SlideShare uma empresa Scribd logo
PREFEITURA MUNICIPAL DE VISCONDE DO RIO BRANCO
VERDE E PROGRESSO SOLUÇÕES AMBIENTAIS

APRESENTAM

ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO
(PMSB) DE VISCONDE DO RIO BRANCO.

PRODUTO A – DESIGNAÇÃO DOS COMITÊS DE
COORDENAÇÃO E EXECUÇÃO PELO PODER EXECUTIVO.

PROPONENTE:
LMRDS SOLUÇÕES AMBIENTAIS LTDA
RUA DR. LUIZ MIGLIANO, 1.986 - CJ. 1.103
CEP: 05711-001 - SÃO PAULO - SP
CNPJ Nº 11.316.744/0001-36
Fone: (11) 2369-0274 - Fax: (11) 3745-5888
E-mail: eugenia@verdeeprogresso.com.br
saneamentovisconde@verdeeprogresso.com.br

Fevereiro/2014
Página 1
PRODUTO A – DESIGNAÇÃO DOS COMITÊS DE COORDENAÇÃO E
EXECUÇÃO PELO PODER EXECUTIVO.
Índice:
a)
b)
c)
d)
e)
f)
g)

Pressupostos.................................................................................PAG 03
Atribuições do Comitê de Coordenação........................................PAG 03
Atribuições do Comitê de Executivo..............................................PAG 04
Etapas do Processo de elaboração do PMSB.............................PAG 05
Considerações Finais.....................................................................PAG 06
Anexos...........................................................................................PAG 07
Cópia do Decreto N º 115/2013 e Decreto N º. 009/2014..............PAG 08

Glossário das Abreviações:
 Verde e Progresso – Empresa LMRDS Soluções Ambientais
Ltda.EPP empresa contratada para serviços de Assessoria e
Consultoria à Prefeitura Municipal de Visconde do Rio Branco
encarregada da elaboração do Plano Municipal de Saneamento
Básico.
 PMS – Plano de Mobilização Social.
 MS – Mobilização Social
 PTRR – Plano de Trabalho.
 TR – Termo de Referência.
 TR – Funasa – Termo de Referência da Funasa
 Comitês – Referem-se ao comitê de coordenação e executivo.
 PMSB – Plano Municipal de Saneamento Básico.
 PNRS – Política Nacional de Resíduos Sólidos
 Comunicação Social – É o expediente que ocorrerá para
comunicar á população a elaboração e o Andamento do PMSB
até a sua conclusão e também mecanismos para o
acompanhamento futuro dos projetos.

Página 2
a) PRESSUPOSTOS

O Presente Trabalho elaborado pela empresa LMRDS – Soluções
Ambientais Ltda., objetiva cumprir o Produto (A) derivado da contratação
realizada pelo Município, através da Tomada de Preço 004/2013 tipo:
Técnica e Preço, que se destina a Elaboração do PMSB – Plano Municipal
de Saneamento Básico.
Para atender ao referido PTR (Plano de Trabalho), a proponente apresenta
neste documento o chamado PRODUTO A – DESIGNAÇÃO DOS COMITÊS
DE COORDENAÇÃO E EXECUÇÃO DO PODER EXECUTIVO.
Essa Designação dos Comitês de Coordenação e Execução pelo Poder
Executivo se finalizou pela Criação do Comitê de Coordenação e do Comitê
Executivo através do DECRETO Nº 115 de 2013 e DECRETO Nº 009, sendo
estes comitês responsáveis pela elaboração da Política Pública de
Saneamento e do respectivo PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO
BÁSICO-PMSB de VISCONDE DO RIO BRANCO.
Por esse decreto ficam criados o Comitê de Coordenação e o Comitê
Executivo, responsáveis pela elaboração da Política Pública de
Saneamento e do respectivo Plano Municipal de Saneamento Básico –
PMSB.
b) ATRIBUIÇÕES DO COMITÊ DE COORDENAÇÃO
O Comitê de Coordenação terá as atribuições de discutir, avaliar e
aprovar o trabalho produzido pelo Comitê Executivo, além de criticar e
sugerir alternativas, buscando promover a integração de saneamento,
inclusive do ponto de vista de viabilidade técnica, operacional,
financeira e será responsável pela elaboração da Política Pública de
Saneamento e pela coordenação e acompanhamento do processo de
elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico – PMSB e será
composto por representantes e respectivos suplentes nomeados pelo
Decreto N º 115/2013, a saber:

I – Representantes do Poder Executivo:
h) Secretaria Municipal de Habitação: Luciano Moura Machado;
Página 3
i) Secretária Municipal de Administração: Jayme Silva Filho;
j) Secretária Municipal de Obras e Serviços Públicos: José Bezerra
Junior;
k) Secretária Municipal de Agricultura e Meio Ambiente: Luiz
Mendonça Alves;
II – Representante da Câmara de Vereadores: Ruy Bouchardet;
III – Representante da Agricultura – EMATER: José Alexandre de Moura
Malfacini;
IV – Representantes dos Prestadores do Serviço – COPASA: Luzitânio de
Assis Brígido Nunes;
V – Representantes da Sociedade Civil - Lojas Maçônica: João Batista de
Azevedo
Art. 4 º. O Comitê de Coordenação deverá, no prazo de até 360 (trezentos e
sessenta) dias, preparar e submeter à apreciação o texto de Política Pública de
Saneamento.
O Comitê de Coordenação deverá preparar e submeter à apreciação o texto da
Política Pública de Saneamento.

