SlideShare uma empresa Scribd logo
Sexualidade
                 nas NEE




Ano lectivo 2010/2011

Escola Secundária D. Maria   TPIE/UFCD 3290
Escola Secundária D. Maria II
                                                                                                                    Ano Lectivo 2010/2011
     Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




Índice

Mensagem aos educadores… ..................................................................................3

Direito à sexualidade ................................................................................................4


Cognição, valores e sexualidade ............................................................................8


Educação Sexual na Deficiência ........................................................................11

Estudo sobre a Sexualidade na Deficiência .................................................15


Anexos .........................................................................................................................17




Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax                        Página 2
Escola Secundária D. Maria II
                                                                                                  Ano Lectivo 2010/2011
     Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




Mensagem aos educadores…

Com        este       trabalho           pretende-se              “abrir”          mentalidades   sobre    a

sexualidade na deficiência. A sexualidade é algo natural que surge em

qualquer ser humano, seja ele portador de deficiência ou não. A troca

de olhares, carinhos e afectos é algo que abrange qualquer ser

humano, é algo que todos nós temos direito, por isso mesmo não

devemos ignorar a necessidade da sexualidade dos adolescentes

portadores de deficiência. Estes têm as mesmas necessidades sexuais

como qualquer jovem.

Neste livro poderá encontrar os resultados de uma sondagem

realizada sobre a sexualidade na deficiência assim sendo, poderá ficar

a conhecer a opinião de alguns portugueses relativamente a esse

assunto. Esperemos que gostem deste nosso trabalho e que vos seja

útil para o vosso dia-a-dia no caso de conviverem com crianças

portadoras de deficiência.




Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax      Página 3
Escola Secundária D. Maria II
                                                                                                    Ano Lectivo 2010/2011
     Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




     1.
                                                                                               Direito à
                                                                                  sexualidade




Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax        Página 4
Escola Secundária D. Maria II
                                                                                                  Ano Lectivo 2010/2011
        Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




    A sexualidade é algo natura e necessário para todos os indivíduos, é

   responsável pelo afecto, pelos sentimentos, e acima de tudo é um

   gesto essencial para a nossa saúde física e mental.


  Todos             os         indivíduos                  têm           direito              à
  sexualidade,                    independentemente                               de          o
  indivíduo ter ou não alguma problemática.




   A sexualidade é tão normal como o ar que respiramos, ou seja, como

   a vida! Por este motivo a sexualidade não deve ser negada nem

   encoberta, as famílias devem ser ajudadas a aceitar este tema e

   torna-lo assim normal e responsável, para que os adolescentes com

   necessidades especiais possam assim enfrentar a sua sexualidade com

   responsabilidade e segurança.




O amor não é um direito só das pessoas “ditas

normais”, mas sim de todos os seres humanos, todos

temos necessidades básicas que fazem parte uma vida

plena de saúde e fertilidade.




   Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax   Página 5
Escola Secundária D. Maria II
                                                                                                                 Ano Lectivo 2010/2011
           Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




                                                     Os jovens com deficiência física, com alguma

                                                     síndrome           ou      qualquer             outra    limitação      são

                                                     indivíduos que possuem a mesma necessidade

                                                     sexual como um jovem que seja possuidor pleno

                                                     das suas faculdades, com isto queremos dizer

                                                     que      sentem           desejo,         necessidade          de    serem

                                                     amados e acarinhados.




Os   jovens       com        alguma          deficiência            têm        mais

problemas a nível de comunicação social do que

propriamente com a sexualidade, pois esta é

sentida e transportada de forma transparente.




      Quando os adolescentes começam a sair de casa e sentem que

      precisam de uma relação para se sentirem amados e realizados

      sexualmente, os pais e educadores têm receio que eles sejam

      recriminados, rejeitados e abusados, pelas suas problemáticas, e desta

      forma sofrem.


                          Por isso estes jovens são tratados como perenes
                          crianças.              E       assim           a       sexualidade                 para        estas
                          crianças/jovens será vivida de forma retraída e
                          centrada no próprio.



      Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax               Página 6
Escola Secundária D. Maria II
                                                                                                Ano Lectivo 2010/2011
     Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




                                                                       No fundo todos somos


 As crianças/jovens com                                                especiais e procuramos

 deficiência profunda não                                              alguém que goste de nós da
 conseguem controlar
 socialmente os seus desejos                                           forma que somos

 e impulsos sexuais, ou seja,
 eles se sentirem
 necessidade de se
 masturbarem no meio da
 rua fazem-no, e não são
 capazes de perceber que é
 um gesto imoral e julgado
 socialmente, mesmo que
 reprimidos.




    Enquanto os deficientes ligeiros cometem a incorrecção de

    exprimirem as suas necessidades íntimas em público, mas se

    lhes explicado que é errado são capazes de compreender e

    de começarem a faze-lo nos locais apropriados,

    resguardando assim a sua intimidade.




Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax    Página 7
Escola Secundária D. Maria II
                                                                                               Ano Lectivo 2010/2011
     Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




     2.
                                                Cognição, valores e
                                                               sexualidade




Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax   Página 8
Escola Secundária D. Maria II
                                                                                                  Ano Lectivo 2010/2011
        Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




   Todas as crianças quer tenham NEE ou não têm necessidade de
   recolher informações sobre a sexualidade durante o processo do seu
   desenvolvimento. As crianças com NEE têm os mesmos direitos que as
   outras crianças quanto á sexualidade pois a conduta sexual dos jovens
   com deficiência mental é igual á da população em geral.



                                          Então o que difere?
   Na deficiência profunda: Na deficiência ligeira:

 As manifestações sexuais são
 simples, auto-satisfatórios e                                As manifestações afectivo-sexuais

 ficam á vontade ou “soltas”.                                     (ex. namorar na adolescência) que

 Nestes jovens com                                               implicam habilidades sociais e valores

 deficiências a masturbação                                       culturais e morais são exclusivas da

 é o comportamento mais                                           deficiência ligeira ou moderada.

 frequentes embora quem                                     Nos deficientes ligeiros por viverem

 lida com eles, o sinta como                                   mais em comunidade estão expostos

 embaraçoso.                                                   aos mesmos perigos, estímulos e

 Eles (DM) também não têm                                     pressões que as outras crianças e

 a capacidade de distinguir o                                  jovens “normais”.

 que podem ou não fazer em                                  Este tipo de crianças com NEE devem

 público.                                                      beneficiar de uma intervenção ao nível
                                                               da educação sexual para os sensibilizar
                                                               de situações que possam estar expostos
                                                               assim como para comportamentos a
                                                               ter em sociedade.




   Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax   Página 9
Escola Secundária D. Maria II
                                                                                                Ano Lectivo 2010/2011
     Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




                                             Importante




  Eles educadores (pais) têm sempre de

ter em atenção que a nossa perspectiva

no que respeita á sexualidade é muito

diferente á perspectiva da criança.

  Nós somos um modelo para as crianças,

por isso devemos dar bons conhecimentos

relativamente á sexualidade.



                                  A reter :
 As actividades sexuais infantis motivações muito diferentes dos

      adultos (ex. imitação dos adultos, descoberta do próprio corpo e

      do corpo do outro);

   A capacidade de sentir prazer esta presente desde o nascimento;

   A relação precoce entre o bebe e as figuras de vinculação

      influenciam o desenvolvimento da sexualidade:

           Confiança e segurança (exploração do meio);

           Uso e significado de expressões emocionais;

           Uso e significado de formas de comunicação intima;

           Capacidade de expressar as necessidades (compreender as

              dos outros).




Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax   Página 10
3.
                                          Escola Secundária D. Maria II
                                                                                                Ano Lectivo 2010/2011
     Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




                                             Educação Sexual na
                                                              Deficiência




        O que é a Educação Sexual?


Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax   Página 11
Escola Secundária D. Maria II
                                                                                                           Ano Lectivo 2010/2011
     Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




          A sexualidade não se baseia só em relações íntimas, mas

          também                                em aspectos emocionais e físicos, tais como

                                                               carícias, afectos, abraços, carinho,

                                                                    palavras meigas, entre outras.

                                                                     Existem              duas      visões        da

                                                                    sexualidade,               em   que    uma      é

                                                                  vista de uma perspectiva boa

                                                            perante a sociedade, ou seja, as

          pessoas já conseguem aceitar bem, falar sem tabus e reagem a

          tudo isto como sendo uma necessidade do ser humano. Por

          outro lado, outra parte da sociedade ainda não aceita este

          tema, e vêem-no como um acto de pecado.



         Como auxiliar as crianças para sexualidade?

          É importante que o cuidador encare a educação sexual

          como algo natural, que faz parte do crescimento

          pessoal de cada criança, e que como tal deve ser

          abordado com cada pessoa de uma forma única.

          A sexualidade existe desde os primeiros anos de

          vida.

          Existem várias etapas na educação sexual de cada

          criança.




Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax              Página 12
Escola Secundária D. Maria II
                                                                                                                 Ano Lectivo 2010/2011
              Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




     Creche                    Jardim-de-infância                             Infância                       Adolescência
(até aos 2 anos)                        (3 aos 5)                           (6 aos 12)                       (a partir da
                                                                                                             puberdade)

   Dar-lhes a                 Existem           sítios                   Ensinar-lhes                  Prepará-los para
    conhecer o seu                apropriados para                          a não se                       os futuros riscos
    próprio corpo,                satisfazerem as                           culparem                       que possam surgir;
    desde os
                                  suas necessidades                         perante os                    Ensiná-los como
    primeiros anos
                                  íntimas (ex. casas                        seus                           comunicar os seus
    de vida;
                                  de banho,                                 sentimentos e                  sentimentos e as
   Ensiná-los a
                                  quartos);                                 comportame                     suas necessidades
    valorizarem-
                                 Ajudá-los a                               ntos;                          sexuais;
    se a si
                                  desenvolver a                         Fazer                            Expressar a sua
    próprios,
                                  confiança em si                          entender que                    sexualidade de
    independente
                                  próprios;                                cada pessoa                     forma adequada;
    mente da sua
                                                                           tem os seus
    imagem;
                                                                           sentimentos e
                                                                           necessidades,
                                                                           que por vezes
                                                                           não serão
                                                                           iguais aos que
                                                                           eles sentem e
                                                                           desejam.




