SlideShare uma empresa Scribd logo
Mapeamento participativo
             de riscos ambientais
   como subsídio para políticas públicas:
exemplos em bacias hidrográficas de Campinas

     Ricardo S. Dagnino
     Geógrafo, Doutorando em
   Demografia no IFCH/Unicamp,
      ricardosdag@gmail.com




                                 PUC-Campinas
Mapeamento participativo é....

      Legal
(em termos jurídicos)
                              Includente
                            (em termos sociais),



              Científico
      (do ponto de vista acadêmico)
Mapeamento participativo é Legal
 A legalidade de mecanismos de consulta popular para o planejamento
    e políticas públicas é parte fundamental do Estatuto das Cidades

 (Art. 40)

 § 4o No processo de elaboração do plano diretor e na fiscalização de
     sua implementação, os Poderes Legislativo e Executivo municipais
     garantirão:
 I – a promoção de audiências públicas e debates com a participação
     da população e de associações representativas dos vários
     segmentos da comunidade;
 II – a publicidade quanto aos documentos e informações produzidos;
 III – o acesso de qualquer interessado aos documentos e informações
     produzidos.


          FONTE: BRASIL - Lei nº 10.257, de 10 de julho de 2001. (Estatuto das Cidades) -
Regulamenta os arts. 182 e 183 da Constituição Federal, estabelece diretrizes gerais da política urbana e
       dá outras providências. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/LEIS_2001/L10257.htm
Mapeamento participativo é Includente
“A pesquisa participativa, entretanto, não se restringe à mera participação e ou
presença de uma comunidade e ou população envolvida em determinado
problema, mas tenta contribuir ativamente onde se apresenta repasse de um
determinado conhecimento – uma troca entre os pesquisadores e a comunidade
– caracterizando uma efetiva troca entre diferentes saberes.” (p.133-134)
“Para além dos limites da comunidade, o plano ganha em legitimidade, tendo
maiores probabilidades de ser adotado por órgãos governamentais e apoiados
por organizações não-governamentais.” (p.134)
“A participação tem trazido resultados muito superiores no campo social
e de construção de processos políticos do que outros modelos
organizacionais de perfil tradicional, como os burocráticos e os
paternalistas-clientelistas.” (p.147-148)


FONTE: COSTA, M. C. ; TORRES, Roseli B ; DIAS, Camila Carneiro ; CARPI JUNIOR, S. ; Scaleante,
      O A F . Poder público e comunidade: uma aliança possível para resolver problemas de meio
  ambiente?. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, v. 2, p. 128-152, 2006.
                                           Disponível em:
http://www.rbgdr.net/revista/index.php?journal=rbgdr&page=article&op=viewFile&path[]=27&path[]=28
Público Alvo:            Métodos e Técnicas:
populações em            Participação popular,
situação de risco,       percepção, liberdade
alunos/professores de    criativa, alfabetização
instituições de          geo-cartográfica.
ensino/pesquisa, entre
outros.                  Resultados:
                         Captar e respeitar as
Objetivos:
                         diferentes visões de
Mapear os aspectos
                         mundo, colaborar com
ambientais percebidos
                         a elaboração e
pela população que
                         implementação de
participa do projeto.
                         políticas públicas.
Sobreposição
simples de
todos os
riscos
registrados no
levantamento
de riscos do
Projeto
Anhumas.
Apresentação pública dos dados,
preferencialmente, no mesmo local da
reunião de mapeamento. Nesta etapa
deverão ser convocados gestores públicos
relacionados à área de estudo ou aos
assuntos tratados.
Freqüência de referências de riscos registrados




Vulnerabilidade social, com 163 citações; Água, com 144; Vegetação e
   animais, com 114; Resíduos e contaminações, com 102; Ar e poluição
   atmosférica , com 94; Solos, agricultura e mineração, com 58.
Total de 675 situações de risco na bacia do ribeirão Anhumas, mapeadas
   por 251 participantes de 5 reuniões públicas realizadas em diferentes
   locais da Bacia do Anhumas.
REUNIÕES PÚBLICAS DE MAPEAMENTO DE RISCOS
                        Baixo curso
E. E. Barão Geraldo de Resende (sub-bacia do rib. das Pedras)
      27/11/04 (44 participantes) e 04/12/04 (42 participantes)
                 170 situações de risco ambiental

                       Médio Curso
       E.E. Ana Rita Godinho Pousa, Vila Esmeralda,
                  10/09/2005 (79 participantes):
                      235 situações de risco

                        Alto Curso
   E.M.E.F.Prof. Ciro Exel Magro, bairro São Fernando e
                   26/11/2005 (49 participantes)
            E.E.Culto à Ciência, bairro Botafogo
                   07/03/2006 (37 participantes)
                          270 situações de risco

