SlideShare uma empresa Scribd logo
Coerência e Coesão:
do tema ao argumento
Observe:
“O carnaval carioca é uma beleza, mas
mascara, com o seu luxo, a miséria social, o
caos político, o desequilíbrio que se estabelece
entre o morro e a Sapucaí. Embora todos
possam reconhecer os méritos de artistas
plásticos que ali trabalham, o povo samba na
avenida como herói de uma grande jornada. E
acrescente-se: há manifestação em prol de
processos judiciais contra costumes que
ofendem a moral e agridem a religiosidade
popular. O carnaval carioca, porque se afasta
de sua tradição, está tornando-se desgracioso,
disforme, feio.”
Não há coerência entre
a afirmativa inicial e a final
“O carnaval carioca é uma beleza, mas mascara, com o seu
luxo, a miséria social, o caos político, o desequilíbrio que se
estabelece entre o morro e a Sapucaí. Embora todos possam
reconhecer os méritos de artistas plásticos que ali trabalham,
o povo samba na avenida como herói de uma grande jornada.
E acrescente-se: há manifestação em prol de processos
judiciais contra costumes que ofendem a moral e agridem a
religiosidade popular. O carnaval carioca, porque se afasta
de sua tradição, está tornando-se desgracioso, disforme, feio.”
Oração iniciada por “embora”!
Não apresenta coesão em relação à ideia principal
“O carnaval carioca é uma beleza, mas mascara, com o seu
luxo, a miséria social, o caos político, o desequilíbrio que se
estabelece entre o morro e a Sapucaí. Embora todos possam
reconhecer os méritos de artistas plásticos que ali trabalham,
o povo samba na avenida como herói de uma grande jornada.
E acrescente-se: há manifestação em prol de processos
judiciais contra costumes que ofendem a moral e agridem a
religiosidade popular. O carnaval carioca, porque se afasta de
sua tradição, está tornando-se desgracioso, disforme, feio.”
Não há unidade.
O trecho apresenta várias informações, várias
direções (moral, política, social, religiosa, estética).
“O carnaval carioca é uma beleza, mas mascara, com o seu luxo, a
miséria social, o caos político, o desequilíbrio que se
estabelece entre o morro e a Sapucaí. Embora todos possam
reconhecer os méritos de artistas plásticos que ali trabalham, o
povo samba na avenida como herói de uma grande jornada. E
acrescente-se: há manifestação em prol de processos judiciais
contra costumes que ofendem a moral e agridem a
religiosidade popular. O carnaval carioca, porque se afasta de
sua tradição, está tornando-se desgracioso, disforme, feio.”
PROPRIEDADES
DO TEXTO
INFORMATIVO
EFICIENTE
1.Saber partilhado : informação resgatada ou pressuposta, de conhecimento
público.
2.Informação nova : necessidade para a existência do texto.
Só se constitui texto informativo aquele que passa uma informação nova para
o leitor ou uma informação conhecida, mas de uma outra forma.
3.Provas : fundamentos das afirmações expostas.
4.Objetivos : intenção do autor que precisa ser cumprida.
5.Referência : assunto. De que trata o texto?
6.Tema: Sob que perspectiva o texto foi construído?
7.Unidade: todos os elementos devem contribuir para a unidade e para uma
nova visão sobre o assunto.
Observe...
1. Saber partilhado?
2. Informação nova?
3. Provas?
4. Objetivo?
5. Referência?
6. Tema?
7. Unidade?
Analise... 1. Saber partilhado?
2. Informação nova?
3. Provas?
4. Objetivo?
5. Referência?
6. Tema?
7. Unidade?
Eficácia do texto publicitário: resultado da habilidade do emissor em produzir uma
comunicação que alcance seu objetivo. Se o texto não atinge o objetivo, não é eficaz. Daí
a necessidade de adaptar a linguagem às condições do receptor.
Eficácia do texto: também depende da escolha e garantia do veículo ( do canal) de
comunicação.
Se o cara que inventou o bebedouro
bebesse Skol, ele não seria assim. Seria assim
Se beber, não dirija.
Com Skol
tudo fica
redondo
Eficácia também depende de bom gosto e de bom senso
“Seria uma pena se eles perdessem toda a
sua fofura devido a um amaciante ruim”.
É assim que os amaciantes Popeye divulgam a sua nova linha anti-alérgica com
imagens de personagens clássicos do terror, ainda bebês, nas peças.
A criação fica por conta da agência Puerto, do Chile.
Jason Hellraiser
Anjos, ajudem crianças com câncer
Exemplo de coesão e eficiência textual
Relações textuais
Intertextualidade
“Ler” o mundo implica fazer relações
de crítica
de aproximação
de humor
de reflexão
de oposição
de renovação
de contradição
“Era uma vez uma garota
branca como a neve, que
causava muita inveja não
por ter conhecido sete
anões. Mas vários morenos
de 1,80 m”.
Comerciais de TV
Exercícios
Resolução
Correção na sequência.
Organização:
Profa. Cláudia Heloísa C. Andria
Contato: clauheloisa@yahoo.com.br

