SlideShare uma empresa Scribd logo

Jornal do CMMS. Volume I, edição I.

S
suzelio

Jornal do Colégio Municipal Monsenhor Stanilaw. Volume I, edição I.

1 de 10
Baixar para ler offline
FOLHA DO CMMS
                                                 Olivedos 50 anos
Volume 1, edição 1           Tiragem: 100 exemplares                                          Sexta-feira, 18 de novembro de 2011

                                                          “Só deixo o meu Cariri no último pau de arara”

                                    da quantidade de pessoas       pois das épocas de seca         tora passam por grandes
                                    que tivesse na casa, se ti-    houve grandes chuvas, por       fazendas e os donos dessas
                                    vesse uma pessoa doente        alguns considerados dilú-       os quebram para subornar
                                    era oferecido algumas latas    vios, que ocorreram entre       a água, sendo assim, cida-
                                    a mais, em alguns locais       1974 e 1985. De acordo com      des como Olivedos sofre
                                    eram descobertas “água de      relato de algumas pessoas,      com o descaso há muitos
                                    veia” que servia para os       nesse tempo choveu por          anos; e até agora nenhum
                                    serviços de casa e para        todos os anos de seca.          governante tomou uma
                                    “escapar” algumas vacas de         Após tantos anos de         atitude. Até porque, se-
     Olivedos, situada no
                                    leite, mas os outros ani-      seca, os governantes decidi-    gundo relatos, são fazen-
  agreste paraibano, curi-
                                    mais morriam de sede. A        ram ajudar. No ano de           deiros poderosos...
  mataú ocidental, de
                                    água era trazida em carro-     1986 foi construído o açude         É importante fazer um
  clima semi-árido e bio-                                          Canaã por reivindicações
  ma caatinga, já passou            ças de boi ou de burro com                                     paralelo entre as duas épo-
                                    barris e tambores. Nessa       do então prefeito Evilásio      cas relatadas: percebe-se
  e ainda passa por anos                                           Albuquerque e do governa-
                                    época o índice de mortali-                                     que houve melhoras, no
  de seca, mas as que                                              dor na época Wilson Braga,
                                    dade infantil e de idosos                                      entanto estamos voltando
  mais marcaram por                 era altíssimo, também mor-     a população esperava chu-       ao tempo de “água de vei-
  serem as piores foram             riam de fome e de sede, até    vas para o açude encher.        a”, pois é incerta a hora
  entre os anos de 1970 a           porque os idosos ainda não         Por volta de 1990, o go-    que essa água vai chegar.
  1973 e de 1979 a 1983,            eram aposentados e não         vernador eleito Tarcísio de     É preciso que todos reivin-
  anos que ficaram co-              conseguiam trabalhar.          Miranda Burity implantou        diquem seus direitos en-
  nhecidos como “anos de                Entre a seca de 1979 a     a CAGEPA no município,          quanto cidadãos.
  seca Braba”.                      1983, o pior ano foi o de      com um sistema que bom-             E ainda mais, é preciso
     Na época da seca               1983, pois absolutamente       beava água do açude Cana-       que cada um tome consci-
  entre 1970 a 1973, era            tudo já estava seco, a única   ã para ser tratada e distri-    ência da importância de se
  oferecida a população             solução foi o abastecimento    buída por toda a cidade.        economizar esse líquido
  água potável de carros            de carros pipa, nessa época    Vendo, nesse momento, ter       tão precioso.
  pipas e cada família              a seca foi maior, mas o di-    “água na torneira” e com-
                                    reito as “latas d’água” au-    parando-o aos anos de seca,     Reportagem: Euller Tha-
  tinha direito a apenas
                                    mentaram e por isso, foi       era o que realmente todos       les, Henrique Batista Bor-
  duas “latas d’água”,
                                    mais branda.                   queriam, mas a população        ges, Karlos Diego, Jacileide
  mas também dependia                                              começou a reclamar porque
                                        O chamariz comunitário                                     Epifânio, Mayra Nágila,
                                    era abastecido com água        a água não dava para o          Monalisa Cavalcante, Vitó-
EDITORIAL
                                    vinda de uma caixa d’água      consumo,         pois     era   ria Fernandes,Van Basty e
    Olá, queridos leitores da       do município de Campina        “salobra”.                      Wlliane Borges.
Folha do CMMS!                                                         Após a morte de Antô-       Revisão do Texto: Profª Lu-
                                    Grande no conjunto Presi-
    Neste     ano    de    2011                                    nio Mariz, seu vice José        cia Albuquerque.
produzimos a primeira edição. É
                                    dente Médici e do açude
                                                                   Targino Maranhão o subs-        (Alunos do 3º ano do En-
um momento de alegria e             Timbaúba no município de
                                                                   tituiu, e foi no projeto adu-   sino Médio).
satisfação         termos       a   Sossego, nessa época tam-
oportunidade de produzir um         bém houve morte, mas foi       tora do cariri que Olive-
jornal com a cara de cada um.       menos até porque a quanti-     dos foi contemplada e co-
    Neste exemplar vocês irão                                      meçou a rece-
                                    dade de água oferecida era
encontrar vários gêneros                                           ber uma água
textuais.                           maior e já existiam alguns
    Queremos convidar-lhes a        aposentados, e também          melhor.
mergulhar nesse mundo               surgiu o pagamento da              Atualmen-
letrado. As matérias foram          “cachorra maga” que ajuda-     te, depois de
feitas para vocês. Boa Leitura!!!   va os agricultores, que em     tudo isso, po-
                                    virtude da seca não tinham     de-se observar
Alunos do CMMS.
                                    como lucrar. Segundo rela-     uma situação
Professores Colaboradores:
Ana Nery Campos, Júlio Cezar        tos, todos os animais mor-     vergonhosa,
Apolinário, Lucia Aparecida         reram, pois a água ofereci-    pois na época
Albuquerque, Maria Goretti          da só dava para o consumo      de seca falta
Barbosa, Mirtes Revoredo,                                          água, alguns
Moises Allysson Silva e
                                    humano.
                                        Coincidentemente, de-      canos da adu-
Vanderli do Nascimento.
V O LU M E 1 , E D I Ç Ã O 1                    O LI V E D O S 5 0 A NO S                                    PÁGINA 2




Alunos fazem homenagem a Moizés
    Saudades do tempo em que a        que você defendia o Treze, o Vasco e   nunca se vai para sempre." (Bob
gente voltava a ser criança e brin-   o Santa Cruz. Eternas Saudades de      Marley)
cava na sala, que você passava o      Você, nosso amigo!
dia todo nos pergun-                                                            “Cedo ou tarde a gente vai se
tando, se nós tínhamos                          "Os ventos que às vezes      encontrar tenho certeza numa
feito as atividades, do                         tiram algo que ama-          bem melhor” (Nx Zero – Cedo ou
seu gol feito nos jogos                         mos, são os mesmos           tarde).
internos, saudades do                           ventos que nos trazem
tempo em que nós ía-                            algo que aprendemos a
mos para casa de Gus-                           a     m     a    r    .
tavo estudar para as                            Por isso, não devemos
provas, de quando você                          chorar pelo que nos foi      Homenagem feita pelos alunos:
pedia para Renan ir                             tirado e sim, aprender       Márcio Guedes
jogar no treze e das                            a amar o que nos foi         Aurélio Santos
nossas discussões de                            dado. Pois tudo aquilo       Juarisson Mello
futebol na sala, em                             que é realmente nosso,




Crônica                                 Partindo de Histórias
   Uma cidadezinha de grandes         contra nativos da região.                 Seja como for, o que mais im-
histórias, Olivedos nasceu em            Oliveira era um homem que           porta não é o nome, mas o povo
1961 e ganhou este nome por           abusava do seu poder, causou           que habita este lugar. Quem sa-
causa de um homem que diziam          muitos estragos a nossa terrinha
                                                                             be, com o passar do tempo, possa
ser herói, só que não passava de      amada.
um grande terrorista.                    Agora por que não                     haver uma “revolta” e, ao invés
   Antes se chamava São Fran-         adotaram um nome                         de olivedenses, passaremos a
cisco, devido ao santo padroeiro,     relacionado à mulher                     ser chamados de joanenses.
depois mudando para homenage-         que era famosa pelo
ar Teodósio de Oliveira Ledo,         seu cabaré – Farol de                     Autoras: Fabiana de Sousa,
sendo esse o nome atual. Não          Joana Preta, pois era                    Patrícia de Oliveira, Maria
entendo o motivo pelo qual sur-       mais honesta e traba-
                                                                               Roziane de Andrade e O-
giu a mudança no nome, passan-        lhadora? Acredito que
do de um religioso solucionador       fosse pelo medo da                       dacy Barros - (3º ano do Ensi-
de problemas, era o que afirma-       população de enfrentar o homem         no Médio).
vam, para esse que trouxe de          mais poderoso da região.
volta a lembrança os horrores
PÁGINA 3                                        O LI V E D O S 5 0 A NO S                         V O LU M E 1 , E D I Ç Ã O 1




