SlideShare uma empresa Scribd logo
PROJETA SIMULA EXECUTA
Carlos Alexandre Calácio da Silva
Augusto Yukio Tokuki
Automação Agroindustrial
2011
Entende-se por sistemas um conjunto de
facilidades implantadas em computadores que visa a auxiliar o
projeto e desenvolvimento de produtos, desde a fase de
concepção e modelamento, passando pela análise de
engenharia e simulação de desempenho de produto em
serviço, bem como ainda o planejamento e execução das
atividades relacionadas com a fabricação do mesmo.
(Computer Aided Design) - Projeto Auxiliado por
Computador
(Computer Aided Engineer) - Engenharia Auxiliada por
Computador
(Computer Aided Manufacturing) - Manufatura
Auxiliada por Computador
CAD/CAE/CAM (CAD,CAE,CAM; CAD-CAE-CAM)
Os primeiros sistemas computacionais, softwares, utilizados
para o auxilio na elaboração de desenhos na engenharia
surgiram na , quando se iniciou no Instituto de
Massachusetts – MIT a discussão sobre os sistemas
CAD/CAM, e estes sistemas limitava-se apenas a imagens
geométricas em , e a sua criação em terminais
monocromáticos.
Ferramenta ou sistema, utilizado para a elaboração e
manipulação de desenhos, que são empregados, como esboço,
para a confecção de produtos acabados;
O sistema possibilita representar os projetos em , o
que proporciona melhores detalhes e a concepção desses
projetos e reduz a quantidade de erros por incoerência com os
mesmos;
o
- Testes de estrutura e projetos hidráulicos;
o
- Plantas, elevações, perspectivas, elétrica, e hidráulica;
o
- Projeto da carroceria e parte elétrica;
o
- Esquemas e diagramas de conexão;
o
- Placa de circuito impresso e projetos de circuitos
integrados;
o
- Projetos de máquinas, processos, layout, projetos de
ferramentas e acessórios
o
- Esquemas hidráulicos, diagramas isométricos e
planejamento de processos
Cadeira de Rodas Motor Motor a 4 tempos
Máquina PanificadoraNavio Cabina do Elevador
Aeronaves
Tanques de Guerra
Planta e vista 3D de casas
Veículos
CAD/CAE/CAM (CAD,CAE,CAM; CAD-CAE-CAM)
o Na era contemporânea, o mercado atual exige produtos que
demonstre qualidade , confiabilidade e durabilidade, além de
uma resposta rápida nos estudos e execução destes produtos;
o O termo compreende um conjunto de métodos que
computam as características e simulam situações físicas reais
de forma bastante complexa do produto elaborado através do
;
o O sistema utiliza-se de desenhos digitais para realizas
as simulações dos fenômenos físicos reais, através de métodos
que realizam cálculos numéricos aproximados, feito pelo
próprio sistema;
o É utilizado no projeto de uma nova suspensão veicular,
quadro de bicicleta, estruturas metálicas sujeita as cargas
dinâmicas, e em outras situações onde se tem a presença
dessas situações físicas reais.
o Tecnologia disseminada principalmente entre os engenheiros
mecânicos e civis , utilizando-se desta para a realização de
cálculos estruturais envolvendo tensões estáticas lineares. O
sistema simula: a aplicação de cargas ao corpo, a transmissão
desta por toda a sua estrutura, demonstra as possíveis
deformações , tensões e forças realizadas nesta situação;
o O software de simulação de eventos mecânicos adicionam
movimentos aos elementos do CAD;
o Não necessita do prévio conhecimento das forças
envolvidas, pois essas forças atuantes são calculadas pelo
próprio programa, de forma compreensível ao seu operador;
o Desta forma, não é necessário conhecer ou descobrir quais
as forças que uma determinada pista exerce sobre um carro,
quando o mesmo está em movimento, pois o próprio software
fornece está informação. São necessários , apenas, que o
operador forneça a velocidade do veículo e o perfil da estrada,
que já são parâmetros estabelecidos por este.
Análise de um motor Análise estrutural do
casco de um navio
Análise de comportamento
de uma plataforma petrolífera
Análise de comportamento das
hélices de um helicóptero
Análise de ondas
sonoras de um motor
Análise de comportamento
de um airbag a encher

Possibilita testar, simular e eventualmente legitimar um
produto 3D , criado no sistema CAD, sem precisar construí-lo.