& 1 º O Secretário Municipal de Habitação exercerá a função de secretário
executivo do Comitê de Coordenação.

& 2 º As deliberações que porventura sejam tomadas pelo referido Comitê
somente terão validade se submetidas à aprovação da maioria absoluta de
seus respectivos pares, cabendo ao Secretário Executivo decidir em caso de
empate.

& 3 º O Comitê de Coordenação deverá reunir-se mensalmente para
acompanhar o processo de elaboração do Plano Municipal de Saneamento
Básico – PMSB.

c) ATRIBUIÇÕES DO COMITÊ EXECUTIVO
Art. 5 º
O Comitê Executivo será o responsável pela operacionalização do Processo
de Elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico-PMSB e terá a
seguinte composição entre representantes e suplentes:
Página 4
I – Secretária Municipal de Obras e Serviços Públicos.
Titular: Jackson Carneiro Barreto
Suplente: Lidiane Ferraz Vicente
II – Secretária Municipal de Saúde
Titular: Bruno Ramos Gonçalves
Suplente: Douglas de Almeida
III – Secretária Municipal de Habitação
Titular: Luciano Moura Machado
Suplente: Kayque Menezes dos Santos
IV – Secretária Municipal de Administração:
Titular: Jayme Silva Filho
Suplente: João Batista Pazzini
V– Secretária Municipal de Agricultura e Meio Ambiente:
Titular: Adão Teixeira Ferraz
Suplente: Gevânia Aparecida Silveira Namorato
d) ETAPAS DO PROCESSO DE ELABORAÇÃO DO PMSB
O Processo de Elaboração do PMSB deverá contemplar as seguintes

Fases e Etapas:
I – Fase I – Planejamento do Processo
Etapa 1 – Coordenação, Participação Social e Comunicação; (Produto B).
Etapa 2 – Plano de Trabalho, Termo de Referência e assessoramento.
II – Fase II – Elaboração do PMSB
Etapa 3 – O Diagnóstico da situação local dos quatro componentes do
saneamento básico: abastecimento de água; esgotamento sanitário;
limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos; drenagem e manejo de
águas pluviais. (produto C)
Etapa 4 – Prognósticos e alternativas para universalização, Condicionantes
Diretrizes e a definição de Objetivos e Metas municipais ou regionais de
curto,médio e longo prazos,para a universalização do acesso aos serviços
de saneamento básico
Página 5
Etapa 5 – A Definição de programas, projetos e ações. Para o cumprimento
dos objetivos e metas, e para assegurar a sustentabilidade da prestação
dos serviços.
Etapa 6 – Ações para emergência, contingência e desastres;
Etapa 7 – Mecanismos e procedimentos para a avaliação sistemática da
eficiência, eficácia e efetividade das ações do PMSB.
Etapa 8 – Sistema Municipal de Informações em Saneamento Básico
III – Fase III – Aprovação do PMSB
Etapa 9 – Aprovação do PMSB.
Art. 7 º
O Plano de trabalho deve definir a metodologia e os instrumentos que
garantam à sociedade informações e participação no processo de
formulação do Plano Municipal de Saneamento Básico, devendo contemplar
os mecanismos de comunicação para acesso às informações, os canais
para recebimento de críticas e sugestões, a realização de debates,
conferência, seminários e audiências Públicas abertas à População.
Art. 8 º
O Plano de Trabalho para a elaboração do Plano Municipal de Saneamento
Básico deve prever a sua apreciação em caráter deliberativo ou consultivo
pelos conselhos municipais do Plano Diretor, da Saúde e do COMDEMA.
Art.9 º
A Política Municipal de Saneamento e o Plano Municipal de Saneamento
Básico deverão ser consolidados, preferencialmente, sob a forma de Lei
Municipal.

e) - CONSIDERAÇÕES FINAIS
Todas as exigências do PRODUTO A do PTR foram aqui contempladas.
O PRODUTO A - Designação dos Comitês de Coordenação e Execução
pelo Poder Executivo se finalizou pela Criação do Comitê de Coordenação
e do Comitê Executivo em 08 de agosto de 2013 através do Decreto N º
115/2013 que se encontra em anexo e através Decreto N º 009/2014 que
altera o decreto N º 115/2013 de 13 de janeiro de 2014.

