SlideShare uma empresa Scribd logo
Vulcanologia
Açores – Laboratório das CT
Contexto geológico
10 vulcanologia
10 vulcanologia
Vulcanismo fissural
 as erupções ocorrem ao longo
  de fracturas/fendas na superfície
  terrestre podendo atingir vários
  kms de comprimento

 não possui chaminé cilíndrica

 não possui cratera circular

 lavas básicas

 erupção continental origina
  extensos planaltos de lava
  basáltica

 erupção subaquática origina
  novos fundos oceânicos
Vulcanismo central
 associado a vulcões do tipo
  cónico

 possui chaminé cilíndrica

 possui cratera circular
  central num cone mais ou
  menos elevado

 a libertação de materiais
  ocorre numa zona restrita

 erupção origina cones
  vulcânicos
Tipos de actividade
Tipos de Erupções
Composição de magmas
Havaiano
•Caracteriza-se pela natureza efusiva das suas erupções e pela
ausência de projecções, formando-se apenas escoadas de lava
incandescentes

•Aparelho vulcânico de cone baixo e vertentes suaves

•Exemplos destas erupções são os vulcões das Ilhas Hawai Mauna
Loa e Kilauea.
Estromboliano
•Caracteriza-se por uma actividade mista, ou seja, por efusões de lavas
menos fluidas que as do tipo havaiano alternando com períodos
explosivos, mas de pouca violência, acompanhados por ejecções de
materiais piroclásticos normalmente bombas e lapilli.

•Aparelho vulcânico cónico, mas com declives mais acentuados que os
dos cones havaianos.

•Como exemplos destas erupções os vulcões Paricutime Stromboli.
Vulcaniano
•magma apresenta-se viscoso e a libertação dos seus gases
origina explosões violentas com formação de lavas. A lava ejectada
é pulverizada em cinzas e blocos (pedra-pomes).

•Aparelho vulcânico, é um cone formado por cinzas litificadas

•Como exemplo, podemos mencionar o famosíssimo Vesúvio.
Peleano
•Como consequência do aumento de pressão no interior do vulcão ocorrem
explosões violentas, com formação de nuvens ardentes, densas e temperaturas
muito elevadas, que descem em turbilhão ao longo das encostas como se se
tratasse de avalanches

•Neste tipo de erupções a lava, muito viscosa, solidifica sob a forma de agulhas
na parte superior da chaminé principal, impedindo a libertação de gases.

•A Montanha Pelada, na ilha Martinica, exemplifica este tipo de erupção .
Tipo de
 Actividade      Havaiano      Estromboliano   Vulcaniano      Peleano
  Grau de
Viscosidade    Muito fluida        Fluida        Viscosa        Muito
  da lava                                                      viscosa
Conteúdo em
   gases       Muito pobre         Pobre           Rico       Muito rico
              • Sem           • Escoadas       • Escoadas • Doma ou
              piroclastos     curtas           muito      Agulha
              • Rios de lava • “Lapilli”       curtas
 Materiais
 Expelidos    •Escoadas       • Bombas         • Cinzas      • Nuvem
              longas                           • “Lapilli”   ardente
            • Lavas                            • Bombas
Natureza da encordoadas
  Erupção       Efusiva            Mista        Explosiva    Catastrófica
10 vulcanologia
Tipos de materiais expelidos
Materiais vulcânicos
Lavas encordoadas
ou pahoehoe
Lavas escoriáceas
ou aa
Lavas escoriáceas




       MJDrumond (Gruta do carvão – S. Miguel)
Lavas em almofada
ou pillow-lava
Pillow-lava
Túneis de lava




MJDrumond (Gruta do carvão – S. Miguel)   MJDrumond (Gruta do carvão – S. Miguel)
Estalactites lávicas




MJDrumond (Gruta do carvão – S. Miguel)
Disjunção colunar do basalto
Disjunção colunar do basalto
Cinzas (menos de 2mm)
Cinzas
Lapili (2mm a 64mm)




MJDrumond (Mosteiros – S. Miguel)   MJDrumond (Ferraria– S. Miguel)
Bombas (mais de 64mm)
Bombas
Pedra pomes
Géiser
jactos intermitentes e periódicos de água e vapor de água,
a elevadas temperaturas, típicos de algumas regiões
vulcânicas. A água expelida tem origem nas camadas
freáticas, que se localizam próximo da bolsada
magmática. Depois de aquecidas, forma-se vapor de
água, que ascende à superfície através das fendas das
rochas encaixantes.
Fumarolas
  emanações gasosas exaladas pelas fissuras das rochas,
  situadas próximo de vulcões activos. De acordo com a
  natureza dos gases exalados, podem ser denominadas:
  sulfataras, se os gases que predominam são ricos em
  enxofre, e mofetas, se o principal gás presente for o
  dióxido de carbono.




