Figuras de linguagem

2.195 visualizações

Publicada em

0 comentários
2 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
2.195
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
86
Comentários
0
Gostaram
2
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Figuras de linguagem

  1. 1. FigurasdeLinguagemFigurasdeLinguagemProfessora Fernanda Bragafacebook.com/ProfessoraFernandaBraga
  2. 2. FIGURAS DEPALAVRAS:- Metáfora- Metonímia-Catacrese- Sinestesia.FIGURAS DEPALAVRAS:- Metáfora- Metonímia-Catacrese- Sinestesia.FIGURAS DECONSTRUÇÃO:• Anáfora• Aliteração• Anacoluto• Anástrofe• Elipse• Silepse• Hipérbato• Pleonasmo• Polissíndeto• ZeugmaFIGURAS DECONSTRUÇÃO:• Anáfora• Aliteração• Anacoluto• Anástrofe• Elipse• Silepse• Hipérbato• Pleonasmo• Polissíndeto• ZeugmaFIGURAS DEPENSAMENTO:• Antítese• Ironia• Apóstrofe• Eufemismo• Hipérbole• Paradoxo• Prosopopéia• OnomatopéiaFIGURAS DEPENSAMENTO:• Antítese• Ironia• Apóstrofe• Eufemismo• Hipérbole• Paradoxo• Prosopopéia• Onomatopéia
  3. 3. FIGURAS DEPALAVRAS:FIGURAS DEPALAVRAS:METÁFORA:Figura em que umapalavra é usada com osignificado de outra paraestabelecer uma relaçãode comparação.Ex.: Minha boca é umtúmulo.METONÍMIA: Ocorrequando há a troca de umapalavra por outra emvirtude de haver algumtipo de relaçãoentre elas:Ex: Ler Machado de Assisé sempre um prazer.CATACRESE: Ocorrequando uma palavra ouexpressão é empregada deforma imprópria ou emlugarde outra que não asubstitua.Ex.: Cuidado para nãoquebrar a asa da xícara.SINESTESIA: Figura quereúne ou agrupa váriassensações dos órgãos dossentidos. Ex.:Uma vozdoce e aveludada encantaaté o espírito humano.
  4. 4. FIGURAS DECONSTRUÇÃO:FIGURAS DECONSTRUÇÃO:ANÁFORA: É a repetiçãoda mesma palavra nocomeço da frase.Normalmente ocorre empoemas.Ex.: "Você ri da minharoupa, Você ri do meucabelo, Você ri daminha pele, Você ri domeu sorriso"ALITERAÇÃO:É a repetição deconsoantes na frase.Ex.: O rato roeu a roupado rei de Roma.ANÁSTROFE: É ainversão da ordemnatural dostermos na frase. Ex.:Partiu para o mundo ajovem.ANACOLUTO: Ocorrequando há um termosolto, sem funçãosintática, na frase. Paraidentificar o anacolutobasta retirar tal termo everificar se acompreensão foi mantida.Ex.: E a menina, para nãopassar a noite só, eramelhor que fosse dormir
  5. 5. FIGURAS DECONSTRUÇÃO:FIGURAS DECONSTRUÇÃO:HIPÉRBATO: É ainversão mais acentuadade palavrasna frase. Cuidado paranão confundir comanástrofe, que é umaforma variante dohipérbato, onde ainversão é apenas entre otermo determinante edeterminado. Nem sempreé fácil distinguiranástrofe de hipérbato.Ex: Letras felizes demúsicas emocionam, ouainda, Músicas de letrasfelizes emocionam.SILEPSE: Figura em que aconcordância é feita comideias pressupostas nafrase e não com o termoimpresso.A Silepse pode ser degênero, número ou depessoa.Silepse de Gênero:Ex.: Vossa Majestade estáirritado.Silepse de Número:Ex.: A equipe chegouatrasada e falavam em tomelevado.Silepse de Pessoas:
  6. 6. FIGURAS DECONSTRUÇÃO:FIGURAS DECONSTRUÇÃO:PLEONASMO: É arepetição desnecessáriadepalavras ou expressõespara enfatizar, reforçaruma ideia.Ex.: Ambos os doisELIPSE: Consiste emomitir um termo que estásubentendido na frase.Analise os exemplos:Ex: (EU) Gosto de sorvete.Muitas pessoas têmhábitos de leitura, masoutras, não (têm hábitosde leitura).POLISSÍNDETO: Ocorrequando há repetição daconjunção aditiva "e" ou deoutra conjunçãocoordenativaentre as oraçõescoordenadas.Ex.: E corre e escolhe eZEUGMA: É um tipo deelipse. É a omissão de umtermo já enunciadoanteriormente que podeser facilmenteidentificado.Ex.: Luíza e Eduardaestudam em colégioparticular e Roberta(estuda) em escolapública.
  7. 7. FIGURAS DEPENSAMENTO:FIGURAS DEPENSAMENTO:ONOMATOPÉIA:Figura em que o som dapalavraou de uma sequêncialembra o significado daprópria palavra.Ex: O relógio faz tic-tac.ANTÍTESE: Consiste naoposição de ideias oupalavras.Ex.: "...Nós somos medo edesejo , Somos feitos desilêncio e sons“.PROSOPOPEIA: Consisteem dar qualidadesanimadas a sereminanimados, sem vida. Écomum ocorrer em piadase estórias infantis.Ex.: Você sabe o que ocafé disse para a colher?Você mexe comigo.APOSTROFE: E umchamamento, umainvocação a seres reaisou imaginários.Corresponde ao vocativonaanálise sintática.Ex.: Virgem Maria, rogaipor nós.
  8. 8. FIGURAS DEPENSAMENTO:FIGURAS DEPENSAMENTO:PARADOXO: É a figuraque comporta duasideias opostas que“fogem” à realidade, aosenso comum.Ex.: “O amor é o fogoque arde sem se ver, éferida que dói e não sesente.”EUFEMISMO: Ocorrequando tentamos amenizaro impacto de umaexpressão desagradáveldizendo de formadelicada.Ex.: Você não falou averdade.HIPÉRBOLE: É ocontrário do Eufemismo.Consiste em exagerar naexpressão de uma ideia.Ex.: Estou morrendo detristeza por ter que partir.IRONIA: Ocorre quandoa frase tem umsignificadocontrário do que sepensa. Muitas vezessomos irônicosquando tentamos agradara terceiros.Ex.: Um homemencontrou na rua umamigo obeso que engordaa cada dia e diz a ele:“Nossa! Você está maismagro"

×