SlideShare uma empresa Scribd logo
Modelação de Dados Sistemas de Informação
Sumário Modelação de dados: Diagrama de Entidade-Relação Definição Elementos constituintes Grau de associação Regras de construção: Como utilizar os objectos Como atribuir nomes aos objectos Como ligar os objectos Análise de casos práticos 2
Sistemas de Informação 3 O que é um Diagrama Entidade-Relação (ER)? “ É um diagrama que representa as entidades envolvidas no Sistema de Informação em estudo, bem como as relações que existem entre essas entidades.”
Os diagramas ER modelam informação para, na maior parte, dos casos, a criação de bases de dados. Em princípio,  as entidades vão corresponder a tabelas e os atributos aos campos dessas tabelas .
Análise de Sistemas 5 Elementos constituintes de um ER: Entidades Atributos Relação Grau de associação
Entidade Entidade É um  conjunto de objetos  do mundo real sobre os quais se deseja manter informações na base de dados É distinguível de outros objetos Representada através de um retângulo Pode representar:  objetos concretos (uma pessoa) objetos abstratos (um departamento) Departamento Contabilidade Financeiro Jurídico Pessoal Possui propriedades Atributos e Relacionamentos   Empregado João Pedro Paulo Maria
Atributo É um dado que é associado a cada ocorrência de uma entidade ou de um relacionamento Exemplos de atributos de entidades: Empregado Nome Endereço Salário  Departamento Descrição  númeroDeFuncionários
Exercício Considerando um sistema acadêmico, envolvendo entidades que todos conhecemos, defina pelo menos 3 atributos para cada uma das entidades Aluno Disciplina Professor Turma
Relacionamentos
Relacionamentos Um Relacionamento é uma associação entre as Tabelas Um relacionamento pode conter campos que o descrevem, ou seja, ele pode ser uma tabela Exemplo: Cliente Empresta DVD
Tipos de Relacionamentos Um-para-um:  Cada empregado pode gerir apenas um departamento e um departamento pode ser gerenciado por apenas um empregado.   Um engenheiro-chefe para  um departamento de Engenharia Um clínico geral para um departamento de Saúde dos funcionários
Relacionamento Um para Um – 1:1 Modelo Entidade-Relacionamento (ER) Uma ocorrência de  A  está associada a no  máximo   uma  ocorrência de  B , e uma ocorrência em  B  está associada a no  máximo   uma  ocorrência em  A . João Pedro Paulo Maria Jurídico Contabilidade Financeiro Conjunto A (Empregado) Conjunto B (Departamento) Empregado Departamento Gerencia 1 1
Tipos de Relacionamentos Um-para-Muitos ou Muitos-para-Um:  Os engenheiros José, Luiz e Márcio trabalham no departamento de Engenharia As médicas Ana e Claudia trabalham no departamento de Saúde dos funcionários Um empregado pode trabalhar em apenas um departamento, enquanto que um departamento pode possuir vários empregados
Relacionamento Um para Muitos – 1:N Modelo Entidade-Relacionamento (ER) Uma  ocorrência  de  A  está associada a várias ocorrências de  B , porém uma ocorrência de  B  deve estar associada a no  máximo uma  ocorrência em  A Conjunto A (Departamento) Contabilidade Financeiro Ana Pedro João Sandro Conjunto B (Empregado) Empregado Departamento Lotação N 1
Tipos de Relacionamentos Muitos-para-Muitos Um leitor pode emprestar vários livros enquanto que um livro pode ser emprestado a vários leitores
Relacionamento Muitos para Muitos – M:N ou N:N Modelo Entidade-Relacionamento (ER) Uma ocorrência de  A  está associada a  qualquer  número de ocorrências de  B , e uma ocorrência em  B  está associada a  qualquer número  de ocorrências em  A Sigmoda MM-TOM Sinpli AATOM Conjunto A (Empregado) Conjunto B (Projeto) João Pedro Paulo Maria Empregado Projeto Atua N N
