SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 52
A Terra conta a sua história
Prof.ª Catarina Reis
CiênciasNaturais
7ºano
O conhecimento que possuímos
acerca do passado da Terra deve-se
ao registo fóssil presente nas
rochas.
Os fósseis encontram-se,
geralmente, em rochas
sedimentares.
Paleontólogo – cientista que se dedica ao
estudo da paleontologia
Paleontologia - Ciência que estuda os fósseis
Os fósseis inteiros de seres vivos são muito raros,
a grande maioria corresponde, apenas, às partes
duras esqueléticas, como conchas, dentes, ossos,
carapaças ou espículas.
Fósseis são restos de seres vivos que viveram
há muitos anos no nosso planeta, ou ainda,
vestígios da sua actividade, que ficaram
preservados em rochas ou noutros materiais
naturais.
O que são fósseis?
O que é a fossilização? A fossilização é o conjunto de fenómenos físicos e
químicos que permitem a formação de um fóssil.
Os fósseis, verdadeiros testemunhos dos fenómenos que ocorreram ao
longo da história da Vida na Terra, formam-se através de um processo
designado fossilização.
Etapas
Um exemplo…
1- Quando morreram os animais depositaram-se no
fundo do mar sendo rapidamente cobertos por
sedimentos;
2- Ao ficarem incorporados nos sedimentos sofreram
os mesmos fenómenos de diagénese e
metamorfismo, fossilizando;
3- As rochas onde os fósseis se encontram
incorporados sofrem modificações que fazem elevar
alguns estratos;
4- Os fósseis, devido à erosão ou a outros factores
aparecem a superfície alguns milhões de anos mais
tarde.
Tipos de informações que podemos
recolher a partir de fósseis:
Morfologia
Estruturas: ossos, penas, escamas, textura da pele, etc.
Deslocação/ Locomoção
Estruturas: pegadas, pistas, trilhos, etc.
Alimentação
Estruturas: marcas de dentadas, gastrólitos, coprólitos, etc.
Habitação
Estruturas: galerias, tocas, túneis, etc.
Reprodução
Estruturas: ovos, posturas, ninhos, etc.
Condições que facilitam o processo de fossilização
Os processos que facilitam o processo de fossilização são os
seguintes:
 Existência de partes duras e de partes moles e estas são
rapidamente decompostas.
 Rapidez no soterramento dos restos mortais através de
sedimentos.
 Habitat preferencialmente no meio aquático porque os
seres ficam mais isolados dos agentes erosivos.
Principais processos de
fossilização
O exemplo mais conhecido de
conservação, é a dos mamutes da Sibéria
conservados no gelo (mumificação).
Os insectos aprisionados e
conservados no âmbar (resina), é
outro exemplo muito conhecido.
Fósseis de idade
• Fósseis que permitem datar as rochas onde
se encontram.
• Ex: trilobites – Era Paleozóica
amonites – Era Mesozóica
• Características:
– Viveram durante um curto período de tempo
geológico;
– Tiveram grande dispersão geográfica;
– Existiram em grande número.
As amonites (A) e as trilobites (B) são, na generalidade, bons fósseis de idade.
As amonites são características da era Mesozóica, enquanto que as trilobites
são características da era Paleozóica.
Fósseis de fácies
• Fósseis que permitem reconstituir o seu
ambiente de formação, ou seja o seu
paleoambiente (ambiente do passado)
• Ex: corais
• Características:
– Viveram durante um longo período de tempo
geológico;
– Tiveram pequena dispersão geográfica;
Os corais actuais são invertebrados que vivem em mares pouco
profundos e de águas quentes. Assim sendo podemos inferir que os
corais sempre necessitaram deste tipo de condições para sobreviverem,
pelo que regiões em que se encontrem corais fossilizados teriam em
princípio de ser mares pouco profundos de águas quentes.
Fósseis Vivos
São seres vivos que existem desde há muitos
milhões de anos.
 Mantiveram as suas características ao longo
do tempo, pois adaptaram-se bem aos
variados ambientes que a Terra atravessou.
Actualmente existem fósseis destes seres e
também existem exemplares vivos.
Seres vivos que são idênticos aos fósseis da mesma espécie, com milhões de anos.
Exemplos: orquídea, Nautilus, algumas
tartarugas, Ginkgo, …
Fósseis vivos
Esta tartaruga
pertence a uma
família de
quelónios com
uma idade
geológica muito
avançada. Alguns
remontam ao
período Jurássico,
isto é, há 180 M.a.
A mais antiga espécie de árvores, ainda sobrevivente, é a
Ginkgo biloba. Apareceu há mais de 160 M.a. Durante o
Período Jurássico.
Os fósseis permitem reconstituir
seres vivos que existiram no
passado, os ambientes em que
viviam e ainda a evolução que
sofreram ao longo do tempo.
http://ciencias7ano.wordpress.com
Prof.ª Catarina Reis
CiênciasNaturais
7ºano

