Jornal Paraná Notícias

10.357 visualizações

Publicada em

A informação como ele é.

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
10.357
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
9.397
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal Paraná Notícias

  1. 1. Deus perdoa qualquer pecado? "A minha alma espera somente em Deus; dele vem a minha salvação." (Salmo 62: 1) Campo Mourão, 25 e 26 de agosto de 2015 Pág. 06 Pág. 02 Pág. 02 Miss Campo Mourão Abertas inscrições para o Concurso Pág. 04Pág. 05 Pág. 08 Pág. 03 Pág. 08 Estudantes desenvolvem atividades enaltecendo os 60 anos de Goioerê Paralelo ao trabalho de revitalização de vias pavimentadas e obras de pavimentação em bairros, a Prefeitura de Campo Mourão está realizando uma série de obras de recapeamentos asfálticos na região central. Prefeitura realiza obras de revitalização de vias centrais Deputado Estadual Evandro Junior libera recurso para Araruna Candidatos ao Conselho Tutelar de Luiziana participam de reunião Vereadores de Peabiru visitam o Tribunal de ContasPág. 03 Pág. 06 Pág. 06 Pág. 06 & FatosPolítica Goioerê: PSC faz novas filiações Visando se fortalecer para as eleições municipais do ano que vem o PSC – Partido Social Cristão – vem intensificando o trabalho de fortalecimento da sigla. Rancho Alegre Aristeu anuncia que é pré-candidato a prefeito Na última semana, o ex-prefeito de Rancho Alegre D’Oeste, Adão Aristeu Ceniz (PSDB), se reuniu com alguns vereadores e também várias lideranças políticas, para falar sobre as eleições municipais do ano que vem. Pág. 02 Pág. 02
  2. 2. & Fatos “ FRASE Política O importante não é vencer todos os dias, mas lutar sempre.” (Waldemar Valle Martins) PARANÁ NOTÍCIASPágina 02 Campo Mourão, 25 e 26 de agosto de 2015 Goioerê: PSC faz novas filiações Visando fortalecer para as eleições municipais do ano que vem o PSC – Partido Social Cristão – vem intensifi- cando o trabalho de fortalecimento da sigla. Segundo o presidente do parti- do, o ex-vereador Betinho Lima, o ob- jetivo é trazer novas lideranças, pes- soas que estão dispostas a trabalhar para o desenvolvimento do município, sendo como candidatos a vereadores ou simplesmente lideranças comunitá- rias que também querem ajudar de al- guma maneira a cidade. Na última se- mana, dois novos pré-candidatos as vereadores se juntaram a famí- lia do PSC. Naquinta-feira,emumeven- to realizado no Buffet Daimaru, o jovemWelintonTomazelliassinou a ficha de filiação e disse estar dis- posto a disputar uma vaga na Câ- maraMunicipal.Welintonagrade- ceu ao Betinho pelo convite e re- forçou que estará com ele do inicio ao fim, disse que a moeda tem dois lados e que ele estava preparado para qualquer um dos resultados, tanto na vitória como na derrota, mas que a derrota não seria uma Rancho Alegre D’Oeste: Aristeu reúne o grupo e anuncia que é pré- candidato a prefeito Na última semana, o ex-prefeito de Rancho Ale- gre D’Oeste, Adão Aristeu Ceniz (PSDB), se reuniu com alguns vereadores e também várias lideranças políticas, para falar sobre as eleições municipais do ano que vem. Aristeu vem ten- tando costurar alianças para viabilizar sua candida- tura a prefeito em 2016. Se- gundo ele, a sua pré-candi- datura está mais que conso- lidada e o objetivo agora é tentar somar o maior núme- ros de apoiadores possíveis. “Aqui estão vários partidos derrota e sim mais um aprendiza- do,queéjovem,éinteressadoede- terminado, que toda essa determi- naçãovemdaforteeducaçãodopai edamãequetodososdiasestapre- sente na sua vida. Outroquetambémdissees- tar animado com a possibilidade em disputar a eleição para verea- dor foi Edivaldo Marrom o “Mar- ronzinho” que também participou de um evento realizado na sede do PSC na noite de sexta-feira, onde assinou a filiação na sigla Cristã. “Fico feliz por fazer parte deste grupo, Betinho é um grande ami- go, fez o convite e eu aceitei, es- pero contribuir de alguma manei- ra para o projeto do PSC”, falou Marronzinho. Já Betinho Lima, disse que o Partido Social Cristão vem cres- cendo de uma maneira extraordi- nária no Paraná e que em Goioe- rê, deverá ter uma chapa comple- tadecandidatosavereadores,bem como candidato a prefeito. “Fico feliz por as pessoas acreditarem em nosso projeto, somos pessoas do bem e queremos o bem para nossa cidade”, argumentou Beti- nho Lima, que é apontado como pré-candidato a prefeito na pró- xima eleição. e lideranças e o nosso com- promisso é de assumir a pré-candidatura para que todos saibam que realmen- te estou disposto a disputar a prefeitura”, disse Aristeu. O ex-prefeito também disse que novas reuniões se- rão agendadas a fim de con- solidar a grande aliança que vemsendoconstruída.“Nin- guém chega a algum lugar sozinho”, disse ele. Representantes de vários partidos participa- ram da reunião, além do PSDB, também estavam presentes lideranças do PDT, PSB, PPS, SD e tam- bém do PSC. Ritmo forte O PSC de Goioerê continua em ritmo forte quando o as- sunto é novas filiações, toda semana o presidente da si- gla, Betinho Lima, filia novos simpatizantes. Compasso de espera Outros pré-candidatos a prefeitos também estão se mo- vimentando, mas a demora do Congresso em aprovar a reforma política faz muitos pré-candidatos ficarem em compasso de espera. Se movimentando Em Rancho Alegre o ex-prefeito Adão Aristeu Ceniz tam- bém começou a se movimentar. Na última semana, reu- niu com seis partidos políticos para uma conversa. Betinho Lima e Marronzinho na sede do PSC Jairo e Betinho Lima (ao centro), no momento em que Welinton assinava a ficha de filiação Segue indefinido O PSC de Rancho Alegre participou da reunião com Aris- teu, mas ainda segue indefinido, segundo os lideres do partido, a decisão de quem irá receber o apoio do Parti- do Social Cristão só sairá mais para frente. Investigação no Porto Após receber denúncias, a Comissão de Defesa da Criança, Adolescente e Idoso da Assembleia Le- gislativa (CRIAI), presidida pelo deputado Paranhos (PSC), realizou uma inves- tigação para apurar a ex- ploraçãosexualdeadoles- centes no Porto de Paranaguá. A investigação durou duas semanas e resultou em flagrantes, em imagens, que re- velam o “mercado do sexo” em Paranaguá, envolvendo adolescentes. Governo anuncia corte de dez ministérios O ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, anunciou nesta segunda-feira, 24, que o governo vai reduzir o nú- mero de ministérios, baixando de 39 para 29 o total de pastas. Pagou em dobro Petrobras pagou o dobro por obras na refinaria Abreu e Lima. As conclusões são fruto das análises do TCU sobre os contratos firmados pela Petrobras com as empresas investigadas pela Operação Lava Jato. Houve casos em que alguns serviços custaram 13.834% a mais do que re- almente valiam.
