SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 4
Baixar para ler offline
O Natal na Madeira

Missas do Parto – 16 a 24 de Dezembro

                                    Durante todo o mês de Dezembro são celebradas
                                    missas religiosas especiais, acompanhadas de
                                    canções tradicionais, na maioria das igrejas da ilha. A
                                    Missa do Parto é uma tradição "original e única" da
                                    ilha da Madeira. É a celebração dos nove meses de
                                    gravidez da Virgem Maria, começando por isso 9 dias
                                    antes do Natal, pelas 6 da manhã do dia 16 de
                                    Dezembro e terminando ao nascer do sol do dia 24 de
                                    Dezembro. Depois da missa, o povo junta-se no adro
                                    da Igreja em amena cavaqueira, comendo e bebendo,
antes de mais um dia de trabalho.


Iluminação de Natal - 8 de Dezembro a 6 de Janeiro

                                                    O dia 8 de Dezembro é a data
                                                    oficial em que se acendem as
                                                    iluminações de Natal. A Ilha da
                                                    Madeira     é    verdadeiramente
                                                    mágica e inesquecível nesta
                                                    altura do ano. As ruas do Funchal
                                                    vestem-se a rigor com milhares
                                                    de lâmpadas em variadas cores.
                                                    Durante este período, as estradas
                                                    ao anoitecer enfeitam-se com
                                                    cadeias de pequenas lâmpadas
                                                    que são presas nos postes de luz
das estradas, formando algo semelhante a um mapa de estradas iluminado ou a um
presépio real em ponto grande, para quem a vê de longe.

Muitas casas estão também iluminadas exteriormente, por iniciativa dos próprios
habitantes, transmitindo alegria e cor, luz e festa, também reflexo de uma atitude
interior.

Preparativos do Natal

                                                             Todo o mês de Dezembro é
                                                             dedicado aos preparativos do
                                                             Natal: fazem-se as grandes
                                                             limpezas nas casas, os bolos
                                                             de mel, as broas, os licores,
                                                             deitam-se as searas, enfeita-
                                                             se o pinheiro, fazem-se as
                                                             decorações com as flores
                                                             típicas da época - as
                                                             cabrinhas e o azevinho.



                                             1
O Presépio ou Lapinha

                                  O presépio ou a lapinha típica madeirense é formada
                                 por um altar em degraus, onde no topo figura o Jesus
                                 Menino, habitualmente de pé. Os degraus são
                                 preenchidos com frutas: laranjas, anonas, nozes,
                                 castanhas... e searinhas (vasos com terra e sementes
                                 de trigo ou milho, que vão germinando e crescendo ao
                                 longo do período de Natal, resultando em pequenas
                                 searas que dão graças ao Jesus pequenino).

                                Também nos espaços públicos os presépios marcam a
                                sua presença, quer seja na Avenida Arriaga, no
Funchal, entre coros de anjos e outras recreações natalícias ou etnográficas, quer seja
noutras cidades ou pequenas povoações: o Natal é assim representado em proporções
por vezes gigantescas, com magníficas figuras, em cenários que reproduzem a
paisagem da ilha.

Também gigantescos arranjos de belas flores naturais - estrelícias, sapatinhos
(orquídeas), manhãs de Páscoa, enriquecem e embelezam quer os presépios quer
alguns largos do Funchal.

Matança do Porco

                                                            É um dos primeiros
                                                           grandes momentos do
                                                           Natal Madeirense. A
                                                           morte      do      porco
                                                           acontece, geralmente,
                                                           no dia em que se
                                                           realiza a primeira Missa
                                                           do Parto.Em tempos, a
                                                           carne    obtida    nesta
                                                           altura era a única que a
família consumia ao longo do ano. Agora, a matança do porco serve, sobretudo para
reunir amigos e familiares, cumprindo-se assim a tradição.

