Jornal Paraná Notícias

8.482 visualizações

Publicada em

Jornal Paraná Notícias

Publicada em: Notícias e política
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
8.482
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
7.419
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornal Paraná Notícias

  1. 1. Comcam, 29 e 30 de abril de 2015 Circulação semanal “Clama a mim, e responder-te-ei, e anunciar-te-ei coisas grandes e firmes que não sabes.” (Jeremias 33: 3) A pouco mais de um ano das eleições municipais, a única situação definida é que os três últimos prefei- tos estão fora da disputa. Antônio Sena (PMDB) que foi prefeito de 2001 á 2004, Fuad Kffuri (PDT) que o sucedeu, e o atual prefeito, Beto Costa (DEM), que, por estar em seu segundo mandato, está impossi- bilitado de disputar a próxima eleição. Prefeita vistoria obras de reformulação de estacionamentos centrais Prefeita vistoria obras de reformulação de estacionamentos centrais As dívidas da União com o Paraná já alcançam a cifra de cerca de R$ 1,4 bilhão em 2015. São R$ 439 milhões devidos como compensação da desoneração de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) nas exportações; R$ 520 milhões para o custeio das ações de saúde e outros R$ 433 milhões referentes à mudança do indexador e dos juros da dívida renegociada com a União. Câmara de Araruna reprova contas do ex-prefeito “Mino Bonato’’ A Câmara de Vereadores de Araruna reprovou as contas do exercício de 2012 do ex-prefei- to Carlos Carmino Bonato (PPS). A votação em segundo turno aconteceu na noite da última sexta-feira, 24, e terminou em- patada em 4 a 4. Site do Jornal Paraná Notícias está com novo layout Jornalismo - Todo conteúdo do impresso agora também na versão online. Acompanhando ações na área central, a prefeita Regina Dubay esteve vistoriando as obras reformulação dos canteiros centrais da Avenida Capitão Índio Bandeira, na manhã desta segunda-feira, 27. Pág. 03 Sociedade Notícias A dupla Zezé di Camargo & Luciano e Sá & Guarabyra levaram mais de 10 mil pessoas na noite deste domingo, 26, no Parque de Exposições Getulio Ferrari em Campo Mourão.Pág. 05 Pág. 04 Padre Fábio de Melo defende o casamento gay e a laicidade do Estado em publicações no Twitter. Pág. 02Pág. 02 Pág. 08 Pág. 08 www.jornalprn.com.br Dívida da União com o Paraná já soma R$ 1,4 bilhão
  2. 2. Política& Fatos “ FRASE Página 02 Comcam, 29 e 30 de abril de 2015 PARANÁ NOTÍCIAS A fé é a força da vida. Se o homem vive é porque acredita em alguma coisa.” (Leon Tolstoi) Goioerê tGoioerê tGoioerê tGoioerê tGoioerê terá um noerá um noerá um noerá um noerá um novvvvvo prefo prefo prefo prefo prefeiteiteiteiteitooooo A pouco mais de um ano das eleições munici- pais, a única situação de- finida é que os três últi- mos prefeitos estão fora da disputa. Antônio Sena (PMDB) que foi prefeito de 2001 á 2004, Fuad Kffuri (PDT) que o suce- deu, e o atual prefeito, Beto Costa (DEM), que, por estar em seu segun- do mandato, está impos- sibilitado de disputar a próxima eleição. Antes de falar dos últimos três prefeitos, primeiramente, vamos voltar um pouco mais no passado e falar de dois po- líticos que sempre foram adversários desde a déca- da de 80. Os ex, Vicente Okamoto e José Paulo No- vaes, estão fora da disputa, o primeiro já anunciou há muito tempo sua aposen- tadoria política e o segun- do, ainda precisa resolver uma série de questões com a justiça, pois há inúmeras condenações por improbi- dade administrativa quan- do administrou o municí- pio de 93 a 96. Sobre a política mais recente, a partir dos anos 2000, o Jornal Para- ná Notícias, falou com o ex-prefeito Antônio Sena, que disse não ter mais in- teresse em disputar nova- Francisco Scarpari 1956 – 1960 (in memoriam) Ladislau Schicorski 1961 – 1964 (in memoriam) Gil Marques de Almeida 1965 – 1968 Alcyr Araújo 1969- 1972 Vicente Massahiro Okamoto 1973 – 1976 Luiz Kamide 1977 – 1982 Vicente Massahiro Okamoto 1983 – 1988 Jornal Paraná Notícias agora em Goioerê A partir dessa edição, o Paraná Notícias também irá circular de forma quinzenal em Goioerê, assim como acontece em outras cidades como Rancho Alegre D’oeste, Juranda, Boa Esperança, Janiópolis, Farol, Luiziana, Peabiru e Araruna. A distribuição será gratuita e dirigida no comércio e haverá também, pontos estratégicos, onde o jornal estará disponível para o leitor adquirir seu exemplar. A direção do PRn também explica que o objetivo até o final do ano, é fazer com que o jornal se torne semanal, como já acontece algum tempo em Campo Mourão, onde o ele foi idealizado em 2011. Eleições 2016 Site O jornal também possui uma versão digital, onde estará disponível todo conteúdo do impresso, assim como o arquivo em PDF. Usando a plataforma blogger, o site é de fácil acesso, um modelo simples e objetivo, que permitirá uma maior interação com o leitor. www.jornalprn.com.br Paraná Notícias em revista Baseando-se na página Variedades (página 05) e seguindo a mesma linha do editorial do jornal, deverá ser lançada no mês de julho, a primeira revista do Paraná Notícias. A princípio, a revista que já está sendo trabalhada, deverá circular apenas em Campo Mourão e mais três cidades circunvizinhas, mas o objetivo principal é fazer com que ela também circule de forma semestral nas mesmas cidades onde o jornal já esteja atuando, o que deverá acontecer na sua segunda edição, em dezembro próximo.mente algum cargo públi- co e acredita que deu sua parcela de contribuição ao município. Sena que é fi- liado ao PMDB desde os anos 60, e que já foi vere- ador por duas vezes e também vice-prefeito, não descarta a possibilidade de apoiar algum candida- to, apenas apoiar - reite- rou o ex-prefeito. “Depen- dendo do cenário político, de quem o partido venha indicar, eu posso declarar meu apoio”, explicou Sena. Fuad Kiffuri (PDT), ainda respira política, ele