SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 1
Baixar para ler offline
PASSO A PASSO – PLANEJAMENTO DE SUCESSO!
Prof. João Filho
* Analisar a situação atual dos negócios para descobrir como está sua empresa, tanto internamente,
como em relação ao mercado. Essa etapa é fundamental, já que é o alicerce do restante do
planejamento;
* Determinar os objetivos e definir com clareza aquilo que pretendemos atingir. Quanto mais
detalhadamente descrevermos nossos objetivos, mais fácil será alcançá-los;
* Identificar os públicos para sabermos com quem iremos lidar. Para aumentar sua produção, por
exemplo, é preciso pensar nossa maneira de agir levando em conta todas as pessoas envolvidas
nesse processo;
* Definir estratégias e pôr no papel como iremos de fato alcançar nossos objetivos. Após saber
onde estamos, onde queremos chegar e com quem iremos lidar, é hora de traçar o caminho a ser
seguido;
* Estabelecer recursos para sabermos o que temos à nossa disposição para a concretização de
nosso projeto. Nesse ponto, é importante levantar dados sobre os recursos financeiros, materiais e,
sobretudo, humanos;
* Implementar e operacionalizar as estratégias definidas anteriormente, ou seja, dar vida ao
projeto. Com base nas informações levantadas nas outras fases, é chegada a hora de “colocar a mão
na massa”;
* Controle e a avaliação é a fase em que levantamos todos os pontos positivos, os negativos e o
quanto de nossos objetivos iniciais foram alcançados. Esse feedback vai servir como uma bússola,
para nortear os próximos passos da empresa.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a P lanejamento

Aula 05 planejamento e estrategia
Aula 05   planejamento e estrategiaAula 05   planejamento e estrategia
Aula 05 planejamento e estrategia
Katia Gomide
 
Administração do Tempo
Administração do TempoAdministração do Tempo
Administração do Tempo
Andrea Costa
 
Projetos Como fazer um projeto
Projetos Como fazer um projetoProjetos Como fazer um projeto
Projetos Como fazer um projeto
Camila Nunes
 
Planejamento pessoal o que é
Planejamento pessoal o que éPlanejamento pessoal o que é
Planejamento pessoal o que é
Rogério Pimenta
 
Conceito de planejamento de marketing
Conceito de planejamento de marketingConceito de planejamento de marketing
Conceito de planejamento de marketing
Herivelto Serra
 
Estratégia com o uso do BSC (guia do STJ)
Estratégia com o uso do BSC (guia do STJ)Estratégia com o uso do BSC (guia do STJ)
Estratégia com o uso do BSC (guia do STJ)
Superior Tribunal de Justiça
 

Semelhante a P lanejamento (20)

Planejamento eficaz e controle organizacional
Planejamento eficaz e controle organizacionalPlanejamento eficaz e controle organizacional
Planejamento eficaz e controle organizacional
 
Plano de marketing Gx2
Plano de marketing Gx2Plano de marketing Gx2
Plano de marketing Gx2
 
Planejamento Estratégico - Neil Palácios Albaneses Junior
Planejamento Estratégico - Neil Palácios Albaneses JuniorPlanejamento Estratégico - Neil Palácios Albaneses Junior
Planejamento Estratégico - Neil Palácios Albaneses Junior
 
Introdução ao Planejamento Estratégico
Introdução ao Planejamento EstratégicoIntrodução ao Planejamento Estratégico
Introdução ao Planejamento Estratégico
 
Planejamento Pessoal
Planejamento PessoalPlanejamento Pessoal
Planejamento Pessoal
 
Planejamento Pessoal
Planejamento PessoalPlanejamento Pessoal
Planejamento Pessoal
 
Aula 05 planejamento e estrategia
Aula 05   planejamento e estrategiaAula 05   planejamento e estrategia
Aula 05 planejamento e estrategia
 
Sumário Executivo
Sumário ExecutivoSumário Executivo
Sumário Executivo
 
Desgormetizando o Planejamento
Desgormetizando o PlanejamentoDesgormetizando o Planejamento
Desgormetizando o Planejamento
 
Administração do Tempo
Administração do TempoAdministração do Tempo
Administração do Tempo
 
Treinamento de gerentes
Treinamento de gerentesTreinamento de gerentes
Treinamento de gerentes
 
Marketing Pessoal e Profissional
Marketing Pessoal e ProfissionalMarketing Pessoal e Profissional
Marketing Pessoal e Profissional
 
Aprender a fazer
Aprender a fazerAprender a fazer
Aprender a fazer
 
2012 pep
2012 pep2012 pep
2012 pep
 
Gestão por projetos, Project Management
Gestão por projetos, Project ManagementGestão por projetos, Project Management
Gestão por projetos, Project Management
 