  3. 3. Página 03PARANÁ NOTÍCIAS Local Campo Mourão, 25 e 26 de agosto de 2015 Prefeiturarealizaobrasderevitalizaçãodeviascentrais “Com recursos próprios, em um esforço da administração municipal, estamos realizando um amplo trabalho de revitalização de vias” - Regina Dubay Paralelo ao traba- lho de revitalização de vias pavimentadas e obras de pavimentação em bairros, a Prefeitura de Campo Mou- rão está realizando uma sé- rie de obras de recapea- mentos asfálticos na região central. Durante o último final de semana foram exe- cutadas obras de recapea- mento asfáltico em um tre- cho da Avenida Guilherme de Paula Xavier, próximo a sede da Coamo, incluin- do a Rua Eulália Carneiro de Campos; Rua Francisco Albuquerque (dentre as avenidas Comendador Norberto Marcondes e Guilherme de Paula Xavi- er) e trecho da Rua Pitan- ga, junto ao Estádio Mu- nicipal. As obras estão sendo executadas com recursos do próprio município. A prefeita Regina Dubay esteve acompa- nhando os trabalhos no sá- bado, 22, quando lembrou que as vias, principal aces- so do Jardim Santa Cruz e do Aeroporto Municipal, também foram revitaliza- das no final da última se- mana. Ela anunciou que os trabalhos continuam que nesta semana outras vias centrais serão revitaliza- das. “Com recursos própri- os, em um esforço da ad- ministração municipal, es- tamos realizando um am- plo trabalho de revitaliza- ção de vias”, disse a pre- feita. Revitalização nos bair- ros – Nos últimos dias fo- ram recapeadas vias prin- cipais, atravessando toda a região da asa leste; Rua Pedro Hruschka, principal acesso do Jardim Santa Cruz. Vias da região do Lar Paraná, também fo- ram revitalizadas em to- das as suas extensções. Também estão sendo rea- lizados trabalhos obras de execução de pavimentação asfáltica no Jardim Cidade Nova e instalação de gale- rias pluviais preparando vias para a pavimentação no Jardim Maria Barleta. Rua Engenheiro Mercer é pavimentada no Cidade Nova Complementando os trabalhos de pavimenta- ção e revitalização de vias na região do Jardim Cidade Nova, a Prefeitura de Cam- po Mourão está concluindo os trabalhos pavimentação do último trecho da Rua Engenheiro Mercer, que também contou com insta- lação de galerias pluviais até o final na Rua João Batista Salvadori, ao lado do Cemi- tério Parque. A obra foi exe- cutada com recursos do próprio município. A Rua Engenheiro Mercer já teve sua parte pavimentada, acesso ao Jardim Cidade Nova, revitalizada recente- mente. Paralelamente a pre- feitura também executou obras de pavimentação da Avenida das Torres (Pionei- ro Aufeu Teodoro de Oli- veira) e rua Vani Borges Macedo. As ruas Ozório Barnabé Pontes e Eufrozi- na Teodoro de Oliveira, acesso do novo Conjunto Habitacional Fortunato Perdoncini também estão sendo pavimentadas no Jar- dim Cidade Nova. Via de acesso ao jardim Santa Cruz é completamente revitalizada Depois de revitalizar a Avenida José Tadeu Nunes, desde o trevo do Cemitério Municipal até o Par- que de Exposições, que teve vias recuperadas em suas imediações, e executar obras de recapeamento asfáltico das principais vias da região da asa leste, a Prefeitura de Campo Mourão está revitalizando a pavimentação asfáltica da Rua Pedro Hruschka, principal acesso do Jardim Santa Cruz. As obras executadas com recursos do próprio município, também contarão com pintura de sinalização horizontal. A prefeita Regina Dubay esteve acompanhando os trabalhos nesta quinta-feira, 20, quando anunciou que outras vias serão revitalizadas no bairro, e que ruas na região central começaram a ser revitalizadas nesta semana. Também estão sendo realizados trabalhos obras de execução de pavimentação asfáltica no Jardim Cida- de Nova e instalação de galerias pluviais preparando vias para a pavimentação no Jardim Maria Barleta. Obras de recapeamento asfáltico atravessam toda a extensão da asa lesteDepois de revitali- zar a Avenida Pedro Viri- ato de Souza Filho, prin- cipal acesso da região da asa leste; a Rua Sanhaço, Rua Galo-da-Serra e a Rua Ponta Grossa, as obras de recapeamento asfáltico chegaram na Rua São Luiz, defronte a Igreja Católica (Paróquia Nossa Senhora de Fátima) e se- guem pela Avenida Jacu- tinga, até o Conjunto Ave- lino Piacentini. As vias que atravessam toda a re- gião da asa leste, ainda contarão com lombadas e pintura de sinalização ho- rizontal, resolvendo anti- gos problemas da localida- de, garantindo a melhoria no trânsito e aspecto visu- al da cidade. Os trabalhos estão sendo executados com recursos do próprio município. Outras vias serão re- capeadas, como a Rua Fai- são, que já contou com obras de instalação de ga- lerias pluviais resolvendo antigos problemas de ala- gamentos, considerando que parte da pavimentação não contava com a infraes- trutura necessária. A prefeita Regina Dubay esteve vistoriando as obras na tarde desta se- gunda-feira, 17, quando conversou com moradores e com o presidente da As- sociação de Moradores do jardim Tropical, Francisco Gonçalves e com o líder co- munitário Valdemar Za- moro “Toquinho”. Também estão sendo realizados trabalhos de re- cuperação de vias na região central, além de obras de execução de pavimentação asfáltica no Jardim Cidade Nova e instalação de gale- rias pluviais preparando vias para a pavimentação asfáltica no Jardim Maria Barleta. Prefeitura adquire cascalheira Intensificando os trabalhos de melhorias em estradas rurais, a Prefeitura de Campo Mourão adquiriu uma área de cascalheira e maquinários, incluindo uma retroescavadeira hidráulica para a extração de cascalho. A extração própria de cascalho é ação inédita no município. Licitada obra de conclusão da Unidade de Saúde no Pio 12 Foi realizada nes- ta quinta-feira, 20, a lici- tação para conclusão da obra de construção da Unidade Básica de Saúde (UBS) no Jardim Pio 12, que foi paralisada por abandono da construtora responsável. O novo pro- cesso licitatório foi venci- do pela empresa Terra No- bre. O próximo passo agora será a homologação