MJDrumond (Furnas– S. Miguel)   MJDrumond (Caldeira Velha– S. Miguel)
Fumarolas




            MJDrumond (Furnas – S. Miguel)
Nascentes                                          termais
  emanações de água, vapor de água e dióxido de
  carbono a elevadas temperaturas. Depois de aquecidas
  em profundidade, estas águas voltam à superfície a
  elevadas temperaturas. As fontes termais dos Açores, S.
  Pedro do Sul, entre outras, resultam deste tipo de águas.




MJDrumond (Furnas– S. Miguel)   MJDrumond (Furnas– S. Miguel)
Nascentes termais




   MJDrumond (Furnas– S. Miguel)   MJDrumond (Furnas– S. Miguel)
Distribuição geográfica dos
vulcões
Subducção
10 vulcanologia
Hotspots
Hotspots

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Métodos para o estudo do interior da geosfera
Métodos para o estudo do interior da geosferaMétodos para o estudo do interior da geosfera
Métodos para o estudo do interior da geosfera
Isabel Lopes
 
Geologia 10 vulcanismo
Geologia 10   vulcanismoGeologia 10   vulcanismo
Geologia 10 vulcanismo
Nuno Correia
 
Rochas sedimentares - minerais e formação
Rochas sedimentares  - minerais e formaçãoRochas sedimentares  - minerais e formação
Rochas sedimentares - minerais e formação
Isabel Lopes
 
3 tectónica de placas
3   tectónica de placas3   tectónica de placas
3 tectónica de placas
margaridabt
 
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
José Luís Alves
 
Iii 04 - Estrutura interna da Geosfera
Iii 04 - Estrutura interna da GeosferaIii 04 - Estrutura interna da Geosfera
Iii 04 - Estrutura interna da Geosfera
essg
 
Geologia 10 sismologia
Geologia 10   sismologiaGeologia 10   sismologia
Geologia 10 sismologia
Nuno Correia
 
Rochas Metamórficas
Rochas MetamórficasRochas Metamórficas
Rochas Metamórficas
Tânia Reis
 
8 vulcanologia
8   vulcanologia8   vulcanologia
8 vulcanologia
margaridabt
 
V - VULCANISMO
V - VULCANISMOV - VULCANISMO
V - VULCANISMO
sandranascimento
 
7 rochas metamórficas
7   rochas metamórficas7   rochas metamórficas
7 rochas metamórficas
margaridabt
 
A medida do tempo geológico e a idade da terra
A medida do tempo geológico e a idade da terraA medida do tempo geológico e a idade da terra
A medida do tempo geológico e a idade da terra
Isabel Lopes
 
5 rochas magmáticas
5  rochas magmáticas5  rochas magmáticas
5 rochas magmáticas
margaridabt
 
Resumo 10º ano - ciclo das rochas
Resumo   10º ano - ciclo das rochasResumo   10º ano - ciclo das rochas
Resumo 10º ano - ciclo das rochas
Hugo Martins
 
6 dobras e falhas
6   dobras e falhas6   dobras e falhas
6 dobras e falhas
margaridabt
 
Metodos Estudo Interior Geosfera (Meu)
Metodos Estudo Interior Geosfera (Meu)Metodos Estudo Interior Geosfera (Meu)
Metodos Estudo Interior Geosfera (Meu)
guest47596c16b
 
Rochas magmáticas
Rochas magmáticasRochas magmáticas
Rochas magmáticas
Tânia Reis
 
Rochas sedimentares classificação quimiogénicas
Rochas sedimentares  classificação quimiogénicasRochas sedimentares  classificação quimiogénicas
Rochas sedimentares classificação quimiogénicas
Isabel Lopes
 
Resumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º Ano
Resumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º AnoResumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º Ano
Resumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º Ano
Vitor Perfeito
 
