SlideShare uma empresa Scribd logo
América do Sul
Unidade 7
8º ano
Professora Christie
Divisão territorial da
América do Sul
Com uma extensão de cerca de
17,8 milhões de km², a América
do Sul comporta 6% da população
mundial dividida em 12 países e 1
departamento francês
ultramarino, a Guiana Francesa.
São eles a Argentina, Bolívia,
Brasil, Chile, Colômbia, Equador,
Guiana, Paraguai, Peru, Suriname,
Uruguai e Venezuela.
Limita-se ao norte com a América
Central, à leste com o oceano
Atlântico e à oeste com o oceano
Pacífico.
Tema 1
Ocupação do território
A principal característica da
população sul-americana é o
grande desequilíbrio na
distribuição geográfica. Enquanto
a ampla maioria se concentra nas
áreas litorâneas, regiões enormes
no seu interior permanecem
praticamente desabitadas como o
caso da Patagônia, na Argentina;
da região Amazônica, no norte da
América do Sul e das áreas
desérticas do Chile
Tema 1
Urbanização
A história da América Latina é a história dos contrastes e semelhanças, das convergências
e divergências. A geografia do continente também é assim e pode-se destacar que em
boa parte os países latino-americanos se assemelham quanto à urbanização que se
caracterizou como um processo rápido e desordenado, em geral, relacionado à
transferência da população do campo para as cidades.
A maior parte dos países é bastante urbanizada, apresentando taxas de urbanização
superiores a 60%, com exceção do Paraguai e da Guiana
Tema 1
Crescimento urbano
A urbanização na América do Sul foi excludente, ou seja,
uma grande parte da população não teve acesso à
moradia adequada e nem aos serviços urbanos mais
essenciais, como saneamento básico, segurança e coleta
de lixo, formou-se uma nítida desigualdade social no meio
urbano.
Consequência:
• crescimento das periferias,
• a favelização;
• a falta de empregos;
• precariedade das condições de vida para grande
parte dos habitantes dos grandes centros urbanos.
Desse modo, apresentam-se, de um lado, as áreas
dotadas de ampla infraestrutura e melhores serviços e os
bairros mais carentes. Um exemplo que podemos citar
são os camelôs vendendo objetos usados, em Santiago,
no Chile.
Apesar disso, vem ocorrendo a redução da pobreza nas
cidades.
Tema 1
Desenvolvimento socioeconômico
Em relação ao IDH de 2012, os
países se encontram em três
níveis: muito elevado (Argentina
e Chile), elevado (Brasil,
Colômbia, Equador, Peru,
Uruguai e Venezuela) e médio
(Bolívia, Guiana, Paraguai,
Suriname). Chile e Argentina
têm o maior IDH da região.
Guiana, Paraguai e Bolívia
apresentam os menores índices
(Veja mapa ao lado).
Tema 1
Pobreza
Alguns países da América do Sul, como
Bolívia e Equador, apresentam altas taxas de
pessoas vivendo com menos de 2 dólares por
dia.
Chile e Uruguai (IDH MUITO ELEVADO)
apresentam índices de pobreza muito baixos.
A situação socioeconômica na América do Sul
teve dois momentos marcantes nas últimas
décadas:
• Nos anos 1990, muitos países adotaram
medidas políticas neoliberais, incentivadas
pelo Fundo Monetário Internacional (FMI)
e pelo Banco Mundial. Muitas nações
foram forçadas a tomar medidas para
estabilizar a economia, como corte nos
gastos sociais, congelamento dos salários e
abertura da economia para a entrada das
transnacionais, resultando no aumento da
pobreza e do desemprego.
• Nos anos 2000, algumas políticas públicas
de inclusão social conseguiram diminuir a
pobreza em vários países da região.
O Neoliberalismo é uma doutrina socioeconômica
que retoma os antigos ideais do liberalismo clássico
ao preconizar a mínima intervenção do Estado na
economia, através de sua retirada do mercado, que,
em tese, autorregular-se-ia e regularia também a
ordem econômica.
Tema 1
No Brasil, o Neoliberalismo foi adotado abertamente nos
dois governos consecutivos do presidente Fernando
Henrique Cardoso. Em seus dois mandatos presidenciais
houve várias privatizações de empresas estatais. Muito do
dinheiro arrecadado foi usado para manter a cotação da
nova moeda brasileira, o Real, equivalente a do dólar
Resquícios coloniais
A colonização europeia ocorrida nos países sul-americanos caracterizou-se pela
intensa exploração das colônias, extraindo grande parte das riquezas e utilizando
o território para produções em larga escala, baseadas na monocultura e trabalho
escravo. Ainda hoje, grande parte dos países sul-americanos continua como
exportador de produtos primários.
Além disso, desde o período colonial, vastas áreas da América do Sul foram
transformadas em plantation: grandes propriedades monocultoras, voltadas para
a produção de gêneros tropicais destinados ao mercado externo e com a
utilização da escravidão negra. Essas particularidades do processo colonial
determinaram os traços principais dos problemas fundiários desta parte do
continente: a formação de grandes latifúndios ao lado de grande contingente de
trabalhadores rurais que não tem acesso à terra.
Tema 1
Plantation
Economia
Os países da América do Sul têm suas
principais atividades produtoras voltadas
para o setor primário, que corresponde à
produção de produtos agropecuários,
extração vegetal, animal e mineral. Ela está
centrada na exportação de commodities
Os países mais industrializados da América
do Sul são Brasil, Argentina, Chile, Colômbia,
Venezuela e Uruguai.
A pesca é um importante setor econômico
para Peru e Chile, favorecida pela corrente de
Humboldt, que carrega planctons e atrai
peixes para a costa desses países.
A América do Sul tem grande diversidade de
recursos minerais. Assim, atividades
industriais ligadas a esse ramo são
extremamente importantes para Venezuela,
Bolívia, Colômbia e Peru (petróleo, gás
natural e pedras e metais preciosos); Chile,
