SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 11
PLANEJAMENTO DE
CARREIRA NO CARGO
DE URGÊNCIA E
EMERGÊNCIA
Desenvolvimento Pessoal e
Trabalhabilidade do curso de
Enfermagem
Tamires Batista da
Silva Conceição
Matricula: 16019201
O enfermeiro vai agregar uma nova prática de
assistência compondo equipe com o técnico de
enfermagem.
A nossa preocupação é garantir assistência
adequada a todos os pacientes críticos.
Enfermeiro que está na CRU (central de
regulação de urgências) deve conhecer toda a
malha de serviços. Isso facilita muito as equipes
que estão na ponta. Precisa conhecer até que
ponto vai a sua atuação.
VANTAGENS
PARA
PROFISSIONAL
 Promove o trabalho em equipe, por meio da
avaliação contínua do processo.
 Proporciona melhores condições de trabalho
para os multiprofissionais, pela discussão da
ambiência e implantação do cuidado
horizontalizado.
DESVANTAGEN
S PARA
PROFISSIONAL
• Estrutura física
deficiente pode ser
fator de estresse.
para os
profissionais
• Falta de material.
• Recursos
humanos.
• Falta de
capacitação
profissional por
meio do serviço
público e a alta
demanda.
A maneira de
começar é
parar de falar e
começar a fazer.
Walt Disney
VANTAGENS DO CARGO
AMEAÇAS DO CARGO
• salários defasados geram
insatisfação e, considerando
os dias atuais, levam os
trabalhadores a obter mais de
um vínculo empregatício,
acarretando sobrecarga de
trabalho, estresse e impacto
na qualidade de vida.
ANÁLISE PESSOAL OU ANÁLISE DE
SWOT
FORÇAS FRAQUEZA
S
OPORTUNIDAD
ES
AMEAÇA
S SE VOCE
ESTA
CANSADO
DE
TRABALHA
R LEMBRE-
SE
DAQUELE
QUE ESTA
CANSADO
DE
PROCURAR
EMPREGO
PLANO DE AÇÃO OU 5W E
2H
AÇÕES
(WHAT?
)
AÇÕES
(WHAT?)
QUANDO
?
(WHEN?)
ONDE?
(WHERE?)
POR QUÊ?
(WHY?)
COMO?
(HOW?
QUANT
O
CUSTA
RÁ?
(HOW
MUCH?
PROFISSI
ONAL
Formação
Acadêmica
em
emergênci
a e trauma
Tamires
batista da
silva
conceição
Em 2 a 4
anos
iniciais.
Em 2 a 4
anos
iniciais.
Aperfeiçoament
o e realização
pessoal.
Aperfeiçoame
nto e
realização
pessoal.
24x
R$218,40
na
faculdade
Uninassau
PESSOAL
Possuir um
trabalho
fixo.
Tamires
batista da
silva
conceição
Em 1 ano Aracaju/se
Instabilidad
e financeira
Nas redes
hospitalares
, para
agregar
conheciment
o
Empenho
e
determin
ação
FINANCEI
RO
Tamires
batista da
silva
Daqui a 4
anos com
Ligas
acadêmica
s e
Porque, desta
forma
alcançarei
minha
independente
Investimento
em capital
extra
Custo em
torno de
R$30.000,
00 mil
. PLANEJAMENTO ANUAL OU
CRONOGRAMA
◌ Obter mais conhecimentos sobre proposta de cuidados do SUS e sua relação com a
prática de urgência e emergência.
◌ Realizar projetos social.
◌ Aula expositiva dialogada, Estudo crítico e exposição dirigida de textos, palestras.
◌ Produção de artigos, fechamentos, livros, que promovam rupturas e interface do campo
Pisi, com o campo da enfermagem.
◌ APRENDER INGLES/ FRANCES.
◌ Criar projetos que facilite na saúde pública.
◌ Inicial um mestrado Passar em concurso.
◌ Economia para casa própria.
◌ Viagens de aperfeiçoamento em Congressos e participação de outros eventos científicos.
CONCLUSÃ
O
O plano de carreira evidencia as metas
e objetivos aos quais necessito
priorizar para que meu proposito de
crescimento profissional seja atingido.
Deste modo ao traçar a carreira foi
verificado e analisado alguns riscos
aos quais me proponho a aceitar e me
empenhar para que os mesmos não
reflita como fatores negativos.
Obrigado
Tamires Batista da silva
Conceição
Inst:catalogando.a.enfermag
em São os
parâmetros de
Cardiotocografi
a?
EM MEIO A
TANTOS
CHAMADOS
EU FUI O
ESCOLHIDO
!

