SlideShare uma empresa Scribd logo
I SIMPGEU – SIMPÓSIO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA URBANA
30 e 31 de AGOSTO de 2006-08-18
PPGEU/UFSCar
TRABALHOS SELECIONADOS PARA MOSTRA DE PAINÉIS
Horários:
S1 - Seção 1 - 9:40h (entrega de painéis para a comissão organizadora até 9:00h)
S2 - Seção 2 - 15:20h (entrega de painéis para a comissão organizadora até 14:30h)
TÍTULO
S1 A CABEÇA PENSA, O CORAÇÃO SENTE, OS OLHOS VÊEM TUDO DIFERENTE.
O PLANO DIRETOR E A CONSTRUÇÃO DO CAMPUS DO CENTRO
UNIVERSITÁRIO DE VOTUPORANGA/SP.
S1 A CIDADE DO MEDO: UMA HERANÇA MEDIEVAL.
S1 A DIMENSÃO POLÍTICA NO CONTEXTO SOCIOAMBIENTAL DE PEQUENOS
MUNICÍPIOS - CASO: MUNICÍPIO DE URUPÊS – SP.
S1 A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA O SUCESSO DE UMA
GESTÃO SUSTENTÁVEL DOS RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO E DEMOLIÇÃO.
S1 A LEITURA COMUNITÁRIA E OS EIXOS DO PLANO DIRETOR DE CATANDUVA.
S1 A POLUIÇÃO VISUAL EM ÁREAS URBANAS: O SOTERRAMENTO DA
PAISAGEM.
S1 A PRODUÇÃO DE PERIFERIAS NAS CIDADES MÉDIAS PAULISTAS:
LOTEAMENTOS IRREGULARES E A PROBLEMÁTICA SÓCIO-AMBIENTAL
URBANA. O CASO DE JUNDIAÍ-SP.
S1 A REDE DE MICROOPERAÇÕES NA GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS
URBANOS E SUAS IMPLICAÇÕES GERENCIAIS.
S1 A REGULAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: CONTRADIÇÕES
ENTRE A RESOLUÇÃO CONAMA 369/06 E O PL 3057/00.
S1 ADENSAMENTO DA REDE GEODÉSICA DE SÃO CARLOS COM A UTILIZAÇÃO
DA TECNOLOGIA GPS.
S1 ANÁLISE DA INFRA-ESTRUTURA DE TERMINAIS DE ÔNIBUS EM MARINGÁ.
S1 ANÁLISE DOS ELEMENTOS IDENTIFICADORES DA SUSTENTABILIDADE
AMBIENTAL DO BAIRRO ASTOLPHO LUIS DO PRADO, NA CIDADE DE SÃO
CARLOS/SP.
S1 ANÁLISE ESPACIAL DE DADOS CENSITÁRIOS NO MUNICÍPIO DE
VOTUPORANGA/SP COMO SUBSÍDIO PARA O PLANO DIRETOR: A CONDIÇÃO
IMOBILIÁRIA.
S1 ANÁLISE SOBRE A CONTRIBUIÇÃO DA MODELAGEM TRIDIMENSIONAL E
POSTERIOR TRATAMENTO FOTO-REALÍSTICO NA COMPREENSÃO DO
PROJETO URBANO.
S1 APLICAÇÃO DE MÉTODO DE ANÁLISE DE AVALIAÇÃO AMBIENTAL NA MICRO-
BACIA DO CÓRREGO SANTA MARIA DO LEME, SÃO CARLOS, SP.
S1 APLICAÇÃO DE MÉTODOS COMBINADOS DE AVALIAÇÃO IMOBILIÁRIA NA
ELABORAÇÃO DA PLANTA DE VALORES GENÉRICOS.
S1 ARBORIZAÇÃO URBANA. ESTUDO DE CASO EM SÃO CARLOS/SP.
S1 AS CARACTERÍSTICAS FÍSICAS URBANAS E AS VIAGENS A PÉ
RELACIONADAS AOS PÓLOS GERADORES DE VIAGENS.
S1 ASSIS BRASIL: PROBLEMAS E SOLUÇÕES EM PEQUENAS CIDADES
AMAZÔNICAS.
S1 AVALIAÇÃO DA CONDIÇÃO DA SUPERFÍCIE DE PAVIMENTOS ASFÁLTICOS
COM APLICAÇÃO A UM SISTEMA DE GERÊNCIA DE PAVIMENTOS PARA
MARINGÁ – PR.
S1 AVALIAÇÃO DA PLANTA DE VALORES GENÉRICOS DA CIDADE DE LINS.
S1 CARACTERIZAÇÃO DAS ÁREAS VERDES E APPS URBANAS DE SÃO
CARLOS/SP.
S1 CARACTERIZAÇÃO DAS UNIDADES DE MATERIAIS INCONSOLIDADOS COMO
MATERIAL DE EMPRÉSTIMO NO MUNICÍPIO DE DESCALVADO (SP).
S1 COLETA DE RESÍDUOS SÓLIDOS DOMICILIARES EM LIXEIRAS COLETIVAS:
OPINIÃO DOS USUÁRIOS E CARACTERÍSTICAS IDEAIS.
S1 CONTROLE DO PROCESSO DA TRANSFERÊNCIA DE OXIGÊNIO EM CORPOS
HÍDRICOS.
S1 CÓRREGO DO TIJUCO PRETO, SÃO CARLOS/SP: UMA REALIDADE URBANA
S1 DA DIVISÃO DE TRABALHO À SEGREGAÇÃO DO ESPAÇO URBANO NAS VILAS
OPERADORAS: ANÁLISE DA VILA DE ESTREITO-SP.
S1 DELIMITAÇÃO DO MACROZONEAMENTO DA CIDADE DE ÁLVARES
MACHADO/SP PARA UM PLANO URBANÍSTICO DIRETOR.
S1 DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO X PRESERVAÇÃO ECOLÓGICA: A
PROCURA DO EQUILÍBRIO.
S1 DIAGNÓSTICO DO PROCESSO DE DEGRADAÇÃO AMBIENTAL NA ÁREA
URBANA DE RIBEIRÃO BONITO/SP.
S1 EDUCAÇÃO AMBIENTAL E GERENCIAMENTO PARTICIPATIVO DE RECURSOS
HÍDRICOS.
S1 ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA E ESPAÇO DE CONSUMO: “O JARDIM GOIÁS”.
S1 ESTIMATIVA DA INFILTRAÇÃO E DO AFLUXO DEVIDOS À PRECIPITAÇÃO NA
REDE DE ESGOTO SANITÁRIO EM MUNICÍPIO DE PEQUENO PORTE – UMA
ABORDAGEM INICIAL.
S1 ESTIMATIVA DA PRODUÇÃO DE SEDIMENTOS NUMA BACIA URBANA DE
JOÃO PESSOA-PB.
S1 ESTUDO DA QUALIDADE DO TRANSPORTE COLETIVO EM MARINGÁ:
AVALIAÇÃO DA LINHA 023-CONJUNTO REQUIÃO.