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

3 tectónica de placas
3   tectónica de placas3   tectónica de placas
3 tectónica de placasmargaridabt
 
7 ppt-prof-7-fosseis
7 ppt-prof-7-fosseis7 ppt-prof-7-fosseis
7 ppt-prof-7-fosseisPelo Siro
 
sistemática dos seres vivos
sistemática dos seres vivos sistemática dos seres vivos
sistemática dos seres vivos Mariana Cordeiro
 
Fosseis E DataçãO Das Rochas
Fosseis E DataçãO Das RochasFosseis E DataçãO Das Rochas
Fosseis E DataçãO Das RochasSérgio Luiz
 
Geo 13 ambientes sedimentares
Geo 13   ambientes sedimentaresGeo 13   ambientes sedimentares
Geo 13 ambientes sedimentaresNuno Correia
 
Rochas sedimentares classificação biogénicas
Rochas sedimentares  classificação biogénicasRochas sedimentares  classificação biogénicas
Rochas sedimentares classificação biogénicasIsabel Lopes
 
Princípios básicos do raciocínio geológico
Princípios básicos do raciocínio geológicoPrincípios básicos do raciocínio geológico
Princípios básicos do raciocínio geológicomargaridabt
 
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICAI - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICAsandranascimento
 
Métodos para o estudo do interior da geosfera
Métodos para o estudo do interior da geosferaMétodos para o estudo do interior da geosfera
Métodos para o estudo do interior da geosferaIsabel Lopes
 
Idade Relativa e Idade Radiométrica
Idade Relativa e Idade RadiométricaIdade Relativa e Idade Radiométrica
Idade Relativa e Idade RadiométricaGabriela Bruno
 
11 evolucionismo
11  evolucionismo11  evolucionismo
11 evolucionismomargaridabt
 
6 dobras e falhas
6   dobras e falhas6   dobras e falhas
6 dobras e falhasmargaridabt
 
Biologia 11 sistemas de classificação
Biologia 11   sistemas de classificaçãoBiologia 11   sistemas de classificação
Biologia 11 sistemas de classificaçãoNuno Correia
 
Rochas sedimentares
Rochas sedimentaresRochas sedimentares
Rochas sedimentaresTânia Reis
 

Mais procurados (20)

3 tectónica de placas
3   tectónica de placas3   tectónica de placas
3 tectónica de placas
 
Fósseis de Fácies
Fósseis de FáciesFósseis de Fácies
Fósseis de Fácies
 
7 ppt-prof-7-fosseis
7 ppt-prof-7-fosseis7 ppt-prof-7-fosseis
7 ppt-prof-7-fosseis
 
sistemática dos seres vivos
sistemática dos seres vivos sistemática dos seres vivos
sistemática dos seres vivos
 
X - ROCHAS SEDIMENTARES
X - ROCHAS SEDIMENTARESX - ROCHAS SEDIMENTARES
X - ROCHAS SEDIMENTARES
 
Fosseis E DataçãO Das Rochas
Fosseis E DataçãO Das RochasFosseis E DataçãO Das Rochas
Fosseis E DataçãO Das Rochas
 
Geo 13 ambientes sedimentares
Geo 13   ambientes sedimentaresGeo 13   ambientes sedimentares
Geo 13 ambientes sedimentares
 
Rochas sedimentares classificação biogénicas
Rochas sedimentares  classificação biogénicasRochas sedimentares  classificação biogénicas
Rochas sedimentares classificação biogénicas
 
Princípios básicos do raciocínio geológico
Princípios básicos do raciocínio geológicoPrincípios básicos do raciocínio geológico
Princípios básicos do raciocínio geológico
 