do contrato e assinatura da ordem de serviço. Nesta nova etapa serão investidos R$ 247.230,57, recursos oriundos do Governo Fede- ral(MinistériodaSaúde),vi- abilizadosviaemendadode- putado federal Fernando Giacobo. Segundo o coor- denador geral do municí- pio, Carlos Garcia, a obra foi contratada em 2012 e já deveria estar em fase de conclusão, caso não fosse abandonada pela empresa. “Tomamos todas as provi- dências para garantir a conclusão da nova unidade de saúde sem prejuízos”, acrescentou. A obra, que mede 200 metros quadrados, será do- tada de recepção, consultó- rio médico, sala de vacinas, sala de curativos e coletas, farmácia, sala de esteriliza- ção, cozinha e banheiros. A nova UBS está sendo cons- truída na Rua Nelson Bit- tencourt Prado, ao lado da Escola do Trabalho. Além da UBS do Jar- dim Pio 12, outras unidades de saúde estão em constru- ção no Jardim Copacabana, Conjunto Avelino Piacenti- ni, bem como a UPA (Uni- dade de Pronto Atendimen- to na Asa Leste). Também serão construídas unidades de saúde no Conjunto Ha- bitacional Fortunato Per- doncini e no distrito de Pi- quirivaí, cujos recursos já foram viabilizados junto ao Governo Federal.
  4. 4. Página 04 Campo Mourão, 25 e 26 de agosto de 2015 PARANÁ NOTÍCIAS De segunda a sábado R$ 14,00 - Domingos e feriados R$ 16,00 - Marmitex pequena R$ 7,00 - Média R$ 9,00 - Grande R$ 11,00 Rua Santa Catarina, 2120 - Centro - Campo Mourão PR Fone: (44) 3017-1141 O restaurante do Moacir, localizado na área central de Campo Mourão, vem se tornando ponto de encontro de pessoas de toda região. A passeio ou a trabalho, muitas pessoas tem preferido o restaurante para fazer uma saborosa refeição. Com preços acessíveis e uma ótima qualidade,o restaurante já virou referencia na região da Comcam. Secretaria de Saúde de Luiziana vacinou 355 crianças no primeiro dia de Campanha contra Poliomielite O primeiro dia Campanha Nacional de Va- cinação contra a Poliomie- lite foi acompanhado de muita diversão no Centro de Saúde Celso Nogueira da Silva em Luiziana. Duran- te todo o Sábado, 15, o dia “D” de vacinação, as crian- ças que passaram pelo pos- to de saúde tomar a vacina puderam brincar na piscina de bolinhas, cama elástica, pintarem o rosto e cada cri- ança ganhou um algodão doce. A abertura oficial da Campanha de Vacinação contra a Poliomielite acon- teceu às 8h e prosseguiu durante todo o dia. A vaci- na oral poliomielite prote- ge contra três sorotipos do poliovírus. A paralisia infantil está erradicada desde 1989, quando foi registrado o úl- timo caso no Brasil, na Pa- raíba. No entanto, o vírus ainda circula no mundo, o que faz com que se mante- nha o alerta. A meta em Luiziana é vacinar até final do mês 489 crianças de seis meses a cinco anos incompletos de acordo com dados divul- gados pela Secretaria de Saúde de Luiziana. O primeiro dia de va- cinação foi acompanhado de perto pelo Secretario de Saúde de Luiziana Edson Liss e pela Chefe da Divi- são de Vigilância da 11ª Regional de Saúde, Eliza- beth Mitiko. Os profissionais de saúde vacinaram nesse sá- bado, 75% das crianças es- tabelecidas na meta, e tam- bém aproveitaram para avaliar a caderneta infan- til, alertando aos pais so- bre as vacinas que estão vencendo ou em atraso. Para quem não to- mou à vacina a campanha segue até dia 31 de agosto. De acordo com o Secreta- rio de Saúde de Luiziana, Edson Liss, a vacina é mui- to importante, para isso os pais estão convocados a ir ao posto de saúde levar seus filhos. “A vacina é ex- tremamente segura e pro- tege contra os três soroti- pos do poliovírus 1, 2 e 3. A eficácia da imuni- zação é em torno de 90% a 95%”, afirmou Edson Liss. Campo Mourão: 424 candidatos disputarão 17 vagas para agente de endemias O processo seletivo aberto pela prefeitura de Campo Mourão para con- tratação emergencial de 17 agentes de endemias atraiu 424 candidatos. O prazo de inscrição terminou nesta sexta-fei- ra (21). As entrevistas para seleção dos agentes serão feitas por psicólogos, dias 3 e 4 de setembro, na Secretaria Municipal de Saúde. As entrevistas foram organizadas por ordem al- fabética dos nomes dos candidatos: Dia 3/09, das 7h30 às 11h30 (A, B, C, D e E); das 13h30 às 16h30 (F, G, H, I, J e L). Dia 4/ 09, das 7h30 às 11h30 (M, N, O e P); das 13h30 às 16h30 (a partir da letra Q). Estudantes desenvolvem atividades enaltecendo os 60 anos de Goioerê Com objetivo de enaltecer a história do mu- nicípio de Goioerê nas últi- mas seis décadas um grupo de estudantes desenvolveu uma série de atividades comopesquisas,produçãode O sistema simplifica- do de seleção foi motiva- do pela necessidade tem- porária e urgente da pre- feitura contratar agentes para ajudar no combate a dengue. Para pleitear o cargo o candidato deve ter ensino fundamental com- pleto. As vagas são para contratação temporária (seis meses), prorrogável caso haja necessidade. A carga horária é de 40 ho- ras semanais e o salário R$ 942,03 mensal. Na próxi- ma segunda-feira (24) se- rão abertas inscrições para o concurso público, onde serão oferecidas vagas para contratação efetiva de agentes de endemias. textosedesenhosalusivosàs comemorações. Essas atividades fa- zem parte da programação da comemoração ao sexagé- simo aniversário de Goioe- rê. Os estudantes receberam um selo postal comemorati- vo dos 60 anos produzido pela Prefeitura e desafio para os estudantes foi es- crever cartas abortando fa- tos e temas importantes que ocorrem ou já aconte- ceram na cidade. O trabalho envolveu estudantes envolveu duas turmas de 5º ano das esco- las municipais José Jesus Ca- valcante e Jardim Primave- ra, além de duas turmas de contra turno escolar desen- volvido no Colégio Estadu- al Polivalente – Premen I e Escola Estadual Dr. Daniel Portela. Intitulada a ‘A minha história, faz parte da sua’, a tarefa dos estudantes do 5º das duas escolas municipais foi se corresponderem entre si relando experiências pes- soaissobrecomoémorarem Goioerê e o que mais admi- ra na cidade.