S1 ESTUDO DO RISCO POTENCIAL À EROSÃO ACELERADA NO MUNICÍPIO DE
PORTO FERREIRA (SP), NA ESCALA 1:50.000
S1 GERAÇÃO DE CARTAS DE DECLIVIDADE PARA A ELABORAÇÃO DO
MACROZONEAMENTO DOS DISTRITOS DO MUNICÍPIO DE MARTINÓPOLIS-SP.
S1 IMPACTO DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EM CADASTRO TÉCNICO
MULTIFINALITÁRIO: CONTEXTO ATUAL E TENDÊNCIAS.
S1 INDICADORES URBANOS DE ÁREAS VERDES E DE USO DO SOLO DA ZONA
LESTE DA CIDADE DE SÃO PAULO - UM ESTUDO DE CASO.
S1 LA MEDICIÓN OBJETIVA Y EVALUACIÓN SUBJETIVA – DEL MEDIO URBANO Y
PERCEPCIÓN DEL CIUDADANO – EN LA GESTIÓN Y PLANIFICACIÓN URBANA.
S2 LEITURA URBANA.
S2 MAPEAMENTO ECODINÂMICO E PLANEJAMENTO URBANO.
S2 MAPEAMENTO GEOTÉCNICO, REALIZADO NO SETOR NORTE DO PERÍMETRO
DE GOIÂNIA-GO.
S2 MONITORAMENTO PARTICIPATIVO DA SUSTENTABILIDADE: EXPERIÊNCIA
EM JABOTICABAL-SP.
S2 “NOVA CIDADE” NA CIDADE – OS CONDOMÍNIOS HORIZONTAIS DE SÃO JOSÉ
DO RIO PRETO.
S2 O CONTROLE JUDICIAL DO CONTEÚDO DOS ESTUDOS DE IMPACTO
AMBIENTAL
S2 O USO DE GEOPROCESSAMENTO NAS ZONAS DE PROTEÇÃO DE
AERÓDROMOS.
S2 O USO DE SOFTWARE DEMO NO ENSINO DE ENGENHARIA DE TRÁFEGO.
S2 OS PROCESSOS DE ELABORAÇÃO DE PLANOS DIRETORES PARA CIDADES
MÉDIAS PAULISTAS, APÓS A PROMULGAÇÃO DO ESTATUTO DA CIDADE:
ANÁLISE DOS CASOS OCORRIDOS EM ARARAQUARA, PIRACICABA, RIO
CLARO E SÃO CARLOS.
S2 PADRÕES DE MOBILIDADE EM DOIS CENTROS URBANOS BRASILEIROS.
S2 PLANO DE MANEJO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO CÓRREGO LAUREANO NO
MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO PRETO – SP.
S2 PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO EM MUNICÍPIO DE PEQUENO PORTE: O
CASO DE BOM SUCESSO-PR.
S2 PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO: A EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE BAURU.
S2 PLANO DIRETOR TERRITORIAL DO MÉDIO SERTÃO DE ALAGOAS:
SUPERANDO CARÊNCIA E O ISOLAMENTO.
S2 PLANO DIRETOR: UMA VISÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA NA GESTÃO
MUNICIPAL.
S2 PLANOS DIRETORES PARTICIPATIVOS: O CASO DE TRÊS MUNICÍPIOS
PARANAENSES.
S2 POSSIBILIDADES PARA A DRENAGEM URBANA EM CIDADES MÉDIAS.
S2 PRINCÍPIOS ESPECÍFICOS DE SUSTENTABILIDADE PARA GESTÃO DE
RECURSOS HÍDRICOS.
S2 PRODUÇÃO ILEGAL DO ESPAÇO URBANO: ESTUDO DE CASO DE SÃO JOSÉ
DO RIO PRETO – SP.
S2 PROPOSTA DE BARREIRAS ACÚSTICAS CONSTRUÍDAS COM TIJOLOS
CERÂMICOS RESSOADORES.
S2 PROPOSTA DE ÍNDICES DE DESEMPENHO AMBIENTAL-PERCEPTIVOS.
S2 PROPOSTA DE UM MÉTODO PARA DEFINIÇÃO DE ROTAS CICLÁVEIS:
ESTUDO DE CASO NA CIDADE DE SÃO CARLOS, SP.
S2 PROVA DE CARGA EM ESTACA NO NOROESTE DO PARANÁ.
S2 RECURSOS HÍDRICOS SUPERFICIAIS DA ÁREA URBANA E DE EXPANSÃO DA
CIDADE DE SÃO CARLOS, SP – ESTUDO MULTITEMPORAL.
S2 REESTRUTURAÇÕES PRODUTIVAS E A INSERÇÃO DAS CIDADES MÉDIAS NO
ESPAÇO ECONÔMICO MUNDIAL.
S2 REQUALIFICAÇÃO DO ESPAÇO PÚBLICO E DE EQUIPAMENTOS PARA ÁREAS
RESIDENCIAIS NA REGIÃO DE SÃO MIGUEL – SP.
S2 SAZONALIDADE E POPULAÇÕES FLUTUANTES: QUESTÕES RELACIONADAS
À INCIDÊNCIA E ÀS ESTATÍSTICAS CRIMINAIS.
S2 SIMULAÇÕES DE VEÍCULOS PESADOS EM ÁREAS URBANAS: USO DO
SOFTWARE TSIS COMO INSTRUMENTO DE PLANEJAMENTO URBANO E DE
TRANSPORTES.
S2 TRANSFORMAÇÕES DE CENTROS URBANOS - ESTUDO DE CASO: RIO
CLARO (SP).
S2 TRANSPORTE DE CADEIRANTES POR ÔNIBUS EM MARINGÁ.
S2 USO DA IMAGEM TERMAL E AEROFOTOGRAFIA PARA DETECÇÃO DE
COMPORTAMENTOS TÉRMICOS DISTINTOS, DECORRENTES DAS
CARACTERÍSTICAS DO LOCAL. EXEMPLO: CAMPUS LUIZ DE QUEIROZ-USP,
PIRACICABA-SP.
S2 USO DE INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE NA GESTÃO DE RECURSOS
HÍDRICOS: ALGUMAS EXPERIÊNCIAS INTERNACIONAIS.
S2 USO DOS CONCEITOS DE DESCONSTRUÇÃO MÍNIMA E DE
RENATURALIZAÇÃO NA PRODUÇÃO SOCIAL DO ESPAÇO URBANO.
S2 UTILIZAÇÃO DE INSTRUMENTOS ECONÔMICOS PARA O CONTROLE
AMBIENTAL EM ÁREAS URBANAS.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Saga Engenharia
Saga EngenhariaSaga Engenharia
Saga Engenharia
Maria Fernanda Bastos
 