O sangue cozido é levado à frigideira e muitas vezes consumido logo após a matança.
Outras partes do animal são preparadas para a refeição do Dia de Natal (em particular a
tradicional carne de vinho-e-alhos). Todas as partes do porco são aproveitadas.

Fazem-se também enchidos ou salga-se alguma carne para outras épocas do ano
(recorde-se que a salga era um dos poucos métodos de conservação dos alimentos).
A Matança do Porco termina já pela noite dentro com cantares típicos da quadra.

Noite do Mercado – 23 de Dezembro


                                A Festa da Noite do Mercado é uma celebração
                                tradicional que dura toda a noite. O famoso mercado
                                do Funchal (Mercado dos Lavradores) e as ruas à volta
                                dele estão apinhadas de gente animada a criar um
                                verdadeiro espírito festivo, a cantar canções de Natal, a
                                dançar, a beber e a divertir-se. Todos os bares da zona

                                           2
estão abertos noite fora, a servir bebidas tradicionais e a especialmente deliciosa sandes
de “carne vinha d’alhos”, que é servida tradicionalmente durante o Natal. Durante o dia,
à volta do mercado, os frutos e vegetais regionais estão expostos de forma
impressionante, e assim podemos fazer compras de última hora.

Missa do Galo




Durante a Missa do Galo são encenados vários episódios bíblicos relacionados com o
Nascimento do Menino, representam-se os autos de Natal e as romagens dos pastores.
A canção “Da serra veio um pastor” é uma presença quase obrigatória. Quando a missa
acaba, cada um recolhe à sua casa para o reconfortante calor da canja de galinha.

Ao almoço do dia de Natal, come-se a tradicional carne de vinha de alhos, leitão assado
e peru.

A chegada do Novo Ano

O Ano Novo é assinalado em muitos
pontos da ilha com a mudança do(s)
algarismo(s) do ano em luz, por vezes
visíveis de pontos bem distantes.

Mas onde a passagem assume principal
interesse é no Funchal, já que o Novo Ano
é saudado com o lançamento de um
fantástico fogo-de-artifício que envolve
toda a baía. De uma multiplitude de
pontos são lançadas várias dezenas de
toneladas de fogo, que se tornam num
abraço à baía, em múltiplas explosões de
luz e cor, representando vários quadros, ao longo de oito minutos.

Este fogo traz à cidade residentes de toda a ilha e dezenas de milhar de turistas que
vêm assistir à passagem do ano. Frente à baía, no mar, um número significativo de
paquetes, todos os anos, assiste ao espectáculo do fogo-de-artifício. É no calor da noite
que a festa se prolonga, envolvendo todos, sobretudo na parte baixa da cidade, junto à
marina, mas também na casa de cada um.

                                            3
Dia de Reis



                                         Esta tradição de cantar os Reis no dia 5 Janeiro é muito
                                         antiga e realiza-se por toda a Região Autónoma da
                                         Madeira.




Já é também tradição no Largo do Colégio, vários grupos cantarem os Reis com a
presença do Presidente da Câmara Municipal do Funchal, Dr. Miguel Albuquerque.

A grande novidade nos últimos anos tem sido o Bolo-Rei gigante, que tem o
comprimento de 150 metros e 520 kg de peso, dando a volta completa ao Largo do
Colégio, uma iniciativa anual promovida pela autarquia funchalense que assinala o
encerramento da quadra natalícia. O bolo é depois cortado e distribuído a todos
presentes que o devoram em muito pouco tempo!

É no dia 7 de Janeiro, após os Reis, que se desmancham as lapinhas e tudo volta à
normalidade, mas algumas pessoas conservam os presépios armados até o dia 15, dia
da festa de Santo Amaro, também conhecido, pelo povo, como o dia de “varrer os
armários”, que é, na opinião de alguns, quando devem ser dadas por findas as
manifestações de regozijo do Natal, tanto do agrado do bom povo madeirense.