Brasil e Argentina (cobre, bauxita, minério de
ferro, entre outros).
Tema 1
As commodities – ou commodity, no
singular – é uma expressão do inglês
que se difundiu no linguajar econômico
para fazer referência a um determinado
bem ou produto de origem primária
que possui um grande valor comercial e
estratégico. Geralmente, trata-se de
recursos minerais, vegetais ou agrícolas,
tais como o petróleo, o carvão mineral,
a soja, a cana-de-açúcar e outros.
Crescimento econômico
Os países sul-americanos têm crescido de forma
acelerada nos últimos anos, aproveitando os altos preços
de commodities no mercado internacional. Os países que
têm apresentado melhores desempenhos são Peru,
Equador, Chile e Colômbia, favorecidos por acordos
comerciais, especialmente com a Ásia.
Tema 1
Fonte: http://exame.abril.com.br/economia/7-paises-da-america-latina-que-
crescem-o-dobro-do-brasil/
São Paulo - O FMI projeta que a América Latina vai
crescer só 2,5% este ano, mas a média esconde
diferenças importantes. Países como Colômbia e Bolívia
tem tido crescimento acelerado enquanto Venezuela e
Argentina enfrentam crises e as duas maiores
economias do bloco - México e Brasil - avançam com
lentidão. Depois de um PIB de 7,5% em 2010 (a maior
taxa desde a ditadura), a economia brasileira passou a
crescer numa média de 2% anuais, bem abaixo de
muitos dos vizinhos.
Tema 1
Recursos
minerais e
energéticos
América do Sul é rica em
recursos naturais e grande
produtora de petróleo e de
gás natural. Além disso, o
território sul-americano conta
com importantes reservas
minerais — destacando-se:
- cobre, no Chile (maior
produtor mundial);
- a prata e o estanho, no Peru;
- a bauxita e o minério de
ferro, no Brasil.
Além disso faz intenso uso das
águas, principalmente na
atividade pesqueira e no
aproveitamento dos rios para
a geração de energia.
Tema 2
Foram descobertas recentemente reservas petróleo na América do Sul, sendo 80% delas
encontradas no pré-sal brasileiro.
A Venezuela é o 11o país no ranking global de produtores de petróleo. Este país juntamente com
o Equador faz parte da OPEP.
Além do petróleo, cresce a importância do gás natural principalmente para uso industrial. Os
principais produtores regionais são Venezuela, Bolívia e Argentina.
O Brasil depende a importação do gás boliviano, mas isso deve mudar nos próximos anos,
quando for iniciada a extração do gás existente na camada do pré-sal, que resultará na
ampliação da capacidade nacional de produção desse recurso.
Tema 2
Petróleo e gás
Gasoduto Bolívia-Brasil
A partir da década de 1970 aumentou o consumo energético na América do Sul, levando muitos países a
ampliar sua produção interna de petróleo e de gás natural, principalmente Brasil e Argentina, os países
mais industrializados desta região.
Argentina, Venezuela e Bolívia são os maiores produtores de gás natural da região, enquanto Argentina,
Venezuela e Brasil são os maiores consumidores.
Devido à distância geográfica da Venezuela em relação ao Brasil e à Argentina, o maior fornecedor para
estes dois últimos é a Bolívia.
Brasil e Bolívia negociavam desde a década de 1930 a comercialização de petróleo e de gás natural. O
acordo foi fechado apenas em 1997, com a implantação do gasoduto Bolívia-Brasil que possui 3.150 km
em todo seu percurso, sendo 557 km dentro da Bolívia e 2.593 km em solo brasileiro.
Tema 2
Com a descoberta do pré-sal, o
Brasil fica menos dependente do
gás natural da Bolívia
https://br.sputniknews.com/sputnik_explica/2018020110413999-o-que-representa-Bolivia-brasil-impasse-renovao-acordo-gas/
01.02.2018(atualizado 10:51 01.02.2018)
Energia hidrelétrica
A abundância de recursos hídricos na América do
Sul favoreceu a construção de grandes
hidrelétricas a partir da década de 1970.
Os países que mais construíram hidrelétricas
foram Brasil e Argentina, que também são os
maiores consumidores de energia elétrica da
região.
A construção de hidrelétricas ocasiona alguns
impactos ambientais e sociais:
• alteração dos cursos dos rios;
• o alagamento de ambientes naturais e de áreas
construídas;
• perda de biodiversidade e a remoção de cidades
inteiras;
Apesar destes impactos, a energia produzida é
considerada renovável e limpa, por não lançar
poluentes ao meio ambiente.
Tema 2
Usina Binacional de Itaipu
A usina hidrelétrica Itaipu Binacional está localizada no Rio Paraná, no trecho de
fronteira entre o Brasil e o Paraguai, 14 km ao Norte da Ponte da Amizade, nos
municípios de Foz do Iguaçu, no Brasil, e Ciudad del Este, no Paraguai.
O acordo estabelecido entre o Paraguai e o Brasil estabeleceu que toda energia
gerada deveria ser dividida em partes iguais e, caso um deles não utilizasse por
completo, deveria dar preferência ao sócio na venda, realizando-a a preço
reduzido.
Dos 50% que cabem a cada país, o Paraguai utiliza apenas 5%, sendo o restante
vendido ao Brasil a preço de custo. Esse fato gerou muitas discussões sobre o
valor pago pelo Brasil pela energia excedente do Paraguai.
Tema 2
http://www12.senado.leg.br/noticias/materias
/2011/05/11/senado-aprova-aumento-da-
tarifa-paga-pelo-brasil-ao-paraguai-por-
energia-da-usina-itaipu-binacional
Energias renováveis
Muitos países têm buscado fontes de energias renováveis, como solar,
eólica (vento), biomassa (matéria orgânica), geotérmica (calor do
interior da Terra) e hidrelétrica (água). Estas fontes geram menores
impactos ambientais.
O Brasil é o segundo maior produtor mundial de energia utilizando
biomassa (atrás somente dos Estados Unidos) devido a investimentos
nos setores de biodiesel e etanol.
​O Peru tem importantes fontes de recursos hídricos e geotermais que
permitem exploração futura.
Tema 2