        Como auxiliares de acção educativa devemos ensinar que:

        Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax            Página 13
Escola Secundária D. Maria II
                                                                                                  Ano Lectivo 2010/2011
     Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




     Não nos podemos esquecer que para cada grau de deficiência,
      existem várias maneiras de ensinar (cartões apelativos, imagens,
      gestos, ida aos locais apropriados).




         Curiosidade                                                                    Afecto




Aprendizagem                                                                Família




Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax     Página 14
4.
                                          Escola Secundária D. Maria II
                                                                                                            Ano Lectivo 2010/2011
     Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




                                                                     Estudo sobre a
                                                                    Sexualidade na
                                                                                     Deficiência



                                O que é a Sexualidade?



                                          2%
                  6%                                                                           Prazer Sexual
                                     6%
                                                                         44%                   Conhecimento do ser

        31%                                                                                    Amor
                                            11%                                                Necessidade
                                                                                               Envolvimento
                                                                                               Maturidade




          Realizamos um estudo sobre a sexualidade nas crianças com

Deficiência, através de inquérito por entrevista.




Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax             Página 15
Escola Secundária D. Maria II
                                                                                                     Ano Lectivo 2010/2011
     Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




          A maioria dos inquiridos tem idades compreendidas entre os

21 e os 30 anos. 59% são do sexo feminino e os restantes, 41%, do

sexo masculino.

          Das questões colocadas à comunidade, a maioria (44%) associa

“sexualidade” a “prazer sexual”, ou seja, relações sexuais e, só uma

minoria (6%) considera que a sexualidade é envolvimento.

          Na opinião das pessoas a sexualidade surge na adolescência. A

partir dos 18 anos de idade é que esta existe sexualidade, na

deficiência, as idades mais referidas são os 12, 14 e 16 anos.

          51% dos inquiridos consideram que as pessoas com deficiência

têm direito e 76% concordam que o adolescente com deficiência tem

necessidades sexuais.

          Através dos inquéritos realizados verificamos que 73% dos

inquiridos           aceitariam            que       o     seu      filho      com        NEE   (Necessidades

educativas Especiais) tivesse relações sexuais.

          Questionando sobre a idade em que isto devia acontecer, a

maioria refere os 15-17 anos. 86% Responderam que sim à questão:

“Deve haver relações sexuais na deficiência?” 45% consideram que

devem “explicar” a educação sexual e 14% diz que colocava-os em

aulas apropriadas.




Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax        Página 16
Escola Secundária D. Maria II
                                                                                                           Ano Lectivo 2010/2011
     Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




Anexos
                                    Idade das Pessoas

                                  7%     3%      13%
                                                                                               18 aos 20 Anos

              27%                                                                              21 aos 30 Anos
                                                                      32%                      31 aos 40 Anos
                                                                                               41 aos 50 Anos
                                  18%
                                                                                               Mais de 50 Anos
                                                                                               Não Responde Idade




                                           Sexo Das Pessoas
                             Masculino              Feminino            Não Responde Sexo



                                                            4%
                                                                                   37%



                                  59%




Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax              Página 17
Escola Secundária D. Maria II
                                                                                                            Ano Lectivo 2010/2011
     Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




                                O que é a Sexualidade?

                                   6% 2%
                    6%                                                                         Prazer Sexual
                                                               44%
                                                                                               Conhecimento do ser
                31%
                                            11%                                                Amor
                                                                                               Necessidade
                                                                                               Envolvimento
                                                                                               Maturidade




                      Em que Idade surge a Sexualidade

                                                                                       Nascença


                                                          1%                           1º Ano de Vida
                                             9%
                         26%                            6%
                                                                                       Infância

                                                                 27%
                                                                                       12 – 15 Anos
                         31%
                                                                                       Adolescência/A partir
                                                                                       dos 18 anos
                                                                                       Depende/Não sei




Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax             Página 18
Escola Secundária D. Maria II
                                                                                                           Ano Lectivo 2010/2011
     Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




                    Existe Sexualidade na Deficiência

                                        5%      5%



                                                                                                     Sim
                                                                                                     Não
                                                                                                     Não Sei
                                                                  90%




                    Qual a Opinião sobre a Sexualidade na
                                 Deficiência?
                                                                                       Aberta/Esclarecida

                                             4%                9%
                                                                     3%                Não deve ser vista como
         7%                       16%
              10%                                                                      tabu
                                                   51%                                 Repreendidos


                                                                                       Têm Direito


                                                                                       Depende do tipo de
                                                                                       Deficiência




Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax           Página 19
Escola Secundária D. Maria II
                                                                                                Ano Lectivo 2010/2011
     Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




                     Acha que a Criança/Adolescente tem
                           Necessidades Sexuais?


