Newsletter Nº1

357 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
357
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
26
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Newsletter Nº1

  1. 1. Página 1 Edição nº 1/2011 Gota VerdeNewsletter Os Colaboradores da Gota Verde, desejam a todos os seus clientes e amigos um Santo Natal e um Próspero Ano Novo.Nesta Edição:- Doçaria Tradicional e Doçaria Tradicional e Iguarias GastronómicasIguarias Gastronómicas que tiritava no desconforto- Restaurante L´Eau da cabana. Então, um dosVive - Hospedaria Con- pastores tirou vinho da suavento de Tibães cabaça e aqueceu-o num- Cozinha Tradicional - borreco; outro, juntou-lheRestaurante Bem-me- um favo de mel que tinha noQuer surrão e deram-no a beber à Mãe de Deus. Por isso, o- Consoadas e Reveillons vinho quente na noite dana Hotelaria Ceia de Natal bebe-se, sem- pre, da mesma malga, com religiosa unção. Guarda-se no oratório da sala grande. Protege das maleitas, corta o ar, o mal da inveja e do mau -olhado Dr. Francisco Sampaio Natal em casa. Também Natal nos Restaurantes e Hotéis… como se fosse A tradição de Natal ainda de coivão da horta. Depois, surge o polvo vitela, tenro em casa. Confraternização é o que era! Para comprovar de amigos, de empresas, como manteiga, os fofos essa realidade, entre muitos clubes, associações. Tempos bolos de bacalhau, as ervas escritores que poderia trazer difíceis, mas, sempre, tem- de grelos picados. E a sobre- à colação para nos falarem pos de memória, convívio, mesa? A terrina dos formi- Feliz Natal e do Natal no Minho, são obri- gos ou mexidos, o arroz partilha, solidariedade. Num voltar às raízes…ao gatórios nomes como Rama- doce com arabescos de que é nosso! Próspero Ano Novo lho Ortigão (1887), Júlio Dinis (1871), Manuel Boa- canela, os bolinhos de jeri- mu, as fatias de rabanadas, ventura (1964), Couto Viana legítimas senhoras da qua- (1992). Votos de um Santo Natal, dra das guloseimas - Boas Festas. Essa mesa familiar que se “essência da Ceia de Natal”- torna ainda mais variada e os sonhos cobertos de calda, Breves: vasta na Noite de Consoada, as filhoses, os figos, os Francisco Sampaio - Presépio de Priscos, o memorando o Divino Nasci- pinhões, nozes, amêndoas, “Maior Presépio Vivo avelãs, passas… e tudo se Juiz da Confraria dos mento. Desfilam (e ficam da Europa” (dias 18 logo vazias), as travessas de come com voracidade e cho- Gastrónomos do Minho de Dezembro a 08 de ra-se…por mais. bacalhau cozido, com as Janeiro) indispensáveis batatas, E o vinho quente? Estava - Exposição de Presé- cebolas (de Barcelos e da muito frio em Belém, quando pios no Museu Pio XII Póvoa – as melhores), e os Jesus veio ao Mundo. O frio (de 03 de Dezembro ovos e os grossos tronchos enregelava Maria de Nazaré a 07 de Janeiro) Gota Verde - Prestação de Serviços Turísticos, Lda. Praceta Padre Ricardo da Rocha Nº 27, 4715-293 Braga Tel: 253273177 / Fax: 253616189 / E-mail : geral@gotaverde.com
  2. 2. Página 2 Edição nº 1/2011 Gota VerdeRestaurante L´Eau Vive - Hospedaria Convento de Tibães Os pratos sugeridos para a consoada vão com certeza proporcionar muitos deva- neios gustativos. Entrada ☆ Vol au Vent com Frutos do mar Prato Principal Trabalhadoras Missionárias da Imaculada ☆ Peito de Peru recheado com cogumelos e frutos Aberto ao público desde mix, transforma cada refei- ção numa partilha perfeita secos regado a vinho do porto, com arroz e legumesFevereiro de 2010, o Restau- entre o exótico e a Sobremesarante L Eau Vive trouxe um “Nouvelle Cousine”.novo conceito à cidade. O ☆ Tronco de natal com saborespaço, de design sofistica- Religiosas por vocação, ofe- a cafédo, guarda ainda os traços recem muito mais do que Bebidasausteros que nos fazem uma refeição diferente e ☆ Vinho Verde e Madurorecordar a vivências de agradável, o calor dos seus corações e das músicas que reserva do