Estrutura Interna Da Terra
Estrutura Interna Da TerraEstrutura Interna Da Terra
Estrutura Interna Da Terra
Tânia Reis
 

Mais procurados (20)

Métodos para o estudo do interior da geosfera
Métodos para o estudo do interior da geosferaMétodos para o estudo do interior da geosfera
Métodos para o estudo do interior da geosfera
 
Geologia 10 vulcanismo
Geologia 10   vulcanismoGeologia 10   vulcanismo
Geologia 10 vulcanismo
 
Rochas sedimentares - minerais e formação
Rochas sedimentares  - minerais e formaçãoRochas sedimentares  - minerais e formação
Rochas sedimentares - minerais e formação
 
3 tectónica de placas
3   tectónica de placas3   tectónica de placas
3 tectónica de placas
 
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
 
Iii 04 - Estrutura interna da Geosfera
Iii 04 - Estrutura interna da GeosferaIii 04 - Estrutura interna da Geosfera
Iii 04 - Estrutura interna da Geosfera
 
Geologia 10 sismologia
Geologia 10   sismologiaGeologia 10   sismologia
Geologia 10 sismologia
 
Rochas Metamórficas
Rochas MetamórficasRochas Metamórficas
Rochas Metamórficas
 
8 vulcanologia
8   vulcanologia8   vulcanologia
8 vulcanologia
 
V - VULCANISMO
V - VULCANISMOV - VULCANISMO
V - VULCANISMO
 
7 rochas metamórficas
7   rochas metamórficas7   rochas metamórficas
7 rochas metamórficas
 
A medida do tempo geológico e a idade da terra
A medida do tempo geológico e a idade da terraA medida do tempo geológico e a idade da terra
A medida do tempo geológico e a idade da terra
 
5 rochas magmáticas
5  rochas magmáticas5  rochas magmáticas
5 rochas magmáticas
 
Resumo 10º ano - ciclo das rochas
Resumo   10º ano - ciclo das rochasResumo   10º ano - ciclo das rochas
Resumo 10º ano - ciclo das rochas
 
6 dobras e falhas
6   dobras e falhas6   dobras e falhas
6 dobras e falhas
 
Metodos Estudo Interior Geosfera (Meu)
Metodos Estudo Interior Geosfera (Meu)Metodos Estudo Interior Geosfera (Meu)
Metodos Estudo Interior Geosfera (Meu)
 
Rochas magmáticas
Rochas magmáticasRochas magmáticas
Rochas magmáticas
 
Rochas sedimentares classificação quimiogénicas
Rochas sedimentares  classificação quimiogénicasRochas sedimentares  classificação quimiogénicas
Rochas sedimentares classificação quimiogénicas
 
Resumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º Ano
Resumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º AnoResumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º Ano
Resumos Biologia Geologia (GEOLOGIA) 10º Ano
 
Estrutura Interna Da Terra
Estrutura Interna Da TerraEstrutura Interna Da Terra
Estrutura Interna Da Terra
 

Semelhante a 10 vulcanologia

10 vulcanologia
10 vulcanologia10 vulcanologia
10 vulcanologia
Maria João Drumond
 
Vulcanologia
VulcanologiaVulcanologia
Vulcanologia
Pelo Siro
 
Atividade vulcânica
Atividade vulcânicaAtividade vulcânica
Atividade vulcânica
Catir
 