Mais conteúdo relacionado

Destaque

PIVA- Aula 3 lógica
PIVA- Aula 3 lógicaPIVA- Aula 3 lógica
PIVA- Aula 3 lógica
Cláudia Heloísa
 
Aula 11 2016 problemas notacionais
Aula 11 2016 problemas notacionaisAula 11 2016 problemas notacionais
Aula 11 2016 problemas notacionais
Cláudia Heloísa
 
PIVA - Aula 1 2016
PIVA - Aula 1 2016PIVA - Aula 1 2016
PIVA - Aula 1 2016
Cláudia Heloísa
 
Revisao enem carmo 2015_aula 7
Revisao enem carmo 2015_aula 7Revisao enem carmo 2015_aula 7
Revisao enem carmo 2015_aula 7
Cláudia Heloísa
 
Revisão 4 regência
Revisão 4  regênciaRevisão 4  regência
Revisão 4 regência
Cláudia Heloísa
 
Aula 5 2016
Aula 5 2016Aula 5 2016
Aula 5 2016
Cláudia Heloísa
 
Revisão 7 vícios de linguagem
Revisão 7 vícios de linguagemRevisão 7 vícios de linguagem
Revisão 7 vícios de linguagem
Cláudia Heloísa
 
Revisão 5 crase
Revisão 5 craseRevisão 5 crase
Revisão 5 crase
Cláudia Heloísa
 
Romantismo 2a geracao
Romantismo 2a geracaoRomantismo 2a geracao
Romantismo 2a geracao
Cláudia Heloísa
 
Álvares de Azevedo
Álvares de AzevedoÁlvares de Azevedo
Álvares de Azevedo
Cláudia Heloísa
 
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
Cláudia Heloísa
 
Conteúdo de linguagem cobrado no enem
Conteúdo de linguagem cobrado no enemConteúdo de linguagem cobrado no enem
Conteúdo de linguagem cobrado no enem
Valéria Alves de Arantes
 
Aula 3 Comportamento do Consumidor
Aula 3 Comportamento do ConsumidorAula 3 Comportamento do Consumidor
Aula 3 Comportamento do Consumidor
Felipe Duarte Silva
 
Aula 4 Comportamento do Consumidor
Aula 4 Comportamento do ConsumidorAula 4 Comportamento do Consumidor
Aula 4 Comportamento do Consumidor
Felipe Duarte Silva
 
Poesia do Realismo
Poesia do RealismoPoesia do Realismo
Poesia do Realismo
Cláudia Heloísa
 
Vícios de linguagem
Vícios de linguagemVícios de linguagem
Vícios de linguagem
Cláudia Heloísa
 
Análise de Comportamento Do Consumidor: Academia Para Mulheres
Análise de Comportamento Do Consumidor: Academia Para Mulheres Análise de Comportamento Do Consumidor: Academia Para Mulheres
Análise de Comportamento Do Consumidor: Academia Para Mulheres
André Manenti
 
Revisão sobre funções da linguagem para Enem
Revisão sobre funções da linguagem para EnemRevisão sobre funções da linguagem para Enem
Revisão sobre funções da linguagem para Enem
Rogério Souza
 
O contexto do Realismo
O contexto do Realismo O contexto do Realismo
O contexto do Realismo
Cláudia Heloísa
 
Programa de Comunicação Publicitária
Programa de Comunicação PublicitáriaPrograma de Comunicação Publicitária
Programa de Comunicação Publicitária
Jorge Remondes
 

Destaque (20)

PIVA- Aula 3 lógica
PIVA- Aula 3 lógicaPIVA- Aula 3 lógica
PIVA- Aula 3 lógica
 
Aula 11 2016 problemas notacionais
Aula 11 2016 problemas notacionaisAula 11 2016 problemas notacionais
Aula 11 2016 problemas notacionais
 
