SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 34
Baixar para ler offline
SAÚDE PÚBLICA: SUS E
MÉDICOS ESTRANGEIROS
NO BRASIL
ALBERT NILO DA COSTA
Acadêmico de Medicina- 10ºPeríodo- UNIFENAS-BH
Bolsista de iniciação científica- FAPEMIG- MG
Professor de Química (Pré-vestibular/Promove- 2008/2013).
Belo Horizonte
2013
AGRADECIMENTOS
CONCEITO DE SAÚDE
A Organização Mundial da Saúde
(OMS) define a saúde como sendo o
estado de completo bem-estar
físico, mental e social.
CONCEITO DE SAÚDE
Saúde pode ser definida como o
nível de eficácia funcional e
metabólica de um organismo a
nível micro (celular) e macro
(social).
CONCEITO DE SAÚDE
As políticas públicas de saúde em
nosso país cometem o equívoco de
uma visão da saúde pública
dominada por uma perspectiva
médica com foco na doença, que por
sua vez, se reduz a ações
direcionadas à cura da doença
através de medicamentos e
cirurgias.
Gadelha AMJ et al. 2002. Relatório Final do Projeto Estimativa da Carga de Doença do
Brasil – 1998. ENSP/Fiocruz-FENSPTEC, Rio de Janeiro.
Sistema Único de Saúde
( SUS)
Tipos de atenção à saúde no SUS:
.Atenção Primária
.Atenção Secundária
.Atenção Terciária
Sistema Único de Saúde
( SUS)
Tipos de atenção à saúde:
Atenção Primária
Sistema Único de Saúde
( SUS)
Tipos de atenção à saúde:
Atenção secundária
Sistema Único de Saúde
( SUS)
Tipos de atenção à saúde:
Atenção terciária
Sistema Único de Saúde
( SUS)
Gasto público em
saúde (por pessoa) :
Brasil 571 (dólares)
Noruega 6.800 (dólares)
Holanda 4.800 (dólares)
EUA 3.966 (dólares)
FONTE:ÉPOCA, 2 setembro 2013 pág.42.
DEMOGRAFIA MÉDICA
NO BRASIL
DEMOGRAFIA MÉDICA
NO BRASIL
DEMOGRAFIA MÉDICA
NO BRASIL
DEMOGRAFIA MÉDICA
NO BRASIL
DEMOGRAFIA MÉDICA
NO BRASIL
DEMOGRAFIA MÉDICA
NO BRASIL
DEMOGRAFIA MÉDICA
NO BRASIL
DEMOGRAFIA MÉDICA
NO BRASIL
DEMOGRAFIA MÉDICA
NO BRASIL
DEMOGRAFIA MÉDICA
NO BRASIL
Densidade médico por 1000 habitantes:
BRASIL- 1.95
EUA- 2.67
INGLATERRA- 2.64
JAPÃO- 2.06
Fonte: OCDE/OMS/CFM; Pesquisa Demografia Médica no Brasil, 2011.
Número absoluto de médico. Densidade médico/habitante (1.000 habitantes).
DEMOGRAFIA MÉDICA
NO BRASIL
PROGRAMA MAIS
MÉDICOS
PROGRAMA MAIS
MÉDICOS
PROGRAMA MAIS
MÉDICOS
"A gente está contratando esses
médicos para irem aos lugares onde os
médicos brasileiros não querem ir",
defendeu Lula.
FONTE: http://terramagazine.terra.com. ACESSO em 03/09/2013
PROGRAMA MAIS
MÉDICOS
PROGRAMA MAIS
MÉDICOS
PROGRAMA MAIS
MÉDICOS
PROGRAMA MAIS
MÉDICOS
PROGRAMA MAIS
MÉDICOS
(
PROGRAMA MAIS
MÉDICOS
O Médico (1891) – Sir Samuel Fildes
O Grito (1893) – Edvard Munch
2
albertniloc@gmail.com
Obrigado!