que já foi vice-prefeito e administrou Goioerê por duas vezes (89/92 – 2005/2008), jura que a partir de agora, será ape- nas um colaborador, mas que deverá estar próximo de um algum candidato no pleito do ano que vem. “Não descarto a possibi- lidade de ajudar algum amigo”, diz ele. Já o atual prefeito, é tomado pelo total silêncio quando o assunto é apoi- ar alguém, nos meios po- líticos, muitos acreditam que Beto Costa (DEM), deverá manter a discrição, ou seja, não será surpresa alguma, se ele não apoiar ninguém ou talvez indi- car alguém na reta final. Com essa situação, Goioerê terá um novo prefeito, que será o 15º chefe do executivo muni- cipal em 60 anos de emancipação política, mas apenas o 12º prefei- to de fato, já que houve três prefeitos que exerce- ram o mandato mais de uma vez. Observadores polí- ticos acreditam que dos prováveis pré-candida- tos, que hoje somam aproximadamente seis ou sete, apenas dois ou três nomes, conseguirão manter o folego até junho de 2016, período das con- venções. Goioerê é uma cida- de que ainda requer alguns desafios, sem entrar no mérito de quem foi o me- lhor ou o pior prefeito, de quem fez, ou deixou de fa- zer, a verdade é: que em tempo de crise financeira pelo qual passa o Brasil e consequentemente, estado e município, a escassez de recursos tem sido uma constante, o que exigirá do novo prefeito, dedicação, conhecimento e habilidade política, e muita, muita ca- pacidade, para administrar um município que ainda necessita de grandes con- quistas. Galeria de ex-prefeitos Fuad Kiffuri 1989 – 1992 Jose Paulo Novaes 1993 – 1996 Vicente Massahiro Okamoto 1997 – 2000 Antônio Bernardino de Sena Neto - 2001 – 2004 Fuad Kiffuri - 2005 – 2008 Luiz Roberto Costa 2009 – 2012 Luiz Roberto Costa 2013 - 2016 (Atual Prefeito) Câmara de Araruna reprCâmara de Araruna reprCâmara de Araruna reprCâmara de Araruna reprCâmara de Araruna reprooooovvvvva contasa contasa contasa contasa contas do edo edo edo edo ex-prefx-prefx-prefx-prefx-prefeiteiteiteiteito “Mino Bonato “Mino Bonato “Mino Bonato “Mino Bonato “Mino Bonato”o”o”o”o” A Câmara de Vereado- res de Araruna reprovou as contas do exercício de 2012 do ex-prefeito Carlos Car- mino Bonato (PPS). A votação em segun- do turno aconteceu na noi- te desta sexta-feira, 24, e terminou empatada em 4 a 4. Para reverter à decisão do Tribunal de Contas (TCE), o ex-prefeito preci- sava de seis votos a seu fa- vor. Votação - Os verea- dores que votaram pela re- provação das contas foram: Wagner Malaco, Roberto Cesar Piemontez (Tigela), Nicola Greco e Davi Fávaro. Votaram pela aprovação: Wellington Santana, Clau- demir Ferreira da Silva, Natanael Faria e Deivini de Souza. A Vereadora Ângela de Brito não compareceu. Caso o resultado seja man- tido, Carlos Carmino Bona- to ficará inelegível para as próximas eleições munici- pais de 2016. De acordo com o Tri- bunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), o ex- prefeito cometeu várias irre- gularidades em seu último ano de mandato (2012). Entre as irregularida- des estão: - Falta de aplicação de 60%dosrecursosdoFundeb para o magistério - Resultado financeiro deficitá- rio das fontes não vinculadas - Déficit no comparativo das obrigações finan- ceiras frente às dis- ponibilidades - Ausência de Resolução e Pare- cer do Conselho de Saúde - Despesas com publicidade em con- trariedade com a lei. (Fonte: Portaldonoroeste) O atual prefeito Beto Costa e os ex-prefeitos Antônio Sena e Fuad Kffuri A votação em segundo turno aconteceu na noite desta sexta-feira, 24, e terminou empatada em 4 a 4 Ex-prefeito Carlos Carmino Bonato
  3. 3. Página 03PARANÁ NOTÍCIAS Campo Mourão Comcam, 29 e 30 de abril de 2015 Prefeita vistoria obras de reformulação de estacionamentos centrais OBRAS Acompanhandoaçõesna área central, a prefeita Re- ginaDubayestevevistorian- do as obras reformulação dos canteiros centrais da Avenida Capitão Índio Ban- deira, na manhã desta se- gunda-feira, 27. Na oportunidade ela falou dos resultados da ade- quação dos estacionamen- tos, estabelecendo o aumen- to de vagas de automóveis e motocicletas, preparando a implantação do sistema de estacionamento rotativo “Zona Azul”, melhorando ainda o aspecto visual do centro da cidade. Nesta primeira etapa o projeto envolve duas qua- dras, no trecho dentre as ruas Francisco Albuquer- que e Roberto Brzezinski, onde os estacionamentos queeramdiagonais“espinha de peixe” passam a ser hori- zontais, de forma lateral, ga- rantindo 11 vagas de auto- móveis a mais a cada quadra, passando de 19 para 30 va- gas. Ao todo estão sendo in- vestidos R$ 57.728,99 mil, recursos do próprio municí- pio, no projeto executado pela Codusa. Segundo a prefeita Regina, o projeto atende a necessidade de adaptação do trânsito, ainda contribu- indo com a melhoria do vi- sual, considerando que o modelo era antigo. Ela des- taca que melhorias estão sendo realizadas em toda a cidade e que a Avenida Ca- pitão Índio Bandeira mere- ce uma revitalização com- plementando as obras de re- forma do calçadão. Revitalização do Campo de Futebol do Jardim Silvana é entregue à comunidade O Município de Cam- po Mourão, por meio da Fun- dação de Esportes, entregou no último domingo, a revitali- zação do Campo de Futebol do Jardim Silvana. Foram coloca- dos novo alambrado, com um revestimento especial para evi- tar rompimento e ferrugem e postes de sustentação. O inves- 12º Encontro de Fuscas reuniu mais de 100 veículos em Campo Mourão Integrando proprietári- os de Fuscas e derivados, Vo- lkswagens refrigerados a ar, de Campo Mourão e diversas cidades do estado, o 12º En- contro de Fuscas de Campo Mourão foi marcado por uma grande confraternização na manhã deste domingo, 26, na Praça São José. Mais de 100 Fuscas além de carros anti- gos do Clube Antigomobilis- mo foram expostos no encon- tro que comemorou o Dia Municipal do Fusca (29 de abril). O evento foi promovido pelo Clube do Fusca, contan- do com apoio do Município de Campo Mourão. Participaram caravanas de Maringá, Cianorte e Umu- arama, bem como grupos da região e também houve a co- mercialização de peças anti- gas. “Tivemos um en- contro com muito su- cesso. Um dia de con- fraternização que su- perou todas as expec- tativas”, avaliou um dos coordenadores Marcos Pazini. A prefeita Regi- na Dubay participou do evento, quando fa- lou da integração de proprietários de Fus- cas. O secretário de Estado de Esportes e Turismo, Douglas Fa- brício também presti- giou o evento. Dia do Fusca - O Dia Municipal do Fusca é comemorado em 29 de abril, data em que o ex-prefeito e ex-mi- nistro do STJ – Supe- rior Tribunal de Jus- tiça, Milton Luiz Pereira, dei- xou o cargo de prefeito do município em 1967, ocasião em que foi presenteado pela comunidade com um Fusca zero quilômetro, veículo que conservou até sua morte em 2012, e que continua aos cui- dados da família. Será realizada nesta quarta-feira, 29, a partir das 18h30min, a reu- nião mensal ordi- nária da Associação Comercial e Indus- trial de Campo Mourão (Acicam). Sob a presidência de Newton dos Santos Leal, o en- contro acontecerá no auditório da entidade (no terceiro pavimento do Centro Empresarial Cidade). Além da discussão e deliberação de assun- tos relacionados ao setor, a pauta inclui homena- gem ao ex-presidente da Acicam, Ivan Marcelo Chi- roli (Gestão 2012-2014), com a inclusão da sua foto na Galeria de Presidentes da entidade. Já o Momen- to Econômico, que acontece em todas as reuniões da Acicam, desta vez será com Eliseu Hoffmann, que abordará o tema “Despertando e Motivando para Novos Tempos”. O convidado especial será o coor- denador geral do Município e secretário interino de Desenvolvimento Econômico, Carlos Garcia. As reuniões mensais da Acicam sempre atra- em grande número de associados, dirigentes de ou- tras entidades empresariais, lideranças da comuni- dade e autoridades, com a abordagem de questões não apenas do interesse do comércio e da indústria local, mas também de assuntos relacionados ao de- senvolvimento de Campo Mourão. Palestra - No dia 4 de maio, a Acicam e o Se- brae promovem a palestra “Despertando e Motivan- do para Novos Tempos”. Será a partir das 19h30min, no Teatro Municipal. Para participar, interessados de- vem doar dois litros de leite para a Casa das Fraldas. O tema será abordado por Eliseu Felipe Hoffmann, que atua há mais de 20 anos em empresas nacionais de grande porte como instrutor de treinamento na área comportamental, utilizando metodologia viven- cial e dinâmicas de grupo. A promoção faz parte de uma série de ações desencadeadas pela Acicam com a finalidade de pro- mover o aprimoramento no atendimento disponi- bilizado pelas empresas locais. Reunião da Acicam nesta quarta timento foi de R$ 41 mil, oriundos de recursos próprios do município, destinados por meio das sobras do legislativo municipal. A melhoria não ser- virá apenas os moradores do bairro, mas também adjacen- tes. A prefeita Regina Dubay, junto com o Secretário Espe- cial do Esporte, Recreação e Lazer; Ricardo Echelmeier, o presidente da Associação de Bairro do Jardim Silvana, Faustino Aparecido Simão e o vereador Jorge Pereira presti- giaram o evento, junto a outros munícipes. Antes da inauguração, uma partida especial, com os atletas da Escolinha Pés no Chão, sob comando dos profes- sores Mario Paulista e Luiz Carlos Khel. Logo após a ceri- mônia de entrega das revitali- zações, mais bola rolando, en- tre as equipes do bairro, da pre- feitura e da imprensa. Outros campos de futebol local recebe- rão melhorias, no Lar Paraná, no Jardim Cidade Nova e no Distrito de Piquirivaí. “É uma melhoria fundamental para que os jovens, adolescentes e crian- ças, bem como adultos do nos- so bairro possam praticar, em um local adequado, a prática do esporte, neste caso o futebol”, destaca Faustino. A prefeita, endossada pelo Secretário Especial do Es- porte, Recreação e Lazer, rea- firmou o compromisso de le- var a prática do esporte a to- dos os locais da cidade, favore- cendo principalmente a forma- ção da base esportiva, incenti- vando os jovens à prática do desporto. “O esporte é quali- dade de vida, é uma grande fer- ramenta de congraçamento, de alegria entre as pessoas, e ao longo desta gestão temos rea- lizado um importante trabalho neste segmento e seguiremos realizando, como forma de in- centivar cada vez mais a práti- ca do esporte em nossa cida- de”, destacou Regina Dubay, que deu o pontapé inicial para as partidas realizadas.
  4. 4. Página 04 Comcam, 29 e 30 de abril de 2015 PARANÁ NOTÍCIAS De segunda a sábado R$ 14,00 - Domingos e feriados R$ 16,00 - Marmitex pequena R$ 7,00 - Média R$ 9,00 - Grande R$ 11,00 Rua Santa Catarina, 2120 - Centro - Campo Mourão PR Fone: (44) 3017-1141 O restaurante do Moacir, localizado na área central de Campo Mourão, vem se tornando ponto de encontro de pessoas de toda região. A passeio ou a trabalho, muitas pessoas tem preferido o restaurante para fazer uma saborosa refeição. Com preços aces- síveis e uma ótima qualidade,o restaurante já virou referencia na região da Comcam. Nova Cantu Sociedade Notícias A dupla Zezé di Camar- go & Luciano e Sá & Guara- byra levaram mais de 10 mil pessoas na noite deste do- mingo, 26, no Parque de Exposições Getulio Ferrari em Campo Mourão. O evento aconteceu através do projeto Concertos Ihara. O projeto é enquadrado na Lei Rouanet de Incentivo à Cultura, com patrocínio master da indústria quími- ca,Ihara,emparceriacom a Prefeitura, apoio da Co- amo, e realização do Mi- nistériodaCultura/Gover- no Federal e Marolo Pro- duções. O evento ainda con- tou com a participação do grupo local Viola no Cam- po, enquadrado na Lei Municipal de Incentivo a Cultura,atravésdaFunda- ção Cultural- Fundacam.