PIVA - Aula 1 2016
PIVA - Aula 1 2016PIVA - Aula 1 2016
PIVA - Aula 1 2016
 
Revisao enem carmo 2015_aula 7
Revisao enem carmo 2015_aula 7Revisao enem carmo 2015_aula 7
Revisao enem carmo 2015_aula 7
 
Revisão 4 regência
Revisão 4  regênciaRevisão 4  regência
Revisão 4 regência
 
Aula 5 2016
Aula 5 2016Aula 5 2016
Aula 5 2016
 
Revisão 7 vícios de linguagem
Revisão 7 vícios de linguagemRevisão 7 vícios de linguagem
Revisão 7 vícios de linguagem
 
Revisão 5 crase
Revisão 5 craseRevisão 5 crase
Revisão 5 crase
 
Romantismo 2a geracao
Romantismo 2a geracaoRomantismo 2a geracao
Romantismo 2a geracao
 
Álvares de Azevedo
Álvares de AzevedoÁlvares de Azevedo
Álvares de Azevedo
 
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
Figuras de linguagem: 25 propagandas. Exercício 2.
 
Conteúdo de linguagem cobrado no enem
Conteúdo de linguagem cobrado no enemConteúdo de linguagem cobrado no enem
Conteúdo de linguagem cobrado no enem
 
Aula 3 Comportamento do Consumidor
Aula 3 Comportamento do ConsumidorAula 3 Comportamento do Consumidor
Aula 3 Comportamento do Consumidor
 
Aula 4 Comportamento do Consumidor
Aula 4 Comportamento do ConsumidorAula 4 Comportamento do Consumidor
Aula 4 Comportamento do Consumidor
 
Poesia do Realismo
Poesia do RealismoPoesia do Realismo
Poesia do Realismo
 
Vícios de linguagem
Vícios de linguagemVícios de linguagem
Vícios de linguagem
 
Análise de Comportamento Do Consumidor: Academia Para Mulheres
Análise de Comportamento Do Consumidor: Academia Para Mulheres Análise de Comportamento Do Consumidor: Academia Para Mulheres
Análise de Comportamento Do Consumidor: Academia Para Mulheres
 
Revisão sobre funções da linguagem para Enem
Revisão sobre funções da linguagem para EnemRevisão sobre funções da linguagem para Enem
Revisão sobre funções da linguagem para Enem
 
O contexto do Realismo
O contexto do Realismo O contexto do Realismo
O contexto do Realismo
 
Programa de Comunicação Publicitária
Programa de Comunicação PublicitáriaPrograma de Comunicação Publicitária
Programa de Comunicação Publicitária
 

Semelhante a PIVA -Aula2 2016

Brazilian Samba School with a Difference: Embaixadores de Alegria
Brazilian Samba School with a Difference: Embaixadores de AlegriaBrazilian Samba School with a Difference: Embaixadores de Alegria
Brazilian Samba School with a Difference: Embaixadores de Alegria
Scott Rains
 
Micsur2
Micsur2Micsur2
Micsur2
atepsi
 
SEBRAE RJ | O Potencial do Carnaval Carioca para MPE
SEBRAE RJ | O Potencial do Carnaval Carioca para MPE SEBRAE RJ | O Potencial do Carnaval Carioca para MPE
SEBRAE RJ | O Potencial do Carnaval Carioca para MPE
Alinesilva.in
 
Potencial de Negócios e Oportunidades no Carnaval Carioca
Potencial de Negócios e Oportunidades no Carnaval Carioca Potencial de Negócios e Oportunidades no Carnaval Carioca
Potencial de Negócios e Oportunidades no Carnaval Carioca
SemRoteiro
 
Samba no pé e direito na cabeça
Samba no pé e direito na cabeçaSamba no pé e direito na cabeça
Samba no pé e direito na cabeça
Estadodedireito
 
Banco de Projetos Culturais » Lei Rouanet » Investir na Cultura
Banco de Projetos Culturais » Lei Rouanet » Investir na CulturaBanco de Projetos Culturais » Lei Rouanet » Investir na Cultura
Banco de Projetos Culturais » Lei Rouanet » Investir na Cultura
vivaproducoes
 
Volts
VoltsVolts
Lei do ISS - Folclore Brasileiro: A Quadrilha do Sampaio
Lei do ISS - Folclore Brasileiro: A Quadrilha do SampaioLei do ISS - Folclore Brasileiro: A Quadrilha do Sampaio
Lei do ISS - Folclore Brasileiro: A Quadrilha do Sampaio
Giulia Buratta
 