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Europa 9º
Europa 9ºEuropa 9º
Europa 9º
flaviocosac
 
O continente americano completo
O continente americano  completoO continente americano  completo
O continente americano completo
Camila Brito
 
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
Cléber Figueiredo Beda de Ávila
 
Modulo 14 - O Complexo Centro-Sul
Modulo 14 - O Complexo Centro-SulModulo 14 - O Complexo Centro-Sul
Modulo 14 - O Complexo Centro-Sul
Claudio Henrique Ramos Sales
 
9º ano
9º ano9º ano
Cruzadinha região sudeste
Cruzadinha região sudesteCruzadinha região sudeste
Cruzadinha região sudeste
Atividades Diversas Cláudia
 
Atividade de coordenadas geograficas
Atividade de coordenadas geograficasAtividade de coordenadas geograficas
Atividade de coordenadas geograficas
Gabriel Reis
 
Geografia do japão
Geografia do japãoGeografia do japão
Geografia do japão
Blog do Prof. Elienai
 
Região sudeste slides
Região sudeste slidesRegião sudeste slides
Região sudeste slides
Ivone Rosa Sa
 
A Regionalização da América
A Regionalização da AméricaA Regionalização da América
A Regionalização da América
Cadernizando
 
Aspectos naturais da América
Aspectos naturais da AméricaAspectos naturais da América
Aspectos naturais da América
Bruna Ribeiro Guedes
 
As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)
As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)
As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)
Nefer19
 
Atividades regiões geoeconômicas1
Atividades regiões geoeconômicas1Atividades regiões geoeconômicas1
Atividades regiões geoeconômicas1
Atividades Diversas Cláudia
 
O Território Brasileiro
O Território BrasileiroO Território Brasileiro
O Território Brasileiro
André Luiz Marques
 
China seculo xxi
China seculo xxiChina seculo xxi
China seculo xxi
Isabel Aguiar
 
Geografia da Europa - Geografia Física - Orografia e Hidrografia
Geografia da Europa - Geografia Física - Orografia e HidrografiaGeografia da Europa - Geografia Física - Orografia e Hidrografia
Geografia da Europa - Geografia Física - Orografia e Hidrografia
Carlos Ribeiro Medeiros
 
Cei- Comunidade dos Estados Independentes.
Cei- Comunidade dos Estados Independentes.Cei- Comunidade dos Estados Independentes.
Cei- Comunidade dos Estados Independentes.
Camila Brito
 
Desenvolvimento e subdesenvolvimento
Desenvolvimento e subdesenvolvimentoDesenvolvimento e subdesenvolvimento
Desenvolvimento e subdesenvolvimento
Abner de Paula
 
Regionalização do espaço mundial
Regionalização do espaço mundialRegionalização do espaço mundial
Regionalização do espaço mundial
LUIS ABREU
 
9º ano un 4 União Europeia e Rússia
9º ano un 4 União Europeia e Rússia9º ano un 4 União Europeia e Rússia
9º ano un 4 União Europeia e Rússia
Christie Freitas
 

Mais procurados (20)

Europa 9º
Europa 9ºEuropa 9º
Europa 9º
 
O continente americano completo
O continente americano  completoO continente americano  completo
O continente americano completo
 
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
8º Ano - Módulo 04 - Continente Americano
 
Modulo 14 - O Complexo Centro-Sul
Modulo 14 - O Complexo Centro-SulModulo 14 - O Complexo Centro-Sul
Modulo 14 - O Complexo Centro-Sul
 
9º ano
9º ano9º ano
9º ano
 
Cruzadinha região sudeste
Cruzadinha região sudesteCruzadinha região sudeste
Cruzadinha região sudeste
 