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Caminhos da saude publica no brasil (organização)
Caminhos da saude publica no brasil (organização)Caminhos da saude publica no brasil (organização)
Caminhos da saude publica no brasil (organização)Cícero João Filho
 
Bases Conceituais da Saúde 5
Bases Conceituais da Saúde 5Bases Conceituais da Saúde 5
Bases Conceituais da Saúde 5Atena Editora
 
Politica de atencao_integral_a_saude_da_pessoa_idosa_no_sussp_2010
Politica de atencao_integral_a_saude_da_pessoa_idosa_no_sussp_2010Politica de atencao_integral_a_saude_da_pessoa_idosa_no_sussp_2010
Politica de atencao_integral_a_saude_da_pessoa_idosa_no_sussp_2010Joaquim Wilmar
 
Problema 8 nascimento e crescimento final
Problema 8  nascimento e crescimento finalProblema 8  nascimento e crescimento final
Problema 8 nascimento e crescimento finalIsabela Oliveira
 
Lançada a campanha de Hepatites Virais
Lançada a campanha de Hepatites ViraisLançada a campanha de Hepatites Virais
Lançada a campanha de Hepatites ViraisMinistério da Saúde
 
“Saúde não tem preço” é ressaltado em assembléia de alto nível da ONU
“Saúde não tem preço” é ressaltado em assembléia de alto nível da ONU“Saúde não tem preço” é ressaltado em assembléia de alto nível da ONU
“Saúde não tem preço” é ressaltado em assembléia de alto nível da ONUMinistério da Saúde
 
Cronograma conferencia saude
Cronograma conferencia saudeCronograma conferencia saude
Cronograma conferencia saudeAfonso Henrique
 
Aula sobre conceitos básicos de rastreamento - UFOP - Disciplina MFC (MED195)
Aula sobre conceitos básicos de rastreamento - UFOP - Disciplina MFC (MED195)Aula sobre conceitos básicos de rastreamento - UFOP - Disciplina MFC (MED195)
Aula sobre conceitos básicos de rastreamento - UFOP - Disciplina MFC (MED195)Leonardo Savassi
 
03 saãºde coletiva - aula 11 e 12 - 23.03.12[1]
03   saãºde coletiva - aula 11 e 12  - 23.03.12[1]03   saãºde coletiva - aula 11 e 12  - 23.03.12[1]
03 saãºde coletiva - aula 11 e 12 - 23.03.12[1]Maximo Andre Santos
 
Finkelman jacobo(org.)
Finkelman jacobo(org.)Finkelman jacobo(org.)
Finkelman jacobo(org.)Moni Carneiro
 
Boletim Epidemiologico- tuberculose-v44n2-2014
Boletim Epidemiologico- tuberculose-v44n2-2014Boletim Epidemiologico- tuberculose-v44n2-2014
Boletim Epidemiologico- tuberculose-v44n2-2014jaciremagoncalves
 
Determinantes do nível de saúde individual e de saúde comunitária - cuidado...
Determinantes  do nível de saúde individual e de saúde comunitária  - cuidado...Determinantes  do nível de saúde individual e de saúde comunitária  - cuidado...
Determinantes do nível de saúde individual e de saúde comunitária - cuidado...Cristina Couto Varela
 
Saúde bucal do idoso: estratégias de manutenção preventiva e corretiva odonto...
Saúde bucal do idoso: estratégias de manutenção preventiva e corretiva odonto...Saúde bucal do idoso: estratégias de manutenção preventiva e corretiva odonto...
Saúde bucal do idoso: estratégias de manutenção preventiva e corretiva odonto...Bruna Leitão
 
Fatores que influenciam a Saúde individual e comunitária
Fatores que influenciam a Saúde individual e comunitáriaFatores que influenciam a Saúde individual e comunitária
Fatores que influenciam a Saúde individual e comunitáriaCristina Couto Varela
 

Mais procurados (18)

Caminhos da saude publica no brasil (organização)
Caminhos da saude publica no brasil (organização)Caminhos da saude publica no brasil (organização)
Caminhos da saude publica no brasil (organização)
 