Plano de manejo-APA/diagnóstico
Plano de manejo-APA/diagnósticoPlano de manejo-APA/diagnóstico
Plano de manejo-APA/diagnóstico
Emilio Viegas
 
Plano manejo/APA/diagnóstico 2014-10-34789
Plano manejo/APA/diagnóstico 2014-10-34789Plano manejo/APA/diagnóstico 2014-10-34789
Plano manejo/APA/diagnóstico 2014-10-34789
Emilio Viegas
 
Atlas de icapui
Atlas de icapuiAtlas de icapui
Atlas de icapui
Jakson Ney Reis
 
1b
1b1b
Emdec/plano viario 24/1/18
Emdec/plano viario 24/1/18Emdec/plano viario 24/1/18
Emdec/plano viario 24/1/18
resgate cambui ong
 
Apresentação ubajara ce
Apresentação ubajara ceApresentação ubajara ce
Apresentação ubajara ce
Rayza Rodrigues
 
Apresenta
ApresentaApresenta
Apresenta
joceanesteio
 

Mais procurados (8)

Saga Engenharia
Saga EngenhariaSaga Engenharia
Saga Engenharia
 
Plano de manejo-APA/diagnóstico
Plano de manejo-APA/diagnósticoPlano de manejo-APA/diagnóstico
Plano de manejo-APA/diagnóstico
 
Plano manejo/APA/diagnóstico 2014-10-34789
Plano manejo/APA/diagnóstico 2014-10-34789Plano manejo/APA/diagnóstico 2014-10-34789
Plano manejo/APA/diagnóstico 2014-10-34789
 
Atlas de icapui
Atlas de icapuiAtlas de icapui
Atlas de icapui
 
1b
1b1b
1b
 
Emdec/plano viario 24/1/18
Emdec/plano viario 24/1/18Emdec/plano viario 24/1/18
Emdec/plano viario 24/1/18
 
Apresentação ubajara ce
Apresentação ubajara ceApresentação ubajara ce
Apresentação ubajara ce
 
Apresenta
ApresentaApresenta
Apresenta
 

Semelhante a Simpósio Universidade Federal de São Carlos

Arco metropolitano rita montezuma
Arco metropolitano rita montezumaArco metropolitano rita montezuma
Arco metropolitano rita montezuma
Leonardo Name
 
00_XIII-SINAGEO-GEOMORFOLOGIA-COMPLEXIDADE-E-INTERESCALARIDADE-DA-PAISAGEM.pdf
00_XIII-SINAGEO-GEOMORFOLOGIA-COMPLEXIDADE-E-INTERESCALARIDADE-DA-PAISAGEM.pdf00_XIII-SINAGEO-GEOMORFOLOGIA-COMPLEXIDADE-E-INTERESCALARIDADE-DA-PAISAGEM.pdf
00_XIII-SINAGEO-GEOMORFOLOGIA-COMPLEXIDADE-E-INTERESCALARIDADE-DA-PAISAGEM.pdf
Danusa Campos
 
Dissertação mestrado córrego Mogi uberlândia[1]
Dissertação mestrado córrego Mogi uberlândia[1]Dissertação mestrado córrego Mogi uberlândia[1]
Dissertação mestrado córrego Mogi uberlândia[1]
pesquisamateus
 