Entrevista com ex-aluno do C.M.M.S
   Entrevista realizada com o ex-     seu curso no mercado de trabalho?         Que mudanças podem ser realizadas
aluno José Jomárcio Costa San-                                                  para melhores condições de educa-
tos, 21 anos, cursou o ensino mé-     Jomárcio: Tentar amenizar os des-         ção, cultura e política?
dio no Colégio Municipal Monse-       gastes acontecidos no meio ambien-        Jomárcio: Muito pouco, mais res-
nhor Stanislaw, tendo concluído no    te, protegendo as “espécies”.             ponsabilidades e liberação de verbas
ano de 2007. Atualmente esta cur-                                               dos poderes mais elevados.
sando o curso de Biologia.            M. Guedes: Quais tipos de espécies?
   A entrevista foi realizada         Jomárcio: Desgaste a extinção das         M. Guedes: Que previsões você faz
pelos alunos Marcio Guedes e          Espécies sejam elas animais ou vege-      para o futuro?
Aurélio (1º ano médio A).             tais.
                                                                                Jomárcio: Eu me vejo um acadêmi-
M. Guedes: Como você observa o        M. Guedes: Quais os prós e contras        co formado, buscando melhorias e
seu papel como aluno na                             do curso escolhido?         aprofundamentos na minha área de
época de Ensino Funda-                                                          trabalho e ser um profissional quali-
mental e Médio?                                          Jomárcio: Estudar      ficado.
                                                         minuciosamente a
Jomárcio: Visava pas-                                    “bio” dos minúscu-     M. Guedes: Que dificuldades en-
sar no vestibular, porém                                 los seres até os ma-   frentou (e tem enfrentado) para con-
não era um aluno dedica-                                 cros seres e suas      seguir realizar tudo que almejas?
do nem me esforçava                                      funções desempe-
muito.                                                   nhadas na nature-      Jomárcio: Muitas responsabilida-
                                                         za. Muitos detalhes    des em poucos períodos de tempo.
M. Guedes: Sabe-se que                                   que devemos saber
você é aluno do curso                                    mais nem todos         M. Guedes: Como avalia o seu pa-
superior de Biologia. Que                                usarão.                pel, hoje, na comunidade em que vive
pessoas ou fatos tiveram                                                        na vida social e como futuro profis-
mais influência nas suas                               M. Guedes: Que           sional na área escolhida?
escolhas relacionadas ao                               conselhos você dari-
curso superior (escolhido): O lado    a para um jovem indeciso quantos a        Jomárcio: Vejo-me um jovem parti-
econômico ou a posterior realização   escolha da carreira a seguir?             cipativo e sempre buscando e inovan-
profissional?                                                                   do melhorias para um crescimento
                                      Jomárcio: Eles devem observar             intelectual, social e profissional
Jomárcio: Meu contato ainda cri-      seus dia-a-dia e suas principais afi-
ança com os animais e a realização    nidades.
profissional.
                                      M. Guedes: Como você avalia a atu-
M. Guedes: Qual a importância do      ação do jovem na sociedade atual?



Os 15 anos da Joyce Borges - Comemoração em grande estilo


   Joyce Borges comemorou, em
grande estilo, seu 15º aniversário
no último sábado (12/11/2011),
no Clube do Pascoal, cercada por
amigos e familiares e com uma
caprichada produção. Joyce está
cursando o 1º ano do ensino mé-
dio, no Colégio Municipal Monse-
nhor Stanislaw.
V O LU M E 1 , E D I Ç Ã O 1                    O LI V E D O S 5 0 A NO S                                PÁGINA 4




                                                Babado!
A fofoca está rolando...               dela, por motivos que não podemos     Deborah Rayne volta o seu roman-
                                       informar.                             ce com Ricardo.
Fufa pega sua filha Deborah, fi-
cando com Jó na praça e faz um         Cinco ou mais aviões do exército      João Paulo abre o jogo para algu-
barraco.                               passou em Olivedos no dia 16 de       mas pessoas e afirma que está gos-
                                       novembro às 10h 10min da manhã        tando de Pricila! E ai será que esse
Karol arranha Genézio e ele fica       e todos os matutos ficaram olhando    muidinho vai dar em alguma coi-
falando umas indiretas e dá conse-     e gritando. Como sempre só podia      sa?
lhos para ela tomar chá verde para     ser esse povo besta mesmo!
baixar o bucho.                                                              Laíza ia pular com os garotos do
                                       Há meses que todos os dias de aula    Moto Lama, mas no final deu Á-
Karol está malhando e está se a-       Rosimara e Cleiton se encontram       guia pra ela, porque Bi não deixou!
chando uma paniquete perfeita, de      perto da quadra e fi-
perna, bunda e peitos duros e          cam conversando e                           Está rolando alguns comen-
grandes.                               namorando! Arrasou                          tários no C. M. M. S. que
                                       querida!                                    Eva (Atual Miss de Olive-
Deborah aproveita a valsa do ani-                                                  dos) usará na entrega do
versário de Joyce e vai ficar com Jó   Eduarda troca Davi                          título este ano, um vestido
lá na Beira Rio.                       por um garoto de                            de oncinha e também há
                                       Campina Grande-PB                           comentários que Eva em-
Bianca fica bêbada e louca no ani-                                                 prestará toda sua beleza de
versário de Joyce e torce o pé. Obs:   Bianca Cristina abre o jogo e afir-   vestido, para o desfile deste ano.
Mas recebe uma massagem de Rô-         ma de uma vez por todas que AMA
mulo.                                  Caio. E outra melhor ainda ele        Depois de ficar por muito tempo,
                                       também diz que A AMA MUITO!           Gerônimo e Joyce assumem o na-
Balega vai para Recife, mas chega                                            moro no dia 12 de novembro. E
no dia 16/11/2011.                     A professora Joelma adorou a feira    estão arrasando com essa notícia!
                                       de Artes do C. M. M. S. principal-
Hellen vai para o aniversário de       mente, as esculturas de frutas.
Joyce e fica se achando! Coitada!!     Porque ganhou duas macaxeiras
                                       de presente dos alunos do projeto e
Poliana faz barraco com sua filha      faz a festa!
no meio da rua e puxa os cabelos


E tome fofoca...                       Cal e há comentários que já estão namorando.
                                       Karline é chamada por muitos de bunda de Taiba!

Monalisa fica com                                Karline foi demitida da padaria e não pode mais ser chama-
Oscar na festa de                                da de “Loira do Trigo”
aniversário de Bian-
ca no dia 24/09/2011                             Diógenes tinha as quatro pernas arriadas de amor pela
e ele vai deixar ela                             “Loira do Trigo” (Karline) e não conseguiu nada!
em casa de carro.
Arrasou     querida!                             Monalisa bate altos papos com Gustavo (primo de Bianca) no
Que Boffe!                                       aniversário de Joyce. Arrocha querida!