Livro pnaish 2018
Livro pnaish 2018Livro pnaish 2018
Livro pnaish 2018
 
Bases Conceituais da Saúde 5
Bases Conceituais da Saúde 5Bases Conceituais da Saúde 5
Bases Conceituais da Saúde 5
 
Politica de atencao_integral_a_saude_da_pessoa_idosa_no_sussp_2010
Politica de atencao_integral_a_saude_da_pessoa_idosa_no_sussp_2010Politica de atencao_integral_a_saude_da_pessoa_idosa_no_sussp_2010
Politica de atencao_integral_a_saude_da_pessoa_idosa_no_sussp_2010
 
Vacina No Idoso
Vacina No IdosoVacina No Idoso
Vacina No Idoso
 
Problema 8 nascimento e crescimento final
Problema 8  nascimento e crescimento finalProblema 8  nascimento e crescimento final
Problema 8 nascimento e crescimento final
 
Lançada a campanha de Hepatites Virais
Lançada a campanha de Hepatites ViraisLançada a campanha de Hepatites Virais
Lançada a campanha de Hepatites Virais
 
“Saúde não tem preço” é ressaltado em assembléia de alto nível da ONU
“Saúde não tem preço” é ressaltado em assembléia de alto nível da ONU“Saúde não tem preço” é ressaltado em assembléia de alto nível da ONU
“Saúde não tem preço” é ressaltado em assembléia de alto nível da ONU
 
Txt 690106550
Txt 690106550Txt 690106550
Txt 690106550
 
Cronograma conferencia saude
Cronograma conferencia saudeCronograma conferencia saude
Cronograma conferencia saude
 
Aula sobre conceitos básicos de rastreamento - UFOP - Disciplina MFC (MED195)
Aula sobre conceitos básicos de rastreamento - UFOP - Disciplina MFC (MED195)Aula sobre conceitos básicos de rastreamento - UFOP - Disciplina MFC (MED195)
Aula sobre conceitos básicos de rastreamento - UFOP - Disciplina MFC (MED195)
 
03 saãºde coletiva - aula 11 e 12 - 23.03.12[1]
03   saãºde coletiva - aula 11 e 12  - 23.03.12[1]03   saãºde coletiva - aula 11 e 12  - 23.03.12[1]
03 saãºde coletiva - aula 11 e 12 - 23.03.12[1]
 
Finkelman jacobo(org.)
Finkelman jacobo(org.)Finkelman jacobo(org.)
Finkelman jacobo(org.)
 
Boletim Epidemiologico- tuberculose-v44n2-2014
Boletim Epidemiologico- tuberculose-v44n2-2014Boletim Epidemiologico- tuberculose-v44n2-2014
Boletim Epidemiologico- tuberculose-v44n2-2014
 
Determinantes do nível de saúde individual e de saúde comunitária - cuidado...
Determinantes  do nível de saúde individual e de saúde comunitária  - cuidado...Determinantes  do nível de saúde individual e de saúde comunitária  - cuidado...
Determinantes do nível de saúde individual e de saúde comunitária - cuidado...
 
Saúde bucal do idoso: estratégias de manutenção preventiva e corretiva odonto...
Saúde bucal do idoso: estratégias de manutenção preventiva e corretiva odonto...Saúde bucal do idoso: estratégias de manutenção preventiva e corretiva odonto...
Saúde bucal do idoso: estratégias de manutenção preventiva e corretiva odonto...
 
Saúde
SaúdeSaúde
Saúde
 
Fatores que influenciam a Saúde individual e comunitária
Fatores que influenciam a Saúde individual e comunitáriaFatores que influenciam a Saúde individual e comunitária
Fatores que influenciam a Saúde individual e comunitária
 

Semelhante a SAÚDE PÚBLICA: SUS E MÉDICOS ESTRANGEIROS NO BRASIL- ALBERT NILO DA COSTA

Apresentacao saude
Apresentacao saudeApresentacao saude
Apresentacao saudeSidnei182
 
Osc II 1. a saúde e a odontologia
Osc II  1. a saúde e a odontologiaOsc II  1. a saúde e a odontologia
Osc II 1. a saúde e a odontologiaAdélia Correia
 