             8%                            16%

                                                                                               Sim
                                                                            76%
                                                                                               Não
                                                                                               Não Sei




               Aceitaria que o seu filho tivesse relações
                               sexuais?

                                             9%

                        18%

                                                                                               Sim
                                                                                               Não
                                                                              73%
                                                                                               Não Sei




Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax   Página 20
Escola Secundária D. Maria II
                                                                                                         Ano Lectivo 2010/2011
     Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




                                                                                       Aos 12
                          Com que Idade?
                                                                                       Aos 14

                                                                                       Aos 15
                                           3%
                                      5%                                               Depois dos 16
                                7%              10%
                    16%                                  10%
                                                                                       Aos 17
                                                                     4%
                                                                                       Aos 18
                                                        10%
                          16%
            3%                             11%                      4%                 Aos 20

                                                                                       Aos 50
                                     1%
                                                                                       Desde que houvesse precausões

                                                                                       Desde que estivessem casados

                                                                                       Desde que a parte física e
                                                                                       psicológica esteja preparada
                                                                                       Quando tiver maturidade

                                                                                       Não sei




Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax            Página 21
Escola Secundária D. Maria II
                                                                                                      Ano Lectivo 2010/2011
     Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




                         Na sua opinião, deveria haver
                        educação sexual na deficiência?

                                             7%
                                 7%



                                                                                               Sim
                                                                                               Não
                                                                                               Não Responde
                                                                 86%




Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax         Página 22
Escola Secundária D. Maria II
                                                                                                         Ano Lectivo 2010/2011
      Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa




                                                            Onde?



                                                                                               Aulas Apropriadas

                                                                                               Livros

                                                                                               Explicando-lhe
                                                         14%                  1%
                        27%
                                                                                               Imagens

 1%                                                                                            Através de Instrumentos
                                                                                               Educativos
 1%
                     6%                                                                        Filmes
   1%                                                                 45%

  1%      3%                                                                                   Teatro

                                                                                               Jogos

                                                                                               Abordar de Forma Geral

                                                                                               Não Responde




Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax            Página 23

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Sexualidade nas NEE

Projeto Identificando Emoções
Projeto Identificando EmoçõesProjeto Identificando Emoções
Projeto Identificando Emoções
Michele Sampaio
 
Para postagem
Para postagemPara postagem
Para postagem
ohluis8
 
Perfil do aluno noturno eja
Perfil do aluno noturno ejaPerfil do aluno noturno eja
Perfil do aluno noturno eja
Alexsandra Brito
 
Projeto camilo bonfim
Projeto camilo bonfimProjeto camilo bonfim
Projeto camilo bonfim
ivanildopontinha
 
Novo projeto
Novo projetoNovo projeto
Novo projeto
Letícia Largura
 
Novo projeto
Novo projetoNovo projeto
Novo projeto
Letícia Largura
 
Bicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescencia
Bicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescenciaBicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescencia
Bicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescencia
temastransversais
 
RELATÓRIO DA EJA- DORALICE DOURADO
RELATÓRIO DA EJA- DORALICE DOURADORELATÓRIO DA EJA- DORALICE DOURADO
RELATÓRIO DA EJA- DORALICE DOURADO
UFMA e UEMA
 
EJA AULA 3: Quem são os jovens e adultos da EJA? Relação entre pobreza, escol...
EJA AULA 3: Quem são os jovens e adultos da EJA? Relação entre pobreza, escol...EJA AULA 3: Quem são os jovens e adultos da EJA? Relação entre pobreza, escol...
EJA AULA 3: Quem são os jovens e adultos da EJA? Relação entre pobreza, escol...
profamiriamnavarro
 
Educação e diversidade
Educação e diversidadeEducação e diversidade
Educação e diversidade
Geize Ronilson
 
Inclusao
InclusaoInclusao
Inclusao
souto_tamires
 
O que é a síndrome de down
O que é a síndrome de downO que é a síndrome de down
O que é a síndrome de down
Maria Clarete Torres
 
Sexualidade na Escola
Sexualidade na EscolaSexualidade na Escola
Sexualidade na Escola
LeandroFuzaro
 
Artigo3
Artigo3Artigo3
A importância da educação infantil para o desempenho do aluno
A importância da educação infantil para o desempenho do alunoA importância da educação infantil para o desempenho do aluno
A importância da educação infantil para o desempenho do aluno
cibelefernoli
 
Trabalho elaine dourador
Trabalho elaine douradorTrabalho elaine dourador
Trabalho elaine dourador
Isaias Silva
 