Exercícios Desenhe os seguintes diagramas entidade/associação e indique três atributos relevantes a cada uma das entidades:  Um aluno realiza vários trabalhos. Um trabalho é realizado por vários alunos.  Um diretor dirige no máximo um departamento. Um departamento tem no máximo um diretor.  Um autor escreve vários livros. Um livro pode ser escrito por vários autores.  Uma equipa é composta por vários jogadores. Um jogador pode jogar apenas numa equipa.  Um cliente realiza várias encomendas. Uma encomenda diz respeito no máximo a um cliente.
Análise de Sistemas 4 O que é um Diagrama ER?  (Continuação) “ O procedimento de esboçar o modelo inicial engloba o desenho de base de dados entre processos. Na maioria dos casos, a natureza desses dados será óbvia e os nomes poderão ser escolhidos a partir do conhecimento do objectivo do sistema.  Assim, pode desenvolver-se simultaneamente uma versão inicial do diagrama ER em paralelo com o desenvolvimento do DFD inicial. Sendo o DFD e o ER desenvolvidos em paralelo podem ser usados para verificações cruzadas entre eles. Dessa forma, os arquivos de dados que tenham sido definidos experimentalmente no DFD podem ser usados para sugerirem entidades no ER preliminar e vice-versa.  Nenhum dos modelos predomina sobre o outro.”
Conhecendo o Modelo (1)
Conhecendo o Modelo (2)
Muitos Diagramas? Vários autores e empresas lançaram formas diferentes de descrever o modelo de entidades e relacionamento Alguns modelos diferentes, mas todos seguem os mesmos princípios
Modelo de Chen (o original) Entidades:  retângulo Relacionamentos: losangos Atributos:  Círculos
Modelos Eng. da Informação (Erwin) Entidades: Retângulos Atributos: Listados no retângulo Relacionamentos: Apenas as linhas, com símbolos que lembram pés de galinha
Análise de Sistemas 6 Notação/Grau de associação: Um  A  está associado com um  B Um  A  está associado com um ou mais  B Um  A  está associado com zero ou um  B Um  A  está associado com zero, um ou mais  B
Análise de Sistemas 7 Exemplo de um ER Uma encomenda contém um ou mais produtos
Análise de Sistemas 8 Como utilizar os objectos? Deve ser considerada uma entidade qualquer coisa de interesse para o sistema; Mostram-se entidades tipo e não as diferentes ocorrências de uma dada entidade; Cada ocorrência dessa entidade caracteriza-se pelo factos dos seus atributos assumirem valores específicos; Uma vez identificadas as entidades é necessário identificar como se relacionam.
Análise de Sistemas 9 Como utilizar os objectos  (continuação) Num diagrama ER nunca se duplica uma entidade, por isso, deve-se estruturar o diagrama de forma a permitir mostrar claramente todas as relações existentes entre as entidades, evitando cruzamento de linhas.
Análise de Sistemas 10 Como atribuir nomes aos objectos?  Qualquer objecto, entidade ou relação, deve ter um nome elucidativo e claro para que o utilizador possa interpretar facilmente o diagrama; O nome a atribuir à entidade deve ser um substantivo no singular; A relação entre duas entidades deve ser transmitida através de um verbo elucidativo que transcreva o tipo de relação existente.
Análise de Sistemas 11 Como ligar os objectos?  Da esquerda para a direita – por cima da linha Da direita para a esquerda – por baixo da linha
Análise de Sistemas 12 Como ligar os objectos?  (continuação) De cima para baixo  –  à direita da linha De baixo para cima  –  à esquerda da linha
Vejamos alguns casos na prática… 13
14
15
16
17

