Jornal Paraná Notícias

8.224 visualizações

Publicada em

A informação como ele é.

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.224
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7.247
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal Paraná Notícias

  1. 1. Como é a vida de uma pessoa que se desvia dos caminhos do Senhor? “Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal” (Mateus 6: 34) Campo Mourão, 12 de agosto de 2015 Pág. 06 Pág. 07 Pág. 02 Pág. 02 Sociedade Notícias Expo Goio 2015 Galeria de fotos Barracas Chrystian e Ralf Pág. 02 Pág. 04 Pág. 05 Pág. 08 Pág. 03 Pavimentação asfáltica nos bairros A prefeitura de Campo Mourão em um trabalho continuo de melhorias nos bairros, intensificou ações de pavimentação asfáltica e galerias pluviais em ruas do Jardim Maria Barleta e também no Cidade Nova. MELHORIAS Apoio aos municípios O governador Beto Richa recebeu nesta segunda-feira, 10, no Palácio Iguaçu, em Curitiba, prefeitos de 35 municípios, de diversas regiões do Paraná. Richa assinou autorização de licitações para novas obras e para compra de equipamentos rodoviários e, também, a homologação de licitações já concluídas. Concluídas obras de 17 casas do Programa Minha Casa Minha Vida Rural em Luiziana O encontro aconteceu na Câmara de Vereadores de Luiziana, na tarde de quinta-feira, 06, e reuniram produtores rurais contemplados com o Programa Minha Casa Minha Vida Rural. O Programa Minha Casa Minha Vida Rural, concluiu casas para 17 famílias em Luiziana, cada residência no valor de 28 mil reais, que já estão 100% concluídas. Pág. 03 C. Mourão: acontece hoje “Desafios do Crescimento” Centro de Saúde de Mamborê é reformado Prefeitura de Roncador revitaliza de ruas no Jardim Anchieta Pág. 08 Deputado Estadual Márcio Nunes visita Luiziana Pág. 06 Pág. 06 Pág. 06 Pág. 06
  2. 2. & Fatos “ FRASE Política O único lugar onde o sucesso vem antes do trabalho é no dicionário.” Albert Einstein PARANÁ NOTÍCIASPágina 02 Campo Mourão, 12 de agosto de 2015 Antes de Goioerê Esse ano o municí- pio de Goioerê completou 60 anos, mais precisamen- te, na última segunda-feira. São 60 anos de muitas his- tórias que marcaram a co- lonização do município, um lugar repleto de pessoas importantes que ajudaram a construir a história dessa cidade, mas passados 60 anos, talvez poucas pessoas possam contar isso desde o começo. Não sei informar ao certo se existem outras pes- soas que chegaram aqui em 1951 e ainda estão vivas para contar essa história. Meu pai, personagem prin- cipal dessa história, não soube me informar sobre isso. O que ele disse, foi que, tem muitas histórias sobre colonização do Vale do Piquiri, sim, Vale do Piquiri, como era conheci- do à região entre Campo Mourão e Cascavel, que hoje se encontra Goioerê, Rancho Alegre D’Oeste, Quarto Centenário e Jara- catiá, este último, mais an- tigo que o próprio Goioe- rê, segundo ele. Em 1945, Antônio Landim da Cruz com 20 anos, saiu de Aurora, no sul do Ceará, para a capital pau- lista onde serviu o exerci- to, depois, rumou para Pre- sidente Prudente onde ti- nha uma irmã e ficou naque- la região até 1951. Quando estava dis- posto conhecer novas ter- ras, regiões que ainda esta- vam sendo desbravadas, Antônio Cearense, como já era conhecido, decidiu ir para o Paraná em busca de fazer a vida. Veio direto para Cam- po Mourão e depois de uma semana conhecendo a re- gião, decidiu então ir para o Vale do Piquiri. Contratado por fazendeiros da capital do estado, ele chegou o que é hoje Goioerê, e juntamente com um agrimensor, tive- ram a missão de fazer a di- visão das glebas 14 e 15. Seu Antônio Cearen- se disse que não havia nada, apenas uma estrada dividin- do duas fazendas, a fazenda Cruzeiro e a Scarpari, essa estrada estaria hoje, onde se encontra a Avenida 19 de agosto. “A movimentação em torno do que seria um novo município começou em 1953,comachegadademais gente”, afirmou. As histórias desse pi- oneiro que é um dos mais antigos de Goioerê serão contadas em dezembro na versão em revista do Jornal Paraná Notícias. Histórias como a primeira eleição re- alizada em 1956 e as que se- guiram também. As derru- badas da mata virgem, as primeiras plantações, o ciclo da hortelã, do café e do al- godão. E também a tristeza em ter que enterrar a pri- meira pessoa no cemitério que ainda estava em fase de conclusão. “Queriam enter- rar meu amigo em qualquer lugar, eu disse que ele não era qualquer