CN7 - Fósseis
CN7 - FósseisCN7 - Fósseis
CN7 - Fósseis
 
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICAI - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
I - NÍVEIS DE ORGANIZAÇÃO BIOLÓGICA
 
Métodos para o estudo do interior da geosfera
Métodos para o estudo do interior da geosferaMétodos para o estudo do interior da geosfera
Métodos para o estudo do interior da geosfera
 
Idade Relativa e Idade Radiométrica
Idade Relativa e Idade RadiométricaIdade Relativa e Idade Radiométrica
Idade Relativa e Idade Radiométrica
 
Sismologia
SismologiaSismologia
Sismologia
 
11 evolucionismo
11  evolucionismo11  evolucionismo
11 evolucionismo
 
Rochas
RochasRochas
Rochas
 
6 dobras e falhas
6   dobras e falhas6   dobras e falhas
6 dobras e falhas
 
Biologia 11 sistemas de classificação
Biologia 11   sistemas de classificaçãoBiologia 11   sistemas de classificação
Biologia 11 sistemas de classificação
 
Rochas sedimentares
Rochas sedimentaresRochas sedimentares
Rochas sedimentares
 
Ocupação antrópica
Ocupação antrópicaOcupação antrópica
Ocupação antrópica
 

Destaque

Etapas da História da Vida - Cenozóico
Etapas da História da Vida - CenozóicoEtapas da História da Vida - Cenozóico
Etapas da História da Vida - CenozóicoCatir
 
Etapas da História da Vida - Mesozóico
Etapas da História da Vida - MesozóicoEtapas da História da Vida - Mesozóico
Etapas da História da Vida - MesozóicoCatir
 
Etapas da História da Vida - Paleozóico
Etapas da História da Vida - PaleozóicoEtapas da História da Vida - Paleozóico
Etapas da História da Vida - PaleozóicoCatir
 
Etapas da História da Vida - Pré-Câmbrico
Etapas da História da Vida - Pré-CâmbricoEtapas da História da Vida - Pré-Câmbrico
Etapas da História da Vida - Pré-CâmbricoCatir
 
Tempo Geológico - Etapas da História da Vida
Tempo Geológico - Etapas da História da VidaTempo Geológico - Etapas da História da Vida
Tempo Geológico - Etapas da História da VidaCatir
 
Rochas sedimentares
Rochas sedimentaresRochas sedimentares
Rochas sedimentaresCatir
 
Fósseis
FósseisFósseis
FósseisCatir
 
Ciências naturais 7 exercícios de fósseis
Ciências naturais 7   exercícios de fósseisCiências naturais 7   exercícios de fósseis
Ciências naturais 7 exercícios de fósseisNuno Correia
 
Teste Verificação
Teste VerificaçãoTeste Verificação
Teste VerificaçãoLucca
 
Teoria Da Mobilidade Dos Fundos Oceânicos
Teoria Da Mobilidade Dos Fundos OceânicosTeoria Da Mobilidade Dos Fundos Oceânicos
Teoria Da Mobilidade Dos Fundos OceânicosCatir
 
Deriva Continental
Deriva ContinentalDeriva Continental
Deriva ContinentalCatir
 
CN: Ocorrência de falhas e dobras
CN: Ocorrência de falhas e dobrasCN: Ocorrência de falhas e dobras
CN: Ocorrência de falhas e dobrasnelsonesim
 
Ciências naturais 7 os minerais
Ciências naturais 7   os mineraisCiências naturais 7   os minerais
Ciências naturais 7 os mineraisNuno Correia
 
Planetas do Sistema Solar
Planetas do Sistema SolarPlanetas do Sistema Solar
Planetas do Sistema SolarTânia Reis
 
Os minerais e as suas características
Os minerais e as suas característicasOs minerais e as suas características
Os minerais e as suas característicasCatir
 
O universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema Solar
O universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema SolarO universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema Solar
O universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema SolarIsadora Girio
 
Paisagens geológicas
Paisagens geológicasPaisagens geológicas
Paisagens geológicasCatir
 
Teste rochas 7º ano
Teste rochas 7º anoTeste rochas 7º ano
Teste rochas 7º anoSofia Ribeiro
 
A célula - unidade básica da vida
A célula - unidade básica da vidaA célula - unidade básica da vida
A célula - unidade básica da vidaLeonardo Alves
 

Destaque (20)