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Aula 6 pu
Aula 6   puAula 6   pu
Aula 6 pu
Giovanna Ortiz
 
PTDS - MEIO AMBIENTE
PTDS - MEIO AMBIENTEPTDS - MEIO AMBIENTE
PTDS - MEIO AMBIENTE
Josete Sampaio
 
Zoneamento Ecológico-Econômico
Zoneamento Ecológico-EconômicoZoneamento Ecológico-Econômico
Informativo mensal - Maio 2013
Informativo mensal - Maio 2013Informativo mensal - Maio 2013
Informativo mensal - Maio 2013
ObsDrFurb
 
A responsabilidade do poder p blico e os catadores de materiais recicl veis
A responsabilidade do poder p blico e os catadores de materiais recicl veisA responsabilidade do poder p blico e os catadores de materiais recicl veis
A responsabilidade do poder p blico e os catadores de materiais recicl veis
Lorena Correia
 
Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade
Cogepp CEPAM
 
Eeg 1a circular
Eeg 1a circularEeg 1a circular
Educação Ambiental nas Unidades de Conservação
Educação Ambiental nas Unidades de Conservação Educação Ambiental nas Unidades de Conservação
Educação Ambiental nas Unidades de Conservação
Fellipe França
 
Mapeamento de Cenários para Planejamento Ambiental - Coremas
Mapeamento de Cenários para Planejamento Ambiental - CoremasMapeamento de Cenários para Planejamento Ambiental - Coremas
Mapeamento de Cenários para Planejamento Ambiental - Coremas
Vitor Vieira Vasconcelos
 
Diagnóstico Socioecológico - itambacuri
Diagnóstico Socioecológico -  itambacuriDiagnóstico Socioecológico -  itambacuri
Diagnóstico Socioecológico - itambacuri
Cimos MPMG
 
Alternativas da agenda 21 nordestina nos limites do semi árido
Alternativas da agenda 21 nordestina nos limites do semi áridoAlternativas da agenda 21 nordestina nos limites do semi árido
Alternativas da agenda 21 nordestina nos limites do semi árido
sirfolk
 
Exercicio de computacao
Exercicio de computacaoExercicio de computacao
Exercicio de computacao
Marcial Belo
 
Ii cogresso ibe cássio pereira
Ii   cogresso ibe cássio pereiraIi   cogresso ibe cássio pereira
Ii cogresso ibe cássio pereira
claudio alfonso
 
Retratos de Governanças das Águas no Brasil: Perfil dos Representantes Membro...
Retratos de Governanças das Águas no Brasil: Perfil dos Representantes Membro...Retratos de Governanças das Águas no Brasil: Perfil dos Representantes Membro...
Retratos de Governanças das Águas no Brasil: Perfil dos Representantes Membro...
fcmatosbh
 
Planejamento ambiental cap. i
Planejamento ambiental cap. iPlanejamento ambiental cap. i
Planejamento ambiental cap. i
Paulo Orlando
 
Codigo Ambiental do Município de São Paulo PL 252 /2009
Codigo Ambiental do Município de São Paulo PL 252  /2009Codigo Ambiental do Município de São Paulo PL 252  /2009
Codigo Ambiental do Município de São Paulo PL 252 /2009
Chico Macena
 
Retratos de Governanças das Águas no Brasil: Perfil dos Representantes Membro...
Retratos de Governanças das Águas no Brasil: Perfil dos Representantes Membro...Retratos de Governanças das Águas no Brasil: Perfil dos Representantes Membro...
Retratos de Governanças das Águas no Brasil: Perfil dos Representantes Membro...
fcmatosbh
 
Artigo gestão ambiental e estatísticas de mergulho pedrini et al 2007
Artigo gestão ambiental e estatísticas de mergulho pedrini et al 2007Artigo gestão ambiental e estatísticas de mergulho pedrini et al 2007
Artigo gestão ambiental e estatísticas de mergulho pedrini et al 2007
AlexandredeGusmaoPedrini
 
Relatorio conferência de meio ambiente tupanciretã
Relatorio conferência de meio ambiente tupanciretãRelatorio conferência de meio ambiente tupanciretã
Relatorio conferência de meio ambiente tupanciretã
Luis Afonso Costa
 
Legislação municipal de meio ambiente
Legislação municipal de meio ambienteLegislação municipal de meio ambiente
Legislação municipal de meio ambiente
CMMASLZ
 

Mais procurados (20)