LMRDS SOLUÇÕES AMBIENTAIS LTDA- EPP.
Página 6
ANEXOS DO PRODUTO A

Página 7
Decreto N º 115/2013 e Decreto N º. 009/2014

Página 8

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

1 PLANO DE MOBILIZAÇÃO - RELATÓRIO
1   PLANO DE MOBILIZAÇÃO - RELATÓRIO 1   PLANO DE MOBILIZAÇÃO - RELATÓRIO
1 PLANO DE MOBILIZAÇÃO - RELATÓRIO
saneamentobelford
 
3 anexo vii plano diretorrj
3   anexo vii plano diretorrj3   anexo vii plano diretorrj
3 anexo vii plano diretorrj
saneamentobelford
 
Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 3
Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 3Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 3
Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 3
Centro de Estudos Ambientais
 
Minuta do Substitutivo do PL 671/07
Minuta do Substitutivo do PL 671/07Minuta do Substitutivo do PL 671/07
Minuta do Substitutivo do PL 671/07
pelacidadeviva
 
Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 5
Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 5Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 5
Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 5
Centro de Estudos Ambientais
 
Deliberação CBHSF nº 86 - alterações regimento interno
Deliberação CBHSF nº 86  - alterações regimento internoDeliberação CBHSF nº 86  - alterações regimento interno
Deliberação CBHSF nº 86 - alterações regimento interno
CBH Rio das Velhas
 
Sistema da Informação PRODUTO I - 20.02.2014 a 19.03.2014
Sistema da Informação PRODUTO I - 20.02.2014 a 19.03.2014Sistema da Informação PRODUTO I - 20.02.2014 a 19.03.2014
Sistema da Informação PRODUTO I - 20.02.2014 a 19.03.2014
saneamentocastelodopiaui
 
Produto 9 -_versão_preliminar_do_pmsb_-_com_minuta_de_lei_(reparado) - avaliado
Produto 9 -_versão_preliminar_do_pmsb_-_com_minuta_de_lei_(reparado) - avaliadoProduto 9 -_versão_preliminar_do_pmsb_-_com_minuta_de_lei_(reparado) - avaliado
Produto 9 -_versão_preliminar_do_pmsb_-_com_minuta_de_lei_(reparado) - avaliado
Centro de Estudos Ambientais
 
Lei 2111 pddu-Plano Diretor de Itabuna
Lei 2111   pddu-Plano Diretor de ItabunaLei 2111   pddu-Plano Diretor de Itabuna
Lei 2111 pddu-Plano Diretor de Itabuna
Danielle Cecim
 
Mov. Defenda São Paulo_A revisão do Plano Diretor Estratégico
Mov. Defenda São Paulo_A revisão do Plano Diretor EstratégicoMov. Defenda São Paulo_A revisão do Plano Diretor Estratégico
Mov. Defenda São Paulo_A revisão do Plano Diretor Estratégico
pelacidadeviva
 
PDM de Amares
PDM de AmaresPDM de Amares
PDM de Amares
MariadaLuzSilvaFerna
 
Versão final do pmsb
Versão final do pmsbVersão final do pmsb
Versão final do pmsb
Centro de Estudos Ambientais
 
ApresentaçãO 22 06 Sse
ApresentaçãO 22 06 SseApresentaçãO 22 06 Sse
ApresentaçãO 22 06 Sse
Rene Nakaya
 
Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 4
Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 4Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 4
Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 4
Centro de Estudos Ambientais
 
DN 08 2016_Mecanismos de seleção do chamamento público de projetos 2017
DN 08 2016_Mecanismos de seleção do chamamento público de projetos 2017DN 08 2016_Mecanismos de seleção do chamamento público de projetos 2017
DN 08 2016_Mecanismos de seleção do chamamento público de projetos 2017
CBH Rio das Velhas
 
Manual drenagemurbanasustentavel2007
Manual drenagemurbanasustentavel2007Manual drenagemurbanasustentavel2007
Manual drenagemurbanasustentavel2007
Frank Barroso
 
Relatório J - 20.02.2014 a 19.03.2014
Relatório J - 20.02.2014 a 19.03.2014Relatório J - 20.02.2014 a 19.03.2014
Relatório J - 20.02.2014 a 19.03.2014
saneamentocastelodopiaui
 
Apresentação Cohab Campinas - PAC Taubaté
Apresentação Cohab Campinas - PAC TaubatéApresentação Cohab Campinas - PAC Taubaté
Apresentação Cohab Campinas - PAC Taubaté
Associação Cohabs
 
Diretrizes para elaboração de projetos ambientais
Diretrizes para elaboração de projetos ambientaisDiretrizes para elaboração de projetos ambientais
Diretrizes para elaboração de projetos ambientais
CBH Rio das Velhas
 
Plano diretor de goiânia 2007
Plano diretor de goiânia   2007Plano diretor de goiânia   2007
Plano diretor de goiânia 2007
Rodrigo Cuetiki Ribeiro
 

Mais procurados (20)

1 PLANO DE MOBILIZAÇÃO - RELATÓRIO
1   PLANO DE MOBILIZAÇÃO - RELATÓRIO 1   PLANO DE MOBILIZAÇÃO - RELATÓRIO
1 PLANO DE MOBILIZAÇÃO - RELATÓRIO
 
3 anexo vii plano diretorrj
3   anexo vii plano diretorrj3   anexo vii plano diretorrj
3 anexo vii plano diretorrj
 
Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 3
Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 3Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 3
Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 3
 
Minuta do Substitutivo do PL 671/07
Minuta do Substitutivo do PL 671/07Minuta do Substitutivo do PL 671/07
Minuta do Substitutivo do PL 671/07
 
Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 5
Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 5Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 5
Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 5
 
Deliberação CBHSF nº 86 - alterações regimento interno
Deliberação CBHSF nº 86  - alterações regimento internoDeliberação CBHSF nº 86  - alterações regimento interno
Deliberação CBHSF nº 86 - alterações regimento interno
 