  5. 5. PARANÁ NOTÍCIAS Campo Mourão, 25 e 26 de agosto de 2015 Página 05 Deusperdoaqualquerpecado? (1) Sobre o perdão de Deus aos pecados que cometemos, a Bíblia é bem clara quando diz que “Se confessarmos os nossos pe- cados, ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados e nos purificar de toda injus- tiça” (1 João 1:9). O que Deus exige de nós é o arre- pendimento e a confissão. Essas duas ações demons- tram que estamos dispostos a construir uma nova his- tória, lutando contra o erro. A Bíblia é clara quando afir- ma que Deus perdoa sim o arrependido. (2) A única exceção apontada na Bíblia é contra o pecado de blasfêmia con- tra o Espírito Santo. A Bí- blia afirma que esse pecado é imperdoável. Explicamos o que ele significa na maté- ria abaixo. Mas em linhas gerais, aquele que comete esse pecado imperdoável não chega a se arrepender, pois permanece na dureza de seu próprio coração. Não é o seu caso, com certeza. (3) Algumas pessoas, porém, são tomadas por um sentimento de culpa tão grande, que muitas vezes, chegam a questionar se Deus as perdoou. Mas na realidade o que ocorre é que a própria pessoa não se per- doa. Muitas vezes temos expectativas de agir de uma forma, mas agimos de ou- tra e decepcionamos a nós mesmos. O apóstolo Paulo observou muito bem essa realidade: “Porque não faço o bem que prefiro, mas o mal que não quero, esse faço” (Romanos 7:19). O di- abo se aproveita muitas ve- zes dessa nossa decepção com nós mesmos e nutre a nossa culpa, de forma que, mesmo perdoados por Deus, ainda nos culpamos. Nesse caso, precisamos aprender a nos perdoar e a nos dar uma nova oportu- nidade de fazer diferente assim como Deus nos dá. (4) É importante ob- servar também que às ve- zes achamos que Deus não irá perdoar determinado pecado por acharmos que ele é muito grave. Realmen- te, existem pecados muito graves, mas a Bíblia nos mostra que Deus sempre acolherá o arrependido: “Sacrifícios agradáveis a Deus são o espírito que- brantado; coração compun- gido e contrito, não o des- prezarás, ó Deus” (Salmos 51:17). Jesus mostrou essa realidade quando perdoou uma prostituta, quando per- doou um ladrão que fora crucificado ao Seu lado, quando se aproximou de pessoas que tinham come- tido pecados graves e as transformou. (5) Assim, concluí- mos que Deus sempre per- doará o arrependido, mas que o arrependido precisa também se perdoar e bus- car construir uma nova his- tória, agora seguindo aqui- lo que agrada a Deus, vi- vendo uma nova vida. Foi o que Paulo observou na vida dos crentes de Éfeso, quando testificou a mudan- ça de vida deles: “Pois, ou- trora, éreis trevas, porém, agora, sois luz no Senhor; andai como filhos da luz” (Efésios 5:8). “Por isso, vos de- claro: todo pecado e blasfêmia serão perdoados aos ho- mens; mas a blasfê- mia contra o Espí- rito não será per- doada.” (Mateus 12.31). Para compreender bem essa difícil passagem precisamos entender seu contexto. Tudo ocorreu quando Jesus fez a cura de um endemoninhado cego e mudo: “Então, lhe trouxeram um endemoninhado, cego e mudo; e ele o curou, passando o mudo a falar e a ver.” (Ma- teus 12.22). Essa cura pro- vocou admiração na multi- dão, que buscava encontrar respostas ao que presencia- ram (Mt 12.23) e uma rea- ção negativa por parte dos fariseus, que acusaram Jesus de estar a serviço do Diabo (Mt 12. 24). Jesus é duro com eles e, nesse contexto, declara que a blasfêmia con- tra o Espírito Santo não será perdoada nem nesse mundo nem no porvir (Mt 12.32). Mas como entender o que é essa blasfêmia menci- onada por Jesus? Tem-se entendido que essa expres- são está ligada a um “peca- do eterno” e não a um “juí- zo eterno”. Isso significa que a pessoa que blasfema contra o Espírito Santo não é aquela que de alguma for- ma fez algo contra Deus, mas tem seu coração arre- pendido, mas é aquela que, por causa de seu coração duro – à semelhança dos fa- riseus – não se arrepende de sua atitude contumaz con- tra o Espírito de Deus. Nes- se sentido elas permanecem em um estado de increduli- dade tal que não se arrepen- dem e, por isso, não são perdoadas. As- sim, não é um único pecado que traz a elas o juízo de con- denação de Deus, mas o fato de manterem-se nesse estado de “pecado eterno” sem arrependimen- to. Algumas pessoas têm dificuldades de entender isso na prática. Será que eu já blasfemei contra o Espí- rito Santo e não sou salvo? Será que estou debaixo des- se pecado imperdoável por tudo que fiz no passado? Será que já cometi esse ato e não terei mais oportuni- dade de ser agradável aos olhos de Deus, de gozar a salvação e o céu? De forma prática, muito mais fácil do que en- tender com exatidão o que Jesus quis dizer nessa pas- sagem, é entender que se al- guém tem sinais de arrepen- dimento de seus pecados em seu coração, crê em Jesus Cristo como o Salvador, crê no poder de Deus, etc., essa pessoa não pode ter cometi- do o pecado imperdoável. Sinais de arrependimento, pra mim, são sinais claros de que a pessoa não cometeu esse pecado. D. L. Moody diz que “A essência do “pecado eter- no” é a atitude do coração que sustenta o ato.”