um, ele foi meu primeiroamigo,apessoaque me ajudou quando cheguei aqui”, disse seu Antônio, re- ferindo-se a “José Hominho Paraguai”, um exímio agri- mensor, natural do país vi- zinho, que, juntamente com ele, dividiram as primeiras fazendas da região e que in- felizmente, morreu em um tiroteio, coisa comum na- quele tempo. “Zé Hominho” foi enter- rado no cemitério municipal, mesmo contra a vontade de alguns. Seu Antônio, hoje com 90 anos, fala também sobre ter que ir até Cam- po Mourão em um carroçãoderodasde ferro. “Um dia para ir, outro para fazer compras e outro para voltar, mas isso somente quando o rio estava baixo, porque ainda não haviam pontes”, relata ele. Cearen- se também explica que, como toda colonização, fo- ram inevitáveis os confron- tos contra aqueles que que- riam a terra a qualquer cus- to. “Sofri algumas embosca- das, tudo isso, na luta pela terra, mas eu precisava de- fender o direito de quem ti- nha a escritura”, referindo- se aos seus patrões da capi- tal do estado e também do norte pioneiro. “Não foi fácil, mas eu nunca recuei e a coloniza- ção seguiu, porque era as- sim que tinha que ser”, diz emocionado. Essas e outras histó- rias serão relatadas em de- zembro no Paraná Notícias em revista, especial Goioe- rê 60 anos – Histórias de um pioneiro. (Por Ed Claudio M. Cruz) Deputado Estadual Marcio Nunes visita Luiziana O Deputado Esta- dual Marcio Nunes (PSC), esteve na tarde dessa sex- ta-feira, 07, no Gabinete do Prefeito de Luiziana Mau- ro Alberto Slongo, onde foi recepcionado pelo prefeito, vereadores e várias autori- dades. Marcio Nunes apro- veitou a visita para agrade- cer o apoio recebido pelo Prefeito Mauro Slongo, au- toridades e moradores du- rante as eleições. A vista em Luiziana faz parte de um cronograma de visitas que estão sendo feitas por Mar- cio Nunes em toda a região da Comcam. O prefeito Mauro Slongo, enalteceu o traba- lho do Deputado Marcio Nunes, que já nos primeiros meses de seu mandato tem lutado por Luiziana, através do Deputado Marcio Nunes Luiziana será contemplada com fresado de asfalto e também recebera um veícu- lo Zero km que será utili- zado pelo Conselho Tutelar. O prefeito já anun- ciou que o fresado de asfal- to será utilizado na estrada da Comunidade de Vali- nhos, atendendo um pedido dos produtores daquela re- gião. O fresado de asfalto é o material resultante da re- tirada de uma ou mais ca- madas do pavimento asfál- tico, por processo mecâni- co a frio, quando são feitas as manutenções nas Estra- das e cedido através do De- partamento de Estadas e Rodagem (DER). “Quero agradecer ao deputado por priorizar a nossa cidade, nesse momen- to em que se fala de crise em todo o Brasil nosso muni- cípio receber esse material para a estrada da Comuni- dade de Valinhos e um vei- culo Zero Km para o Con- selho Tutelar é uma gran- de conquista”. O prefeito durante discurso falou também que na semana esteve em Curi- tiba e o Deputado Marcio Nunes foi pessoalmente junto a Secretaria de Esta- do Infraestrutura e Logís- tica (SEIL), em audiência com o Secretario Pepe Ri- cha, que além do material fresado, buscou informa- ções sobre o projeto Cami- nho das Pedras, pedido já foi pelo prefeito de Luiziana para a implantação de 3,5km de pedras sextavada na Rua Mario Fernandes de Moraes. Além da visita na secretaria de educação do estado solicitando a refor- ma completa do Colégio Estadual Adaucto da Silva Rocha. “Ter um representan- te na Assembléia Legislati- va do Paraná é ter a certe- za que nossa cidade sempre estará inclusa nos progra- mas e projetos para benefi- ciar nossa população”, fina- lizou Mauro Slongo. PSDC se organiza em Ararauna André Pintro Presidente e Marcia Eliana Rezende vice- presidente O Partido Social Democrata Cristão já está organiza- do em Araruna. Segundo o presidente da agremiação cristã, André Pintro, o partido tem uma base forte e está focada na juventude e nos valores cristãos. “Vamos resgatar novamen- te o interesse da juventude em participar da política”, disse o presidente que está organizando o partido para disputar as próximas eleições municipais. A Provisória do partido ficou composta da seguinte maneira: Presidente - Andre Pintro 1º Vice Presidente - Márcia Eliana Rezende 2º Vice Presidente - José silveira Luana Netto Secretaria - Leide Daiana Furlanetto 2ª Secretária - Hanna Rosolen Tesoureiro - Giovanni Soriani 2ª Tesoureira - Marcia Marçal Priynka Em 2008, Antônio Landim da Cruz e sua esposa Rosa Machado da Cruz (in memoriam), juntamente com outros pioneiros, receberam uma justa homenagem da Prefeitura e da Câmara Municipal de Rancho Alegre D’Oeste