Etapas da História da Vida - Cenozóico
Etapas da História da Vida - CenozóicoEtapas da História da Vida - Cenozóico
Etapas da História da Vida - Cenozóico
 
Etapas da História da Vida - Mesozóico
Etapas da História da Vida - MesozóicoEtapas da História da Vida - Mesozóico
Etapas da História da Vida - Mesozóico
 
Etapas da História da Vida - Paleozóico
Etapas da História da Vida - PaleozóicoEtapas da História da Vida - Paleozóico
Etapas da História da Vida - Paleozóico
 
Etapas da História da Vida - Pré-Câmbrico
Etapas da História da Vida - Pré-CâmbricoEtapas da História da Vida - Pré-Câmbrico
Etapas da História da Vida - Pré-Câmbrico
 
Tempo Geológico - Etapas da História da Vida
Tempo Geológico - Etapas da História da VidaTempo Geológico - Etapas da História da Vida
Tempo Geológico - Etapas da História da Vida
 
Rochas sedimentares
Rochas sedimentaresRochas sedimentares
Rochas sedimentares
 
Fósseis
FósseisFósseis
Fósseis
 
Ciências naturais 7 exercícios de fósseis
Ciências naturais 7   exercícios de fósseisCiências naturais 7   exercícios de fósseis
Ciências naturais 7 exercícios de fósseis
 
Teste Verificação
Teste VerificaçãoTeste Verificação
Teste Verificação
 
Teoria Da Mobilidade Dos Fundos Oceânicos
Teoria Da Mobilidade Dos Fundos OceânicosTeoria Da Mobilidade Dos Fundos Oceânicos
Teoria Da Mobilidade Dos Fundos Oceânicos
 
Fósseis (ficha)
Fósseis (ficha)Fósseis (ficha)
Fósseis (ficha)
 
Deriva Continental
Deriva ContinentalDeriva Continental
Deriva Continental
 
CN: Ocorrência de falhas e dobras
CN: Ocorrência de falhas e dobrasCN: Ocorrência de falhas e dobras
CN: Ocorrência de falhas e dobras
 
Ciências naturais 7 os minerais
Ciências naturais 7   os mineraisCiências naturais 7   os minerais
Ciências naturais 7 os minerais
 
Planetas do Sistema Solar
Planetas do Sistema SolarPlanetas do Sistema Solar
Planetas do Sistema Solar
 
Os minerais e as suas características
Os minerais e as suas característicasOs minerais e as suas características
Os minerais e as suas características
 
O universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema Solar
O universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema SolarO universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema Solar
O universo, orientação e distâncias do e fora no Sistema Solar
 
Paisagens geológicas
Paisagens geológicasPaisagens geológicas
Paisagens geológicas
 
Teste rochas 7º ano
Teste rochas 7º anoTeste rochas 7º ano
Teste rochas 7º ano
 
A célula - unidade básica da vida
A célula - unidade básica da vidaA célula - unidade básica da vida
A célula - unidade básica da vida
 

Semelhante a Os fósseis

Semelhante a Os fósseis (20)

Fosseis
FosseisFosseis
Fosseis
 
Fosseis
FosseisFosseis
Fosseis
 
Fosseis
FosseisFosseis
Fosseis
 
7º 2.1.
7º 2.1.7º 2.1.
7º 2.1.
 
Fósseis
FósseisFósseis
Fósseis
 
A Terra conta a sua História
A Terra conta a sua HistóriaA Terra conta a sua História
A Terra conta a sua História
 
FóSseis Cristelo
FóSseis CristeloFóSseis Cristelo
FóSseis Cristelo
 
A Terra conta a sua história
A Terra conta a sua históriaA Terra conta a sua história
A Terra conta a sua história
 
Fosseis
FosseisFosseis
Fosseis
 
Fósseis....
Fósseis....Fósseis....
Fósseis....
 