Aula 6 pu
Aula 6   puAula 6   pu
Aula 6 pu
 
PTDS - MEIO AMBIENTE
PTDS - MEIO AMBIENTEPTDS - MEIO AMBIENTE
PTDS - MEIO AMBIENTE
 
Zoneamento Ecológico-Econômico
Zoneamento Ecológico-EconômicoZoneamento Ecológico-Econômico
Zoneamento Ecológico-Econômico
 
Informativo mensal - Maio 2013
Informativo mensal - Maio 2013Informativo mensal - Maio 2013
Informativo mensal - Maio 2013
 
A responsabilidade do poder p blico e os catadores de materiais recicl veis
A responsabilidade do poder p blico e os catadores de materiais recicl veisA responsabilidade do poder p blico e os catadores de materiais recicl veis
A responsabilidade do poder p blico e os catadores de materiais recicl veis
 
Sustentabilidade
SustentabilidadeSustentabilidade
Sustentabilidade
 
Eeg 1a circular
Eeg 1a circularEeg 1a circular
Eeg 1a circular
 
Educação Ambiental nas Unidades de Conservação
Educação Ambiental nas Unidades de Conservação Educação Ambiental nas Unidades de Conservação
Educação Ambiental nas Unidades de Conservação
 
Mapeamento de Cenários para Planejamento Ambiental - Coremas
Mapeamento de Cenários para Planejamento Ambiental - CoremasMapeamento de Cenários para Planejamento Ambiental - Coremas
Mapeamento de Cenários para Planejamento Ambiental - Coremas
 
Diagnóstico Socioecológico - itambacuri
Diagnóstico Socioecológico -  itambacuriDiagnóstico Socioecológico -  itambacuri
Diagnóstico Socioecológico - itambacuri
 
Alternativas da agenda 21 nordestina nos limites do semi árido
Alternativas da agenda 21 nordestina nos limites do semi áridoAlternativas da agenda 21 nordestina nos limites do semi árido
Alternativas da agenda 21 nordestina nos limites do semi árido
 
Exercicio de computacao
Exercicio de computacaoExercicio de computacao
Exercicio de computacao
 
Ii cogresso ibe cássio pereira
Ii   cogresso ibe cássio pereiraIi   cogresso ibe cássio pereira
Ii cogresso ibe cássio pereira
 
Retratos de Governanças das Águas no Brasil: Perfil dos Representantes Membro...
Retratos de Governanças das Águas no Brasil: Perfil dos Representantes Membro...Retratos de Governanças das Águas no Brasil: Perfil dos Representantes Membro...
Retratos de Governanças das Águas no Brasil: Perfil dos Representantes Membro...
 
Planejamento ambiental cap. i
Planejamento ambiental cap. iPlanejamento ambiental cap. i
Planejamento ambiental cap. i
 
Codigo Ambiental do Município de São Paulo PL 252 /2009
Codigo Ambiental do Município de São Paulo PL 252  /2009Codigo Ambiental do Município de São Paulo PL 252  /2009
Codigo Ambiental do Município de São Paulo PL 252 /2009
 
Retratos de Governanças das Águas no Brasil: Perfil dos Representantes Membro...
Retratos de Governanças das Águas no Brasil: Perfil dos Representantes Membro...Retratos de Governanças das Águas no Brasil: Perfil dos Representantes Membro...
Retratos de Governanças das Águas no Brasil: Perfil dos Representantes Membro...
 
Artigo gestão ambiental e estatísticas de mergulho pedrini et al 2007
Artigo gestão ambiental e estatísticas de mergulho pedrini et al 2007Artigo gestão ambiental e estatísticas de mergulho pedrini et al 2007
Artigo gestão ambiental e estatísticas de mergulho pedrini et al 2007
 
Relatorio conferência de meio ambiente tupanciretã
Relatorio conferência de meio ambiente tupanciretãRelatorio conferência de meio ambiente tupanciretã
Relatorio conferência de meio ambiente tupanciretã
 
Legislação municipal de meio ambiente
Legislação municipal de meio ambienteLegislação municipal de meio ambiente
Legislação municipal de meio ambiente
 

Semelhante a Mapeamento participativo de riscos ambientais como subsídio para políticas públicas: exemplos em bacias hidrográficas de Campinas

(A)Gente na Sustentabilidade do Desenvolvimento Local
(A)Gente na Sustentabilidade do Desenvolvimento Local(A)Gente na Sustentabilidade do Desenvolvimento Local
(A)Gente na Sustentabilidade do Desenvolvimento Local
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Sobre o Projeto SoS Córrego da Lagoa
Sobre o Projeto SoS Córrego da LagoaSobre o Projeto SoS Córrego da Lagoa
Sobre o Projeto SoS Córrego da Lagoa
Projeto S.O.S Córrego da Lagoa
 