  3. 3. Página 03PARANÁ NOTÍCIAS Local Campo Mourão, 12 de agosto de 2015 Em um trabalho continuo de melhorias no Jardim Cidade Nova, a Prefeitura de Campo Mourão está executando obras de pavimentação asfáltica nas ruas Ozório Barnabé Pontes e Eufro- zina Teodoro de Olivei- ra, defronte ao novo Con- junto Habitacional For- tunato Perdoncini. O projeto executa- do com recursos do pró- prio município, já contou com instalação de galeri- as pluviais. As ruas Vani Borges de Macedo e Al- feu Teodoro de Oliveira já foram pavimentadas com recursos do Gover- no Federal, bem como a Avenida das Torres que foi pavimentada em duas vias e contará com calça- da para pedestres, paisa- gismo e sinalização de trânsito. A prefeita Regina Dubay e o vereador Jorge Pereira, bem como o ex- prefeito Nelson Tureck, estiveram vistoriando os trabalhos na tarde desta sexta-feira, 07, quando lembraram projetos e in- vestimentos do município. Regina argumentou que as obras complementam outros trabalhos, como a revitalização da via de acesso ao bairro. Novas ruas são asfaltadas no Jardim Cidade Nova MELHORIAS NO JARDIM CIDADE NOVA Iniciadas obras de pavimentação asfáltica no Jardim Maria Barleta “É um sonho da comunidade Maria Barleta. Asfalto de qualidade, melhorando a infraestrutura de Campo Mourão. São antigas reivindicações que começam a ser atendidas com importantes investimentos” Regina Dubay A Prefeitura de Campo Mourão iniciou as obras de instalação de ga- lerias pluviais preparando vias para a pavimenta- ção asfáltica no Jardim Maria Bar- leta, resol- vendo uma antiga rei- vindicação da comuni- dade. As obras de ins- talação de galerias plu- viais e pavimentação asfál- tica totalizando 5.700 me- tros quadrados, com calça- da para pedestres, paisagis- mo e sinalização de trânsi- to envolvem as ruas; Pionei- ro Antônio Minikoski, Can- tagalo, Jardineira, Begônia e Aleluia, com investimen- tos na ordem de R$ 425 mil, contando com contraparti- da do muicípio. Também serão executados recapea- mentos asfálticos, em outro projeto que envolverá as ruas Cantagalo, Jardineira e Pioneiro Antonio Mini- koski, além da Travessa do Pinho, totalizando 2.700 metros quadrados, com re- cursos na ordem de R$ 75 mil. Ambos projetos tive- ram recursos viabilizados pelo Governo Federal, atra- vés de emenda parlamentar do deputado federal Fer- nando Giacobo. A prefeita Regina Dubay, esteve vistoriando os trabalhos na tarde desta quinta-feira, 6, quando fa- lou sobre os projetos e in- vestimentos do município. Ela argumentou que as obras complementam ou- tros trabalhos, como a re- vitalização das Ruas Mano- el Nogueira e João Vecchi, recentemente. “É um sonho da comunidade Maria Bar- leta. Asfalto de qualidade, melhorando a infraestrutu- ra de Campo Mourão. São antigas reivindicações que começam a ser atendidas com importantes investi- mentos”, disse a prefeita, que estava acompanhada pelo ex-prefeito Nelson Tureck e presidente da As- sociação de Moradores do Maria Barleta, João Domin- gues Soares. Prefeitatratasobre projetosemelhoriasno Parque Industrial com empresárioselideranças Empresários e lideranças do Parque Industrial, liderados pelo coordenador regional da Fiep, Marcos Fuchs e pelo presidente da Associação do Parque In- dustrial, José Feliciano Ciola, estiveram em reunião com a prefeita Regina Dubay em seu gabinete na manhã desta segunda-feira, 10, quando trataram sobre projetos de melhorias a serem realizados no Parque Industrial, bem como ações da Secretaria de Desenvolvimento Econô- mico para o incentivo e atrações de novas empresas ao local. Na oportunidade eles ainda trataram sobre o pro- jeto de construção de trevo no acesso ao parque. Também participaram da reunião, a assistente da coordenadora do Fiep, Lígia Mainardes; os secre- tários municipais Carlos Garcia (coordenador geral e Desenvolvimento Econômico) e César Stanziola (Obras e Serviços Públicos). DiadosPaisécomemoradonoCCI Prestigiandoosinte- grantes do CCI – Centro de Convivência do Idoso, a pre- feita Regina Dubay, partici- poudeumaprogramaçãoem comemoração ao Dia dos Pais, no Centro Social Urba- no, nesta quinta-feira, 6. O evento contou com almoço, baile e bolo em homenagem atodosospais.OCCIéman- tido pelo Município de