Os requisitos computacionais do são muito elevados
para as aplicações em , ou seja, como é
construído, o padrão de construção, peças utilizadas, estrutura,
moldes e a linguagem do software, o que implica no custo
elevado de Hardware;
O software também apresenta seus custos devido a suas
características, e necessitam de formatação, necessária para
trabalhar com este tipo de aplicação.
CAD/CAE/CAM (CAD,CAE,CAM; CAD-CAE-CAM)
o Após finalizado o processo de modelamento do produto no
sistema , tem-se a transferência desta geometria para o
sistema , visando a geração de programas para a
manufatura.
o Podemos definir como auxilio via computador da
preparação da manufatura, representando as tecnologias
usadas na produção, dizendo não só a respeito da manutenção,
como: (Comando Numérico Computadorizado), (
Controle Lógico Programável), coletores de dados ( ),
como também a tomada de decisão, plano operacional;
o Os atuais sistemas de realizam a programação de
todos os tipos de com mais rapidez e
precisão, utilizando um modelo gerado em e otimizando
a trajetória da ferramenta;
o como ferramentas auxiliares para projeto de produto é
imprescindível para uma organização que trabalhe com um
sistema de engenharia simultânea, onde o tempo de
lançamento de um produto é cada vez mais curto.
CAD
( Desenho)
CAE
( Simulação)
12
CAM
( Manufatura)
3
A utilização dos métodos CAD/CAE/CAM, na elaboração e
produção de produtos no século 21, é um fator essencial para
que as indústrias possam reduzir seus custos, com a correção
e detecção dos erros antes dos processos produtivos, agilizar a
elaboração dos produtos e aplicar padrões de qualidade
internacional aos mesmos. Estes fatores são primordiais para
se alcançar os padrões de excelência (a nível mundial) dos
melhores processos, empregando-se as melhores tecnologias
disponíveis no mercado. (Carlos Alexandre Calácio da Silva)
FIGUEIRA, R. J. C. de M. Projeto licenciatura em computadores e sistemas.
Instituto Superior de Engenharia do Porto, Portugal, 2002-2003.
NAKAMURA, E. T. et al. UTILIZAÇÃO DE FERRAMENTASCAD/CAE/CAM
NODESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS ELETROELETRÔNICOS:
VANTAGENS E DESAFIOS. Revista T&C Amazônia, nº 2, 2003.
SOUZA, A. F. ; COELHO, R. T. Tecnologia CAD/CAM – Definições e estado da arte
visando auxiliar sua implantação em um ambiente fabril. In XXI Encontro Nacional
De Engenharia de Produção. Ouro Preto-MG, 2003.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Product design solidworks training ppt
Product design  solidworks training pptProduct design  solidworks training ppt
Product design solidworks training ppt
RiteshYadav134
 
Curso desenho técnico
Curso   desenho técnicoCurso   desenho técnico
Curso desenho técnico
Heromo
 
Desenho técnico 1
Desenho técnico 1Desenho técnico 1
Desenho técnico 1
David Jorge Braz Martins
 
NBR 10068 - Folha de Desenho - Layout e Dimensões
NBR 10068 - Folha de Desenho - Layout e DimensõesNBR 10068 - Folha de Desenho - Layout e Dimensões
NBR 10068 - Folha de Desenho - Layout e Dimensões
Marcos Iury Fernandes
 
Estampagem
EstampagemEstampagem
Estampagem
Hertz Oliveira
 
Introdução a CNC
Introdução a CNCIntrodução a CNC
Introdução a CNC
Luciano Santos
 