. Isso quer dizer que o coração da- quele que está embrenhado nesse pecado, sempre sus- tentará esse pecado com uma atitude de incredulida- de para com Deus, sem ne- nhum arrependimento dele. Ou seja, quando al- guém tem uma atitude de credulidade evidente, não pode estar debaixo desse pecado. Assim, não há mo- tivo para desesperar-se achando que você pecou contra o Espírito Santo e não será mais perdoado. O próprio desespero em não ser perdoado é uma mostra do quão grande desejo se tem de ser perdoado por Deus e ter a paz do Espíri- to. Aquele que permanece no pecado imperdoável nunca sentirá isso em seu coração impenitente e duro, nunca se preocupará se co- meteu ou não esse pecado. (Por André Sanches via esboçando ideias) O paraíso completo Dois homens do censo chegam a uma casa e perguntam: - Qual seu nome? - Adão. - E o nome de sua mulher? - Eva. Um dos homens não aguentando aquela situação, com um sorriso no rosto, pergunta: - Incrível! Por acaso a cobra vive aqui também? - Só um momento: Amor chame sua mãe lá! Piada Por onde andas? Impossível não lembrar de Darryl em ‘Splash: Uma Sereia em Minha Vida’ (1984). Daryl Christine Hannah nasceu em 1960 e após sua estreia no cinema em 1978, Hannah participou de vários filmes em Hollywood na década de 1980, entre eles Blade Runner, Splash, Wall Street, Roxanne e em 2003 apareceu em Kill Bill. MEMÓRIA VIVA Meu Paraná querido Hotel Maringá: Foto Jean Mazon, 1952 Planejada pela em- presaCompanhiadeMelho- ramentos do Norte do Para- ná, em 10 de maio de 1947, Maringá foi uma vila e de- pois, distrito do município de Mandaguari, sendo ele- vada à categoria de municí- pio pela Lei nº 790, de 14 de fevereiro de 1951. Origem do nome - Desbravadoresencontraram um ribeirão e deram-lhe o nomedeMaringá,provavel- mente inspirado na canção deJoubertdeCarvalho.Esse córregofoibatizadopeloSe- nhor Raul da Silva, na épo- ca, Chefe do Escritório de Vendas da Companhia Me- lhoramentosNortedoPara- ná, em Mandaguari. O nome desse córre- go passou ser o nome da fu- tura cidade. Assim, Maringá recebeu o nome da canção, que por sua vez também tem sua história. Morava na cidade de Pom- bal, interior da Paraíba, numa ruazinha coberta por ingazeiros, uma linda cabo- cla de nome Maria do Ingá. Era filha de retirantes nor- destinos, dona de uma be- leza encantadora, de corpo bem feito, pele morena, olhos e cabelos negros. Ma- ria fascinava a todos inspi- rando ardentes paixões. Um dia, uma seca inclemente, levou a linda Maria, deixan- do o político Rui Carneiro desoladodetristeza.Bairris- ta como todo nordestino, Rui pediu ao amigo Joubert de Carvalho, que fizesse uma música que exaltasse a mulher amada e sua terra natal. Para o famoso com- positor não foi difícil fazer a combinaçãopoéticadaMa- ria do Ingá. Na fusão das palavras de Maria mais Ingá, surgiu Maringá, dando origem a Canção“Maringá,Maringá”, que por volta de 1935, es- tourava nas paradas de su- cessos.
  6. 6. Página 06 Campo Mourão, 25 e 26 de agosto de 2015 PARANÁ NOTÍCIASCidades Candidatos ao Conselho Tutelar de Luiziana participam de reunião com Promotor de Justiça Na última semana, na Câmara Municipal de Luiziana, aconteceu uma reunião entre Comissão Especial Eleitoral, Conse- lho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescen- te – CMDCA, candidatos ao Conselho Tutelar e o Pro- motor de Justiça Luciano Matheus Rahal. Vários assuntos fo- ram tratados durante o en- contro, mas o principal ob- jetivo foi repassar as regras e esclarecer dúvidas sobre a Campanha Eleitoral dos candidatos ao Conselho Tutelar. Foi realizado ainda pela Comissão eleitoral o sorteio dos números dos candidatos para identifica- ção na cédula de votação e o credenciamento dos fis- cais dos candidatos para o dia da Eleição. Os novos conselhei- ros terão mandato de qua- tro anos e serão escolhidos por eleitores Luizianenses em dia com a Justiça Elei- toral, que irão às urnas no dia 04 de outubro. Haverá dois locais de votação a Câ- mara de Vereadores e no Projeto Luz das 08h às 17h. O certame é organi- zado pelo Conselho Muni- cipal dos Direitos da Crian- ça e do Adolescente (CMD- CA). A posse dos membros do Conselho Tutelar será concedida pelo Presidente do CMDCA local, no dia 10 de janeiro de 2016. São 13 candidatos inscritos, além dos 05 (cin- co) candidatos mais vota- dos, também devem tomar posse, pelo menos, 05 (cin- co) suplentes. Deputado Evandro Junior libera recurso paraAraruna O Deputado Esta- dual Evandro Junior (PSDB) conseguiu uma li- beração de recursos para aquisição de Van ou Ambu- lância zero km para o mu- nicípio de Araruna. O pre- feito Fabiano Antoniassi agradeceu ao deputado e também ao vereador Wag- ner Malaco assim como o vice-prefeito Claudemir Brambilla pelo empenho junto ao deputado. “Esse veículo dará maior quali- dade ao transporte de nos- sos munícipes”, disse o prefeito. ACOMPANHE OS TRABALHOS DOS VEREADORES DE PEABIRU Cascalhamento Por meio de Indi- cação, o vereador Claudi- no de Oliveira Lino, so- licitou ao Executivo Mu- nicipal, para que viabili- ze a adequação com o cascalhamento do carre- ador no final da Rua Nar- ciso Simão, sentido a chá- cara do Afonsinho. Em sua justificativa, o vere- ador alega que a solicita- ção é um pedido dos mu- nícipes que utilizam este carreador e reclamam que o mesmo se encontra praticamente intransitável. “Portan- to, esperamos contar com a compreensão do Executivo no que tange ao seu atendimento, pois se trata de uma manutenção simples e sem grande ônus para o municí- pio”, disse Claudino. Ponto de ônibus para estudantes Os vereadores Felício Palma Junior e Josinel Pezini dos Santos solici- taram para que dentro de suas prerrogativas admi- nistrativas viabilize a ins- talação de abrigos (ponto de ônibus coberto) para os estudantes e trabalhadores de nossa cidade que se des- locam para outros municí- pios, nos moldes dos ins- talados no Município de Araruna. Cascalhamento próximo a Santa Lucia Felício Palma Junior ainda solicitou que seja providenciado o cascalhamento da estrada que passa pelo Rio conhecido como Rio 28, próximo à Comunidade da Santa Lucia. Em sua justificativa, o vereador relatou que a solicitação vem de encontro ao pedido de muitos moradores daquela região, pois ficam isolados em dia de chuva devido o alto nível de Aclive próximo a referida ponte do Rio 28, ponte esta que foi reformada recentemente e a colocação do cascalho completaria o serviço muito esperado pelos moradores da região. “Festa