Cam- poMourão,atravésdaSecre- taria Municipal de Ação So- cial. Aprefeitasaudouato- dos os participantes do gru- po destacando a atuação das pessoas da terceira idade em atividades diversas do muni- cípio. Ela ainda falou da im- portânciadasatividadesein- tegração das pessoas da ter- ceira idade. “Com amizade e atividades,temosmaissaúde. Estamos aqui reunidos cele- brando a todos os pais”, dis- se a prefeita Regina. Tambémparticiparam da comemoração especial, a coordenadora do CCI, Rose Conceição;presidentedaAs- sociação Amigos da Tercei- raIdade,NoelLucianoease- cretária municipal de Ação Social, Anelise Dubay. Escolinhas de Voleibol movimentam Campo Mourão O Município de Campo Mourão, por meio da Fundação de Esportes (Fecam), está mantendo o fun- cionamento de Escolinhas da Modalidade Voleibol em Campo Mourão. Com apoio da Faculdade Integrado, as escolinhas atendem crianças, nos gêneros feminino e masculino, nascidas entre 2003 e 2006, nos Ginásios de Esportes Haroldo Gonçalves Netto (Vila Urupês) e Horley Casali (Jardim Aeroporto). Horários: Na Vila Urupês, as escolinhas acon- tecem nas terças e quintas-feiras, das 10 horas às 11h30 (manhã) e das 13h30 às 15 horas (tarde). No Jardim Aeroporto, funcionamento nas segundas e quartas-feiras, nos mesmos horários. Interessados em matricular as crianças devem manter contato com os professores Alfredo, por meio do telefone 9721-9614; e Joel (8827-4486).
  4. 4. Página 04 Campo Mourão, 12 de agosto de 2015 PARANÁ NOTÍCIAS De segunda a sábado R$ 14,00 - Domingos e feriados R$ 16,00 - Marmitex pequena R$ 7,00 - Média R$ 9,00 - Grande R$ 11,00 Rua Santa Catarina, 2120 - Centro - Campo Mourão PR Fone: (44) 3017-1141 O restaurante do Moacir, localizado na área central de Campo Mourão, vem se tornando ponto de encontro de pessoas de toda região. A passeio ou a trabalho, muitas pessoas tem preferido o restaurante para fazer uma saborosa refeição. Com preços acessíveis e uma ótima qualidade,o restaurante já virou referencia na região da Comcam. Sociedade NotíciasSociedade NotíciasExpo Goio 2015 – Galeria de fotos Barracas
  5. 5. PARANÁ NOTÍCIAS Campo Mourão, 12 de agosto de 2015 Página 05 Como é a vida de uma pessoa que se desvia dos caminhos do Senhor? “Quando um espírito imundo tem saído do homem, anda por lugares secos, bus- cando repouso; e, não o achan- do diz: Tornarei para minha casa, de onde saís. E, chegan- do, acha-a varrida e adorna- da. Então vai, e leva consigo, outros sete espíritos piores do que ele; e, entrando, habitam ali; e o último estado desse ho- mem é pior que o primeiro.” (Lucas 11: 24-26) Imagina uma pessoa em uma situação difícil, mas muito difícil mesmo, onde todos seus planos dão erra- do. Aí essa pessoa pensa... Não tem como piorar mais, já chegou o limite. Mas infelizmente, pi- ora e piora muito. Essa é a vida de um desviado, experimentar sete vezes mais do seu sofrimen- to quando se afasta dos ca- minhos do Senhor. Aceitar a Jesus, entender a mensa- gem que o evangelho nos trás, participar do amor de Deus, e depois de tudo isso, querer voltar ao lamaçal do pecado, é o mesmo que pu- lar em um abismo. Porque é impossível que os que já uma vez foram ilu- minados, e provaram o dom celestial, e se fizeram partici- pantes do Espírito Santo, e provaram a boa palavra de Deus e as virtudes do século futuro, e recaíram sejam outra vez renovados para o arrepen- dimento; pois assim, quanto a eles, de novo crucificavam o Filho de Deus e o expõem ao vitupério.” (Hebreus 6: 4) Talvez nem uma pas- sagem bíblica reflita tão bem a vida de uma pessoa que se afasta de Deus como esse. A pessoa precisa en- tender que não pode servir a dois senhores, não existe e nunca vai existir a possi- bilidade de ficar com um pé no mundo e outro dentro da igreja, como muitos dizem por aí. Creio que essa é a res- posta para essa pergunta, então vamos entender por- que as pessoas se desviam. Existe um versículo muito interessante e muito forte na Bíblia, que as pessoas de- veriam prestar mais atenção e que pode responder por que uma pessoa se desvia dos caminhos Senhor. “Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente se- reis livres.” (João 8: 36) Muitos acabam se per- dendo, alguns conseguem vol- tar para Deus, outros não. A grande maioria se arrepende e volta, devido ao sofrimento que não é pouco, mas existem aqueles teimosos que adoram a escravidão do pecado, e aque- les que não têm força para es- capar das amarras do