Sistema da Informação PRODUTO I - 20.02.2014 a 19.03.2014
Sistema da Informação PRODUTO I - 20.02.2014 a 19.03.2014Sistema da Informação PRODUTO I - 20.02.2014 a 19.03.2014
Sistema da Informação PRODUTO I - 20.02.2014 a 19.03.2014
 
Produto 9 -_versão_preliminar_do_pmsb_-_com_minuta_de_lei_(reparado) - avaliado
Produto 9 -_versão_preliminar_do_pmsb_-_com_minuta_de_lei_(reparado) - avaliadoProduto 9 -_versão_preliminar_do_pmsb_-_com_minuta_de_lei_(reparado) - avaliado
Produto 9 -_versão_preliminar_do_pmsb_-_com_minuta_de_lei_(reparado) - avaliado
 
Lei 2111 pddu-Plano Diretor de Itabuna
Lei 2111   pddu-Plano Diretor de ItabunaLei 2111   pddu-Plano Diretor de Itabuna
Lei 2111 pddu-Plano Diretor de Itabuna
 
Mov. Defenda São Paulo_A revisão do Plano Diretor Estratégico
Mov. Defenda São Paulo_A revisão do Plano Diretor EstratégicoMov. Defenda São Paulo_A revisão do Plano Diretor Estratégico
Mov. Defenda São Paulo_A revisão do Plano Diretor Estratégico
 
PDM de Amares
PDM de AmaresPDM de Amares
PDM de Amares
 
Versão final do pmsb
Versão final do pmsbVersão final do pmsb
Versão final do pmsb
 
ApresentaçãO 22 06 Sse
ApresentaçãO 22 06 SseApresentaçãO 22 06 Sse
ApresentaçãO 22 06 Sse
 
Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 4
Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 4Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 4
Plano Municipal de Saneamento Básico de Angra dos Reis - Produto 4
 
DN 08 2016_Mecanismos de seleção do chamamento público de projetos 2017
DN 08 2016_Mecanismos de seleção do chamamento público de projetos 2017DN 08 2016_Mecanismos de seleção do chamamento público de projetos 2017
DN 08 2016_Mecanismos de seleção do chamamento público de projetos 2017
 
Manual drenagemurbanasustentavel2007
Manual drenagemurbanasustentavel2007Manual drenagemurbanasustentavel2007
Manual drenagemurbanasustentavel2007
 
Relatório J - 20.02.2014 a 19.03.2014
Relatório J - 20.02.2014 a 19.03.2014Relatório J - 20.02.2014 a 19.03.2014
Relatório J - 20.02.2014 a 19.03.2014
 
Apresentação Cohab Campinas - PAC Taubaté
Apresentação Cohab Campinas - PAC TaubatéApresentação Cohab Campinas - PAC Taubaté
Apresentação Cohab Campinas - PAC Taubaté
 
Diretrizes para elaboração de projetos ambientais
Diretrizes para elaboração de projetos ambientaisDiretrizes para elaboração de projetos ambientais
Diretrizes para elaboração de projetos ambientais
 
Plano diretor de goiânia 2007
Plano diretor de goiânia   2007Plano diretor de goiânia   2007
Plano diretor de goiânia 2007
 

Semelhante a Relatório do Produto A

Relatório J
Relatório JRelatório J
Relatório J
saneamentovisconde
 
Política Nacional de Saneamento e a Interface com a Eficiência Energética
Política Nacional de Saneamento e a Interface com a Eficiência Energética Política Nacional de Saneamento e a Interface com a Eficiência Energética
Política Nacional de Saneamento e a Interface com a Eficiência Energética
slides-mci
 
0 - PLANO DE TRABALHO DE BELFORD ROXO PARA O PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁ...
0 - PLANO DE TRABALHO DE BELFORD ROXO PARA O PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁ...0 - PLANO DE TRABALHO DE BELFORD ROXO PARA O PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁ...
0 - PLANO DE TRABALHO DE BELFORD ROXO PARA O PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁ...
saneamentobelford
 
Relatório J - 20.03.2014 a 19.04.2014
Relatório J - 20.03.2014 a 19.04.2014Relatório J - 20.03.2014 a 19.04.2014
Relatório J - 20.03.2014 a 19.04.2014
saneamentocastelodopiaui
 
Volume v política mun. saneamento ambiental01
Volume v política mun. saneamento ambiental01Volume v política mun. saneamento ambiental01
Volume v política mun. saneamento ambiental01
planodiretor2011
 
Relatório J - 20.04.2014 a 19.05.2014
Relatório J - 20.04.2014 a 19.05.2014Relatório J - 20.04.2014 a 19.05.2014
Relatório J - 20.04.2014 a 19.05.2014
saneamentocastelodopiaui
 
Plano diretor/Apresentacao svds comdema 22/2/17
Plano diretor/Apresentacao svds comdema  22/2/17Plano diretor/Apresentacao svds comdema  22/2/17
Plano diretor/Apresentacao svds comdema 22/2/17
resgate cambui ong
 
Relatório J em 02.03.2014.
Relatório J em 02.03.2014.Relatório J em 02.03.2014.
Relatório J em 02.03.2014.
saneamentovisconde
 