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula De Projeto De Bd E Mer
Aula De Projeto De Bd E MerAula De Projeto De Bd E Mer
Aula De Projeto De Bd E Mer
linux.certifield
 
Introducao Base Dados Ii
Introducao Base Dados IiIntroducao Base Dados Ii
Introducao Base Dados Ii
guest3118b2
 
Excel fórmulas básicas
Excel fórmulas básicasExcel fórmulas básicas
Excel fórmulas básicas
Afonso Lima
 
Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER
Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER
Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER
Vitor Hugo Melo Araújo
 
Banco de Dados
Banco de DadosBanco de Dados
Banco de Dados
Fabio Abel
 
08 modelo conceitual_fisico_logico_er
08 modelo conceitual_fisico_logico_er08 modelo conceitual_fisico_logico_er
08 modelo conceitual_fisico_logico_er
Walter Alves Pereira
 
Aula 6 banco de dados
Aula 6   banco de dadosAula 6   banco de dados
Aula 6 banco de dados
Jorge Ávila Miranda
 
DER - Diagrama de Entidade e Relacionamentos
DER - Diagrama de Entidade e RelacionamentosDER - Diagrama de Entidade e Relacionamentos
DER - Diagrama de Entidade e Relacionamentos
Cláudio Amaral
 
Visão geral de fórmulas no excel
Visão geral de fórmulas no excelVisão geral de fórmulas no excel
Visão geral de fórmulas no excel
Manuel Pinto
 
Aula 5 banco de dados
Aula 5   banco de dadosAula 5   banco de dados
Aula 5 banco de dados
Jorge Ávila Miranda
 
Alexandra n 1 10 n
Alexandra n 1 10 nAlexandra n 1 10 n
Alexandra n 1 10 n
bloguedaesag
 
Exercício planilha v
Exercício planilha vExercício planilha v
Exercício planilha v
Amalia Oliveira
 
Base de dados tic 10º ano
Base de dados   tic 10º anoBase de dados   tic 10º ano
Base de dados tic 10º ano
Este FC Juniores
 
Apostila Modelo ER (Entidade Relacionamento)
Apostila Modelo ER (Entidade Relacionamento)Apostila Modelo ER (Entidade Relacionamento)
Apostila Modelo ER (Entidade Relacionamento)
Ricardo Terra
 
Bancode dados modelagem conceitual
Bancode dados modelagem conceitualBancode dados modelagem conceitual
Bancode dados modelagem conceitual
Mario Sergio
 
Diagrama Entidade Relacionamento - Bancos de Dados I
Diagrama Entidade Relacionamento - Bancos de Dados IDiagrama Entidade Relacionamento - Bancos de Dados I
Diagrama Entidade Relacionamento - Bancos de Dados I
Djonathas Cardoso
 
Banco de dados [ aula 2 ]
Banco de dados [ aula 2 ]Banco de dados [ aula 2 ]
Banco de dados [ aula 2 ]
Thiago Luis Colozio Casácio
 
Modelo de Entidades e Relacionamentos
Modelo de Entidades e RelacionamentosModelo de Entidades e Relacionamentos
Modelo de Entidades e Relacionamentos
Robson Silva Espig
 
Modelo Relacional
Modelo RelacionalModelo Relacional
Modelo Relacional
Joel Santos
 
(04) entenda - excel
(04)   entenda - excel(04)   entenda - excel
(04) entenda - excel
Lincoln T Neves
 

Mais procurados (20)

Aula De Projeto De Bd E Mer
Aula De Projeto De Bd E MerAula De Projeto De Bd E Mer
Aula De Projeto De Bd E Mer
 
Introducao Base Dados Ii
Introducao Base Dados IiIntroducao Base Dados Ii
Introducao Base Dados Ii
 
Excel fórmulas básicas
Excel fórmulas básicasExcel fórmulas básicas
Excel fórmulas básicas
 
Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER
Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER
Aula 5 - Modelo de Entidade e Relacionamento - MER
 
Banco de Dados
Banco de DadosBanco de Dados
Banco de Dados
 
08 modelo conceitual_fisico_logico_er
08 modelo conceitual_fisico_logico_er08 modelo conceitual_fisico_logico_er
08 modelo conceitual_fisico_logico_er
 
Aula 6 banco de dados
Aula 6   banco de dadosAula 6   banco de dados
Aula 6 banco de dados
 
DER - Diagrama de Entidade e Relacionamentos
DER - Diagrama de Entidade e RelacionamentosDER - Diagrama de Entidade e Relacionamentos
DER - Diagrama de Entidade e Relacionamentos
 
Visão geral de fórmulas no excel
Visão geral de fórmulas no excelVisão geral de fórmulas no excel
Visão geral de fórmulas no excel
 
Aula 5 banco de dados
Aula 5   banco de dadosAula 5   banco de dados
Aula 5 banco de dados
 
Alexandra n 1 10 n
Alexandra n 1 10 nAlexandra n 1 10 n
Alexandra n 1 10 n
 
Exercício planilha v
Exercício planilha vExercício planilha v
Exercício planilha v
 
Base de dados tic 10º ano
Base de dados   tic 10º anoBase de dados   tic 10º ano
Base de dados tic 10º ano
 
Apostila Modelo ER (Entidade Relacionamento)
Apostila Modelo ER (Entidade Relacionamento)Apostila Modelo ER (Entidade Relacionamento)
Apostila Modelo ER (Entidade Relacionamento)
 
Bancode dados modelagem conceitual
Bancode dados modelagem conceitualBancode dados modelagem conceitual
Bancode dados modelagem conceitual
 