                                                SITOGRAFIA:

http://funchal.blogspot.com/2006/11/o-natal-na-madeira-especial.html

http://www.madeira-web.com/PagesP/christmas.html

http://onatal1.no.sapo.pt/Madeira.htm

http://www.mensageirosantoantonio.com/messaggero/pagina_articolo.asp?IDX=66IDRX=13

http://cantinhodamadeira.net/index.php?option=com_content&view=article&id=113&Itemid=144

http://images.google.pt                                                                    Leonor Sousa
http://www.jornaldamadeira.pt/not2008.php?Seccao=13&id=113171&sdata=
                                                                                           5º III
                                                         4

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Trabalho freguesia arcozelo
Trabalho freguesia arcozeloTrabalho freguesia arcozelo
Trabalho freguesia arcozelobruno oliveira
 
Natal na Europa
Natal na EuropaNatal na Europa
Natal na Europageorui
 
Edição V - Julho 2011
Edição V - Julho 2011Edição V - Julho 2011
Edição V - Julho 2011pichutas
 
Atelier de escrita natal
Atelier de escrita natalAtelier de escrita natal
Atelier de escrita natalluizona
 
Tradições de Natal pelo Mundo - Artur Filipe dos Santos
Tradições de Natal pelo Mundo - Artur Filipe dos SantosTradições de Natal pelo Mundo - Artur Filipe dos Santos
Tradições de Natal pelo Mundo - Artur Filipe dos SantosArtur Filipe dos Santos
 
Natal algarvio perdeu tradições
Natal algarvio perdeu tradiçõesNatal algarvio perdeu tradições
Natal algarvio perdeu tradiçõesJosé Mesquita
 
História do Peso
História do PesoHistória do Peso
História do Pesojpeso
 
8ª Ano - Respostas das páginas 11, 14 e 259
8ª Ano - Respostas das páginas 11, 14 e 2598ª Ano - Respostas das páginas 11, 14 e 259
8ª Ano - Respostas das páginas 11, 14 e 259SEMEC
 
Tradições natalícias madeirenses
Tradições natalícias madeirenses  Tradições natalícias madeirenses
Tradições natalícias madeirenses edgar2006
 
Guiao do teatro musical - Natal no fundo do mar 2019
Guiao do teatro musical - Natal no fundo do mar 2019Guiao do teatro musical - Natal no fundo do mar 2019
Guiao do teatro musical - Natal no fundo do mar 2019Educacao Musical Jose Galvao
 
Receitas Boas Festas 1
Receitas  Boas  Festas 1Receitas  Boas  Festas 1
Receitas Boas Festas 1Medusa Fabula
 
O natal em diversos países da europa
O natal em diversos países da europaO natal em diversos países da europa
O natal em diversos países da europaandrepaiva7a
 

Mais procurados (19)

Newsletter Nº1
Newsletter Nº1Newsletter Nº1
Newsletter Nº1
 
Trabalho freguesia arcozelo
Trabalho freguesia arcozeloTrabalho freguesia arcozelo
Trabalho freguesia arcozelo
 
Natal na Europa
Natal na EuropaNatal na Europa
Natal na Europa
 
Jp pag 1 de 4
Jp pag 1 de 4Jp pag 1 de 4
Jp pag 1 de 4
 
Jornal e 10_d_ez1
Jornal e 10_d_ez1Jornal e 10_d_ez1
Jornal e 10_d_ez1
 
Edição V - Julho 2011
Edição V - Julho 2011Edição V - Julho 2011
Edição V - Julho 2011
 
Atelier de escrita natal
Atelier de escrita natalAtelier de escrita natal
Atelier de escrita natal
 
Tradições de Natal pelo Mundo - Artur Filipe dos Santos
Tradições de Natal pelo Mundo - Artur Filipe dos SantosTradições de Natal pelo Mundo - Artur Filipe dos Santos
Tradições de Natal pelo Mundo - Artur Filipe dos Santos
 