Anexo 1 castelo do piaui final revisto
Anexo 1    castelo do piaui final revistoAnexo 1    castelo do piaui final revisto
Anexo 1 castelo do piaui final revisto
saneamentocastelodopiaui
 
Anexo 1 castelo do piaui final revisto
Anexo 1    castelo do piaui final revistoAnexo 1    castelo do piaui final revisto
Anexo 1 castelo do piaui final revisto
saneamentocastelodopiaui
 
Anexo 1 Relatório de Mobilização Social e Comunicação Social de Castelo do Pi...
Anexo 1 Relatório de Mobilização Social e Comunicação Social de Castelo do Pi...Anexo 1 Relatório de Mobilização Social e Comunicação Social de Castelo do Pi...
Anexo 1 Relatório de Mobilização Social e Comunicação Social de Castelo do Pi...
saneamentocastelodopiaui
 
18_03 - tarde - Mesa 4\2_Geraldo Silvio de Oliveira -DMAE- Uberlândia
18_03 - tarde - Mesa 4\2_Geraldo Silvio de Oliveira -DMAE- Uberlândia18_03 - tarde - Mesa 4\2_Geraldo Silvio de Oliveira -DMAE- Uberlândia
18_03 - tarde - Mesa 4\2_Geraldo Silvio de Oliveira -DMAE- Uberlândia
Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Doce - CBH-Doce
 
Projeto bacia Rio Bicudo
Projeto bacia Rio Bicudo Projeto bacia Rio Bicudo
Projeto bacia Rio Bicudo
CBH Rio das Velhas
 
Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade
Cogepp CEPAM
 
Guia para elaboração dos Planos de Gestão de Resíduos Sólidos.
Guia para elaboração dos Planos de Gestão de Resíduos Sólidos.Guia para elaboração dos Planos de Gestão de Resíduos Sólidos.
Guia para elaboração dos Planos de Gestão de Resíduos Sólidos.
Franklin Oliveira
 
Apresentação Prefeitura BG no CIC
Apresentação Prefeitura BG no CICApresentação Prefeitura BG no CIC
Apresentação Prefeitura BG no CIC
carlos quadros
 
6 manual programapromunicipios2009
6 manual programapromunicipios20096 manual programapromunicipios2009
6 manual programapromunicipios2009
Daiane Pereira
 
TVJur.com - Aulas de Direito Ambiental - Saneamento básico - Fenando Bolque
TVJur.com - Aulas de Direito Ambiental - Saneamento básico - Fenando BolqueTVJur.com - Aulas de Direito Ambiental - Saneamento básico - Fenando Bolque
TVJur.com - Aulas de Direito Ambiental - Saneamento básico - Fenando Bolque
TVJur.com
 
Emenda ldo 2013 obras
Emenda ldo 2013 obrasEmenda ldo 2013 obras
Emenda ldo 2013 obras
Vereador Delfino Rodrigues
 
Anexo I - Relatório J - 02.03.2014
Anexo I - Relatório J - 02.03.2014Anexo I - Relatório J - 02.03.2014
Anexo I - Relatório J - 02.03.2014
saneamentovisconde
 

Semelhante a Relatório do Produto A (20)

Relatório J
Relatório JRelatório J
Relatório J
 
Política Nacional de Saneamento e a Interface com a Eficiência Energética
Política Nacional de Saneamento e a Interface com a Eficiência Energética Política Nacional de Saneamento e a Interface com a Eficiência Energética
Política Nacional de Saneamento e a Interface com a Eficiência Energética
 
0 - PLANO DE TRABALHO DE BELFORD ROXO PARA O PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁ...
0 - PLANO DE TRABALHO DE BELFORD ROXO PARA O PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁ...0 - PLANO DE TRABALHO DE BELFORD ROXO PARA O PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁ...
0 - PLANO DE TRABALHO DE BELFORD ROXO PARA O PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁ...
 
Relatório J - 20.03.2014 a 19.04.2014
Relatório J - 20.03.2014 a 19.04.2014Relatório J - 20.03.2014 a 19.04.2014
Relatório J - 20.03.2014 a 19.04.2014
 
Volume v política mun. saneamento ambiental01
Volume v política mun. saneamento ambiental01Volume v política mun. saneamento ambiental01
Volume v política mun. saneamento ambiental01
 
Relatório J - 20.04.2014 a 19.05.2014
Relatório J - 20.04.2014 a 19.05.2014Relatório J - 20.04.2014 a 19.05.2014
Relatório J - 20.04.2014 a 19.05.2014
 
Plano diretor/Apresentacao svds comdema 22/2/17
Plano diretor/Apresentacao svds comdema  22/2/17Plano diretor/Apresentacao svds comdema  22/2/17
Plano diretor/Apresentacao svds comdema 22/2/17
 
Relatório J em 02.03.2014.
Relatório J em 02.03.2014.Relatório J em 02.03.2014.
Relatório J em 02.03.2014.
 