  5. 5. Respostas (1c – 2a – 3b – 4c) Teste QI: João ) Variedades Piadas Curiosidades PARANÁ NOTÍCIAS Comcam, 29 e 30 de abril de 2015 Página 05 Por onde andas? PPPPPadre Fábio de Melo defadre Fábio de Melo defadre Fábio de Melo defadre Fábio de Melo defadre Fábio de Melo defende o casamentende o casamentende o casamentende o casamentende o casamento gao gao gao gao gay e ay e ay e ay e ay e a laicidade do Estado em publicações no Tlaicidade do Estado em publicações no Tlaicidade do Estado em publicações no Tlaicidade do Estado em publicações no Tlaicidade do Estado em publicações no Twittwittwittwittwittererererer O padre Fábio de Melo publicou reflexões sobre a laicidade do Esta- do e o estabelecimento do casamento gay na socieda- de, e terminou por criticar os que entendem que a o papel da igreja é protestar contra a união de pessoas do mesmo sexo. “A união civil entre pessoas do mesmo sexo não é uma questão religi- osa. Portanto, cabe ao Es- tado decidir. O Estado de- cide através dos que são democraticamente eleitos por nós. São eles que pro- põem, votam e aprovam as leis. Aos líderes religiosos reserva-se o direito de es- tabelecerem suas regras e ensiná-las aos seus fiéis. E isto o Estado também ga- rante. Se sou cristão cató- lico, devo observar o que prescreve a minha Igreja. Lembrando que o cristia- nismo é uma Lei inscrita na consciência”, escreveu o padre. Na sequência, Melo acrescentou que Jesus en- sinou a separar as coisas de Deus das questões le- gais, dando uma direção sobre qual deve ser o po- sicionamento do cristão nessas circunstâncias. “As igrejas não po- dem, por respeito ao direi- to de cidadania, privar as pessoas, que não optaram por uma pertença religio- sa, de regularizarem suas necessidades civis. Se duas pessoas estabeleceram uma parceria, e querem proteger seus direitos, o Estado precisa dar o su- porte legal. São situações que não nos competem. A questão só nos tocaria se viessem nos pedir o reco- nhecimento religioso e sa- cramental da união. Por- tanto, vale a regra de Je- sus: ‘Dai, pois, a César o que é de César, e a Deus o que é de Deus!’ Mc 12, 17. Para encerrar: o cristianis- mo nunca foi vivo e con- vincente como nos primei- ros séculos, período em que vivia apartado do Es- tado”, destacou. O posicionamento do padre Fábio de Melo foi elogiado pelo jornalista e ativista ateu Paulo Lopes: “Melo pode estar marte- lando em ferro já molda- do porque, afinal, a Cons- tituição deixa claro que o Estado brasileiro é laico. Mas, na prática, não é bem assim, porque, como é público e notório, a lai- cidade é vilipendiada to- dos os dias por políticos (principalmente evangélicos) que, em determinados temas, tentam influenciar o governo a se pautar por princípios religi- osos, cristãos, como se aqui fosse uma te- ocracia. Daí a impor- tância neste momen- to das afirmações de Melo a favor de a re- ligião não se mistu- rar com o poder po- lítico”. A repercussão das afirmações do padre nas redes soci- ais o levaram a vol- tar ao tema e criticar aqueles que deram interpretações dis- tintas às suas pala- vras: “Estabelecer a distinção entre Estado/ Igreja é para alguns, here- sia. Deturpar o que você es- creveu, e lhe condenar ao inferno, não. Ah gente!”, re- clamou. (Fonte Gospel Mais) 1- Qual a capital da Austrália? a)Sydney b)Melbourne c)Camberra 2- Perjúrio é: a)Um juramento falso b)Jurar para sempre c)É o mesmo que perdoar 3- Quantas línguas são faladas no mundo? a)Aproximadamente cinco mil b)Cerca de 6,7 mil idiomas diferentes c)Apenas 900 4- A maior cidade do mundo em quantidade de população com 13,9 milhões de habitantes seria: a)Nova Iorque (Estados Unidos) b)Pequim (China) c)Mumbai (Índia) Um bêbado entra num bar cam- baleando muito, chega pro dono do bar e o desafia; quer apostar cinquenta re- ais que eu mijo no copo sem deixar cair uma gota no chão? O dono do bar rindo aceita a aposta. O bêbado mija, mais fora do copo do que dentro e o dono do bar se acabando de rir exclama: tá vendo que você não consegue, “Vamos abrir a roda. Enlarguecer”. Quem curtia o Carnaval nos anos 80 e 90 certamente já pulou e dançou bastante ao som da canção ‘A Roda’, lançada em 1987 pela cantora baiana Sarajane Mendonça. Quase 28 anos depois, a artista voltou aos holofotes após a mesma música ser entoada pela personagem da atriz Ísis Valverde na minissérie ‘O Canto da Sereia’ (TV Bahia/Globo). Sarajane Iniciou a sua carreira como cantora aos 12 anos e deu a largada no Carnaval de Salvador aos 14 anos de idade no trio Novos Bárbaros, ganhando vários troféus. Ao todo, gravou 18 álbuns e ganhou discos de ouro, platina e diamante. Também chegou a ser capa da revista ‘Playboy’, em 1990. Hoje, com 47 anos e longe dos holofotes, ela ainda canta forró, samba, reggae, merengue. Sobre o passado, ela disse o seguinte: a gente sempre se arrepende de alguma coisa, quem não se arrepende? Começar cedo, sem estrutura, foi uma delas. Goioerê nos anos 70 era bastante agitada, a população passava dos 100 mil habitantes, maior parte na zona rural. Muitos iam à cidade somente em ocasiões especiais, como por exemplo no show de Milionário e José Rico que acontecia com frequência em frente à loja Varejão de São Paulo nas proximidades da estação rodoviária. Memória Viva me passa os cinquenta pra cá! O bêbado feliz da vida paga com satisfação. O dono do bar fica intrigado com sua atitude e pergun- ta: você perdeu cinquenta reais e ainda fica feliz? O bêbado responde: É que eu apostei cento e cinquenta reais com meus camaradas do outro lado da rua que eu mijaria seu bar todinho e você ainda daria risada!!!
