SlideShare uma empresa Scribd logo
Lição 6 – Jonas – A Misericórdia Divina
        TEXTO ÁUREO
 Deus viu o que eles fizeram e
 como abandonaram os seus
 maus caminhos. Então Deus se
 arrependeu e não os destruiu
 como tinha ameaçado. (Jonas
 3:10)

                             VERDADE PRÁTICA
                          O relato de Jonas ensina-nos
                          o quanto Deus ama e está
                          pronto a perdoar os que se
                          arrependem.
Leitura bíblica em classe
(Jonas 1:1-3)
A palavra do Senhor veio a Jonas, filho de Amitai com esta
ordem: "Vá depressa à grande cidade de Nínive e pregue contra
ela, porque a sua maldade subiu até a minha presença".
Mas Jonas fugiu da presença do Senhor, dirigindo-se para
Társis. Desceu à cidade de Jope, onde encontrou um navio que
se destinava àquele porto. Depois de pagar a passagem,
embarcou para Társis, para fugir do Senhor.
(Jonas 1:15-17)
Então, pegaram Jonas e o lançaram ao mar enfurecido, e este
se aquietou. Ao verem isso, os homens adoraram ao Senhor
com temor, oferecendo-lhe sacrifício e fazendo-lhe votos.
Então o Senhor fez com que um grande peixe engolisse Jonas, e
ele ficou dentro do peixe três dias e três noites.
Leitura bíblica em classe
(Jonas 3:8-10)
Cubram-se de pano de saco, homens e animais. E todos clamem
a Deus com todas as suas forças. Deixem os maus caminhos e a
violência. Talvez Deus se arrependa e abandone a sua ira, e não
sejamos destruídos“. Deus viu o que eles fizeram e como
abandonaram os seus maus caminhos. Então Deus se
arrependeu e não os destruiu como tinha ameaçado.
(Jonas 4:1-2)
Mas Jonas ficou profundamente descontente com isso e
enfureceu-se. Ele orou ao Senhor: "Senhor, não foi isso que eu
disse quando ainda estava em casa? Foi por isso que me
apressei em fugir para Társis. Eu sabia que tu és Deus
misericordioso e compassivo, muito paciente, cheio de amor e
que promete castigar mas depois se arrepende.
O livro de Jonas (Yonah)
AUTOR E DATA:
•O nome Jonas (Yonah) significa “pombo”. Nada sabemos sobre
sua vida a não ser que era filhos de Amitai – nascido em Gate-
Hefer (Gat-Ofer), local situado ao nordeste de Nazaré.
•O profeta foi chamado para uma missão, que era levar o juízo
a cidade de Ninveh por causa da sua malícia.
•Acreditasse que Jonas foi contemporâneo de Jeroboão II, reino
do norte – Israel – (782 a 753 a.C.) e exerceu seu ministério
após Eliseu e antes de Amós e Oseias.
•Ajudou a recuperar parte dos territórios perdidos de Israel (2
Rs 14.25). Portando, o autor deste livro era também um
estadista além de ser profeta. Para alguns a missão dele a
Nínive pode ter sido considerada traição, por isso, a sua
consternação em ir.
O livro de Jonas (Yonah)

NÍNIVE:

• “Era a capital do Império Assírio, que dominou o antigo
Oriente Médio cerca de 300 anos (900-605 a.C.). Começou sua
ascensão ao poder aproximadamente no tempo da divisão do
reino hebraico no final do reinado de Salomão. Pouco a pouco,
absorveu e destruiu Israel, o Reino do Norte”. (HALLEY, p. 369)
•Era rodeada de um gingatesco muro que dava para passar três
carros de guerra emparelhados.
•O seu muro tinha cerca de 30 metros de altura.
O livro de Jonas (Yonah)
NÍNIVE:

Os montículos antigos de Nínive, Kouyunjik e Nabī Yūnus, estão
localizados num nível da planície perto da confluência do rio
Tigre e Khosr com uma área de 1800 acres circunscrita por uma
muralha de tijolos de 12 kilômetros. Esse espaço extensivo
inteiro é hoje uma imensa área de ruínas sobreposta em partes
pelos novos subúrbios da cidade de Mosul.
Nínive era uma junção importante para as rotas comerciais
cruzando o Tigre. Ocupando uma posição central na grande
estrada entre o Mar Mediterrâneo e o Oceano Índico, assim
unindo o Oriente e o Ocidente, recebia a riqueza que fluía de
várias fontes, tornando-se logo uma das maiores cidades
antigas da região
Portão de Nínive
Muralha de Nínive
Localização de Nínive
Nínive na atualidade – Bagdá-Tigre
              Iraque
Esboço do livro
1.   O primeiro chamado de Jonas (1.1-2.10)
•    O chamado de Jonas para Nínive (1.1-2)
•    A desobediência de Jonas (1.3)
•    Consequências da desobediência de Jonas (1.4-17)
•    A oração de Jonas em meio a calamidade (2.1-9)
•    O livramento de Jonas (2.10)

2. O segundo chamado de Deus a Jonas (3.1-4.11)
• A missão Obediente de Jonas (3.5-10)
• Resultados da Obediência de Jonas (3.5-10)
       a. Os ninivitas de arrependem (3.5-9)
       b. Os ninivitas Poupados do Juízo Divino (3.10)
• A queixa de Jonas (4.1-3)
• A repreensão e a lição de Jonas (4.4-11)
Desobediência
Exatamente o que aconteceu com Jonas, aconteceu
tambem com Israel. Jonas não obedeceu a ordem
de Elohim e assim ele tornou-se uma maldição para
os gentios ao invés de ser uma benção. Assim
aconteceu com Israel; não obedeceram a palavra
de Elohim, andando nos seus próprios caminhos e
assim a história de Israel foi uma história cheia de
sofrimentos e problemas, sim cheia de tormentas.
Israel foi jogado no mar (entre as nações) e lutou
anos e anos com ondas (sofrimento). Mas não ficou
para sempre.
No meio de tantos problemas Jonas se
    converteu e se arrependeu.
O peixe: Essa palavra significa um ‘grande peixe’ ou
monstro marinho, e não baleia. Foram descobertos muitos
monstros marinhos com tamanho suficente para engolir
uma pessoa inteira. Entretanto, a lição dessa história é que
se trata de um milagre, um atestado divino da missão de
Jonas a Nínive. Não houvesse tão assombroso milagre, os
ninivitas teriam pouca atenção a Jonas (Lc 11.30)