Mexico
MexicoMexico
Mexico
 
Natal algarvio perdeu tradições
Natal algarvio perdeu tradiçõesNatal algarvio perdeu tradições
Natal algarvio perdeu tradições
 
História do Peso
História do PesoHistória do Peso
História do Peso
 
Natal10
Natal10Natal10
Natal10
 
8ª Ano - Respostas das páginas 11, 14 e 259
8ª Ano - Respostas das páginas 11, 14 e 2598ª Ano - Respostas das páginas 11, 14 e 259
8ª Ano - Respostas das páginas 11, 14 e 259
 
Tradições natalícias madeirenses
Tradições natalícias madeirenses  Tradições natalícias madeirenses
Tradições natalícias madeirenses
 
Guiao do teatro musical - Natal no fundo do mar 2019
Guiao do teatro musical - Natal no fundo do mar 2019Guiao do teatro musical - Natal no fundo do mar 2019
Guiao do teatro musical - Natal no fundo do mar 2019
 
Decoração de natal na serra
Decoração de natal na serraDecoração de natal na serra
Decoração de natal na serra
 
Receitas Boas Festas 1
Receitas  Boas  Festas 1Receitas  Boas  Festas 1
Receitas Boas Festas 1
 
O natal em diversos países da europa
O natal em diversos países da europaO natal em diversos países da europa
O natal em diversos países da europa
 
Raven Grimassi
Raven GrimassiRaven Grimassi
Raven Grimassi
 

Semelhante a O Natal na Madeira - Tradições e celebrações

Semelhante a O Natal na Madeira - Tradições e celebrações (20)

O Natal em Portugal
O Natal em Portugal O Natal em Portugal
O Natal em Portugal
 
Apresentação joana...
Apresentação joana...Apresentação joana...
Apresentação joana...
 
Apresentação joana...
Apresentação joana...Apresentação joana...
Apresentação joana...
 
TradiçõEs De Natal
TradiçõEs De NatalTradiçõEs De Natal
TradiçõEs De Natal
 
O Natal Em Portugal
O Natal Em PortugalO Natal Em Portugal
O Natal Em Portugal
 
Natal
NatalNatal
Natal
 
Tradiçoes Madeirenses João Tomás 4ºA
Tradiçoes Madeirenses João Tomás 4ºATradiçoes Madeirenses João Tomás 4ºA
Tradiçoes Madeirenses João Tomás 4ºA
 
Tradições de natal
Tradições de natalTradições de natal
Tradições de natal
 
Tradições da Madeira Maria e Bruna 4ºC
Tradições da Madeira Maria e Bruna 4ºCTradições da Madeira Maria e Bruna 4ºC
Tradições da Madeira Maria e Bruna 4ºC
 
Espanha
EspanhaEspanha
Espanha
 
Tradições do Natal Português
Tradições do Natal PortuguêsTradições do Natal Português
Tradições do Natal Português
 
Anjo de natal
Anjo de natalAnjo de natal
Anjo de natal
 
Celebração do natal na holanda
Celebração do natal na holandaCelebração do natal na holanda
Celebração do natal na holanda
 
O meu Natal Elvis Marques
O meu Natal Elvis Marques O meu Natal Elvis Marques
O meu Natal Elvis Marques
 
O natal em portugal
O natal em portugalO natal em portugal
O natal em portugal
 
O Natal na Voz do Povo 4
O Natal na Voz do Povo 4O Natal na Voz do Povo 4
O Natal na Voz do Povo 4
 
Festas Religiosas
Festas ReligiosasFestas Religiosas
Festas Religiosas
 
História do natal
História do natalHistória do natal
História do natal
 
Natal 2011 2012
Natal 2011 2012Natal 2011 2012
Natal 2011 2012
 
Reismagos historia e lenda bolo rei
Reismagos historia e lenda bolo reiReismagos historia e lenda bolo rei
Reismagos historia e lenda bolo rei
 