Atividade de coordenadas geograficas
Atividade de coordenadas geograficasAtividade de coordenadas geograficas
Atividade de coordenadas geograficas
 
Geografia do japão
Geografia do japãoGeografia do japão
Geografia do japão
 
Região sudeste slides
Região sudeste slidesRegião sudeste slides
Região sudeste slides
 
A Regionalização da América
A Regionalização da AméricaA Regionalização da América
A Regionalização da América
 
Aspectos naturais da América
Aspectos naturais da AméricaAspectos naturais da América
Aspectos naturais da América
 
As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)
As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)
As Bacias Hidrográficas - 6º Ano (2017)
 
Atividades regiões geoeconômicas1
Atividades regiões geoeconômicas1Atividades regiões geoeconômicas1
Atividades regiões geoeconômicas1
 
O Território Brasileiro
O Território BrasileiroO Território Brasileiro
O Território Brasileiro
 
China seculo xxi
China seculo xxiChina seculo xxi
China seculo xxi
 
Geografia da Europa - Geografia Física - Orografia e Hidrografia
Geografia da Europa - Geografia Física - Orografia e HidrografiaGeografia da Europa - Geografia Física - Orografia e Hidrografia
Geografia da Europa - Geografia Física - Orografia e Hidrografia
 
Cei- Comunidade dos Estados Independentes.
Cei- Comunidade dos Estados Independentes.Cei- Comunidade dos Estados Independentes.
Cei- Comunidade dos Estados Independentes.
 
Desenvolvimento e subdesenvolvimento
Desenvolvimento e subdesenvolvimentoDesenvolvimento e subdesenvolvimento
Desenvolvimento e subdesenvolvimento
 
Regionalização do espaço mundial
Regionalização do espaço mundialRegionalização do espaço mundial
Regionalização do espaço mundial
 
9º ano un 4 União Europeia e Rússia
9º ano un 4 União Europeia e Rússia9º ano un 4 União Europeia e Rússia
9º ano un 4 União Europeia e Rússia
 

Semelhante a Unidade 7 temas 1 e 2

Unidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do SulUnidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do Sul
Christie Freitas
 
America do-sul-1
America do-sul-1America do-sul-1
America do-sul-1
Alexandre Quadrado
 
America latina
America latina America latina
America latina
Christie Freitas
 
AMÉRICA LATINA
AMÉRICA LATINAAMÉRICA LATINA
AMÉRICA LATINA
Conceição Fontolan
 
americalatina-160516184120.pptx
americalatina-160516184120.pptxamericalatina-160516184120.pptx
americalatina-160516184120.pptx
ClaudislaneLima
 
Sub regiões-américa latina
Sub regiões-américa latinaSub regiões-américa latina
Sub regiões-américa latina
RoAlmeidd
 
Estados unidos sociedade e economia
Estados unidos   sociedade e economiaEstados unidos   sociedade e economia
Estados unidos sociedade e economia
Professor
 
Modulo 12 - América Latina - a produção econômica
Modulo 12 - América Latina - a produção econômicaModulo 12 - América Latina - a produção econômica
Modulo 12 - América Latina - a produção econômica
Claudio Henrique Ramos Sales
 
Resumo Geog
Resumo GeogResumo Geog
Resumo Geog
Marcos Schwartz
 
Apostila de geografia do brasil pg56
Apostila de geografia do brasil pg56Apostila de geografia do brasil pg56
Apostila de geografia do brasil pg56
kisb1337
 
PRIVEST - CAP. 02 - Regionalização - América - 9° EFII
PRIVEST - CAP.  02 - Regionalização - América - 9° EFIIPRIVEST - CAP.  02 - Regionalização - América - 9° EFII
PRIVEST - CAP. 02 - Regionalização - América - 9° EFII
profrodrigoribeiro
 
10 diversidade regional-e_os_problemas_economicos_da_america_latina
10 diversidade regional-e_os_problemas_economicos_da_america_latina10 diversidade regional-e_os_problemas_economicos_da_america_latina
10 diversidade regional-e_os_problemas_economicos_da_america_latina
Lucas Cechinel
 
América central
América  centralAmérica  central
América central
Gla Santos
 
América central
América  centralAmérica  central
América central
Agla Santos
 
Continente americano . Aspectos físicos e sociais
Continente americano . Aspectos físicos e sociaisContinente americano . Aspectos físicos e sociais
Continente americano . Aspectos físicos e sociais
erico paulo rocha guedes
 
Cap.7EstadosUnidos_A_potenciaImpera.pptx
Cap.7EstadosUnidos_A_potenciaImpera.pptxCap.7EstadosUnidos_A_potenciaImpera.pptx
Cap.7EstadosUnidos_A_potenciaImpera.pptx
IGAInstituto
 
Aula 02 méxico e américa central
Aula 02   méxico e américa centralAula 02   méxico e américa central
Aula 02 méxico e américa central
Jonatas Carlos
 
Cap. 14 - América latina
Cap. 14 - América latinaCap. 14 - América latina
Cap. 14 - América latina
Acácio Netto
 
America do sul atual
America do sul atualAmerica do sul atual
America do sul atual
Débora Sales
 
Aula 04 américa andina e platina
Aula 04   américa andina e platinaAula 04   américa andina e platina
Aula 04 américa andina e platina
Jonatas Carlos
 