Vulcanismo
VulcanismoVulcanismo
Vulcanismo
anokascris
 
Vulcanologia
VulcanologiaVulcanologia
Vulcanologia
guestdbe434
 
Vulcanismo
VulcanismoVulcanismo
Vulcanismo
Tânia Reis
 
Vulcoes(1)
Vulcoes(1)Vulcoes(1)
Vulcoes(1)
Ana Conceição
 
Vulcanologia
VulcanologiaVulcanologia
Vulcanologia
guest52af3f
 
Vulcoes
VulcoesVulcoes
Vulcoes
turmabgranja
 
Vulcanismo
VulcanismoVulcanismo
Vulcanismo
Cláudia Moura
 
Vulcanismo
VulcanismoVulcanismo
Vulcanismo
Catir
 
Vulcanologia
VulcanologiaVulcanologia
Vulcanologia
Leonardo Alves
 
Vulcanisno
VulcanisnoVulcanisno
Vulcanisno
André Jesus
 
Vulcanologia
VulcanologiaVulcanologia
Vulcanologia
Gabriela Bruno
 
Vulcanismo2
Vulcanismo2Vulcanismo2
Vulcanismo2
home
 
Volcoes
VolcoesVolcoes
Volcoes
saritacvg
 
Vulcanismo.pdf
Vulcanismo.pdfVulcanismo.pdf
Vulcanismo.pdf
Paulo Ricardo
 
tipos de vulcanismo 7 ano
tipos de vulcanismo 7 anotipos de vulcanismo 7 ano
tipos de vulcanismo 7 ano
David Aps
 
Vulcanismo 7º
Vulcanismo 7ºVulcanismo 7º
Vulcanismo 7º
guest76d5b3
 
005862911.pdf
005862911.pdf005862911.pdf
005862911.pdf
rickriordan
 

Semelhante a 10 vulcanologia (20)

10 vulcanologia
10 vulcanologia10 vulcanologia
10 vulcanologia
 
Vulcanologia
VulcanologiaVulcanologia
Vulcanologia
 
Atividade vulcânica
Atividade vulcânicaAtividade vulcânica
Atividade vulcânica
 
Vulcanismo
VulcanismoVulcanismo
Vulcanismo
 
Vulcanologia
VulcanologiaVulcanologia
Vulcanologia
 
Vulcanismo
VulcanismoVulcanismo
Vulcanismo
 
Vulcoes(1)
Vulcoes(1)Vulcoes(1)
Vulcoes(1)
 
Vulcanologia
VulcanologiaVulcanologia
Vulcanologia
 
Vulcoes
VulcoesVulcoes
Vulcoes
 
Vulcanismo
VulcanismoVulcanismo
Vulcanismo
 
Vulcanismo
VulcanismoVulcanismo
Vulcanismo
 
Vulcanologia
VulcanologiaVulcanologia
Vulcanologia
 
Vulcanisno
VulcanisnoVulcanisno
Vulcanisno
 
Vulcanologia
VulcanologiaVulcanologia
Vulcanologia
 
Vulcanismo2
Vulcanismo2Vulcanismo2
Vulcanismo2
 
Volcoes
VolcoesVolcoes
Volcoes
 
Vulcanismo.pdf
Vulcanismo.pdfVulcanismo.pdf
Vulcanismo.pdf
 
tipos de vulcanismo 7 ano
tipos de vulcanismo 7 anotipos de vulcanismo 7 ano
tipos de vulcanismo 7 ano
 
Vulcanismo 7º
Vulcanismo 7ºVulcanismo 7º
Vulcanismo 7º
 
005862911.pdf
005862911.pdf005862911.pdf
005862911.pdf
 

Mais de Maria João Drumond

9 sistemas classificação
9 sistemas classificação9 sistemas classificação
9 sistemas classificação
Maria João Drumond
 
7 unicelularidade multicelularidade
7 unicelularidade multicelularidade7 unicelularidade multicelularidade
7 unicelularidade multicelularidade
Maria João Drumond
 
8 mecanisnos evolução
8 mecanisnos evolução8 mecanisnos evolução
8 mecanisnos evolução
Maria João Drumond
 
4 rochas magmáticas
4 rochas magmáticas4 rochas magmáticas
4 rochas magmáticas
Maria João Drumond
 
1 ocupação antrópica
1 ocupação antrópica1 ocupação antrópica
1 ocupação antrópica
Maria João Drumond
 
5 reprodução sexuada
5 reprodução sexuada5 reprodução sexuada
5 reprodução sexuada
Maria João Drumond
 
10 regulação animais
10 regulação animais10 regulação animais
10 regulação animais
Maria João Drumond
 
9 trocas gasosas
9 trocas gasosas9 trocas gasosas
9 trocas gasosas
Maria João Drumond
 
8 fermentação respiração
8 fermentação respiração8 fermentação respiração
8 fermentação respiração
Maria João Drumond
 
7 transporte animais
7 transporte animais7 transporte animais
7 transporte animais
Maria João Drumond
 
6 transporte plantas
6 transporte plantas6 transporte plantas
6 transporte plantas
Maria João Drumond
 
1 diversidade biosfera
1 diversidade biosfera1 diversidade biosfera
1 diversidade biosfera
Maria João Drumond
 