Mais de TeresaSousa

Madeira António Henriques 11º6
Madeira  António Henriques 11º6Madeira  António Henriques 11º6
Madeira António Henriques 11º6TeresaSousa
 
Le carnaval à Madeira (Petra)
Le carnaval à Madeira (Petra)Le carnaval à Madeira (Petra)
Le carnaval à Madeira (Petra)TeresaSousa
 
Le Noël en France
Le Noël en FranceLe Noël en France
Le Noël en FranceTeresaSousa
 
Le Noël en France
Le Noël en FranceLe Noël en France
Le Noël en FranceTeresaSousa
 
Natal na Madeira António Henriquez
Natal na Madeira António HenriquezNatal na Madeira António Henriquez
Natal na Madeira António HenriquezTeresaSousa
 
Apresentação de Victoria FONTE
Apresentação de Victoria FONTEApresentação de Victoria FONTE
Apresentação de Victoria FONTETeresaSousa
 
Apresentação de Naelle ZAMOR
Apresentação de Naelle ZAMORApresentação de Naelle ZAMOR
Apresentação de Naelle ZAMORTeresaSousa
 
Apresentação de Rodrigo
Apresentação de Rodrigo Apresentação de Rodrigo
Apresentação de Rodrigo TeresaSousa
 
Apresentação de Manon Saliou
Apresentação de Manon SaliouApresentação de Manon Saliou
Apresentação de Manon SaliouTeresaSousa
 
Apresentação de Robin Derulle
Apresentação de Robin DerulleApresentação de Robin Derulle
Apresentação de Robin DerulleTeresaSousa
 
Apresentação de Yasmina AZOUAGH
Apresentação de Yasmina  AZOUAGHApresentação de Yasmina  AZOUAGH
Apresentação de Yasmina AZOUAGHTeresaSousa
 
Apresentação de Hortense Le Coz
Apresentação de Hortense Le CozApresentação de Hortense Le Coz
Apresentação de Hortense Le Coz TeresaSousa
 
Présentation de Bruna Pereira
Présentation de Bruna PereiraPrésentation de Bruna Pereira
Présentation de Bruna PereiraTeresaSousa
 
Apresentação de Hélèna GUILLORY
Apresentação de Hélèna GUILLORYApresentação de Hélèna GUILLORY
Apresentação de Hélèna GUILLORYTeresaSousa
 
Présentation de Francisca Vieira
Présentation de Francisca VieiraPrésentation de Francisca Vieira
Présentation de Francisca VieiraTeresaSousa
 
Présentation d'Elvis
Présentation d'ElvisPrésentation d'Elvis
Présentation d'ElvisTeresaSousa
 
Les verbes qui ont l’auxiliaire être
Les verbes qui ont l’auxiliaire êtreLes verbes qui ont l’auxiliaire être
Les verbes qui ont l’auxiliaire êtreTeresaSousa
 
"Louisette" chapitre 10 du livre Le petit nicolas
"Louisette" chapitre 10 du livre Le petit nicolas"Louisette" chapitre 10 du livre Le petit nicolas
"Louisette" chapitre 10 du livre Le petit nicolasTeresaSousa
 

Mais de TeresaSousa (20)

Madeira António Henriques 11º6
Madeira  António Henriques 11º6Madeira  António Henriques 11º6
Madeira António Henriques 11º6
 
Le carnaval à Madeira (Petra)
Le carnaval à Madeira (Petra)Le carnaval à Madeira (Petra)
Le carnaval à Madeira (Petra)
 
Le Noël en France
Le Noël en FranceLe Noël en France
Le Noël en France
 
Le Noël en France
Le Noël en FranceLe Noël en France
Le Noël en France
 
Natal na Madeira António Henriquez
Natal na Madeira António HenriquezNatal na Madeira António Henriquez
Natal na Madeira António Henriquez
 
