SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 18
AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO
REFLEXOES NO CAPITULO V DO ESE.
BEM-AVENTURADOS OS AFLITOS-ESE –CAP V
MATEUS 5 : 4
AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO
Quando Cristo disse: “Bem-
aventurados os aflitos, porque deles
é o Reino dos Céus”, não se referia
aos sofredores em geral, porque
todos os que estão neste mundo
sofrem, quer estejam num trono ou
na miséria, mas...
ah!, poucos sofrem bem, poucos
compreendem que somente as
provas bem suportadas podem
conduzir ao Reino de Deus.
AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO
De acordo com dicionário Aurélio, a palavra resignação é
definida como “submissão paciente aos sofrimentos da vida”
Bem-aventurados os aflitos,
pode, portanto, ser assim
traduzidos: Bem-aventurados
os que têm a oportunidade de
provar a sua fé, a sua firmeza, a
sua perseverança e a
submissão à vontade de Deus,
porque eles terão centuplicado
as alegrias que lhes faltam na
Terra, e após o trabalho virá o
repouso.
AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO
Por que tanto sofrimento ao redor de
nossos passos?
Por que uns nascem na miséria e outros
na opulência?
Por que para uns tudo dá certo e para
outros não?
Há alguma utilidade nas aflições?
As vicissitudes da vida têm, pois, uma causa, e como Deus é
justo, essa causa deve ser justa...
Deus encaminhou os homens na compreensão dessa causa
pelos ensinos de Jesus, e hoje, considerando-os
suficientemente maduros para compreendê-la, revela-a por
completo através do Espiritismo...
PRECISAMOS ENTENDER E INTROJETAR OS CINCOS
PRONCIPIOS BASICOS DA DOUTRINA ESPIRITA
DEUS
COMUNICABILIDADE
DOS ESPIRITOS
IMORTALIDADE DA
ALMA
REENCARNACAO EVOLUCAO
AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO
https://www.youtube.com/watch?v=olmQ-
JyZ2WU
JUSTO: que é conforme à justiça, à
equidade, à razão.... 'que observa o
direito, justo, legítimo etc.’
BOM: que é misericordioso ou
indulgente; magnânimo, caridoso.
A providencial sabedoria das leis divinas se revela nas mais
pequeninas coisas, como nas maiores, não permitindo essa
sabedoria que se duvide da sua justiça, nem da sua bondade. E se
Deus é soberanamente justo e bom, não pode agir por capricho ou
com parcialidade
AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO
DEUS É SOBERANAMENTE JUSTO E BOM.
CEU E INFERNO CAP – VII -29°)
A misericórdia de Deus é sem dúvida
infinita, mas não é cega. O culpado
(equivocado) que ela perdoou não está
dispensado de satisfazer a justiça,
passando pelas consequências
de suas faltas.
Por misericórdia infinita é necessário
entender que Deus não é inexorável,
deixando sempre aberta ao culpado
( equivocado) a porta de retorno ao
bem.
AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO
AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO
O objetivo da reencarnação do Espírito é o seu
despertamento. Tudo que sai das mãos de
Deus conduz latentes valores imortais. O
tempo encarregar-se-á de formar meios e
angariar métodos de acordar as almas para
que elas sintam suas necessidades de
progredir e de amar.
Q- 132-O Livro dos Espíritos comentado pelo Espírito Miramez
Todos os Espíritos tendem para a perfeição e Deus lhes faculta os
meios de alcançá-la, proporcionando-lhes as provações da vida
corporal.
Sua justiça, porém, lhes concede realizar, em novas existências, o
que não puderam fazer ou concluir numa primeira prova. LE- 171
AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO
As causas das aflições
devem ser procuradas tanto
no presente (atual
encarnação) como numa
existência passada.
Devemos partir do princípio
de que elas são justas. Se
assim não pensarmos,
poderemos cair no erro de
jogar a culpa nos outros ou
em Deus
Cada situação a que somos
conduzidos é portadora de
ocultos ensinamentos para
nosso bem.
Os desígnios superiores
jamais nos propõem
questões de que não
necessitemos, na arena
das circunstâncias.
Cap 17
AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO
Remontando à fonte dos males terrenos, reconhece-se que
muitos são as conseqüências naturais do caráter e da conduta
daqueles que os sofrem.
AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO
O homem é, assim, num grande número
de casos o autor de seus próprios
infortúnios
Mas, em vez de reconhecê-lo, acha mais
simples, e menos humilhante para a sua
vaidade, acusar a sorte, a Providência, a
falta de oportunidade, sua má estrela,
enquanto, na verdade, sua má estrela é a
sua própria incúria.
Sem força nem capacidade de
mudar, repetidas vezes afirma:
“Eu não merecia isto”, “A vida é
injusta comigo”, nunca lhe
ocorrendo, porém, que o seu jeito
de ser é que materializa pessoas e
situações em sua volta.
AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO
Capítulo “O Poder do Amor”, do livro
“No Mundo Maior”, de André Luiz,
irmã Cipriana, fala obre os recursos
da Dor e afirma, categoricamente,
que...
“muitos retiram do sofrimento
o óleo da paciência, com que
acendem a luz para vencer as
próprias trevas, ao passo que outros
dele extraem pedras e acúleos de
revolta, com que se despenham na
sombra dos precipícios”
O sofrimento é um meio mais poderoso de educação
para as Almas, pois desenvolve a sensibilidade, que já
é, por si mesma, um acréscimo de vida. Por vezes é
uma forma de justiça, corretivo a nossos atos
anteriores e longínquos.”
Léon Denis, O Grande Enigma
AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO
Somente a objetividade da dor
através de funções educativas é que
podem explicar os fatos vivenciados
pela humanidade.
Alan Krambeck
AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO
...não sofrer é uma pretensão
utópica no atual estágio de
evolução da Humanidade.
No entanto, muitos sofrimentos
podem ser modificados se as
pessoas compreenderem por que
eles existem e alterarem sua
conduta diante deles, dispondo-
se à renovação, pois a felicidade
“não é ausência de dor, mas a
perfeita compreensão da sua
finalidade”. ( cap. 18)
AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO
Se tens fé, meu amigo, aprende a orar
nas situações difíceis.
Se a inquietação te bate à porta,
busca a prece e medita.
Humilhaste alguém? Solicita desculpas e corrige o erro impensado.
Credores atormentam-te? Habitua-te a comer e vestir, de acordo com
as tuas possibilidades e paga os teus débitos com paciência.
O desânimo absorve-te o coração? Lembra-te de que o tédio é um
insulto à fraternidade humana, porque a dor e a necessidade, a tristeza
e a doença, a pobreza e a morte não se acham longe de ti.
Emmanuel por Chico Xavier do livro: Nosso Livro / Espíritos Diversos
....no mundo tereis
aflições, mas tende bom
ânimo...
João 16:33
AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO...
as compensações que Jesus promete aos aflitos da
Terra só podem realizar-se na vida futura. Sem a
certeza do porvir, essas máximas seriam um contra-
senso, ou mais ainda, seriam um engodo.
MUITA PAZ E LUZ- CLEA ALVES