Monografia: A imagem do rock dos anos 2000
Monografia: A imagem do rock dos anos 2000 Monografia: A imagem do rock dos anos 2000
Monografia: A imagem do rock dos anos 2000
Karla Sanches Wunsch
 
C&C 15dez09 Neobarrocoresumido
C&C 15dez09 NeobarrocoresumidoC&C 15dez09 Neobarrocoresumido
C&C 15dez09 Neobarrocoresumido
UERJ
 
Trabalho de Planejamento e Estratégias em PP
Trabalho de Planejamento e Estratégias em PPTrabalho de Planejamento e Estratégias em PP
Trabalho de Planejamento e Estratégias em PP
Bruno Rodrigues
 
Cuceta palestra
Cuceta palestraCuceta palestra

Semelhante a PIVA -Aula2 2016 (12)

Brazilian Samba School with a Difference: Embaixadores de Alegria
Brazilian Samba School with a Difference: Embaixadores de AlegriaBrazilian Samba School with a Difference: Embaixadores de Alegria
Brazilian Samba School with a Difference: Embaixadores de Alegria
 
Micsur2
Micsur2Micsur2
Micsur2
 
SEBRAE RJ | O Potencial do Carnaval Carioca para MPE
SEBRAE RJ | O Potencial do Carnaval Carioca para MPE SEBRAE RJ | O Potencial do Carnaval Carioca para MPE
SEBRAE RJ | O Potencial do Carnaval Carioca para MPE
 
Potencial de Negócios e Oportunidades no Carnaval Carioca
Potencial de Negócios e Oportunidades no Carnaval Carioca Potencial de Negócios e Oportunidades no Carnaval Carioca
Potencial de Negócios e Oportunidades no Carnaval Carioca
 
Samba no pé e direito na cabeça
Samba no pé e direito na cabeçaSamba no pé e direito na cabeça
Samba no pé e direito na cabeça
 
Banco de Projetos Culturais » Lei Rouanet » Investir na Cultura
Banco de Projetos Culturais » Lei Rouanet » Investir na CulturaBanco de Projetos Culturais » Lei Rouanet » Investir na Cultura
Banco de Projetos Culturais » Lei Rouanet » Investir na Cultura
 
Volts
VoltsVolts
Volts
 
Lei do ISS - Folclore Brasileiro: A Quadrilha do Sampaio
Lei do ISS - Folclore Brasileiro: A Quadrilha do SampaioLei do ISS - Folclore Brasileiro: A Quadrilha do Sampaio
Lei do ISS - Folclore Brasileiro: A Quadrilha do Sampaio
 
Monografia: A imagem do rock dos anos 2000
Monografia: A imagem do rock dos anos 2000 Monografia: A imagem do rock dos anos 2000
Monografia: A imagem do rock dos anos 2000
 
C&C 15dez09 Neobarrocoresumido
C&C 15dez09 NeobarrocoresumidoC&C 15dez09 Neobarrocoresumido
C&C 15dez09 Neobarrocoresumido
 
Trabalho de Planejamento e Estratégias em PP
Trabalho de Planejamento e Estratégias em PPTrabalho de Planejamento e Estratégias em PP
Trabalho de Planejamento e Estratégias em PP
 
Cuceta palestra
Cuceta palestraCuceta palestra
Cuceta palestra
 

Mais de Cláudia Heloísa

Dom Casmurro
Dom CasmurroDom Casmurro
Dom Casmurro
Cláudia Heloísa
 
Quincas Borba
Quincas BorbaQuincas Borba
Quincas Borba
Cláudia Heloísa
 
Angústia, de Graciliano Ramos
Angústia, de Graciliano RamosAngústia, de Graciliano Ramos
Angústia, de Graciliano Ramos
Cláudia Heloísa
 
A relíquia - Eça de Queirós
A relíquia - Eça de QueirósA relíquia - Eça de Queirós
A relíquia - Eça de Queirós
Cláudia Heloísa
 
Enem 2018 informações
Enem 2018 informaçõesEnem 2018 informações
Enem 2018 informações
Cláudia Heloísa
 
Mayombe
MayombeMayombe
Minha vida de menina - Helena Morley
Minha vida de menina - Helena MorleyMinha vida de menina - Helena Morley
Minha vida de menina - Helena Morley
Cláudia Heloísa
 
Iracema - José de Alencar
Iracema - José de AlencarIracema - José de Alencar
Iracema - José de Alencar
Cláudia Heloísa
 
Aula 1 P.I.V.A
Aula 1 P.I.V.AAula 1 P.I.V.A
Aula 1 P.I.V.A
Cláudia Heloísa
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
Cláudia Heloísa
 