Joyeux Noël
Joyeux Noël Joyeux Noël
Joyeux Noël
 
Apresentação de Victoria FONTE
Apresentação de Victoria FONTEApresentação de Victoria FONTE
Apresentação de Victoria FONTE
 
Apresentação de Naelle ZAMOR
Apresentação de Naelle ZAMORApresentação de Naelle ZAMOR
Apresentação de Naelle ZAMOR
 
Apresentação de Rodrigo
Apresentação de Rodrigo Apresentação de Rodrigo
Apresentação de Rodrigo
 
Apresentação de Manon Saliou
Apresentação de Manon SaliouApresentação de Manon Saliou
Apresentação de Manon Saliou
 
Apresentação de Robin Derulle
Apresentação de Robin DerulleApresentação de Robin Derulle
Apresentação de Robin Derulle
 
Apresentação de Yasmina AZOUAGH
Apresentação de Yasmina  AZOUAGHApresentação de Yasmina  AZOUAGH
Apresentação de Yasmina AZOUAGH
 
Apresentação de Hortense Le Coz
Apresentação de Hortense Le CozApresentação de Hortense Le Coz
Apresentação de Hortense Le Coz
 
Présentation de Bruna Pereira
Présentation de Bruna PereiraPrésentation de Bruna Pereira
Présentation de Bruna Pereira
 
Apresentação de Hélèna GUILLORY
Apresentação de Hélèna GUILLORYApresentação de Hélèna GUILLORY
Apresentação de Hélèna GUILLORY
 
Présentation de Francisca Vieira
Présentation de Francisca VieiraPrésentation de Francisca Vieira
Présentation de Francisca Vieira
 
Présentation d'Elvis
Présentation d'ElvisPrésentation d'Elvis
Présentation d'Elvis
 
Les verbes qui ont l’auxiliaire être
Les verbes qui ont l’auxiliaire êtreLes verbes qui ont l’auxiliaire être
Les verbes qui ont l’auxiliaire être
 
"Louisette" chapitre 10 du livre Le petit nicolas
"Louisette" chapitre 10 du livre Le petit nicolas"Louisette" chapitre 10 du livre Le petit nicolas
"Louisette" chapitre 10 du livre Le petit nicolas
 
Barbie
Barbie Barbie
Barbie
 

Último

Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbyasminlarissa371
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMHenrique Pontes
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaFernanda Ledesma
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxHenriqueLuciano2
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceRonisHolanda
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullyingMary Alvarenga
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoJayaneSales1
 
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSdjgsantos1981
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terraBiblioteca UCS
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoCelianeOliveira8
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evoluçãoprofleticiasantosbio
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Paula Meyer Piagentini
 

Último (20)

Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptxSlides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
Slides Lição 3, CPAD, O Céu - o Destino do Cristão, 2Tr24,.pptx
 
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbv19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
v19n2s3a25.pdfgcbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbbb
 
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025Os Ratos  -  Dyonelio Machado  FUVEST 2025
Os Ratos - Dyonelio Machado FUVEST 2025
 
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOMNOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
NOVA ORDEM MUNDIAL - Conceitos básicos na NOM
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão LinguísticaA Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
A Inteligência Artificial na Educação e a Inclusão Linguística
 
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptxEVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
EVANGELISMO É MISSÕES ATUALIZADO 2024.pptx
 
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaeceSimulado com textos curtos e tirinhas spaece
Simulado com textos curtos e tirinhas spaece
 
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao  bullyingMini livro sanfona - Diga não ao  bullying
Mini livro sanfona - Diga não ao bullying
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitaçãoSer Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
Ser Mãe Atípica, uma jornada de amor e aceitação
 
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
 
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terraSistema de Bibliotecas UCS  - A descoberta da terra
Sistema de Bibliotecas UCS - A descoberta da terra
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e femininoGametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
Gametogênese, formação dos gametas masculino e feminino
 