do Carneiro ao Vinho” Os vereadores Josinel Pezini dos Santos (foto) e Claudino de Oli- veira Lino, solicitaram que seja enca- minhado ao Executivo Municipal, para que o mesmo repasse a realização da “Festa do Carneiro ao Vinho” para as instituições organizadas do município, com o apoio da Prefeitura Municipal. Segundo eles, a solicitação é em virtude da festa realizada no último final de se- mana, onde ficou comprovado que as instituições organizadas de nosso Mu- nicípio podem realizar a festa com su- cesso, sem precisar de grande investi- mento da prefeitura. Porém a Prefeitura Municipal pode apoiar a rea- lização da festa em ajuda a essas instituições. Supercreche Por meio de Requerimento, o verea- dor Ângelo Prudêncio de Britto, solicitou quesejaencami- nhado ao Exe- cutivo Munici- pal, para que o mesmo envie ao Poder Legislati- vo, o que abaixo segue: Cópia do termo de con- clusão da obra da Supercreche. O vereador Osmar Pe- reira enviouumrequerimentoao ExecutivoMunicipal,solicitando que seja informado ao Poder Le- gislativo como se encontra a ambulância do Município que se Visita ao Tribunal de Contas No último dia 18, os vereadores Ângelo Prudêncio de Britto, Cícero Souza da Silva e Osmar Pereira, estiveram fazendo uma visita ao Tribunal de Justiça do Estado do Paraná. A visita segundo eles foi para tratar de assuntos do interesse do município. Ambulância e cópia de documentos envolveu em um acidente, se esta sendo consertada ou substituída porumanova,umavezqueoMu- nicípio não pode ficar sem este importante veículo. “Nossa solicitação funda- menta-se no exercício da função fiscalizadora, atribuída pela Constituição Federal, e na Lei orgânica Municipal, ao Poder Le- gislativo, que pode ser exercida sobre qualquer ato ou fato rela- cionado com a administração pú- blica, neste caso concreto, trata- se solicitar informações específi- ca sobre a situação de determi- nada ambulância, importante para o serviço de saúde do Mu- nicípio”, explicou Osmar Pereira - Botinha. Botinha também requereu que seja oficiado Excelentíssimo Prefeito Municipal, solicitando que seja informado ao Poder Le- gislativo conforme segue: - Se foi realizado a aliena- ção de bens imóveis pertencen- tes ao domínio público por con- corrência, objeto da Lei Comple- mentar n.º 36/2015 de 13 de no- vembro de 2014; - Caso afirmativo, enviar cópia da matrícula do terreno ad- quiridopeloMunicípiocomova- lor arrecadado, conforme pará- grafo único do art. 2º da referida lei. “trata-se de solicitar informa- ções acerca dos recursos prove- nientes de alienação de bens, aci- ma especificado, caso tenha sido realizado tal pleito”, esclarece Botinha.
  7. 7. Campo Mourão, 25 e 26 de agosto de 2015 Página 07PARANÁ NOTÍCIAS Governo Richa eAlckmin criticam decisão da STN de suspender aval a empréstimos O governador Beto Richa e o governador de São Paulo, Geraldo Alck- min, defenderam nesta sex- ta-feira, 21, uma mudança estrutural, com amplas re- formas, para o Brasil sair da crise e recuperar a capaci- dade de investimento. Eles se reuniram no Palácio Iguaçu com representantes das principais entidades do setor produtivo, que inte- gram o G7. Antes, os dois gover- nadores discutiram, em en- contro fechado, a decisão da Secretaria do Tesouro Na- cional (STN), do último dia 14, de suspender o aval a empréstimos internacionais contratados por estados e municípios. A medida com- promete financiamentos de US$ 517,2 milhões no Pa- raná. Serão afetados três fi- nanciamentos do Paraná com o Banco Interamerica- no do Desenvolvimento (BID): Programa Estraté- gico de Infraestrutura e Logística de Transporte (US$ 300 milhões), Paraná Seguro (US$ 67,2 milhões) e Paraná Urbano III ( US$ 150 milhões). “A medida contraria o que nos havia dito a presi- dente Dilma, na reunião com os governadores, e, mais uma vez, fere o equilí- brio da federação, pois es- tados e municípios são obri- gados a pagar a conta do ajuste fiscal que o governo federal não consegue fazer”, afirmou o governador Beto Richa. Ele disse que os es- tados do Paraná e de São Paulo começaram nesta reunião a estudar as medi- das que serão adotadas em conjunto para reverter a decisão do Tesouro Nacio- nal. Geraldo Alckmin afirmou que a maioria dos estados já tem o espaço fis- cal aprovado, o chamado Programa de Ajuste Fiscal (PAF). “Os financiamento são fundamentais para po- der expandir malha rodovi- ária, ferroviária, saneamen- to, aeroportos. A infraestru- tura logística e a constru- ção civil é que seguram o emprego, então os financi- amentos são muito impor- tantes para gerar mais em- pregos e reduzir o custo Brasil”, afirmou ele. ADIAR INVESTIMEN- TOS - A medida atinge Pa- raná, São Paulo, Mato Grosso, Paraíba, Amazo- nas, além do Distrito Fede- ral. Segundo o governo do Paraná, a decisão obrigará o Estado a adiar investi- mentos que são imprescin- díveis para a melhoria da in- fraestrutura estadual. “O Brasil criou um fe- deralismo que funciona com uma cabeça hipertrofiada e com o corpo que fica à mín- gua. Aqueles que estão per- to da população, que são os estados e municípios, que devem prestar serviços pú- blicos, ficam mais fragiliza- dos, o que não é bom para o Brasil”, afirmou Alckmin. Segundo ele, o governo fe- deral vem tentando fazer superávit primário às cus- tas dos estados. AJUSTE FISCAL - O go- vernador de São Paulo elo- giou o ajuste fiscal implan- tado pelo Paraná. Segundo ele, o Paraná é um exem- plo positivo de como lidar com a crise econômica. “O Estado se anteci- pou e recuperou a capaci- dade de investir, com foco em infraestrutura, logísti- ca e competitividade”. Para Alckmin, para sair da crise econômica, o Brasil terá que investir em infraestrutura, que tem for- te potencial para geração de emprego, e aproveitar o câmbio e priorizar