Resumo sobre sus e políticas de incentivo a atividade física como instrumento...
Resumo sobre sus e políticas de incentivo a atividade física como instrumento...Resumo sobre sus e políticas de incentivo a atividade física como instrumento...
Resumo sobre sus e políticas de incentivo a atividade física como instrumento...jorge luiz dos santos de souza
 
NUTRIÇÃO EM SAÚDE COLETIVA
NUTRIÇÃO EM SAÚDE COLETIVA NUTRIÇÃO EM SAÚDE COLETIVA
NUTRIÇÃO EM SAÚDE COLETIVA AlexsandraFabre1
 
Apresentação | Pesquisa vai avaliar uso de medicamentos pela população brasil...
Apresentação | Pesquisa vai avaliar uso de medicamentos pela população brasil...Apresentação | Pesquisa vai avaliar uso de medicamentos pela população brasil...
Apresentação | Pesquisa vai avaliar uso de medicamentos pela população brasil...Ministério da Saúde
 
Cuidados Paliativos de Idosos no Contexto da Atenç_230919_172636.pdf
Cuidados Paliativos de Idosos no Contexto da Atenç_230919_172636.pdfCuidados Paliativos de Idosos no Contexto da Atenç_230919_172636.pdf
Cuidados Paliativos de Idosos no Contexto da Atenç_230919_172636.pdfCaioReis52
 
Especialização em Saúde da Família UNA - SUS
Especialização em Saúde da Família UNA - SUSEspecialização em Saúde da Família UNA - SUS
Especialização em Saúde da Família UNA - SUSSebástian Freire
 
aula-cuidadospaliativosesegurancadopaciente-.pptx
aula-cuidadospaliativosesegurancadopaciente-.pptxaula-cuidadospaliativosesegurancadopaciente-.pptx
aula-cuidadospaliativosesegurancadopaciente-.pptxCarlosSpencer3
 
Demografia medica no brasil 2018
Demografia medica no brasil 2018Demografia medica no brasil 2018
Demografia medica no brasil 2018Edward Lange
 
Saude individual e comunitária
Saude individual e comunitáriaSaude individual e comunitária
Saude individual e comunitáriaDeolinda Silva
 
Guia alimentar para a populacao brasileira
Guia alimentar para a populacao brasileiraGuia alimentar para a populacao brasileira
Guia alimentar para a populacao brasileirablognapracinha
 
HIPRTENSÃO NA TERCEIRA IDADE- disciplina desenvolvimento do idoso
HIPRTENSÃO NA TERCEIRA IDADE- disciplina desenvolvimento do idosoHIPRTENSÃO NA TERCEIRA IDADE- disciplina desenvolvimento do idoso
HIPRTENSÃO NA TERCEIRA IDADE- disciplina desenvolvimento do idosoAndrea
 

Semelhante a SAÚDE PÚBLICA: SUS E MÉDICOS ESTRANGEIROS NO BRASIL- ALBERT NILO DA COSTA (20)

Apresentacao saude
Apresentacao saudeApresentacao saude
Apresentacao saude
 
Osc II 1. a saúde e a odontologia
Osc II  1. a saúde e a odontologiaOsc II  1. a saúde e a odontologia
Osc II 1. a saúde e a odontologia
 
Resumo sobre sus e políticas de incentivo a atividade física como instrumento...
Resumo sobre sus e políticas de incentivo a atividade física como instrumento...Resumo sobre sus e políticas de incentivo a atividade física como instrumento...
Resumo sobre sus e políticas de incentivo a atividade física como instrumento...
 
53152572 apostila
53152572 apostila53152572 apostila
53152572 apostila
 
NUTRIÇÃO EM SAÚDE COLETIVA
NUTRIÇÃO EM SAÚDE COLETIVA NUTRIÇÃO EM SAÚDE COLETIVA
NUTRIÇÃO EM SAÚDE COLETIVA
 
TextoComplementar.pdf
TextoComplementar.pdfTextoComplementar.pdf
TextoComplementar.pdf
 
Apresentação | Pesquisa vai avaliar uso de medicamentos pela população brasil...
Apresentação | Pesquisa vai avaliar uso de medicamentos pela população brasil...Apresentação | Pesquisa vai avaliar uso de medicamentos pela população brasil...
Apresentação | Pesquisa vai avaliar uso de medicamentos pela população brasil...
 