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

(Livro Boa nova) Cap. 24 - A ilusão do discípulo
(Livro Boa nova) Cap. 24 - A ilusão do discípulo(Livro Boa nova) Cap. 24 - A ilusão do discípulo
(Livro Boa nova) Cap. 24 - A ilusão do discípuloPatricia Farias
 
Evangelho Cap. 5 - Bem aventurados os Aflitos
Evangelho Cap. 5 - Bem aventurados os AflitosEvangelho Cap. 5 - Bem aventurados os Aflitos
Evangelho Cap. 5 - Bem aventurados os AflitosPatricia Farias
 
O Perdão
O PerdãoO Perdão
O Perdão-
 
Aprendendo o Perdão - Letícia Thompson
Aprendendo o Perdão - Letícia ThompsonAprendendo o Perdão - Letícia Thompson
Aprendendo o Perdão - Letícia Thompsonguest6d35e1
 
(Livro Boa nova) Cap. 8 Bom animo
(Livro Boa nova) Cap. 8   Bom animo(Livro Boa nova) Cap. 8   Bom animo
(Livro Boa nova) Cap. 8 Bom animoPatricia Farias
 
Escândalos
EscândalosEscândalos
Escândalosigmateus
 
Palestra penas e gozos terrestres
Palestra penas e gozos terrestresPalestra penas e gozos terrestres
Palestra penas e gozos terrestresSuely Anjos
 
2015 08-11 - PAE terça - Injúrias e Violências
2015 08-11 - PAE terça - Injúrias e Violências2015 08-11 - PAE terça - Injúrias e Violências
2015 08-11 - PAE terça - Injúrias e ViolênciasJoao Minelli Neto
 
(Livro Boa nova) Cap.19 Comunhão com Deus
(Livro Boa nova) Cap.19   Comunhão com Deus(Livro Boa nova) Cap.19   Comunhão com Deus
(Livro Boa nova) Cap.19 Comunhão com DeusPatricia Farias
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 21 - Tentações e Virtude
Série Evangelho no Lar - Cap. 21 - Tentações e VirtudeSérie Evangelho no Lar - Cap. 21 - Tentações e Virtude
Série Evangelho no Lar - Cap. 21 - Tentações e VirtudeRicardo Azevedo
 
(BOA NOVA) 20 - Maria de Magdala
(BOA NOVA) 20 - Maria de Magdala(BOA NOVA) 20 - Maria de Magdala
(BOA NOVA) 20 - Maria de MagdalaAntonio Braga
 
O sentimento mais libertador
O sentimento mais libertadorO sentimento mais libertador
O sentimento mais libertadorIrene Aguiar
 
(Livro Boa nova) Cap. 20 Maria de Magdala
(Livro Boa nova) Cap. 20   Maria de Magdala(Livro Boa nova) Cap. 20   Maria de Magdala
(Livro Boa nova) Cap. 20 Maria de MagdalaPatricia Farias
 

Mais procurados (20)

(Livro Boa nova) Cap. 24 - A ilusão do discípulo
(Livro Boa nova) Cap. 24 - A ilusão do discípulo(Livro Boa nova) Cap. 24 - A ilusão do discípulo
(Livro Boa nova) Cap. 24 - A ilusão do discípulo
 
Evangelho Cap. 5 - Bem aventurados os Aflitos
Evangelho Cap. 5 - Bem aventurados os AflitosEvangelho Cap. 5 - Bem aventurados os Aflitos
Evangelho Cap. 5 - Bem aventurados os Aflitos
 
Estudos do evangelho 16
Estudos do evangelho 16Estudos do evangelho 16
Estudos do evangelho 16
 
090819 das penas e gozos terrenos–livro iv, cap. i
090819 das penas e gozos terrenos–livro iv, cap. i090819 das penas e gozos terrenos–livro iv, cap. i
090819 das penas e gozos terrenos–livro iv, cap. i
 
Evangelho cap9 item6
Evangelho cap9 item6Evangelho cap9 item6
Evangelho cap9 item6
 
O Perdão
O PerdãoO Perdão
O Perdão
 
Aprendendo o Perdão - Letícia Thompson
Aprendendo o Perdão - Letícia ThompsonAprendendo o Perdão - Letícia Thompson
Aprendendo o Perdão - Letícia Thompson
 
(Livro Boa nova) Cap. 8 Bom animo
(Livro Boa nova) Cap. 8   Bom animo(Livro Boa nova) Cap. 8   Bom animo
(Livro Boa nova) Cap. 8 Bom animo
 
Palestra 22 a força do perdão
Palestra 22 a força do perdãoPalestra 22 a força do perdão
Palestra 22 a força do perdão
 
Escândalos
EscândalosEscândalos
Escândalos
 
Perdão restaurador
Perdão restauradorPerdão restaurador
Perdão restaurador
 
Palestra penas e gozos terrestres
Palestra penas e gozos terrestresPalestra penas e gozos terrestres
Palestra penas e gozos terrestres
 
2015 08-11 - PAE terça - Injúrias e Violências
2015 08-11 - PAE terça - Injúrias e Violências2015 08-11 - PAE terça - Injúrias e Violências
2015 08-11 - PAE terça - Injúrias e Violências
 
(Livro Boa nova) Cap.19 Comunhão com Deus
(Livro Boa nova) Cap.19   Comunhão com Deus(Livro Boa nova) Cap.19   Comunhão com Deus
(Livro Boa nova) Cap.19 Comunhão com Deus
 