Jonas, nas pregações em Nínive, certamente contou a
experiência com o peixe, fazendo-se acompanhar por
testemunhas que comprovavam a história. Mostrando seu
arrependimento, ainda no ventre do animal, orando
provavelmente salmos foi lançado no porto natural de Jope
Jope
Propósitos de Deus ao enviar Jonas
• Acima de tudo, a intenção de Deus foi mostrar que Ele é
Deus de todas as nações e quer que todos se convertam;
• Adiou a destruição de Israel, já que se eles não se
convertessem destruiriam, mas isso se concretizou mais
tarde;
• Jonas era um sinal de Jesus uma imagem profética da
ressurreição de Cristo (Mt 12.40)
•Jope, onde Jonas embarcou para não pregar a outra nação,
foi o lugar exato escolhido por Deus, 800 anos depois, para
enviar Pedro a fim de que fossem acançadas pessoas de
outras nações (At 10)
•Portanto, em seu todo, a história de Jonas é um grandioso
quandro histórico da ressurreição do Messias e de sua
missão a todas as nações.
Conclusão
As profecias de Jonas revelam a magnitude e misericórdia
de Deus. Pela compaixão de Deus, foi dada ao profeta uma
segunda chance para cumprir o chamado divino, depois de
ele ter sido resgatado das entranhas de um monstro
marinho, onde ficou três dias, era para ele como estar no
inferno. Mas, ao reconhecer seu erro e orar, Jonas é
expelido daquele animal e vai, agora, a cidade de Nínive
pregar arrependimento, porque exclamava que a cidade
seria destruída.
O profeta não conseguiu entender os propósitos de Deus,
mas foi forçado a compreender a graça de Deus e sua
misericórdia que alcança a qualquer povo, tribo, língua e
nação.
Slides elaborados pelo Professor Érick Freire.
            Acesse: www.ebdbrasil.net

       Devemos entender algo sobre a retribuição,
pois alguns acham que este princípio é desumano,
opressor e desproporcional ao amor, mas pelo
contrário, “A própria retribuição é uma manifestação
do amor divino” (R.N. CHAMPLIM), mas a retribuição
após castigar ela tem o efeito restaurador porque leva
o povo e/ou indivíduo a uma reflexão que trás
restauração espiritual, o sofrimento leva-nos a refletir
e “voltar ao primeiro amor”, como chamasse no
hebraico, faz-se uma teshuvá, um retorno. Muitos de
nós estamos precisando deste retorno antes que
sejamos destruídos, não precisamos de uma Nova
Reforma, precisamos de uma restauração espiritual.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Jonas um profeta ás avessas
Jonas  um profeta ás avessasJonas  um profeta ás avessas
Jonas um profeta ás avessas
Marcos Nascimento
 
Panorama do AT - Naum
Panorama do AT - NaumPanorama do AT - Naum
Panorama do AT - Naum
Respirando Deus
 
Profetas menores lição 8 - Naum
Profetas menores   lição 8 - NaumProfetas menores   lição 8 - Naum
Profetas menores lição 8 - Naum
Escola Bíblica Sem Fronteiras
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓSIBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
Rubens Sohn
 
Estudos no Livro de Jonas (Cap 3)
Estudos no Livro de Jonas   (Cap 3)Estudos no Livro de Jonas   (Cap 3)
Estudos no Livro de Jonas (Cap 3)
Daniel Junior
 
29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
Panorama do AT - Sofonias
Panorama do AT - SofoniasPanorama do AT - Sofonias
Panorama do AT - Sofonias
Respirando Deus
 
Aula 11 - Josué
Aula 11 - JosuéAula 11 - Josué
Aula 11 - Josué
ibrdoamor
 
Panorama do AT - Oseias
Panorama do AT - OseiasPanorama do AT - Oseias
Panorama do AT - Oseias
Respirando Deus
 
35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel35. O Profeta Joel
40. O Profeta Naum
40. O Profeta Naum40. O Profeta Naum
Panorama do AT - Amós
Panorama do AT - AmósPanorama do AT - Amós
Panorama do AT - Amós
Respirando Deus
 
37. O profeta Obadias
37. O profeta Obadias37. O profeta Obadias
37. O profeta Obadias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
O livro de josué
O livro de josuéO livro de josué
O livro de josué
mbrandao7
 
Panorama do AT - Josué
Panorama do AT - JosuéPanorama do AT - Josué
Panorama do AT - Josué
Respirando Deus
 
Isaque, o Sorriso de uma Promessa
Isaque, o Sorriso de uma PromessaIsaque, o Sorriso de uma Promessa
Isaque, o Sorriso de uma Promessa
Márcio Martins
 
Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...
Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...
Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...
Jonas Martins Olímpio
 
Ezequiel
EzequielEzequiel
Ezequiel
Ricardo Gondim
 
Panorama do AT - Joel
Panorama do AT - JoelPanorama do AT - Joel
Panorama do AT - Joel
Respirando Deus
 

Mais procurados (20)

42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias42. O Profeta Sofonias
42. O Profeta Sofonias
 
Jonas um profeta ás avessas
Jonas  um profeta ás avessasJonas  um profeta ás avessas
Jonas um profeta ás avessas
 
Panorama do AT - Naum
Panorama do AT - NaumPanorama do AT - Naum
Panorama do AT - Naum
 
Profetas menores lição 8 - Naum
Profetas menores   lição 8 - NaumProfetas menores   lição 8 - Naum
Profetas menores lição 8 - Naum
 
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓSIBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
IBADEP BÁSICO PROFETAS MENORES AULA 1 - OSÉIAS, JOÉL E AMÓS
 
Estudos no Livro de Jonas (Cap 3)
Estudos no Livro de Jonas   (Cap 3)Estudos no Livro de Jonas   (Cap 3)
Estudos no Livro de Jonas (Cap 3)
 
29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías29. O profeta Isaías
29. O profeta Isaías
 