Projetos Como fazer um projeto
Projetos Como fazer um projetoProjetos Como fazer um projeto
Projetos Como fazer um projeto
 
Planejamento pessoal o que é
Planejamento pessoal o que éPlanejamento pessoal o que é
Planejamento pessoal o que é
 
Conceito de planejamento de marketing
Conceito de planejamento de marketingConceito de planejamento de marketing
Conceito de planejamento de marketing
 
Estratégia com o uso do BSC (guia do STJ)
Estratégia com o uso do BSC (guia do STJ)Estratégia com o uso do BSC (guia do STJ)
Estratégia com o uso do BSC (guia do STJ)
 
Vendas - Analise e Planejamento - PDI - Metas
Vendas - Analise e Planejamento - PDI - MetasVendas - Analise e Planejamento - PDI - Metas
Vendas - Analise e Planejamento - PDI - Metas
 

Mais de João Filho

Os chistes e sua relação com o inconsciente
Os chistes e sua relação com o inconscienteOs chistes e sua relação com o inconsciente
Os chistes e sua relação com o inconsciente
João Filho
 
Informática aplicada a gestão - Material 2
Informática aplicada a gestão  - Material 2Informática aplicada a gestão  - Material 2
Informática aplicada a gestão - Material 2
João Filho
 
Informática aplicada a gestão - Material 1
Informática aplicada a gestão   - Material 1Informática aplicada a gestão   - Material 1
Informática aplicada a gestão - Material 1
João Filho
 
Ementa - Informática Aplicada a Gestão
Ementa - Informática Aplicada a Gestão Ementa - Informática Aplicada a Gestão
Ementa - Informática Aplicada a Gestão
João Filho
 
Material de Apoio - SIG - Apostila 4
Material de Apoio - SIG - Apostila 4Material de Apoio - SIG - Apostila 4
Material de Apoio - SIG - Apostila 4
João Filho
 
Material de Apoio - SIG - Apostila 3
Material de Apoio  -  SIG - Apostila 3Material de Apoio  -  SIG - Apostila 3
Material de Apoio - SIG - Apostila 3
João Filho
 
Material de Apoio - SIG - Apostila 2
Material de Apoio  - SIG - Apostila 2Material de Apoio  - SIG - Apostila 2
Material de Apoio - SIG - Apostila 2
João Filho
 
Material de Apoio - SIG - Apoio
Material de Apoio  - SIG - Apoio Material de Apoio  - SIG - Apoio
Material de Apoio - SIG - Apoio
João Filho
 

Mais de João Filho (20)

Informática Aplicada a Administração
Informática Aplicada a AdministraçãoInformática Aplicada a Administração
Informática Aplicada a Administração
 
Informática aplicada a Ed. Física
Informática aplicada a Ed. Física Informática aplicada a Ed. Física
Informática aplicada a Ed. Física
 
Informática Aplicada a Ed. Física
Informática Aplicada a Ed. FísicaInformática Aplicada a Ed. Física
Informática Aplicada a Ed. Física
 
Turner victor o_processo_ritual_estrutura_e_antriestrutura
Turner victor o_processo_ritual_estrutura_e_antriestruturaTurner victor o_processo_ritual_estrutura_e_antriestrutura
Turner victor o_processo_ritual_estrutura_e_antriestrutura
 
Os chistes e sua relação com o inconsciente
Os chistes e sua relação com o inconscienteOs chistes e sua relação com o inconsciente
Os chistes e sua relação com o inconsciente
 
Ensaio Sobre a Dádiva - Marcel Mauss
Ensaio Sobre a Dádiva - Marcel MaussEnsaio Sobre a Dádiva - Marcel Mauss
Ensaio Sobre a Dádiva - Marcel Mauss
 
As Formas Elementares da Vida Religiosa - Émile Durkheim
As Formas Elementares da Vida Religiosa -  Émile DurkheimAs Formas Elementares da Vida Religiosa -  Émile Durkheim
As Formas Elementares da Vida Religiosa - Émile Durkheim
 
A escrita e imagem
A escrita e imagemA escrita e imagem
A escrita e imagem
 
Antropologia.sintese paradigmas e escolas
Antropologia.sintese paradigmas e escolasAntropologia.sintese paradigmas e escolas
Antropologia.sintese paradigmas e escolas
 
Engels, friedrich. a origem da família, da propriedade privada e do estado
Engels, friedrich. a origem da família, da propriedade privada e do estadoEngels, friedrich. a origem da família, da propriedade privada e do estado
Engels, friedrich. a origem da família, da propriedade privada e do estado
 