Diseño asistido por computadora
Diseño asistido por computadoraDiseño asistido por computadora
Diseño asistido por computadora
Universidad de Panamá
 
DESENHO TÉCNICO SEÇÃO E ENCURTAMENTO
DESENHO TÉCNICO  SEÇÃO E ENCURTAMENTODESENHO TÉCNICO  SEÇÃO E ENCURTAMENTO
DESENHO TÉCNICO SEÇÃO E ENCURTAMENTO
ordenaelbass
 
FUNDAMENTALS OF CAM By Using MASTERCAM
FUNDAMENTALS OF CAM By Using MASTERCAMFUNDAMENTALS OF CAM By Using MASTERCAM
FUNDAMENTALS OF CAM By Using MASTERCAM
Amiraj College Of Engineering & Technology
 
Torno mecanico-Tecnologia
Torno mecanico-TecnologiaTorno mecanico-Tecnologia
Torno mecanico-Tecnologia
Juan Carlos Garcia Urrutia
 
Aula 10 sistemas de projeções ortogonais
Aula 10   sistemas de projeções ortogonaisAula 10   sistemas de projeções ortogonais
Aula 10 sistemas de projeções ortogonais
Alyne Silva Lima
 
U00 processos de usinagem (visão geral)
U00   processos de usinagem (visão geral)U00   processos de usinagem (visão geral)
U00 processos de usinagem (visão geral)
Luiz Furlan
 
51725631 caderno-de-exercicios-desenho-tecnico (1)
51725631 caderno-de-exercicios-desenho-tecnico (1)51725631 caderno-de-exercicios-desenho-tecnico (1)
51725631 caderno-de-exercicios-desenho-tecnico (1)
Heromo
 
Apostila 4
Apostila 4Apostila 4
Apostila 4
Gabriel RV
 
Caderno de exercícios
Caderno de exercíciosCaderno de exercícios
Caderno de exercícios
Rogerio Fernando
 
DESENHO TÉCNICO CORTE PARCIAL
DESENHO TÉCNICO CORTE PARCIALDESENHO TÉCNICO CORTE PARCIAL
DESENHO TÉCNICO CORTE PARCIAL
ordenaelbass
 
106207431 apostila-de-desenho-vol-1
106207431 apostila-de-desenho-vol-1106207431 apostila-de-desenho-vol-1
106207431 apostila-de-desenho-vol-1
Vicente De Paulo Alves
 
Aula 3 - Normalização
Aula 3 - NormalizaçãoAula 3 - Normalização
Aula 3 - Normalização
Gutierry Prates
 
Desenho-tecnico-basico
Desenho-tecnico-basicoDesenho-tecnico-basico
Desenho-tecnico-basico
Marcelo Bernardo Freire
 
Creo Demo
Creo DemoCreo Demo
Creo Demo
Narsimha murthy
 

Mais procurados (20)

Product design solidworks training ppt
Product design  solidworks training pptProduct design  solidworks training ppt
Product design solidworks training ppt
 
Curso desenho técnico
Curso   desenho técnicoCurso   desenho técnico
Curso desenho técnico
 
Desenho técnico 1
Desenho técnico 1Desenho técnico 1
Desenho técnico 1
 
NBR 10068 - Folha de Desenho - Layout e Dimensões
NBR 10068 - Folha de Desenho - Layout e DimensõesNBR 10068 - Folha de Desenho - Layout e Dimensões
NBR 10068 - Folha de Desenho - Layout e Dimensões
 
Estampagem
EstampagemEstampagem
Estampagem
 
Introdução a CNC
Introdução a CNCIntrodução a CNC
Introdução a CNC
 
Diseño asistido por computadora
Diseño asistido por computadoraDiseño asistido por computadora
Diseño asistido por computadora
 
DESENHO TÉCNICO SEÇÃO E ENCURTAMENTO
DESENHO TÉCNICO  SEÇÃO E ENCURTAMENTODESENHO TÉCNICO  SEÇÃO E ENCURTAMENTO
DESENHO TÉCNICO SEÇÃO E ENCURTAMENTO
 