Os fósseis
Os fósseisOs fósseis
Os fósseis
 
P Pdo Jant..[1]
P Pdo Jant..[1]P Pdo Jant..[1]
P Pdo Jant..[1]
 
P Pdo Jant..[1]
P Pdo Jant..[1]P Pdo Jant..[1]
P Pdo Jant..[1]
 
Fósseis.def
Fósseis.defFósseis.def
Fósseis.def
 
Fosseis 1 cópia
Fosseis 1   cópiaFosseis 1   cópia
Fosseis 1 cópia
 
À Descoberta dos fósseis
À Descoberta dos fósseisÀ Descoberta dos fósseis
À Descoberta dos fósseis
 
Tipos De Fossilização
Tipos De FossilizaçãoTipos De Fossilização
Tipos De Fossilização
 
Fósseis.def
Fósseis.defFósseis.def
Fósseis.def
 
Fósseis.def
Fósseis.defFósseis.def
Fósseis.def
 
história da Terra
história da Terrahistória da Terra
história da Terra
 

Mais de Catir

Exercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Exercícios de Exames de Geologia de 10º anoExercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Exercícios de Exames de Geologia de 10º anoCatir
 
Exercícios de aplicação Geologia 10 ano
Exercícios de aplicação Geologia 10 anoExercícios de aplicação Geologia 10 ano
Exercícios de aplicação Geologia 10 anoCatir
 
Atividade vulcânica
Atividade vulcânicaAtividade vulcânica
Atividade vulcânicaCatir
 
4 ecossistemas
4 ecossistemas4 ecossistemas
4 ecossistemasCatir
 
Dinâmica externa da Terra -1
Dinâmica externa da Terra -1Dinâmica externa da Terra -1
Dinâmica externa da Terra -1Catir
 
A célula
A célulaA célula
A célulaCatir
 
A Terra como um sistema
A Terra como um sistemaA Terra como um sistema
A Terra como um sistemaCatir
 
Terra - um planeta com vida
Terra - um planeta com vidaTerra - um planeta com vida
Terra - um planeta com vidaCatir
 
História das Ciências e Educação em Ciências
História das Ciências e Educação em CiênciasHistória das Ciências e Educação em Ciências
História das Ciências e Educação em CiênciasCatir
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivoCatir
 
o sistema respiratório
o sistema respiratórioo sistema respiratório
o sistema respiratórioCatir
 
O sistema linfático
O sistema linfáticoO sistema linfático
O sistema linfáticoCatir
 
Algumas perturbações do sistema circulatório
Algumas perturbações do sistema circulatórioAlgumas perturbações do sistema circulatório
Algumas perturbações do sistema circulatórioCatir
 
Tipos de circulação sanguínea
Tipos de circulação sanguíneaTipos de circulação sanguínea
Tipos de circulação sanguíneaCatir
 
O ciclo cardíaco
O ciclo cardíacoO ciclo cardíaco
O ciclo cardíacoCatir
 
Anatomia do coração
Anatomia do coraçãoAnatomia do coração
Anatomia do coraçãoCatir
 
Constituição do sangue
Constituição do sangueConstituição do sangue
Constituição do sangueCatir
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervosoCatir
 
Sistema hormonal
Sistema hormonalSistema hormonal
Sistema hormonalCatir
 
Sistema neuro-hormonal
Sistema neuro-hormonalSistema neuro-hormonal
Sistema neuro-hormonalCatir
 

Mais de Catir (20)

Exercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Exercícios de Exames de Geologia de 10º anoExercícios de Exames de Geologia de 10º ano
Exercícios de Exames de Geologia de 10º ano
 
Exercícios de aplicação Geologia 10 ano
Exercícios de aplicação Geologia 10 anoExercícios de aplicação Geologia 10 ano
Exercícios de aplicação Geologia 10 ano
 
Atividade vulcânica
Atividade vulcânicaAtividade vulcânica
Atividade vulcânica
 
4 ecossistemas
4 ecossistemas4 ecossistemas
4 ecossistemas
 
Dinâmica externa da Terra -1
Dinâmica externa da Terra -1Dinâmica externa da Terra -1
Dinâmica externa da Terra -1
 
A célula
A célulaA célula
A célula
 
A Terra como um sistema
A Terra como um sistemaA Terra como um sistema
A Terra como um sistema
 
Terra - um planeta com vida
Terra - um planeta com vidaTerra - um planeta com vida
Terra - um planeta com vida
 
História das Ciências e Educação em Ciências
História das Ciências e Educação em CiênciasHistória das Ciências e Educação em Ciências
História das Ciências e Educação em Ciências
 
Sistema digestivo
Sistema digestivoSistema digestivo
Sistema digestivo
 
o sistema respiratório
o sistema respiratórioo sistema respiratório
o sistema respiratório
 
