SlideShare uma empresa Scribd logo
Vulcão dos capelinhos




Trabalho realizado por :
Sérgio Freitas 7ªA Nº24
Introdução


Neste trabalho vou falar sobre o Vulcão dos
Capelinhos que se situa na Faial(açores).
Vulcão Dos Capelinhos
  O Vulcão dos Capelinhos, também referido na literatura
vulcanológica como Mistério dos Capelinhos, localiza-se
na Ponta dos Capelinhos, freguesia do Capelo, na Ilha do
Faial, nos Açores. Constitui-se em uma das maiores
atrações turísticas do Atlântico, nomeadamente dos
Açores, pela singularidade de sua beleza paisagística, de
génese muito recente e quase virgem.
 Geológicamente insere-se no complexo vulcânico do
Capelo, constituído por cerca de 20 cones de escórias e
respectivos derrames lávicos, ao longo de um alinhamento
vulcano-tectónico de orientação geral WNW-ESE. O nome
Capelinhos deveu-se à existência de dois ilhéus chamados
de "Ilhéus dos Capelinhos".
Vulcão Dos Capelinhos
O vulcão manteve-se em actividade por 13
meses, entre 27 de Setembro de 1957 e 24 de
Outubro de 1958. A erupção dos
Capelinhos, provavelmente terá sido uma
sobreposição de duas erupções distintas, uma
começada a 27 de Setembro de 1957, e a
segunda, a 14 de Maio de 1958. A partir de 25 de
Outubro, o vulcão entrou em fase de repouso. Do
ponto de vista vulcanológico, deverá ser
considerado um vulcão potencialmente activo.
Vulcão Dos Capelinhos um marco na vulcanologia


    O vulcão dos Capelinhos é reconhecidamente um
marco na vulcanologia mundial. "Foi uma erupção
submarina devidamente observada, documentada e
estudada, desde do início até ao fim. Apareceu em
condições privilegiadas, junto de uma ilha habitada, com
estrada, farol e telefones privativos." - comenta o
vulcanólogo Prof. Victor Hugo Forjaz.
   Com 16 anos, acompanhado de seu pai, Dr. António
Lacerda Forjaz, presidente em exercício da Junta Geral
do Distrito da Horta, assistiu ao início da erupção. Este
tornou-se afectivamente no "seu vulcão".
Conclusão


Eu gostei de fazer este trabalho porque aprendi
que temos um vulcão muito importante no
arquipelago dos açores mais propriamente no faial

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Idade Relativa e Idade Radiométrica
Idade Relativa e Idade RadiométricaIdade Relativa e Idade Radiométrica
Idade Relativa e Idade Radiométrica
Gabriela Bruno
 
Os Mais- O Ramalhete existe?
Os Mais- O Ramalhete existe?Os Mais- O Ramalhete existe?
Os Mais- O Ramalhete existe?
Enoque Guedes
 
sintese_farsa_ines.ppt
sintese_farsa_ines.pptsintese_farsa_ines.ppt
sintese_farsa_ines.ppt
cnlx
 
Os PIRATAS de Manuel António Pina
Os PIRATAS de  Manuel António PinaOs PIRATAS de  Manuel António Pina
Os PIRATAS de Manuel António Pina
Maria Viegas
 
Cristalizacoes
CristalizacoesCristalizacoes
Cristalizacoes
Manuela Silva
 
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar, de Luis Sepúlveda
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar, de Luis SepúlvedaHistória de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar, de Luis Sepúlveda
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar, de Luis Sepúlveda
Lurdes Augusto
 
Os Maias - Episódio da Corneta do Diabo e Jornal A Trade
Os Maias - Episódio da Corneta do Diabo e  Jornal A TradeOs Maias - Episódio da Corneta do Diabo e  Jornal A Trade
Os Maias - Episódio da Corneta do Diabo e Jornal A Trade
Oxana Marian
 
Apresentação Os Maias Capítulo III
Apresentação Os Maias Capítulo IIIApresentação Os Maias Capítulo III
Apresentação Os Maias Capítulo III
Joana Pinto
 