Educação Inclusiva - Débora Martins
Educação Inclusiva - Débora MartinsEducação Inclusiva - Débora Martins
Educação Inclusiva - Débora Martins
Débora Martins
 
Atps de politica social de atenção a criança, adolecente e idoso
Atps de politica social de atenção a criança, adolecente e idosoAtps de politica social de atenção a criança, adolecente e idoso
Atps de politica social de atenção a criança, adolecente e idoso
FERNANDO SILVA VILHALVA
 
Brincadeiras invenções e transgressões de gênero na educação infantil
Brincadeiras invenções e transgressões de gênero na educação infantilBrincadeiras invenções e transgressões de gênero na educação infantil
Brincadeiras invenções e transgressões de gênero na educação infantil
Renata Cunha
 
Educação Inclusiva - Débora Martins
Educação Inclusiva - Débora MartinsEducação Inclusiva - Débora Martins
Educação Inclusiva - Débora Martins
Débora Martins
 

Semelhante a Sexualidade nas NEE (20)

Projeto Identificando Emoções
Projeto Identificando EmoçõesProjeto Identificando Emoções
Projeto Identificando Emoções
 
Para postagem
Para postagemPara postagem
Para postagem
 
Perfil do aluno noturno eja
Perfil do aluno noturno ejaPerfil do aluno noturno eja
Perfil do aluno noturno eja
 
Projeto camilo bonfim
Projeto camilo bonfimProjeto camilo bonfim
Projeto camilo bonfim
 
Novo projeto
Novo projetoNovo projeto
Novo projeto
 
Novo projeto
Novo projetoNovo projeto
Novo projeto
 
Bicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescencia
Bicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescenciaBicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescencia
Bicastiradentes orientacaosexual sexualidadenaadolescencia
 
RELATÓRIO DA EJA- DORALICE DOURADO
RELATÓRIO DA EJA- DORALICE DOURADORELATÓRIO DA EJA- DORALICE DOURADO
RELATÓRIO DA EJA- DORALICE DOURADO
 
EJA AULA 3: Quem são os jovens e adultos da EJA? Relação entre pobreza, escol...
EJA AULA 3: Quem são os jovens e adultos da EJA? Relação entre pobreza, escol...EJA AULA 3: Quem são os jovens e adultos da EJA? Relação entre pobreza, escol...
EJA AULA 3: Quem são os jovens e adultos da EJA? Relação entre pobreza, escol...
 
Educação e diversidade
Educação e diversidadeEducação e diversidade
Educação e diversidade
 
Inclusao
InclusaoInclusao
Inclusao
 
O que é a síndrome de down
O que é a síndrome de downO que é a síndrome de down
O que é a síndrome de down
 
Sexualidade na Escola
Sexualidade na EscolaSexualidade na Escola
Sexualidade na Escola
 
Artigo3
Artigo3Artigo3
Artigo3
 
A importância da educação infantil para o desempenho do aluno
A importância da educação infantil para o desempenho do alunoA importância da educação infantil para o desempenho do aluno
A importância da educação infantil para o desempenho do aluno
 
Trabalho elaine dourador
Trabalho elaine douradorTrabalho elaine dourador
Trabalho elaine dourador
 
Educação Inclusiva - Débora Martins
Educação Inclusiva - Débora MartinsEducação Inclusiva - Débora Martins
Educação Inclusiva - Débora Martins
 
Atps de politica social de atenção a criança, adolecente e idoso
Atps de politica social de atenção a criança, adolecente e idosoAtps de politica social de atenção a criança, adolecente e idoso
Atps de politica social de atenção a criança, adolecente e idoso
 
Brincadeiras invenções e transgressões de gênero na educação infantil
Brincadeiras invenções e transgressões de gênero na educação infantilBrincadeiras invenções e transgressões de gênero na educação infantil
Brincadeiras invenções e transgressões de gênero na educação infantil
 
Educação Inclusiva - Débora Martins
Educação Inclusiva - Débora MartinsEducação Inclusiva - Débora Martins
Educação Inclusiva - Débora Martins
 

Mais de Liliana Ferreira

1 planificacao anual_e_trimestral_editavel_Portugues_10
1 planificacao anual_e_trimestral_editavel_Portugues_101 planificacao anual_e_trimestral_editavel_Portugues_10
1 planificacao anual_e_trimestral_editavel_Portugues_10
Liliana Ferreira
 
Livro de bolso - Intervenção pedagógica em crianças com nee
Livro de bolso -  Intervenção pedagógica em crianças com neeLivro de bolso -  Intervenção pedagógica em crianças com nee
Livro de bolso - Intervenção pedagógica em crianças com nee
Liliana Ferreira
 
The use of ict in some children’s diseases
The use of ict in some children’s diseasesThe use of ict in some children’s diseases
The use of ict in some children’s diseases
Liliana Ferreira
 
The use of ict in some children’s diseases
The use of ict in some children’s diseasesThe use of ict in some children’s diseases
The use of ict in some children’s diseases
Liliana Ferreira
 
