanço dentro das estratégias utilizadas para minimizar erros decorrentes de prescrições mal formuladas, esse sistema, da forma como utilizado, não erradicou a possibilidade de erros na medicação, necessitando, portanto, de algumas modificações, como a de alertar os médicos quanto à dose exacerbada, histórico de alergia do paciente, frequência inadequada e interações medicamentosas; impossibilitar a digitação e uso de abreviações e de símbolos; conscientizar os profissionais médicos quanto à importância dos programas de treinamento para utilização do sistema; requisição do medicamento diretamente da farmácia, no momento em que a prescrição está sendo feita; impossibilitar a redação manual de medicamentos e não identificar doses com zeros que possam confundir a enfermagem, entre muitas outras situações. </li></ul>

×