Mayra fica com Do-
nizete no banco de


                                                 Restaurante O Casarão       Panificadora e
                                                 Rua: Teodozio de Oli-       Mercadinho Moura
                                                 veira Ledo- Olivedos-       Rua: Oscar Costa-
Rua: Frei Ibiapina- Olivedos-                    Centro                      Centro- Olivedos
Centro                                           Fone: (83) 9120-1471        Fone: (83) 3389-
Fone: (83) 3389-1009                             Org: Karina e Família       1027
Org: Silvana                                                                 Org: Armando Moura e Família
PÁGINA 5                                       O LI V E D O S 5 0 A NO S                       V O LU M E 1 , E D I Ç Ã O 1




Miss Olivedos 2011
   Em Olivedos, acontece muitos      ma disputa muito acirrada, mas decidido se este ano vai ter o desfi-
eventos interessantes, bons, di-     com a vitória de Rômulo (20), que le do Mister, mas provavelmente
vertidos e muito legais. Um deles    estudava o 3º Ano do Ensino Mé- sim e com a participação de quatro
é o desfile da Miss Olivedense,      dio e que foi premiado com a faixa homens. São eles: Expedito, Flávio
que há muito tempo atrás foi cria-   de Mister e vários outros prêmios. José, Juarisson e Silvio. Vai ser
do na cidade e que acontecia todos   Mas também a mulher não pode- uma grande e acirrada disputa.
os anos. Mas não durou muito         ria ficar de fora! Tivemos a vitória Pois só será premiado quem ga-
tempo e foi acabando. Passaram-      de Eva Melo (16), que                               nhar em 1º Lugar. Os
se anos e anos e voltou a aconte-    conseguiu      “derrubar”                           meninos precisarão de
cer no ano de 2007, com a primei-    todas as suas concor-                               muita sorte e um bom
ra vitória de Natália, a segunda     rentes e com muita gar-                             desempenho na passa-
de Juliete, a terceira de Yara e a   ra, força e determina-                              rela para ser vitorioso.
quarta de Eva Melo (atual Miss       ção conseguiu o primei-                             Todos avisam que este
Olivedense). As mesmas são mu-       ríssimo lugar. Eva es-                              ano será realizado no
lheres muito lindas, que arrasa-     tudava o 9º Ano do En-                              dia 19 de novembro, na
ram na passarela e fez por mere-     sino Fundamental e                                  Casa do Show de Pasco-
cerem a vitória.                     que também foi premia-                              al, tendo a participação
   Este desfile é organizado pelo    da com muitos brindes                               de muitas pessoas, com
3º Ano do Ensino Médio, com a        e sua faixa da Miss Oli-                            início às 19h30min pro-
ajuda do Colégio Municipal Mon-      vedense.                  Eva Melo. Miss Olivedos   vavelmente e com as
senhor Stanislaw (C.M.M.S.),            Com muita concor- 2010                           bandas: Perfil e Forró
principalmente pelo professor        rência, neste ano vamos ter mui- na Hora.
Lindinaldo Henrique Custódio,        tas participantes e todas dizem              É desejado a todos (as) partici-
patrocinadores da própria cidade     que esse ano promete! E são elas: pantes uma ótima apresentação e
e com bandas e jurados de fora.      Jacileide, Lady Day, Elizângela que tudo dê certo neste dia muito
   No ano de 2010, teve o início     Farias, Nádia Vanessa, Érika, importante para todos deles! Que
de desfiles de homens, que os de-    Elizângela, Viviane, Geandra, Ri- seja vitoriosa a pessoa que mere-
mais chamaram de Mister, onde        ta de Cássia, Rayvânia e Karlin          cer e tiver um maravilhoso desem-
teve vários concorrentes, com u-        Ainda não estar devidamente penho.



Times de futebol de Olivedos
Time: C.S.O                          Ex: Zé Antonio                         Títulos: Bi-campeão ‘aspirante,
Fundador: Rafael Gonçalves           Título: 3 campeonatos e 12 tor-        torneio inicio 1992 municipal, e
Borges                               neio                                   também o torneio inicio da copa
Fundação: 15/08/2009                                                        Paraíba 1993 e vice campeão da
Presidente: Virginia Gonçalves       Time: Independente                     mesma, vice campeão LFPP 2006 e
Borges                                                                      campeão de futsal 2010.
Vice: Gregório de Almeida Souto.     Fundação: 31/outubro/2005
                                     Fundador: Toim, Nilso e Betim
Time: Corintinha                     Presidente: Toim
Fundação: 01/11/1992                 Vice: Betim
Fundador: Zé Costa e Ceuzim          Ex: Toim Grandão
Presidente: Vanderley Costa          Títulos: 8 torneios e campeona-         Nota de falecimento:
Vice: Zé Buscapé                     tos.
Ex: Zé Costa                                                                    O esporte de Olivedos lamenta
Títulos: Campeão Olivedense, no                                              a perda do árbitro Márcio e deixa
                                     Time: Leão
Boqueirão , em Pedra D’água.                                                 aqui o registro de agradecimento
                                     Fundação: 15/05/1952
                                                                             pela a arbitragem decente feita
                                     Fundador: José Silvino Dias (Zé
Time: Veterano                                                               no atual campeonato municipal.
                                     de Marica)
Fundação: 1988                       Presidente: Luciano (Tany)
Fundador: Zé Preto                   Vice: Teteu
Presidente: Novinho                  Ex: Luiz Manuel dos Santos
Vice: Géso
O L I VED O S 50 AN O S
V O LU M E 1 , E D I Ç Ã O 1                                                                                             PÁGINA 6




BULLYING: brincadeiras que ferem
   Você já ouviu falar de bullying? Bullying é um                  O bullying é praticado em escolas de todo o mundo.
termo em inglês que pode causar estranhamento                   Na maioria das vezes, ele é visto como brincadeira
para muitos, com atitudes agressivas e repetitivas              própria do amadurecimento da criança.
que ridicularizam, agridem e humilham as pesso-
as. A palavra                      inglesa bullying
significa valen-                   tão, brigão. Atos
como empurrar,                     bater,    colocar
apelidos ofensi-                   vos, fazer gestos
ameaçadores,                       humilhar, rejei-
tar e até mesmo                    ameaçar sexual-
mente um cole-                     ga dentro de
uma      relação                   desigual de po-
der, seja por                      idade, desenvol-
vimento     físico                 ou relações com
o grupo, são classificados como bullying.
   Bullying é um problema mundial,encontrado
nas escolas, não se restringindo a um tipo específi-
co de instituição. Esse “ fenômeno “ começou a ser
pesquisado há cerca de 10 anos na Europa, quando
se descobriu que ele estava por trás de muitas ten-
tativas de suicídios entre adolescentes.                            Arte feita pelo o aluno, Ayrton do 9º ano do ensino médio.



                               ATENÇÃO! O BULLING É RUIM PARA TODOS!
 Pra quem pratica                       Para quem sofre                                  Pra quem testemunha
                                                                                         Tem medo de vira sofrer bulling
      •Tem uma falsa sensação de        •Sente-se humilhado
                                                                                         Sente-se intimidado, indefeso e
      poder                             •Sente-se intimida
      •Pode prejudicar sua convi-                                                        inseguro
                                        •Seu aprendizado é prejudicado
      vência com os colegas                                                              Sofre em silencio
      •Pode vir adotar, no futuro,      •Sofre em silêncio
                                                                                         Não sabe como ajudar a quem so-
      comportamentos deliquentes        •Não consegue buscar ajuda
      •Pode tornar-se um adulto                                                          fre bulling
                                        •Isola-se dos colegas
      violento, inclusive com a famí-                                                    Sente medo de ir à escola
                                        •Pode ter reações violentas
      lia
                                                                                         Fica ansioso
      •Pode envolver-se em atos         •Tem medo de ir à escola
      criminosos                                                                         Seu aprendizado é prejudicado
                                        •Sofre em silêncio
                                                                                         Pode acreditar que seja bom prati-
                                        •Sua autoestima fica abalada
                                                                                         car bulling
                                        •Pode prejudicar a sua vida adulta
                                        •Sente dor
                                        •Pode tentar ou cometer suicídio

Recomendados

Informativo IAPRO CIANORTE | Setembro 2012
Informativo IAPRO CIANORTE | Setembro 2012Informativo IAPRO CIANORTE | Setembro 2012
Informativo IAPRO CIANORTE | Setembro 2012iaproparanaense
 
Raciocínios - Quirino Vieira
Raciocínios - Quirino VieiraRaciocínios - Quirino Vieira
Raciocínios - Quirino VieiraQuirino Vieira
 
Jornal os catraios final mf v8 - pdf
Jornal os catraios final mf  v8 - pdfJornal os catraios final mf  v8 - pdf
Jornal os catraios final mf v8 - pdfCelia Ganhao
 
Analise socio-historica da comunidade caicara de Conceicaozinha - Guaruja Par...
Analise socio-historica da comunidade caicara de Conceicaozinha - Guaruja Par...Analise socio-historica da comunidade caicara de Conceicaozinha - Guaruja Par...
Analise socio-historica da comunidade caicara de Conceicaozinha - Guaruja Par...Coletivo Alternativa Verde
 