Ambiental 3
Ambiental 3Ambiental 3
Sobre o Projeto SoS Córrego da Lagoa
Sobre o Projeto SoS Córrego da LagoaSobre o Projeto SoS Córrego da Lagoa
Sobre o Projeto SoS Córrego da Lagoa
Projeto S.O.S Córrego da Lagoa
 
Sobre o projeto SoS Córrego da LAgoa
Sobre o projeto SoS Córrego da LAgoaSobre o projeto SoS Córrego da LAgoa
Sobre o projeto SoS Córrego da LAgoa
Projeto S.O.S Córrego da Lagoa
 
Artigo divulgação científica algas por ciclo de debates 1999
Artigo divulgação científica algas por ciclo de debates 1999Artigo divulgação científica algas por ciclo de debates 1999
Artigo divulgação científica algas por ciclo de debates 1999
AlexandrePedrini
 
Artigo divulgação científica algas por ciclo de debates 1999
Artigo divulgação científica algas por ciclo de debates 1999Artigo divulgação científica algas por ciclo de debates 1999
Artigo divulgação científica algas por ciclo de debates 1999
AlexandredeGusmaoPedrini
 
CULTURA DO SOLO.pdf
CULTURA DO SOLO.pdfCULTURA DO SOLO.pdf
CULTURA DO SOLO.pdf
Renata Duarte
 
I ENCONTRO CATARINENSE DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL
I ENCONTRO CATARINENSE DE EDUCAÇÃO AMBIENTALI ENCONTRO CATARINENSE DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL
I ENCONTRO CATARINENSE DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL
wagneripo
 
Principio da educação ambiental
Principio da educação ambientalPrincipio da educação ambiental
Principio da educação ambiental
MayanneBrito1
 
Minicurso Educação Ambiental - Biosemana 2013 - EA no contexto escolar
Minicurso Educação Ambiental - Biosemana 2013 - EA no contexto escolarMinicurso Educação Ambiental - Biosemana 2013 - EA no contexto escolar
Minicurso Educação Ambiental - Biosemana 2013 - EA no contexto escolar
Leonardo Kaplan
 
Hopi Hari e Wet /Processo licenciamento
Hopi Hari e Wet /Processo licenciamentoHopi Hari e Wet /Processo licenciamento
Hopi Hari e Wet /Processo licenciamento
1962laura
 
Engenharia Sanitária
Engenharia SanitáriaEngenharia Sanitária
Engenharia Sanitária
Atena Editora
 
Bacia hidrográgica mae_dagua_ungaretti
Bacia hidrográgica mae_dagua_ungarettiBacia hidrográgica mae_dagua_ungaretti
Bacia hidrográgica mae_dagua_ungaretti
avisaassociacao
 
Livro ea ecotutrismo2005
Livro ea ecotutrismo2005Livro ea ecotutrismo2005
Livro ea ecotutrismo2005
AlexandredeGusmaoPedrini
 
2011 relatorio virada_sustentavel
2011 relatorio virada_sustentavel2011 relatorio virada_sustentavel
2011 relatorio virada_sustentavel
Yuni Marketing
 
Educomunicação Ambiental: A relação do jovem com a mídia em temas ambientais
Educomunicação Ambiental: A relação do jovem com a mídia em temas ambientaisEducomunicação Ambiental: A relação do jovem com a mídia em temas ambientais
Educomunicação Ambiental: A relação do jovem com a mídia em temas ambientais
Gisele Santos
 
Caderno Metodológico PEAMSS
Caderno Metodológico PEAMSSCaderno Metodológico PEAMSS
Caderno Metodológico PEAMSS
Débora Menezes
 
06_Areas_de_Ciencias_Humanas_e_Ciencias_da_Natureza.pdf
06_Areas_de_Ciencias_Humanas_e_Ciencias_da_Natureza.pdf06_Areas_de_Ciencias_Humanas_e_Ciencias_da_Natureza.pdf
06_Areas_de_Ciencias_Humanas_e_Ciencias_da_Natureza.pdf
Renata Duarte
 
Mapeamento participativo de riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeir...
Mapeamento participativo de riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeir...Mapeamento participativo de riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeir...
Mapeamento participativo de riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeir...
Ricardo de Sampaio Dagnino
 

Semelhante a Mapeamento participativo de riscos ambientais como subsídio para políticas públicas: exemplos em bacias hidrográficas de Campinas (20)

(A)Gente na Sustentabilidade do Desenvolvimento Local
(A)Gente na Sustentabilidade do Desenvolvimento Local(A)Gente na Sustentabilidade do Desenvolvimento Local
(A)Gente na Sustentabilidade do Desenvolvimento Local
 