Diagrama Entidade Relacionamento - Bancos de Dados I
Diagrama Entidade Relacionamento - Bancos de Dados IDiagrama Entidade Relacionamento - Bancos de Dados I
Diagrama Entidade Relacionamento - Bancos de Dados I
 
Banco de dados [ aula 2 ]
Banco de dados [ aula 2 ]Banco de dados [ aula 2 ]
Banco de dados [ aula 2 ]
 
Modelo de Entidades e Relacionamentos
Modelo de Entidades e RelacionamentosModelo de Entidades e Relacionamentos
Modelo de Entidades e Relacionamentos
 
Modelo Relacional
Modelo RelacionalModelo Relacional
Modelo Relacional
 
(04) entenda - excel
(04)   entenda - excel(04)   entenda - excel
(04) entenda - excel
 

Destaque

Organizacao de documentos no pc
Organizacao de documentos no pcOrganizacao de documentos no pc
Organizacao de documentos no pc
Nalin Ferreira
 
Modelagem de Sistemas de Informação
Modelagem de Sistemas de InformaçãoModelagem de Sistemas de Informação
Modelagem de Sistemas de Informação
Helder Lopes
 
Criação de uma base de dados para gestão de uma biblioteca
Criação de uma base de dados para gestão de uma bibliotecaCriação de uma base de dados para gestão de uma biblioteca
Criação de uma base de dados para gestão de uma biblioteca
David Canjamba 2D
 
Modelacao de dados
Modelacao de dados  Modelacao de dados
Modelacao de dados
Imiraan Jamal
 
Bancodedados
BancodedadosBancodedados
Modelo conceitual fisico_logico_er[1]
Modelo conceitual fisico_logico_er[1]Modelo conceitual fisico_logico_er[1]
Modelo conceitual fisico_logico_er[1]
Miguel Aquino
 
Banco de Dados - Modelo Lógico, Chave primária e Chave estrangeira
Banco de Dados - Modelo Lógico, Chave primária e Chave estrangeiraBanco de Dados - Modelo Lógico, Chave primária e Chave estrangeira
Banco de Dados - Modelo Lógico, Chave primária e Chave estrangeira
Natanael Simões
 
Introducao Base Dados Ii
Introducao Base Dados IiIntroducao Base Dados Ii
Introducao Base Dados Ii
guest3118b2
 
SGBD
SGBDSGBD
Mer - Modelo Entidade Relacionamento
Mer - Modelo Entidade RelacionamentoMer - Modelo Entidade Relacionamento
Mer - Modelo Entidade Relacionamento
Rademaker Siena
 

Destaque (10)

Organizacao de documentos no pc
Organizacao de documentos no pcOrganizacao de documentos no pc
Organizacao de documentos no pc
 
Modelagem de Sistemas de Informação
Modelagem de Sistemas de InformaçãoModelagem de Sistemas de Informação
Modelagem de Sistemas de Informação
 
Criação de uma base de dados para gestão de uma biblioteca
Criação de uma base de dados para gestão de uma bibliotecaCriação de uma base de dados para gestão de uma biblioteca
Criação de uma base de dados para gestão de uma biblioteca
 
Modelacao de dados
Modelacao de dados  Modelacao de dados
Modelacao de dados
 
Bancodedados
BancodedadosBancodedados
Bancodedados
 
Modelo conceitual fisico_logico_er[1]
Modelo conceitual fisico_logico_er[1]Modelo conceitual fisico_logico_er[1]
Modelo conceitual fisico_logico_er[1]
 
Banco de Dados - Modelo Lógico, Chave primária e Chave estrangeira
Banco de Dados - Modelo Lógico, Chave primária e Chave estrangeiraBanco de Dados - Modelo Lógico, Chave primária e Chave estrangeira
Banco de Dados - Modelo Lógico, Chave primária e Chave estrangeira
 
Introducao Base Dados Ii
Introducao Base Dados IiIntroducao Base Dados Ii
Introducao Base Dados Ii
 
SGBD
SGBDSGBD
SGBD
 
Mer - Modelo Entidade Relacionamento
Mer - Modelo Entidade RelacionamentoMer - Modelo Entidade Relacionamento
Mer - Modelo Entidade Relacionamento
 

Semelhante a Si modelação dados

Aula 02 mer
Aula 02   merAula 02   mer
Aula 02 mer
Roitier Gonçalves
 
Aulas de banco de dados
Aulas de banco de dadosAulas de banco de dados
Aulas de banco de dados
Oseas_Lima
 