Anexo 1 castelo do piaui final revisto
Anexo 1    castelo do piaui final revistoAnexo 1    castelo do piaui final revisto
Anexo 1 castelo do piaui final revisto
 
Anexo 1 castelo do piaui final revisto
Anexo 1    castelo do piaui final revistoAnexo 1    castelo do piaui final revisto
Anexo 1 castelo do piaui final revisto
 
Anexo 1 Relatório de Mobilização Social e Comunicação Social de Castelo do Pi...
Anexo 1 Relatório de Mobilização Social e Comunicação Social de Castelo do Pi...Anexo 1 Relatório de Mobilização Social e Comunicação Social de Castelo do Pi...
Anexo 1 Relatório de Mobilização Social e Comunicação Social de Castelo do Pi...
 
18_03 - tarde - Mesa 4\2_Geraldo Silvio de Oliveira -DMAE- Uberlândia
18_03 - tarde - Mesa 4\2_Geraldo Silvio de Oliveira -DMAE- Uberlândia18_03 - tarde - Mesa 4\2_Geraldo Silvio de Oliveira -DMAE- Uberlândia
18_03 - tarde - Mesa 4\2_Geraldo Silvio de Oliveira -DMAE- Uberlândia
 
Projeto bacia Rio Bicudo
Projeto bacia Rio Bicudo Projeto bacia Rio Bicudo
Projeto bacia Rio Bicudo
 
Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade
 
Guia para elaboração dos Planos de Gestão de Resíduos Sólidos.
Guia para elaboração dos Planos de Gestão de Resíduos Sólidos.Guia para elaboração dos Planos de Gestão de Resíduos Sólidos.
Guia para elaboração dos Planos de Gestão de Resíduos Sólidos.
 
Apresentação Prefeitura BG no CIC
Apresentação Prefeitura BG no CICApresentação Prefeitura BG no CIC
Apresentação Prefeitura BG no CIC
 
6 manual programapromunicipios2009
6 manual programapromunicipios20096 manual programapromunicipios2009
6 manual programapromunicipios2009
 
TVJur.com - Aulas de Direito Ambiental - Saneamento básico - Fenando Bolque
TVJur.com - Aulas de Direito Ambiental - Saneamento básico - Fenando BolqueTVJur.com - Aulas de Direito Ambiental - Saneamento básico - Fenando Bolque
TVJur.com - Aulas de Direito Ambiental - Saneamento básico - Fenando Bolque
 
Emenda ldo 2013 obras
Emenda ldo 2013 obrasEmenda ldo 2013 obras
Emenda ldo 2013 obras
 
Anexo I - Relatório J - 02.03.2014
Anexo I - Relatório J - 02.03.2014Anexo I - Relatório J - 02.03.2014
Anexo I - Relatório J - 02.03.2014
 

Mais de saneamentovisconde

Sistema da Informação 28-02-14
Sistema da Informação 28-02-14 Sistema da Informação 28-02-14
Sistema da Informação 28-02-14
saneamentovisconde
 
Palestra da funasa
Palestra da funasaPalestra da funasa
Palestra da funasa
saneamentovisconde
 
Anexos visconde rio branco revisto
Anexos visconde rio branco  revistoAnexos visconde rio branco  revisto
Anexos visconde rio branco revisto
saneamentovisconde
 
Anexo vii plano diretor
Anexo vii plano diretor Anexo vii plano diretor
Anexo vii plano diretor
saneamentovisconde
 
Anexo vii pd e anexo vii cartilha ministerios
Anexo vii pd e anexo vii cartilha ministeriosAnexo vii pd e anexo vii cartilha ministerios
Anexo vii pd e anexo vii cartilha ministerios
saneamentovisconde
 
Plano de mobilização visconde rio branco
Plano de mobilização visconde rio brancoPlano de mobilização visconde rio branco
Plano de mobilização visconde rio branco
saneamentovisconde
 
SISTEMA DA INFORMAÇÃO
SISTEMA DA INFORMAÇÃOSISTEMA DA INFORMAÇÃO
SISTEMA DA INFORMAÇÃO
saneamentovisconde
 
Cartilha infantil verso
Cartilha infantil versoCartilha infantil verso
Cartilha infantil verso
saneamentovisconde
 

Mais de saneamentovisconde (8)

Sistema da Informação 28-02-14
Sistema da Informação 28-02-14 Sistema da Informação 28-02-14
Sistema da Informação 28-02-14
 
Palestra da funasa
Palestra da funasaPalestra da funasa
Palestra da funasa
 
Anexos visconde rio branco revisto
Anexos visconde rio branco  revistoAnexos visconde rio branco  revisto
Anexos visconde rio branco revisto
 
Anexo vii plano diretor
Anexo vii plano diretor Anexo vii plano diretor
Anexo vii plano diretor
 
Anexo vii pd e anexo vii cartilha ministerios
Anexo vii pd e anexo vii cartilha ministeriosAnexo vii pd e anexo vii cartilha ministerios
Anexo vii pd e anexo vii cartilha ministerios
 
Plano de mobilização visconde rio branco
Plano de mobilização visconde rio brancoPlano de mobilização visconde rio branco
Plano de mobilização visconde rio branco
 
SISTEMA DA INFORMAÇÃO
SISTEMA DA INFORMAÇÃOSISTEMA DA INFORMAÇÃO
SISTEMA DA INFORMAÇÃO
 
Cartilha infantil verso
Cartilha infantil versoCartilha infantil verso
Cartilha infantil verso
 

Último

Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
ProfessoraSilmaraArg
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Falcão Brasil
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
portaladministradores
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
Falcão Brasil
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Falcão Brasil
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdfAula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
Aula 3 CURSO LETRANDO (classes gramaticais).pdf
 
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdfO Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
O Ministério da Defesa e a Sociedade no Tema de Defesa Nacional.pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdfEscola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
Escola Preparatória de Cadetes do Ar (EPCAR).pdf
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdfAPRESENTAÇÃO  CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
APRESENTAÇÃO CURSO FORMAÇÃO EXPERT EM MODERAÇÃO DE FOCUS GROUP.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdfA Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
A Guerra do Presente - Ministério da Defesa.pdf
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
Plano Estratégico Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de ...
 