Semelhante a Unidade 7 temas 1 e 2 (20)

Unidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do SulUnidade 7 8º ano- América do Sul
Unidade 7 8º ano- América do Sul
 
America do-sul-1
America do-sul-1America do-sul-1
America do-sul-1
 
America latina
America latina America latina
America latina
 
AMÉRICA LATINA
AMÉRICA LATINAAMÉRICA LATINA
AMÉRICA LATINA
 
americalatina-160516184120.pptx
americalatina-160516184120.pptxamericalatina-160516184120.pptx
americalatina-160516184120.pptx
 
Sub regiões-américa latina
Sub regiões-américa latinaSub regiões-américa latina
Sub regiões-américa latina
 
Estados unidos sociedade e economia
Estados unidos   sociedade e economiaEstados unidos   sociedade e economia
Estados unidos sociedade e economia
 
Modulo 12 - América Latina - a produção econômica
Modulo 12 - América Latina - a produção econômicaModulo 12 - América Latina - a produção econômica
Modulo 12 - América Latina - a produção econômica
 
Resumo Geog
Resumo GeogResumo Geog
Resumo Geog
 
Apostila de geografia do brasil pg56
Apostila de geografia do brasil pg56Apostila de geografia do brasil pg56
Apostila de geografia do brasil pg56
 
PRIVEST - CAP. 02 - Regionalização - América - 9° EFII
PRIVEST - CAP.  02 - Regionalização - América - 9° EFIIPRIVEST - CAP.  02 - Regionalização - América - 9° EFII
PRIVEST - CAP. 02 - Regionalização - América - 9° EFII
 
10 diversidade regional-e_os_problemas_economicos_da_america_latina
10 diversidade regional-e_os_problemas_economicos_da_america_latina10 diversidade regional-e_os_problemas_economicos_da_america_latina
10 diversidade regional-e_os_problemas_economicos_da_america_latina
 
América central
América  centralAmérica  central
América central
 
América central
América  centralAmérica  central
América central
 
Continente americano . Aspectos físicos e sociais
Continente americano . Aspectos físicos e sociaisContinente americano . Aspectos físicos e sociais
Continente americano . Aspectos físicos e sociais
 
Cap.7EstadosUnidos_A_potenciaImpera.pptx
Cap.7EstadosUnidos_A_potenciaImpera.pptxCap.7EstadosUnidos_A_potenciaImpera.pptx
Cap.7EstadosUnidos_A_potenciaImpera.pptx
 
Aula 02 méxico e américa central
Aula 02   méxico e américa centralAula 02   méxico e américa central
Aula 02 méxico e américa central
 
Cap. 14 - América latina
Cap. 14 - América latinaCap. 14 - América latina
Cap. 14 - América latina
 
America do sul atual
America do sul atualAmerica do sul atual
America do sul atual
 
Aula 04 américa andina e platina
Aula 04   américa andina e platinaAula 04   américa andina e platina
Aula 04 américa andina e platina
 

Mais de Christie Freitas

Unidade 4 cap. 1
Unidade 4 cap. 1Unidade 4 cap. 1
Unidade 4 cap. 1
Christie Freitas
 
Unidade 1 e 2 parcial
Unidade 1 e 2 parcialUnidade 1 e 2 parcial
Unidade 1 e 2 parcial
Christie Freitas
 
Unidade 1
Unidade 1Unidade 1
Unidade 1
Christie Freitas
 
Unidade 2 sextoano
Unidade 2 sextoanoUnidade 2 sextoano
Unidade 2 sextoano
Christie Freitas
 
6ano unidade3
6ano unidade36ano unidade3
6ano unidade3
Christie Freitas
 
Unidade 8 sexto ano
Unidade 8   sexto anoUnidade 8   sexto ano
Unidade 8 sexto ano
Christie Freitas
 
Unidade 7 temas 3 e 4 - sexto ano
Unidade 7  temas 3 e 4 - sexto anoUnidade 7  temas 3 e 4 - sexto ano
Unidade 7 temas 3 e 4 - sexto ano
Christie Freitas
 
Unidade 7 sexto ano_temas 1 e 2
Unidade 7 sexto ano_temas 1 e 2Unidade 7 sexto ano_temas 1 e 2
Unidade 7 sexto ano_temas 1 e 2
Christie Freitas
 
Unidade4
Unidade4Unidade4
Unidade 6 sextoano
Unidade 6 sextoanoUnidade 6 sextoano
Unidade 6 sextoano
Christie Freitas
 
Unidade5 temas2 3_4
Unidade5 temas2 3_4Unidade5 temas2 3_4
Unidade5 temas2 3_4
Christie Freitas
 
Unidade 2 oitavo ano
Unidade 2   oitavo anoUnidade 2   oitavo ano
Unidade 2 oitavo ano
Christie Freitas
 
Unidade 5 6 ano
Unidade 5 6 anoUnidade 5 6 ano
Unidade 5 6 ano
Christie Freitas
 
Unidade 1
Unidade 1Unidade 1
Unidade 1
Christie Freitas
 
Unidade 1 sexto ano
Unidade 1 sexto anoUnidade 1 sexto ano
Unidade 1 sexto ano
Christie Freitas
 