Canonautas do rio pratiquara no rasto do pusal. revista iluminuras 35
Canonautas do rio pratiquara   no rasto do pusal. revista iluminuras 35Canonautas do rio pratiquara   no rasto do pusal. revista iluminuras 35
Canonautas do rio pratiquara no rasto do pusal. revista iluminuras 35Daniel S Fernandes
 
Analise socio-historica da comunidade caicara de Conceicaozinha - Guaruja Par...
Analise socio-historica da comunidade caicara de Conceicaozinha - Guaruja Par...Analise socio-historica da comunidade caicara de Conceicaozinha - Guaruja Par...
Analise socio-historica da comunidade caicara de Conceicaozinha - Guaruja Par...Coletivo Alternativa Verde
 

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Seu chico e o meio ambiente
Seu chico e o meio ambienteSeu chico e o meio ambiente
Seu chico e o meio ambientenavegandocomtheo
 
úLtimo tema
úLtimo temaúLtimo tema
úLtimo temaandrissa
 
Jornal Convívio Abril/Junho 2010
Jornal Convívio Abril/Junho 2010Jornal Convívio Abril/Junho 2010
Jornal Convívio Abril/Junho 2010casapovopombalinho
 
teste6º-ano-lembrancas-da-chuva
teste6º-ano-lembrancas-da-chuvateste6º-ano-lembrancas-da-chuva
teste6º-ano-lembrancas-da-chuvaCristina831992
 
José rúben, bea e andreia 7º6
José rúben, bea e andreia 7º6José rúben, bea e andreia 7º6
José rúben, bea e andreia 7º61324658709
 
Jornal do Estabelecimento Prisional do Linhó
Jornal do Estabelecimento Prisional do LinhóJornal do Estabelecimento Prisional do Linhó
Jornal do Estabelecimento Prisional do LinhóSonia Bártolo
 
Indígenas Brasileiros
Indígenas BrasileirosIndígenas Brasileiros
Indígenas Brasileirosdmflores21
 
Newsletter nº15 b
Newsletter nº15 bNewsletter nº15 b
Newsletter nº15 bPeroVaz
 
Outubro2010
Outubro2010Outubro2010
Outubro2010LASEVORA
 
GRALHA AZUL No.58 - ABRIL - 2016 - SOBRAMES PR
GRALHA AZUL No.58 - ABRIL - 2016 - SOBRAMES PRGRALHA AZUL No.58 - ABRIL - 2016 - SOBRAMES PR
GRALHA AZUL No.58 - ABRIL - 2016 - SOBRAMES PRSérgio Pitaki
 

Mais procurados (19)

09defevereiro2013 oexpresso
09defevereiro2013 oexpresso09defevereiro2013 oexpresso
09defevereiro2013 oexpresso
 
Seu chico e o meio ambiente
Seu chico e o meio ambienteSeu chico e o meio ambiente
Seu chico e o meio ambiente
 
As bodas dos Bibi
As bodas dos BibiAs bodas dos Bibi
As bodas dos Bibi
 
úLtimo tema
úLtimo temaúLtimo tema
úLtimo tema
 
Jornal Convívio Abril/Junho 2010
Jornal Convívio Abril/Junho 2010Jornal Convívio Abril/Junho 2010
Jornal Convívio Abril/Junho 2010
 
teste6º-ano-lembrancas-da-chuva
teste6º-ano-lembrancas-da-chuvateste6º-ano-lembrancas-da-chuva
teste6º-ano-lembrancas-da-chuva
 
José rúben, bea e andreia 7º6
José rúben, bea e andreia 7º6José rúben, bea e andreia 7º6
José rúben, bea e andreia 7º6
 
Jornal do Estabelecimento Prisional do Linhó
Jornal do Estabelecimento Prisional do LinhóJornal do Estabelecimento Prisional do Linhó
Jornal do Estabelecimento Prisional do Linhó
 
Raizes do brasil
Raizes do brasilRaizes do brasil
Raizes do brasil
 
Verão do pier 5
Verão do pier 5Verão do pier 5
Verão do pier 5
 
Indígenas Brasileiros
Indígenas BrasileirosIndígenas Brasileiros
Indígenas Brasileiros
 
Filmes sinopse II CTV
Filmes sinopse II CTVFilmes sinopse II CTV
Filmes sinopse II CTV
 
Lendas E Mitos
Lendas E MitosLendas E Mitos
Lendas E Mitos
 
Especialidades de cultura indigena gejo
Especialidades de cultura indigena gejoEspecialidades de cultura indigena gejo
Especialidades de cultura indigena gejo
 
Newsletter nº15 b
Newsletter nº15 bNewsletter nº15 b
Newsletter nº15 b
 
Outubro2010
Outubro2010Outubro2010
Outubro2010
 
Jornal Tipo Carioca Abril 2012
Jornal Tipo Carioca Abril 2012Jornal Tipo Carioca Abril 2012
Jornal Tipo Carioca Abril 2012
 
Edição...
Edição...Edição...
Edição...
 
GRALHA AZUL No.58 - ABRIL - 2016 - SOBRAMES PR
GRALHA AZUL No.58 - ABRIL - 2016 - SOBRAMES PRGRALHA AZUL No.58 - ABRIL - 2016 - SOBRAMES PR
GRALHA AZUL No.58 - ABRIL - 2016 - SOBRAMES PR
 

Semelhante a Jornal do CMMS. Volume I, edição I.

Semelhante a Jornal do CMMS. Volume I, edição I. (20)

O Índio Enfeitiçado (conto)
O Índio Enfeitiçado (conto)O Índio Enfeitiçado (conto)
O Índio Enfeitiçado (conto)
 
1 ciclo da borracha
1 ciclo da borracha1 ciclo da borracha
1 ciclo da borracha
 
Um olhar sobre a história de São João do Caru e seus Contrastes
Um olhar sobre a história de São João do Caru e seus ContrastesUm olhar sobre a história de São João do Caru e seus Contrastes
Um olhar sobre a história de São João do Caru e seus Contrastes
 
Ceha Newsletter 5.10
Ceha Newsletter 5.10Ceha Newsletter 5.10
Ceha Newsletter 5.10
 
Boletim do sol junho 2011
Boletim do sol  junho 2011 Boletim do sol  junho 2011
Boletim do sol junho 2011
 
Boletim do sol ed 2 junho 2011
Boletim do sol ed 2 junho 2011Boletim do sol ed 2 junho 2011
Boletim do sol ed 2 junho 2011
 
1ª edição para o blog
1ª edição   para o blog1ª edição   para o blog
1ª edição para o blog
 
Lp5 ano2bim
Lp5 ano2bimLp5 ano2bim
Lp5 ano2bim
 
Povos Nativos: kagwahiva 1
Povos Nativos: kagwahiva 1Povos Nativos: kagwahiva 1
Povos Nativos: kagwahiva 1
 
Lupis
LupisLupis
Lupis
 
Carta de 2070
Carta de 2070Carta de 2070
Carta de 2070
 
Lp5 ano2bim
Lp5 ano2bimLp5 ano2bim
Lp5 ano2bim
 
A história da água
A história da águaA história da água
A história da água
 
O Rio Cachoeira POR Luiz Ferreira
O Rio Cachoeira POR Luiz Ferreira O Rio Cachoeira POR Luiz Ferreira
O Rio Cachoeira POR Luiz Ferreira
 
Poemas de Alda Espirito Santo
Poemas de Alda Espirito SantoPoemas de Alda Espirito Santo
Poemas de Alda Espirito Santo
 
Relatorio da seca
Relatorio da secaRelatorio da seca
Relatorio da seca
 
Edição nº 84 serrano verso
Edição nº 84  serrano versoEdição nº 84  serrano verso
Edição nº 84 serrano verso
 
Ciclo tropeiro e Indaiatuba
Ciclo tropeiro e Indaiatuba Ciclo tropeiro e Indaiatuba
Ciclo tropeiro e Indaiatuba
 
Ciclo tropeiro e indaiatuba 1
Ciclo tropeiro e indaiatuba 1Ciclo tropeiro e indaiatuba 1
Ciclo tropeiro e indaiatuba 1
 
Mons tabosa e sua historias cap 01
Mons tabosa e sua historias cap 01Mons tabosa e sua historias cap 01
Mons tabosa e sua historias cap 01
 

Jornal do CMMS. Volume I, edição I.