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdfPlano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
Plano Diretor da Tecnologia da Informação PDTIC 2020 a 2023.pdf
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 

Relatório do Produto A

  • 1. PREFEITURA MUNICIPAL DE VISCONDE DO RIO BRANCO VERDE E PROGRESSO SOLUÇÕES AMBIENTAIS APRESENTAM ELABORAÇÃO DO PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO (PMSB) DE VISCONDE DO RIO BRANCO. PRODUTO A – DESIGNAÇÃO DOS COMITÊS DE COORDENAÇÃO E EXECUÇÃO PELO PODER EXECUTIVO. PROPONENTE: LMRDS SOLUÇÕES AMBIENTAIS LTDA RUA DR. LUIZ MIGLIANO, 1.986 - CJ. 1.103 CEP: 05711-001 - SÃO PAULO - SP CNPJ Nº 11.316.744/0001-36 Fone: (11) 2369-0274 - Fax: (11) 3745-5888 E-mail: eugenia@verdeeprogresso.com.br saneamentovisconde@verdeeprogresso.com.br Fevereiro/2014 Página 1
  • 2. PRODUTO A – DESIGNAÇÃO DOS COMITÊS DE COORDENAÇÃO E EXECUÇÃO PELO PODER EXECUTIVO. Índice: a) b) c) d) e) f) g) Pressupostos.................................................................................PAG 03 Atribuições do Comitê de Coordenação........................................PAG 03 Atribuições do Comitê de Executivo..............................................PAG 04 Etapas do Processo de elaboração do PMSB.............................PAG 05 Considerações Finais.....................................................................PAG 06 Anexos...........................................................................................PAG 07 Cópia do Decreto N º 115/2013 e Decreto N º. 009/2014..............PAG 08 Glossário das Abreviações:  Verde e Progresso – Empresa LMRDS Soluções Ambientais Ltda.EPP empresa contratada para serviços de Assessoria e Consultoria à Prefeitura Municipal de Visconde do Rio Branco encarregada da elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico.  PMS – Plano de Mobilização Social.  MS – Mobilização Social  PTRR – Plano de Trabalho.  TR – Termo de Referência.  TR – Funasa – Termo de Referência da Funasa  Comitês – Referem-se ao comitê de coordenação e executivo.  PMSB – Plano Municipal de Saneamento Básico.  PNRS – Política Nacional de Resíduos Sólidos  Comunicação Social – É o expediente que ocorrerá para comunicar á população a elaboração e o Andamento do PMSB até a sua conclusão e também mecanismos para o acompanhamento futuro dos projetos. Página 2
  • 3. a) PRESSUPOSTOS O Presente Trabalho elaborado pela empresa LMRDS – Soluções Ambientais Ltda., objetiva cumprir o Produto (A) derivado da contratação realizada pelo Município, através da Tomada de Preço 004/2013 tipo: Técnica e Preço, que se destina a Elaboração do PMSB – Plano Municipal de Saneamento Básico. Para atender ao referido PTR (Plano de Trabalho), a proponente apresenta neste documento o chamado PRODUTO A – DESIGNAÇÃO DOS COMITÊS DE COORDENAÇÃO E EXECUÇÃO DO PODER EXECUTIVO. Essa Designação dos Comitês de Coordenação e Execução pelo Poder Executivo se finalizou pela Criação do Comitê de Coordenação e do Comitê Executivo através do DECRETO Nº 115 de 2013 e DECRETO Nº 009, sendo estes comitês responsáveis pela elaboração da Política Pública de Saneamento e do respectivo PLANO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO-PMSB de VISCONDE DO RIO BRANCO. Por esse decreto ficam criados o Comitê de Coordenação e o Comitê Executivo, responsáveis pela elaboração da Política Pública de Saneamento e do respectivo Plano Municipal de Saneamento Básico – PMSB. b) ATRIBUIÇÕES DO COMITÊ DE COORDENAÇÃO O Comitê de Coordenação terá as atribuições de discutir, avaliar e aprovar o trabalho produzido pelo Comitê Executivo, além de criticar e sugerir alternativas, buscando promover a integração de saneamento, inclusive do ponto de vista de viabilidade técnica, operacional, financeira e será responsável pela elaboração da Política Pública de Saneamento e pela coordenação e acompanhamento do processo de elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico – PMSB e será composto por representantes e respectivos suplentes nomeados pelo Decreto N º 115/2013, a saber: I – Representantes do Poder Executivo: h) Secretaria Municipal de Habitação: Luciano Moura Machado; Página 3