Panorama do AT - Sofonias
Panorama do AT - SofoniasPanorama do AT - Sofonias
Panorama do AT - Sofonias
 
Aula 11 - Josué
Aula 11 - JosuéAula 11 - Josué
Aula 11 - Josué
 
Panorama do AT - Oseias
Panorama do AT - OseiasPanorama do AT - Oseias
Panorama do AT - Oseias
 
35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel
 
40. O Profeta Naum
40. O Profeta Naum40. O Profeta Naum
40. O Profeta Naum
 
Panorama do AT - Amós
Panorama do AT - AmósPanorama do AT - Amós
Panorama do AT - Amós
 
37. O profeta Obadias
37. O profeta Obadias37. O profeta Obadias
37. O profeta Obadias
 
O livro de josué
O livro de josuéO livro de josué
O livro de josué
 
Panorama do AT - Josué
Panorama do AT - JosuéPanorama do AT - Josué
Panorama do AT - Josué
 
Isaque, o Sorriso de uma Promessa
Isaque, o Sorriso de uma PromessaIsaque, o Sorriso de uma Promessa
Isaque, o Sorriso de uma Promessa
 
Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...
Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...
Apostila - Resumo de Escatologia: Quais são os sinais dos cumprimentos profét...
 
Ezequiel
EzequielEzequiel
Ezequiel
 
Panorama do AT - Joel
Panorama do AT - JoelPanorama do AT - Joel
Panorama do AT - Joel
 

Destaque

Lição 5 obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.
Lição 5   obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.Lição 5   obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.
Lição 5 obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.
Ebd Brasil
 
A grandeza da misericórdia de Deus
A grandeza da misericórdia de DeusA grandeza da misericórdia de Deus
A grandeza da misericórdia de Deus
iecsantoamaro
 
Jonas e o Grande Peixe
Jonas e o Grande PeixeJonas e o Grande Peixe
Jonas e o Grande Peixe
Alessandra Bispo
 
1000 Mil esboços para sermões e pregações
1000 Mil esboços para sermões e pregações1000 Mil esboços para sermões e pregações
1000 Mil esboços para sermões e pregações
Gesiel Oliveira
 
Powermpoint
PowermpointPowermpoint
Powermpoint
kevinarg555
 
O livro de jonas
O livro de jonasO livro de jonas
O livro de jonas
Diana E Junior
 
O julgamento e a soberania pertencem a Deus
O julgamento e a soberania pertencem a DeusO julgamento e a soberania pertencem a Deus
O julgamento e a soberania pertencem a Deus
Moisés Sampaio
 
Lição 11 ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadern
Lição 11   ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadernLição 11   ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadern
Lição 11 ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadern
Ebd Brasil
 
Deus de Misericordia
Deus de MisericordiaDeus de Misericordia
Deus de Misericordia
CatequeseSagrado
 
Estudo sobre o Profeta Jonas
Estudo sobre o Profeta JonasEstudo sobre o Profeta Jonas
Estudo sobre o Profeta Jonas
Willian Xavier
 
Concurso biblico Jonas
Concurso biblico JonasConcurso biblico Jonas
Concurso biblico Jonas
Rogerio Sena
 
A origem da cidade no oriente próximo - Mesopotâmia e Egito (Prof. Thays Zenk...
A origem da cidade no oriente próximo - Mesopotâmia e Egito (Prof. Thays Zenk...A origem da cidade no oriente próximo - Mesopotâmia e Egito (Prof. Thays Zenk...
A origem da cidade no oriente próximo - Mesopotâmia e Egito (Prof. Thays Zenk...
Cintia Nogueira de Carvalho
 
Deserto uma escola para muitos,onde poucos são aprovados
Deserto uma escola para muitos,onde poucos são aprovadosDeserto uma escola para muitos,onde poucos são aprovados
Deserto uma escola para muitos,onde poucos são aprovados
Marcos De Oliveira Leite
 
Mortos, porém vivos Romanos 6:1-10
Mortos, porém vivos Romanos 6:1-10Mortos, porém vivos Romanos 6:1-10
Mortos, porém vivos Romanos 6:1-10
Fran Eduardo Oliveira
 
Morrer para o mundo e viver para Deus (cl 3 1 4) - sermão
Morrer para o mundo e viver para Deus (cl 3 1 4)  - sermãoMorrer para o mundo e viver para Deus (cl 3 1 4)  - sermão
Morrer para o mundo e viver para Deus (cl 3 1 4) - sermão
Paulo Dias Nogueira
 
A Palavra de Deus não volta vazia, ela cumpre o seu propósito
A Palavra de Deus não volta vazia, ela cumpre o seu propósitoA Palavra de Deus não volta vazia, ela cumpre o seu propósito
A Palavra de Deus não volta vazia, ela cumpre o seu propósito
Paulo Dias Nogueira
 
Mesmo no deserto Deus não nos abandona (Êxodo 17.1-7)
Mesmo no deserto Deus não nos abandona (Êxodo 17.1-7)Mesmo no deserto Deus não nos abandona (Êxodo 17.1-7)
Mesmo no deserto Deus não nos abandona (Êxodo 17.1-7)
Paulo Dias Nogueira
 
Fidelidade Firmes na Fé.
Fidelidade Firmes na Fé.Fidelidade Firmes na Fé.
Fidelidade Firmes na Fé.
Márcio Martins
 
Pregadores.ppt
Pregadores.pptPregadores.ppt
Pregadores.ppt
Herbert de Carvalho
 

Destaque (19)

Lição 5 obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.
Lição 5   obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.Lição 5   obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.
Lição 5 obadias - o princípio da retribuição, slides professor érick freire.
 