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Planejamento de carreira no cargo de urgência e emergência.

VALOR: R$ 45,00 - HOSPITAL MATERNO INFANTIL SANTA ROSA – GESTÃO HOSPITALAR -...
VALOR: R$ 45,00 - HOSPITAL MATERNO INFANTIL SANTA ROSA – GESTÃO HOSPITALAR  -...VALOR: R$ 45,00 - HOSPITAL MATERNO INFANTIL SANTA ROSA – GESTÃO HOSPITALAR  -...
VALOR: R$ 45,00 - HOSPITAL MATERNO INFANTIL SANTA ROSA – GESTÃO HOSPITALAR -...Acade Consultoria
 
VALOR: 45,00 - PRODUÇÃO TEXTUAL A REDE DE FRANQUIAS SALUTE – GESTÃO HOSPITALA...
VALOR: 45,00 - PRODUÇÃO TEXTUAL A REDE DE FRANQUIAS SALUTE – GESTÃO HOSPITALA...VALOR: 45,00 - PRODUÇÃO TEXTUAL A REDE DE FRANQUIAS SALUTE – GESTÃO HOSPITALA...
VALOR: 45,00 - PRODUÇÃO TEXTUAL A REDE DE FRANQUIAS SALUTE – GESTÃO HOSPITALA...Acade Consultoria
 
Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...
Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...
Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...Proqualis
 
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdf
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdfEnfermagem em Centro-Cirúrgico.pdf
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdfHELENO FAVACHO
 
Visita técnica hospitalar 17 11-2015
Visita técnica hospitalar 17 11-2015Visita técnica hospitalar 17 11-2015
Visita técnica hospitalar 17 11-2015Luciane Santana
 
PLANO DE CARGOS, SALÁRIOS E BENEFÍCIOS
PLANO DE CARGOS, SALÁRIOS E BENEFÍCIOSPLANO DE CARGOS, SALÁRIOS E BENEFÍCIOS
PLANO DE CARGOS, SALÁRIOS E BENEFÍCIOSMarco Aurélio Borges
 
O apagão de mão de obra daniel keller alvez
O apagão de mão de obra   daniel keller alvezO apagão de mão de obra   daniel keller alvez
O apagão de mão de obra daniel keller alvezmarciosilva06
 
Jornada da Trabalhabilidade - Dia 02 | UVA
Jornada da Trabalhabilidade - Dia 02 | UVAJornada da Trabalhabilidade - Dia 02 | UVA
Jornada da Trabalhabilidade - Dia 02 | UVAWorkalove Edtech
 
Guias de prática clínica como estratégia de ensino em farmácias universitária...
Guias de prática clínica como estratégia de ensino em farmácias universitária...Guias de prática clínica como estratégia de ensino em farmácias universitária...
Guias de prática clínica como estratégia de ensino em farmácias universitária...angelitamelo
 
A escola de enfermagem alfredo pinto (eeap) fabiana e raquel
A escola de enfermagem alfredo pinto (eeap)   fabiana e raquelA escola de enfermagem alfredo pinto (eeap)   fabiana e raquel
A escola de enfermagem alfredo pinto (eeap) fabiana e raquelluzeamor
 