Mosteirooutrora. entoam com entusiasmo, ☆ Água Mineral, Refrige-Integrado na Hospedaria do conjugam-se num sofisticadoMosteiro de Tibães é gerido “voul au vent” de sabores rantes e Café.por seis Trabalhadoras Mis- inigualáveis, com um toquesionárias da Imaculada, Uma excelente sugestão! único de paz e harmonia.Família Internacional Donum A boa mesa comDei (Ordem Carmelita). O restaurante abre pela segunda vez para a Ceia de “saveurs du coeur”.A carta apresentada tem Natal e este ano oferece uminfluência francesa mas é cardápio natalício muito ori-complementada com cheiros ginal, usando alguns dose sabores do Peru, Burkina ingredientes tradicionais daFasso e Wallis e Futuna, época mas confeccionados e “Ave Maria” de Lourdes que épaíses de origem de quem apresentados de uma forma cantada pelas Trabalhadorasgere o restaurante. Este original e apetecível. Missionárias durante a refeiçãoRestaurante Bem-Me-Quer nomia regional de comprovada reputa- Por finais de 1952 uma senhora que com o seu Saber transferissem para um qualquer prato o requinte e o prazer ção e qualidade.maior, casada e mãe, solicita a sua de um bom repasto.autonomia e independência para poder Hoje o Restaurante Bem-Me-Quer,montar o seu próprio negócio. Mulher de Correram já 58 anos após aventuras e escreve nos pratos os sabores partilha-armas de carácter vincado e personali- desventuras naturais de quem possui dos de outrora, numa nova roupagem edade forte e determinada, inicia a sua um negócio que se quer e deseja per- apresentação dignos de um qualquervida empresarial no inicio de 1953 manentemente activo e actualizado face bom repasto de Saberes Tradicionais. Atomando sua, uma Casa de Pasto já aos tempos que vão correndo. frescura e qualidade da selecção dosentão existente. Adaptando o espaço a produtos conferem-lhe a primazia dos Esta casa, atualmente da responsabili-seu gosto acrescenta então a mais-valia prazeres de uma boa e qualitativa refei- dade de uma de suas três filhas, quedas dormidas. ção desde as entradas às sobremesas. como sua mãe, busca no conhecimentoMaria Joaquina Soares Gomes, viria a e aprendizagem permanente manterdefinir o seu próprio espaço no panora- viva a tradição respeitando os princípios Consoada à Bem-me-Querma Gastronómico Bracarense. Com a de qualidade e rigor técnico de acordo com as novas realidades e desafios pró- Para este Natal sugere-se uma mesaprofunda ansiedade de informação e prios do século XXI. tradicional, alusiva à época, com saboresconhecimento na área do seu negócio, das terras do Minho e um toque espe-cedo se entregou ao Saber, sobre a Maria Irene Gomes Oliveira, atual pro- cial da casa, bem regada com um dosmatéria. Com visitas a outros locais prietária tem consigo a sede de aprendi- vinhos que compõem a fantástica garra-aqui e além fronteiras, visitando feiras zagem e adaptabilidade as novas exi- feira do restaurante.do setor e conversando com outros de gências do mercado. Em constante for-maior experiência. Aprendizagem natu- mação procura ter por lema – Produzirral e continuada aplicada ao seu quoti- sabores e Partilhar saberes.diano com critérios rigorosos de selec-ção e escolha de produtos de qualidade Saberes de outrora conjugados com os velhos e novos Sabores de uma Gastro-
  3. 3. NewsletterCEIA DE NATAL - Arroz Doce, - Aletria,Recepção e Boas Vindas - Mexidos,- Espumante Rosé Casa Senhorial do - Pão-de-ló Tradicional e Húmido Reguengo - Sopa Dourada- Pão / Manteiga - Pudim Abade Priscos- Bolinhos de Bacalhau (Tradicionais) - Leite Creme- Rissóis de Carne e Peixe - Delícia de nata- Croquetes - Bolo Rei Tradicional e Gourmet- Tábua de Enchidos Variados de Por- - Ovos Moles co Preto e Presunto Bisaro - Sonhos- Tábua de Variedade de Queijos - Cesto de Fruta da Época Nacionais- Paté de Pato com Pimenta Preta De Molha - Vinho do Porto Ofley Tawny- Bola de Carne Tradicional MinhotaPrato Quente Fim de