Apresentação sobre a Influência das sub-bacias hidrográficas urbanizadas na q...
Apresentação sobre a Influência das sub-bacias hidrográficas urbanizadas na q...Apresentação sobre a Influência das sub-bacias hidrográficas urbanizadas na q...
Apresentação sobre a Influência das sub-bacias hidrográficas urbanizadas na q...
Semasa - Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André
 
Seminario Unicamp/plano diretor 12 e 13/5/17
Seminario Unicamp/plano diretor 12 e 13/5/17Seminario Unicamp/plano diretor 12 e 13/5/17
Seminario Unicamp/plano diretor 12 e 13/5/17
Emilio Viegas
 
Seminario Unicamp-plano diretor 12 e 12/5/17
Seminario Unicamp-plano diretor 12 e 12/5/17Seminario Unicamp-plano diretor 12 e 12/5/17
Seminario Unicamp-plano diretor 12 e 12/5/17
1962laura
 
Aula 3 - Márcia Nascimento
Aula 3 - Márcia NascimentoAula 3 - Márcia Nascimento
Aula 3 - Márcia Nascimento
Habitação e Cidade
 
Planejamento urbano isaferreira modulo ii
Planejamento urbano isaferreira modulo iiPlanejamento urbano isaferreira modulo ii
Planejamento urbano isaferreira modulo ii
Isa Guerreiro
 
Penafort-2015-O-modo-de-viver-ribeirinho-na-espacialidade-do-Bai-1.pdf
Penafort-2015-O-modo-de-viver-ribeirinho-na-espacialidade-do-Bai-1.pdfPenafort-2015-O-modo-de-viver-ribeirinho-na-espacialidade-do-Bai-1.pdf
Penafort-2015-O-modo-de-viver-ribeirinho-na-espacialidade-do-Bai-1.pdf
JESSICASOUZABORGES
 
Despoluição do Pinheiros: o que pode significar para a cidade? - Rodolfo Cost...
Despoluição do Pinheiros: o que pode significar para a cidade? - Rodolfo Cost...Despoluição do Pinheiros: o que pode significar para a cidade? - Rodolfo Cost...
Despoluição do Pinheiros: o que pode significar para a cidade? - Rodolfo Cost...
Fundação Fernando Henrique Cardoso
 
Atuação do serviço geológico do brasil sgb cprm em estudos geológico-geotécni...
Atuação do serviço geológico do brasil sgb cprm em estudos geológico-geotécni...Atuação do serviço geológico do brasil sgb cprm em estudos geológico-geotécni...
Atuação do serviço geológico do brasil sgb cprm em estudos geológico-geotécni...
Alerj
 

Semelhante a Simpósio Universidade Federal de São Carlos (11)

Arco metropolitano rita montezuma
Arco metropolitano rita montezumaArco metropolitano rita montezuma
Arco metropolitano rita montezuma
 
00_XIII-SINAGEO-GEOMORFOLOGIA-COMPLEXIDADE-E-INTERESCALARIDADE-DA-PAISAGEM.pdf
00_XIII-SINAGEO-GEOMORFOLOGIA-COMPLEXIDADE-E-INTERESCALARIDADE-DA-PAISAGEM.pdf00_XIII-SINAGEO-GEOMORFOLOGIA-COMPLEXIDADE-E-INTERESCALARIDADE-DA-PAISAGEM.pdf
00_XIII-SINAGEO-GEOMORFOLOGIA-COMPLEXIDADE-E-INTERESCALARIDADE-DA-PAISAGEM.pdf
 
Dissertação mestrado córrego Mogi uberlândia[1]
Dissertação mestrado córrego Mogi uberlândia[1]Dissertação mestrado córrego Mogi uberlândia[1]
Dissertação mestrado córrego Mogi uberlândia[1]
 
Apresentação sobre a Influência das sub-bacias hidrográficas urbanizadas na q...
Apresentação sobre a Influência das sub-bacias hidrográficas urbanizadas na q...Apresentação sobre a Influência das sub-bacias hidrográficas urbanizadas na q...
Apresentação sobre a Influência das sub-bacias hidrográficas urbanizadas na q...
 
Seminario Unicamp/plano diretor 12 e 13/5/17
Seminario Unicamp/plano diretor 12 e 13/5/17Seminario Unicamp/plano diretor 12 e 13/5/17
Seminario Unicamp/plano diretor 12 e 13/5/17
 
Seminario Unicamp-plano diretor 12 e 12/5/17
Seminario Unicamp-plano diretor 12 e 12/5/17Seminario Unicamp-plano diretor 12 e 12/5/17
Seminario Unicamp-plano diretor 12 e 12/5/17
 
Aula 3 - Márcia Nascimento
Aula 3 - Márcia NascimentoAula 3 - Márcia Nascimento
Aula 3 - Márcia Nascimento
 
Planejamento urbano isaferreira modulo ii
Planejamento urbano isaferreira modulo iiPlanejamento urbano isaferreira modulo ii
Planejamento urbano isaferreira modulo ii
 
Penafort-2015-O-modo-de-viver-ribeirinho-na-espacialidade-do-Bai-1.pdf
Penafort-2015-O-modo-de-viver-ribeirinho-na-espacialidade-do-Bai-1.pdfPenafort-2015-O-modo-de-viver-ribeirinho-na-espacialidade-do-Bai-1.pdf
Penafort-2015-O-modo-de-viver-ribeirinho-na-espacialidade-do-Bai-1.pdf
 
Despoluição do Pinheiros: o que pode significar para a cidade? - Rodolfo Cost...
Despoluição do Pinheiros: o que pode significar para a cidade? - Rodolfo Cost...Despoluição do Pinheiros: o que pode significar para a cidade? - Rodolfo Cost...
Despoluição do Pinheiros: o que pode significar para a cidade? - Rodolfo Cost...
 