O sistema linfático
O sistema linfáticoO sistema linfático
O sistema linfático
 
Algumas perturbações do sistema circulatório
Algumas perturbações do sistema circulatórioAlgumas perturbações do sistema circulatório
Algumas perturbações do sistema circulatório
 
Tipos de circulação sanguínea
Tipos de circulação sanguíneaTipos de circulação sanguínea
Tipos de circulação sanguínea
 
O ciclo cardíaco
O ciclo cardíacoO ciclo cardíaco
O ciclo cardíaco
 
Anatomia do coração
Anatomia do coraçãoAnatomia do coração
Anatomia do coração
 
Constituição do sangue
Constituição do sangueConstituição do sangue
Constituição do sangue
 
Sistema nervoso
Sistema nervosoSistema nervoso
Sistema nervoso
 
Sistema hormonal
Sistema hormonalSistema hormonal
Sistema hormonal
 
Sistema neuro-hormonal
Sistema neuro-hormonalSistema neuro-hormonal
Sistema neuro-hormonal
 

Último

QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...azulassessoria9
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docCarolineWaitman
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...marioeugenio8
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfManuais Formação
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSPedroMatos469278
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresAna Isabel Correia
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...Eró Cunha
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxKeslleyAFerreira
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................mariagrave
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfAndersonW5
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docxSílvia Carneiro
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASricardo644666
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...LuizHenriquedeAlmeid6
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaHenrique Santos
 
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdfO que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdfGisellySobral
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitlerhabiwo1978
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxCarolineWaitman
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEblogdoelvis
 

Último (20)

QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...QUESTÃO 4   Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
QUESTÃO 4 Os estudos das competências pessoais é de extrema importância, pr...
 
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.docProjeto envolvendo as borboletas - poema.doc
Projeto envolvendo as borboletas - poema.doc
 
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
Proposta de redação Soneto de texto do gênero poema para a,usos do 9 ano do e...
 
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdfUFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
UFCD_8291_Preparação e confeção de peixes e mariscos_índice.pdf
 
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSSFormação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
Formação T.2 do Modulo I da Formação HTML & CSS
 
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autoresModelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
Modelos de Inteligencia Emocional segundo diversos autores
 
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...Regulamento do Festival de Teatro Negro -  FESTIAFRO 2024 - 10ª edição -  CEI...
Regulamento do Festival de Teatro Negro - FESTIAFRO 2024 - 10ª edição - CEI...
 
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptxQuímica-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
Química-ensino médio ESTEQUIOMETRIA.pptx
 
Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................Histogramas.pptx...............................
Histogramas.pptx...............................
 
Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.Poema - Aedes Aegypt.
Poema - Aedes Aegypt.
 
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdfSQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
SQL Parte 1 - Criação de Banco de Dados.pdf
 
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
[2.3.3] 100%_CN7_CAP_[FichaAvaliacao3].docx
 
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVASAPRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
APRENDA COMO USAR CONJUNÇÕES COORDENATIVAS
 
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
Slides Lição 7, Betel, Ordenança para uma vida de fidelidade e lealdade, 2Tr2...
 
O que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de InfânciaO que é, de facto, a Educação de Infância
O que é, de facto, a Educação de Infância
 
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdfO que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
O que é literatura - Marisa Lajolo com.pdf
 
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf HitlerAlemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
Alemanha vs União Soviética - Livro de Adolf Hitler
 
662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica662938.pdf aula digital de educação básica
662938.pdf aula digital de educação básica
 
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptxSequência didática Carona 1º Encontro.pptx
Sequência didática Carona 1º Encontro.pptx
 
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PEEdital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
Edital do processo seletivo para contratação de agentes de saúde em Floresta, PE
 