diabo, e, infelizmente acabam indo por um caminho sem volta e como está escrito na Bíblia, o salário do pecado é a morte. (Romanos 6: 23) “Há caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele são os caminhos da morte.” (Provérbios 14: 12) Existe uma série de situações que faz o ser hu- mano andar errado, mas ne- nhuma serve como descul- pa pelo pecado. Jesus não veio para condenar ou jul- gar, Ele veio trazer a pala- vra, Ele mesmo diz: Já há quem julgue! “Se eu viera, nem lhes houvera falado, não teriam pecado, mas, agora, não têm desculpa do seu pecado.” (João 15: 220. “Porque melhor lhes fora não conhecerem o cami- nho da justiça, do que, conhe- cendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado.” (2 Pedro 2: 21) Conclusão: Jesus não veio trazer somente a palavra para nós, Ele não veio aqui para que suas palavras ser- vissem simplesmente de ameaças. Com ele é Sim, Sim! Não, Não! Então, não devemos ter a ideia de que não podemos pecar se não vamos para o inferno (isso é obvio), não podemos viver amarrados nisso, se não, se- remos escravos de Satanás. Antes temos que pensar em honrar o nome de Jesus. Se você ficar só pensando em não ir para o inferno, com certeza, irá esquecer o que você tem que fazer para ir para o céu. (Texto extraído do livro Os Primeiros Pas- sos no Evangelho de Ed Cláudio Machado Cruz)
  6. 6. Página 06 Campo Mourão, 12 de agosto de 2015 PARANÁ NOTÍCIASCidades Concluídas obras de 17 casas do Programa Minha Casa Minha Vida Rural em Luiziana O encontro aconte- ceu na Câmara de Vereado- res de Luiziana, na tarde de quinta-feira, 06, e reuniu produtores rurais contem- plados com o Programa Minha Casa Minha Vida Rural. O Programa Minha Casa Minha Vida Rural, concluiu casas para 17 famí- lias em Luiziana, cada resi- dência no valor de 28 mil reais, que já estão 100% concluídas. A inauguração oficial esta marcada para acontecer em setembro com a presença do Governador do Estado Beto Richa. O programa é execu- tado com investimento do Governo Federal, através da Caixa Econômica Fede- ral, onde as famílias con- templadas pelo projeto fo- ram selecionadas através da renda e necessidade. O pro- grama do Governo Federal tem parceria com a Emater, Cohapar, Seab, Copel e Pre- feitura de Luiziana. Durante a reunião um Engenheiro da Cohapar, fez uma palestra com as fa- mílias contempladas com o projeto sobre manutenção e cuidados com a obra. Engenheira Agrôno- ma e chefe do escritório lo- cal da Emater Laura Hele- na Goulart da Silva, falou que os produtores fazem parte de um Grupo de Uni- dade de Produção Familiar atendidos pela Emater, tan- to na produção Agropecu- ária como nas questões de meio ambiente, inclusão so- cial e habitação rural. “Um projeto de extrema impor- tância para a manutenção do produtor da proprieda- de diminuindo assim o êxo- do rural promovendo a qua- lidade de vida das famílias principalmente do bem es- tar e saúde das famílias”, fi- nalizou Laura. (Maritania Forlin – assesso- ria de imprensa) Centro de Saúde de Mamborê é reformado Após 16 meses de trabalho, foi inaugurada a reforma do Centro de Saú- de de Mamborê, as instala- ções passam a ser uma das mais modernas da região. Estiverampresenteso prefeito municipal, Claudi- nei Calori de Souza, o vice- prefeito, Paulo Rotta, presi- dente da Câmara, Dirlei Martins Pereira e todos os demais vereadores do Legis- lativo Municipal. Também compareceram presidentes de algumas entidades e re- presentantes de empresas locais. Pouco mais de R$ 119 mil utilizados na reforma, veio do Governo Federal e, R$229mil,partiramdomu- nicípio de Mamborê. Asecretáriamunicipal de Saúde Paula Rotta fez uso da palavra, e lembrou os transtornos que os funcio- nários e população tiveram durante o período, devido aos trabalhos, mas que, com certeza, valeu a pena. O vereador Dorneles Adão Cavali falou em nome do Poder Legislativo. “O papel do vereador é fiscalizar, mas também de reconhecer o bom trabalho”, disse Cavali. “Estou muito feliz por estarmos entregando a po- pulação as obras de reforma do centro de saúde”, disse o prefeito. Ele falou que desde o iníciodaatualadministração a prefeitura tem investindo pesado no setor de saúde contratamos mais médicos, adquirimos novos veículos, reformamos as unidades de saúde do Guarani e canjara- na, reformamos a antiga Cli- nica da Mulher, estamos construindo uma UBS pró- ximo ao Centro Cultural, e agora temos a alegria de poder entregar