Atuação do serviço geológico do brasil sgb cprm em estudos geológico-geotécni...
Atuação do serviço geológico do brasil sgb cprm em estudos geológico-geotécni...Atuação do serviço geológico do brasil sgb cprm em estudos geológico-geotécni...
Atuação do serviço geológico do brasil sgb cprm em estudos geológico-geotécni...
 

Mais de UNAERP

Desarrollo de un Modelo de Red Neural Artificial para la Predicción de la Con...
Desarrollo de un Modelo de Red Neural Artificial para la Predicción de la Con...Desarrollo de un Modelo de Red Neural Artificial para la Predicción de la Con...
Desarrollo de un Modelo de Red Neural Artificial para la Predicción de la Con...
UNAERP
 
CLIMA URBANO E QUALIDADE AMBIENTAL NA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO ...
CLIMA URBANO E QUALIDADE AMBIENTAL NA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO ...CLIMA URBANO E QUALIDADE AMBIENTAL NA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO ...
CLIMA URBANO E QUALIDADE AMBIENTAL NA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO ...
UNAERP
 
material de aula projeto de prática iv
 material de aula projeto de prática iv material de aula projeto de prática iv
material de aula projeto de prática iv
UNAERP
 
Aula análise de projeto
Aula   análise de projetoAula   análise de projeto
Aula análise de projeto
UNAERP
 
Aula 3 metodos prescritivos
Aula 3   metodos prescritivosAula 3   metodos prescritivos
Aula 3 metodos prescritivos
UNAERP
 
Aula patologias e revestimentos 2016
Aula patologias e revestimentos 2016Aula patologias e revestimentos 2016
Aula patologias e revestimentos 2016
UNAERP
 
Aula subsistema estrutural cimento concreto
Aula  subsistema estrutural cimento concretoAula  subsistema estrutural cimento concreto
Aula subsistema estrutural cimento concreto
UNAERP
 
Aula patologias e revestimentos material para exercício e relatório
Aula patologias e revestimentos material para exercício e relatórioAula patologias e revestimentos material para exercício e relatório
Aula patologias e revestimentos material para exercício e relatório
UNAERP
 
Geoindicadores conforto ambiental pluris 2008
Geoindicadores conforto ambiental pluris 2008Geoindicadores conforto ambiental pluris 2008
Geoindicadores conforto ambiental pluris 2008
UNAERP
 
Indicadores qualidade ambiental na cidade de são paulo
Indicadores   qualidade ambiental na cidade de são pauloIndicadores   qualidade ambiental na cidade de são paulo
Indicadores qualidade ambiental na cidade de são paulo
UNAERP
 
igu brisbane 2006
igu brisbane 2006igu brisbane 2006
igu brisbane 2006
UNAERP
 
Cap 8 - o uso de imagem termal gerada pelos satélites - issn 0100-7912 a2
Cap 8 - o uso de imagem termal gerada pelos satélites - issn 0100-7912 a2Cap 8 - o uso de imagem termal gerada pelos satélites - issn 0100-7912 a2
Cap 8 - o uso de imagem termal gerada pelos satélites - issn 0100-7912 a2
UNAERP
 
Aula subsistema estrutural cimento concreto
Aula  subsistema estrutural cimento concretoAula  subsistema estrutural cimento concreto
Aula subsistema estrutural cimento concreto
UNAERP
 
Aula patologias em alvenarias
Aula patologias em alvenariasAula patologias em alvenarias
Aula patologias em alvenarias
UNAERP
 
Aula Arquitetura: patologias e revestimentos
Aula Arquitetura: patologias e revestimentos Aula Arquitetura: patologias e revestimentos
Aula Arquitetura: patologias e revestimentos
UNAERP
 
Aula sobre fundação 2016
Aula sobre fundação 2016Aula sobre fundação 2016
Aula sobre fundação 2016
UNAERP
 
Aula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquiteturaAula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquitetura
UNAERP
 
Aula metodos abnt
Aula   metodos abntAula   metodos abnt
Aula metodos abnt
UNAERP
 
Aspectos Ambientais e Sociais na Construção da Cidade
Aspectos Ambientais e Sociais na Construção da CidadeAspectos Ambientais e Sociais na Construção da Cidade
Aspectos Ambientais e Sociais na Construção da Cidade
UNAERP
 
Projeto de Pesquisa: Intervenção e o Desenho Urbano no Planejamento das Cidades
Projeto de Pesquisa: Intervenção e o Desenho Urbano no Planejamento das CidadesProjeto de Pesquisa: Intervenção e o Desenho Urbano no Planejamento das Cidades
Projeto de Pesquisa: Intervenção e o Desenho Urbano no Planejamento das Cidades
UNAERP
 

Mais de UNAERP (20)

Desarrollo de un Modelo de Red Neural Artificial para la Predicción de la Con...
Desarrollo de un Modelo de Red Neural Artificial para la Predicción de la Con...Desarrollo de un Modelo de Red Neural Artificial para la Predicción de la Con...
Desarrollo de un Modelo de Red Neural Artificial para la Predicción de la Con...
 