Sexualidade nas NEE
Sexualidade nas NEESexualidade nas NEE
Sexualidade nas NEE
Liliana Ferreira
 
Sexualidade nas NEE
Sexualidade nas NEESexualidade nas NEE
Sexualidade nas NEE
Liliana Ferreira
 
Guia SOS PAIS
Guia SOS PAISGuia SOS PAIS
Guia SOS PAIS
Liliana Ferreira
 

Mais de Liliana Ferreira (7)

1 planificacao anual_e_trimestral_editavel_Portugues_10
1 planificacao anual_e_trimestral_editavel_Portugues_101 planificacao anual_e_trimestral_editavel_Portugues_10
1 planificacao anual_e_trimestral_editavel_Portugues_10
 
Livro de bolso - Intervenção pedagógica em crianças com nee
Livro de bolso -  Intervenção pedagógica em crianças com neeLivro de bolso -  Intervenção pedagógica em crianças com nee
Livro de bolso - Intervenção pedagógica em crianças com nee
 
The use of ict in some children’s diseases
The use of ict in some children’s diseasesThe use of ict in some children’s diseases
The use of ict in some children’s diseases
 
The use of ict in some children’s diseases
The use of ict in some children’s diseasesThe use of ict in some children’s diseases
The use of ict in some children’s diseases
 
Sexualidade nas NEE
Sexualidade nas NEESexualidade nas NEE
Sexualidade nas NEE
 
Sexualidade nas NEE
Sexualidade nas NEESexualidade nas NEE
Sexualidade nas NEE
 
Guia SOS PAIS
Guia SOS PAISGuia SOS PAIS
Guia SOS PAIS
 

Último

UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
Manuais Formação
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
sesiomzezao
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
deboracorrea21
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
Sandra Pratas
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
shirleisousa9166
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Falcão Brasil
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
SupervisoEMAC
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mary Alvarenga
 

Último (20)

UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdfUFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
UFCD_5673_Segurança nos transportes_índice.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdfAtividade Análise literária O GUARANI.pdf
Atividade Análise literária O GUARANI.pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTAEstudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
Estudo Infantil - MISSÕES NACIONAIS - IGREJA BATISTA
 
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
FILMES DE ABRIL_BECRE D. CARLOS I_2023_24
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
apresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacionalapresentação metodologia terapia ocupacional
apresentação metodologia terapia ocupacional
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
Manual de Identidade Visual do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prot...
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdfCaderno 1 -  Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
Caderno 1 - Módulo Água JMS 2024 (1).pdf
 
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História. Mini livro  sanfona - Minha Escola Tem História.
Mini livro sanfona - Minha Escola Tem História.
 