  6. 6. Página 06 Comcam, 29 e 30 de abril de 2015 PARANÁ NOTÍCIASVereadores contato: 44-3523-7969 9804-5912 Vendo 1000 peças de roupas seminovas. Lote fechado. Valor R$ 1.50 peça. Valor R$ 480.000,00 (Escriturado) Fone: (44) 9808-2786 AÇÕES DOS VEREADORES DE LUIZIANA LegislativLegislativLegislativLegislativLegislativo em Destaqo em Destaqo em Destaqo em Destaqo em Destaqueueueueue O vereador Sérgio Apº. Simões indicou ao Executivo Municipal para que seja feito um trabalho de cascalhamento e recupe- ração da estrada do sitio Santa Edvirges de propri- edade do Sr. Jose Carlos, no limite com o município de Barbosa Ferraz. “A referida estrada está a muito tempo sem manutenção e em pés- simas condições de trafego, e trata-se de via de transporte escolar escoa- mento de safra entre ou- tros”, justificou. Também solicitou a possibilidade de instalar ilu- minação no campo de fute- bol da Vila Rural Novo Ho- rizonte. “Outros campos que foram construídos de- pois, já receberam ilumina- ção, e seria mais uma área de lazer tanto para os mo- radores da referida vila quanto para os Munícipes que gostam de jogar fu- tebol, tendo assim mais uma opção para a prati- ca de esporte também em horário noturno”, disse. Indicou também pos- sibilidade colocar ilumina- ção no pátio da igreja da Vila Rural novo Horizonte e também no pátio do cen- tro de saúde Celso Noguei- ra da Silva. “A iluminação do pátio da referida igreja e no posto de saúde, seria uma forma adequada de reutilização dos postes que foram retirados da Avenida Independência, e seria de muito bom uso nestes dois locais sugeridos, visto que muitos moradores da Vila rural frequentam essa Pa- róquia, e também melhora- ria a visibilidade a noite no posto de saúde”, argumen- tou. Pediu ainda a que se estude a possibilidade de edificar muro no centro de saúde Celso Nogueira da Silva. Sugeriu que seja cas- calhado a Rua Floriano da Rocha Walter, iniciando na rua Alcides Pilan, e indo até as proximidades das residências dos Srs. Ladis- lau Liss e Moacir Ramalhei- ra. Na área rural, pediu que fosse feito proteção nas cabeceiras da primeira pon- te do Rio Chupador, que liga a sede do Município a comunidade de Valinhos e também sinalização refleti- va no local. “Devido a ris- cos de acidentes com veícu- los em dias chuvosos ou de neblina, pois o local não tem proteção na ponte e nem si- nalização refletiva que faci- lite a visibilidade dos moto- ristas colocando suas vidas em risco”. Explicou Sérgio O vereador Luiz Carlos de Oliveira Fer- reira, sugeriu que seja fei- to proteção nas cabeceiras da primeira ponte do Rio Chupador, que liga a sede do Município a comunida- de de Valinhos e também sinalização refletiva no lo- cal. Na justificativa o ve- reador diz que é necessá- rio devido a riscos de acidentes com veículos em dias chuvosos ou de neblina, pois o local não tem proteção na ponte e nem sinalização refletiva que facilite a visibilidade dos motoristas colocando suas vidas em risco O vereador Joa- quim Peppineli de Araú- jo, por meio de indicação, solicitou que seja feito uma operação preventiva para correção de uma lateral do asfalto que desbarrancou na curva em frente a Fa- zenda Mariagro na Pr. 553. “Uma parte da lateral da pista cedeu, deixando um buraco muito perigoso, principalmente por ser em uma curva e também devi- do a pista ser bastante estreita, podendo causar sérios danos materiais e também físicos para os motoristas, pincipalmente a noite”, disse o vereador que ainda enviou um re- querimento ao Excelentís- simo Sr. Carlos Resquetti Cerqueira, Engº responsá- vel pelo D.E.R em Cam- po Mourão, solicitando providências. O vereador solicitou também algumas melhorias, tais como reca- pe asfáltico, corte do mato, e troca de algumas lâmpa- das que estão queimadas na pista utilizada para caminhada na saída da ci- dade e até as proximidades da Coamo. “O local utilizado pe- los munícipes para suas atividades de caminhada, esta bastante esburacada, com mato muito alto nas laterais da mesma e tam- bém com algumas lumi- nárias queimadas ao lon- go desse trecho, necessi- tando assim urgente- mente dos reparos ne- cessários, para que os Munícipes possam fazer seus exercícios diários com a devida segurança. O vereador Jose Carlos Rodrigues Morei- ra solicitou que seja feito uma operação tapa buraco na Rua Presidente Tancre- do de Almeida Neves ao Lado do colégio Adaucto da Silva Rocha. “O local indi- cado se formou um buraco muito grande ao lado da lombada o que pode cau- sar tanto danos materiais para veículos e motos, quanto danos físicos para os mesmos, em caso de quedas ou acidentes. Pedidos aos Deputa- dos - O vereador José Car- lo Rodrigues Moreira soli- citou ao deputado estadual, Marcio Nunes, para que ele interceda junto aos órgãos competentes do Estado, a aquisição e posterior repas- se de um veículo Van ou uma Kombi para uso do de- partamento de educação do município. “Precisamos de um veículo para oferecer um transporte apropriado para utilização de departa- mento de educação do mu- nicípio”, relatou o vereador que fez esse mesmo pedido ao deputado federal Zéca Dirceu e também ao depu- tadofederalSérgioSouza.Já ao deputado federal Rubens Bueno, o vereador solicitou aaquisiçãodeumrolocom- pressor a ser destinado ao município. “O equipamen- to é necessário para ma- nutenção principalmente das muitas estradas ru- rais do Município, que ca- recem de constantes cas- calhamentos e o municí- pio ainda não possui um equipamento condizente com as reais necessida- des de uso. A vereadora Cristi- na Apª. dos Santos solici- tou que seja oficiado ao Exe- cutivo Municipal que estu- de a possibilidade de fazer com urgência uma operação tapa buracos ou recape as- fáltico em todas as ruas do município de Luiziana. “As ruas e avenidas de nossa ci- dade estão cheias de buracos e além de dificultar o transi- to, causa prejuízos materiais aos motoristas além de ris- cos de acidentes”, alertou a vereadora. Cristina juntamente com o vereador Pedro Fa- rias também sugeriram ao Executivo Municipal a pos- siblidade de criar uma par- ceria com uma fábrica de re- ciclagem de lixo, cedendo um local para a construção, bem como a viabilização para a instalação e operação da mesma. “A sugestão tem por objetivo destinar um lo- cal próprio paro o lixo reci- clável do Município, geran- do uma conscientização na populaçãosobreaimportân- cia da reciclagem e também gerando empregos e lucro para o município”, explicou a vereadora. Por meio de requeri- mento a vereadora Cristina, juntamente com os demais vereadores, solicitou que seja enviado ao Diretor-Ge- raldo Departamento de Es- tradas