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. EvoluçãoAs teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
As teorias de Lamarck e Darwin. Evolução
 
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
Jogo de Revisão Terceira Série (Primeiro Trimestre)
 

O Natal na Madeira - Tradições e celebrações

  • 1. O Natal na Madeira Missas do Parto – 16 a 24 de Dezembro Durante todo o mês de Dezembro são celebradas missas religiosas especiais, acompanhadas de canções tradicionais, na maioria das igrejas da ilha. A Missa do Parto é uma tradição "original e única" da ilha da Madeira. É a celebração dos nove meses de gravidez da Virgem Maria, começando por isso 9 dias antes do Natal, pelas 6 da manhã do dia 16 de Dezembro e terminando ao nascer do sol do dia 24 de Dezembro. Depois da missa, o povo junta-se no adro da Igreja em amena cavaqueira, comendo e bebendo, antes de mais um dia de trabalho. Iluminação de Natal - 8 de Dezembro a 6 de Janeiro O dia 8 de Dezembro é a data oficial em que se acendem as iluminações de Natal. A Ilha da Madeira é verdadeiramente mágica e inesquecível nesta altura do ano. As ruas do Funchal vestem-se a rigor com milhares de lâmpadas em variadas cores. Durante este período, as estradas ao anoitecer enfeitam-se com cadeias de pequenas lâmpadas que são presas nos postes de luz das estradas, formando algo semelhante a um mapa de estradas iluminado ou a um presépio real em ponto grande, para quem a vê de longe. Muitas casas estão também iluminadas exteriormente, por iniciativa dos próprios habitantes, transmitindo alegria e cor, luz e festa, também reflexo de uma atitude interior. Preparativos do Natal Todo o mês de Dezembro é dedicado aos preparativos do Natal: fazem-se as grandes limpezas nas casas, os bolos de mel, as broas, os licores, deitam-se as searas, enfeita- se o pinheiro, fazem-se as decorações com as flores típicas da época - as cabrinhas e o azevinho. 1
  • 2. O Presépio ou Lapinha O presépio ou a lapinha típica madeirense é formada por um altar em degraus, onde no topo figura o Jesus Menino, habitualmente de pé. Os degraus são preenchidos com frutas: laranjas, anonas, nozes, castanhas... e searinhas (vasos com terra e sementes de trigo ou milho, que vão germinando e crescendo ao longo do período de Natal, resultando em pequenas searas que dão graças ao Jesus pequenino). Também nos espaços públicos os presépios marcam a sua presença, quer seja na Avenida Arriaga, no Funchal, entre coros de anjos e outras recreações natalícias ou etnográficas, quer seja noutras cidades ou pequenas povoações: o Natal é assim representado em proporções por vezes gigantescas, com magníficas figuras, em cenários que reproduzem a paisagem da ilha. Também gigantescos arranjos de belas flores naturais - estrelícias, sapatinhos (orquídeas), manhãs de Páscoa, enriquecem e embelezam quer os presépios quer alguns largos do Funchal. Matança do Porco É um dos primeiros grandes momentos do Natal Madeirense. A morte do porco acontece, geralmente, no dia em que se realiza a primeira Missa do Parto.Em tempos, a carne obtida nesta altura era a única que a família consumia ao longo do ano. Agora, a matança do porco serve, sobretudo para reunir amigos e familiares, cumprindo-se assim a tradição. O sangue cozido é levado à frigideira e muitas vezes consumido logo após a matança. Outras partes do animal são preparadas para a refeição do Dia de Natal (em particular a tradicional carne de vinho-e-alhos). Todas as partes do porco são aproveitadas. Fazem-se também enchidos ou salga-se alguma carne para outras épocas do ano (recorde-se que a salga era um dos poucos métodos de conservação dos alimentos). A Matança do Porco termina já pela noite dentro com cantares típicos da quadra. Noite do Mercado – 23 de Dezembro A Festa da Noite do Mercado é uma celebração tradicional que dura toda a noite. O famoso mercado do Funchal (Mercado dos Lavradores) e as ruas à volta dele estão apinhadas de gente animada a criar um verdadeiro espírito festivo, a cantar canções de Natal, a dançar, a beber e a divertir-se. Todos os bares da zona 2