Aula 03a.pptx
Aula 03a.pptxAula 03a.pptx
Aula 03a.pptx
EizoKato
 
Modelo ER.pdf
Modelo ER.pdfModelo ER.pdf
Modelo ER.pdf
albertorauljose2
 
Aula 3-IDB - Modelo Conceptual-2.pdf
Aula 3-IDB - Modelo Conceptual-2.pdfAula 3-IDB - Modelo Conceptual-2.pdf
Aula 3-IDB - Modelo Conceptual-2.pdf
Celestino24
 
ModeloEntidadeRelacionamento-Completa.pdf
ModeloEntidadeRelacionamento-Completa.pdfModeloEntidadeRelacionamento-Completa.pdf
ModeloEntidadeRelacionamento-Completa.pdf
Valdeir7
 
Modelo Conceitual - Banco de Dados
Modelo Conceitual - Banco de DadosModelo Conceitual - Banco de Dados
Modelo Conceitual - Banco de Dados
info_cimol
 
Lista 3 - Exercícios de Modelagem Conceitual - GABARITO.pdf
Lista 3 - Exercícios de Modelagem Conceitual - GABARITO.pdfLista 3 - Exercícios de Modelagem Conceitual - GABARITO.pdf
Lista 3 - Exercícios de Modelagem Conceitual - GABARITO.pdf
Márcio Finamor
 
1 - Bases de Dados.ppt
1 - Bases de Dados.ppt1 - Bases de Dados.ppt
1 - Bases de Dados.ppt
Paulo Cardoso
 
Diagrama de E-R.pptx
Diagrama de E-R.pptxDiagrama de E-R.pptx
Aula 3 modelagem de dados
Aula 3   modelagem de dadosAula 3   modelagem de dados
Aula 3 modelagem de dados
Hélio Martins
 
Aula 1 - 31 Jan 23.pdf
Aula 1 - 31 Jan 23.pdfAula 1 - 31 Jan 23.pdf
Aula 1 - 31 Jan 23.pdf
edilson42986
 
Aula02c mer
Aula02c merAula02c mer
CURSO BANCO DADOS
CURSO BANCO DADOSCURSO BANCO DADOS
4- Tipo de Entidades - Prof.ª Cristiane Fidelix
4- Tipo de Entidades - Prof.ª Cristiane Fidelix4- Tipo de Entidades - Prof.ª Cristiane Fidelix
4- Tipo de Entidades - Prof.ª Cristiane Fidelix
Cris Fidelix
 
Trabalho uml
Trabalho umlTrabalho uml
Trabalho uml
leticiasbh
 
Conceitos essenciais de bases de dados
Conceitos essenciais de bases de dadosConceitos essenciais de bases de dados
Conceitos essenciais de bases de dados
Patrícia Morais
 
Modelagem de dados
Modelagem de dadosModelagem de dados
Modelagem de dados
Osvaldo Alves
 
Banco de Dados _ Modelagem Conceitual.pdf
Banco de Dados _ Modelagem Conceitual.pdfBanco de Dados _ Modelagem Conceitual.pdf
Banco de Dados _ Modelagem Conceitual.pdf
PauloVictor415128
 
Aula bd i 05 04-21
Aula bd i 05 04-21Aula bd i 05 04-21
Aula bd i 05 04-21
Nilson Augustini
 

Semelhante a Si modelação dados (20)

Aula 02 mer
Aula 02   merAula 02   mer
Aula 02 mer
 
Aulas de banco de dados
Aulas de banco de dadosAulas de banco de dados
Aulas de banco de dados
 
Aula 03a.pptx
Aula 03a.pptxAula 03a.pptx
Aula 03a.pptx
 
Modelo ER.pdf
Modelo ER.pdfModelo ER.pdf
Modelo ER.pdf
 
Aula 3-IDB - Modelo Conceptual-2.pdf
Aula 3-IDB - Modelo Conceptual-2.pdfAula 3-IDB - Modelo Conceptual-2.pdf
Aula 3-IDB - Modelo Conceptual-2.pdf
 
ModeloEntidadeRelacionamento-Completa.pdf
ModeloEntidadeRelacionamento-Completa.pdfModeloEntidadeRelacionamento-Completa.pdf
ModeloEntidadeRelacionamento-Completa.pdf
 