de Rodagem do Pa- raná, Nelson Leal Júnior solicitando a construção de acostamento e também me- lhorias na sinalização da PR 553 no trecho que compre- ende o trevo de entrada da cidade e até o entreposto da Coamo. “O referido trecho entre a sede do Município de Luiziana e o trevo que dá acesso ás cidades de Cam- po Mourão, Barboza Fer- raz e Guarapuava, não possui acostamento nem sinalização adequada ao transito de veículos, tor- nando assim esse trecho um local perigoso para to- dos que precisam utilizar essa via”, justificou Cristi- na. A mesma vereadora pediu ainda a possibilidade de atendimento a sugestões anteriores, referente à im- plantação de um redutor de velocidade ou edificação de lombadas em alguns pon- tos da Rua Alaor Diniz Medeiros. “Os moradores estão preocupados, pois motoristas não respeitam o limite de velocidade permi- tido para o perímetro ur- bano, colocando em risco sua vida e a de demais pes- soas que se utilizam dessa via”, alertou. AÇÕES DOS VEREADORES DE JURANDA O vereador Celso Car- nieli solicitou uma medida preventiva em relação a re- dutor de velocidade na Ave- nida Brasil, próximo a pro- priedade dos senhores Sin- val e Valdemar Zeremeta tem mobilizado todos os ve- readores. Cientes da neces- sidade de um redutor no local têm sido constantes os pedidos de instalação do mesmo. O vereador justifica que essa é uma reivindica- ção antiga e de extrema ur- gência, uma vez que, visa dar mais segurança a popu- lação. Isto devido ao fluxo de veículos, e de pedestres na Avenida Brasil, em espe- cial no local próximo a pro- priedade dos senhores Sin- val e Valdemar Zeremeta. “È preciso uma aten- ção especial no local Esta- remos sempre reivindican- do ate que isto se torne re- alidade, ate por ser um be- neficio de baixo custo, mas de grande beneficio”, disse o vereador. Já o vereador José Molina Netto, relem- brou aos demais de que o pedido junto ao Executivo para a implantação dos de- vidos meios de segurança, a exemplo de lombada e si- nalização, se encontra no aguardo da resposta desde 2014. Reforçou também o quanto os moradores estão ansiosos pelas devida sina- lização. Redutor de Velocidade como medida preventiva O vereador José Molina Netto, solicitou da Mesa Executiva da Câmara envio de oficio ao Executivo solicitando o cadastro e con- troledaFrotaMunicipaldos mesesdejaneiroadezembro de 2014, indicando individu- almente:marca,modelo,pla- ca, rena van, registro de ho- dômetro/ horímetro no iní- cio e final de cada mês e abastecimento,relacionando o consumo de combustível e razão do credor no mês fa- Molina requer informações turado. Na justificativa, Moli- na afirma: “O Tribunal de Contas do Estado do Para- ná (TCE) implantou em 2011 um novo sistema de controle dos gastos públicos nos municípios. O Sistema de Informações Municipais – Acompanhamento Mensal (SIM-AM) - apresenta um módulo de controle interno e faz o controle mensal do consumo individualizado de combustível, por veículo e equipamento. A declaração destas despesas é emitida bimestralmente para acom- panhamento do TCE. Sabe- mos que, por falta de fisca- lização, muitas vezes há suspeitas de prefeituras que abastecem veículos terceiri- zados ou até sucatas, como aconteceu em Engenheiro Beltrão, sendo notícia naci- onal em dezembro de 2014.” Molina prossegue: “No caso de Juranda, circu- la notícia extraoficial de suspeitas de abastecimento, no ano passado, de veículos que não pertencem à frota municipal, o que é motivo para que a câmara faça sua parte, buscando informa- ções oficiais do Executivo para esclarecer o caso. De posse das planilhas do con- trole de frotas poderemos aferir se há irregularidades no combustível gasto em cada veículo, trator, cami- nhão e máquina, durante o ano de 2014.” Segundo o vereador: “compete ao legislador mostrar os problemas da comunidade e buscar provi- dencias cabíveis junto aos órgãos competentes. Isto não quer dizer que necessa- riamente haja algo errado, mas também é competência do vereador fiscalizar o pa- trimônio publico, assim, aguardamos as devidas in- formações.”
  7. 7. Comcam, 29 e 30 de abril de 2015 Página 07PARANÁ NOTÍCIAS Vereadores AÇÕES DOS VEREADORES DE JANIÓPOLIS Zezinho sugere a implantação de Parque Industrial Buscar mecanismos, al- ternativas e implantação de políticas publicas de estimu- lo ao empreendedorismo por ser uma opção à gera- ção de renda e empregos para a população. Juranden- se tem sido uma determina- ção dos vereadores de Ju- randa. O vereador Zezinho Theodoro sugeriu ao Exe- cutivo Municipal para que no antigo Parque de Expo- sições, localizado ás mar- gens da BR 369 seja im- plantado o Parque Industri- al, como também, a elabo- ração de Projeto de Lei que regulamente as concessões dos imóveis no local e ainda,a busca de recursos junto a órgãos estaduais, fe- derais e empresários que irão ser beneficiados para que seja viabilizada as infra- estruturas do local . Con- forme a sugestão de Zezi- nho, “um local adequado e propicio para o desenvolvi- mento e instalação de em- presas em especial, por ser localizado ás margens da BR.” Segundo o vereador, servirá também, para atra- ir indústrias de outras loca- lidades as quais irão contri- buir para a geração de em- pregos e renda, como tam- bém, a melhor qualidade de vida das famílias impedin- do que jovens saiam da ci- dade em busca de emprego. Outro fator que levou o vereador a sugerir a im- plantação do referido Par- que Industrial ás margens da BR 369 é que a conces- são de terrenos dentro do perímetro urbano da cida- de pode causar grandes transtornos aos munícipes, como ruído de maquinári- os, poeira e outros tipos de incômodos às pessoas que tem suas residências próxi- mas aos barracões industri- ais e que além do incomodo causa sérios problemas de saúde e ao meio ambiente. Para Zezinho, “a im- plantação do Parque Indus- trial é de suma importância, e junto a ela, a regulamen- tação legal da área para que se possa conceder legal- mente os imóveis a empre- sários que queiram se ins- talar no local, devendo es- tes preencher certos requi- sitos, como geração de em- prego e renda ao município atendendo dessa forma a função social da proprieda- de.” Quanto à localização do Parque Industrial, o ve- reador argumenta: “Os Parques Indus- triais são geralmente loca- lizados fora das zonas resi- denciais de uma cidade. Te- mos o privilegio de contar com um local ás margens da BR. Além de ser ótimo para nossos empreendedores é um chamativo para a vinda de novas empresas e com isto, novos e mais empregos e geração de renda. Tenho certeza de que isto é melhor para as famí- lias jurandenses e