A Escola de Enfermagem Alfredo Pinto (EEAP) - Fabiana e Raquel
A Escola de Enfermagem Alfredo Pinto (EEAP) - Fabiana e RaquelA Escola de Enfermagem Alfredo Pinto (EEAP) - Fabiana e Raquel
A Escola de Enfermagem Alfredo Pinto (EEAP) - Fabiana e Raquelluzeamor
 
Assistência de enfermagem à saúde da mulher na atenção básica – enfermagem se...
Assistência de enfermagem à saúde da mulher na atenção básica – enfermagem se...Assistência de enfermagem à saúde da mulher na atenção básica – enfermagem se...
Assistência de enfermagem à saúde da mulher na atenção básica – enfermagem se...HELENO FAVACHO
 
Enfermagem 7 e 8 (2)
Enfermagem 7 e 8 (2)Enfermagem 7 e 8 (2)
Enfermagem 7 e 8 (2)Arleno
 
Apostila_Classificação de Risco_Telessaude SC UFSC.pdf
Apostila_Classificação de Risco_Telessaude SC UFSC.pdfApostila_Classificação de Risco_Telessaude SC UFSC.pdf
Apostila_Classificação de Risco_Telessaude SC UFSC.pdfwellingtoncarlosbarb1
 

Semelhante a Planejamento de carreira no cargo de urgência e emergência. (20)

ulfp037481_tm.pdf
ulfp037481_tm.pdfulfp037481_tm.pdf
ulfp037481_tm.pdf
 
VALOR: R$ 45,00 - HOSPITAL MATERNO INFANTIL SANTA ROSA – GESTÃO HOSPITALAR -...
VALOR: R$ 45,00 - HOSPITAL MATERNO INFANTIL SANTA ROSA – GESTÃO HOSPITALAR  -...VALOR: R$ 45,00 - HOSPITAL MATERNO INFANTIL SANTA ROSA – GESTÃO HOSPITALAR  -...
VALOR: R$ 45,00 - HOSPITAL MATERNO INFANTIL SANTA ROSA – GESTÃO HOSPITALAR -...
 
VALOR: 45,00 - PRODUÇÃO TEXTUAL A REDE DE FRANQUIAS SALUTE – GESTÃO HOSPITALA...
VALOR: 45,00 - PRODUÇÃO TEXTUAL A REDE DE FRANQUIAS SALUTE – GESTÃO HOSPITALA...VALOR: 45,00 - PRODUÇÃO TEXTUAL A REDE DE FRANQUIAS SALUTE – GESTÃO HOSPITALA...
VALOR: 45,00 - PRODUÇÃO TEXTUAL A REDE DE FRANQUIAS SALUTE – GESTÃO HOSPITALA...
 
UTI.pdf
UTI.pdfUTI.pdf
UTI.pdf
 
Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...
Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...
Trabalho em equipe e comunicação no ambiente hospitalar: hospitalistas e outr...
 
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdf
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdfEnfermagem em Centro-Cirúrgico.pdf
Enfermagem em Centro-Cirúrgico.pdf
 
Simone de-medeiros-alves
Simone de-medeiros-alvesSimone de-medeiros-alves
Simone de-medeiros-alves
 
Visita técnica hospitalar 17 11-2015
Visita técnica hospitalar 17 11-2015Visita técnica hospitalar 17 11-2015
Visita técnica hospitalar 17 11-2015
 
PLANO DE CARGOS, SALÁRIOS E BENEFÍCIOS
PLANO DE CARGOS, SALÁRIOS E BENEFÍCIOSPLANO DE CARGOS, SALÁRIOS E BENEFÍCIOS
PLANO DE CARGOS, SALÁRIOS E BENEFÍCIOS
 
O apagão de mão de obra daniel keller alvez
O apagão de mão de obra   daniel keller alvezO apagão de mão de obra   daniel keller alvez
O apagão de mão de obra daniel keller alvez
 
Elleven 2014
Elleven 2014Elleven 2014
Elleven 2014
 
Jornada da Trabalhabilidade - Dia 02 | UVA
Jornada da Trabalhabilidade - Dia 02 | UVAJornada da Trabalhabilidade - Dia 02 | UVA
Jornada da Trabalhabilidade - Dia 02 | UVA
 
11
1111
11
 
Guias de prática clínica como estratégia de ensino em farmácias universitária...
Guias de prática clínica como estratégia de ensino em farmácias universitária...Guias de prática clínica como estratégia de ensino em farmácias universitária...
Guias de prática clínica como estratégia de ensino em farmácias universitária...
 