A grandeza da misericórdia de Deus
A grandeza da misericórdia de DeusA grandeza da misericórdia de Deus
A grandeza da misericórdia de Deus
 
Jonas e o Grande Peixe
Jonas e o Grande PeixeJonas e o Grande Peixe
Jonas e o Grande Peixe
 
1000 Mil esboços para sermões e pregações
1000 Mil esboços para sermões e pregações1000 Mil esboços para sermões e pregações
1000 Mil esboços para sermões e pregações
 
Powermpoint
PowermpointPowermpoint
Powermpoint
 
O livro de jonas
O livro de jonasO livro de jonas
O livro de jonas
 
O julgamento e a soberania pertencem a Deus
O julgamento e a soberania pertencem a DeusO julgamento e a soberania pertencem a Deus
O julgamento e a soberania pertencem a Deus
 
Lição 11 ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadern
Lição 11   ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadernLição 11   ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadern
Lição 11 ageu - o compromisso do povo da aliança - ieadern
 
Deus de Misericordia
Deus de MisericordiaDeus de Misericordia
Deus de Misericordia
 
Estudo sobre o Profeta Jonas
Estudo sobre o Profeta JonasEstudo sobre o Profeta Jonas
Estudo sobre o Profeta Jonas
 
Concurso biblico Jonas
Concurso biblico JonasConcurso biblico Jonas
Concurso biblico Jonas
 
A origem da cidade no oriente próximo - Mesopotâmia e Egito (Prof. Thays Zenk...
A origem da cidade no oriente próximo - Mesopotâmia e Egito (Prof. Thays Zenk...A origem da cidade no oriente próximo - Mesopotâmia e Egito (Prof. Thays Zenk...
A origem da cidade no oriente próximo - Mesopotâmia e Egito (Prof. Thays Zenk...
 
Deserto uma escola para muitos,onde poucos são aprovados
Deserto uma escola para muitos,onde poucos são aprovadosDeserto uma escola para muitos,onde poucos são aprovados
Deserto uma escola para muitos,onde poucos são aprovados
 
Mortos, porém vivos Romanos 6:1-10
Mortos, porém vivos Romanos 6:1-10Mortos, porém vivos Romanos 6:1-10
Mortos, porém vivos Romanos 6:1-10
 
Morrer para o mundo e viver para Deus (cl 3 1 4) - sermão
Morrer para o mundo e viver para Deus (cl 3 1 4)  - sermãoMorrer para o mundo e viver para Deus (cl 3 1 4)  - sermão
Morrer para o mundo e viver para Deus (cl 3 1 4) - sermão
 
A Palavra de Deus não volta vazia, ela cumpre o seu propósito
A Palavra de Deus não volta vazia, ela cumpre o seu propósitoA Palavra de Deus não volta vazia, ela cumpre o seu propósito
A Palavra de Deus não volta vazia, ela cumpre o seu propósito
 
Mesmo no deserto Deus não nos abandona (Êxodo 17.1-7)
Mesmo no deserto Deus não nos abandona (Êxodo 17.1-7)Mesmo no deserto Deus não nos abandona (Êxodo 17.1-7)
Mesmo no deserto Deus não nos abandona (Êxodo 17.1-7)
 
Fidelidade Firmes na Fé.
Fidelidade Firmes na Fé.Fidelidade Firmes na Fé.
Fidelidade Firmes na Fé.
 
Pregadores.ppt
Pregadores.pptPregadores.ppt
Pregadores.ppt
 

Semelhante a Lição 6 – jonas – a misericórdia divina

Ansioso para perdoar_Lição original com textos_622013
Ansioso para perdoar_Lição original com textos_622013Ansioso para perdoar_Lição original com textos_622013
Ansioso para perdoar_Lição original com textos_622013
Gerson G. Ramos
 
“Veio a palavra do Senhor” – A reação do profeta
“Veio a palavra do Senhor” – A reação do profeta“Veio a palavra do Senhor” – A reação do profeta
“Veio a palavra do Senhor” – A reação do profeta
JUERP
 
Mes da biblia livro de jonas
Mes da biblia livro de jonasMes da biblia livro de jonas
Mes da biblia livro de jonas
Pe. David Pereira de Jesus
 
❉ A saga de Jonas_Resp_Liç_432015_GGR
❉ A saga de Jonas_Resp_Liç_432015_GGR❉ A saga de Jonas_Resp_Liç_432015_GGR
❉ A saga de Jonas_Resp_Liç_432015_GGR
Gerson G. Ramos
 
13 - panorama do AT - Obadias^J Jonas e Miqueias.pptx
13 - panorama do AT - Obadias^J Jonas e Miqueias.pptx13 - panorama do AT - Obadias^J Jonas e Miqueias.pptx
13 - panorama do AT - Obadias^J Jonas e Miqueias.pptx
PIB Penha
 
UM AMIGO MEDROSO (1).pptx
UM AMIGO MEDROSO (1).pptxUM AMIGO MEDROSO (1).pptx
UM AMIGO MEDROSO (1).pptx
BenatoLimaNascimento
 
A saga de Jonas_Liç_original_432015 + textos
A saga de Jonas_Liç_original_432015 + textosA saga de Jonas_Liç_original_432015 + textos
A saga de Jonas_Liç_original_432015 + textos
Gerson G. Ramos
 
Lição 06 jonas - a misericórdia divina
Lição 06   jonas - a misericórdia divinaLição 06   jonas - a misericórdia divina
Lição 06 jonas - a misericórdia divina
cledsondrumms
 
Lição 03 Missões Transculturais no Antigo Testamento 4° Trimestre de 2023 ...
Lição 03  Missões Transculturais no Antigo Testamento  4° Trimestre de 2023  ...Lição 03  Missões Transculturais no Antigo Testamento  4° Trimestre de 2023  ...
Lição 03 Missões Transculturais no Antigo Testamento 4° Trimestre de 2023 ...
JOSELAURINDODASILVA
 
“Proclama a mensagem”
“Proclama a mensagem”“Proclama a mensagem”
“Proclama a mensagem”
JUERP
 
1T2022_L10_slides_Mardônio.pdf
1T2022_L10_slides_Mardônio.pdf1T2022_L10_slides_Mardônio.pdf
1T2022_L10_slides_Mardônio.pdf
Elinaldo Domingos Domingos
 
LIÇÃO 33 - JONAS - NAUM.pptx
LIÇÃO 33 - JONAS - NAUM.pptxLIÇÃO 33 - JONAS - NAUM.pptx
LIÇÃO 33 - JONAS - NAUM.pptx
Élida Rolim
 
Lição 6 (1° 14) a peregrinação de israel no Deserto até o sinai
Lição 6 (1° 14) a peregrinação de israel no Deserto até o sinaiLição 6 (1° 14) a peregrinação de israel no Deserto até o sinai
Lição 6 (1° 14) a peregrinação de israel no Deserto até o sinai
Pr. Andre Luiz
 