Resumos de Português: Os Lusíadas
Resumos de Português: Os LusíadasResumos de Português: Os Lusíadas
Resumos de Português: Os Lusíadas
Raffaella Ergün
 
O Mostrengo
O MostrengoO Mostrengo
O Mostrengo
António Teixeira
 
Os Maias - análise
Os Maias - análise Os Maias - análise
Os Maias - análise
nanasimao
 
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação CríticaEstrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
Vanda Sousa
 
8 teste poesia-trovadoresca_asa_porto_editora
8   teste poesia-trovadoresca_asa_porto_editora8   teste poesia-trovadoresca_asa_porto_editora
8 teste poesia-trovadoresca_asa_porto_editora
Carla Ribeiro
 
O Cavaleiro da Dinamarca - Síntese
O Cavaleiro da Dinamarca - SínteseO Cavaleiro da Dinamarca - Síntese
O Cavaleiro da Dinamarca - Síntese
Paulo Fonseca Pauloprofpt
 
Mitologia n' "Os Lusíadas"
Mitologia n' "Os Lusíadas"Mitologia n' "Os Lusíadas"
Mitologia n' "Os Lusíadas"
pauloprofport
 
Os lusíadas tempestade - Português 9º ano
Os lusíadas tempestade - Português 9º anoOs lusíadas tempestade - Português 9º ano
Os lusíadas tempestade - Português 9º ano
Gabriel Lima
 
Frei Luís de Sousa, síntese
Frei Luís de Sousa, sínteseFrei Luís de Sousa, síntese
Frei Luís de Sousa, síntese
Maria Teresa Soveral
 
Autopsicografia e Isto
Autopsicografia e IstoAutopsicografia e Isto
Autopsicografia e Isto
Paula Oliveira Cruz
 
Educação n' os maias
Educação n' os maiasEducação n' os maias
Educação n' os maias
Ester Pinto Pereira
 
Ondados fios de ouro reluzente
Ondados fios de ouro reluzenteOndados fios de ouro reluzente
Ondados fios de ouro reluzente
Helena Coutinho
 

Mais procurados (20)

Idade Relativa e Idade Radiométrica
Idade Relativa e Idade RadiométricaIdade Relativa e Idade Radiométrica
Idade Relativa e Idade Radiométrica
 
Os Mais- O Ramalhete existe?
Os Mais- O Ramalhete existe?Os Mais- O Ramalhete existe?
Os Mais- O Ramalhete existe?
 
sintese_farsa_ines.ppt
sintese_farsa_ines.pptsintese_farsa_ines.ppt
sintese_farsa_ines.ppt
 
Os PIRATAS de Manuel António Pina
Os PIRATAS de  Manuel António PinaOs PIRATAS de  Manuel António Pina
Os PIRATAS de Manuel António Pina
 
Cristalizacoes
CristalizacoesCristalizacoes
Cristalizacoes
 
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar, de Luis Sepúlveda
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar, de Luis SepúlvedaHistória de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar, de Luis Sepúlveda
História de uma gaivota e do gato que a ensinou a voar, de Luis Sepúlveda
 
Os Maias - Episódio da Corneta do Diabo e Jornal A Trade
Os Maias - Episódio da Corneta do Diabo e  Jornal A TradeOs Maias - Episódio da Corneta do Diabo e  Jornal A Trade
Os Maias - Episódio da Corneta do Diabo e Jornal A Trade
 
Apresentação Os Maias Capítulo III
Apresentação Os Maias Capítulo IIIApresentação Os Maias Capítulo III
Apresentação Os Maias Capítulo III
 
Resumos de Português: Os Lusíadas
Resumos de Português: Os LusíadasResumos de Português: Os Lusíadas
Resumos de Português: Os Lusíadas
 
O Mostrengo
O MostrengoO Mostrengo
O Mostrengo
 
Os Maias - análise
Os Maias - análise Os Maias - análise
Os Maias - análise
 
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação CríticaEstrutura do Texto de Apreciação Crítica
Estrutura do Texto de Apreciação Crítica
 
8 teste poesia-trovadoresca_asa_porto_editora
8   teste poesia-trovadoresca_asa_porto_editora8   teste poesia-trovadoresca_asa_porto_editora
8 teste poesia-trovadoresca_asa_porto_editora
 
