SlideShare uma empresa Scribd logo
 
Pregar o evangelho  foi a grande ordem  deixada pelo Mestre.  Ao atender a este desafio  levaremos muitos a se  entregarem a Cristo.
“ Se cada membro fosse um vivo  missionário, o evangelho seria  rapidamente proclamado em todos  os países, a todos os povos, nações  e línguas.”  Testemunhos Seletos, vol. III, pág. 299.
 
É muito importante pregar aquilo  que se vive. “ Não ouse pregar outro sermão  enquanto não souberdes, pela  vossa própria experiência, o  que Cristo é para vós.”   Testemunhos para Ministros, 155 .
Estude o assunto do sermão. Começar o sermão de maneira calma,  ser natural, expor o tema com clareza,  sem gritar. Não se afastar do tema.
Não ler o sermão todo para não se tornar  Monótono. Olhar para os ouvintes em  todas as direções e nunca se fixar em um  ponto qualquer.
Usar palavras simples,  que expressem o amor de  Deus. Cada palavra deve  ser pronunciada  distintamente, sem pressa  e com a entonação correta  da voz, e, principalmente,  exaltar a Cristo acima  de tudo.
Usar a Bíblia é muito  importante que os  interessados leiam a  Bíblia, pois a Palavra de Deus tem poder para  transformar a vida das  pessoas.
O tempo do sermão  deve ser de 20 a  30 minutos.
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
 
 
O número de componentes  da equipe varia de acordo com  a campanha e o pessoal  disponível.
As seguintes pessoas fazem  parte da equipe: a.  Um pregador voluntário; b.  Um auxiliar; c.  Um responsável pela música;  d.  Alguns recepcionistas;  e.  Duplas de instrutores Bíblicos;  f.  Alguém para cuidar das crianças;  g.  Todos os participantes da equipe  de evangelismo formam um grupo  de oração intercessória para orar  pelos interessados.
O território deve ser  preparado com antecedência  através das pesquisas,  visitação aos vizinhos,  amigos e interessados,  distribuição de literatura,  pequenos grupos,  estudos bíblicos.
Para ter sucesso nas séries  de evangelismo voluntário e nas  semanas de decisão é preciso  haver um período de 6 a 10 semanas  para preparar os interessados.
Conseguir interessados e dar  estudos bíblicos. Convidar os interessados  para os pequenos grupos.
Onde?  Pode ser na igreja ou salão,  pequeno grupo, numa casa,  garagem ou numa tenda.
Como deve ser o local?  ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
2. Programa Sugestivo ,[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object],[object Object]
3. Continuidade O que fazer ao terminar o evangelismo?  Continuar atendendo os interessados  por meio de classes bíblicas, pequenos  grupos e estudos bíblicos nos lares. Levar os interessados à decisão pelo  batismo e convidá-los para participarem  das reuniões da igreja.
Evangelizar é a grande ordem  deixada pelo Mestre. Atender a  este desafio é um privilégio que  nos cabe, e ao atendê-lo  estaremos apressando o Seu  retorno e logo então  poderemos estar com Ele  em glória.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Apostila de homiletica
Apostila de homileticaApostila de homiletica
Apostila de homiletica
JASIEL SOUZA DE ARAUJO
 
Homilética etecam
Homilética etecamHomilética etecam
Homilética etecam
Pr Raimundo Nonato
 
Homilética - Igreja Batista do Povo
Homilética - Igreja Batista do PovoHomilética - Igreja Batista do Povo
Homilética - Igreja Batista do Povo
ibpcursos
 
Aula 3 como preparar um sermão textual
Aula 3   como preparar um sermão textualAula 3   como preparar um sermão textual
Aula 3 como preparar um sermão textual
teologobrasil
 
Lição 1 você é chamado para pregar
Lição 1   você é chamado para pregarLição 1   você é chamado para pregar
Lição 1 você é chamado para pregar
Joanilson França Garcia
 
Homilética - lição - 02
Homilética - lição - 02Homilética - lição - 02
Homilética - lição - 02
Ev Nelson Fernandes
 
Ensinai homilética 03
Ensinai   homilética   03Ensinai   homilética   03
Ensinai homilética 03
Ev Nelson Fernandes
 