um Centro de Saúde totalmente refor- mado dando mais qualidade no atendimento da popula- ção e melhores condições de trabalho aos funcionários do setor, concluiu o prefeito “Se tem uma coisa que o funcionário da Saúde não pode ter é tristeza, pois ele lida com pessoas que procu- ram o posto na busca da es- perança de melhora”, disse o Pe. Reinaldo Adriano An- drade, vigário da paróquia Imaculada Conceição de Mamborê, durante seu pro- nunciamento, referindo-se ao ambiente mais agradável do Centro de Saúde, propi- ciando melhores condições aos servidores. A reforma - Além da substituiçãodopisoedapin- tura interna e externa do Centro de Saúde, a sala de vacinas passou a ter acesso externo. O laboratório tam- bém foi mudado, ficando próximoàfarmácia.Asecre- taria está em frente ao agen- damento agora. “Essas mu- danças melhoraram muito o fluxo de pessoas dentro do Centro de Saúde”, disse a se- cretária Paula Rotta. Foram adequados os banheiros para funcionários e para pacientes. Houve adaptações para pessoas com necessidades especiais. Foram separadas a sala de inalação da sala de adminis- tração de medicamento. Prefeitura de Roncador revitaliza de ruas no JardimAnchieta As obras de re- vitalização de ruas no Jardim Anchieta, maior bairro de Roncador, continu- am. Foi concluída recentemente, a im- plantação de galeri- as pluviais e nesta semana iniciou, na Rua Piratininga, os serviços de terra- planagem e construção de meio-fio para na sequência, assentar as pedras irregu- lares. Serão contempladas com a pavimentação as ruas Afonso Camargo, Presiden- te Vargas, General Carnei- ro, Piratininga, Bandeiran- tes e a Avenida Presidente Castelo Branco. As ruas ga- nharão ainda rampas de acessibilidade, placas de si- nalização, grama de jar- dim nas calçadas e a Ave- nida Presidente Castelo Branco ganhará duas vias com canteiro central. Os serviços estão orçados em R$ 600 mil, re- cursos oriundos de convê- nio assinado com o Gover- no do Estado. (Assessoria de Comunicação) O Seminário “Desa- fiosdoCrescimento”seráre- alizadonestaquarta-feira,12, a partir das 19h30min, nas dependências do Celebra Eventos.Renomadoscomen- taristaseconômicosvãopro- ferir palestras e a programa- çãopreparadapeloSebraein- clui ainda talk show com empresário. O evento é gra- tuito, mas as vagas são limi- tadas. Um dos palestrantes é o jornalista e economista Dony de Nuccio, que é ânco- ra do programa Conta Cor- rente,editordeEconomiado JornaldasDez(GloboNews) e comentarista de economia do H1 (TV Globo). Ele vai abordar o tema “Conjuntura Econômica:OndeEstamose Para Onde Vamos”. Discor- rerá sobre o que esperar da economia para os próximos anos, as oportunidades es- condidas no horizonte e como sair fortalecido da tur- bulência atual. “É o momen- toderecuar,adequaraestra- tégia ou dobrar a aposta?” tambémfazpartedoconteú- do da apresentação. “Inovação em Tempo de Crise” será o tema da se- gunda palestra, a cargo do consultor Daniel Castello. Além de palestrante nas áre- as de Estratégias e Gestão de Pessoas, ele é colaborador da Endeavor desde 2009 como consultor e como ar- ticulista do Portal Endeavor. Estão previstas abordagens sobre como fazer para ser profissional e produtivo em tempos de crise, como fazer para inovar em tempos de crise, ale da apresentação de exemplos reais de empresas que estão inovando e cres- cendo na crise e de ferra- mentas que podem ajudar a fazer uma reflexão pessoal. A programação inclui ainda um talk show com os dois palestrantes e entrevis- ta com empresário que está usando a inovação em tem- pos de crise. Inscrições - Podem participar duas pessoas por empresa. Os interessados em participar podem se ins- crever ou tirar dúvidas atra- vés dos telefones (44) 3523 2500 ou 0800 570 0800. O escritório local do Sebrae funciona na rua Santa Cruz (entre as avenidas Capitão Índio Bandeira e Irmãos Pe- reira). A realização do Semi- nárioDesafiosdoCrescimen- to tem o apoio da Associação Comercial e Industrial (Aci- cam),doSindicatoEmpresa- rialdoComércio (Sindicam), do Sicredi e do Município. C. Mourão: acontece hoje “Desafios do Crescimento” C. Mourão: acontece hoje “Desafios do Crescimento”