O Cavaleiro da Dinamarca - Síntese
O Cavaleiro da Dinamarca - SínteseO Cavaleiro da Dinamarca - Síntese
O Cavaleiro da Dinamarca - Síntese
 
Mitologia n' "Os Lusíadas"
Mitologia n' "Os Lusíadas"Mitologia n' "Os Lusíadas"
Mitologia n' "Os Lusíadas"
 
Os lusíadas tempestade - Português 9º ano
Os lusíadas tempestade - Português 9º anoOs lusíadas tempestade - Português 9º ano
Os lusíadas tempestade - Português 9º ano
 
Frei Luís de Sousa, síntese
Frei Luís de Sousa, sínteseFrei Luís de Sousa, síntese
Frei Luís de Sousa, síntese
 
Autopsicografia e Isto
Autopsicografia e IstoAutopsicografia e Isto
Autopsicografia e Isto
 
Educação n' os maias
Educação n' os maiasEducação n' os maias
Educação n' os maias
 
Ondados fios de ouro reluzente
Ondados fios de ouro reluzenteOndados fios de ouro reluzente
Ondados fios de ouro reluzente
 

Destaque

Bruno lopes vulcão dos capelinhos nos açores
Bruno lopes vulcão dos capelinhos nos açoresBruno lopes vulcão dos capelinhos nos açores
Bruno lopes vulcão dos capelinhos nos açores
duartejanuario
 
Trabalho de ciencias naturais
Trabalho de ciencias naturaisTrabalho de ciencias naturais
Trabalho de ciencias naturais
hugo alves
 
Vulcanismo
VulcanismoVulcanismo
Vulcanismo
Tânia Reis
 
Poemas de Abril
Poemas de AbrilPoemas de Abril
Poemas de Abril
Maria Costa
 
TV Digital: Inovação e Acessibilidade
TV Digital: Inovação e AcessibilidadeTV Digital: Inovação e Acessibilidade
TV Digital: Inovação e Acessibilidade
Campus Party Brasil
 
25 de-abril-poemas
25 de-abril-poemas25 de-abril-poemas
25 de-abril-poemas
prof pirata
 
Vulcões e tectónica de placas
Vulcões e tectónica de placasVulcões e tectónica de placas
Vulcões e tectónica de placas
Luís Filipe Marinho
 
Vulcanologia 1
Vulcanologia 1Vulcanologia 1
Vulcanologia 1
guestbfaae7
 
Experiência com calor mata a
Experiência com calor mata aExperiência com calor mata a
Experiência com calor mata a
carmosilva74
 
Erupções vulcânicas
Erupções vulcânicas Erupções vulcânicas
Erupções vulcânicas
geocoisas
 
Vulcanologia
VulcanologiaVulcanologia
Vulcanologia
ivasantos
 
Relatorio Actividade Vulcoes
Relatorio Actividade VulcoesRelatorio Actividade Vulcoes
Relatorio Actividade Vulcoes
Ana Vicêncio
 
Paisagens dos açores
Paisagens dos açoresPaisagens dos açores
Paisagens dos açores
vitor1986
 
Os Vulcões
Os VulcõesOs Vulcões
Os Vulcões
dulcemarr
 
Vulcanismo
VulcanismoVulcanismo
Vulcanismo
Tânia Reis
 
Tectónica de placas
Tectónica de placasTectónica de placas
Tectónica de placas
Ana Castro
 
Arquipélago dos Açores
Arquipélago dos AçoresArquipélago dos Açores
Arquipélago dos Açores
Alexandra Tenente
 
Actividade vculcânica 7º ano
Actividade vculcânica 7º anoActividade vculcânica 7º ano
Actividade vculcânica 7º ano
Sofia Ribeiro
 
Vulcanismo Primário
Vulcanismo PrimárioVulcanismo Primário
Vulcanismo Primário
Catir
 
A Formação do Reino de Portugal
A Formação do Reino de PortugalA Formação do Reino de Portugal
A Formação do Reino de Portugal
HistN
 

Destaque (20)