Estrutura do sermão
Estrutura do sermãoEstrutura do sermão
Estrutura do sermão
Guilherme Cardozo
 
Homilética 1 - M1
Homilética 1 - M1Homilética 1 - M1
Homilética 1 - M1
semnazarenovirtual
 
Homilética - A Arte de falar em público
Homilética - A Arte de falar em públicoHomilética - A Arte de falar em público
Homilética - A Arte de falar em público
Escola Da Bíblia Jundiaí
 
Apostila de homilética
Apostila de homiléticaApostila de homilética
Apostila de homilética
Alberto Simonton
 
Homilética
HomiléticaHomilética
Homilética
Jonatas Lima
 
Curso basico e pratico de homiletica
Curso basico e pratico de homileticaCurso basico e pratico de homiletica
Curso basico e pratico de homiletica
Simão Paulo Chinoca
 
Homilética
Homilética Homilética
Homilética
Marcos Aurélio
 
Pregação segmentada
Pregação segmentadaPregação segmentada
Pregação segmentada
Sabado.org
 
O pregador
O pregadorO pregador
A arte de pregar
A arte de pregarA arte de pregar
A arte de pregar
Arykelson Nascimento
 
Homilética I Itaporanga
Homilética I ItaporangaHomilética I Itaporanga
Homilética I Itaporanga
Bruno Cesar Santos de Sousa
 
Homilética-ENSINAI
Homilética-ENSINAIHomilética-ENSINAI
Homilética-ENSINAI
Nivaldo R. Santos
 
Homilética 3
Homilética 3Homilética 3
Homilética 3
Gilson Barbosa
 

Mais procurados (20)

Apostila de homiletica
Apostila de homileticaApostila de homiletica
Apostila de homiletica
 
Homilética etecam
Homilética etecamHomilética etecam
Homilética etecam
 
Homilética - Igreja Batista do Povo
Homilética - Igreja Batista do PovoHomilética - Igreja Batista do Povo
Homilética - Igreja Batista do Povo
 
Aula 3 como preparar um sermão textual
Aula 3   como preparar um sermão textualAula 3   como preparar um sermão textual
Aula 3 como preparar um sermão textual
 
Lição 1 você é chamado para pregar
Lição 1   você é chamado para pregarLição 1   você é chamado para pregar
Lição 1 você é chamado para pregar
 
Homilética - lição - 02
Homilética - lição - 02Homilética - lição - 02
Homilética - lição - 02
 
Ensinai homilética 03
Ensinai   homilética   03Ensinai   homilética   03
Ensinai homilética 03
 
Estrutura do sermão
Estrutura do sermãoEstrutura do sermão
Estrutura do sermão
 
Homilética 1 - M1
Homilética 1 - M1Homilética 1 - M1
Homilética 1 - M1
 
Homilética - A Arte de falar em público
Homilética - A Arte de falar em públicoHomilética - A Arte de falar em público
Homilética - A Arte de falar em público
 
Apostila de homilética
Apostila de homiléticaApostila de homilética
Apostila de homilética
 
Homilética
HomiléticaHomilética
Homilética
 
Curso basico e pratico de homiletica
Curso basico e pratico de homileticaCurso basico e pratico de homiletica
Curso basico e pratico de homiletica
 
Homilética
Homilética Homilética
Homilética
 
Pregação segmentada
Pregação segmentadaPregação segmentada
Pregação segmentada
 
O pregador
O pregadorO pregador
O pregador
 
A arte de pregar
A arte de pregarA arte de pregar
A arte de pregar
 
Homilética I Itaporanga
Homilética I ItaporangaHomilética I Itaporanga
Homilética I Itaporanga
 
Homilética-ENSINAI
Homilética-ENSINAIHomilética-ENSINAI
Homilética-ENSINAI
 
Homilética 3
Homilética 3Homilética 3
Homilética 3
 

Semelhante a Pregadores.ppt

Métodos de Evangelização.pptx
Métodos de Evangelização.pptxMétodos de Evangelização.pptx
Métodos de Evangelização.pptx
lindalva da cruz
 
preparando o ev.ppt
preparando o ev.pptpreparando o ev.ppt
preparando o ev.ppt
Herbert de Carvalho
 
eae_aula_32 mplantação das caravanas.pdf
eae_aula_32 mplantação das caravanas.pdfeae_aula_32 mplantação das caravanas.pdf
eae_aula_32 mplantação das caravanas.pdf
DeniseTofanello
 