Sobre o Projeto SoS Córrego da Lagoa
Sobre o Projeto SoS Córrego da LagoaSobre o Projeto SoS Córrego da Lagoa
Sobre o Projeto SoS Córrego da Lagoa
 
Ambiental 3
Ambiental 3Ambiental 3
Ambiental 3
 
Sobre o Projeto SoS Córrego da Lagoa
Sobre o Projeto SoS Córrego da LagoaSobre o Projeto SoS Córrego da Lagoa
Sobre o Projeto SoS Córrego da Lagoa
 
Sobre o projeto SoS Córrego da LAgoa
Sobre o projeto SoS Córrego da LAgoaSobre o projeto SoS Córrego da LAgoa
Sobre o projeto SoS Córrego da LAgoa
 
Artigo divulgação científica algas por ciclo de debates 1999
Artigo divulgação científica algas por ciclo de debates 1999Artigo divulgação científica algas por ciclo de debates 1999
Artigo divulgação científica algas por ciclo de debates 1999
 
Artigo divulgação científica algas por ciclo de debates 1999
Artigo divulgação científica algas por ciclo de debates 1999Artigo divulgação científica algas por ciclo de debates 1999
Artigo divulgação científica algas por ciclo de debates 1999
 
CULTURA DO SOLO.pdf
CULTURA DO SOLO.pdfCULTURA DO SOLO.pdf
CULTURA DO SOLO.pdf
 
I ENCONTRO CATARINENSE DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL
I ENCONTRO CATARINENSE DE EDUCAÇÃO AMBIENTALI ENCONTRO CATARINENSE DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL
I ENCONTRO CATARINENSE DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL
 
Principio da educação ambiental
Principio da educação ambientalPrincipio da educação ambiental
Principio da educação ambiental
 
Minicurso Educação Ambiental - Biosemana 2013 - EA no contexto escolar
Minicurso Educação Ambiental - Biosemana 2013 - EA no contexto escolarMinicurso Educação Ambiental - Biosemana 2013 - EA no contexto escolar
Minicurso Educação Ambiental - Biosemana 2013 - EA no contexto escolar
 
Hopi Hari e Wet /Processo licenciamento
Hopi Hari e Wet /Processo licenciamentoHopi Hari e Wet /Processo licenciamento
Hopi Hari e Wet /Processo licenciamento
 
Engenharia Sanitária
Engenharia SanitáriaEngenharia Sanitária
Engenharia Sanitária
 
Bacia hidrográgica mae_dagua_ungaretti
Bacia hidrográgica mae_dagua_ungarettiBacia hidrográgica mae_dagua_ungaretti
Bacia hidrográgica mae_dagua_ungaretti
 
Livro ea ecotutrismo2005
Livro ea ecotutrismo2005Livro ea ecotutrismo2005
Livro ea ecotutrismo2005
 
2011 relatorio virada_sustentavel
2011 relatorio virada_sustentavel2011 relatorio virada_sustentavel
2011 relatorio virada_sustentavel
 
Educomunicação Ambiental: A relação do jovem com a mídia em temas ambientais
Educomunicação Ambiental: A relação do jovem com a mídia em temas ambientaisEducomunicação Ambiental: A relação do jovem com a mídia em temas ambientais
Educomunicação Ambiental: A relação do jovem com a mídia em temas ambientais
 
Caderno Metodológico PEAMSS
Caderno Metodológico PEAMSSCaderno Metodológico PEAMSS
Caderno Metodológico PEAMSS
 
06_Areas_de_Ciencias_Humanas_e_Ciencias_da_Natureza.pdf
06_Areas_de_Ciencias_Humanas_e_Ciencias_da_Natureza.pdf06_Areas_de_Ciencias_Humanas_e_Ciencias_da_Natureza.pdf
06_Areas_de_Ciencias_Humanas_e_Ciencias_da_Natureza.pdf
 
Mapeamento participativo de riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeir...
Mapeamento participativo de riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeir...Mapeamento participativo de riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeir...
Mapeamento participativo de riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeir...
 