Modelo Conceitual - Banco de Dados
Modelo Conceitual - Banco de DadosModelo Conceitual - Banco de Dados
Modelo Conceitual - Banco de Dados
 
Lista 3 - Exercícios de Modelagem Conceitual - GABARITO.pdf
Lista 3 - Exercícios de Modelagem Conceitual - GABARITO.pdfLista 3 - Exercícios de Modelagem Conceitual - GABARITO.pdf
Lista 3 - Exercícios de Modelagem Conceitual - GABARITO.pdf
 
1 - Bases de Dados.ppt
1 - Bases de Dados.ppt1 - Bases de Dados.ppt
1 - Bases de Dados.ppt
 
Diagrama de E-R.pptx
Diagrama de E-R.pptxDiagrama de E-R.pptx
Diagrama de E-R.pptx
 
Aula 3 modelagem de dados
Aula 3   modelagem de dadosAula 3   modelagem de dados
Aula 3 modelagem de dados
 
Aula 1 - 31 Jan 23.pdf
Aula 1 - 31 Jan 23.pdfAula 1 - 31 Jan 23.pdf
Aula 1 - 31 Jan 23.pdf
 
Aula02c mer
Aula02c merAula02c mer
Aula02c mer
 
CURSO BANCO DADOS
CURSO BANCO DADOSCURSO BANCO DADOS
CURSO BANCO DADOS
 
4- Tipo de Entidades - Prof.ª Cristiane Fidelix
4- Tipo de Entidades - Prof.ª Cristiane Fidelix4- Tipo de Entidades - Prof.ª Cristiane Fidelix
4- Tipo de Entidades - Prof.ª Cristiane Fidelix
 
Trabalho uml
Trabalho umlTrabalho uml
Trabalho uml
 
Conceitos essenciais de bases de dados
Conceitos essenciais de bases de dadosConceitos essenciais de bases de dados
Conceitos essenciais de bases de dados
 
Modelagem de dados
Modelagem de dadosModelagem de dados
Modelagem de dados
 
Banco de Dados _ Modelagem Conceitual.pdf
Banco de Dados _ Modelagem Conceitual.pdfBanco de Dados _ Modelagem Conceitual.pdf
Banco de Dados _ Modelagem Conceitual.pdf
 
Aula bd i 05 04-21
Aula bd i 05 04-21Aula bd i 05 04-21
Aula bd i 05 04-21
 

Mais de Andreia Gonçalves

Si modelação dados
Si   modelação dadosSi   modelação dados
Si modelação dados
Andreia Gonçalves
 
Si diagrama de classes
Si  diagrama de classesSi  diagrama de classes
Si diagrama de classes
Andreia Gonçalves
 
01 guia cd - mod1
01   guia cd - mod101   guia cd - mod1
01 guia cd - mod1
Andreia Gonçalves
 
Placa principal, dispositivos entrada/saída
Placa principal, dispositivos entrada/saídaPlaca principal, dispositivos entrada/saída
Placa principal, dispositivos entrada/saída
Andreia Gonçalves
 
Conceitos introdutórios
Conceitos introdutóriosConceitos introdutórios
Conceitos introdutórios
Andreia Gonçalves
 
Estrutura e funcionamento de um sistema informático.
Estrutura e funcionamento de um sistema informático.Estrutura e funcionamento de um sistema informático.
Estrutura e funcionamento de um sistema informático.
Andreia Gonçalves
 
CritéRios Trabalho Pp
CritéRios Trabalho PpCritéRios Trabalho Pp
CritéRios Trabalho Pp
Andreia Gonçalves
 

Mais de Andreia Gonçalves (7)

Si modelação dados
Si   modelação dadosSi   modelação dados
Si modelação dados
 
Si diagrama de classes
Si  diagrama de classesSi  diagrama de classes
Si diagrama de classes
 
01 guia cd - mod1
01   guia cd - mod101   guia cd - mod1
01 guia cd - mod1
 
Placa principal, dispositivos entrada/saída
Placa principal, dispositivos entrada/saídaPlaca principal, dispositivos entrada/saída
Placa principal, dispositivos entrada/saída
 
Conceitos introdutórios
Conceitos introdutóriosConceitos introdutórios
Conceitos introdutórios
 
Estrutura e funcionamento de um sistema informático.
Estrutura e funcionamento de um sistema informático.Estrutura e funcionamento de um sistema informático.
Estrutura e funcionamento de um sistema informático.
 