Série Evangelho no Lar - Cap. 21 - Tentações e Virtude
Série Evangelho no Lar - Cap. 21 - Tentações e VirtudeSérie Evangelho no Lar - Cap. 21 - Tentações e Virtude
Série Evangelho no Lar - Cap. 21 - Tentações e Virtude
 
(BOA NOVA) 20 - Maria de Magdala
(BOA NOVA) 20 - Maria de Magdala(BOA NOVA) 20 - Maria de Magdala
(BOA NOVA) 20 - Maria de Magdala
 
O sentimento mais libertador
O sentimento mais libertadorO sentimento mais libertador
O sentimento mais libertador
 
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)Os Inimigos Desencarnados(Ese)
Os Inimigos Desencarnados(Ese)
 
Bem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficosBem aventurados os mansos e pacíficos
Bem aventurados os mansos e pacíficos
 
(Livro Boa nova) Cap. 20 Maria de Magdala
(Livro Boa nova) Cap. 20   Maria de Magdala(Livro Boa nova) Cap. 20   Maria de Magdala
(Livro Boa nova) Cap. 20 Maria de Magdala
 

Semelhante a Aflito, Porem Bem Aventurado

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 92 - Deus não desampara
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 92 - Deus não desamparaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 92 - Deus não desampara
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 92 - Deus não desamparaRicardo Azevedo
 
Diante das Aflições todo fardo com Jesus fica mais leve
Diante das Aflições todo fardo com Jesus fica mais leveDiante das Aflições todo fardo com Jesus fica mais leve
Diante das Aflições todo fardo com Jesus fica mais leveARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 
Estudos do evangelho - Bem Aventurados os Aflitos
Estudos do evangelho - Bem Aventurados os Aflitos Estudos do evangelho - Bem Aventurados os Aflitos
Estudos do evangelho - Bem Aventurados os Aflitos Leonardo Pereira
 
Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos Clair Bianchini
 
Faltar com o compromisso
Faltar com o compromissoFaltar com o compromisso
Faltar com o compromissoHelio Cruz
 
O Perdão,lei de Evolução e Progresso
O Perdão,lei de Evolução e ProgressoO Perdão,lei de Evolução e Progresso
O Perdão,lei de Evolução e ProgressoCeile Bernardo
 
Causas anteriores das aflições - palestra espírita - Danilo Galvão SAJ
Causas anteriores das aflições - palestra espírita - Danilo Galvão SAJ Causas anteriores das aflições - palestra espírita - Danilo Galvão SAJ
Causas anteriores das aflições - palestra espírita - Danilo Galvão SAJ Danilo Galvão
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e PecadorSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e PecadorRicardo Azevedo
 
Penas E Gozos Terrenos
Penas E  Gozos  TerrenosPenas E  Gozos  Terrenos
Penas E Gozos Terrenosmeebpeixotinho
 
Indulgencia - Apresentação
Indulgencia - ApresentaçãoIndulgencia - Apresentação
Indulgencia - ApresentaçãoLauro K. Saito
 
ESTUDO ESPIRITA SOBRE PROVAS E EXPIAÇÕES
ESTUDO ESPIRITA SOBRE PROVAS E EXPIAÇÕESESTUDO ESPIRITA SOBRE PROVAS E EXPIAÇÕES
ESTUDO ESPIRITA SOBRE PROVAS E EXPIAÇÕESLuizHenriqueTDias
 
Estudos do evangelho - Continuação - Bem aventurados os Aflitos 4
Estudos do evangelho - Continuação - Bem aventurados os Aflitos 4Estudos do evangelho - Continuação - Bem aventurados os Aflitos 4
Estudos do evangelho - Continuação - Bem aventurados os Aflitos 4Leonardo Pereira
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 89 - Bem-aventuranças
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 89 - Bem-aventurançasSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 89 - Bem-aventuranças
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 89 - Bem-aventurançasRicardo Azevedo
 

Semelhante a Aflito, Porem Bem Aventurado (20)

Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 92 - Deus não desampara
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 92 - Deus não desamparaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 92 - Deus não desampara
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 92 - Deus não desampara
 