A escola de enfermagem alfredo pinto (eeap) fabiana e raquel
A escola de enfermagem alfredo pinto (eeap)   fabiana e raquelA escola de enfermagem alfredo pinto (eeap)   fabiana e raquel
A escola de enfermagem alfredo pinto (eeap) fabiana e raquel
 
A Escola de Enfermagem Alfredo Pinto (EEAP) - Fabiana e Raquel
A Escola de Enfermagem Alfredo Pinto (EEAP) - Fabiana e RaquelA Escola de Enfermagem Alfredo Pinto (EEAP) - Fabiana e Raquel
A Escola de Enfermagem Alfredo Pinto (EEAP) - Fabiana e Raquel
 
Assistência de enfermagem à saúde da mulher na atenção básica – enfermagem se...
Assistência de enfermagem à saúde da mulher na atenção básica – enfermagem se...Assistência de enfermagem à saúde da mulher na atenção básica – enfermagem se...
Assistência de enfermagem à saúde da mulher na atenção básica – enfermagem se...
 
Nir
NirNir
Nir
 
Enfermagem 7 e 8 (2)
Enfermagem 7 e 8 (2)Enfermagem 7 e 8 (2)
Enfermagem 7 e 8 (2)
 
Apostila_Classificação de Risco_Telessaude SC UFSC.pdf
Apostila_Classificação de Risco_Telessaude SC UFSC.pdfApostila_Classificação de Risco_Telessaude SC UFSC.pdf
Apostila_Classificação de Risco_Telessaude SC UFSC.pdf
 

Último

FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialDouglasVasconcelosMa
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfKelly Mendes
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptxnelsontobontrujillo
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdfCarinaSofiaDiasBoteq
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxKeslleyAFerreira
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptorlando dias da silva
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja Mary Alvarenga
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasBibliotecaViatodos
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoVitor Vieira Vasconcelos
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leiteprofesfrancleite
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na Áfricajuekfuek
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMary Alvarenga
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguaKelly Mendes
 

Último (20)

FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - materialFUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
FUNDAMENTOS DA PSICOPEDAGOGIA - material
 
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdfGramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
Gramática - Texto - análise e construção de sentido - Moderna.pdf
 
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
5. EJEMPLOS DE ESTRUCTURASQUINTO GRADO.pptx
 
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
425416820-Testes-7º-Ano-Leandro-Rei-Da-Heliria-Com-Solucoes.pdf
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.pptAs teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
As teorias de Lamarck e Darwin para alunos de 8ano.ppt
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
Acróstico - Maio Laranja
Acróstico  - Maio Laranja Acróstico  - Maio Laranja
Acróstico - Maio Laranja
 
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigasPeça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
Peça de teatro infantil: A cigarra e as formigas
 
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - GeoprocessamentoDados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
Dados espaciais em R - 2023 - UFABC - Geoprocessamento
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco LeiteReligiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
Religiosidade de Assaré - Prof. Francisco Leite
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na ÁfricaPeriodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
Periodo da escravidAo O Brasil tem seu corpo na América e sua alma na África
 
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentesMaio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
Maio Laranja - Combate à violência sexual contra crianças e adolescentes
 
transcrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de línguatranscrição fonética para aulas de língua
transcrição fonética para aulas de língua
 

Planejamento de carreira no cargo de urgência e emergência.