CLIMA URBANO E QUALIDADE AMBIENTAL NA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO ...
CLIMA URBANO E QUALIDADE AMBIENTAL NA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO ...CLIMA URBANO E QUALIDADE AMBIENTAL NA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO ...
CLIMA URBANO E QUALIDADE AMBIENTAL NA CIDADE DE SÃO PAULO: UM ESTUDO DE CASO ...
 
material de aula projeto de prática iv
 material de aula projeto de prática iv material de aula projeto de prática iv
material de aula projeto de prática iv
 
Aula análise de projeto
Aula   análise de projetoAula   análise de projeto
Aula análise de projeto
 
Aula 3 metodos prescritivos
Aula 3   metodos prescritivosAula 3   metodos prescritivos
Aula 3 metodos prescritivos
 
Aula patologias e revestimentos 2016
Aula patologias e revestimentos 2016Aula patologias e revestimentos 2016
Aula patologias e revestimentos 2016
 
Aula subsistema estrutural cimento concreto
Aula  subsistema estrutural cimento concretoAula  subsistema estrutural cimento concreto
Aula subsistema estrutural cimento concreto
 
Aula patologias e revestimentos material para exercício e relatório
Aula patologias e revestimentos material para exercício e relatórioAula patologias e revestimentos material para exercício e relatório
Aula patologias e revestimentos material para exercício e relatório
 
Geoindicadores conforto ambiental pluris 2008
Geoindicadores conforto ambiental pluris 2008Geoindicadores conforto ambiental pluris 2008
Geoindicadores conforto ambiental pluris 2008
 
Indicadores qualidade ambiental na cidade de são paulo
Indicadores   qualidade ambiental na cidade de são pauloIndicadores   qualidade ambiental na cidade de são paulo
Indicadores qualidade ambiental na cidade de são paulo
 
igu brisbane 2006
igu brisbane 2006igu brisbane 2006
igu brisbane 2006
 
Cap 8 - o uso de imagem termal gerada pelos satélites - issn 0100-7912 a2
Cap 8 - o uso de imagem termal gerada pelos satélites - issn 0100-7912 a2Cap 8 - o uso de imagem termal gerada pelos satélites - issn 0100-7912 a2
Cap 8 - o uso de imagem termal gerada pelos satélites - issn 0100-7912 a2
 
Aula subsistema estrutural cimento concreto
Aula  subsistema estrutural cimento concretoAula  subsistema estrutural cimento concreto
Aula subsistema estrutural cimento concreto
 
Aula patologias em alvenarias
Aula patologias em alvenariasAula patologias em alvenarias
Aula patologias em alvenarias
 
Aula Arquitetura: patologias e revestimentos
Aula Arquitetura: patologias e revestimentos Aula Arquitetura: patologias e revestimentos
Aula Arquitetura: patologias e revestimentos
 
Aula sobre fundação 2016
Aula sobre fundação 2016Aula sobre fundação 2016
Aula sobre fundação 2016
 
Aula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquiteturaAula projeto de arquitetura
Aula projeto de arquitetura
 
Aula metodos abnt
Aula   metodos abntAula   metodos abnt
Aula metodos abnt
 
Aspectos Ambientais e Sociais na Construção da Cidade
Aspectos Ambientais e Sociais na Construção da CidadeAspectos Ambientais e Sociais na Construção da Cidade
Aspectos Ambientais e Sociais na Construção da Cidade
 
Projeto de Pesquisa: Intervenção e o Desenho Urbano no Planejamento das Cidades
Projeto de Pesquisa: Intervenção e o Desenho Urbano no Planejamento das CidadesProjeto de Pesquisa: Intervenção e o Desenho Urbano no Planejamento das Cidades
Projeto de Pesquisa: Intervenção e o Desenho Urbano no Planejamento das Cidades
 

Último

Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
nunesly
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
SidneySilva523387
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, CPAD, A Bendita Esperança, A Marca do Cristão, 2Tr24.pptx
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptxSlides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
Slides Lição 12, Betel, Ordenança para amar o próximo, 2Tr24.pptx
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
A importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino MédioA importância das conjunções- Ensino Médio
A importância das conjunções- Ensino Médio
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou  co...
filosofia e Direito- É a teoria que explica como a sociedade se organizou co...
 
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptxSlides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
Slides Lição 12, Central Gospel, O Milênio, 1Tr24, Pr Henrique.pptx
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 