  7. 7. Campo Mourão, 12 de agosto de 2015 Página 07PARANÁ NOTÍCIAS Governo Richa autoriza obras e compra de equipamentos para 35 municípios “São investimentos em infraestrutura urbana e viária e aquisição de maquinários que garantem mais obras e, por consequência, mais bem-estar social às famílias do Paraná” Beto Richa O governador Beto Richa recebeu nesta segun- da-feira, 10, no Palácio Iguaçu, em Curitiba, prefei- tos de 35 municípios, de di- versas regiões do Paraná. Richa assinou autorização de licitações para novas obras e para compra de equipamentos rodoviários e, também, a homologação de licitações já concluídas. Na mesma solenida- de, 11 municípios assinaram novos contratos de financi- amento com a Fomento Pa- raná, no valor de R$ 30,7 milhões: Cafeara, Jacarezi- nho, Medianeira, Paranavaí, Piraquara, Quatro Pontes, Rio Negro, São Carlos do Ivaí, São Mateus do Sul, Telêmaco Borba e Umuara- ma. Somados os novos contratos e as licitações e homologações, o investi- mento chega a R$ 62 mi- lhões. Os recursos são das linhas do Sistema de Finan- ciamento dos Municípios (SFM) e do Programa para Aquisição de Máquinas e Equipamentos Rodoviários para Prefeituras (PRO- MAP), administradas pela Fomento Paraná em parce- ria com a Secretaria de Es- tado do Desenvolvimento Urbano e ParanaCidade. Richa ressaltou a par- ceria com os municípios para garantir a melhoria da qualidade de vida da popu- lação. “São investimentos em infraestrutura urbana e viária e aquisição de maqui- nários que garantem mais obras e, por consequência, mais bem-estar social às fa- mílias do Paraná”, disse ele. “O anúncio de investimen- tos nas cidades é uma roti- na no Paraná. Estamos fre- quentemente anunciando novos repasses a todos os municípios sem discrimina- ção política”, afirmou Beto Richa. O governador desta- cou, ainda, a retomada dos investimentos do Estado graças ao ajuste fiscal pro- movido pelo governo. “Neste momento de estag- nação da economia nacio- nal, inflação alta e dificul- dades em vários estados, o Paraná retoma muitas obras. Estamos honrando compromissos com os cre- dores e realizando investi- mentos”, ressaltou. Richa afirmou que a previsão é chegar até o fim do ano com as contas equilibradas. “Para o ano que vem, tere- mos, se tudo der certo, R$ 5 bilhões para novos inves- timentos”, afirmou. RUAS, PRAÇAS E PRÉ- DIOS – Os municípios irão aplicar os recursos em obras de pavimentação, recape as- fáltico, drenagem urbana, revitalização de iluminação pública, construção de pré- dio da prefeitura, praças, pis- ta de skate, ciclovias e na compra de equipamentos ro- doviários. “Os prefeitos apresen- tam suas necessidades e cabe à Secretária do Desenvolvi- mento Urbano fazer todo o alinhamento, a análise dos projetos e aprovar o crédito para repassar esses recursos para as obras dos municípi- os”, explicou o secretário do Desenvolvimento Urbano, Ratinho Júnior. “São recur- sos importantes para os mu- nicípios poderem investir mesmo num momento de crise”, disse ele. Até o final de 2018, a previsão é investir R$ 1,2 bilhão nas cidades parana- enses, segundo o presiden- te da Fomento Paraná, Ju- raci Barbosa Sobrinho. “Além da melhoria da qua- lidade de vida da população, esses recursos aquecem a economia local”, disse. PRESENÇAS – Participa- ram do evento o secretário- chefe da Casa Civil, Eduar- do Sciarra; o secretário do Planejamento e Coordena- ção Geral, Sílvio Barros; o diretor administrativo do Banco Regional de Desen- volvimento do Extremo Sul (BRDE), Orlando Pes- suti; o presidente da As- sembleia Legislativa do Pa- raná, Ademar Traiano; e os deputados estaduais Luiz Cláudio Romanelli, Evan- dro Júnior, Cristina Silves- tri, Thiago Amaral, Ale- xandre Guimarães, Cobra Repórter, Fernando Scana- vaca, Doutor Batista, Pe- dro Lupion, Alexandre Curi, Hussein Bakri, Tião Medeiros, Bernardo Carli, Paulo Litro, Missionário Ricardo Arruda, Guto Sil- va e Francisco Bührer. PREFEITOS AFIRMAM QUE PARCERIA VIABILIZA INVESTIMENTOS Para os prefeitos, a parceria com o Governo do Estado é essencial para que os municípios mantenham seus investimentos. O pre- feito de São João e presiden- te da Associação dos Muni- cípios do Sudoeste do Para- ná (AMSOP), Altair Gaspa- retto, destacou a agilidade da Secretaria do Desenvol- vimento Urbano na análise dos projetos das prefeituras e liberação dos financia- mentos. “Em seis meses o pro- jeto para nossa cidade foi aprovado e agora já parti- mos para a autorização de licitação”, explicou. “É mui- to difícil obter recursos pró- prios para poder fazer essas obras. Tentamos uma par- ceria com o governo fede- ral, mas que, infelizmente, não conseguimos”, afirmou. São João vai investir R$ 2,1 milhões em