Estudos do evangelho 6
Estudos do evangelho 6Estudos do evangelho 6
Estudos do evangelho 6
 
Diante das Aflições todo fardo com Jesus fica mais leve
Diante das Aflições todo fardo com Jesus fica mais leveDiante das Aflições todo fardo com Jesus fica mais leve
Diante das Aflições todo fardo com Jesus fica mais leve
 
Evangelho Cap5 item26
Evangelho Cap5 item26Evangelho Cap5 item26
Evangelho Cap5 item26
 
O verdadeiro cilicio
O verdadeiro cilicio O verdadeiro cilicio
O verdadeiro cilicio
 
Estudos do evangelho - Bem Aventurados os Aflitos
Estudos do evangelho - Bem Aventurados os Aflitos Estudos do evangelho - Bem Aventurados os Aflitos
Estudos do evangelho - Bem Aventurados os Aflitos
 
Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos Bem-aventurados os aflitos
Bem-aventurados os aflitos
 
BEM E MAL SOFRER.ppsx
BEM E MAL SOFRER.ppsxBEM E MAL SOFRER.ppsx
BEM E MAL SOFRER.ppsx
 
Faltar com o compromisso
Faltar com o compromissoFaltar com o compromisso
Faltar com o compromisso
 
O Perdão,lei de Evolução e Progresso
O Perdão,lei de Evolução e ProgressoO Perdão,lei de Evolução e Progresso
O Perdão,lei de Evolução e Progresso
 
Causas anteriores das aflições - palestra espírita - Danilo Galvão SAJ
Causas anteriores das aflições - palestra espírita - Danilo Galvão SAJ Causas anteriores das aflições - palestra espírita - Danilo Galvão SAJ
Causas anteriores das aflições - palestra espírita - Danilo Galvão SAJ
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e PecadorSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 122 - Pecado e Pecador
 
Penas E Gozos Terrenos
Penas E  Gozos  TerrenosPenas E  Gozos  Terrenos
Penas E Gozos Terrenos
 
Pensar Diferente
Pensar DiferentePensar Diferente
Pensar Diferente
 
Dor e bênção
Dor e bênçãoDor e bênção
Dor e bênção
 
Indulgencia - Apresentação
Indulgencia - ApresentaçãoIndulgencia - Apresentação
Indulgencia - Apresentação
 
ESTUDO ESPIRITA SOBRE PROVAS E EXPIAÇÕES
ESTUDO ESPIRITA SOBRE PROVAS E EXPIAÇÕESESTUDO ESPIRITA SOBRE PROVAS E EXPIAÇÕES
ESTUDO ESPIRITA SOBRE PROVAS E EXPIAÇÕES
 
Estudos do evangelho - Continuação - Bem aventurados os Aflitos 4
Estudos do evangelho - Continuação - Bem aventurados os Aflitos 4Estudos do evangelho - Continuação - Bem aventurados os Aflitos 4
Estudos do evangelho - Continuação - Bem aventurados os Aflitos 4
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 89 - Bem-aventuranças
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 89 - Bem-aventurançasSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 89 - Bem-aventuranças
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 89 - Bem-aventuranças
 
A vida futura
A vida futuraA vida futura
A vida futura
 

Mais de Clea Alves

Falsos Cristos Falsos REFEITO 2019
Falsos Cristos   Falsos REFEITO 2019Falsos Cristos   Falsos REFEITO 2019
Falsos Cristos Falsos REFEITO 2019Clea Alves
 
Tempo de superacao
Tempo de superacao Tempo de superacao
Tempo de superacao Clea Alves
 
Voltando para casa
Voltando para casa Voltando para casa
Voltando para casa Clea Alves
 
Quem sai do barco acontece
Quem sai do barco acontece Quem sai do barco acontece
Quem sai do barco acontece Clea Alves
 
Os segredos de jesus na arte de se relacionar
Os segredos de jesus na arte de se relacionarOs segredos de jesus na arte de se relacionar
Os segredos de jesus na arte de se relacionarClea Alves
 
Impulso Surdo
Impulso Surdo Impulso Surdo
Impulso Surdo Clea Alves
 
Beneficios do Esquecimento
Beneficios do Esquecimento Beneficios do Esquecimento
Beneficios do Esquecimento Clea Alves
 