empreen- dedores que acreditam no potencial econômico de nosso município.” O vereador Moacir Pereira dos Reis solicitou junto ao Executivo Munici- pal a tomada de providên- cias urgentes no sentido de readequar a cobrança da Contribuição para custeio da Iluminação Pública no Município de Janiópolis, através da redução do per- centual cobrado dos contri- buintes. “É notório que a nação enfrenta nos últimos meses, amargoso reajuste nas contas de energia elétri- ca. Em razão disso, o valor da COSIP foi elevado para o mesmo patamar, compro- metendo ainda mais o orça- mento dos munícipes. Segundo relatório en- caminhado a esta Casa de Leis, pelo Poder Executivo Municipal, o saldo bancário em 31 de dezembro de 2014, referente a COSIP, resulta- vanovalordeR$180.324,93, apontando constantes supe- rávits. A COSIP pode ser destinada apenas às despe- sas com instalação e manu- tenção do serviço, uma vez que os investimentos em melhorias e na ampliação não estão inclusos no con- ceito de custeio do serviço de iluminação pública pre- visto no artigo 149-A da Constituição Federal”, ex- plicou o Presidente da Câ- mara. Por outro lado, refe- rida contribuição não pode ultrapassar os limites de sua sustentabilidade, ou seja, não pode haver supe- rávit além da reserva razo- ável para situações emer- genciais, sob pena de ferir dispositivo constitucional. Ademais, não pode o Poder Público Municipal utilizar- se da contribuição como matéria de imposto ou taxa, pois assim o fazendo esta- ria ferindo a Súmula n° 670 do STF, a qual dispõe: “o serviço de iluminação públi- ca não pode ser remunera- do mediante taxa”. Desta feita, a COSIP tem que cumprir sua função social e não pode onerar de- masiadamente o contribu- inte, como vem ocorrendo em nosso município”, fina- lizou Moacir. Os vereado- res José Cláudio do Prado, Sirlene Maria Nunes Al- meida, Elis Veloso Braga e Ismael Marques Fernandes também assinaram a solici- tação. O vereador José Claudio do Prado – Pé de Boi - solicitou ao Executi- vo Municipal a possibilida- de da implantação de área de lazer em parte do terre- no da Casa Mortuária, com a construção de uma quadra de “malha” e “mesas de tru- co”. “Algumas pessoas utili- zam a rua anexa a Casa Mortuária para a prática de “malha” e seria mais cômo- do a utilização de parte do terreno daquele imóvel pú- blico para essas práticas. E ainda, a construção de me- sas de truco naquele local, contribuiria para o lazer e bom relacionamento dos munícipes”, disse José Clau- dio. Elias Veloso Braga e José Mario Agostinho Sou- za também assinaram a so- licitação. Pé de Boi, por meio de indicação, solicitou ao De- putado Federal Sérgio Sou- za, alocação de recursos fi- nanceiros, através de emen- da parlamentar individual, hortaliças, lavouras de subsistências, animais de trabalho, bovinos de leite, criação de suínos e frango colonial. A vila rural possui infraestruturas: mini aba- tedor de frango colonial, com registro no serviço de inspeção municipal “SIM- POA”, barracão comunitá- rio e poço semi-artesiano, com capacidade média/va- zão de água 40 m3/hora. Além do exposto, os moradores da vila rural, devido ao baixo poder aquisitivo, não possuem re- cursos financeiros para custear a implantação do Sistema Comunitário de Distribuição de Água-Irri- gação, com intuito de au- mentar o plantio de horta- liças, fornecimento de água aos animais e do consumo familiar doméstico. Vale lembrar, com a implanta- ção desta prática de forne- cimento comunitário de água, terá como resultado o aumento na oferta e qua- lidade dos alimentos pro- duzidos, bem como, contri- buirá para consolidação do processo de diversificação e o aumento de renda das famílias dos vileiros. Tam- bém assinaram a indicação os vereadores Elias Veloso Braga e José Mario Agos- tinho. José Cláudio indicou também possibilidade da construção de uma pista de “MotoCross”, no parque de exposições deste municí- pio. “Considerando que existe em nosso município, um grupo organizado de trilheiros, na prática de tri- lhas e MotoCross. A construção da pis- ta de MotoCross em nosso município possibilitaria grandes encontros de tri- lheiros e motoqueiros, con- tribuindo para o lazer e a prática de esportes, a exemplo do município de Boa Esperança, onde já é realizado anualmente o campeonato estadual de MotoCross, reunindo um grande público”, justificou “Pé de Boi”. AÇÕES DOS VEREADORES DE FAROL junto ao Orçamento Geral da União, no montante de R$ 150.000,00 (cento e cin- quenta mil reais), objetivan- do a implantação de Siste- ma Comunitário de Distri- buição de Água-Irrigação — Vila Rural Deputado Elias Abraão. A Vila Rural Deputa- do Elias Abraão, esta loca- lizada na comunidade rural do Graminha, distante 3,5 Km da Sede do Município, solos de média fertilidade natural, composta por 40 famílias de agricultores fa- miliares, com experiência em associativismo e com baixo poder aquisitivo, ex- ploração agrícola diversifi- cada, ou seja, cultivo de Antena de Telefonia Móvel - O presidente Da Câmara, o João Costa,en- viou um oficio ao deputa- do Estadual Leonaldo Pa- ranhos (PSC), solicitando uma Antena de Telefonia Móvel para o distrito de Martinópolis, haja vista que Paranhos, recente- mente, presidiu a CPI da Telefonia Móvel, onde houve significativas me- lhoras no sinal em algu- mas regiões do Paraná. O vereador Gentil Costa solicitou para que vi- abilize a possibilidade de re- alizar o recape asfáltico ou operação tapa buracos nas ruas Santa Catarina e Brasil do Conjunto Habitacional Cidade Nova. “Os morado- res do referido conjunto tem reclamadodasituaçãoquese encontram as ruas, e ainda por serem as ruas que dão acesso a nossa Prefeitura é que deveria ter um pouco mais de cuidado, pois os trá- fegos de carros nestas ruas são constantes”, relatou. Gentil pediu também para que viabilize a possibi- lidade de providenciar a ilu- minação no final da Aveni- da Paraná próximo à Rodo- viária. “Os munícipes têm reclamado muito da escuri- dãoqueseencontraestetre- cho da Avenida Paraná pró- ximo à rodoviária e ainda coloca em risco a vida da populaçãoedosguardasque fazem rondas neste local, pois com a escuridão que se encontra fica mais propicio o ato de vandalismo”, aler- tou o vereador do PSC. O vereador Luiz Bene- dito Guirro pediu a co- locação de placas com os devidos nomes nas ruas do Conjunto Vida Nova, bem como, enu- merar as casas. “Os mo- radores que residem neste conjunto tem re- clamado, pois dizem que não recebem cor- respondências, e tam- bém quando realizam algumas compras os entregado- res têm dificuldades de localizar as casas devido a falta de placas nas ruas”, disse