CritéRios Trabalho Pp
CritéRios Trabalho PpCritéRios Trabalho Pp
CritéRios Trabalho Pp
 

Si modelação dados

  • 1. Modelação de Dados Sistemas de Informação
  • 2. Sumário Modelação de dados: Diagrama de Entidade-Relação Definição Elementos constituintes Grau de associação Regras de construção: Como utilizar os objectos Como atribuir nomes aos objectos Como ligar os objectos Análise de casos práticos 2
  • 3. Sistemas de Informação 3 O que é um Diagrama Entidade-Relação (ER)? “ É um diagrama que representa as entidades envolvidas no Sistema de Informação em estudo, bem como as relações que existem entre essas entidades.”
  • 4. Os diagramas ER modelam informação para, na maior parte, dos casos, a criação de bases de dados. Em princípio, as entidades vão corresponder a tabelas e os atributos aos campos dessas tabelas .
  • 5. Análise de Sistemas 5 Elementos constituintes de um ER: Entidades Atributos Relação Grau de associação
  • 6. Entidade Entidade É um conjunto de objetos do mundo real sobre os quais se deseja manter informações na base de dados É distinguível de outros objetos Representada através de um retângulo Pode representar: objetos concretos (uma pessoa) objetos abstratos (um departamento) Departamento Contabilidade Financeiro Jurídico Pessoal Possui propriedades Atributos e Relacionamentos Empregado João Pedro Paulo Maria
  • 7. Atributo É um dado que é associado a cada ocorrência de uma entidade ou de um relacionamento Exemplos de atributos de entidades: Empregado Nome Endereço Salário Departamento Descrição númeroDeFuncionários
  • 8. Exercício Considerando um sistema acadêmico, envolvendo entidades que todos conhecemos, defina pelo menos 3 atributos para cada uma das entidades Aluno Disciplina Professor Turma
  • 10. Relacionamentos Um Relacionamento é uma associação entre as Tabelas Um relacionamento pode conter campos que o descrevem, ou seja, ele pode ser uma tabela Exemplo: Cliente Empresta DVD
  • 11. Tipos de Relacionamentos Um-para-um: Cada empregado pode gerir apenas um departamento e um departamento pode ser gerenciado por apenas um empregado. Um engenheiro-chefe para um departamento de Engenharia Um clínico geral para um departamento de Saúde dos funcionários
  • 12. Relacionamento Um para Um – 1:1 Modelo Entidade-Relacionamento (ER) Uma ocorrência de A está associada a no máximo uma ocorrência de B , e uma ocorrência em B está associada a no máximo uma ocorrência em A . João Pedro Paulo Maria Jurídico Contabilidade Financeiro Conjunto A (Empregado) Conjunto B (Departamento) Empregado Departamento Gerencia 1 1
  • 13. Tipos de Relacionamentos Um-para-Muitos ou Muitos-para-Um: Os engenheiros José, Luiz e Márcio trabalham no departamento de Engenharia As médicas Ana e Claudia trabalham no departamento de Saúde dos funcionários Um empregado pode trabalhar em apenas um departamento, enquanto que um departamento pode possuir vários empregados
  • 14. Relacionamento Um para Muitos – 1:N Modelo Entidade-Relacionamento (ER) Uma ocorrência de A está associada a várias ocorrências de B , porém uma ocorrência de B deve estar associada a no máximo uma ocorrência em A Conjunto A (Departamento) Contabilidade Financeiro Ana Pedro João Sandro Conjunto B (Empregado) Empregado Departamento Lotação N 1
  • 15. Tipos de Relacionamentos Muitos-para-Muitos Um leitor pode emprestar vários livros enquanto que um livro pode ser emprestado a vários leitores
  • 16. Relacionamento Muitos para Muitos – M:N ou N:N Modelo Entidade-Relacionamento (ER) Uma ocorrência de A está associada a qualquer número de ocorrências de B , e uma ocorrência em B está associada a qualquer número de ocorrências em A Sigmoda MM-TOM Sinpli AATOM Conjunto A (Empregado) Conjunto B (Projeto) João Pedro Paulo Maria Empregado Projeto Atua N N