pavi- mentação com pedras irre- gulares de estrada que liga a sede do município ao dis- trito de Dois Irmãos. “É uma obra importante para o escoamento da safra do nosso município, que é es- sencialmente agrícola. Há necessidade da recuperação deste trecho por conta dos aviários e do alto volume de leite produzidos na região rural”, destacou Gasparetto. Em Umuarama, no Noroeste do Paraná, serão aplicados R$ 1,5 milhão na construção de uma trinchei- ra na Avenida Paraná, a principal via da cidade. “Temos feito parcerias im- portantes com o Governo do Estado, por meio da Se- cretaria do Desenvolvi- mento Urbano e a Fomen- to Paraná. Essa obra será um elo entre a avenida e a PR-482, numa região que tem se expandido significa- tivamente”, disse o prefei- to, Moacir Silva. Também na região Noroeste, o município de Marialva vai investir R$ 660 milhões na revitaliza- ção da Praça Santos Du- mont, que terá novas calça- das, iluminação, paisagismo, parque infantil, chafariz e outros equipamentos urba- nos melhorados. “É a praça central de Marialva, o mar- co zero de nosso município. Ela precisa de uma revitali- zação urgente. “Vamos fazer do centro de Marialva um espaço muito gostoso e ade- quado para as famílias se confraternizarem”, afirmou o prefeito Edgar Silvestre. EQUIPAMENTOS - Nova Aurora, no Oeste do Para- ná, vai investir R$ 348 mil na compra de pá carregadei- ra, que será utilizada na me- lhoria das estradas rurais do município. “Nova Aurora tem sua economia baseada na agropecuária, com aviá- rios e produção de peixes. A estrada rural é importante e o equipamento irá contribuir para manter a via em bom es- tado”, disse o prefeito José Aparecido de Paula e Souza. A compra de equipa- mento rodoviário é também o destino dos R$ 1,5 milhão financiados por Paranavaí, no Noroeste do Estado. Se- rão adquiridos sete cami- nhões basculantes. “A frota é muito antiga. Os novos veículos vão, com certeza, nos possibilitar prestar mais e melhores serviços na área de infraestrutura”, dis- se o prefeito Rogério José Lorenzetti. PAVIMENTAÇÃO - Em Andirá, no Norte Pioneiro, serão aplicados R$ 3,1 mi- lhões em pavimentação as- fáltica de uma área de mais de 31 mil metros quadra- dos, com rede de drenagem de águas pluviais, e a cons- trução de 8,5 mil metros quadrados de calçadas nas ruas do Jardim Nova An- dirá. O investimento bene- ficiará cerca de 3 mil pes- soas. “A população do Jar- dim Nova Andirá espera há mais de 30 anos pela pavi- mentação. A única manei- ra de o município conse- guir realizar o sonho é por meio deste financiamento”, destacou o prefeito José Ronaldo Xavier. “Com essa obra, conseguiremos completar quase 100% da pavimentação da cidade. Sem esta parceria, não te- ríamos recursos suficien- tes”, completou. Governo do Estado deposita mais R$ 3,9 milhões do Fundo Rotativo O Governo do Es- tado depositou mais R$ 3,9 milhões na conta das escolas do Paraná. Essa é a sexta parcela da cota normal consumo do Pro- grama Fundo Rotativo, e o dinheiro já está dispo- nível desde terça-feira, 11, para os diretores compra- rem itens de limpeza, lâm- padas, gás, material de ex- pediente, didático e espor- tivo, por exemplo. O Governo do Pa- raná já depositou R$ 40,6 milhões do Fundo Rotati- vo na conta das escolas es- taduais. Somente estabele- cimentos de ensino que ti- veram algum problema na prestação de contas não re- ceberam os recursos. Quando a escola re- gulariza a situação, o di- nheiro é automaticamente liberado. Pela página da Se- cretaria da Educação na in- ternet, Portal Dia a Dia Educação, é possível acom- panhar quanto cada escola já recebeu do Fundo Rota- tivo e como esse recurso está sendo aplicado. Basta entrar no link Consulta Es- cola. “Os recursos do Fun- do Rotativo são usados para atender às necessida- des das escolas. Toda a co- munidade escolar sai bene- ficiada quando as melhori- as e manutenção são feitas de forma mais rápida”, afir- mou o chefe da Coordena- doria de Apoio Financeiro à Rede Escolar, Manoel José Vicente. FUNDO ROTATIVO - O Fundo Rotativo é um programa de repasse de recursos às escolas esta- duais, para a manutenção e outras despesas relaci- onadas com a atividade educacional. No ano pas- sado foram liberados para as escolas cerca de R$ 52 milhões em cotas do Fun- do Rotativo
  8. 8. PARANÁ NOTÍCIASPágina 08 Campo Mourão, 12 de agosto de 2015 Especial Sociedade NotíciasB Expo Goio 2015 – Galeria de fotos Chrystian e Ralf

×