Como dar estudo bíblico
Como dar estudo bíblicoComo dar estudo bíblico
Como dar estudo bíblico
iasdcoqueiro
 
PROJETO 1+1= MUITOS!
PROJETO 1+1= MUITOS!PROJETO 1+1= MUITOS!
PROJETO 1+1= MUITOS!
Jefferson Rodrigues
 
Funcionamento da Célula - (3 estudo).pptx
Funcionamento da Célula - (3 estudo).pptxFuncionamento da Célula - (3 estudo).pptx
Funcionamento da Célula - (3 estudo).pptx
CarlosJunior429181
 
Conhecimentos de homilética
Conhecimentos de homiléticaConhecimentos de homilética
Conhecimentos de homilética
JASIEL SOUZA DE ARAUJO
 
Livreto 3 2015 ce bs (1)
Livreto 3   2015 ce bs (1)Livreto 3   2015 ce bs (1)
Livreto 3 2015 ce bs (1)
Bernadetecebs .
 
Evangelismo Pessoal apresentação.pptx
Evangelismo Pessoal apresentação.pptxEvangelismo Pessoal apresentação.pptx
Evangelismo Pessoal apresentação.pptx
PrBrunoHenriques
 
Como dar estudos bíblicos 1
Como dar estudos bíblicos 1Como dar estudos bíblicos 1
Como dar estudos bíblicos 1
Leonardo Holanda E Silva
 
Treinamento missionários de ala
Treinamento missionários de alaTreinamento missionários de ala
Treinamento missionários de ala
Pedro Caldas
 
Alcancando povoado pequenos
Alcancando povoado pequenosAlcancando povoado pequenos
Alcancando povoado pequenos
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Alcançando os pequenos povoados
Alcançando os pequenos povoadosAlcançando os pequenos povoados
Alcançando os pequenos povoados
Igreja Adventista do Sétimo Dia
 
Advertencia de Deus para o mundo
Advertencia de Deus para o mundoAdvertencia de Deus para o mundo
Advertencia de Deus para o mundo
Hideumi Sekiguchi
 
Cursobasicodeevangelismo parte03
Cursobasicodeevangelismo parte03Cursobasicodeevangelismo parte03
Cursobasicodeevangelismo parte03
Pastora Gyselle Mattos
 
Como organizar uma conferência missionária
Como organizar uma conferência missionáriaComo organizar uma conferência missionária
Como organizar uma conferência missionária
Bárbara Pereira Quaresma
 
Classes Biblicas
Classes BiblicasClasses Biblicas
Classes Biblicas
Clube de Lideres Online
 
Classes Biblicas
Classes BiblicasClasses Biblicas
Classes Biblicas
Clube de Lideres Online
 
O Evangelho no Lar.
O Evangelho no Lar.O Evangelho no Lar.
O Evangelho no Lar.
ThiagoPereiraSantos2
 
Lição 3 - A Evangelização Urbana
Lição 3 - A Evangelização UrbanaLição 3 - A Evangelização Urbana
Lição 3 - A Evangelização Urbana
Éder Tomé
 

Semelhante a Pregadores.ppt (20)

Métodos de Evangelização.pptx
Métodos de Evangelização.pptxMétodos de Evangelização.pptx
Métodos de Evangelização.pptx
 
preparando o ev.ppt
preparando o ev.pptpreparando o ev.ppt
preparando o ev.ppt
 
eae_aula_32 mplantação das caravanas.pdf
eae_aula_32 mplantação das caravanas.pdfeae_aula_32 mplantação das caravanas.pdf
eae_aula_32 mplantação das caravanas.pdf
 
Como dar estudo bíblico
Como dar estudo bíblicoComo dar estudo bíblico
Como dar estudo bíblico
 
PROJETO 1+1= MUITOS!
PROJETO 1+1= MUITOS!PROJETO 1+1= MUITOS!
PROJETO 1+1= MUITOS!
 