  • 4. i) Secretária Municipal de Administração: Jayme Silva Filho; j) Secretária Municipal de Obras e Serviços Públicos: José Bezerra Junior; k) Secretária Municipal de Agricultura e Meio Ambiente: Luiz Mendonça Alves; II – Representante da Câmara de Vereadores: Ruy Bouchardet; III – Representante da Agricultura – EMATER: José Alexandre de Moura Malfacini; IV – Representantes dos Prestadores do Serviço – COPASA: Luzitânio de Assis Brígido Nunes; V – Representantes da Sociedade Civil - Lojas Maçônica: João Batista de Azevedo Art. 4 º. O Comitê de Coordenação deverá, no prazo de até 360 (trezentos e sessenta) dias, preparar e submeter à apreciação o texto de Política Pública de Saneamento. O Comitê de Coordenação deverá preparar e submeter à apreciação o texto da Política Pública de Saneamento. & 1 º O Secretário Municipal de Habitação exercerá a função de secretário executivo do Comitê de Coordenação. & 2 º As deliberações que porventura sejam tomadas pelo referido Comitê somente terão validade se submetidas à aprovação da maioria absoluta de seus respectivos pares, cabendo ao Secretário Executivo decidir em caso de empate. & 3 º O Comitê de Coordenação deverá reunir-se mensalmente para acompanhar o processo de elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico – PMSB. c) ATRIBUIÇÕES DO COMITÊ EXECUTIVO Art. 5 º O Comitê Executivo será o responsável pela operacionalização do Processo de Elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico-PMSB e terá a seguinte composição entre representantes e suplentes: Página 4
  • 5. I – Secretária Municipal de Obras e Serviços Públicos. Titular: Jackson Carneiro Barreto Suplente: Lidiane Ferraz Vicente II – Secretária Municipal de Saúde Titular: Bruno Ramos Gonçalves Suplente: Douglas de Almeida III – Secretária Municipal de Habitação Titular: Luciano Moura Machado Suplente: Kayque Menezes dos Santos IV – Secretária Municipal de Administração: Titular: Jayme Silva Filho Suplente: João Batista Pazzini V– Secretária Municipal de Agricultura e Meio Ambiente: Titular: Adão Teixeira Ferraz Suplente: Gevânia Aparecida Silveira Namorato d) ETAPAS DO PROCESSO DE ELABORAÇÃO DO PMSB O Processo de Elaboração do PMSB deverá contemplar as seguintes Fases e Etapas: I – Fase I – Planejamento do Processo Etapa 1 – Coordenação, Participação Social e Comunicação; (Produto B). Etapa 2 – Plano de Trabalho, Termo de Referência e assessoramento. II – Fase II – Elaboração do PMSB Etapa 3 – O Diagnóstico da situação local dos quatro componentes do saneamento básico: abastecimento de água; esgotamento sanitário; limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos; drenagem e manejo de águas pluviais. (produto C) Etapa 4 – Prognósticos e alternativas para universalização, Condicionantes Diretrizes e a definição de Objetivos e Metas municipais ou regionais de curto,médio e longo prazos,para a universalização do acesso aos serviços de saneamento básico Página 5
  • 6. Etapa 5 – A Definição de programas, projetos e ações. Para o cumprimento dos objetivos e metas, e para assegurar a sustentabilidade da prestação dos serviços. Etapa 6 – Ações para emergência, contingência e desastres; Etapa 7 – Mecanismos e procedimentos para a avaliação sistemática da eficiência, eficácia e efetividade das ações do PMSB. Etapa 8 – Sistema Municipal de Informações em Saneamento Básico III – Fase III – Aprovação do PMSB Etapa 9 – Aprovação do PMSB. Art. 7 º O Plano de trabalho deve definir a metodologia e os instrumentos que garantam à sociedade informações e participação no processo de formulação do Plano Municipal de Saneamento Básico, devendo contemplar os mecanismos de comunicação para acesso às informações, os canais para recebimento de críticas e sugestões, a realização de debates, conferência, seminários e audiências Públicas abertas à População. Art. 8 º O Plano de Trabalho para a elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico deve prever a sua apreciação em caráter deliberativo ou consultivo pelos conselhos municipais do Plano Diretor, da Saúde e do COMDEMA. Art.9 º A Política Municipal de Saneamento e o Plano Municipal de Saneamento Básico deverão ser consolidados, preferencialmente, sob a forma de Lei Municipal. e) - CONSIDERAÇÕES FINAIS Todas as exigências do PRODUTO A do PTR foram aqui contempladas. O PRODUTO A - Designação dos Comitês de Coordenação e Execução pelo Poder Executivo se finalizou pela Criação do Comitê de Coordenação e do Comitê Executivo em 08 de agosto de 2013 através do Decreto N º 115/2013 que se encontra em anexo e através Decreto N º 009/2014 que altera o decreto N º 115/2013 de 13 de janeiro de 2014. LMRDS SOLUÇÕES AMBIENTAIS LTDA- EPP. Página 6
  • 7. ANEXOS DO PRODUTO A Página 7
  • 8. Decreto N º 115/2013 e Decreto N º. 009/2014 Página 8