FUNDAMENTALS OF CAM By Using MASTERCAM
FUNDAMENTALS OF CAM By Using MASTERCAMFUNDAMENTALS OF CAM By Using MASTERCAM
FUNDAMENTALS OF CAM By Using MASTERCAM
 
Torno mecanico-Tecnologia
Torno mecanico-TecnologiaTorno mecanico-Tecnologia
Torno mecanico-Tecnologia
 
Aula 10 sistemas de projeções ortogonais
Aula 10   sistemas de projeções ortogonaisAula 10   sistemas de projeções ortogonais
Aula 10 sistemas de projeções ortogonais
 
U00 processos de usinagem (visão geral)
U00   processos de usinagem (visão geral)U00   processos de usinagem (visão geral)
U00 processos de usinagem (visão geral)
 
51725631 caderno-de-exercicios-desenho-tecnico (1)
51725631 caderno-de-exercicios-desenho-tecnico (1)51725631 caderno-de-exercicios-desenho-tecnico (1)
51725631 caderno-de-exercicios-desenho-tecnico (1)
 
Apostila 4
Apostila 4Apostila 4
Apostila 4
 
Caderno de exercícios
Caderno de exercíciosCaderno de exercícios
Caderno de exercícios
 
DESENHO TÉCNICO CORTE PARCIAL
DESENHO TÉCNICO CORTE PARCIALDESENHO TÉCNICO CORTE PARCIAL
DESENHO TÉCNICO CORTE PARCIAL
 
106207431 apostila-de-desenho-vol-1
106207431 apostila-de-desenho-vol-1106207431 apostila-de-desenho-vol-1
106207431 apostila-de-desenho-vol-1
 
Aula 3 - Normalização
Aula 3 - NormalizaçãoAula 3 - Normalização
Aula 3 - Normalização
 
Desenho-tecnico-basico
Desenho-tecnico-basicoDesenho-tecnico-basico
Desenho-tecnico-basico
 
Creo Demo
Creo DemoCreo Demo
Creo Demo
 

Semelhante a CAD/CAE/CAM (CAD,CAE,CAM; CAD-CAE-CAM)

Tema1
Tema1Tema1
Tema 10 Automação Da Engenharia
Tema 10   Automação Da EngenhariaTema 10   Automação Da Engenharia
Tema 10 Automação Da Engenharia
bruno2003sp
 
CAD CAM CAE
CAD CAM CAECAD CAM CAE
Apostila do curso de cam ska
Apostila do curso de cam   skaApostila do curso de cam   ska
Apostila do curso de cam ska
Valber Souza
 
Manufatura Digital
Manufatura Digital Manufatura Digital
Manufatura Digital
Raihsa
 
Aula 15 computador, projeto e manufatura
Aula 15   computador, projeto e manufaturaAula 15   computador, projeto e manufatura
Aula 15 computador, projeto e manufatura
Renaldo Adriano
 
Informatica softwares para Eng. Civil
Informatica softwares para Eng. CivilInformatica softwares para Eng. Civil
Informatica softwares para Eng. Civil
jcarlosfb
 
Programação Robótica com RobotExpert
Programação Robótica com RobotExpertProgramação Robótica com RobotExpert
Programação Robótica com RobotExpert
PLMX -Soluções para Negocios
 
Aula 14 cad - conceitos básicos
Aula 14   cad - conceitos básicosAula 14   cad - conceitos básicos
Aula 14 cad - conceitos básicos
Renaldo Adriano
 
Desenvolvimento de Projetos com Auxilio de Ferramentas 3D
Desenvolvimento de Projetos com Auxilio de Ferramentas 3DDesenvolvimento de Projetos com Auxilio de Ferramentas 3D
Desenvolvimento de Projetos com Auxilio de Ferramentas 3D
Eduardo Alcântara F. da Silva
 