7 neuro hormonal2
7 neuro hormonal27 neuro hormonal2
7 neuro hormonal2
Maria João Drumond
 
6 hereditariedade
6 hereditariedade6 hereditariedade
6 hereditariedade
Maria João Drumond
 
3 reprodução humana-parte_ii
3 reprodução humana-parte_ii3 reprodução humana-parte_ii
3 reprodução humana-parte_ii
Maria João Drumond
 
6 ciclos vida
6 ciclos vida6 ciclos vida
6 ciclos vida
Maria João Drumond
 
4 hiv sida
4 hiv sida4 hiv sida
5 reprodução sexuada
5 reprodução sexuada5 reprodução sexuada
5 reprodução sexuada
Maria João Drumond
 
4 reprodução assexuada
4 reprodução assexuada4 reprodução assexuada
4 reprodução assexuada
Maria João Drumond
 
3 crescimento renovação_celular
3 crescimento renovação_celular3 crescimento renovação_celular
3 crescimento renovação_celular
Maria João Drumond
 

Mais de Maria João Drumond (20)

9 sistemas classificação
9 sistemas classificação9 sistemas classificação
9 sistemas classificação
 
7 unicelularidade multicelularidade
7 unicelularidade multicelularidade7 unicelularidade multicelularidade
7 unicelularidade multicelularidade
 
8 mecanisnos evolução
8 mecanisnos evolução8 mecanisnos evolução
8 mecanisnos evolução
 
4 rochas magmáticas
4 rochas magmáticas4 rochas magmáticas
4 rochas magmáticas
 
1 ocupação antrópica
1 ocupação antrópica1 ocupação antrópica
1 ocupação antrópica
 
5 reprodução sexuada
5 reprodução sexuada5 reprodução sexuada
5 reprodução sexuada
 
10 regulação animais
10 regulação animais10 regulação animais
10 regulação animais
 
9 trocas gasosas
9 trocas gasosas9 trocas gasosas
9 trocas gasosas
 
8 fermentação respiração
8 fermentação respiração8 fermentação respiração
8 fermentação respiração
 
7 transporte animais
7 transporte animais7 transporte animais
7 transporte animais
 
6 transporte plantas
6 transporte plantas6 transporte plantas
6 transporte plantas
 
1 diversidade biosfera
1 diversidade biosfera1 diversidade biosfera
1 diversidade biosfera
 
7 neuro hormonal2
7 neuro hormonal27 neuro hormonal2
7 neuro hormonal2
 
6 hereditariedade
6 hereditariedade6 hereditariedade
6 hereditariedade
 
3 reprodução humana-parte_ii
3 reprodução humana-parte_ii3 reprodução humana-parte_ii
3 reprodução humana-parte_ii
 
6 ciclos vida
6 ciclos vida6 ciclos vida
6 ciclos vida
 
4 hiv sida
4 hiv sida4 hiv sida
4 hiv sida
 
5 reprodução sexuada
5 reprodução sexuada5 reprodução sexuada
5 reprodução sexuada
 
4 reprodução assexuada
4 reprodução assexuada4 reprodução assexuada
4 reprodução assexuada
 
3 crescimento renovação_celular
3 crescimento renovação_celular3 crescimento renovação_celular
3 crescimento renovação_celular
 

Último

EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Mary Alvarenga
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
Sandra Pratas
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
EsterGabriiela1
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.Atividade Dias dos Pais -  Meu Pai, Razão da Minha História.
Atividade Dias dos Pais - Meu Pai, Razão da Minha História.
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_CARLA MORAIS_22_23
 
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdfPERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
PERÍODO COMPOSTO POR COORDENAÇÃO PDF.pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO                .
FOTOS_AS CIÊNCIAS EM AÇÃO .
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 