Sexualidade nas NEE

  • 1. Sexualidade nas NEE Ano lectivo 2010/2011 Escola Secundária D. Maria TPIE/UFCD 3290
  • 2. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa Índice Mensagem aos educadores… ..................................................................................3 Direito à sexualidade ................................................................................................4 Cognição, valores e sexualidade ............................................................................8 Educação Sexual na Deficiência ........................................................................11 Estudo sobre a Sexualidade na Deficiência .................................................15 Anexos .........................................................................................................................17 Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 2
  • 3. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa Mensagem aos educadores… Com este trabalho pretende-se “abrir” mentalidades sobre a sexualidade na deficiência. A sexualidade é algo natural que surge em qualquer ser humano, seja ele portador de deficiência ou não. A troca de olhares, carinhos e afectos é algo que abrange qualquer ser humano, é algo que todos nós temos direito, por isso mesmo não devemos ignorar a necessidade da sexualidade dos adolescentes portadores de deficiência. Estes têm as mesmas necessidades sexuais como qualquer jovem. Neste livro poderá encontrar os resultados de uma sondagem realizada sobre a sexualidade na deficiência assim sendo, poderá ficar a conhecer a opinião de alguns portugueses relativamente a esse assunto. Esperemos que gostem deste nosso trabalho e que vos seja útil para o vosso dia-a-dia no caso de conviverem com crianças portadoras de deficiência. Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 3
  • 4. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa 1. Direito à sexualidade Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 4
  • 5. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa A sexualidade é algo natura e necessário para todos os indivíduos, é responsável pelo afecto, pelos sentimentos, e acima de tudo é um gesto essencial para a nossa saúde física e mental. Todos os indivíduos têm direito à sexualidade, independentemente de o indivíduo ter ou não alguma problemática. A sexualidade é tão normal como o ar que respiramos, ou seja, como a vida! Por este motivo a sexualidade não deve ser negada nem encoberta, as famílias devem ser ajudadas a aceitar este tema e torna-lo assim normal e responsável, para que os adolescentes com necessidades especiais possam assim enfrentar a sua sexualidade com responsabilidade e segurança. O amor não é um direito só das pessoas “ditas normais”, mas sim de todos os seres humanos, todos temos necessidades básicas que fazem parte uma vida plena de saúde e fertilidade. Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 5
  • 6. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa Os jovens com deficiência física, com alguma síndrome ou qualquer outra limitação são indivíduos que possuem a mesma necessidade sexual como um jovem que seja possuidor pleno das suas faculdades, com isto queremos dizer que sentem desejo, necessidade de serem amados e acarinhados. Os jovens com alguma deficiência têm mais problemas a nível de comunicação social do que propriamente com a sexualidade, pois esta é sentida e transportada de forma transparente. Quando os adolescentes começam a sair de casa e sentem que precisam de uma relação para se sentirem amados e realizados sexualmente, os pais e educadores têm receio que eles sejam recriminados, rejeitados e abusados, pelas suas problemáticas, e desta forma sofrem. Por isso estes jovens são tratados como perenes crianças. E assim a sexualidade para estas crianças/jovens será vivida de forma retraída e centrada no próprio. Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 6
  • 7. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa No fundo todos somos As crianças/jovens com especiais e procuramos deficiência profunda não alguém que goste de nós da conseguem controlar socialmente os seus desejos forma que somos e impulsos sexuais, ou seja, eles se sentirem necessidade de se masturbarem no meio da rua fazem-no, e não são capazes de perceber que é um gesto imoral e julgado socialmente, mesmo que reprimidos. Enquanto os deficientes ligeiros cometem a incorrecção de exprimirem as suas necessidades íntimas em público, mas se lhes explicado que é errado são capazes de compreender e de começarem a faze-lo nos locais apropriados, resguardando assim a sua intimidade. Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 7
  • 8. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa 2. Cognição, valores e sexualidade Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 8
  • 9. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa Todas as crianças quer tenham NEE ou não têm necessidade de recolher informações sobre a sexualidade durante o processo do seu desenvolvimento. As crianças com NEE têm os mesmos direitos que as outras crianças quanto á sexualidade pois a conduta sexual dos jovens com deficiência mental é igual á da população em geral. Então o que difere? Na deficiência profunda: Na deficiência ligeira:  As manifestações sexuais são simples, auto-satisfatórios e  As manifestações afectivo-sexuais ficam á vontade ou “soltas”. (ex. namorar na adolescência) que  Nestes jovens com implicam habilidades sociais e valores deficiências a masturbação culturais e morais são exclusivas da é o comportamento mais deficiência ligeira ou moderada. frequentes embora quem  Nos deficientes ligeiros por viverem lida com eles, o sinta como mais em comunidade estão expostos embaraçoso. aos mesmos perigos, estímulos e  Eles (DM) também não têm pressões que as outras crianças e a capacidade de distinguir o jovens “normais”. que podem ou não fazer em  Este tipo de crianças com NEE devem público. beneficiar de uma intervenção ao nível da educação sexual para os sensibilizar de situações que possam estar expostos assim como para comportamentos a ter em sociedade. Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 9
  • 10. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa Importante Eles educadores (pais) têm sempre de ter em atenção que a nossa perspectiva no que respeita á sexualidade é muito diferente á perspectiva da criança. Nós somos um modelo para as crianças, por isso devemos dar bons conhecimentos relativamente á sexualidade. A reter :  As actividades sexuais infantis motivações muito diferentes dos adultos (ex. imitação dos adultos, descoberta do próprio corpo e do corpo do outro);  A capacidade de sentir prazer esta presente desde o nascimento;  A relação precoce entre o bebe e as figuras de vinculação influenciam o desenvolvimento da sexualidade:  Confiança e segurança (exploração do meio);  Uso e significado de expressões emocionais;  Uso e significado de formas de comunicação intima;  Capacidade de expressar as necessidades (compreender as dos outros). Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 10