Simpósio Universidade Federal de São Carlos

  • 1. I SIMPGEU – SIMPÓSIO DE PÓS-GRADUAÇÃO EM ENGENHARIA URBANA 30 e 31 de AGOSTO de 2006-08-18 PPGEU/UFSCar TRABALHOS SELECIONADOS PARA MOSTRA DE PAINÉIS Horários: S1 - Seção 1 - 9:40h (entrega de painéis para a comissão organizadora até 9:00h) S2 - Seção 2 - 15:20h (entrega de painéis para a comissão organizadora até 14:30h) TÍTULO S1 A CABEÇA PENSA, O CORAÇÃO SENTE, OS OLHOS VÊEM TUDO DIFERENTE. O PLANO DIRETOR E A CONSTRUÇÃO DO CAMPUS DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE VOTUPORANGA/SP. S1 A CIDADE DO MEDO: UMA HERANÇA MEDIEVAL. S1 A DIMENSÃO POLÍTICA NO CONTEXTO SOCIOAMBIENTAL DE PEQUENOS MUNICÍPIOS - CASO: MUNICÍPIO DE URUPÊS – SP. S1 A IMPORTÂNCIA DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL PARA O SUCESSO DE UMA GESTÃO SUSTENTÁVEL DOS RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO E DEMOLIÇÃO. S1 A LEITURA COMUNITÁRIA E OS EIXOS DO PLANO DIRETOR DE CATANDUVA. S1 A POLUIÇÃO VISUAL EM ÁREAS URBANAS: O SOTERRAMENTO DA PAISAGEM. S1 A PRODUÇÃO DE PERIFERIAS NAS CIDADES MÉDIAS PAULISTAS: LOTEAMENTOS IRREGULARES E A PROBLEMÁTICA SÓCIO-AMBIENTAL URBANA. O CASO DE JUNDIAÍ-SP. S1 A REDE DE MICROOPERAÇÕES NA GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS E SUAS IMPLICAÇÕES GERENCIAIS. S1 A REGULAÇÃO DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: CONTRADIÇÕES ENTRE A RESOLUÇÃO CONAMA 369/06 E O PL 3057/00. S1 ADENSAMENTO DA REDE GEODÉSICA DE SÃO CARLOS COM A UTILIZAÇÃO DA TECNOLOGIA GPS. S1 ANÁLISE DA INFRA-ESTRUTURA DE TERMINAIS DE ÔNIBUS EM MARINGÁ. S1 ANÁLISE DOS ELEMENTOS IDENTIFICADORES DA SUSTENTABILIDADE AMBIENTAL DO BAIRRO ASTOLPHO LUIS DO PRADO, NA CIDADE DE SÃO CARLOS/SP.
  • 2. S1 ANÁLISE ESPACIAL DE DADOS CENSITÁRIOS NO MUNICÍPIO DE VOTUPORANGA/SP COMO SUBSÍDIO PARA O PLANO DIRETOR: A CONDIÇÃO IMOBILIÁRIA. S1 ANÁLISE SOBRE A CONTRIBUIÇÃO DA MODELAGEM TRIDIMENSIONAL E POSTERIOR TRATAMENTO FOTO-REALÍSTICO NA COMPREENSÃO DO PROJETO URBANO. S1 APLICAÇÃO DE MÉTODO DE ANÁLISE DE AVALIAÇÃO AMBIENTAL NA MICRO- BACIA DO CÓRREGO SANTA MARIA DO LEME, SÃO CARLOS, SP. S1 APLICAÇÃO DE MÉTODOS COMBINADOS DE AVALIAÇÃO IMOBILIÁRIA NA ELABORAÇÃO DA PLANTA DE VALORES GENÉRICOS. S1 ARBORIZAÇÃO URBANA. ESTUDO DE CASO EM SÃO CARLOS/SP. S1 AS CARACTERÍSTICAS FÍSICAS URBANAS E AS VIAGENS A PÉ RELACIONADAS AOS PÓLOS GERADORES DE VIAGENS. S1 ASSIS BRASIL: PROBLEMAS E SOLUÇÕES EM PEQUENAS CIDADES AMAZÔNICAS. S1 AVALIAÇÃO DA CONDIÇÃO DA SUPERFÍCIE DE PAVIMENTOS ASFÁLTICOS COM APLICAÇÃO A UM SISTEMA DE GERÊNCIA DE PAVIMENTOS PARA MARINGÁ – PR. S1 AVALIAÇÃO DA PLANTA DE VALORES GENÉRICOS DA CIDADE DE LINS. S1 CARACTERIZAÇÃO DAS ÁREAS VERDES E APPS URBANAS DE SÃO CARLOS/SP. S1 CARACTERIZAÇÃO DAS UNIDADES DE MATERIAIS INCONSOLIDADOS COMO MATERIAL DE EMPRÉSTIMO NO MUNICÍPIO DE DESCALVADO (SP). S1 COLETA DE RESÍDUOS SÓLIDOS DOMICILIARES EM LIXEIRAS COLETIVAS: OPINIÃO DOS USUÁRIOS E CARACTERÍSTICAS IDEAIS. S1 CONTROLE DO PROCESSO DA TRANSFERÊNCIA DE OXIGÊNIO EM CORPOS HÍDRICOS. S1 CÓRREGO DO TIJUCO PRETO, SÃO CARLOS/SP: UMA REALIDADE URBANA S1 DA DIVISÃO DE TRABALHO À SEGREGAÇÃO DO ESPAÇO URBANO NAS VILAS OPERADORAS: ANÁLISE DA VILA DE ESTREITO-SP. S1 DELIMITAÇÃO DO MACROZONEAMENTO DA CIDADE DE ÁLVARES MACHADO/SP PARA UM PLANO URBANÍSTICO DIRETOR. S1 DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO X PRESERVAÇÃO ECOLÓGICA: A PROCURA DO EQUILÍBRIO.