Bruno lopes vulcão dos capelinhos nos açores
Bruno lopes vulcão dos capelinhos nos açoresBruno lopes vulcão dos capelinhos nos açores
Bruno lopes vulcão dos capelinhos nos açores
 
Trabalho de ciencias naturais
Trabalho de ciencias naturaisTrabalho de ciencias naturais
Trabalho de ciencias naturais
 
Vulcanismo
VulcanismoVulcanismo
Vulcanismo
 
Poemas de Abril
Poemas de AbrilPoemas de Abril
Poemas de Abril
 
TV Digital: Inovação e Acessibilidade
TV Digital: Inovação e AcessibilidadeTV Digital: Inovação e Acessibilidade
TV Digital: Inovação e Acessibilidade
 
25 de-abril-poemas
25 de-abril-poemas25 de-abril-poemas
25 de-abril-poemas
 
Vulcões e tectónica de placas
Vulcões e tectónica de placasVulcões e tectónica de placas
Vulcões e tectónica de placas
 
Vulcanologia 1
Vulcanologia 1Vulcanologia 1
Vulcanologia 1
 
Experiência com calor mata a
Experiência com calor mata aExperiência com calor mata a
Experiência com calor mata a
 
Erupções vulcânicas
Erupções vulcânicas Erupções vulcânicas
Erupções vulcânicas
 
Vulcanologia
VulcanologiaVulcanologia
Vulcanologia
 
Relatorio Actividade Vulcoes
Relatorio Actividade VulcoesRelatorio Actividade Vulcoes
Relatorio Actividade Vulcoes
 
Paisagens dos açores
Paisagens dos açoresPaisagens dos açores
Paisagens dos açores
 
Os Vulcões
Os VulcõesOs Vulcões
Os Vulcões
 
Vulcanismo
VulcanismoVulcanismo
Vulcanismo
 
Tectónica de placas
Tectónica de placasTectónica de placas
Tectónica de placas
 
Arquipélago dos Açores
Arquipélago dos AçoresArquipélago dos Açores
Arquipélago dos Açores
 
Actividade vculcânica 7º ano
Actividade vculcânica 7º anoActividade vculcânica 7º ano
Actividade vculcânica 7º ano
 
Vulcanismo Primário
Vulcanismo PrimárioVulcanismo Primário
Vulcanismo Primário
 
A Formação do Reino de Portugal
A Formação do Reino de PortugalA Formação do Reino de Portugal
A Formação do Reino de Portugal
 

Semelhante a Vulcão Dos Capelinhos

Vulcão dos Capelinhos.pptx
Vulcão dos Capelinhos.pptxVulcão dos Capelinhos.pptx
Vulcão dos Capelinhos.pptx
ENA SIL
 
Ficha de trabalho_ Visita Virtual ao Geopark Açores (Professor) (1).docx
Ficha de trabalho_ Visita Virtual ao Geopark Açores (Professor) (1).docxFicha de trabalho_ Visita Virtual ao Geopark Açores (Professor) (1).docx
Ficha de trabalho_ Visita Virtual ao Geopark Açores (Professor) (1).docx
DinaBrtolo
 
Tipo de erupções
Tipo de erupçõesTipo de erupções
Tipo de erupções
home
 
Vulcões
VulcõesVulcões
Vulcões
JennyIII
 
Vulcanismo 00
Vulcanismo 00Vulcanismo 00
Vulcanismo 00
Maria Santos
 
o super vulcão de santorini.pdf
o super vulcão de santorini.pdfo super vulcão de santorini.pdf
o super vulcão de santorini.pdf
LeonorEstevesFarinha
 
Vulcões
VulcõesVulcões
Vulcões
lidia76
 
Geologia geral
Geologia geralGeologia geral
Geologia geral
Fernanda Lopes
 
Ficha 3 tipo de erupções
Ficha 3  tipo de erupçõesFicha 3  tipo de erupções
Ficha 3 tipo de erupções
Luís Filipe Marinho
 
Cc bg10 teste 3 10 versão 1
Cc bg10 teste 3 10 versão 1Cc bg10 teste 3 10 versão 1
Cc bg10 teste 3 10 versão 1
Estela Costa
 