O uso de softwares na engenharia civil
O uso de softwares na engenharia civilO uso de softwares na engenharia civil
O uso de softwares na engenharia civil
debvieir
 
seminario_IC2011_VictorSanchez
seminario_IC2011_VictorSanchezseminario_IC2011_VictorSanchez
seminario_IC2011_VictorSanchez
rolisanchez
 
Cemnno98a
Cemnno98aCemnno98a
Caderno_VOXXEL_PDF
Caderno_VOXXEL_PDFCaderno_VOXXEL_PDF
Caderno_VOXXEL_PDF
Oduvaldo Previdelli
 
Portfólio PLM Raihsa Siemens
Portfólio PLM Raihsa SiemensPortfólio PLM Raihsa Siemens
Portfólio PLM Raihsa Siemens
Raihsa
 
2008 thomaz passosferrazmoreira
2008 thomaz passosferrazmoreira2008 thomaz passosferrazmoreira
2008 thomaz passosferrazmoreira
Vivaldo Chagas
 
SIC_201_VRSJ
SIC_201_VRSJSIC_201_VRSJ
SIC_201_VRSJ
rolisanchez
 
Uma visão da Manufatura Digital como parte do PLM - Evandro Gama - SAE 250614
Uma visão da Manufatura Digital como parte do PLM - Evandro Gama - SAE 250614Uma visão da Manufatura Digital como parte do PLM - Evandro Gama - SAE 250614
Uma visão da Manufatura Digital como parte do PLM - Evandro Gama - SAE 250614
CADWARE-TECHNOLOGY
 
Apresentacao SCCI_ACCER - Processo
Apresentacao SCCI_ACCER - ProcessoApresentacao SCCI_ACCER - Processo
Apresentacao SCCI_ACCER - Processo
accer-scci
 
Credes e CEsg
Credes e CEsgCredes e CEsg
Credes e CEsg
Pamella Rayely
 

Semelhante a CAD/CAE/CAM (CAD,CAE,CAM; CAD-CAE-CAM) (20)

Tema1
Tema1Tema1
Tema1
 
Tema 10 Automação Da Engenharia
Tema 10   Automação Da EngenhariaTema 10   Automação Da Engenharia
Tema 10 Automação Da Engenharia
 
CAD CAM CAE
CAD CAM CAECAD CAM CAE
CAD CAM CAE
 
Apostila do curso de cam ska
Apostila do curso de cam   skaApostila do curso de cam   ska
Apostila do curso de cam ska
 
Manufatura Digital
Manufatura Digital Manufatura Digital
Manufatura Digital
 
Aula 15 computador, projeto e manufatura
Aula 15   computador, projeto e manufaturaAula 15   computador, projeto e manufatura
Aula 15 computador, projeto e manufatura
 
Informatica softwares para Eng. Civil
Informatica softwares para Eng. CivilInformatica softwares para Eng. Civil
Informatica softwares para Eng. Civil
 
Programação Robótica com RobotExpert
Programação Robótica com RobotExpertProgramação Robótica com RobotExpert
Programação Robótica com RobotExpert
 
Aula 14 cad - conceitos básicos
Aula 14   cad - conceitos básicosAula 14   cad - conceitos básicos
Aula 14 cad - conceitos básicos
 
Desenvolvimento de Projetos com Auxilio de Ferramentas 3D
Desenvolvimento de Projetos com Auxilio de Ferramentas 3DDesenvolvimento de Projetos com Auxilio de Ferramentas 3D
Desenvolvimento de Projetos com Auxilio de Ferramentas 3D
 
O uso de softwares na engenharia civil
O uso de softwares na engenharia civilO uso de softwares na engenharia civil
O uso de softwares na engenharia civil
 
seminario_IC2011_VictorSanchez
seminario_IC2011_VictorSanchezseminario_IC2011_VictorSanchez
seminario_IC2011_VictorSanchez
 