  • 17. Exercícios Desenhe os seguintes diagramas entidade/associação e indique três atributos relevantes a cada uma das entidades: Um aluno realiza vários trabalhos. Um trabalho é realizado por vários alunos. Um diretor dirige no máximo um departamento. Um departamento tem no máximo um diretor. Um autor escreve vários livros. Um livro pode ser escrito por vários autores. Uma equipa é composta por vários jogadores. Um jogador pode jogar apenas numa equipa. Um cliente realiza várias encomendas. Uma encomenda diz respeito no máximo a um cliente.
  • 18. Análise de Sistemas 4 O que é um Diagrama ER? (Continuação) “ O procedimento de esboçar o modelo inicial engloba o desenho de base de dados entre processos. Na maioria dos casos, a natureza desses dados será óbvia e os nomes poderão ser escolhidos a partir do conhecimento do objectivo do sistema. Assim, pode desenvolver-se simultaneamente uma versão inicial do diagrama ER em paralelo com o desenvolvimento do DFD inicial. Sendo o DFD e o ER desenvolvidos em paralelo podem ser usados para verificações cruzadas entre eles. Dessa forma, os arquivos de dados que tenham sido definidos experimentalmente no DFD podem ser usados para sugerirem entidades no ER preliminar e vice-versa. Nenhum dos modelos predomina sobre o outro.”
  • 21. Muitos Diagramas? Vários autores e empresas lançaram formas diferentes de descrever o modelo de entidades e relacionamento Alguns modelos diferentes, mas todos seguem os mesmos princípios
  • 22. Modelo de Chen (o original) Entidades: retângulo Relacionamentos: losangos Atributos: Círculos
  • 23. Modelos Eng. da Informação (Erwin) Entidades: Retângulos Atributos: Listados no retângulo Relacionamentos: Apenas as linhas, com símbolos que lembram pés de galinha
  • 24. Análise de Sistemas 6 Notação/Grau de associação: Um A está associado com um B Um A está associado com um ou mais B Um A está associado com zero ou um B Um A está associado com zero, um ou mais B
  • 25. Análise de Sistemas 7 Exemplo de um ER Uma encomenda contém um ou mais produtos
  • 26. Análise de Sistemas 8 Como utilizar os objectos? Deve ser considerada uma entidade qualquer coisa de interesse para o sistema; Mostram-se entidades tipo e não as diferentes ocorrências de uma dada entidade; Cada ocorrência dessa entidade caracteriza-se pelo factos dos seus atributos assumirem valores específicos; Uma vez identificadas as entidades é necessário identificar como se relacionam.
  • 27. Análise de Sistemas 9 Como utilizar os objectos (continuação) Num diagrama ER nunca se duplica uma entidade, por isso, deve-se estruturar o diagrama de forma a permitir mostrar claramente todas as relações existentes entre as entidades, evitando cruzamento de linhas.
  • 28. Análise de Sistemas 10 Como atribuir nomes aos objectos? Qualquer objecto, entidade ou relação, deve ter um nome elucidativo e claro para que o utilizador possa interpretar facilmente o diagrama; O nome a atribuir à entidade deve ser um substantivo no singular; A relação entre duas entidades deve ser transmitida através de um verbo elucidativo que transcreva o tipo de relação existente.
  • 29. Análise de Sistemas 11 Como ligar os objectos? Da esquerda para a direita – por cima da linha Da direita para a esquerda – por baixo da linha
  • 30. Análise de Sistemas 12 Como ligar os objectos? (continuação) De cima para baixo – à direita da linha De baixo para cima – à esquerda da linha
  • 31. Vejamos alguns casos na prática… 13
  • 32. 14
  • 33. 15
  • 34. 16
  • 35. 17

Notas do Editor

  1. Falar de varios exemplos de sistemas e aplicacoes O nome da entidade eh normalmente escrito no singular QUAL É A PRIMEIRA COISA QUE NOS PRECISAMOS FAZER QUANDO PENSAMOS NA MODELAGEM DE UM SISTEMA? Eh idetificar os objetos de interesse Por exemplo, se eu quero modelar o sistema de uma empresa, qual eh o primeio objeto que nos precisamos? Qual eh o objeto que toda empresa tem ou que a nossa empresa tem? Empregado. O nome do conjunto de objetos do mundo real é empregado
  2. Em alguns livros voces vao encontrar o nome do atributo escrito dentro da circunferencia A notacao do Heuser eh melhor porque ocupa menos espaco no diagrama
  3. Cada ocorrencia de empregado gerencia no maximo um departamento Cada departamento é gerenciado por no maximo uma empregado