Unidade 8 temas 3 e 4 e unidade 9
Unidade 8 temas 3 e 4  e unidade 9Unidade 8 temas 3 e 4  e unidade 9
Unidade 8 temas 3 e 4 e unidade 9
Christie Freitas
 
Unidade 9 - 6º ano
Unidade 9   - 6º anoUnidade 9   - 6º ano
Unidade 9 - 6º ano
Christie Freitas
 
Unidade 8 temas 3 e 4 sexto ano
Unidade 8   temas 3 e 4 sexto anoUnidade 8   temas 3 e 4 sexto ano
Unidade 8 temas 3 e 4 sexto ano
Christie Freitas
 
Unidade 2 sextoano
Unidade 2 sextoanoUnidade 2 sextoano
Unidade 2 sextoano
Christie Freitas
 
Unidade 8 - África
Unidade 8  - ÁfricaUnidade 8  - África
Unidade 8 - África
Christie Freitas
 

Mais de Christie Freitas (20)

Unidade 4 cap. 1
Unidade 4 cap. 1Unidade 4 cap. 1
Unidade 4 cap. 1
 
Unidade 1 e 2 parcial
Unidade 1 e 2 parcialUnidade 1 e 2 parcial
Unidade 1 e 2 parcial
 
Unidade 1
Unidade 1Unidade 1
Unidade 1
 
Unidade 2 sextoano
Unidade 2 sextoanoUnidade 2 sextoano
Unidade 2 sextoano
 
6ano unidade3
6ano unidade36ano unidade3
6ano unidade3
 
Unidade 8 sexto ano
Unidade 8   sexto anoUnidade 8   sexto ano
Unidade 8 sexto ano
 
Unidade 7 temas 3 e 4 - sexto ano
Unidade 7  temas 3 e 4 - sexto anoUnidade 7  temas 3 e 4 - sexto ano
Unidade 7 temas 3 e 4 - sexto ano
 
Unidade 7 sexto ano_temas 1 e 2
Unidade 7 sexto ano_temas 1 e 2Unidade 7 sexto ano_temas 1 e 2
Unidade 7 sexto ano_temas 1 e 2
 
Unidade4
Unidade4Unidade4
Unidade4
 
Unidade 6 sextoano
Unidade 6 sextoanoUnidade 6 sextoano
Unidade 6 sextoano
 
Unidade5 temas2 3_4
Unidade5 temas2 3_4Unidade5 temas2 3_4
Unidade5 temas2 3_4
 
Unidade 2 oitavo ano
Unidade 2   oitavo anoUnidade 2   oitavo ano
Unidade 2 oitavo ano
 
Unidade 5 6 ano
Unidade 5 6 anoUnidade 5 6 ano
Unidade 5 6 ano
 
Unidade 1
Unidade 1Unidade 1
Unidade 1
 
Unidade 1 sexto ano
Unidade 1 sexto anoUnidade 1 sexto ano
Unidade 1 sexto ano
 
Unidade 8 temas 3 e 4 e unidade 9
Unidade 8 temas 3 e 4  e unidade 9Unidade 8 temas 3 e 4  e unidade 9
Unidade 8 temas 3 e 4 e unidade 9
 
Unidade 9 - 6º ano
Unidade 9   - 6º anoUnidade 9   - 6º ano
Unidade 9 - 6º ano
 
Unidade 8 temas 3 e 4 sexto ano
Unidade 8   temas 3 e 4 sexto anoUnidade 8   temas 3 e 4 sexto ano
Unidade 8 temas 3 e 4 sexto ano
 
Unidade 2 sextoano
Unidade 2 sextoanoUnidade 2 sextoano
Unidade 2 sextoano
 
Unidade 8 - África
Unidade 8  - ÁfricaUnidade 8  - África
Unidade 8 - África
 

Último

(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Mauricio Alexandre Silva
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
ElinarioCosta
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Nertan Dias
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
TathyLopes1
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
WELTONROBERTOFREITAS
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
(44-ESTUDO - LUCAS) A ESPIRITUALIDADE EM CRISE NO VALE
 
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptxVivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
Vivendo a Arquitetura Salesforce - 01.pptx
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica BasicaExercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
Exercicios de Word Básico para a aulas de informatica Basica
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologiaPedagogia universitária em ciência e tecnologia
Pedagogia universitária em ciência e tecnologia
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.Loteria - Adição,  subtração,  multiplicação e divisão.
Loteria - Adição, subtração, multiplicação e divisão.
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdfConcurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
Concurso FEMAR Resultado Final Etapa1-EmpregoscomEtapaII.pdf
 
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de GeografiaAula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
Aula 1 - Ordem Mundial Aula de Geografia
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 