ele. O vereador Genival- do Ferreira solicitou ao Executivo Municipal para que seja realizada em regi- me de urgência a manuten- ção da infraestrutura do prédio municipal Centro de Educação Infantil (CMEI) Menino de Jesus, segundo ele, o prédio, uma vez que nos dias de chuvas, a várias goteiras que completamen- te inundam todo o pátio es- colar dificultando a saída e entrada de alunos nas salas de aulas. Pediu também ao Executivo Municipal, copia da nota fiscal do empenho nº 826/2014, e copia na in- tegra da pesquisa realizada no Município conforme dis- pensa nº 09/2014, o qual teve o objetivo de me- dir junto à população as necessidades inerentes a administração publi- ca municipal. “O referido empenho consta o valor de $ 3.500,00 (três mil e qui- nhentos reais), valor inves- tido em um tema de suma importância, a direcionar a administração publica e pla- nejar com mais eficiência e eficácia as necessidades da nossa querida população”, argumentou. Outras solicitações - Solicitou ainda qual a Lei Municipal, Lei Federal ou Estadual que regulariza a poda das gramas, e que seja realizado um estudo para o plantio de árvores em tor- no do Estádio Municipal “Silvestrão”. Requereu também in- formações sobre o motivo pelo qual o Município de Farol, está inadimplente com o Serviço de Atendi- mento Médico de Urgência (Samu), e quando vai sanar o débito. Sendo que o mu- nicípio está com um débito de R$ 14.115,20 (quatorze mil, cento e quinze reais e vinte centavos) distribuídos em 2014 o valor de R$ 8.640,00 (oito mil e seiscen- tos e quarenta reais) e em 2015 R$ 5.475,20(cinco mil quatrocentos e setenta e cinco reais e vinte centa- vos). Juntamente com o vereador Gentil, solicitou a relação da Folha de Paga- mento dos Vigias no- turnos, des- de a data de enquadra- mento do “plano de cargos, car- reiras e ven- cimentos”, constando remunera- ção mensal individual e so- licita ainda esclarecimentos qual a razão da redução sa- larial do servidor. “Vários servidores públicos supri- dos no município na função “vigia”, que tem constante- mente procurado os Legis- ladores, solicitando inter- venção no sentido de apu- rar a razão/motivação da redução salarial Implícito no artigo 7º da Constitui- ção Federal inciso VI, dis- põe que o salário é irredu- tível, salvo o disposto em convenção ou acordo cole- tivo”, explicaram.
  8. 8. PARANÁ NOTÍCIASPágina 08 Comcam, 29 e 30 de abril de 2015 Especial Dívida da UDívida da UDívida da UDívida da UDívida da União com o Pnião com o Pnião com o Pnião com o Pnião com o Paranáaranáaranáaranáaraná já soma R$ 1já soma R$ 1já soma R$ 1já soma R$ 1já soma R$ 1,4 bilhão,4 bilhão,4 bilhão,4 bilhão,4 bilhão Secretário estadual da Fazenda, Mauro Ricardo Costa As dívidas da União com o Paraná já alcançam a cifra de cerca de R$ 1,4 bi- lhão em 2015. São R$ 439 milhões devidos como compensação da desoneração de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) nas exportações; R$ 520 milhões para o custeio das ações de saúde e outros R$ 433 milhões referentes à mu- dança do indexador e dos juros da dívida renegocia- da com a União. “É um absurdo. A União não pode fazer o seu ajuste fiscal à custa do Pa- raná e da sua população”, afirma o secretário da Fa- zenda, Mauro Ricardo Cos- ta. Ele ressalta que é urgen- te a regulamentação da mu- dança do indexador e dos juros das dívidas dos esta- dos e municípios, aprovada no ano passado. “Não podemos acatar a proposta de que isso acon- teça somente em 2016”, diz o secretário. Pela nova lei, as dívidas estaduais e mu- nicipais com a União seri- am corrigidas pelo IPCA mais juros de 4% ao ano, li- mitada à variação da Selic. ECONOMIA - O Paraná contraiu um financiamento de R$ 5,6 bilhões em 1998, com pagamento em 30 anos, corrigidos pela variação do IGP-DI mais 6% de juros ao ano. Já pagou até março de 2015 um total de R$ 12,6 bilhões e continua a dever R$ 9,3 bilhões. Ou seja, a soma do que já foi quitado e do que ainda terá de de- sembolsar chega a R$ 22 bilhões. Com a mudança já aprovada, o Paraná teria uma economia de R$ 151,3 milhões em 2015 e ainda receberia de volta R$ 282,5 milhões pagos a mais em 2013 e 2014. Até 2028, a diferença chegaria a R$ 3 bilhões em favor do Paraná, por isso a necessidade de que a regu- lamentação não seja mais adiada. EXPORTADORES - No ano passado, a União deixou de pagar R$ 108,2 milhões referentes ao auxílio finan- ceiro aos estados exporta- dores (valor que inclui a parcela dos municípios). Os repasses da Lei Kandir também não foram feitos no primeiro trimestre de 2015, acrescentando R$ 49,2 milhões à dívida. De abril a dezembro, outros R$ 147,5 milhões teriam de ser transferidos ao Paraná re- ferentes a compensações da Lei Kandir (que causou per- das na arrecadação de im- postos estaduais) e mais R$ 134,4 milhão deveriam ser pagos como auxílio finan- ceiro devido por desonera- ções nas exportações. No caso das dívidas de R$ 520 milhões com a área de saúde, várias despe- sas de responsabilidades da União não foram repassa- das, inclusive as relativas a medicamentos de alto cus- to, que o estado teve de cus- tear. No último encontro do Codesul (Conselho de Desenvolvimento e Inte- gração Sul), em Campo Grande, os governadores da região trataram dessas e de outras pendências no relacionamento com a União. Além do fim dos atrasos nos repasses, os es- tados vão pedir a isenção da contribuição ao Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público), mudanças nas re- gras de pagamento de pre- catórios e na utilização de depósitos judiciais, além da desvinculação constitucio- nal de 20% da receita de estados e municípios. Site do Jornal Paraná Notícias está com novo layout Há alguns anos a internet vem sendo uma grande ferramenta de comunicação, pensando nisso, o jornal Paraná Notícias também colocará seu conteúdo disponível na versão online. Usando a plataforma blogger, o site é de fácil acesso, um modelo simples e objetivo, que permitirá uma maior interação com o leitor. Como o Jornal é distribuído gratuitamente - (sem assinaturas), se torna praticamente impossível ter alguma margem comercial para apresentar aos anunciantes. Com a versão online, o número de visitas dá um parâmetro para o e- commerce do jornal. www.jornalprn.com.br / www.jornalparananoticias.com.br "Porém o SENHOR disse a Samuel: Não atentes para a sua aparência, nem para a grandeza da sua estatura, porque o tenho rejeitado; porque o SENHOR não vê como vê o homem, pois o homem vê o que está diante dos olhos, porém o SENHOR olha para o coração." (I Samuel 16:7) Jornalismo - Todo conteúdo do impresso agora também na versão online

×