Os fósseis

  • 1. A Terra conta a sua história Prof.ª Catarina Reis CiênciasNaturais 7ºano
  • 2. O conhecimento que possuímos acerca do passado da Terra deve-se ao registo fóssil presente nas rochas. Os fósseis encontram-se, geralmente, em rochas sedimentares.
  • 3. Paleontólogo – cientista que se dedica ao estudo da paleontologia Paleontologia - Ciência que estuda os fósseis
  • 4.
  • 5. Os fósseis inteiros de seres vivos são muito raros, a grande maioria corresponde, apenas, às partes duras esqueléticas, como conchas, dentes, ossos, carapaças ou espículas.
  • 6. Fósseis são restos de seres vivos que viveram há muitos anos no nosso planeta, ou ainda, vestígios da sua actividade, que ficaram preservados em rochas ou noutros materiais naturais. O que são fósseis?
  • 7. O que é a fossilização? A fossilização é o conjunto de fenómenos físicos e químicos que permitem a formação de um fóssil.
  • 8. Os fósseis, verdadeiros testemunhos dos fenómenos que ocorreram ao longo da história da Vida na Terra, formam-se através de um processo designado fossilização.
  • 10. 1- Quando morreram os animais depositaram-se no fundo do mar sendo rapidamente cobertos por sedimentos; 2- Ao ficarem incorporados nos sedimentos sofreram os mesmos fenómenos de diagénese e metamorfismo, fossilizando; 3- As rochas onde os fósseis se encontram incorporados sofrem modificações que fazem elevar alguns estratos; 4- Os fósseis, devido à erosão ou a outros factores aparecem a superfície alguns milhões de anos mais tarde.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16. Tipos de informações que podemos recolher a partir de fósseis: Morfologia Estruturas: ossos, penas, escamas, textura da pele, etc. Deslocação/ Locomoção Estruturas: pegadas, pistas, trilhos, etc. Alimentação Estruturas: marcas de dentadas, gastrólitos, coprólitos, etc. Habitação Estruturas: galerias, tocas, túneis, etc. Reprodução Estruturas: ovos, posturas, ninhos, etc.
  • 17.
  • 18. Condições que facilitam o processo de fossilização Os processos que facilitam o processo de fossilização são os seguintes:  Existência de partes duras e de partes moles e estas são rapidamente decompostas.  Rapidez no soterramento dos restos mortais através de sedimentos.  Habitat preferencialmente no meio aquático porque os seres ficam mais isolados dos agentes erosivos.
  • 20.
  • 21. O exemplo mais conhecido de conservação, é a dos mamutes da Sibéria conservados no gelo (mumificação). Os insectos aprisionados e conservados no âmbar (resina), é outro exemplo muito conhecido.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26.
  • 27.
  • 28.
  • 29.
  • 30.
  • 31.
  • 32.
  • 33.
  • 34.
  • 35.
  • 36.
  • 37.
  • 38.
  • 39.
  • 40.
  • 41. Fósseis de idade • Fósseis que permitem datar as rochas onde se encontram. • Ex: trilobites – Era Paleozóica amonites – Era Mesozóica • Características: – Viveram durante um curto período de tempo geológico; – Tiveram grande dispersão geográfica; – Existiram em grande número.
  • 42. As amonites (A) e as trilobites (B) são, na generalidade, bons fósseis de idade. As amonites são características da era Mesozóica, enquanto que as trilobites são características da era Paleozóica.
  • 43.
  • 44. Fósseis de fácies • Fósseis que permitem reconstituir o seu ambiente de formação, ou seja o seu paleoambiente (ambiente do passado) • Ex: corais • Características: – Viveram durante um longo período de tempo geológico; – Tiveram pequena dispersão geográfica;
  • 45. Os corais actuais são invertebrados que vivem em mares pouco profundos e de águas quentes. Assim sendo podemos inferir que os corais sempre necessitaram deste tipo de condições para sobreviverem, pelo que regiões em que se encontrem corais fossilizados teriam em princípio de ser mares pouco profundos de águas quentes.
  • 46. Fósseis Vivos São seres vivos que existem desde há muitos milhões de anos.  Mantiveram as suas características ao longo do tempo, pois adaptaram-se bem aos variados ambientes que a Terra atravessou. Actualmente existem fósseis destes seres e também existem exemplares vivos.
  • 47. Seres vivos que são idênticos aos fósseis da mesma espécie, com milhões de anos. Exemplos: orquídea, Nautilus, algumas tartarugas, Ginkgo, … Fósseis vivos
  • 48. Esta tartaruga pertence a uma família de quelónios com uma idade geológica muito avançada. Alguns remontam ao período Jurássico, isto é, há 180 M.a.
  • 49. A mais antiga espécie de árvores, ainda sobrevivente, é a Ginkgo biloba. Apareceu há mais de 160 M.a. Durante o Período Jurássico.
  • 50. Os fósseis permitem reconstituir seres vivos que existiram no passado, os ambientes em que viviam e ainda a evolução que sofreram ao longo do tempo.
  • 51.