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divinaLição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Ailton da Silva
 
Ide e pregai
Ide e pregaiIde e pregai
Ide e pregai
Elias Costa
 
Jonas
JonasJonas
Jonas
BRAFER
 
Lição 3 – Missões Transculturais no Antigo Testamento.pptx
Lição 3 – Missões Transculturais no Antigo Testamento.pptxLição 3 – Missões Transculturais no Antigo Testamento.pptx
Lição 3 – Missões Transculturais no Antigo Testamento.pptx
Celso Napoleon
 
22 obadias, jonas e miquéias
22 obadias, jonas e miquéias22 obadias, jonas e miquéias
22 obadias, jonas e miquéias
PIB Penha
 
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 2 - A oração ...
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 2 - A oração ...[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 2 - A oração ...
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 2 - A oração ...
José Carlos Polozi
 
“Eu me lembrei do Senhor”
“Eu me lembrei do Senhor”“Eu me lembrei do Senhor”
“Eu me lembrei do Senhor”
JUERP
 

Semelhante a Lição 6 – jonas – a misericórdia divina (20)

Ansioso para perdoar_Lição original com textos_622013
Ansioso para perdoar_Lição original com textos_622013Ansioso para perdoar_Lição original com textos_622013
Ansioso para perdoar_Lição original com textos_622013
 
“Veio a palavra do Senhor” – A reação do profeta
“Veio a palavra do Senhor” – A reação do profeta“Veio a palavra do Senhor” – A reação do profeta
“Veio a palavra do Senhor” – A reação do profeta
 
Mes da biblia livro de jonas
Mes da biblia livro de jonasMes da biblia livro de jonas
Mes da biblia livro de jonas
 
❉ A saga de Jonas_Resp_Liç_432015_GGR
❉ A saga de Jonas_Resp_Liç_432015_GGR❉ A saga de Jonas_Resp_Liç_432015_GGR
❉ A saga de Jonas_Resp_Liç_432015_GGR
 
13 - panorama do AT - Obadias^J Jonas e Miqueias.pptx
13 - panorama do AT - Obadias^J Jonas e Miqueias.pptx13 - panorama do AT - Obadias^J Jonas e Miqueias.pptx
13 - panorama do AT - Obadias^J Jonas e Miqueias.pptx
 
UM AMIGO MEDROSO (1).pptx
UM AMIGO MEDROSO (1).pptxUM AMIGO MEDROSO (1).pptx
UM AMIGO MEDROSO (1).pptx
 
A saga de Jonas_Liç_original_432015 + textos
A saga de Jonas_Liç_original_432015 + textosA saga de Jonas_Liç_original_432015 + textos
A saga de Jonas_Liç_original_432015 + textos
 
Lição 06 jonas - a misericórdia divina
Lição 06   jonas - a misericórdia divinaLição 06   jonas - a misericórdia divina
Lição 06 jonas - a misericórdia divina
 
Lição 03 Missões Transculturais no Antigo Testamento 4° Trimestre de 2023 ...
Lição 03  Missões Transculturais no Antigo Testamento  4° Trimestre de 2023  ...Lição 03  Missões Transculturais no Antigo Testamento  4° Trimestre de 2023  ...
Lição 03 Missões Transculturais no Antigo Testamento 4° Trimestre de 2023 ...
 
“Proclama a mensagem”
“Proclama a mensagem”“Proclama a mensagem”
“Proclama a mensagem”
 
1T2022_L10_slides_Mardônio.pdf
1T2022_L10_slides_Mardônio.pdf1T2022_L10_slides_Mardônio.pdf
1T2022_L10_slides_Mardônio.pdf
 
LIÇÃO 33 - JONAS - NAUM.pptx
LIÇÃO 33 - JONAS - NAUM.pptxLIÇÃO 33 - JONAS - NAUM.pptx
LIÇÃO 33 - JONAS - NAUM.pptx
 
Lição 6 (1° 14) a peregrinação de israel no Deserto até o sinai
Lição 6 (1° 14) a peregrinação de israel no Deserto até o sinaiLição 6 (1° 14) a peregrinação de israel no Deserto até o sinai
Lição 6 (1° 14) a peregrinação de israel no Deserto até o sinai
 
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divinaLição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
 
Ide e pregai
Ide e pregaiIde e pregai
Ide e pregai
 
Jonas
JonasJonas
Jonas
 
Lição 3 – Missões Transculturais no Antigo Testamento.pptx
Lição 3 – Missões Transculturais no Antigo Testamento.pptxLição 3 – Missões Transculturais no Antigo Testamento.pptx
Lição 3 – Missões Transculturais no Antigo Testamento.pptx
 
22 obadias, jonas e miquéias
22 obadias, jonas e miquéias22 obadias, jonas e miquéias
22 obadias, jonas e miquéias
 
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 2 - A oração ...
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 2 - A oração ...[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 2 - A oração ...
[EBD Maranata] Revista O Poder e o Ministério da Oração | Lição 2 - A oração ...
 
“Eu me lembrei do Senhor”
“Eu me lembrei do Senhor”“Eu me lembrei do Senhor”
“Eu me lembrei do Senhor”
 

Mais de Ebd Brasil

O maior sumo sacerdote
O maior sumo sacerdoteO maior sumo sacerdote
O maior sumo sacerdote
Ebd Brasil
 
Lição 11 Maria, mãe de jesus - uma serva humilde. CPAD
Lição 11 Maria, mãe de jesus - uma serva humilde. CPADLição 11 Maria, mãe de jesus - uma serva humilde. CPAD
Lição 11 Maria, mãe de jesus - uma serva humilde. CPAD
Ebd Brasil
 
Lição 11 Os Falsos Profetas e Seus Frutos, PPT
Lição 11 Os Falsos Profetas e Seus Frutos, PPTLição 11 Os Falsos Profetas e Seus Frutos, PPT
Lição 11 Os Falsos Profetas e Seus Frutos, PPT
Ebd Brasil
 
Lição 11 A Ética no Reino de Deus
Lição 11 A Ética no Reino de DeusLição 11 A Ética no Reino de Deus
Lição 11 A Ética no Reino de Deus
Ebd Brasil
 