Pesquisa em APS
Pesquisa em APSPesquisa em APS
Pesquisa em APS
 
Nutrição & Epigenética
Nutrição  & EpigenéticaNutrição  & Epigenética
Nutrição & Epigenética
 
Cuidados Paliativos de Idosos no Contexto da Atenç_230919_172636.pdf
Cuidados Paliativos de Idosos no Contexto da Atenç_230919_172636.pdfCuidados Paliativos de Idosos no Contexto da Atenç_230919_172636.pdf
Cuidados Paliativos de Idosos no Contexto da Atenç_230919_172636.pdf
 
Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PNAISM)
Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PNAISM)Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PNAISM)
Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PNAISM)
 
Especialização em Saúde da Família UNA - SUS
Especialização em Saúde da Família UNA - SUSEspecialização em Saúde da Família UNA - SUS
Especialização em Saúde da Família UNA - SUS
 
aula-cuidadospaliativosesegurancadopaciente-.pptx
aula-cuidadospaliativosesegurancadopaciente-.pptxaula-cuidadospaliativosesegurancadopaciente-.pptx
aula-cuidadospaliativosesegurancadopaciente-.pptx
 
Demografia medica no brasil 2018
Demografia medica no brasil 2018Demografia medica no brasil 2018
Demografia medica no brasil 2018
 
Transição Epidemiológica
Transição EpidemiológicaTransição Epidemiológica
Transição Epidemiológica
 
1 epidemiologia saude
1   epidemiologia saude1   epidemiologia saude
1 epidemiologia saude
 
Aula 2 saúde e doença
Aula 2   saúde e doençaAula 2   saúde e doença
Aula 2 saúde e doença
 
Saude individual e comunitária
Saude individual e comunitáriaSaude individual e comunitária
Saude individual e comunitária
 
Guia alimentar para a populacao brasileira
Guia alimentar para a populacao brasileiraGuia alimentar para a populacao brasileira
Guia alimentar para a populacao brasileira
 
HIPRTENSÃO NA TERCEIRA IDADE- disciplina desenvolvimento do idoso
HIPRTENSÃO NA TERCEIRA IDADE- disciplina desenvolvimento do idosoHIPRTENSÃO NA TERCEIRA IDADE- disciplina desenvolvimento do idoso
HIPRTENSÃO NA TERCEIRA IDADE- disciplina desenvolvimento do idoso
 

Último

A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...azulassessoria9
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...MANUELJESUSVENTURASA
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMHenrique Pontes
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREIVONETETAVARESRAMOS
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º BimestreProfaCintiaDosSantos
 
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfAula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfaulasgege
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfSandra Pratas
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas BrasileirosMary Alvarenga
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 

Último (20)

A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
A alimentação na Idade Média era um mosaico de contrastes. Para a elite, banq...
 
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
PROPUESTA DE LOGO PARA EL DISTRITO DE MOCHUMI, LLENO DE HISTORIA 200 AÑOS DE ...
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTREVACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
VACINAR E DOAR, É SÓ COMEÇAR - - 1º BIMESTRE
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
 
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdfAula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
Aula - 1º Ano - Ciência, Pesquisa e Sociologia.pdf
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Segunda Série (Primeiro Trimestre)
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdfHORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
HORA DO CONTO_BECRE D. CARLOS I_2023_24pdf
 
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona  - Povos Indigenas BrasileirosMini livro sanfona  - Povos Indigenas Brasileiros
Mini livro sanfona - Povos Indigenas Brasileiros
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 

SAÚDE PÚBLICA: SUS E MÉDICOS ESTRANGEIROS NO BRASIL- ALBERT NILO DA COSTA