  • 1. FOLHA DO CMMS Olivedos 50 anos Volume 1, edição 1 Tiragem: 100 exemplares Sexta-feira, 18 de novembro de 2011 “Só deixo o meu Cariri no último pau de arara” da quantidade de pessoas pois das épocas de seca tora passam por grandes que tivesse na casa, se ti- houve grandes chuvas, por fazendas e os donos dessas vesse uma pessoa doente alguns considerados dilú- os quebram para subornar era oferecido algumas latas vios, que ocorreram entre a água, sendo assim, cida- a mais, em alguns locais 1974 e 1985. De acordo com des como Olivedos sofre eram descobertas “água de relato de algumas pessoas, com o descaso há muitos veia” que servia para os nesse tempo choveu por anos; e até agora nenhum serviços de casa e para todos os anos de seca. governante tomou uma “escapar” algumas vacas de Após tantos anos de atitude. Até porque, se- Olivedos, situada no leite, mas os outros ani- seca, os governantes decidi- gundo relatos, são fazen- agreste paraibano, curi- mais morriam de sede. A ram ajudar. No ano de deiros poderosos... mataú ocidental, de água era trazida em carro- 1986 foi construído o açude É importante fazer um clima semi-árido e bio- Canaã por reivindicações ma caatinga, já passou ças de boi ou de burro com paralelo entre as duas épo- barris e tambores. Nessa do então prefeito Evilásio cas relatadas: percebe-se e ainda passa por anos Albuquerque e do governa- época o índice de mortali- que houve melhoras, no de seca, mas as que dor na época Wilson Braga, dade infantil e de idosos entanto estamos voltando mais marcaram por era altíssimo, também mor- a população esperava chu- ao tempo de “água de vei- serem as piores foram riam de fome e de sede, até vas para o açude encher. a”, pois é incerta a hora entre os anos de 1970 a porque os idosos ainda não Por volta de 1990, o go- que essa água vai chegar. 1973 e de 1979 a 1983, eram aposentados e não vernador eleito Tarcísio de É preciso que todos reivin- anos que ficaram co- conseguiam trabalhar. Miranda Burity implantou diquem seus direitos en- nhecidos como “anos de Entre a seca de 1979 a a CAGEPA no município, quanto cidadãos. seca Braba”. 1983, o pior ano foi o de com um sistema que bom- E ainda mais, é preciso Na época da seca 1983, pois absolutamente beava água do açude Cana- que cada um tome consci- entre 1970 a 1973, era tudo já estava seco, a única ã para ser tratada e distri- ência da importância de se oferecida a população solução foi o abastecimento buída por toda a cidade. economizar esse líquido água potável de carros de carros pipa, nessa época Vendo, nesse momento, ter tão precioso. pipas e cada família a seca foi maior, mas o di- “água na torneira” e com- reito as “latas d’água” au- parando-o aos anos de seca, Reportagem: Euller Tha- tinha direito a apenas mentaram e por isso, foi era o que realmente todos les, Henrique Batista Bor- duas “latas d’água”, mais branda. queriam, mas a população ges, Karlos Diego, Jacileide mas também dependia começou a reclamar porque O chamariz comunitário Epifânio, Mayra Nágila, era abastecido com água a água não dava para o Monalisa Cavalcante, Vitó- EDITORIAL vinda de uma caixa d’água consumo, pois era ria Fernandes,Van Basty e Olá, queridos leitores da do município de Campina “salobra”. Wlliane Borges. Folha do CMMS! Após a morte de Antô- Revisão do Texto: Profª Lu- Grande no conjunto Presi- Neste ano de 2011 nio Mariz, seu vice José cia Albuquerque. produzimos a primeira edição. É dente Médici e do açude Targino Maranhão o subs- (Alunos do 3º ano do En- um momento de alegria e Timbaúba no município de tituiu, e foi no projeto adu- sino Médio). satisfação termos a Sossego, nessa época tam- oportunidade de produzir um bém houve morte, mas foi tora do cariri que Olive- jornal com a cara de cada um. menos até porque a quanti- dos foi contemplada e co- Neste exemplar vocês irão meçou a rece- dade de água oferecida era encontrar vários gêneros ber uma água textuais. maior e já existiam alguns Queremos convidar-lhes a aposentados, e também melhor. mergulhar nesse mundo surgiu o pagamento da Atualmen- letrado. As matérias foram “cachorra maga” que ajuda- te, depois de feitas para vocês. Boa Leitura!!! va os agricultores, que em tudo isso, po- virtude da seca não tinham de-se observar Alunos do CMMS. como lucrar. Segundo rela- uma situação Professores Colaboradores: Ana Nery Campos, Júlio Cezar tos, todos os animais mor- vergonhosa, Apolinário, Lucia Aparecida reram, pois a água ofereci- pois na época Albuquerque, Maria Goretti da só dava para o consumo de seca falta Barbosa, Mirtes Revoredo, água, alguns Moises Allysson Silva e humano. Coincidentemente, de- canos da adu- Vanderli do Nascimento.
  • 2. V O LU M E 1 , E D I Ç Ã O 1 O LI V E D O S 5 0 A NO S PÁGINA 2 Alunos fazem homenagem a Moizés Saudades do tempo em que a que você defendia o Treze, o Vasco e nunca se vai para sempre." (Bob gente voltava a ser criança e brin- o Santa Cruz. Eternas Saudades de Marley) cava na sala, que você passava o Você, nosso amigo! dia todo nos pergun- “Cedo ou tarde a gente vai se tando, se nós tínhamos "Os ventos que às vezes encontrar tenho certeza numa feito as atividades, do tiram algo que ama- bem melhor” (Nx Zero – Cedo ou seu gol feito nos jogos mos, são os mesmos tarde). internos, saudades do ventos que nos trazem tempo em que nós ía- algo que aprendemos a mos para casa de Gus- a m a r . tavo estudar para as Por isso, não devemos provas, de quando você chorar pelo que nos foi Homenagem feita pelos alunos: pedia para Renan ir tirado e sim, aprender Márcio Guedes jogar no treze e das a amar o que nos foi Aurélio Santos nossas discussões de dado. Pois tudo aquilo Juarisson Mello futebol na sala, em que é realmente nosso, Crônica Partindo de Histórias Uma cidadezinha de grandes contra nativos da região. Seja como for, o que mais im- histórias, Olivedos nasceu em Oliveira era um homem que porta não é o nome, mas o povo 1961 e ganhou este nome por abusava do seu poder, causou que habita este lugar. Quem sa- causa de um homem que diziam muitos estragos a nossa terrinha be, com o passar do tempo, possa ser herói, só que não passava de amada. um grande terrorista. Agora por que não haver uma “revolta” e, ao invés Antes se chamava São Fran- adotaram um nome de olivedenses, passaremos a cisco, devido ao santo padroeiro, relacionado à mulher ser chamados de joanenses. depois mudando para homenage- que era famosa pelo ar Teodósio de Oliveira Ledo, seu cabaré – Farol de Autoras: Fabiana de Sousa, sendo esse o nome atual. Não Joana Preta, pois era Patrícia de Oliveira, Maria entendo o motivo pelo qual sur- mais honesta e traba- Roziane de Andrade e O- giu a mudança no nome, passan- lhadora? Acredito que do de um religioso solucionador fosse pelo medo da dacy Barros - (3º ano do Ensi- de problemas, era o que afirma- população de enfrentar o homem no Médio). vam, para esse que trouxe de mais poderoso da região. volta a lembrança os horrores