Lusofonia
Lusofonia Lusofonia
Lusofonia
Cláudia Heloísa
 
Vanguarda I - Surrealismo
Vanguarda I - SurrealismoVanguarda I - Surrealismo
Vanguarda I - Surrealismo
Cláudia Heloísa
 

Mais de Cláudia Heloísa (12)

Dom Casmurro
Dom CasmurroDom Casmurro
Dom Casmurro
 
Quincas Borba
Quincas BorbaQuincas Borba
Quincas Borba
 
Angústia, de Graciliano Ramos
Angústia, de Graciliano RamosAngústia, de Graciliano Ramos
Angústia, de Graciliano Ramos
 
A relíquia - Eça de Queirós
A relíquia - Eça de QueirósA relíquia - Eça de Queirós
A relíquia - Eça de Queirós
 
Enem 2018 informações
Enem 2018 informaçõesEnem 2018 informações
Enem 2018 informações
 
Mayombe
MayombeMayombe
Mayombe
 
Minha vida de menina - Helena Morley
Minha vida de menina - Helena MorleyMinha vida de menina - Helena Morley
Minha vida de menina - Helena Morley
 
Iracema - José de Alencar
Iracema - José de AlencarIracema - José de Alencar
Iracema - José de Alencar
 
Aula 1 P.I.V.A
Aula 1 P.I.V.AAula 1 P.I.V.A
Aula 1 P.I.V.A
 
Variedades linguísticas
Variedades linguísticasVariedades linguísticas
Variedades linguísticas
 
Lusofonia
Lusofonia Lusofonia
Lusofonia
 
Vanguarda I - Surrealismo
Vanguarda I - SurrealismoVanguarda I - Surrealismo
Vanguarda I - Surrealismo
 

Último

BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
Escola Municipal Jesus Cristo
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
NatySousa3
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
WelberMerlinCardoso
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
Pastor Robson Colaço
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Biblioteca UCS
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
IslanderAndrade
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
profesfrancleite
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
ValdineyRodriguesBez1
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
DanielCastro80471
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
djincognito
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
Mary Alvarenga
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
1000a
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
LucianaCristina58
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
sthefanydesr
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
jbellas2
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Mary Alvarenga
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
RenanSilva991968
 

Último (20)

BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
BULLYING NÃO É AMOR.pdf LIVRO PARA TRABALHAR COM ALUNOS ATRAVÉS DE PROJETOS...
 
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdfCADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
CADERNO DE CONCEITOS E ORIENTAÇÕES DO CENSO ESCOLAR 2024.pdf
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo FreireLivro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
Livro: Pedagogia do Oprimido - Paulo Freire
 
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdfO que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
O que é um Ménage a Trois Contemporâneo .pdf
 
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
Sistema de Bibliotecas UCS - Chronica do emperador Clarimundo, donde os reis ...
 
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
.Template .padrao .slides .TCC .2024 ppt
 
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do AssaréFamílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
Famílias Que Contribuíram Para O Crescimento Do Assaré
 
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
05-os-pre-socraticos sociologia-28-slides.pptx
 
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdfEspecialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
Especialidade - Animais Ameaçados de Extinção(1).pdf
 
Funções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prismaFunções e Progressões - Livro completo prisma
Funções e Progressões - Livro completo prisma
 
Sinais de pontuação
Sinais de pontuaçãoSinais de pontuação
Sinais de pontuação
 
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdfPowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
PowerPoint Newton gostava de Ler - Saber em Gel.pdf
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
- TEMPLATE DA PRATICA - Psicomotricidade.pptx
 
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdfEgito antigo resumo - aula de história.pdf
Egito antigo resumo - aula de história.pdf
 
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slidesSócrates e os sofistas - apresentação de slides
Sócrates e os sofistas - apresentação de slides
 
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.Caça-palavras    ortografia M antes de P e B.
Caça-palavras ortografia M antes de P e B.
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdfAPOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
APOSTILA DE TEXTOS CURTOS E INTERPRETAÇÃO.pdf
 