O Gênio em todos nós - David Shenk
O  Gênio em todos nós - David ShenkO  Gênio em todos nós - David Shenk
O Gênio em todos nós - David Shenk
 
Sistemas de Informações Gerenciais - SIG
Sistemas de Informações Gerenciais - SIGSistemas de Informações Gerenciais - SIG
Sistemas de Informações Gerenciais - SIG
 
Apostila de Apoio para Disciplina - Informática Aplicada a Administração
Apostila de Apoio para Disciplina - Informática Aplicada a AdministraçãoApostila de Apoio para Disciplina - Informática Aplicada a Administração
Apostila de Apoio para Disciplina - Informática Aplicada a Administração
 
Informática aplicada a gestão - Material 2
Informática aplicada a gestão  - Material 2Informática aplicada a gestão  - Material 2
Informática aplicada a gestão - Material 2
 
Informática aplicada a gestão - Material 1
Informática aplicada a gestão   - Material 1Informática aplicada a gestão   - Material 1
Informática aplicada a gestão - Material 1
 
Ementa - Informática Aplicada a Gestão
Ementa - Informática Aplicada a Gestão Ementa - Informática Aplicada a Gestão
Ementa - Informática Aplicada a Gestão
 
Material de Apoio - SIG - Apostila 4
Material de Apoio - SIG - Apostila 4Material de Apoio - SIG - Apostila 4
Material de Apoio - SIG - Apostila 4
 
Material de Apoio - SIG - Apostila 3
Material de Apoio  -  SIG - Apostila 3Material de Apoio  -  SIG - Apostila 3
Material de Apoio - SIG - Apostila 3
 
Material de Apoio - SIG - Apostila 2
Material de Apoio  - SIG - Apostila 2Material de Apoio  - SIG - Apostila 2
Material de Apoio - SIG - Apostila 2
 
Material de Apoio - SIG - Apoio
Material de Apoio  - SIG - Apoio Material de Apoio  - SIG - Apoio
Material de Apoio - SIG - Apoio
 

Último

Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
rarakey779
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
rarakey779
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Pastor Robson Colaço
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
LuanaAlves940822
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
ssuserbb4ac2
 

Último (20)

livro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensoriallivro para educação infantil conceitos sensorial
livro para educação infantil conceitos sensorial
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdfHans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
Hans Kelsen - Teoria Pura do Direito - Obra completa.pdf
 
Poema - Reciclar é preciso
Poema            -        Reciclar é precisoPoema            -        Reciclar é preciso
Poema - Reciclar é preciso
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
22-modernismo-5-prosa-de-45.pptxrpnsaaaa
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
04_GuiaDoCurso_Neurociência, Psicologia Positiva e Mindfulness.pdf
 
Produção de poemas - Reciclar é preciso
Produção  de  poemas  -  Reciclar é precisoProdução  de  poemas  -  Reciclar é preciso
Produção de poemas - Reciclar é preciso
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de.    Maio laranja dds.pptxCampanha 18 de.    Maio laranja dds.pptx
Campanha 18 de. Maio laranja dds.pptx
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdfAS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
AS COLUNAS B E J E SUAS POSICOES CONFORME O RITO.pdf
 

P lanejamento

  • 1. PASSO A PASSO – PLANEJAMENTO DE SUCESSO! Prof. João Filho * Analisar a situação atual dos negócios para descobrir como está sua empresa, tanto internamente, como em relação ao mercado. Essa etapa é fundamental, já que é o alicerce do restante do planejamento; * Determinar os objetivos e definir com clareza aquilo que pretendemos atingir. Quanto mais detalhadamente descrevermos nossos objetivos, mais fácil será alcançá-los; * Identificar os públicos para sabermos com quem iremos lidar. Para aumentar sua produção, por exemplo, é preciso pensar nossa maneira de agir levando em conta todas as pessoas envolvidas nesse processo; * Definir estratégias e pôr no papel como iremos de fato alcançar nossos objetivos. Após saber onde estamos, onde queremos chegar e com quem iremos lidar, é hora de traçar o caminho a ser seguido; * Estabelecer recursos para sabermos o que temos à nossa disposição para a concretização de nosso projeto. Nesse ponto, é importante levantar dados sobre os recursos financeiros, materiais e, sobretudo, humanos; * Implementar e operacionalizar as estratégias definidas anteriormente, ou seja, dar vida ao projeto. Com base nas informações levantadas nas outras fases, é chegada a hora de “colocar a mão na massa”; * Controle e a avaliação é a fase em que levantamos todos os pontos positivos, os negativos e o quanto de nossos objetivos iniciais foram alcançados. Esse feedback vai servir como uma bússola, para nortear os próximos passos da empresa.