Boca - Café- Bacalhau Cozido com Todos á - Digestivo Minhota Regado com Azeite Extra Virgem Transmontano Dos Prazeres da MesaRega As virtudes de um prato- Vinho Verde Branco ou Tinto da O requinte dos Sabores Região do Baixo Minho e Terras do Cávado. Bem-Me-Quer * Bem-Lhe-Quer Bom NatalSobremesaBuffet de Doces de Natal: José Dias- Rabanadas. Restaurante Bem-Me-QuerOferta Formativa - Janeiro 2012Formação Profissional: Workshops: Gota Verde - Prestação de Serviços Turísticos, Lda.De 09 a 12 de Janeiro 7 de Janeiro Praceta Padre Ricardo da Rocha Nº 27, 4715-293 Braga☆ Módulo de História da Arte* ☆ Workshop “Legalização de Empresas Tel: 253273177 / Fax: 253616189 de Animação Turística (4h) E-mail : geral@gotaverde.comDe 16 de Janeiro a 18 de Fevereiro 4 de Janeiro☆ Curso de Guias de Turismo Cultural e Histórico (45h) ☆ Workshop “Interpretação do Patrimó- Destaque nio como Instrumento de Gestão Sus-21 de Janeiro *Curso de Guias de Turismo tentável no Sector do Turismo” (7☆ Curso de Monitorização de Grupos nas horas) Cultural e Histórico Actividades de Pedestrianismo (7h) Com o objectivo de dotar os27 e 28 de Janeiro participantes de conhecimentos☆ Curso de Concepção e Gestão de Per- técnicos específicos para a pla- cursos Pedestres (15h) nificação e realização de visitas guiadas de cariz cultural, a Gota Verde lança em Janeiro a formação supracitada em duas Instalações da Gota Verde - Entidade Formadora diferentes modalidades: 1ª - Formação completa (45h), horário pós-laboral, às 2as, 4as e 5as-feiras. 2ª- Formação por módulos (5X9horas). Esta tipologia des- tina-se aos profissionais que necessitam de se actualizar apenas em determinadas ver- tentes da área. Página 3 Edição nº 1/2011 Gota Verde
  4. 4. NewsletterConsoadas e Réveillons na Hotelaria Estalagem Zende menos enunciação no Algarve. e brindar ao Ano Novo. Os convivas que acedem ao nosso convite deparam com No que se refere aos Reveillons são uma decoração impar baseada num uma excelente oportunidade de negócio jogo de cor e luz que as iluminações, os para a hotelaria em geral. Propõe-se enfeites e o enquadramento da nossa programas para a última noite do ano unidade de alojamento transmitem aos com imaginação desde o welcome drink nossos clientes. As orquestras nos pal- de boas vindas, passando pelo jantar cos em duas Pistas de Dança, abrilhan- de passagem de ano rico em mariscos, tarão o Baile e a Banda do Galo de Bar- incluindo música ao vivo e bebidas e celos desfilará pelas salas. A voz tenor frios logo após o inicio do primeiro dia da Jovem Cantora Flora enriquece e do ano. Segue-se o SPA na manhã de 1 completa o espectáculo da Noite. Na de Janeiro e almoço para restabelecer ementa de Gala, para abertura do jan- C om o aproximar do final do energias. tar, estará à mesa Lagosta à Parisien-ano chega a época de Natal e passa- Em Esposende, a reconhecida Estala- ses, que se seguem os pratos de peixegem de ano. Os jantares de empresas gem Zende organiza anualmente sob a e carne e Sobremesa, tudo isto regadovão animando a restauração e as con- responsabilidade José Martins, excelen- com vinho Alvarinho. As uvas passassoadas à mesa do hotel com pernoita tes e inovadores programas de passa- com o champanhe estão reservadasincluída, embora de tendência ainda gem de ano. Segundo este gerente para as 12 badaladas da meia-noite.pouco expressiva mas com ligeiro “para o findar do ano em curso está em Depois a festa entra pela madrugadaaumento, é uma opção viável para as preparação uma proposta irrecusável. A adentro e a folia vai crescendo em ritmofamílias portuguesas de classes mais Estalagem Zende começou muito cedo acelerado. Após a pausa para a Ceia daelevadas. Este tipo de oferta de algu- com os preparativos adicionais para o Madrugada, continua a festa cheia demas unidades, na noite de 24 de Maior Evento do Ano na maior noite de emotividade e certamente de