Mais de Ricardo de Sampaio Dagnino

Mapas colaborativos no Google My Maps
Mapas colaborativos no Google My MapsMapas colaborativos no Google My Maps
Mapas colaborativos no Google My Maps
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Mapeamento Ambiental Participativo (MAP): Relatos de experiências
Mapeamento Ambiental Participativo (MAP): Relatos de experiênciasMapeamento Ambiental Participativo (MAP): Relatos de experiências
Mapeamento Ambiental Participativo (MAP): Relatos de experiências
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Sistemas de Informação Geográfica (SIG) na identificação de padrões e modelos...
Sistemas de Informação Geográfica (SIG) na identificação de padrões e modelos...Sistemas de Informação Geográfica (SIG) na identificação de padrões e modelos...
Sistemas de Informação Geográfica (SIG) na identificação de padrões e modelos...
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
População e disponibilidade de alimentos: revisitando um debate ultrapassado?
População e disponibilidade de alimentos: revisitando um debate ultrapassado?População e disponibilidade de alimentos: revisitando um debate ultrapassado?
População e disponibilidade de alimentos: revisitando um debate ultrapassado?
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
População: Elementos demográficos para compreender o Brasil e suas transições
População: Elementos demográficos para compreender o Brasil e suas transiçõesPopulação: Elementos demográficos para compreender o Brasil e suas transições
População: Elementos demográficos para compreender o Brasil e suas transições
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Migração e mobilidade como fatores de risco em tempos de pandemia
Migração e mobilidade como fatores de risco em tempos de pandemiaMigração e mobilidade como fatores de risco em tempos de pandemia
Migração e mobilidade como fatores de risco em tempos de pandemia
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Apresentação: Entendo os Riscos para pensar Cidades Inteligentes e Sustentáveis
Apresentação: Entendo os Riscos para pensar Cidades Inteligentes e SustentáveisApresentação: Entendo os Riscos para pensar Cidades Inteligentes e Sustentáveis
Apresentação: Entendo os Riscos para pensar Cidades Inteligentes e Sustentáveis
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Direito à cidade, Participação e Mapeamento - Ricardo Dagnino - I SiBOGU 2017
Direito à cidade, Participação e Mapeamento - Ricardo Dagnino - I SiBOGU 2017Direito à cidade, Participação e Mapeamento - Ricardo Dagnino - I SiBOGU 2017
Direito à cidade, Participação e Mapeamento - Ricardo Dagnino - I SiBOGU 2017
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Panoramas do Ribeirão das Pedras: Área da Fazenda Santa Genebra, Distrito de ...
Panoramas do Ribeirão das Pedras: Área da Fazenda Santa Genebra, Distrito de ...Panoramas do Ribeirão das Pedras: Área da Fazenda Santa Genebra, Distrito de ...
Panoramas do Ribeirão das Pedras: Área da Fazenda Santa Genebra, Distrito de ...
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Antropossolo
AntropossoloAntropossolo
(In)sustentabilidade e riscos ambientais: o caso da bacia hidrográfica do Rib...
(In)sustentabilidade e riscos ambientais: o caso da bacia hidrográfica do Rib...(In)sustentabilidade e riscos ambientais: o caso da bacia hidrográfica do Rib...
(In)sustentabilidade e riscos ambientais: o caso da bacia hidrográfica do Rib...
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...
Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...
Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Risco: o conceito e sua aplicação
Risco: o conceito e sua aplicaçãoRisco: o conceito e sua aplicação
Risco: o conceito e sua aplicação
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Pesquisas em Geografia: Práticas e Vivências
Pesquisas em Geografia: Práticas e VivênciasPesquisas em Geografia: Práticas e Vivências
Pesquisas em Geografia: Práticas e Vivências
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Antropossolos em Picinguaba (Ubatuba, SP)
Antropossolos em Picinguaba (Ubatuba, SP)Antropossolos em Picinguaba (Ubatuba, SP)
Antropossolos em Picinguaba (Ubatuba, SP)
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Ecosolidariedade
EcosolidariedadeEcosolidariedade
Ecosolidariedade
Ricardo de Sampaio Dagnino
 
Construindo uma universidade sustentável, social e economicamente includente
Construindo uma universidade sustentável, social e economicamente includenteConstruindo uma universidade sustentável, social e economicamente includente
Construindo uma universidade sustentável, social e economicamente includente
Ricardo de Sampaio Dagnino
 

Mais de Ricardo de Sampaio Dagnino (18)

Mapas colaborativos no Google My Maps
Mapas colaborativos no Google My MapsMapas colaborativos no Google My Maps
Mapas colaborativos no Google My Maps
 
Mapeamento Ambiental Participativo (MAP): Relatos de experiências
Mapeamento Ambiental Participativo (MAP): Relatos de experiênciasMapeamento Ambiental Participativo (MAP): Relatos de experiências
Mapeamento Ambiental Participativo (MAP): Relatos de experiências
 
Sistemas de Informação Geográfica (SIG) na identificação de padrões e modelos...
Sistemas de Informação Geográfica (SIG) na identificação de padrões e modelos...Sistemas de Informação Geográfica (SIG) na identificação de padrões e modelos...
Sistemas de Informação Geográfica (SIG) na identificação de padrões e modelos...
 