  • 3. PÁGINA 3 O LI V E D O S 5 0 A NO S V O LU M E 1 , E D I Ç Ã O 1 Entrevista com ex-aluno do C.M.M.S Entrevista realizada com o ex- seu curso no mercado de trabalho? Que mudanças podem ser realizadas aluno José Jomárcio Costa San- para melhores condições de educa- tos, 21 anos, cursou o ensino mé- Jomárcio: Tentar amenizar os des- ção, cultura e política? dio no Colégio Municipal Monse- gastes acontecidos no meio ambien- Jomárcio: Muito pouco, mais res- nhor Stanislaw, tendo concluído no te, protegendo as “espécies”. ponsabilidades e liberação de verbas ano de 2007. Atualmente esta cur- dos poderes mais elevados. sando o curso de Biologia. M. Guedes: Quais tipos de espécies? A entrevista foi realizada Jomárcio: Desgaste a extinção das M. Guedes: Que previsões você faz pelos alunos Marcio Guedes e Espécies sejam elas animais ou vege- para o futuro? Aurélio (1º ano médio A). tais. Jomárcio: Eu me vejo um acadêmi- M. Guedes: Como você observa o M. Guedes: Quais os prós e contras co formado, buscando melhorias e seu papel como aluno na do curso escolhido? aprofundamentos na minha área de época de Ensino Funda- trabalho e ser um profissional quali- mental e Médio? Jomárcio: Estudar ficado. minuciosamente a Jomárcio: Visava pas- “bio” dos minúscu- M. Guedes: Que dificuldades en- sar no vestibular, porém los seres até os ma- frentou (e tem enfrentado) para con- não era um aluno dedica- cros seres e suas seguir realizar tudo que almejas? do nem me esforçava funções desempe- muito. nhadas na nature- Jomárcio: Muitas responsabilida- za. Muitos detalhes des em poucos períodos de tempo. M. Guedes: Sabe-se que que devemos saber você é aluno do curso mais nem todos M. Guedes: Como avalia o seu pa- superior de Biologia. Que usarão. pel, hoje, na comunidade em que vive pessoas ou fatos tiveram na vida social e como futuro profis- mais influência nas suas M. Guedes: Que sional na área escolhida? escolhas relacionadas ao conselhos você dari- curso superior (escolhido): O lado a para um jovem indeciso quantos a Jomárcio: Vejo-me um jovem parti- econômico ou a posterior realização escolha da carreira a seguir? cipativo e sempre buscando e inovan- profissional? do melhorias para um crescimento Jomárcio: Eles devem observar intelectual, social e profissional Jomárcio: Meu contato ainda cri- seus dia-a-dia e suas principais afi- ança com os animais e a realização nidades. profissional. M. Guedes: Como você avalia a atu- M. Guedes: Qual a importância do ação do jovem na sociedade atual? Os 15 anos da Joyce Borges - Comemoração em grande estilo Joyce Borges comemorou, em grande estilo, seu 15º aniversário no último sábado (12/11/2011), no Clube do Pascoal, cercada por amigos e familiares e com uma caprichada produção. Joyce está cursando o 1º ano do ensino mé- dio, no Colégio Municipal Monse- nhor Stanislaw.
  • 4. V O LU M E 1 , E D I Ç Ã O 1 O LI V E D O S 5 0 A NO S PÁGINA 4 Babado! A fofoca está rolando... dela, por motivos que não podemos Deborah Rayne volta o seu roman- informar. ce com Ricardo. Fufa pega sua filha Deborah, fi- cando com Jó na praça e faz um Cinco ou mais aviões do exército João Paulo abre o jogo para algu- barraco. passou em Olivedos no dia 16 de mas pessoas e afirma que está gos- novembro às 10h 10min da manhã tando de Pricila! E ai será que esse Karol arranha Genézio e ele fica e todos os matutos ficaram olhando muidinho vai dar em alguma coi- falando umas indiretas e dá conse- e gritando. Como sempre só podia sa? lhos para ela tomar chá verde para ser esse povo besta mesmo! baixar o bucho. Laíza ia pular com os garotos do Há meses que todos os dias de aula Moto Lama, mas no final deu Á- Karol está malhando e está se a- Rosimara e Cleiton se encontram guia pra ela, porque Bi não deixou! chando uma paniquete perfeita, de perto da quadra e fi- perna, bunda e peitos duros e cam conversando e Está rolando alguns comen- grandes. namorando! Arrasou tários no C. M. M. S. que querida! Eva (Atual Miss de Olive- Deborah aproveita a valsa do ani- dos) usará na entrega do versário de Joyce e vai ficar com Jó Eduarda troca Davi título este ano, um vestido lá na Beira Rio. por um garoto de de oncinha e também há Campina Grande-PB comentários que Eva em- Bianca fica bêbada e louca no ani- prestará toda sua beleza de versário de Joyce e torce o pé. Obs: Bianca Cristina abre o jogo e afir- vestido, para o desfile deste ano. Mas recebe uma massagem de Rô- ma de uma vez por todas que AMA mulo. Caio. E outra melhor ainda ele Depois de ficar por muito tempo, também diz que A AMA MUITO! Gerônimo e Joyce assumem o na- Balega vai para Recife, mas chega moro no dia 12 de novembro. E no dia 16/11/2011. A professora Joelma adorou a feira estão arrasando com essa notícia! de Artes do C. M. M. S. principal- Hellen vai para o aniversário de mente, as esculturas de frutas. Joyce e fica se achando! Coitada!! Porque ganhou duas macaxeiras de presente dos alunos do projeto e Poliana faz barraco com sua filha faz a festa! no meio da rua e puxa os cabelos E tome fofoca... Cal e há comentários que já estão namorando. Karline é chamada por muitos de bunda de Taiba! Monalisa fica com Karline foi demitida da padaria e não pode mais ser chama- Oscar na festa de da de “Loira do Trigo” aniversário de Bian- ca no dia 24/09/2011 Diógenes tinha as quatro pernas arriadas de amor pela e ele vai deixar ela “Loira do Trigo” (Karline) e não conseguiu nada! em casa de carro. Arrasou querida! Monalisa bate altos papos com Gustavo (primo de Bianca) no Que Boffe! aniversário de Joyce. Arrocha querida! Mayra fica com Do- nizete no banco de Restaurante O Casarão Panificadora e Rua: Teodozio de Oli- Mercadinho Moura veira Ledo- Olivedos- Rua: Oscar Costa- Rua: Frei Ibiapina- Olivedos- Centro Centro- Olivedos Centro Fone: (83) 9120-1471 Fone: (83) 3389- Fone: (83) 3389-1009 Org: Karina e Família 1027 Org: Silvana Org: Armando Moura e Família
  • 5. PÁGINA 5 O LI V E D O S 5 0 A NO S V O LU M E 1 , E D I Ç Ã O 1 Miss Olivedos 2011 Em Olivedos, acontece muitos ma disputa muito acirrada, mas decidido se este ano vai ter o desfi- eventos interessantes, bons, di- com a vitória de Rômulo (20), que le do Mister, mas provavelmente vertidos e muito legais. Um deles estudava o 3º Ano do Ensino Mé- sim e com a participação de quatro é o desfile da Miss Olivedense, dio e que foi premiado com a faixa homens. São eles: Expedito, Flávio que há muito tempo atrás foi cria- de Mister e vários outros prêmios. José, Juarisson e Silvio. Vai ser do na cidade e que acontecia todos Mas também a mulher não pode- uma grande e acirrada disputa. os anos. Mas não durou muito ria ficar de fora! Tivemos a vitória Pois só será premiado quem ga- tempo e foi acabando. Passaram- de Eva Melo (16), que nhar em 1º Lugar. Os se anos e anos e voltou a aconte- conseguiu “derrubar” meninos precisarão de cer no ano de 2007, com a primei- todas as suas concor- muita sorte e um bom ra vitória de Natália, a segunda rentes e com muita gar- desempenho na passa- de Juliete, a terceira de Yara e a ra, força e determina- rela para ser vitorioso. quarta de Eva Melo (atual Miss ção conseguiu o primei- Todos avisam que este Olivedense). As mesmas são mu- ríssimo lugar. Eva es- ano será realizado no lheres muito lindas, que arrasa- tudava o 9º Ano do En- dia 19 de novembro, na ram na passarela e fez por mere- sino Fundamental e Casa do Show de Pasco- cerem a vitória. que também foi premia- al, tendo a participação Este desfile é organizado pelo da com muitos brindes de muitas pessoas, com 3º Ano do Ensino Médio, com a e sua faixa da Miss Oli- início às 19h30min pro- ajuda do Colégio Municipal Mon- vedense. Eva Melo. Miss Olivedos vavelmente e com as senhor Stanislaw (C.M.M.S.), Com muita concor- 2010 bandas: Perfil e Forró principalmente pelo professor rência, neste ano vamos ter mui- na Hora. Lindinaldo Henrique Custódio, tas participantes e todas dizem É desejado a todos (as) partici- patrocinadores da própria cidade que esse ano promete! E são elas: pantes uma ótima apresentação e e com bandas e jurados de fora. Jacileide, Lady Day, Elizângela que tudo dê certo neste dia muito No ano de 2010, teve o