Funcionamento da Célula - (3 estudo).pptx
Funcionamento da Célula - (3 estudo).pptxFuncionamento da Célula - (3 estudo).pptx
Funcionamento da Célula - (3 estudo).pptx
 
Conhecimentos de homilética
Conhecimentos de homiléticaConhecimentos de homilética
Conhecimentos de homilética
 
Livreto 3 2015 ce bs (1)
Livreto 3   2015 ce bs (1)Livreto 3   2015 ce bs (1)
Livreto 3 2015 ce bs (1)
 
Evangelismo Pessoal apresentação.pptx
Evangelismo Pessoal apresentação.pptxEvangelismo Pessoal apresentação.pptx
Evangelismo Pessoal apresentação.pptx
 
Como dar estudos bíblicos 1
Como dar estudos bíblicos 1Como dar estudos bíblicos 1
Como dar estudos bíblicos 1
 
Treinamento missionários de ala
Treinamento missionários de alaTreinamento missionários de ala
Treinamento missionários de ala
 
Alcancando povoado pequenos
Alcancando povoado pequenosAlcancando povoado pequenos
Alcancando povoado pequenos
 
Alcançando os pequenos povoados
Alcançando os pequenos povoadosAlcançando os pequenos povoados
Alcançando os pequenos povoados
 
Advertencia de Deus para o mundo
Advertencia de Deus para o mundoAdvertencia de Deus para o mundo
Advertencia de Deus para o mundo
 
Cursobasicodeevangelismo parte03
Cursobasicodeevangelismo parte03Cursobasicodeevangelismo parte03
Cursobasicodeevangelismo parte03
 
Como organizar uma conferência missionária
Como organizar uma conferência missionáriaComo organizar uma conferência missionária
Como organizar uma conferência missionária
 
Classes Biblicas
Classes BiblicasClasses Biblicas
Classes Biblicas
 
Classes Biblicas
Classes BiblicasClasses Biblicas
Classes Biblicas
 
O Evangelho no Lar.
O Evangelho no Lar.O Evangelho no Lar.
O Evangelho no Lar.
 
Lição 3 - A Evangelização Urbana
Lição 3 - A Evangelização UrbanaLição 3 - A Evangelização Urbana
Lição 3 - A Evangelização Urbana
 

Mais de Herbert de Carvalho

Apresentação TagPoint Empresas
Apresentação TagPoint EmpresasApresentação TagPoint Empresas
Apresentação TagPoint Empresas
Herbert de Carvalho
 
Compendio de fichas de resgate veicular
Compendio de fichas de resgate veicularCompendio de fichas de resgate veicular
Compendio de fichas de resgate veicular
Herbert de Carvalho
 
Relatório do IASES Linhares - Outubro 2012
Relatório do IASES Linhares - Outubro 2012Relatório do IASES Linhares - Outubro 2012
Relatório do IASES Linhares - Outubro 2012
Herbert de Carvalho
 
Operação Norte-Noroeste II - 2012 - PMES
Operação Norte-Noroeste II - 2012 - PMESOperação Norte-Noroeste II - 2012 - PMES
Operação Norte-Noroeste II - 2012 - PMES
Herbert de Carvalho
 
Estatísticas do Carnaval 2012 do 2º BBM
Estatísticas do Carnaval 2012 do 2º BBMEstatísticas do Carnaval 2012 do 2º BBM
Estatísticas do Carnaval 2012 do 2º BBM
Herbert de Carvalho
 
Balanço de Ocorrências do Carnaval da 4ª Delegacia da PRF
Balanço de Ocorrências do Carnaval da 4ª Delegacia da PRFBalanço de Ocorrências do Carnaval da 4ª Delegacia da PRF
Balanço de Ocorrências do Carnaval da 4ª Delegacia da PRF
Herbert de Carvalho
 
O grande conflito e a Saúde
O grande conflito e a SaúdeO grande conflito e a Saúde
O grande conflito e a Saúde
Herbert de Carvalho
 
Preparação para a crise final
Preparação para a crise finalPreparação para a crise final
Preparação para a crise final
Herbert de Carvalho
 
Nocoes-Basicas-Agricultura
Nocoes-Basicas-AgriculturaNocoes-Basicas-Agricultura
Nocoes-Basicas-Agricultura
Herbert de Carvalho
 