Acessando Jesus NO ANO NOVO
Acessando Jesus NO ANO NOVOAcessando Jesus NO ANO NOVO
Acessando Jesus NO ANO NOVOClea Alves
 
Contato de natureza diversas
Contato de natureza diversas Contato de natureza diversas
Contato de natureza diversas Clea Alves
 
Potencias educadoras
Potencias educadorasPotencias educadoras
Potencias educadorasClea Alves
 
Bem aventurados misericordiosos ii- clea alves
Bem aventurados misericordiosos ii- clea alvesBem aventurados misericordiosos ii- clea alves
Bem aventurados misericordiosos ii- clea alvesClea Alves
 
Parabola talentos 2018
Parabola talentos 2018Parabola talentos 2018
Parabola talentos 2018Clea Alves
 
O necessario para salvar se
O necessario para salvar seO necessario para salvar se
O necessario para salvar seClea Alves
 
Distraidos no caminho
Distraidos no caminhoDistraidos no caminho
Distraidos no caminhoClea Alves
 
Memoria do coracao kssf
Memoria do coracao kssfMemoria do coracao kssf
Memoria do coracao kssfClea Alves
 
Desafios do ideal kssf cafe da manha
Desafios do ideal  kssf cafe da manhaDesafios do ideal  kssf cafe da manha
Desafios do ideal kssf cafe da manhaClea Alves
 

Mais de Clea Alves (20)

Falsos Cristos Falsos REFEITO 2019
Falsos Cristos   Falsos REFEITO 2019Falsos Cristos   Falsos REFEITO 2019
Falsos Cristos Falsos REFEITO 2019
 
Tempo de superacao
Tempo de superacao Tempo de superacao
Tempo de superacao
 
Voltando para casa
Voltando para casa Voltando para casa
Voltando para casa
 
Quem sai do barco acontece
Quem sai do barco acontece Quem sai do barco acontece
Quem sai do barco acontece
 
Os segredos de jesus na arte de se relacionar
Os segredos de jesus na arte de se relacionarOs segredos de jesus na arte de se relacionar
Os segredos de jesus na arte de se relacionar
 
Impulso Surdo
Impulso Surdo Impulso Surdo
Impulso Surdo
 
Deus e Mamom
Deus e MamomDeus e Mamom
Deus e Mamom
 
Conte Comigo
Conte Comigo   Conte Comigo
Conte Comigo
 
Beneficios do Esquecimento
Beneficios do Esquecimento Beneficios do Esquecimento
Beneficios do Esquecimento
 
Acessando Jesus NO ANO NOVO
Acessando Jesus NO ANO NOVOAcessando Jesus NO ANO NOVO
Acessando Jesus NO ANO NOVO
 
A vontade
A vontade A vontade
A vontade
 
Contato de natureza diversas
Contato de natureza diversas Contato de natureza diversas
Contato de natureza diversas
 
Entrelacados
EntrelacadosEntrelacados
Entrelacados
 
Potencias educadoras
Potencias educadorasPotencias educadoras
Potencias educadoras
 
Bem aventurados misericordiosos ii- clea alves
Bem aventurados misericordiosos ii- clea alvesBem aventurados misericordiosos ii- clea alves
Bem aventurados misericordiosos ii- clea alves
 
Parabola talentos 2018
Parabola talentos 2018Parabola talentos 2018
Parabola talentos 2018
 
O necessario para salvar se
O necessario para salvar seO necessario para salvar se
O necessario para salvar se
 
Distraidos no caminho
Distraidos no caminhoDistraidos no caminho
Distraidos no caminho
 
Memoria do coracao kssf
Memoria do coracao kssfMemoria do coracao kssf
Memoria do coracao kssf
 
Desafios do ideal kssf cafe da manha
Desafios do ideal  kssf cafe da manhaDesafios do ideal  kssf cafe da manha
Desafios do ideal kssf cafe da manha
 

Último

ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024LeonardoQuintanilha4
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...M.R.L
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfStelaWilbert
 
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxViniciusPetersen1
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoNilson Almeida
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxIgreja Jesus é o Verbo
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentaçãoantonio211075
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaRicardo Azevedo
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaNilson Almeida
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoFabioLofrano
 
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Priscilatrigodecamar
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptxPIB Penha
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............MilyFonceca
 

Último (14)

ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
ESQUEMA PARA LECTIO DIVINA PARA LEIGOS 2024
 
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...Ciclos de Aprendizados:  “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
Ciclos de Aprendizados: “Uma Análise da Evolução Espiritual Através das Exis...
 