as ex- portações, além de avançar nas reformas política, tribu- tária e administrativa. CRISE - O argumento dos técnicos da equipe econômi- ca do governo federal para adotar uma postura mais rí- gida nos empréstimos dos estados é de que, com a pio- ra da crise e rebaixamento da nota de crédito do Brasil pelas agências de classifica- ção, as operações em moeda estrangeira vão ficar mais caras e poderiam piorar as condições financeiras dos es- tados. O assunto foi tratado na última reunião da Comis- são de Financiamentos Ex- ternos (Cofiex), órgão vin- culado ao Ministério do Pla- nejamento e encarregado de liberar os financiamentos de organismos internacionais a governos locais. No entanto, o Para- ná está entre os estados que mais reduziram a rela- ção entre dívida consolida- da líquida e receita corren- te líquida. Essa proporção, que era de 90,87% em 2010 caiu para 55,14% em abril deste ano. SETOR PRODUTIVO – Em conversa com os re- presentantes do G7, gru- po formado pela Federa- ção das Indústrias do Es- tado do Paraná (Fiep), Fe- deração da Agricultura do Estado do Paraná (Faep), Federação e Organização das Cooperativas do Esta- do do Paraná (Fecoopar), Federação do Comércio do Estado do Paraná (Feco- mércio-PR), Federação das Empresas de Trans- porte de Cargas do Esta- do do Paraná (Fetranspar), Associação Comercial do Paraná (ACP) e Federação das Associações Comerci- ais e Empresariais do Es- tado do Paraná (Faciap), os governadores manifes- taram preocupação com o agravamento da crise eco- nômica nacional e seus efeitos no setor produtivo. Para Alckmin, o Pa- raná tem uma vantagem de ter sua economia diver- sificada e com grande par- ticipação do agronegócio. “Mas todos teremos que suar a camisa de forma re- dobrada”, finalizou. Serão afetados três financiamentos do Paraná com o Banco Interamericano do Desenvolvimento (BID): Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transporte (US$ 300 milhões), Paraná Seguro (US$ 67,2 milhões) e Paraná Urbano III (US$ 150 milhões). “A medida contraria o que nos havia dito a presidente Dilma, na reunião com os governadores, e, mais uma vez, fere o equilíbrio da federação, pois estados e municípios são obrigados a pagar a conta do ajuste fiscal que o governo federal não consegue fazer” Beto Richa. Paraná se une com investidores para construir a ferrovia Norte-Sul O Governo do Esta- do, a bancada federal para- naense e o setor produtivo vão unir esforços na busca de investidores para a im- plantação da ferrovia Nor- te-Sul no Estado. O minis- tro dos Transportes, Anto- nio Carlos Rodrigues, apre- sentou nesta sexta-feira, 21, em Curitiba, Estudo de Vi- abilidade Técnica, Econô- mica e Ambiental (EVTEA) da ferrovia em encontro com o setor produtivo na Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep). A vice-governadora, Cida Borghetti, acompa- nhou a apresentação. No traçado apresen- tado, a ferrovia Norte-Sul passa por 31 municípios do Paraná, vem por Panorama (Sp) e segue pelas regiões de Maringá, Campo Mourão, Cascavel e Pato Branco. “É um primeiro estudo ainda. Não há um traçado defini- do, há uma diretriz”, disse Rodrigues. Segundo o ministro, o próximo pas- so é divulgar o estudo para atrair a iniciativa privada. “Possivelmente vamos abrir uma PMI (Procedimento de Manifestação de Interesse) e ver quem tem interesse na concessão”, disse. O trecho na região Sul da ferrovia inicia na di- visa do Paraná com Pano- rama (SP) e vai até o Porto de Rio Grande (RS). São mais de 1,7 mil quilômetros de ferrovia. A estimativa é de R$ 20 bilhões de inves- timentos. INVESTIDORES - A vice-governadora Cida Borghetti afirmou que vai levar todos os estudos e le- vantamentos feitos pelo Ministério dos Transportes para a Rússia, onde cumpri- rá agenda oficial em setem- bro. “Vamos apresentar esse material e buscar in- vestidores nacionais e inter- nacionais para consolidar a obra que é aguardada com muita expec- tativa por todos os segmentos produtivos do Pa- raná e da região Sul”, disse Cida. Segundo ela, o trecho vai criar uma alternativa eficiente para a exportação da produção paranaense com o aumento na movi- mentação dos portos da região. A vice-governadora destacou que os três esta- dos do Sul estão unidos pela obra. “Há um alinha- mento aqui entre o Paraná, Santa Catarina e Rio Gran- de do Sul. O Governo do Estado vai fazer a articu- lação e dar o suporte neces- sário para que a ferrovia Norte-Sul seja licitada em breve”, reforçou. O presidente da Fiep , Edson Campagnolo, afir- mou que o potencial de transporte de cargas das re- giões por onde a ferrovia passará justificam o inves- timento. “Qualquer investi- dor vai perceber que essa ferrovia é uma grande oportunidade por ser alta- mente viável”, disse. O encontro reuniu os representantes de todos os setores produtivos do Esta- do, prefeitos e lideranças empresariais das regiões por onde a ferrovia pode passar. TÉCNICO - O EVTEA foi produzido pela Valec Enge- nharia, Construções e Fer- rovias, empresa estatal vin- culada ao Ministério dos Transportes. O presidente da Valec, Mário Rodrigues, explicou que a definição fi- nal do traçado vai incluir a quantidade e o tipo das car- gas e a viabilidade econô- mica. “O que nós estamos buscando é que efetiva- mente essa ferrovia se con- cretize. Não estamos olhando para um município ou outro. Nós temos que buscar o que mais agrega ao traçado para que ele seja viável”, disse. Também participa- ram do encontro o secre- tário-chefe da Casa Civil, Eduardo Sciarra; o presi- dente da Ferroeste João Vicente Bresolin; a sena- dora Gleisi Hoffmann; os deputados federais João Arruda, Luciano Ducci, Alex Canziani, Toninho Wandscher, Marcelo Beli- nati e Cristina Yared; o de- putado estadual Tadeu Ve- neri, prefeitos, vereadores e lideranças.