Manual_de_Praticas_Agroecológicas - Emater
Manual_de_Praticas_Agroecológicas - EmaterManual_de_Praticas_Agroecológicas - Emater
Manual_de_Praticas_Agroecológicas - Emater
Herbert de Carvalho
 
Introducao-AGRICULTURA-ORGANICA
Introducao-AGRICULTURA-ORGANICAIntroducao-AGRICULTURA-ORGANICA
Introducao-AGRICULTURA-ORGANICA
Herbert de Carvalho
 
Fertilidade-do-solo-adubacao
Fertilidade-do-solo-adubacaoFertilidade-do-solo-adubacao
Fertilidade-do-solo-adubacao
Herbert de Carvalho
 
Diagnóstico Visual do Estado Nutricional de Plantas
Diagnóstico Visual do Estado Nutricional de PlantasDiagnóstico Visual do Estado Nutricional de Plantas
Diagnóstico Visual do Estado Nutricional de Plantas
Herbert de Carvalho
 
Diagnóstico das comdec do estado do espírito santo
Diagnóstico das comdec do estado do espírito santoDiagnóstico das comdec do estado do espírito santo
Diagnóstico das comdec do estado do espírito santo
Herbert de Carvalho
 
Relatório CIODES CBMES 2011
Relatório CIODES CBMES 2011Relatório CIODES CBMES 2011
Relatório CIODES CBMES 2011
Herbert de Carvalho
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 26.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 26.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 26.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 26.ppt
Herbert de Carvalho
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 25.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 25.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 25.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 25.ppt
Herbert de Carvalho
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 24.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 24.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 24.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 24.ppt
Herbert de Carvalho
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 23.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 23.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 23.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 23.ppt
Herbert de Carvalho
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 22.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 22.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 22.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 22.ppt
Herbert de Carvalho
 

Mais de Herbert de Carvalho (20)

Apresentação TagPoint Empresas
Apresentação TagPoint EmpresasApresentação TagPoint Empresas
Apresentação TagPoint Empresas
 
Compendio de fichas de resgate veicular
Compendio de fichas de resgate veicularCompendio de fichas de resgate veicular
Compendio de fichas de resgate veicular
 
Relatório do IASES Linhares - Outubro 2012
Relatório do IASES Linhares - Outubro 2012Relatório do IASES Linhares - Outubro 2012
Relatório do IASES Linhares - Outubro 2012
 
Operação Norte-Noroeste II - 2012 - PMES
Operação Norte-Noroeste II - 2012 - PMESOperação Norte-Noroeste II - 2012 - PMES
Operação Norte-Noroeste II - 2012 - PMES
 
Estatísticas do Carnaval 2012 do 2º BBM
Estatísticas do Carnaval 2012 do 2º BBMEstatísticas do Carnaval 2012 do 2º BBM
Estatísticas do Carnaval 2012 do 2º BBM
 
Balanço de Ocorrências do Carnaval da 4ª Delegacia da PRF
Balanço de Ocorrências do Carnaval da 4ª Delegacia da PRFBalanço de Ocorrências do Carnaval da 4ª Delegacia da PRF
Balanço de Ocorrências do Carnaval da 4ª Delegacia da PRF
 
O grande conflito e a Saúde
O grande conflito e a SaúdeO grande conflito e a Saúde
O grande conflito e a Saúde
 
Preparação para a crise final
Preparação para a crise finalPreparação para a crise final
Preparação para a crise final
 
Nocoes-Basicas-Agricultura
Nocoes-Basicas-AgriculturaNocoes-Basicas-Agricultura
Nocoes-Basicas-Agricultura
 
Manual_de_Praticas_Agroecológicas - Emater
Manual_de_Praticas_Agroecológicas - EmaterManual_de_Praticas_Agroecológicas - Emater
Manual_de_Praticas_Agroecológicas - Emater
 
Introducao-AGRICULTURA-ORGANICA
Introducao-AGRICULTURA-ORGANICAIntroducao-AGRICULTURA-ORGANICA
Introducao-AGRICULTURA-ORGANICA
 