10 vulcanologia

  • 6. Vulcanismo fissural  as erupções ocorrem ao longo de fracturas/fendas na superfície terrestre podendo atingir vários kms de comprimento  não possui chaminé cilíndrica  não possui cratera circular  lavas básicas  erupção continental origina extensos planaltos de lava basáltica  erupção subaquática origina novos fundos oceânicos
  • 7. Vulcanismo central  associado a vulcões do tipo cónico  possui chaminé cilíndrica  possui cratera circular central num cone mais ou menos elevado  a libertação de materiais ocorre numa zona restrita  erupção origina cones vulcânicos
  • 11. Havaiano •Caracteriza-se pela natureza efusiva das suas erupções e pela ausência de projecções, formando-se apenas escoadas de lava incandescentes •Aparelho vulcânico de cone baixo e vertentes suaves •Exemplos destas erupções são os vulcões das Ilhas Hawai Mauna Loa e Kilauea.
  • 12. Estromboliano •Caracteriza-se por uma actividade mista, ou seja, por efusões de lavas menos fluidas que as do tipo havaiano alternando com períodos explosivos, mas de pouca violência, acompanhados por ejecções de materiais piroclásticos normalmente bombas e lapilli. •Aparelho vulcânico cónico, mas com declives mais acentuados que os dos cones havaianos. •Como exemplos destas erupções os vulcões Paricutime Stromboli.
  • 13. Vulcaniano •magma apresenta-se viscoso e a libertação dos seus gases origina explosões violentas com formação de lavas. A lava ejectada é pulverizada em cinzas e blocos (pedra-pomes). •Aparelho vulcânico, é um cone formado por cinzas litificadas •Como exemplo, podemos mencionar o famosíssimo Vesúvio.
  • 14. Peleano •Como consequência do aumento de pressão no interior do vulcão ocorrem explosões violentas, com formação de nuvens ardentes, densas e temperaturas muito elevadas, que descem em turbilhão ao longo das encostas como se se tratasse de avalanches •Neste tipo de erupções a lava, muito viscosa, solidifica sob a forma de agulhas na parte superior da chaminé principal, impedindo a libertação de gases. •A Montanha Pelada, na ilha Martinica, exemplifica este tipo de erupção .
  • 15. Tipo de Actividade Havaiano Estromboliano Vulcaniano Peleano Grau de Viscosidade Muito fluida Fluida Viscosa Muito da lava viscosa Conteúdo em gases Muito pobre Pobre Rico Muito rico • Sem • Escoadas • Escoadas • Doma ou piroclastos curtas muito Agulha • Rios de lava • “Lapilli” curtas Materiais Expelidos •Escoadas • Bombas • Cinzas • Nuvem longas • “Lapilli” ardente • Lavas • Bombas Natureza da encordoadas Erupção Efusiva Mista Explosiva Catastrófica
  • 17. Tipos de materiais expelidos
  • 21. Lavas escoriáceas MJDrumond (Gruta do carvão – S. Miguel)
  • 22. Lavas em almofada ou pillow-lava
  • 24. Túneis de lava MJDrumond (Gruta do carvão – S. Miguel) MJDrumond (Gruta do carvão – S. Miguel)
  • 25. Estalactites lávicas MJDrumond (Gruta do carvão – S. Miguel)
  • 30. Lapili (2mm a 64mm) MJDrumond (Mosteiros – S. Miguel) MJDrumond (Ferraria– S. Miguel)
  • 34. Géiser jactos intermitentes e periódicos de água e vapor de água, a elevadas temperaturas, típicos de algumas regiões vulcânicas. A água expelida tem origem nas camadas freáticas, que se localizam próximo da bolsada magmática. Depois de aquecidas, forma-se vapor de água, que ascende à superfície através das fendas das rochas encaixantes.
  • 35. Fumarolas emanações gasosas exaladas pelas fissuras das rochas, situadas próximo de vulcões activos. De acordo com a natureza dos gases exalados, podem ser denominadas: sulfataras, se os gases que predominam são ricos em enxofre, e mofetas, se o principal gás presente for o dióxido de carbono. MJDrumond (Furnas– S. Miguel) MJDrumond (Caldeira Velha– S. Miguel)
  • 36. Fumarolas MJDrumond (Furnas – S. Miguel)
  • 37. Nascentes termais emanações de água, vapor de água e dióxido de carbono a elevadas temperaturas. Depois de aquecidas em profundidade, estas águas voltam à superfície a elevadas temperaturas. As fontes termais dos Açores, S. Pedro do Sul, entre outras, resultam deste tipo de águas. MJDrumond (Furnas– S. Miguel) MJDrumond (Furnas– S. Miguel)
  • 38. Nascentes termais MJDrumond (Furnas– S. Miguel) MJDrumond (Furnas– S. Miguel)