início Farias, Nádia Vanessa, Érika, importante para todos deles! Que de desfiles de homens, que os de- Elizângela, Viviane, Geandra, Ri- seja vitoriosa a pessoa que mere- mais chamaram de Mister, onde ta de Cássia, Rayvânia e Karlin cer e tiver um maravilhoso desem- teve vários concorrentes, com u- Ainda não estar devidamente penho. Times de futebol de Olivedos Time: C.S.O Ex: Zé Antonio Títulos: Bi-campeão ‘aspirante, Fundador: Rafael Gonçalves Título: 3 campeonatos e 12 tor- torneio inicio 1992 municipal, e Borges neio também o torneio inicio da copa Fundação: 15/08/2009 Paraíba 1993 e vice campeão da Presidente: Virginia Gonçalves Time: Independente mesma, vice campeão LFPP 2006 e Borges campeão de futsal 2010. Vice: Gregório de Almeida Souto. Fundação: 31/outubro/2005 Fundador: Toim, Nilso e Betim Time: Corintinha Presidente: Toim Fundação: 01/11/1992 Vice: Betim Fundador: Zé Costa e Ceuzim Ex: Toim Grandão Presidente: Vanderley Costa Títulos: 8 torneios e campeona- Nota de falecimento: Vice: Zé Buscapé tos. Ex: Zé Costa O esporte de Olivedos lamenta Títulos: Campeão Olivedense, no a perda do árbitro Márcio e deixa Time: Leão Boqueirão , em Pedra D’água. aqui o registro de agradecimento Fundação: 15/05/1952 pela a arbitragem decente feita Fundador: José Silvino Dias (Zé Time: Veterano no atual campeonato municipal. de Marica) Fundação: 1988 Presidente: Luciano (Tany) Fundador: Zé Preto Vice: Teteu Presidente: Novinho Ex: Luiz Manuel dos Santos Vice: Géso
  • 6. O L I VED O S 50 AN O S V O LU M E 1 , E D I Ç Ã O 1 PÁGINA 6 BULLYING: brincadeiras que ferem Você já ouviu falar de bullying? Bullying é um O bullying é praticado em escolas de todo o mundo. termo em inglês que pode causar estranhamento Na maioria das vezes, ele é visto como brincadeira para muitos, com atitudes agressivas e repetitivas própria do amadurecimento da criança. que ridicularizam, agridem e humilham as pesso- as. A palavra inglesa bullying significa valen- tão, brigão. Atos como empurrar, bater, colocar apelidos ofensi- vos, fazer gestos ameaçadores, humilhar, rejei- tar e até mesmo ameaçar sexual- mente um cole- ga dentro de uma relação desigual de po- der, seja por idade, desenvol- vimento físico ou relações com o grupo, são classificados como bullying. Bullying é um problema mundial,encontrado nas escolas, não se restringindo a um tipo específi- co de instituição. Esse “ fenômeno “ começou a ser pesquisado há cerca de 10 anos na Europa, quando se descobriu que ele estava por trás de muitas ten- tativas de suicídios entre adolescentes. Arte feita pelo o aluno, Ayrton do 9º ano do ensino médio. ATENÇÃO! O BULLING É RUIM PARA TODOS! Pra quem pratica Para quem sofre Pra quem testemunha Tem medo de vira sofrer bulling •Tem uma falsa sensação de •Sente-se humilhado Sente-se intimidado, indefeso e poder •Sente-se intimida •Pode prejudicar sua convi- inseguro •Seu aprendizado é prejudicado vência com os colegas Sofre em silencio •Pode vir adotar, no futuro, •Sofre em silêncio Não sabe como ajudar a quem so- comportamentos deliquentes •Não consegue buscar ajuda •Pode tornar-se um adulto fre bulling •Isola-se dos colegas violento, inclusive com a famí- Sente medo de ir à escola •Pode ter reações violentas lia Fica ansioso •Pode envolver-se em atos •Tem medo de ir à escola criminosos Seu aprendizado é prejudicado •Sofre em silêncio Pode acreditar que seja bom prati- •Sua autoestima fica abalada car bulling •Pode prejudicar a sua vida adulta •Sente dor •Pode tentar ou cometer suicídio
  • 7. PÁGINA 7 O LI V E D O S 5 0 A NO S V O LU M E 1 , E D I Ç Ã O 1 Profissões – funções exercidas por cada profissional em sua área específica Arquiteto ligados à concepção, realização e gestão de pessoas. É o profissional responsável pelo implementação de produtos, 6. Acompanhar cliente durante projeto, supervisão e execução de sistemas ou serviços. o processo de tratamento ou cura, obras de arquitetura. Embora esta O engenheiro pode atuar tanto psíquica como física em aten- seja sua principal atividade, o campo dentro de várias especialidades, dimento individual ou grupal. de atuação de um arquiteto envolve dentre elas: Mecânica,Química, 7. Proporcionar suporte emocio- todas as áreas correlatas ao controle Elétrica, Computação, Civil, nal para cliente internado em hos- e desenho do espaço habitado, como Produção, Aeronáutica e pital e seus familiares, auxiliando- o urbanismo, o paisagismo, e diver- Projetos. os na elaboração de experiência de sas formas de design. Para ser engenheiro, você doença orgânica, crises e perdas. Na maior parte dos países do precisa estudar Análise 8. Realizar acompanhamento mundo a legislação exige que para Matemática, Física, Álgebra terapêutico no pré, peri e pós- que alguém possa ser considerado Linear e Geometria Analítica, cirúrgico. um arquiteto, este deve possuir um Resistência dos Materiais, 9. Observar e propor mudanças diploma de nível superior. Materiais de Construção,Betão, em situações e fatos que envolvam Biomedicina Estruturas, Vias de a possibilidade de humanização do É a área das Ciências Biológicas Comunicação, Hidráulica, contexto hospitalar. voltada para a pesquisa das doenças Hidrologia, Geotécnica,Desenho 10. Participar de equipes inter- humanas, suas causas e os meios de técnico, Introdução à disciplinares e multiprofissionais, tratá-las. O biomédico identifica, Informática, Planejamento físico realizando atividades em conjunto, classifica e estuda os microrganis- e ambiental etc. tais como: visitas médicas; discus- mos causadores de enfermidades e são de casos; reuniões administra- procura medicamentos e vacinas Psicologia tivas; visitas domiciliares etc. para combatê-las. Faz exames e in- O papel do profissional de psi- 11. Realizar e coordenar ativi- terpreta os resultados de análises cologia – o psicólogo - é estudar, dades educativas e grupos de ade- clínicas, para diagnosticar doenças, pesquisar e avaliar o desenvolvi- são com clientes e familiares, espe- e análises bromatológicas, para veri- mento emocional e os processos cialmente em casos de doenças crô- ficar contaminações em alimentos. mentais e sociais de indivíduos, nicas. Esse profissional trabalha em hospi- grupos e instituições. Diagnosti- 12. Proporcionar suporte emo- tais, laboratórios e órgãos públicos car e avaliar distúrbios emocio- cional para a equipe de saúde em de saúde, fazendo pesquisas e testes. nais e mentais e de adaptação situações extremas. Atua em parceria com bioquímicos, social. Planejar estratégias no 13. Participar, conforme a polí- biólogos, médicos e farmacêuticos. contexto de gestão de pessoas. tica interna da Instituição, de pro- Acompanhar cliente durante o jetos, cursos, eventos, comissões, Designer gráfico processo de tratamento ou cura. convênios e programas de ensino, O designer gráfico é o Descrição detalhada das tare- pesquisa e extensão. profissional habilitado a efetuar fas que compõem a Função: 14. Elaborar relatórios e laudos atividades relacionadas ao design 1. Avaliar comportamento técnicos em sua área de especiali- gráfico. Logo, o designer gráfico é individual, grupal e institucio- dade. aquele profissional que traz ordem nal. 15. Participar de programa de estrutural e forma à informação 2. Aprofundar o conhecimento treinamento, quando convocado. visual impressa. Exemplos de das características individuais, 16. Trabalhar segundo normas produtos do trabalho de um designer situações e problemas. padrão de biossegurança, qualida- gráfico são as páginas diagramadas 3. Analisar a influência dos de, produtividade, higiene e preser- de um livro ou uma revista, a fatores hereditários, ambientais vação ambiental. configuração visual de uma e psicossociais sobre o indivíduo, 17. Executar tarefas pertinentes embalagem, logotipos de empresas e na sua dinâmica inter e intra- à área de atuação, utilizando-se de instituições, fontes tipográficas, psíquica e suas relações sociais, equipamentos e programas de in- entre outros. para orientar-se no diagnóstico e formática. atendimento psicológico. 18. Executar outras tarefas Engenheiro 4. Definir protocolos e instru- compatíveis com as exigências para É uma pessoa com formação mentos de avaliação, aplicar e o exercício da função. técnico-científica que o torna capaz mensurar os resultados. de resolver problemas tecnológicos, 5. Elaborar e executar estudos Aluna: Tatiane Cezário Santos práticos e muitas vezes complexos, e projetos ou rotinas na área de