PIVA -Aula2 2016

  • 1. Coerência e Coesão: do tema ao argumento
  • 2. Observe: “O carnaval carioca é uma beleza, mas mascara, com o seu luxo, a miséria social, o caos político, o desequilíbrio que se estabelece entre o morro e a Sapucaí. Embora todos possam reconhecer os méritos de artistas plásticos que ali trabalham, o povo samba na avenida como herói de uma grande jornada. E acrescente-se: há manifestação em prol de processos judiciais contra costumes que ofendem a moral e agridem a religiosidade popular. O carnaval carioca, porque se afasta de sua tradição, está tornando-se desgracioso, disforme, feio.”
  • 3. Não há coerência entre a afirmativa inicial e a final “O carnaval carioca é uma beleza, mas mascara, com o seu luxo, a miséria social, o caos político, o desequilíbrio que se estabelece entre o morro e a Sapucaí. Embora todos possam reconhecer os méritos de artistas plásticos que ali trabalham, o povo samba na avenida como herói de uma grande jornada. E acrescente-se: há manifestação em prol de processos judiciais contra costumes que ofendem a moral e agridem a religiosidade popular. O carnaval carioca, porque se afasta de sua tradição, está tornando-se desgracioso, disforme, feio.”
  • 4. Oração iniciada por “embora”! Não apresenta coesão em relação à ideia principal “O carnaval carioca é uma beleza, mas mascara, com o seu luxo, a miséria social, o caos político, o desequilíbrio que se estabelece entre o morro e a Sapucaí. Embora todos possam reconhecer os méritos de artistas plásticos que ali trabalham, o povo samba na avenida como herói de uma grande jornada. E acrescente-se: há manifestação em prol de processos judiciais contra costumes que ofendem a moral e agridem a religiosidade popular. O carnaval carioca, porque se afasta de sua tradição, está tornando-se desgracioso, disforme, feio.”
  • 5. Não há unidade. O trecho apresenta várias informações, várias direções (moral, política, social, religiosa, estética). “O carnaval carioca é uma beleza, mas mascara, com o seu luxo, a miséria social, o caos político, o desequilíbrio que se estabelece entre o morro e a Sapucaí. Embora todos possam reconhecer os méritos de artistas plásticos que ali trabalham, o povo samba na avenida como herói de uma grande jornada. E acrescente-se: há manifestação em prol de processos judiciais contra costumes que ofendem a moral e agridem a religiosidade popular. O carnaval carioca, porque se afasta de sua tradição, está tornando-se desgracioso, disforme, feio.”
  • 7. 1.Saber partilhado : informação resgatada ou pressuposta, de conhecimento público. 2.Informação nova : necessidade para a existência do texto. Só se constitui texto informativo aquele que passa uma informação nova para o leitor ou uma informação conhecida, mas de uma outra forma. 3.Provas : fundamentos das afirmações expostas. 4.Objetivos : intenção do autor que precisa ser cumprida. 5.Referência : assunto. De que trata o texto? 6.Tema: Sob que perspectiva o texto foi construído? 7.Unidade: todos os elementos devem contribuir para a unidade e para uma nova visão sobre o assunto.
  • 8. Observe... 1. Saber partilhado? 2. Informação nova? 3. Provas? 4. Objetivo? 5. Referência? 6. Tema? 7. Unidade?
  • 9. Analise... 1. Saber partilhado? 2. Informação nova? 3. Provas? 4. Objetivo? 5. Referência? 6. Tema? 7. Unidade?
  • 10. Eficácia do texto publicitário: resultado da habilidade do emissor em produzir uma comunicação que alcance seu objetivo. Se o texto não atinge o objetivo, não é eficaz. Daí a necessidade de adaptar a linguagem às condições do receptor.
  • 11. Eficácia do texto: também depende da escolha e garantia do veículo ( do canal) de comunicação.
  • 12. Se o cara que inventou o bebedouro bebesse Skol, ele não seria assim. Seria assim Se beber, não dirija. Com Skol tudo fica redondo Eficácia também depende de bom gosto e de bom senso
  • 13. “Seria uma pena se eles perdessem toda a sua fofura devido a um amaciante ruim”. É assim que os amaciantes Popeye divulgam a sua nova linha anti-alérgica com imagens de personagens clássicos do terror, ainda bebês, nas peças. A criação fica por conta da agência Puerto, do Chile. Jason Hellraiser
  • 14.
  • 15. Anjos, ajudem crianças com câncer Exemplo de coesão e eficiência textual
  • 17. “Ler” o mundo implica fazer relações de crítica de aproximação de humor de reflexão de oposição de renovação de contradição
  • 18. “Era uma vez uma garota branca como a neve, que causava muita inveja não por ter conhecido sete anões. Mas vários morenos de 1,80 m”.
  • 21. Organização: Profa. Cláudia Heloísa C. Andria Contato: clauheloisa@yahoo.com.br