  8. 8. PARANÁ NOTÍCIASPágina 08 Campo Mourão, 25 e 26 de agosto de 2015 Especial As jovens interessadas em concorrer ao título de Miss de Campo Mourão já podem fazer a inscrição na Agência Larissa José (Rua Armelindo Trombini, 2778 ou pelo fone 9874-3311). A inscrição é grátis e vai até 30 de setembro. O con- curso Miss de Campo Mourão será realizado no dia 21 de novembro, no Celebra Eventos. Pelo segundo ano consecutivo o concurso será coor- denado pela Agência Larissa José, com apoio do municí- pio, através da Fundação Cultural. Além da miss, também serão eleitos o Mister, Rainha, Miss Infantil, Miss Juvenil, Miss Teenager e Miss Baby (2 a 4 anos). A atual Miss Campo Mourão é Lohana Mormul e a miss teenager, Bruna Gabriele, eleitas no concurso do ano passado. Inscrições abertas para o Concurso Miss Campo Mourão Maratona Noturna mais uma vez com grande participação Mais uma vez, nes- te sábado, 22, Campo Mou- rão foi movimentada pela 4ª Etapa da Maratona Notur- na “Saia de Casa Correndo”. A promoção do Município, por meio da Fundação de Esportes (Fecam), tem mo- vimentado ao longo das eta- pas um imenso número de participantes, chegando a 700 pessoas nas duas últi- mas, que foram realizadas na área central da cidade. O percurso foi de quatro qui- lômetros, basicamente na Avenida Manoel Mendes de Camargo, com largada em frente à Prefeitura Munici- pal. A próxima etapa, a pe- núltima deste ano de 2015, será no dia 24 de outubro, na Avenida Armelindo Trombini. Além dos mourãoen- ses, que estão saindo pra rua com o objetivo de deixar o sedentarismo de lado, mui- tos participantes estão vin- do de fora da cidade. É o caso do Grupo Saia de Tê- nis, vindo de Goioerê, há aproximadamente 80 quilô- metros de Campo Mourão. Vieram em 22 participan- tes, todos com muita anima- ção e com vontade de fazer bonito. Veronice Sandrini veio pela primeira vez, re- cebendo ótimas referências. “A cidade é muito legal e a maratona, um sucesso. Te- nho 41 anos e estou come- çando na atividade, mas com muita força de vonta- de. O importante é a nossa saúde e também, evidente- mente, como no nosso caso, o espírito de equipe”, des- tacou, reforçando a união do grupo vindo daquela cida- de. Os Coiotes Running, de Maringá, também vie- ram. Já participantes de várias maratonas na Re- gião Noroeste do Estado, o grupo, que é bastante ativo, veio pela segunda vez a Campo Mourão, sendo a primeira na Mara- tona Noturna. Miriam Mas- sae Ishikawa, 42 anos, dei- xou claro que o grupo vem procurando correr em vári- as cidades territorialmente próximas a Maringá, para estar divulgando a forma como a corrida vem mudan- do a forma de vida das pes- soas. “É um estilo novo de vida, não necessita ser com- petitivo, mas sim valorizan- do o prazer de fazer uma ati- vidade física, como é o caso desta própria maratona, que busca inserir aqueles que se encontram sedentários”, afirma a participante. Correndo, ou cami- nhando, crianças, adolescen- tes, jovens, adultos e até mesmo idosos, garantiram sua participação, cada um respeitandooslimitesdoseu corpo, superando o sedenta- rismo. O número de partici- pantes só vem aumentando, e a organização, a cada eta- pa realizada, traz uma novi- dade, como forma de garan- tir a boa qualidade do even- to a todos os participantes. Aos que completarem no mínimo cinco etapas, o Amazônico Gastronomia Bistrô e a Sol e Lazer Pisci- nas oferecerão um kit (pre- miação especial). A Marato- na Noturna “Saia de Casa Correndo” é cir- cuito pedestre de corrida, ou cami- nhada de rua, onde todos os participantes de- vidamente ins- critos recebem uma medalha es- pecial como mé- rito de participa- ção. O apoio é doTirodeGuer- ra 05-019, 11º Batalhão da Polícia Militar, Secretarias Municipais da Saúde, Obras e Serviços Pú- blicos e Agricultura e Meio Ambiente; Diretoria Muni- cipal de Trânsito (Diretran) e Faculdade Unicampo. Realização e Parceria - A realização é do Municí- pio de Campo Mourão, por meio da Fundação de Es- portes (Fecam) – Departa- mento de Qualidade de Vida, com patrocínio é de Amazônico Gastronomia Bistrô, com apoio das aca- demias Coliseu, Athletic Sport, Sesc (Ginástica Mul- tifuncional), Evolução, Po- wer, X-Play, Clube 10 de Outubro, Clini Fit, Trai- ner e Studio Corpo, além de Ricardo Allemann As- sessoria Esportiva, Asso- ciação dos Corredores de Campo Mourão (Acorre- cam), Stúdio Fitness, Bio Fitness, Pró-Umb (Supe- rando seus Limites), Ma- rkine Fight, Crossfit Araucária, Vida Fit - Stu- dio de Treinamento Funci- onal, Clinísport e Clube de Corrida Juliana Martins.

×