Fertilidade-do-solo-adubacao
Fertilidade-do-solo-adubacaoFertilidade-do-solo-adubacao
Fertilidade-do-solo-adubacao
 
Diagnóstico Visual do Estado Nutricional de Plantas
Diagnóstico Visual do Estado Nutricional de PlantasDiagnóstico Visual do Estado Nutricional de Plantas
Diagnóstico Visual do Estado Nutricional de Plantas
 
Diagnóstico das comdec do estado do espírito santo
Diagnóstico das comdec do estado do espírito santoDiagnóstico das comdec do estado do espírito santo
Diagnóstico das comdec do estado do espírito santo
 
Relatório CIODES CBMES 2011
Relatório CIODES CBMES 2011Relatório CIODES CBMES 2011
Relatório CIODES CBMES 2011
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 26.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 26.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 26.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 26.ppt
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 25.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 25.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 25.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 25.ppt
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 24.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 24.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 24.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 24.ppt
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 23.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 23.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 23.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 23.ppt
 
As Revelacoes do Santuario - estudo 22.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 22.pptAs Revelacoes do Santuario - estudo 22.ppt
As Revelacoes do Santuario - estudo 22.ppt
 

Pregadores.ppt

  • 1.  
  • 2. Pregar o evangelho foi a grande ordem deixada pelo Mestre. Ao atender a este desafio levaremos muitos a se entregarem a Cristo.
  • 3. “ Se cada membro fosse um vivo missionário, o evangelho seria rapidamente proclamado em todos os países, a todos os povos, nações e línguas.” Testemunhos Seletos, vol. III, pág. 299.
  • 4.  
  • 5. É muito importante pregar aquilo que se vive. “ Não ouse pregar outro sermão enquanto não souberdes, pela vossa própria experiência, o que Cristo é para vós.” Testemunhos para Ministros, 155 .
  • 6. Estude o assunto do sermão. Começar o sermão de maneira calma, ser natural, expor o tema com clareza, sem gritar. Não se afastar do tema.
  • 7. Não ler o sermão todo para não se tornar Monótono. Olhar para os ouvintes em todas as direções e nunca se fixar em um ponto qualquer.
  • 8. Usar palavras simples, que expressem o amor de Deus. Cada palavra deve ser pronunciada distintamente, sem pressa e com a entonação correta da voz, e, principalmente, exaltar a Cristo acima de tudo.
  • 9. Usar a Bíblia é muito importante que os interessados leiam a Bíblia, pois a Palavra de Deus tem poder para transformar a vida das pessoas.
  • 10. O tempo do sermão deve ser de 20 a 30 minutos.
  • 11.
  • 12.
  • 13.  
  • 14.  
  • 15. O número de componentes da equipe varia de acordo com a campanha e o pessoal disponível.
  • 16. As seguintes pessoas fazem parte da equipe: a. Um pregador voluntário; b. Um auxiliar; c. Um responsável pela música; d. Alguns recepcionistas; e. Duplas de instrutores Bíblicos; f. Alguém para cuidar das crianças; g. Todos os participantes da equipe de evangelismo formam um grupo de oração intercessória para orar pelos interessados.
  • 17. O território deve ser preparado com antecedência através das pesquisas, visitação aos vizinhos, amigos e interessados, distribuição de literatura, pequenos grupos, estudos bíblicos.
  • 18. Para ter sucesso nas séries de evangelismo voluntário e nas semanas de decisão é preciso haver um período de 6 a 10 semanas para preparar os interessados.
  • 19. Conseguir interessados e dar estudos bíblicos. Convidar os interessados para os pequenos grupos.
  • 20. Onde? Pode ser na igreja ou salão, pequeno grupo, numa casa, garagem ou numa tenda.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24. 3. Continuidade O que fazer ao terminar o evangelismo? Continuar atendendo os interessados por meio de classes bíblicas, pequenos grupos e estudos bíblicos nos lares. Levar os interessados à decisão pelo batismo e convidá-los para participarem das reuniões da igreja.
  • 25. Evangelizar é a grande ordem deixada pelo Mestre. Atender a este desafio é um privilégio que nos cabe, e ao atendê-lo estaremos apressando o Seu retorno e logo então poderemos estar com Ele em glória.