  • 3. estão abertos noite fora, a servir bebidas tradicionais e a especialmente deliciosa sandes de “carne vinha d’alhos”, que é servida tradicionalmente durante o Natal. Durante o dia, à volta do mercado, os frutos e vegetais regionais estão expostos de forma impressionante, e assim podemos fazer compras de última hora. Missa do Galo Durante a Missa do Galo são encenados vários episódios bíblicos relacionados com o Nascimento do Menino, representam-se os autos de Natal e as romagens dos pastores. A canção “Da serra veio um pastor” é uma presença quase obrigatória. Quando a missa acaba, cada um recolhe à sua casa para o reconfortante calor da canja de galinha. Ao almoço do dia de Natal, come-se a tradicional carne de vinha de alhos, leitão assado e peru. A chegada do Novo Ano O Ano Novo é assinalado em muitos pontos da ilha com a mudança do(s) algarismo(s) do ano em luz, por vezes visíveis de pontos bem distantes. Mas onde a passagem assume principal interesse é no Funchal, já que o Novo Ano é saudado com o lançamento de um fantástico fogo-de-artifício que envolve toda a baía. De uma multiplitude de pontos são lançadas várias dezenas de toneladas de fogo, que se tornam num abraço à baía, em múltiplas explosões de luz e cor, representando vários quadros, ao longo de oito minutos. Este fogo traz à cidade residentes de toda a ilha e dezenas de milhar de turistas que vêm assistir à passagem do ano. Frente à baía, no mar, um número significativo de paquetes, todos os anos, assiste ao espectáculo do fogo-de-artifício. É no calor da noite que a festa se prolonga, envolvendo todos, sobretudo na parte baixa da cidade, junto à marina, mas também na casa de cada um. 3
  • 4. Dia de Reis Esta tradição de cantar os Reis no dia 5 Janeiro é muito antiga e realiza-se por toda a Região Autónoma da Madeira. Já é também tradição no Largo do Colégio, vários grupos cantarem os Reis com a presença do Presidente da Câmara Municipal do Funchal, Dr. Miguel Albuquerque. A grande novidade nos últimos anos tem sido o Bolo-Rei gigante, que tem o comprimento de 150 metros e 520 kg de peso, dando a volta completa ao Largo do Colégio, uma iniciativa anual promovida pela autarquia funchalense que assinala o encerramento da quadra natalícia. O bolo é depois cortado e distribuído a todos presentes que o devoram em muito pouco tempo! É no dia 7 de Janeiro, após os Reis, que se desmancham as lapinhas e tudo volta à normalidade, mas algumas pessoas conservam os presépios armados até o dia 15, dia da festa de Santo Amaro, também conhecido, pelo povo, como o dia de “varrer os armários”, que é, na opinião de alguns, quando devem ser dadas por findas as manifestações de regozijo do Natal, tanto do agrado do bom povo madeirense. SITOGRAFIA: http://funchal.blogspot.com/2006/11/o-natal-na-madeira-especial.html http://www.madeira-web.com/PagesP/christmas.html http://onatal1.no.sapo.pt/Madeira.htm http://www.mensageirosantoantonio.com/messaggero/pagina_articolo.asp?IDX=66IDRX=13 http://cantinhodamadeira.net/index.php?option=com_content&view=article&id=113&Itemid=144 http://images.google.pt Leonor Sousa http://www.jornaldamadeira.pt/not2008.php?Seccao=13&id=113171&sdata= 5º III 4