Cemnno98a
Cemnno98aCemnno98a
Cemnno98a
 
Caderno_VOXXEL_PDF
Caderno_VOXXEL_PDFCaderno_VOXXEL_PDF
Caderno_VOXXEL_PDF
 
Portfólio PLM Raihsa Siemens
Portfólio PLM Raihsa SiemensPortfólio PLM Raihsa Siemens
Portfólio PLM Raihsa Siemens
 
2008 thomaz passosferrazmoreira
2008 thomaz passosferrazmoreira2008 thomaz passosferrazmoreira
2008 thomaz passosferrazmoreira
 
SIC_201_VRSJ
SIC_201_VRSJSIC_201_VRSJ
SIC_201_VRSJ
 
Uma visão da Manufatura Digital como parte do PLM - Evandro Gama - SAE 250614
Uma visão da Manufatura Digital como parte do PLM - Evandro Gama - SAE 250614Uma visão da Manufatura Digital como parte do PLM - Evandro Gama - SAE 250614
Uma visão da Manufatura Digital como parte do PLM - Evandro Gama - SAE 250614
 
Apresentacao SCCI_ACCER - Processo
Apresentacao SCCI_ACCER - ProcessoApresentacao SCCI_ACCER - Processo
Apresentacao SCCI_ACCER - Processo
 
Credes e CEsg
Credes e CEsgCredes e CEsg
Credes e CEsg
 

CAD/CAE/CAM (CAD,CAE,CAM; CAD-CAE-CAM)