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdfOrações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
Orações que abrem as comportas do Céu - Jhon Eckhardt.pdf
 
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptxBíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
Bíblia sagrada - JOel - slides powerpoint.pptx
 
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptxEspecialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
Especialidade Pioneiros Adventistas (Desbravadores).pptx
 
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De AquinoOração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
Oração Para Os Estudos São Tomás De Aquino
 
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptxBíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
Bíblia Sagrada _ Oséias - slides powerpoint.pptx
 
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - ApresentaçãoCurso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
Curso Básico de Teologia - Bibliologia - Apresentação
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação NecessáriaSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 135 - Renovação Necessária
 
Oração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De CássiaOração De Santa Rita De Cássia
Oração De Santa Rita De Cássia
 
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para AutoconhecimentoHermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
Hermann Hesse - Sidarta - Livro para Autoconhecimento
 
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
Auxiliar adolescentes 2° trimestre de 2024.
 
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptxLivro Atos dos apóstolos  estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
Livro Atos dos apóstolos estudo 12- Cap 25 e 26.pptx
 
Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............Folder clube de Desbravadores.............
Folder clube de Desbravadores.............
 

Aflito, Porem Bem Aventurado

  • 1. AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO REFLEXOES NO CAPITULO V DO ESE.
  • 2. BEM-AVENTURADOS OS AFLITOS-ESE –CAP V MATEUS 5 : 4
  • 3. AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO Quando Cristo disse: “Bem- aventurados os aflitos, porque deles é o Reino dos Céus”, não se referia aos sofredores em geral, porque todos os que estão neste mundo sofrem, quer estejam num trono ou na miséria, mas... ah!, poucos sofrem bem, poucos compreendem que somente as provas bem suportadas podem conduzir ao Reino de Deus.
  • 4. AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO De acordo com dicionário Aurélio, a palavra resignação é definida como “submissão paciente aos sofrimentos da vida” Bem-aventurados os aflitos, pode, portanto, ser assim traduzidos: Bem-aventurados os que têm a oportunidade de provar a sua fé, a sua firmeza, a sua perseverança e a submissão à vontade de Deus, porque eles terão centuplicado as alegrias que lhes faltam na Terra, e após o trabalho virá o repouso.
  • 5. AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO Por que tanto sofrimento ao redor de nossos passos? Por que uns nascem na miséria e outros na opulência? Por que para uns tudo dá certo e para outros não? Há alguma utilidade nas aflições? As vicissitudes da vida têm, pois, uma causa, e como Deus é justo, essa causa deve ser justa... Deus encaminhou os homens na compreensão dessa causa pelos ensinos de Jesus, e hoje, considerando-os suficientemente maduros para compreendê-la, revela-a por completo através do Espiritismo...
  • 6. PRECISAMOS ENTENDER E INTROJETAR OS CINCOS PRONCIPIOS BASICOS DA DOUTRINA ESPIRITA DEUS COMUNICABILIDADE DOS ESPIRITOS IMORTALIDADE DA ALMA REENCARNACAO EVOLUCAO AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO
  • 8. JUSTO: que é conforme à justiça, à equidade, à razão.... 'que observa o direito, justo, legítimo etc.’ BOM: que é misericordioso ou indulgente; magnânimo, caridoso. A providencial sabedoria das leis divinas se revela nas mais pequeninas coisas, como nas maiores, não permitindo essa sabedoria que se duvide da sua justiça, nem da sua bondade. E se Deus é soberanamente justo e bom, não pode agir por capricho ou com parcialidade AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO DEUS É SOBERANAMENTE JUSTO E BOM.