  • 3. S1 DIAGNÓSTICO DO PROCESSO DE DEGRADAÇÃO AMBIENTAL NA ÁREA URBANA DE RIBEIRÃO BONITO/SP. S1 EDUCAÇÃO AMBIENTAL E GERENCIAMENTO PARTICIPATIVO DE RECURSOS HÍDRICOS. S1 ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA E ESPAÇO DE CONSUMO: “O JARDIM GOIÁS”. S1 ESTIMATIVA DA INFILTRAÇÃO E DO AFLUXO DEVIDOS À PRECIPITAÇÃO NA REDE DE ESGOTO SANITÁRIO EM MUNICÍPIO DE PEQUENO PORTE – UMA ABORDAGEM INICIAL. S1 ESTIMATIVA DA PRODUÇÃO DE SEDIMENTOS NUMA BACIA URBANA DE JOÃO PESSOA-PB. S1 ESTUDO DA QUALIDADE DO TRANSPORTE COLETIVO EM MARINGÁ: AVALIAÇÃO DA LINHA 023-CONJUNTO REQUIÃO. S1 ESTUDO DO RISCO POTENCIAL À EROSÃO ACELERADA NO MUNICÍPIO DE PORTO FERREIRA (SP), NA ESCALA 1:50.000 S1 GERAÇÃO DE CARTAS DE DECLIVIDADE PARA A ELABORAÇÃO DO MACROZONEAMENTO DOS DISTRITOS DO MUNICÍPIO DE MARTINÓPOLIS-SP. S1 IMPACTO DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA EM CADASTRO TÉCNICO MULTIFINALITÁRIO: CONTEXTO ATUAL E TENDÊNCIAS. S1 INDICADORES URBANOS DE ÁREAS VERDES E DE USO DO SOLO DA ZONA LESTE DA CIDADE DE SÃO PAULO - UM ESTUDO DE CASO. S1 LA MEDICIÓN OBJETIVA Y EVALUACIÓN SUBJETIVA – DEL MEDIO URBANO Y PERCEPCIÓN DEL CIUDADANO – EN LA GESTIÓN Y PLANIFICACIÓN URBANA. S2 LEITURA URBANA. S2 MAPEAMENTO ECODINÂMICO E PLANEJAMENTO URBANO. S2 MAPEAMENTO GEOTÉCNICO, REALIZADO NO SETOR NORTE DO PERÍMETRO DE GOIÂNIA-GO. S2 MONITORAMENTO PARTICIPATIVO DA SUSTENTABILIDADE: EXPERIÊNCIA EM JABOTICABAL-SP. S2 “NOVA CIDADE” NA CIDADE – OS CONDOMÍNIOS HORIZONTAIS DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO. S2 O CONTROLE JUDICIAL DO CONTEÚDO DOS ESTUDOS DE IMPACTO AMBIENTAL
  • 4. S2 O USO DE GEOPROCESSAMENTO NAS ZONAS DE PROTEÇÃO DE AERÓDROMOS. S2 O USO DE SOFTWARE DEMO NO ENSINO DE ENGENHARIA DE TRÁFEGO. S2 OS PROCESSOS DE ELABORAÇÃO DE PLANOS DIRETORES PARA CIDADES MÉDIAS PAULISTAS, APÓS A PROMULGAÇÃO DO ESTATUTO DA CIDADE: ANÁLISE DOS CASOS OCORRIDOS EM ARARAQUARA, PIRACICABA, RIO CLARO E SÃO CARLOS. S2 PADRÕES DE MOBILIDADE EM DOIS CENTROS URBANOS BRASILEIROS. S2 PLANO DE MANEJO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO CÓRREGO LAUREANO NO MUNICÍPIO DE RIBEIRÃO PRETO – SP. S2 PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO EM MUNICÍPIO DE PEQUENO PORTE: O CASO DE BOM SUCESSO-PR. S2 PLANO DIRETOR PARTICIPATIVO: A EXPERIÊNCIA DO MUNICÍPIO DE BAURU. S2 PLANO DIRETOR TERRITORIAL DO MÉDIO SERTÃO DE ALAGOAS: SUPERANDO CARÊNCIA E O ISOLAMENTO. S2 PLANO DIRETOR: UMA VISÃO ESTRATÉGICA E PARTICIPATIVA NA GESTÃO MUNICIPAL. S2 PLANOS DIRETORES PARTICIPATIVOS: O CASO DE TRÊS MUNICÍPIOS PARANAENSES. S2 POSSIBILIDADES PARA A DRENAGEM URBANA EM CIDADES MÉDIAS. S2 PRINCÍPIOS ESPECÍFICOS DE SUSTENTABILIDADE PARA GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS. S2 PRODUÇÃO ILEGAL DO ESPAÇO URBANO: ESTUDO DE CASO DE SÃO JOSÉ DO RIO PRETO – SP. S2 PROPOSTA DE BARREIRAS ACÚSTICAS CONSTRUÍDAS COM TIJOLOS CERÂMICOS RESSOADORES. S2 PROPOSTA DE ÍNDICES DE DESEMPENHO AMBIENTAL-PERCEPTIVOS. S2 PROPOSTA DE UM MÉTODO PARA DEFINIÇÃO DE ROTAS CICLÁVEIS: ESTUDO DE CASO NA CIDADE DE SÃO CARLOS, SP. S2 PROVA DE CARGA EM ESTACA NO NOROESTE DO PARANÁ. S2 RECURSOS HÍDRICOS SUPERFICIAIS DA ÁREA URBANA E DE EXPANSÃO DA CIDADE DE SÃO CARLOS, SP – ESTUDO MULTITEMPORAL.
  • 5. S2 REESTRUTURAÇÕES PRODUTIVAS E A INSERÇÃO DAS CIDADES MÉDIAS NO ESPAÇO ECONÔMICO MUNDIAL. S2 REQUALIFICAÇÃO DO ESPAÇO PÚBLICO E DE EQUIPAMENTOS PARA ÁREAS RESIDENCIAIS NA REGIÃO DE SÃO MIGUEL – SP. S2 SAZONALIDADE E POPULAÇÕES FLUTUANTES: QUESTÕES RELACIONADAS À INCIDÊNCIA E ÀS ESTATÍSTICAS CRIMINAIS. S2 SIMULAÇÕES DE VEÍCULOS PESADOS EM ÁREAS URBANAS: USO DO SOFTWARE TSIS COMO INSTRUMENTO DE PLANEJAMENTO URBANO E DE TRANSPORTES. S2 TRANSFORMAÇÕES DE CENTROS URBANOS - ESTUDO DE CASO: RIO CLARO (SP). S2 TRANSPORTE DE CADEIRANTES POR ÔNIBUS EM MARINGÁ. S2 USO DA IMAGEM TERMAL E AEROFOTOGRAFIA PARA DETECÇÃO DE COMPORTAMENTOS TÉRMICOS DISTINTOS, DECORRENTES DAS CARACTERÍSTICAS DO LOCAL. EXEMPLO: CAMPUS LUIZ DE QUEIROZ-USP, PIRACICABA-SP. S2 USO DE INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE NA GESTÃO DE RECURSOS HÍDRICOS: ALGUMAS EXPERIÊNCIAS INTERNACIONAIS. S2 USO DOS CONCEITOS DE DESCONSTRUÇÃO MÍNIMA E DE RENATURALIZAÇÃO NA PRODUÇÃO SOCIAL DO ESPAÇO URBANO. S2 UTILIZAÇÃO DE INSTRUMENTOS ECONÔMICOS PARA O CONTROLE AMBIENTAL EM ÁREAS URBANAS.