Ppt 25 VigilâNcia VulcâNica
Ppt 25   VigilâNcia VulcâNicaPpt 25   VigilâNcia VulcâNica
Ppt 25 VigilâNcia VulcâNica
Nuno Correia
 
Ppt 22 Caracteristicas Do Vulcanismo AçOriano
Ppt 22   Caracteristicas Do Vulcanismo AçOrianoPpt 22   Caracteristicas Do Vulcanismo AçOriano
Ppt 22 Caracteristicas Do Vulcanismo AçOriano
Nuno Correia
 
Ppt 22 Caracteristicas Do Vulcanismo AçOriano
Ppt 22   Caracteristicas Do Vulcanismo AçOrianoPpt 22   Caracteristicas Do Vulcanismo AçOriano
Ppt 22 Caracteristicas Do Vulcanismo AçOriano
Nuno Correia
 
Relatório visita de estudo lourinhã
Relatório visita de estudo lourinhãRelatório visita de estudo lourinhã
Relatório visita de estudo lourinhã
João Duarte
 
Temaii ivulcanologia af2
Temaii ivulcanologia af2Temaii ivulcanologia af2
Temaii ivulcanologia af2
João Soares
 
Vulcao grupo 02(2)
Vulcao   grupo 02(2)Vulcao   grupo 02(2)
Vulcao grupo 02(2)
Isabela Mendonça
 
Complexo Vulcânico Povoação-Nordeste
Complexo Vulcânico Povoação-NordesteComplexo Vulcânico Povoação-Nordeste
Complexo Vulcânico Povoação-Nordeste
RuteAmaralRaposo
 
PEDAGOGIA DAS MARES.pdf
PEDAGOGIA DAS MARES.pdfPEDAGOGIA DAS MARES.pdf
PEDAGOGIA DAS MARES.pdf
carloscardoso948296
 
Terramoto 1522
Terramoto 1522Terramoto 1522
Terramoto 1522
aqmedeiros
 

Semelhante a Vulcão Dos Capelinhos (19)

Vulcão dos Capelinhos.pptx
Vulcão dos Capelinhos.pptxVulcão dos Capelinhos.pptx
Vulcão dos Capelinhos.pptx
 
Ficha de trabalho_ Visita Virtual ao Geopark Açores (Professor) (1).docx
Ficha de trabalho_ Visita Virtual ao Geopark Açores (Professor) (1).docxFicha de trabalho_ Visita Virtual ao Geopark Açores (Professor) (1).docx
Ficha de trabalho_ Visita Virtual ao Geopark Açores (Professor) (1).docx
 
Tipo de erupções
Tipo de erupçõesTipo de erupções
Tipo de erupções
 
Vulcões
VulcõesVulcões
Vulcões
 
Vulcanismo 00
Vulcanismo 00Vulcanismo 00
Vulcanismo 00
 
o super vulcão de santorini.pdf
o super vulcão de santorini.pdfo super vulcão de santorini.pdf
o super vulcão de santorini.pdf
 
Vulcões
VulcõesVulcões
Vulcões
 
Geologia geral
Geologia geralGeologia geral
Geologia geral
 
Ficha 3 tipo de erupções
Ficha 3  tipo de erupçõesFicha 3  tipo de erupções
Ficha 3 tipo de erupções
 
Cc bg10 teste 3 10 versão 1
Cc bg10 teste 3 10 versão 1Cc bg10 teste 3 10 versão 1
Cc bg10 teste 3 10 versão 1
 
Ppt 25 VigilâNcia VulcâNica
Ppt 25   VigilâNcia VulcâNicaPpt 25   VigilâNcia VulcâNica
Ppt 25 VigilâNcia VulcâNica
 
Ppt 22 Caracteristicas Do Vulcanismo AçOriano
Ppt 22   Caracteristicas Do Vulcanismo AçOrianoPpt 22   Caracteristicas Do Vulcanismo AçOriano
Ppt 22 Caracteristicas Do Vulcanismo AçOriano
 
Ppt 22 Caracteristicas Do Vulcanismo AçOriano
Ppt 22   Caracteristicas Do Vulcanismo AçOrianoPpt 22   Caracteristicas Do Vulcanismo AçOriano
Ppt 22 Caracteristicas Do Vulcanismo AçOriano
 