  • 9. CEU E INFERNO CAP – VII -29°) A misericórdia de Deus é sem dúvida infinita, mas não é cega. O culpado (equivocado) que ela perdoou não está dispensado de satisfazer a justiça, passando pelas consequências de suas faltas. Por misericórdia infinita é necessário entender que Deus não é inexorável, deixando sempre aberta ao culpado ( equivocado) a porta de retorno ao bem. AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO
  • 10. AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO O objetivo da reencarnação do Espírito é o seu despertamento. Tudo que sai das mãos de Deus conduz latentes valores imortais. O tempo encarregar-se-á de formar meios e angariar métodos de acordar as almas para que elas sintam suas necessidades de progredir e de amar. Q- 132-O Livro dos Espíritos comentado pelo Espírito Miramez Todos os Espíritos tendem para a perfeição e Deus lhes faculta os meios de alcançá-la, proporcionando-lhes as provações da vida corporal. Sua justiça, porém, lhes concede realizar, em novas existências, o que não puderam fazer ou concluir numa primeira prova. LE- 171
  • 11. AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO As causas das aflições devem ser procuradas tanto no presente (atual encarnação) como numa existência passada. Devemos partir do princípio de que elas são justas. Se assim não pensarmos, poderemos cair no erro de jogar a culpa nos outros ou em Deus Cada situação a que somos conduzidos é portadora de ocultos ensinamentos para nosso bem. Os desígnios superiores jamais nos propõem questões de que não necessitemos, na arena das circunstâncias. Cap 17
  • 12. AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO Remontando à fonte dos males terrenos, reconhece-se que muitos são as conseqüências naturais do caráter e da conduta daqueles que os sofrem.
  • 13. AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO O homem é, assim, num grande número de casos o autor de seus próprios infortúnios Mas, em vez de reconhecê-lo, acha mais simples, e menos humilhante para a sua vaidade, acusar a sorte, a Providência, a falta de oportunidade, sua má estrela, enquanto, na verdade, sua má estrela é a sua própria incúria. Sem força nem capacidade de mudar, repetidas vezes afirma: “Eu não merecia isto”, “A vida é injusta comigo”, nunca lhe ocorrendo, porém, que o seu jeito de ser é que materializa pessoas e situações em sua volta.
  • 14. AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO Capítulo “O Poder do Amor”, do livro “No Mundo Maior”, de André Luiz, irmã Cipriana, fala obre os recursos da Dor e afirma, categoricamente, que... “muitos retiram do sofrimento o óleo da paciência, com que acendem a luz para vencer as próprias trevas, ao passo que outros dele extraem pedras e acúleos de revolta, com que se despenham na sombra dos precipícios”
  • 15. O sofrimento é um meio mais poderoso de educação para as Almas, pois desenvolve a sensibilidade, que já é, por si mesma, um acréscimo de vida. Por vezes é uma forma de justiça, corretivo a nossos atos anteriores e longínquos.” Léon Denis, O Grande Enigma AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO Somente a objetividade da dor através de funções educativas é que podem explicar os fatos vivenciados pela humanidade. Alan Krambeck
  • 16. AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO ...não sofrer é uma pretensão utópica no atual estágio de evolução da Humanidade. No entanto, muitos sofrimentos podem ser modificados se as pessoas compreenderem por que eles existem e alterarem sua conduta diante deles, dispondo- se à renovação, pois a felicidade “não é ausência de dor, mas a perfeita compreensão da sua finalidade”. ( cap. 18)
  • 17. AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO Se tens fé, meu amigo, aprende a orar nas situações difíceis. Se a inquietação te bate à porta, busca a prece e medita. Humilhaste alguém? Solicita desculpas e corrige o erro impensado. Credores atormentam-te? Habitua-te a comer e vestir, de acordo com as tuas possibilidades e paga os teus débitos com paciência. O desânimo absorve-te o coração? Lembra-te de que o tédio é um insulto à fraternidade humana, porque a dor e a necessidade, a tristeza e a doença, a pobreza e a morte não se acham longe de ti. Emmanuel por Chico Xavier do livro: Nosso Livro / Espíritos Diversos
  • 18. ....no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo... João 16:33 AFLITO, PORÉM BEM AVENTURADO... as compensações que Jesus promete aos aflitos da Terra só podem realizar-se na vida futura. Sem a certeza do porvir, essas máximas seriam um contra- senso, ou mais ainda, seriam um engodo. MUITA PAZ E LUZ- CLEA ALVES