  • 1. PROJETA SIMULA EXECUTA Carlos Alexandre Calácio da Silva Augusto Yukio Tokuki Automação Agroindustrial 2011
  • 2. Entende-se por sistemas um conjunto de facilidades implantadas em computadores que visa a auxiliar o projeto e desenvolvimento de produtos, desde a fase de concepção e modelamento, passando pela análise de engenharia e simulação de desempenho de produto em serviço, bem como ainda o planejamento e execução das atividades relacionadas com a fabricação do mesmo.
  • 3. (Computer Aided Design) - Projeto Auxiliado por Computador (Computer Aided Engineer) - Engenharia Auxiliada por Computador (Computer Aided Manufacturing) - Manufatura Auxiliada por Computador
  • 5. Os primeiros sistemas computacionais, softwares, utilizados para o auxilio na elaboração de desenhos na engenharia surgiram na , quando se iniciou no Instituto de Massachusetts – MIT a discussão sobre os sistemas CAD/CAM, e estes sistemas limitava-se apenas a imagens geométricas em , e a sua criação em terminais monocromáticos. Ferramenta ou sistema, utilizado para a elaboração e manipulação de desenhos, que são empregados, como esboço, para a confecção de produtos acabados;
  • 6. O sistema possibilita representar os projetos em , o que proporciona melhores detalhes e a concepção desses projetos e reduz a quantidade de erros por incoerência com os mesmos;
  • 7. o - Testes de estrutura e projetos hidráulicos; o - Plantas, elevações, perspectivas, elétrica, e hidráulica; o - Projeto da carroceria e parte elétrica; o - Esquemas e diagramas de conexão;
  • 8. o - Placa de circuito impresso e projetos de circuitos integrados; o - Projetos de máquinas, processos, layout, projetos de ferramentas e acessórios o - Esquemas hidráulicos, diagramas isométricos e planejamento de processos
  • 9. Cadeira de Rodas Motor Motor a 4 tempos Máquina PanificadoraNavio Cabina do Elevador
  • 10. Aeronaves Tanques de Guerra Planta e vista 3D de casas Veículos
  • 12. o Na era contemporânea, o mercado atual exige produtos que demonstre qualidade , confiabilidade e durabilidade, além de uma resposta rápida nos estudos e execução destes produtos; o O termo compreende um conjunto de métodos que computam as características e simulam situações físicas reais de forma bastante complexa do produto elaborado através do ;
  • 13. o O sistema utiliza-se de desenhos digitais para realizas as simulações dos fenômenos físicos reais, através de métodos que realizam cálculos numéricos aproximados, feito pelo próprio sistema; o É utilizado no projeto de uma nova suspensão veicular, quadro de bicicleta, estruturas metálicas sujeita as cargas dinâmicas, e em outras situações onde se tem a presença dessas situações físicas reais.
  • 14. o Tecnologia disseminada principalmente entre os engenheiros mecânicos e civis , utilizando-se desta para a realização de cálculos estruturais envolvendo tensões estáticas lineares. O sistema simula: a aplicação de cargas ao corpo, a transmissão desta por toda a sua estrutura, demonstra as possíveis deformações , tensões e forças realizadas nesta situação;
  • 15. o O software de simulação de eventos mecânicos adicionam movimentos aos elementos do CAD; o Não necessita do prévio conhecimento das forças envolvidas, pois essas forças atuantes são calculadas pelo próprio programa, de forma compreensível ao seu operador;
  • 16. o Desta forma, não é necessário conhecer ou descobrir quais as forças que uma determinada pista exerce sobre um carro, quando o mesmo está em movimento, pois o próprio software fornece está informação. São necessários , apenas, que o operador forneça a velocidade do veículo e o perfil da estrada, que já são parâmetros estabelecidos por este.
  • 17. Análise de um motor Análise estrutural do casco de um navio Análise de comportamento de uma plataforma petrolífera Análise de comportamento das hélices de um helicóptero Análise de ondas sonoras de um motor Análise de comportamento de um airbag a encher
  • 18.  Possibilita testar, simular e eventualmente legitimar um produto 3D , criado no sistema CAD, sem precisar construí-lo.
  • 19.  Os requisitos computacionais do são muito elevados para as aplicações em , ou seja, como é construído, o padrão de construção, peças utilizadas, estrutura, moldes e a linguagem do software, o que implica no custo elevado de Hardware; O software também apresenta seus custos devido a suas características, e necessitam de formatação, necessária para trabalhar com este tipo de aplicação.
  • 21. o Após finalizado o processo de modelamento do produto no sistema , tem-se a transferência desta geometria para o sistema , visando a geração de programas para a manufatura. o Podemos definir como auxilio via computador da preparação da manufatura, representando as tecnologias usadas na produção, dizendo não só a respeito da manutenção, como: (Comando Numérico Computadorizado), ( Controle Lógico Programável), coletores de dados ( ), como também a tomada de decisão, plano operacional;
  • 22. o Os atuais sistemas de realizam a programação de todos os tipos de com mais rapidez e precisão, utilizando um modelo gerado em e otimizando a trajetória da ferramenta; o como ferramentas auxiliares para projeto de produto é imprescindível para uma organização que trabalhe com um sistema de engenharia simultânea, onde o tempo de lançamento de um produto é cada vez mais curto.
  • 24. A utilização dos métodos CAD/CAE/CAM, na elaboração e produção de produtos no século 21, é um fator essencial para que as indústrias possam reduzir seus custos, com a correção e detecção dos erros antes dos processos produtivos, agilizar a elaboração dos produtos e aplicar padrões de qualidade internacional aos mesmos. Estes fatores são primordiais para se alcançar os padrões de excelência (a nível mundial) dos melhores processos, empregando-se as melhores tecnologias disponíveis no mercado. (Carlos Alexandre Calácio da Silva)
  • 25. FIGUEIRA, R. J. C. de M. Projeto licenciatura em computadores e sistemas. Instituto Superior de Engenharia do Porto, Portugal, 2002-2003. NAKAMURA, E. T. et al. UTILIZAÇÃO DE FERRAMENTASCAD/CAE/CAM NODESENVOLVIMENTO DE PRODUTOS ELETROELETRÔNICOS: VANTAGENS E DESAFIOS. Revista T&C Amazônia, nº 2, 2003. SOUZA, A. F. ; COELHO, R. T. Tecnologia CAD/CAM – Definições e estado da arte visando auxiliar sua implantação em um ambiente fabril. In XXI Encontro Nacional De Engenharia de Produção. Ouro Preto-MG, 2003.