recorda-Dezembro, verifica-se sobretudo nas Folia Dançante. Vem Gente de todo o ções futuras”.zonas da grande Lisboa e Porto e com País e Espanha para fechar o Ano VelhoEditorial Um conceito de comunicação em rede para gerir partilha de experiências ! diário na gestão das comuni- espelham a identidade de um Face à crescente as suas experiências, argu- mentos e competências. cações, partilha de experiên- povo que tem nas suas artesimportância que o setor do Para além destas vertentes cias e competências, suges- e ofícios culinários um dosturismo e hotelaria tem é, naturalmente e também, tões e vivências de todos muitos argumentos turísticosassumido na estrutura orga- um suporte que veiculará aqueles que queiram ser de excelência que podem enizacional da Gota Verde, informações fundamentais actores neste suporte que devem ser valorizados noentendeu esta entidade para a formação dos profis- visa reunir sinergias para contexto do produto turísticoavançar com uma newsletter sionais destes setores nos potenciar o cada vez melhor regional e nacional e assumi-simples, informativa e peda- vários níveis de competên- diagnóstico do mercado dos como referenciais degógica para reforçar a comu- cia. Esta newsletter tem uma turístico, a estruturação da excelência. A reversão donicação com os públicos do periodicidade mensal e será oferta, o benchmarking e a quadro económico em quesetor do turismo e hotelaria. distribuída pelos stakehol- formação em domínios ino- vivemos passa pela inovaçãoMais que uma newsletter é ders da esfera operacional vadores. A edição zero desta e competitividade, mas tam-um fórum de debate dos da Gota Verde, pela comuni- newsletter tem por tema a bém por conferir modernidadeprofissionais do turismo, um dade formativa e pelos Quadra Natalícia e de Passa- à tradição e a tudo aquilo emespaço de opinião para todos agentes locais do turismo, gem de Ano que se avizinha. que nos podemos diferenciaraqueles que tenham contri- hotelaria e animação que Para destaque desta 1ª edi- neste mercado cada vez maisbutos a dar para este sector laboram com esta entidade. ção recorremos ao Dr. Fran- globalizado. Este é o desafioestratégico para Portugal, Por isso esperamos que seja cisco Sampaio, Mordomo- para 2012!um espaço para partilhar um meio que estabeleça a Mor da Confraria dos Gastró-experiências de grande ligação da Gota Verde com nomos do Minho para dar osucesso no setor, bem como os seus públicos, mas acima mote de excelência que este “É urgente viver o presente,para dar voz e homenagear de tudo que seja também documento pretende alcan- preparando o futuro e respei-pessoas que de alguma for- um espaço de interactividade çar. É uma honra para esta tando a tradição"ma, ao longo da sua vida e partilha de experiências entidade ter a colaboração (Noronha Feio, 1989)profissional, foram referen- entre as entidades do setor e desta personalidade que éciais de excelência e contri- o mercado de trabalho, entre uma referência de compe-buíram para o desenvolvi- os agentes públicos e priva- tência e de valorização da Bom Natal e um prósperomento de alguma actividade dos e claro um espaço aber- identidade cultural e turística ano de 2012.relacionada com o turismo, to para todos os profissionais do Norte. Para ele o nossohotelaria ou animação turís- do turismo que se sintam sincero reconhecimentotica. É por isso um documen- motivados a dar contributos pelos contributos e pela Bruno Rodriguesto aberto ao trade, à comu- para a melhoria dos recursos visão que trouxe ao turismonidade formativa e aos humanos e das estratégias nacional. As palavras deste Gerente Gota Verdeagentes locais do turismo e do turismo local, regional e conceituado especialista, sãohotelaria para vivenciar, nacional. A Gota Verde espe- um hino à gastronomia erelatar, propor e promover ra ser apenas um interme- doçaria tradicional e http://www.gotaverde.com

×