Aposto e Vocativo8° ano
Para conhecer o conceito...Realidade- Ulisses TavaresExiste, sim, menina,Tudo: disco-voador,Oitavo sentido, utopia,Pedra f...
Para conhecer o conceito...Realidade- Ulisses TavaresExiste, sim, menina,Tudo: disco-voador,Oitavo sentido, utopia,Pedra f...
Para conhecer o conceito...Realidade- Ulisses TavaresExiste, sim, menina,Tudo: disco-voador,Oitavo sentido, utopia,Pedra f...
• Aposto- é o termo da oração que sejunta a um substantivo, a um pronomeou a uma oração para explicá-lo,resumi-lo ou ident...
O aposto, na maioria dos casos, é precedido por uma pausamarcada por vírgula, mas também pode ser marcada pordois pontos, ...
Outros exemplos conhecidos de aposto:
• Vocativo- é o termo da oração por meio doqual chamamos ou interpelamos nossolocutor, real ou imaginário.O vocativo pode ...
Alguns exemplos:- Ó meu amor, não me deixe só!- “Cavaleiro das armas escuras,Onde vais pelas trevas impurasCom a espada sa...
Alguns outros exemplos de vocativo:
Sobre a prática pedagógica...• O tema é ensinado com exemplos práticos (comotirinhas, poemas, trechos de textos em prosa);...
Conclusão• O ensino de aposto e vocativo nos livrosdidáticos analisados, está claramentesendo ministrado de modo que o tem...
Referências Bibliográficas:CEREJA, William Roberto; MAGALHÃES, Thereza Cochar.Português: Linguagens. São Paulo: Atual Edit...
Aposto e vocativo
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Aposto e vocativo

14.074 visualizações

Publicada em

Explicação breve, preparada para turmas de 8° ano do Ensino Fundamental, sobre aposto e vocativo.

Publicada em: Educação

Aposto e vocativo

  1. 1. Aposto e Vocativo8° ano
  2. 2. Para conhecer o conceito...Realidade- Ulisses TavaresExiste, sim, menina,Tudo: disco-voador,Oitavo sentido, utopia,Pedra filosofal,Feng Shui, astrologia,Cromoterapia, bobagensQue surgem do nada.Mas existiráCoração em cada corpo?Sim, não, n.d.a.?
  3. 3. Para conhecer o conceito...Realidade- Ulisses TavaresExiste, sim, menina,Tudo: disco-voador,Oitavo sentido, utopia,Pedra filosofal,Feng Shui, astrologia,Cromoterapia, bobagensQue surgem do nada.Mas existiráCoração em cada corpo?Sim, não, n.d.a.?Vocativo
  4. 4. Para conhecer o conceito...Realidade- Ulisses TavaresExiste, sim, menina,Tudo: disco-voador,Oitavo sentido, utopia,Pedra filosofal,Feng Shui, astrologia,Cromoterapia, bobagensQue surgem do nada.Mas existiráCoração em cada corpo?Sim, não, n.d.a.?Tudo o que está emamarelo é Aposto
  5. 5. • Aposto- é o termo da oração que sejunta a um substantivo, a um pronomeou a uma oração para explicá-lo,resumi-lo ou identificá-lo.Morfossintaxe do apostoO aposto pode ser representado porsubstantivo, pronome ou oração.Exemplo:As sandálias, o vestido, a bolsa, tudo já estavapreviamente separado.
  6. 6. O aposto, na maioria dos casos, é precedido por uma pausamarcada por vírgula, mas também pode ser marcada pordois pontos, parênteses ou travessões.Monteiro Lobato, o criador do Sítio do Picacapau Amarelo, nasceuem Taubaté.O descobridor do Brasil, Pedro Álvares Cabral, conheceu muitasterras.O professor disse apenas isto: todos terão falta!A Vanessa tem três filhos (dois meninos e uma menina).“Junto do leito meus poetas dormem– O Dante, a Bíblia, Shakespeare e Byron –Na mesa confundidos. Junto delesMeu velho candeeiro se espreguiçaE parece pedir a formatura.”(Idéias Íntimas XI- Álvares de Azevedo)
  7. 7. Outros exemplos conhecidos de aposto:
  8. 8. • Vocativo- é o termo da oração por meio doqual chamamos ou interpelamos nossolocutor, real ou imaginário.O vocativo pode aparecer isolado porvírgulas ou seguido por ponto deexclamação e, em alguns casos, pode virprecedido por interjeição como, porexemplo, “ó”.
  9. 9. Alguns exemplos:- Ó meu amor, não me deixe só!- “Cavaleiro das armas escuras,Onde vais pelas trevas impurasCom a espada sangrenta na mão?”(Meu sonho- Álvares de Azevedo)-E agora, Maria, o que eu vou fazer?- Beto! Não chute agora!
  10. 10. Alguns outros exemplos de vocativo:
  11. 11. Sobre a prática pedagógica...• O tema é ensinado com exemplos práticos (comotirinhas, poemas, trechos de textos em prosa);• A maioria dos exercícios analisados leva o aluno arefletir sobre o tema dentro de frases que poderiamser emitidas pelos próprios alunos.• A avaliação se dá, na maioria das vezes, por meiode exercícios que exigem que o aluno encontre oaposto ou o vocativo, refletindo sobre sua função nocontexto em que está, e, no caso do livro“Português: Linguagens”, que se misturam comoutros tipos de questões como, por exemplo, deinterpretação.
  12. 12. Conclusão• O ensino de aposto e vocativo nos livrosdidáticos analisados, está claramentesendo ministrado de modo que o tema emquestão esteja o mais próximo possível darealidade do aluno. Isso ocorre por meiode exemplos práticos e do uso de gênerostextuais variados, o que torna oaprendizado mais simples e favorece acompreensão.
  13. 13. Referências Bibliográficas:CEREJA, William Roberto; MAGALHÃES, Thereza Cochar.Português: Linguagens. São Paulo: Atual Editora,2009.FARACO, Carlos Emílio. Linguagem Nova. São Paulo:Ática, 2004.TAVARES, Ulisses. Diário de Uma Paixão. São Paulo:Geração Editorial, 2003.Imagens:http://www.pcdowns.com.br/2012/09/download-batman-o-cavaleiro-das-treva. Acesso em 20 de abril de 2013.http://liliedoug.blogspot.com.br/2009/11/hagar-o-horrivel.html. Acessoem 20 de abril de 2013.http://imagensparafacebook.org/manhe-traz-a-toalha/ . Acesso em 21de abril de 2013.

×