  • 11. 3. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa Educação Sexual na Deficiência  O que é a Educação Sexual? Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 11
  • 12. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa A sexualidade não se baseia só em relações íntimas, mas também em aspectos emocionais e físicos, tais como carícias, afectos, abraços, carinho, palavras meigas, entre outras. Existem duas visões da sexualidade, em que uma é vista de uma perspectiva boa perante a sociedade, ou seja, as pessoas já conseguem aceitar bem, falar sem tabus e reagem a tudo isto como sendo uma necessidade do ser humano. Por outro lado, outra parte da sociedade ainda não aceita este tema, e vêem-no como um acto de pecado.  Como auxiliar as crianças para sexualidade? É importante que o cuidador encare a educação sexual como algo natural, que faz parte do crescimento pessoal de cada criança, e que como tal deve ser abordado com cada pessoa de uma forma única. A sexualidade existe desde os primeiros anos de vida. Existem várias etapas na educação sexual de cada criança. Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 12
  • 13. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa Creche Jardim-de-infância Infância Adolescência (até aos 2 anos) (3 aos 5) (6 aos 12) (a partir da puberdade)  Dar-lhes a  Existem sítios  Ensinar-lhes  Prepará-los para conhecer o seu apropriados para a não se os futuros riscos próprio corpo, satisfazerem as culparem que possam surgir; desde os suas necessidades perante os  Ensiná-los como primeiros anos íntimas (ex. casas seus comunicar os seus de vida; de banho, sentimentos e sentimentos e as  Ensiná-los a quartos); comportame suas necessidades valorizarem-  Ajudá-los a ntos; sexuais; se a si desenvolver a  Fazer  Expressar a sua próprios, confiança em si entender que sexualidade de independente próprios; cada pessoa forma adequada; mente da sua tem os seus imagem; sentimentos e necessidades, que por vezes não serão iguais aos que eles sentem e desejam. Como auxiliares de acção educativa devemos ensinar que: Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 13
  • 14. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa  Não nos podemos esquecer que para cada grau de deficiência, existem várias maneiras de ensinar (cartões apelativos, imagens, gestos, ida aos locais apropriados). Curiosidade Afecto Aprendizagem Família Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 14
  • 15. 4. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa Estudo sobre a Sexualidade na Deficiência O que é a Sexualidade? 2% 6% Prazer Sexual 6% 44% Conhecimento do ser 31% Amor 11% Necessidade Envolvimento Maturidade Realizamos um estudo sobre a sexualidade nas crianças com Deficiência, através de inquérito por entrevista. Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 15
  • 16. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa A maioria dos inquiridos tem idades compreendidas entre os 21 e os 30 anos. 59% são do sexo feminino e os restantes, 41%, do sexo masculino. Das questões colocadas à comunidade, a maioria (44%) associa “sexualidade” a “prazer sexual”, ou seja, relações sexuais e, só uma minoria (6%) considera que a sexualidade é envolvimento. Na opinião das pessoas a sexualidade surge na adolescência. A partir dos 18 anos de idade é que esta existe sexualidade, na deficiência, as idades mais referidas são os 12, 14 e 16 anos. 51% dos inquiridos consideram que as pessoas com deficiência têm direito e 76% concordam que o adolescente com deficiência tem necessidades sexuais. Através dos inquéritos realizados verificamos que 73% dos inquiridos aceitariam que o seu filho com NEE (Necessidades educativas Especiais) tivesse relações sexuais. Questionando sobre a idade em que isto devia acontecer, a maioria refere os 15-17 anos. 86% Responderam que sim à questão: “Deve haver relações sexuais na deficiência?” 45% consideram que devem “explicar” a educação sexual e 14% diz que colocava-os em aulas apropriadas. Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 16
  • 17. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa Anexos Idade das Pessoas 7% 3% 13% 18 aos 20 Anos 27% 21 aos 30 Anos 32% 31 aos 40 Anos 41 aos 50 Anos 18% Mais de 50 Anos Não Responde Idade Sexo Das Pessoas Masculino Feminino Não Responde Sexo 4% 37% 59% Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 17
  • 18. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa O que é a Sexualidade? 6% 2% 6% Prazer Sexual 44% Conhecimento do ser 31% 11% Amor Necessidade Envolvimento Maturidade Em que Idade surge a Sexualidade Nascença 1% 1º Ano de Vida 9% 26% 6% Infância 27% 12 – 15 Anos 31% Adolescência/A partir dos 18 anos Depende/Não sei Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 18
  • 19. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa Existe Sexualidade na Deficiência 5% 5% Sim Não Não Sei 90% Qual a Opinião sobre a Sexualidade na Deficiência? Aberta/Esclarecida 4% 9% 3% Não deve ser vista como 7% 16% 10% tabu 51% Repreendidos Têm Direito Depende do tipo de Deficiência Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 19
  • 20. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa Acha que a Criança/Adolescente tem Necessidades Sexuais? 8% 16% Sim 76% Não Não Sei Aceitaria que o seu filho tivesse relações sexuais? 9% 18% Sim Não 73% Não Sei Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 20
  • 21. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa Aos 12 Com que Idade? Aos 14 Aos 15 3% 5% Depois dos 16 7% 10% 16% 10% Aos 17 4% Aos 18 10% 16% 3% 11% 4% Aos 20 Aos 50 1% Desde que houvesse precausões Desde que estivessem casados Desde que a parte física e psicológica esteja preparada Quando tiver maturidade Não sei Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 21
  • 22. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa Na sua opinião, deveria haver educação sexual na deficiência? 7% 7% Sim Não Não Responde 86% Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 22
  • 23. Escola Secundária D. Maria II Ano Lectivo 2010/2011 Curso EFA-NS de Dupla Certificação – Técnicas de Acção Educativa Onde? Aulas Apropriadas Livros Explicando-lhe 14% 1% 27% Imagens 1% Através de Instrumentos Educativos 1% 6% Filmes 1% 45% 1% 3% Teatro Jogos Abordar de Forma Geral Não Responde Escola Secundária D. Maria II • Rua 25 de Abril – 4710-913 Braga • Telefone: 253208790 • Fax Página 23