Unidade 7 temas 1 e 2

  • 1. América do Sul Unidade 7 8º ano Professora Christie
  • 2. Divisão territorial da América do Sul Com uma extensão de cerca de 17,8 milhões de km², a América do Sul comporta 6% da população mundial dividida em 12 países e 1 departamento francês ultramarino, a Guiana Francesa. São eles a Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Guiana, Paraguai, Peru, Suriname, Uruguai e Venezuela. Limita-se ao norte com a América Central, à leste com o oceano Atlântico e à oeste com o oceano Pacífico. Tema 1
  • 3. Ocupação do território A principal característica da população sul-americana é o grande desequilíbrio na distribuição geográfica. Enquanto a ampla maioria se concentra nas áreas litorâneas, regiões enormes no seu interior permanecem praticamente desabitadas como o caso da Patagônia, na Argentina; da região Amazônica, no norte da América do Sul e das áreas desérticas do Chile Tema 1
  • 4. Urbanização A história da América Latina é a história dos contrastes e semelhanças, das convergências e divergências. A geografia do continente também é assim e pode-se destacar que em boa parte os países latino-americanos se assemelham quanto à urbanização que se caracterizou como um processo rápido e desordenado, em geral, relacionado à transferência da população do campo para as cidades. A maior parte dos países é bastante urbanizada, apresentando taxas de urbanização superiores a 60%, com exceção do Paraguai e da Guiana Tema 1
  • 5. Crescimento urbano A urbanização na América do Sul foi excludente, ou seja, uma grande parte da população não teve acesso à moradia adequada e nem aos serviços urbanos mais essenciais, como saneamento básico, segurança e coleta de lixo, formou-se uma nítida desigualdade social no meio urbano. Consequência: • crescimento das periferias, • a favelização; • a falta de empregos; • precariedade das condições de vida para grande parte dos habitantes dos grandes centros urbanos. Desse modo, apresentam-se, de um lado, as áreas dotadas de ampla infraestrutura e melhores serviços e os bairros mais carentes. Um exemplo que podemos citar são os camelôs vendendo objetos usados, em Santiago, no Chile. Apesar disso, vem ocorrendo a redução da pobreza nas cidades. Tema 1
  • 6. Desenvolvimento socioeconômico Em relação ao IDH de 2012, os países se encontram em três níveis: muito elevado (Argentina e Chile), elevado (Brasil, Colômbia, Equador, Peru, Uruguai e Venezuela) e médio (Bolívia, Guiana, Paraguai, Suriname). Chile e Argentina têm o maior IDH da região. Guiana, Paraguai e Bolívia apresentam os menores índices (Veja mapa ao lado). Tema 1
  • 7. Pobreza Alguns países da América do Sul, como Bolívia e Equador, apresentam altas taxas de pessoas vivendo com menos de 2 dólares por dia. Chile e Uruguai (IDH MUITO ELEVADO) apresentam índices de pobreza muito baixos. A situação socioeconômica na América do Sul teve dois momentos marcantes nas últimas décadas: • Nos anos 1990, muitos países adotaram medidas políticas neoliberais, incentivadas pelo Fundo Monetário Internacional (FMI) e pelo Banco Mundial. Muitas nações foram forçadas a tomar medidas para estabilizar a economia, como corte nos gastos sociais, congelamento dos salários e abertura da economia para a entrada das transnacionais, resultando no aumento da pobreza e do desemprego. • Nos anos 2000, algumas políticas públicas de inclusão social conseguiram diminuir a pobreza em vários países da região. O Neoliberalismo é uma doutrina socioeconômica que retoma os antigos ideais do liberalismo clássico ao preconizar a mínima intervenção do Estado na economia, através de sua retirada do mercado, que, em tese, autorregular-se-ia e regularia também a ordem econômica. Tema 1
  • 8. No Brasil, o Neoliberalismo foi adotado abertamente nos dois governos consecutivos do presidente Fernando Henrique Cardoso. Em seus dois mandatos presidenciais houve várias privatizações de empresas estatais. Muito do dinheiro arrecadado foi usado para manter a cotação da nova moeda brasileira, o Real, equivalente a do dólar
  • 9. Resquícios coloniais A colonização europeia ocorrida nos países sul-americanos caracterizou-se pela intensa exploração das colônias, extraindo grande parte das riquezas e utilizando o território para produções em larga escala, baseadas na monocultura e trabalho escravo. Ainda hoje, grande parte dos países sul-americanos continua como exportador de produtos primários. Além disso, desde o período colonial, vastas áreas da América do Sul foram transformadas em plantation: grandes propriedades monocultoras, voltadas para a produção de gêneros tropicais destinados ao mercado externo e com a utilização da escravidão negra. Essas particularidades do processo colonial determinaram os traços principais dos problemas fundiários desta parte do continente: a formação de grandes latifúndios ao lado de grande contingente de trabalhadores rurais que não tem acesso à terra. Tema 1 Plantation