Lição 11 Maria, Mãe de Jesus - Uma Serva Humilde
Lição 11   Maria, Mãe de Jesus - Uma Serva HumildeLição 11   Maria, Mãe de Jesus - Uma Serva Humilde
Lição 11 Maria, Mãe de Jesus - Uma Serva Humilde
Ebd Brasil
 
Lição 10 maria, irmã de lázaro, uma devoção amorosa
Lição 10   maria, irmã de lázaro, uma devoção amorosaLição 10   maria, irmã de lázaro, uma devoção amorosa
Lição 10 maria, irmã de lázaro, uma devoção amorosa
Ebd Brasil
 
Lição 13 a manifestação da graça da salvação
Lição 13 a manifestação da graça da salvaçãoLição 13 a manifestação da graça da salvação
Lição 13 a manifestação da graça da salvação
Ebd Brasil
 
Lição 7 honrarás pai e mãe. Professor Érick Freire
Lição 7 honrarás pai e mãe. Professor Érick FreireLição 7 honrarás pai e mãe. Professor Érick Freire
Lição 7 honrarás pai e mãe. Professor Érick Freire
Ebd Brasil
 
Lição 4 amós - a justiça social, slide por professor érick freire.
Lição 4   amós - a justiça social, slide por professor érick freire.Lição 4   amós - a justiça social, slide por professor érick freire.
Lição 4 amós - a justiça social, slide por professor érick freire.
Ebd Brasil
 
Lição 3 joel, o derramamento do espírito santo
Lição 3   joel, o derramamento do espírito santoLição 3   joel, o derramamento do espírito santo
Lição 3 joel, o derramamento do espírito santo
Ebd Brasil
 
Fechamento do 3º trimestre de 2012
Fechamento do 3º trimestre de 2012Fechamento do 3º trimestre de 2012
Fechamento do 3º trimestre de 2012
Ebd Brasil
 
Encerramento do 3º trimestre de 2012, escola dominical
Encerramento do 3º trimestre de 2012, escola dominicalEncerramento do 3º trimestre de 2012, escola dominical
Encerramento do 3º trimestre de 2012, escola dominical
Ebd Brasil
 
Lição 6 a despensa vazia, 05 de agosto de 2012
Lição 6   a despensa vazia, 05 de agosto de 2012Lição 6   a despensa vazia, 05 de agosto de 2012
Lição 6 a despensa vazia, 05 de agosto de 2012
Ebd Brasil
 
Encerramento do 1º Trimestre de 2012
Encerramento do 1º Trimestre de 2012Encerramento do 1º Trimestre de 2012
Encerramento do 1º Trimestre de 2012
Ebd Brasil
 
Lição 13 - Somente em Jesus Temos a Verdadeira Prosperidade - 1ª Parte
Lição 13 - Somente em Jesus Temos a Verdadeira Prosperidade - 1ª ParteLição 13 - Somente em Jesus Temos a Verdadeira Prosperidade - 1ª Parte
Lição 13 - Somente em Jesus Temos a Verdadeira Prosperidade - 1ª Parte
Ebd Brasil
 
Lição 8 o compromisso com a palavra de deus
Lição 8   o compromisso com a palavra de deusLição 8   o compromisso com a palavra de deus
Lição 8 o compromisso com a palavra de deus
Ebd Brasil
 
Lição 8 o compromisso com a palavra de deus
Lição 8   o compromisso com a palavra de deusLição 8   o compromisso com a palavra de deus
Lição 8 o compromisso com a palavra de deus
Ebd Brasil
 
Lição 7 - Arrependimento, a base para o Concerto - Metanoia, Slide: Professor...
Lição 7 - Arrependimento, a base para o Concerto - Metanoia, Slide: Professor...Lição 7 - Arrependimento, a base para o Concerto - Metanoia, Slide: Professor...
Lição 7 - Arrependimento, a base para o Concerto - Metanoia, Slide: Professor...
Ebd Brasil
 
Lição 7 - Arrependimento, a base para o Concerto, Slides: Professor Érick Freire
Lição 7 - Arrependimento, a base para o Concerto, Slides: Professor Érick FreireLição 7 - Arrependimento, a base para o Concerto, Slides: Professor Érick Freire
Lição 7 - Arrependimento, a base para o Concerto, Slides: Professor Érick Freire
Ebd Brasil
 
Lição 6 ebd Neemias Lidera Um Genuíno Avivamento
Lição 6 ebd Neemias Lidera Um Genuíno AvivamentoLição 6 ebd Neemias Lidera Um Genuíno Avivamento
Lição 6 ebd Neemias Lidera Um Genuíno Avivamento
Ebd Brasil
 

Mais de Ebd Brasil (20)

O maior sumo sacerdote
O maior sumo sacerdoteO maior sumo sacerdote
O maior sumo sacerdote
 
Lição 11 Maria, mãe de jesus - uma serva humilde. CPAD
Lição 11 Maria, mãe de jesus - uma serva humilde. CPADLição 11 Maria, mãe de jesus - uma serva humilde. CPAD
Lição 11 Maria, mãe de jesus - uma serva humilde. CPAD
 
Lição 11 Os Falsos Profetas e Seus Frutos, PPT
Lição 11 Os Falsos Profetas e Seus Frutos, PPTLição 11 Os Falsos Profetas e Seus Frutos, PPT
Lição 11 Os Falsos Profetas e Seus Frutos, PPT
 
Lição 11 A Ética no Reino de Deus
Lição 11 A Ética no Reino de DeusLição 11 A Ética no Reino de Deus
Lição 11 A Ética no Reino de Deus
 
Lição 11 Maria, Mãe de Jesus - Uma Serva Humilde
Lição 11   Maria, Mãe de Jesus - Uma Serva HumildeLição 11   Maria, Mãe de Jesus - Uma Serva Humilde
Lição 11 Maria, Mãe de Jesus - Uma Serva Humilde
 
Lição 10 maria, irmã de lázaro, uma devoção amorosa
Lição 10   maria, irmã de lázaro, uma devoção amorosaLição 10   maria, irmã de lázaro, uma devoção amorosa
Lição 10 maria, irmã de lázaro, uma devoção amorosa
 
Lição 13 a manifestação da graça da salvação
Lição 13 a manifestação da graça da salvaçãoLição 13 a manifestação da graça da salvação
Lição 13 a manifestação da graça da salvação
 
Lição 7 honrarás pai e mãe. Professor Érick Freire
Lição 7 honrarás pai e mãe. Professor Érick FreireLição 7 honrarás pai e mãe. Professor Érick Freire
Lição 7 honrarás pai e mãe. Professor Érick Freire
 
Lição 4 amós - a justiça social, slide por professor érick freire.
Lição 4   amós - a justiça social, slide por professor érick freire.Lição 4   amós - a justiça social, slide por professor érick freire.
Lição 4 amós - a justiça social, slide por professor érick freire.
 