  • 1. PLANEJAMENTO DE CARREIRA NO CARGO DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA Desenvolvimento Pessoal e Trabalhabilidade do curso de Enfermagem Tamires Batista da Silva Conceição Matricula: 16019201
  • 2. O enfermeiro vai agregar uma nova prática de assistência compondo equipe com o técnico de enfermagem. A nossa preocupação é garantir assistência adequada a todos os pacientes críticos. Enfermeiro que está na CRU (central de regulação de urgências) deve conhecer toda a malha de serviços. Isso facilita muito as equipes que estão na ponta. Precisa conhecer até que ponto vai a sua atuação.
  • 3. VANTAGENS PARA PROFISSIONAL  Promove o trabalho em equipe, por meio da avaliação contínua do processo.  Proporciona melhores condições de trabalho para os multiprofissionais, pela discussão da ambiência e implantação do cuidado horizontalizado.
  • 4. DESVANTAGEN S PARA PROFISSIONAL • Estrutura física deficiente pode ser fator de estresse. para os profissionais • Falta de material. • Recursos humanos. • Falta de capacitação profissional por meio do serviço público e a alta demanda.
  • 5. A maneira de começar é parar de falar e começar a fazer. Walt Disney VANTAGENS DO CARGO
  • 6. AMEAÇAS DO CARGO • salários defasados geram insatisfação e, considerando os dias atuais, levam os trabalhadores a obter mais de um vínculo empregatício, acarretando sobrecarga de trabalho, estresse e impacto na qualidade de vida.
  • 7. ANÁLISE PESSOAL OU ANÁLISE DE SWOT FORÇAS FRAQUEZA S OPORTUNIDAD ES AMEAÇA S SE VOCE ESTA CANSADO DE TRABALHA R LEMBRE- SE DAQUELE QUE ESTA CANSADO DE PROCURAR EMPREGO
  • 8. PLANO DE AÇÃO OU 5W E 2H AÇÕES (WHAT? ) AÇÕES (WHAT?) QUANDO ? (WHEN?) ONDE? (WHERE?) POR QUÊ? (WHY?) COMO? (HOW? QUANT O CUSTA RÁ? (HOW MUCH? PROFISSI ONAL Formação Acadêmica em emergênci a e trauma Tamires batista da silva conceição Em 2 a 4 anos iniciais. Em 2 a 4 anos iniciais. Aperfeiçoament o e realização pessoal. Aperfeiçoame nto e realização pessoal. 24x R$218,40 na faculdade Uninassau PESSOAL Possuir um trabalho fixo. Tamires batista da silva conceição Em 1 ano Aracaju/se Instabilidad e financeira Nas redes hospitalares , para agregar conheciment o Empenho e determin ação FINANCEI RO Tamires batista da silva Daqui a 4 anos com Ligas acadêmica s e Porque, desta forma alcançarei minha independente Investimento em capital extra Custo em torno de R$30.000, 00 mil
  • 9. . PLANEJAMENTO ANUAL OU CRONOGRAMA ◌ Obter mais conhecimentos sobre proposta de cuidados do SUS e sua relação com a prática de urgência e emergência. ◌ Realizar projetos social. ◌ Aula expositiva dialogada, Estudo crítico e exposição dirigida de textos, palestras. ◌ Produção de artigos, fechamentos, livros, que promovam rupturas e interface do campo Pisi, com o campo da enfermagem. ◌ APRENDER INGLES/ FRANCES. ◌ Criar projetos que facilite na saúde pública. ◌ Inicial um mestrado Passar em concurso. ◌ Economia para casa própria. ◌ Viagens de aperfeiçoamento em Congressos e participação de outros eventos científicos.
  • 10. CONCLUSÃ O O plano de carreira evidencia as metas e objetivos aos quais necessito priorizar para que meu proposito de crescimento profissional seja atingido. Deste modo ao traçar a carreira foi verificado e analisado alguns riscos aos quais me proponho a aceitar e me empenhar para que os mesmos não reflita como fatores negativos.
  • 11. Obrigado Tamires Batista da silva Conceição Inst:catalogando.a.enfermag em São os parâmetros de Cardiotocografi a? EM MEIO A TANTOS CHAMADOS EU FUI O ESCOLHIDO !