População e disponibilidade de alimentos: revisitando um debate ultrapassado?
População e disponibilidade de alimentos: revisitando um debate ultrapassado?População e disponibilidade de alimentos: revisitando um debate ultrapassado?
População e disponibilidade de alimentos: revisitando um debate ultrapassado?
 
População: Elementos demográficos para compreender o Brasil e suas transições
População: Elementos demográficos para compreender o Brasil e suas transiçõesPopulação: Elementos demográficos para compreender o Brasil e suas transições
População: Elementos demográficos para compreender o Brasil e suas transições
 
Migração e mobilidade como fatores de risco em tempos de pandemia
Migração e mobilidade como fatores de risco em tempos de pandemiaMigração e mobilidade como fatores de risco em tempos de pandemia
Migração e mobilidade como fatores de risco em tempos de pandemia
 
Apresentação: Entendo os Riscos para pensar Cidades Inteligentes e Sustentáveis
Apresentação: Entendo os Riscos para pensar Cidades Inteligentes e SustentáveisApresentação: Entendo os Riscos para pensar Cidades Inteligentes e Sustentáveis
Apresentação: Entendo os Riscos para pensar Cidades Inteligentes e Sustentáveis
 
Direito à cidade, Participação e Mapeamento - Ricardo Dagnino - I SiBOGU 2017
Direito à cidade, Participação e Mapeamento - Ricardo Dagnino - I SiBOGU 2017Direito à cidade, Participação e Mapeamento - Ricardo Dagnino - I SiBOGU 2017
Direito à cidade, Participação e Mapeamento - Ricardo Dagnino - I SiBOGU 2017
 
Panoramas do Ribeirão das Pedras: Área da Fazenda Santa Genebra, Distrito de ...
Panoramas do Ribeirão das Pedras: Área da Fazenda Santa Genebra, Distrito de ...Panoramas do Ribeirão das Pedras: Área da Fazenda Santa Genebra, Distrito de ...
Panoramas do Ribeirão das Pedras: Área da Fazenda Santa Genebra, Distrito de ...
 
Antropossolo
AntropossoloAntropossolo
Antropossolo
 
(In)sustentabilidade e riscos ambientais: o caso da bacia hidrográfica do Rib...
(In)sustentabilidade e riscos ambientais: o caso da bacia hidrográfica do Rib...(In)sustentabilidade e riscos ambientais: o caso da bacia hidrográfica do Rib...
(In)sustentabilidade e riscos ambientais: o caso da bacia hidrográfica do Rib...
 
Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...
Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...
Riscos ambientais na Bacia Hidrográfica do Ribeirão das Pedras (Apresentação ...
 
Risco: o conceito e sua aplicação
Risco: o conceito e sua aplicaçãoRisco: o conceito e sua aplicação
Risco: o conceito e sua aplicação
 
Pesquisas em Geografia: Práticas e Vivências
Pesquisas em Geografia: Práticas e VivênciasPesquisas em Geografia: Práticas e Vivências
Pesquisas em Geografia: Práticas e Vivências
 
Universidade e (o)mito Campinas
Universidade e (o)mito Campinas Universidade e (o)mito Campinas
Universidade e (o)mito Campinas
 
Antropossolos em Picinguaba (Ubatuba, SP)
Antropossolos em Picinguaba (Ubatuba, SP)Antropossolos em Picinguaba (Ubatuba, SP)
Antropossolos em Picinguaba (Ubatuba, SP)
 
Ecosolidariedade
EcosolidariedadeEcosolidariedade
Ecosolidariedade
 
Construindo uma universidade sustentável, social e economicamente includente
Construindo uma universidade sustentável, social e economicamente includenteConstruindo uma universidade sustentável, social e economicamente includente
Construindo uma universidade sustentável, social e economicamente includente
 

Último

Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
erssstcontato
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
Crisnaiara
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
ProfessoraTatianaT
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
Manuais Formação
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
TiagoLouro8
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
samucajaime015
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
JoanaFigueira11
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 

Último (20)

Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptxTREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
TREINAMENTO DE BRIGADA DE INCENDIO BRIGADA CCB 2023.pptx
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junhoATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
ATIVIDADES de alfabetização do mês de junho
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGTUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
TUTORIAL PARA LANÇAMENTOGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGGG
 
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdfUFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
UFCD_6580_Cuidados na saúde a populações mais vulneráveis_índice.pdf
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptxPsicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
Psicologia e Sociologia - Módulo 2 – Sociedade e indivíduo.pptx
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
Aula de fundamentos de Programação Orientada a Objeto na linguagem de program...
 