  • 10. Economia Os países da América do Sul têm suas principais atividades produtoras voltadas para o setor primário, que corresponde à produção de produtos agropecuários, extração vegetal, animal e mineral. Ela está centrada na exportação de commodities Os países mais industrializados da América do Sul são Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, Venezuela e Uruguai. A pesca é um importante setor econômico para Peru e Chile, favorecida pela corrente de Humboldt, que carrega planctons e atrai peixes para a costa desses países. A América do Sul tem grande diversidade de recursos minerais. Assim, atividades industriais ligadas a esse ramo são extremamente importantes para Venezuela, Bolívia, Colômbia e Peru (petróleo, gás natural e pedras e metais preciosos); Chile, Brasil e Argentina (cobre, bauxita, minério de ferro, entre outros). Tema 1 As commodities – ou commodity, no singular – é uma expressão do inglês que se difundiu no linguajar econômico para fazer referência a um determinado bem ou produto de origem primária que possui um grande valor comercial e estratégico. Geralmente, trata-se de recursos minerais, vegetais ou agrícolas, tais como o petróleo, o carvão mineral, a soja, a cana-de-açúcar e outros.
  • 11. Crescimento econômico Os países sul-americanos têm crescido de forma acelerada nos últimos anos, aproveitando os altos preços de commodities no mercado internacional. Os países que têm apresentado melhores desempenhos são Peru, Equador, Chile e Colômbia, favorecidos por acordos comerciais, especialmente com a Ásia. Tema 1
  • 12. Fonte: http://exame.abril.com.br/economia/7-paises-da-america-latina-que- crescem-o-dobro-do-brasil/ São Paulo - O FMI projeta que a América Latina vai crescer só 2,5% este ano, mas a média esconde diferenças importantes. Países como Colômbia e Bolívia tem tido crescimento acelerado enquanto Venezuela e Argentina enfrentam crises e as duas maiores economias do bloco - México e Brasil - avançam com lentidão. Depois de um PIB de 7,5% em 2010 (a maior taxa desde a ditadura), a economia brasileira passou a crescer numa média de 2% anuais, bem abaixo de muitos dos vizinhos. Tema 1
  • 13. Recursos minerais e energéticos América do Sul é rica em recursos naturais e grande produtora de petróleo e de gás natural. Além disso, o território sul-americano conta com importantes reservas minerais — destacando-se: - cobre, no Chile (maior produtor mundial); - a prata e o estanho, no Peru; - a bauxita e o minério de ferro, no Brasil. Além disso faz intenso uso das águas, principalmente na atividade pesqueira e no aproveitamento dos rios para a geração de energia. Tema 2
  • 14. Foram descobertas recentemente reservas petróleo na América do Sul, sendo 80% delas encontradas no pré-sal brasileiro. A Venezuela é o 11o país no ranking global de produtores de petróleo. Este país juntamente com o Equador faz parte da OPEP. Além do petróleo, cresce a importância do gás natural principalmente para uso industrial. Os principais produtores regionais são Venezuela, Bolívia e Argentina. O Brasil depende a importação do gás boliviano, mas isso deve mudar nos próximos anos, quando for iniciada a extração do gás existente na camada do pré-sal, que resultará na ampliação da capacidade nacional de produção desse recurso. Tema 2 Petróleo e gás
  • 15. Gasoduto Bolívia-Brasil A partir da década de 1970 aumentou o consumo energético na América do Sul, levando muitos países a ampliar sua produção interna de petróleo e de gás natural, principalmente Brasil e Argentina, os países mais industrializados desta região. Argentina, Venezuela e Bolívia são os maiores produtores de gás natural da região, enquanto Argentina, Venezuela e Brasil são os maiores consumidores. Devido à distância geográfica da Venezuela em relação ao Brasil e à Argentina, o maior fornecedor para estes dois últimos é a Bolívia. Brasil e Bolívia negociavam desde a década de 1930 a comercialização de petróleo e de gás natural. O acordo foi fechado apenas em 1997, com a implantação do gasoduto Bolívia-Brasil que possui 3.150 km em todo seu percurso, sendo 557 km dentro da Bolívia e 2.593 km em solo brasileiro. Tema 2 Com a descoberta do pré-sal, o Brasil fica menos dependente do gás natural da Bolívia
  • 17. Energia hidrelétrica A abundância de recursos hídricos na América do Sul favoreceu a construção de grandes hidrelétricas a partir da década de 1970. Os países que mais construíram hidrelétricas foram Brasil e Argentina, que também são os maiores consumidores de energia elétrica da região. A construção de hidrelétricas ocasiona alguns impactos ambientais e sociais: • alteração dos cursos dos rios; • o alagamento de ambientes naturais e de áreas construídas; • perda de biodiversidade e a remoção de cidades inteiras; Apesar destes impactos, a energia produzida é considerada renovável e limpa, por não lançar poluentes ao meio ambiente. Tema 2
  • 18. Usina Binacional de Itaipu A usina hidrelétrica Itaipu Binacional está localizada no Rio Paraná, no trecho de fronteira entre o Brasil e o Paraguai, 14 km ao Norte da Ponte da Amizade, nos municípios de Foz do Iguaçu, no Brasil, e Ciudad del Este, no Paraguai. O acordo estabelecido entre o Paraguai e o Brasil estabeleceu que toda energia gerada deveria ser dividida em partes iguais e, caso um deles não utilizasse por completo, deveria dar preferência ao sócio na venda, realizando-a a preço reduzido. Dos 50% que cabem a cada país, o Paraguai utiliza apenas 5%, sendo o restante vendido ao Brasil a preço de custo. Esse fato gerou muitas discussões sobre o valor pago pelo Brasil pela energia excedente do Paraguai. Tema 2
  • 20. Energias renováveis Muitos países têm buscado fontes de energias renováveis, como solar, eólica (vento), biomassa (matéria orgânica), geotérmica (calor do interior da Terra) e hidrelétrica (água). Estas fontes geram menores impactos ambientais. O Brasil é o segundo maior produtor mundial de energia utilizando biomassa (atrás somente dos Estados Unidos) devido a investimentos nos setores de biodiesel e etanol. ​O Peru tem importantes fontes de recursos hídricos e geotermais que permitem exploração futura. Tema 2