  • 8. PÁGINA 8 O LI V E D O S 5 0 A NO S V O LU M E 1 , E D I Ç Ã O 1 Aos mestres Aos Mestres, com carinho! de encontrar as melhores pala- agradecemos o incentivo aos so- Uma singela homenagem... vras para falar deles, senti a res- nhos, as aulas de cidadania, hu- posta: não há palavras. Elas são manidade e companheirismo, Depois de tantas tentativas desnecessárias diante das emo- cujos valores não se leem nos de chegar às pa- ções. As emoções são livros. Aos mestres, devemos ser lavras certas, o que mais se apro- sempre gratos. conclui que eu xima do que posso experimentava, falar dos mestres. A no papel, aquilo eles todos nós deve- Profª: Lucia Aparecida Albu- que fazem nossos mos a mais pura querque Cunha. mestres na vida: alegria e satisfação dar o melhor de da vida profissional si. Neste esforço oportunizada. A eles Doenças no aparelho circulatório Principais causas de mortalidade no municipio de Olivedos/PB em 2008 39,10% 17,40% 17,40% 8,70% 8,70% 4,30% 4,30% Doenças Neoplasias Doenças do Doenças do Algumas Causas Demais infecciosas e (Tumores) aparelho aparelho afec externas de causas parasitarias Circulatório respiratório originadas morbidade e definidas no período mortalidade perinatal Como diziam os mais experientes “se tá com sa- uma causa conhecida para a hipertensão arterial, úde tá tudo bem”, mas, segundo dados do SIM embora em algumas situações seja possível encon- (Situação da base de dados nacional em trar uma doença associada que é a verdadeira cau- 14/01/2009) têm que as principais causa da morte sa da hipertensão arterial. Por exemplo: a apneia da população olivedense estão apresentadas no do sono, a doença renal crônica, o hiperaldostero- gráfico acima. nismo primário, a hipertensão renovascular, a sín- No gráfico, nota-se, que em 2008, 39,1% da po- drome de Cushing ou terapêutica esteróide, a feo- pulação que morreu, foi por doenças no aparelho cromocitoma, a coarctação da aorta ou a doença ti- circulatório, entre estas doenças tem-se o infarto do roideia e paratiroideia. A hereditariedade e a idade miocárdio, o AVC, Hipertensão arterial, Ateroscle- são dois fatores a ter também em atenção. rose, Aneurisma, Embolia pulmonar, Varizes, entre Além desses motivos ainda tem os fatores de ris- outras. cos como obesidade, consumo exagerado de álcool, A hipertensão arterial, apesar de parecer uma sedentarismo, má alimentação e stress (avise isto a doença de pessoas com idade avançada, cada vez seus professores). Como esta doença não tem cura, mais jovens vem sofrendo desta doença. Esta doen- o melhor a ser feito é a prevenção, entre os fatores ça consiste em situações em que se verificam valo- de prevenção temos os hábitos para uma vida sau- res de tensão arterial aumentados. Para esta carac- dável, podendo reduzir a ingestão de sal na comida, terização, consideram-se valores de tensão arterial trocar as alimentações gordurosas por frutas e ver- sistólica superiores ou iguais a 140 mm Hg duras, fazer exercícios físicos regularmente entre (milímetros de mercúrio) e/ou valores de tensão outras atitudes que o ajudem a ter uma vida saudá- arterial diastólica superiores a 90 mm Hg. vel. Na maior parte dos casos (90 por cento), não há
  • 9. V O LU M E 1 , E D I Ç Ã O 1 O LI V E D O S 5 0 A NO S PÁGINA 9 Palavras Cruzadas 1 2 Horizontais: 3 1. Que não está fechado 4. Onde nos deitamos para dormir 4 5. Com ela fazemos móveis 7. O carteiro a entrega 5 9. Flor muito popular 10. Antônimo de torta, sinuosa 11. Inventar 6 7 Verticais: 8 2. Substantivo relativo a belo 9 3. Está sempre casando 4. Macho da égua 10 6. Rochedo, rocha 7. Antônimo de errado 11 8. Lar Que signo mais parece com você? Desafio(1): A lesma no poço Uma lesma está no fundo de um po- ço que tem 15 metros de profundidade, e quer sair dele. Como lesma é lesma, ela sobe 4 metros durante o dia, mas desce três durante a noite. Em quantos dias ela conseguirá sair do poço? Desafio (2): Travessia de barco Três homens querem atravessar um rio. O barco suporta no máximo 130 kg. Eles pesam 60, 65 e 80 kg. Como devem proceder para atravessar o rio, sem afundar o barco? Mailtom Rações Rua: Oscar Costa- Olivedos Bianca Perfumes e Cosméti- Centro cos Fone: (83) 9120-1471 Rua: Oscar Costa- Centro- Olivedos Fone: (83) 3389-1023 Mercadinho Mania Org: Bianca e Rua: Dyvone Maria de Oliveira- Catarina Olivedos- Centro Org: Mailtom Fone: (83) 9129-1464/ (83) 9165- 1447 e Maycon
  • 10. PÁGINA 10 O LI V E D O S 5 0 A NO S V O LU M E 1 , E D I Ç Ã O 1 Passando o tempo... Sudoku número e Doku, único). Em bom japonês, o nome As possibilidades: O primeiro esquisito é uma simplificação passo é analisar cada linha, co- da frase “suji wa dokushin ni luna e célula e encontrar os nú- kagiru”, que significa “os nú- meros que poderiam ser coloca- meros têm que ser únicos” e dos ali – ou seja, aqueles que se refere a um passatempo ainda não existem em nenhuma numérico de instruções bem dessas 3 posições. Comece sem- simples, que exige lógica e pre pelos grupos que têm mais raciocínio para a resolução. números – pista já dispostos. O Instruções básicas: O joga- ideal é anotar todas as possibili- dor precisa distribuir, num dades a lápis, para poder ir apa- quadrado de 81 casas, os nú- gando depois. meros 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 e 9. Não é preciso fazer nenhuma Tirando da reta: Nas casas em conta, basta espalhar os alga- que só há uma possibilidade, rismos sem repeti-los na hori- você já tem o resultado. Escreva zontal, na vertical ou nos o número e exclua-o das outras quadrados menores (de 9 cé- casas que estejam na mesma lulas). Só existe uma solução linha, coluna ou célula. Repita o certa para cada casa (na a- processo várias vezes, até pre- breviação, Su quer dizer nú- encher todo o quadrado. Quadrado mágico O quadrado mágico 3x3 é uma Desafio (3): tabela quadrada de lado 3, onde as somas dos números das li- Corte uma torta em 8 pedaços, nhas, das colunas e das diago- fazendo apenas 3 movimentos (3 nais é sempre 15, ou seja, sempre cortes). o mesmo valor, e os nove núme- ros dentro do quadrado não se repetem.Os número são 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 e 9. Dica: Comece colocando o núme- ro 5 no centro da tabela. Desafio (4): Desafio (5): Charadas Quantos triângulos há nesta A Maria e o Manuel disputaram Português-matemática figura? um jogo no qual são atribuídos 2 Lobato tinha 12 vacas, Nenhuma pontos por vitória e é retirado um morreu, quantas ficaram? ponto por derrota. Inicialmente cada um tinha 5 pontos. Se o Ma- nuel ganhou exatamente 3 parti- das, e a Maria no final ficou com 10 pontos, quantas partidas eles dis- putaram?