Relatório visita de estudo lourinhã
Relatório visita de estudo lourinhãRelatório visita de estudo lourinhã
Relatório visita de estudo lourinhã
 
Temaii ivulcanologia af2
Temaii ivulcanologia af2Temaii ivulcanologia af2
Temaii ivulcanologia af2
 
Vulcao grupo 02(2)
Vulcao   grupo 02(2)Vulcao   grupo 02(2)
Vulcao grupo 02(2)
 
Complexo Vulcânico Povoação-Nordeste
Complexo Vulcânico Povoação-NordesteComplexo Vulcânico Povoação-Nordeste
Complexo Vulcânico Povoação-Nordeste
 
PEDAGOGIA DAS MARES.pdf
PEDAGOGIA DAS MARES.pdfPEDAGOGIA DAS MARES.pdf
PEDAGOGIA DAS MARES.pdf
 
Terramoto 1522
Terramoto 1522Terramoto 1522
Terramoto 1522
 

Último

7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
LEANDROSPANHOL1
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
wagnermorais28
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Érika Rufo
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
PatriciaZanoli
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 

Último (20)

7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
7133lllllllllllllllllllllllllllll67.pptx
 
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, Central Gospel, Os Mortos Em CRISTO, 2Tr24.pptx
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptxSlides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
Slides Lição 11, CPAD, A Realidade Bíblica do Inferno, 2Tr24.pptx
 
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números RacionaisPotenciação e Radiciação de Números Racionais
Potenciação e Radiciação de Números Racionais
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sonsAula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
Aula 1 do livro de Ciências do aluno - sons
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
2020_09_17 - Biomas Mundiais [Salvo automaticamente].pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 

Vulcão Dos Capelinhos

  • 1. Vulcão dos capelinhos Trabalho realizado por : Sérgio Freitas 7ªA Nº24
  • 2. Introdução Neste trabalho vou falar sobre o Vulcão dos Capelinhos que se situa na Faial(açores).
  • 3. Vulcão Dos Capelinhos O Vulcão dos Capelinhos, também referido na literatura vulcanológica como Mistério dos Capelinhos, localiza-se na Ponta dos Capelinhos, freguesia do Capelo, na Ilha do Faial, nos Açores. Constitui-se em uma das maiores atrações turísticas do Atlântico, nomeadamente dos Açores, pela singularidade de sua beleza paisagística, de génese muito recente e quase virgem. Geológicamente insere-se no complexo vulcânico do Capelo, constituído por cerca de 20 cones de escórias e respectivos derrames lávicos, ao longo de um alinhamento vulcano-tectónico de orientação geral WNW-ESE. O nome Capelinhos deveu-se à existência de dois ilhéus chamados de "Ilhéus dos Capelinhos".
  • 4. Vulcão Dos Capelinhos O vulcão manteve-se em actividade por 13 meses, entre 27 de Setembro de 1957 e 24 de Outubro de 1958. A erupção dos Capelinhos, provavelmente terá sido uma sobreposição de duas erupções distintas, uma começada a 27 de Setembro de 1957, e a segunda, a 14 de Maio de 1958. A partir de 25 de Outubro, o vulcão entrou em fase de repouso. Do ponto de vista vulcanológico, deverá ser considerado um vulcão potencialmente activo.
  • 5. Vulcão Dos Capelinhos um marco na vulcanologia O vulcão dos Capelinhos é reconhecidamente um marco na vulcanologia mundial. "Foi uma erupção submarina devidamente observada, documentada e estudada, desde do início até ao fim. Apareceu em condições privilegiadas, junto de uma ilha habitada, com estrada, farol e telefones privativos." - comenta o vulcanólogo Prof. Victor Hugo Forjaz. Com 16 anos, acompanhado de seu pai, Dr. António Lacerda Forjaz, presidente em exercício da Junta Geral do Distrito da Horta, assistiu ao início da erupção. Este tornou-se afectivamente no "seu vulcão".
  • 6. Conclusão Eu gostei de fazer este trabalho porque aprendi que temos um vulcão muito importante no arquipelago dos açores mais propriamente no faial