Lição 3 joel, o derramamento do espírito santo
Lição 3   joel, o derramamento do espírito santoLição 3   joel, o derramamento do espírito santo
Lição 3 joel, o derramamento do espírito santo
 
Fechamento do 3º trimestre de 2012
Fechamento do 3º trimestre de 2012Fechamento do 3º trimestre de 2012
Fechamento do 3º trimestre de 2012
 
Encerramento do 3º trimestre de 2012, escola dominical
Encerramento do 3º trimestre de 2012, escola dominicalEncerramento do 3º trimestre de 2012, escola dominical
Encerramento do 3º trimestre de 2012, escola dominical
 
Lição 6 a despensa vazia, 05 de agosto de 2012
Lição 6   a despensa vazia, 05 de agosto de 2012Lição 6   a despensa vazia, 05 de agosto de 2012
Lição 6 a despensa vazia, 05 de agosto de 2012
 
Encerramento do 1º Trimestre de 2012
Encerramento do 1º Trimestre de 2012Encerramento do 1º Trimestre de 2012
Encerramento do 1º Trimestre de 2012
 
Lição 13 - Somente em Jesus Temos a Verdadeira Prosperidade - 1ª Parte
Lição 13 - Somente em Jesus Temos a Verdadeira Prosperidade - 1ª ParteLição 13 - Somente em Jesus Temos a Verdadeira Prosperidade - 1ª Parte
Lição 13 - Somente em Jesus Temos a Verdadeira Prosperidade - 1ª Parte
 
Lição 8 o compromisso com a palavra de deus
Lição 8   o compromisso com a palavra de deusLição 8   o compromisso com a palavra de deus
Lição 8 o compromisso com a palavra de deus
 
Lição 8 o compromisso com a palavra de deus
Lição 8   o compromisso com a palavra de deusLição 8   o compromisso com a palavra de deus
Lição 8 o compromisso com a palavra de deus
 
Lição 7 - Arrependimento, a base para o Concerto - Metanoia, Slide: Professor...
Lição 7 - Arrependimento, a base para o Concerto - Metanoia, Slide: Professor...Lição 7 - Arrependimento, a base para o Concerto - Metanoia, Slide: Professor...
Lição 7 - Arrependimento, a base para o Concerto - Metanoia, Slide: Professor...
 
Lição 7 - Arrependimento, a base para o Concerto, Slides: Professor Érick Freire
Lição 7 - Arrependimento, a base para o Concerto, Slides: Professor Érick FreireLição 7 - Arrependimento, a base para o Concerto, Slides: Professor Érick Freire
Lição 7 - Arrependimento, a base para o Concerto, Slides: Professor Érick Freire
 
Lição 6 ebd Neemias Lidera Um Genuíno Avivamento
Lição 6 ebd Neemias Lidera Um Genuíno AvivamentoLição 6 ebd Neemias Lidera Um Genuíno Avivamento
Lição 6 ebd Neemias Lidera Um Genuíno Avivamento
 