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
497417426-conheca-os-principais-graficos-da-radiestesia-e-da-radionica.pdf
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 

Mapeamento participativo de riscos ambientais como subsídio para políticas públicas: exemplos em bacias hidrográficas de Campinas

  • 1. Mapeamento participativo de riscos ambientais como subsídio para políticas públicas: exemplos em bacias hidrográficas de Campinas Ricardo S. Dagnino Geógrafo, Doutorando em Demografia no IFCH/Unicamp, ricardosdag@gmail.com PUC-Campinas
  • 2. Mapeamento participativo é.... Legal (em termos jurídicos) Includente (em termos sociais), Científico (do ponto de vista acadêmico)
  • 3. Mapeamento participativo é Legal A legalidade de mecanismos de consulta popular para o planejamento e políticas públicas é parte fundamental do Estatuto das Cidades (Art. 40) § 4o No processo de elaboração do plano diretor e na fiscalização de sua implementação, os Poderes Legislativo e Executivo municipais garantirão: I – a promoção de audiências públicas e debates com a participação da população e de associações representativas dos vários segmentos da comunidade; II – a publicidade quanto aos documentos e informações produzidos; III – o acesso de qualquer interessado aos documentos e informações produzidos. FONTE: BRASIL - Lei nº 10.257, de 10 de julho de 2001. (Estatuto das Cidades) - Regulamenta os arts. 182 e 183 da Constituição Federal, estabelece diretrizes gerais da política urbana e dá outras providências. http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/LEIS/LEIS_2001/L10257.htm
  • 4. Mapeamento participativo é Includente “A pesquisa participativa, entretanto, não se restringe à mera participação e ou presença de uma comunidade e ou população envolvida em determinado problema, mas tenta contribuir ativamente onde se apresenta repasse de um determinado conhecimento – uma troca entre os pesquisadores e a comunidade – caracterizando uma efetiva troca entre diferentes saberes.” (p.133-134) “Para além dos limites da comunidade, o plano ganha em legitimidade, tendo maiores probabilidades de ser adotado por órgãos governamentais e apoiados por organizações não-governamentais.” (p.134) “A participação tem trazido resultados muito superiores no campo social e de construção de processos políticos do que outros modelos organizacionais de perfil tradicional, como os burocráticos e os paternalistas-clientelistas.” (p.147-148) FONTE: COSTA, M. C. ; TORRES, Roseli B ; DIAS, Camila Carneiro ; CARPI JUNIOR, S. ; Scaleante, O A F . Poder público e comunidade: uma aliança possível para resolver problemas de meio ambiente?. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, v. 2, p. 128-152, 2006. Disponível em: http://www.rbgdr.net/revista/index.php?journal=rbgdr&page=article&op=viewFile&path[]=27&path[]=28
  • 5.
  • 6.
  • 7.
  • 8. Público Alvo: Métodos e Técnicas: populações em Participação popular, situação de risco, percepção, liberdade alunos/professores de criativa, alfabetização instituições de geo-cartográfica. ensino/pesquisa, entre outros. Resultados: Captar e respeitar as Objetivos: diferentes visões de Mapear os aspectos mundo, colaborar com ambientais percebidos a elaboração e pela população que implementação de participa do projeto. políticas públicas.
  • 9.
  • 10.
  • 11.
  • 12.
  • 13.
  • 14.
  • 15.
  • 16.
  • 17.
  • 18.
  • 19. Sobreposição simples de todos os riscos registrados no levantamento de riscos do Projeto Anhumas.
  • 20.
  • 21. Apresentação pública dos dados, preferencialmente, no mesmo local da reunião de mapeamento. Nesta etapa deverão ser convocados gestores públicos relacionados à área de estudo ou aos assuntos tratados.
  • 22. Freqüência de referências de riscos registrados Vulnerabilidade social, com 163 citações; Água, com 144; Vegetação e animais, com 114; Resíduos e contaminações, com 102; Ar e poluição atmosférica , com 94; Solos, agricultura e mineração, com 58. Total de 675 situações de risco na bacia do ribeirão Anhumas, mapeadas por 251 participantes de 5 reuniões públicas realizadas em diferentes locais da Bacia do Anhumas.
  • 23. REUNIÕES PÚBLICAS DE MAPEAMENTO DE RISCOS Baixo curso E. E. Barão Geraldo de Resende (sub-bacia do rib. das Pedras) 27/11/04 (44 participantes) e 04/12/04 (42 participantes) 170 situações de risco ambiental Médio Curso E.E. Ana Rita Godinho Pousa, Vila Esmeralda, 10/09/2005 (79 participantes): 235 situações de risco Alto Curso E.M.E.F.Prof. Ciro Exel Magro, bairro São Fernando e 26/11/2005 (49 participantes) E.E.Culto à Ciência, bairro Botafogo 07/03/2006 (37 participantes) 270 situações de risco