Lição 6 – jonas – a misericórdia divina

  • 1. Lição 6 – Jonas – A Misericórdia Divina TEXTO ÁUREO Deus viu o que eles fizeram e como abandonaram os seus maus caminhos. Então Deus se arrependeu e não os destruiu como tinha ameaçado. (Jonas 3:10) VERDADE PRÁTICA O relato de Jonas ensina-nos o quanto Deus ama e está pronto a perdoar os que se arrependem.
  • 2. Leitura bíblica em classe (Jonas 1:1-3) A palavra do Senhor veio a Jonas, filho de Amitai com esta ordem: "Vá depressa à grande cidade de Nínive e pregue contra ela, porque a sua maldade subiu até a minha presença". Mas Jonas fugiu da presença do Senhor, dirigindo-se para Társis. Desceu à cidade de Jope, onde encontrou um navio que se destinava àquele porto. Depois de pagar a passagem, embarcou para Társis, para fugir do Senhor. (Jonas 1:15-17) Então, pegaram Jonas e o lançaram ao mar enfurecido, e este se aquietou. Ao verem isso, os homens adoraram ao Senhor com temor, oferecendo-lhe sacrifício e fazendo-lhe votos. Então o Senhor fez com que um grande peixe engolisse Jonas, e ele ficou dentro do peixe três dias e três noites.
  • 3. Leitura bíblica em classe (Jonas 3:8-10) Cubram-se de pano de saco, homens e animais. E todos clamem a Deus com todas as suas forças. Deixem os maus caminhos e a violência. Talvez Deus se arrependa e abandone a sua ira, e não sejamos destruídos“. Deus viu o que eles fizeram e como abandonaram os seus maus caminhos. Então Deus se arrependeu e não os destruiu como tinha ameaçado. (Jonas 4:1-2) Mas Jonas ficou profundamente descontente com isso e enfureceu-se. Ele orou ao Senhor: "Senhor, não foi isso que eu disse quando ainda estava em casa? Foi por isso que me apressei em fugir para Társis. Eu sabia que tu és Deus misericordioso e compassivo, muito paciente, cheio de amor e que promete castigar mas depois se arrepende.
  • 4. O livro de Jonas (Yonah) AUTOR E DATA: •O nome Jonas (Yonah) significa “pombo”. Nada sabemos sobre sua vida a não ser que era filhos de Amitai – nascido em Gate- Hefer (Gat-Ofer), local situado ao nordeste de Nazaré. •O profeta foi chamado para uma missão, que era levar o juízo a cidade de Ninveh por causa da sua malícia. •Acreditasse que Jonas foi contemporâneo de Jeroboão II, reino do norte – Israel – (782 a 753 a.C.) e exerceu seu ministério após Eliseu e antes de Amós e Oseias. •Ajudou a recuperar parte dos territórios perdidos de Israel (2 Rs 14.25). Portando, o autor deste livro era também um estadista além de ser profeta. Para alguns a missão dele a Nínive pode ter sido considerada traição, por isso, a sua consternação em ir.
  • 5. O livro de Jonas (Yonah) NÍNIVE: • “Era a capital do Império Assírio, que dominou o antigo Oriente Médio cerca de 300 anos (900-605 a.C.). Começou sua ascensão ao poder aproximadamente no tempo da divisão do reino hebraico no final do reinado de Salomão. Pouco a pouco, absorveu e destruiu Israel, o Reino do Norte”. (HALLEY, p. 369) •Era rodeada de um gingatesco muro que dava para passar três carros de guerra emparelhados. •O seu muro tinha cerca de 30 metros de altura.
  • 6. O livro de Jonas (Yonah) NÍNIVE: Os montículos antigos de Nínive, Kouyunjik e Nabī Yūnus, estão localizados num nível da planície perto da confluência do rio Tigre e Khosr com uma área de 1800 acres circunscrita por uma muralha de tijolos de 12 kilômetros. Esse espaço extensivo inteiro é hoje uma imensa área de ruínas sobreposta em partes pelos novos subúrbios da cidade de Mosul. Nínive era uma junção importante para as rotas comerciais cruzando o Tigre. Ocupando uma posição central na grande estrada entre o Mar Mediterrâneo e o Oceano Índico, assim unindo o Oriente e o Ocidente, recebia a riqueza que fluía de várias fontes, tornando-se logo uma das maiores cidades antigas da região
  • 10. Nínive na atualidade – Bagdá-Tigre Iraque
  • 11. Esboço do livro 1. O primeiro chamado de Jonas (1.1-2.10) • O chamado de Jonas para Nínive (1.1-2) • A desobediência de Jonas (1.3) • Consequências da desobediência de Jonas (1.4-17) • A oração de Jonas em meio a calamidade (2.1-9) • O livramento de Jonas (2.10) 2. O segundo chamado de Deus a Jonas (3.1-4.11) • A missão Obediente de Jonas (3.5-10) • Resultados da Obediência de Jonas (3.5-10) a. Os ninivitas de arrependem (3.5-9) b. Os ninivitas Poupados do Juízo Divino (3.10) • A queixa de Jonas (4.1-3) • A repreensão e a lição de Jonas (4.4-11)
  • 12. Desobediência Exatamente o que aconteceu com Jonas, aconteceu tambem com Israel. Jonas não obedeceu a ordem de Elohim e assim ele tornou-se uma maldição para os gentios ao invés de ser uma benção. Assim aconteceu com Israel; não obedeceram a palavra de Elohim, andando nos seus próprios caminhos e assim a história de Israel foi uma história cheia de sofrimentos e problemas, sim cheia de tormentas. Israel foi jogado no mar (entre as nações) e lutou anos e anos com ondas (sofrimento). Mas não ficou para sempre.
  • 13. No meio de tantos problemas Jonas se converteu e se arrependeu. O peixe: Essa palavra significa um ‘grande peixe’ ou monstro marinho, e não baleia. Foram descobertos muitos monstros marinhos com tamanho suficente para engolir uma pessoa inteira. Entretanto, a lição dessa história é que se trata de um milagre, um atestado divino da missão de Jonas a Nínive. Não houvesse tão assombroso milagre, os ninivitas teriam pouca atenção a Jonas (Lc 11.30) Jonas, nas pregações em Nínive, certamente contou a experiência com o peixe, fazendo-se acompanhar por testemunhas que comprovavam a história. Mostrando seu arrependimento, ainda no ventre do animal, orando provavelmente salmos foi lançado no porto natural de Jope
  • 14. Jope
  • 15. Propósitos de Deus ao enviar Jonas • Acima de tudo, a intenção de Deus foi mostrar que Ele é Deus de todas as nações e quer que todos se convertam; • Adiou a destruição de Israel, já que se eles não se convertessem destruiriam, mas isso se concretizou mais tarde; • Jonas era um sinal de Jesus uma imagem profética da ressurreição de Cristo (Mt 12.40) •Jope, onde Jonas embarcou para não pregar a outra nação, foi o lugar exato escolhido por Deus, 800 anos depois, para enviar Pedro a fim de que fossem acançadas pessoas de outras nações (At 10) •Portanto, em seu todo, a história de Jonas é um grandioso quandro histórico da ressurreição do Messias e de sua missão a todas as nações.
  • 16. Conclusão As profecias de Jonas revelam a magnitude e misericórdia de Deus. Pela compaixão de Deus, foi dada ao profeta uma segunda chance para cumprir o chamado divino, depois de ele ter sido resgatado das entranhas de um monstro marinho, onde ficou três dias, era para ele como estar no inferno. Mas, ao reconhecer seu erro e orar, Jonas é expelido daquele animal e vai, agora, a cidade de Nínive pregar arrependimento, porque exclamava que a cidade seria destruída. O profeta não conseguiu entender os propósitos de Deus, mas foi forçado a compreender a graça de Deus e sua misericórdia que alcança a qualquer povo, tribo, língua e nação.
  • 17. Slides elaborados pelo Professor Érick Freire. Acesse: www.ebdbrasil.net Devemos entender algo sobre a retribuição, pois alguns acham que este princípio é desumano, opressor e desproporcional ao amor, mas pelo contrário, “A própria retribuição é uma manifestação do amor divino” (R.N. CHAMPLIM), mas a retribuição após castigar ela tem o efeito restaurador porque leva o povo e/ou indivíduo a uma reflexão que trás restauração espiritual, o sofrimento leva-nos a refletir e “voltar ao primeiro amor”, como chamasse no hebraico, faz-se uma teshuvá, um retorno. Muitos de nós estamos precisando deste retorno antes que sejamos destruídos, não precisamos de uma Nova Reforma, precisamos de uma restauração espiritual.