SlideShare uma empresa Scribd logo
Lição 4
“De sorte que haja em vós o
mesmo sentimento que houve
também em Cristo Jesus” (Fp
2.5).
TEXTO ÁUREO
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
Jesus Cristo é o nosso
modelo ideal de submissão,
humildade e serviço.
VERDADE PRÁTICA
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
5 - De sorte que haja em vós o mesmo sentimento
que houve também em Cristo Jesus,
6 - que, sendo em forma de Deus, não teve por
usurpação ser igual a Deus,
7 - Mas aniquilou-se a si mesmo, tomando a forma
de servo, fazendo-se semelhante aos homens;
8 - e, achado na forma de homem, humilhou-se a si
mesmo, sendo obediente até à morte e morte de
cruz.
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Fp 2.5-11
9 - Pelo que também Deus o exaltou
soberanamente e lhe deu um nome que é sobre
todo o nome,
10 - para que ao nome de Jesus se dobre todo
joelho dos que estão nos céus, e na terra, e
debaixo da terra,
11 - e toda língua confesse que Jesus Cristo é o
Senhor; para glória de Deus Pai.
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Fp 2.5-11
PROPOSTA DA LIÇÃO
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
• Os filipenses deveriam imitar Jesus;
• “Em forma de Deus”, uma configuração, semelhança;
• Jesus não se apegou aos seus direitos divinos;
• Jesus não trocou sua natureza divina pela humana;
• Ele encarnou, permitiu se rebaixar;
• No calvário, Ele desceu ao ponto mais baixo;
• O caminho da exaltação passa pela humilhação;
• “Dobre todo joelho”–reconhecer a autoridade de alguém;
• “Toda língua confesse” – reconhecimento público.
INTRODUÇÃO
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
a) Humildade:
•Virtude que manifesta nossa fraqueza ou pouco mérito;
•Característica indispensável na vida do cristão;
•Jesus: maior e melhor exemplo de humildade;
•Ele se desprendeu de sua glória. “Abriu mão”!
b) Ensino de Paulo para os filipenses. Atualíssimo:
•Não façam nada por contenda ou vanglória;
•Os cristãos devem se desprender da vanglória;
•Mas é muito difícil (Jo 12.42). Eles não “abrem mão”!
I – O FILHO DIVINO: O ESTADO
ETERNO DA PRÉ-ENCARNAÇÃO
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
1) ELE DEU O MAIOR EXEMPLO DE HUMILDADE
• “De sorte que haja em vós” – o que houve em Jesus;
• “Aprendam de mim” – sou manso e humilde de coração;
• Ele veio primeiro para servir. Atendeu a todos.
2) ELE ERA IGUAL A DEUS
• Jesus é Deus: mesma natureza, glória e essência;
• “Sendo em forma de Deus”: semelhança, configuração;
• Igualdade pessoal permaneceu, a posicional foi alterada.
3) MAS “NÃO TEVE POR USURPAÇÃO SER IGUAL”
• Jesus não se desapegou de seus “direitos divinos”;
• Ele ocultou sua glória na natureza humana;
• Não deixou de ser Deus (100% homem e 100% Deus).
II – O FILHO DO HOMEM:
O ESTADO TEMPORAL DE CRISTO
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
1) “ANIQUILOU-SE A SI MESMO”
• Na encarnação, Jesus provou sua humildade;
• Ele privou-se de sua glória e tomou a natureza humana;
• Tornou-se verdadeiro homem, mas continuou Deus.
2) ELE “HUMILHOU-SE A SI MESMO”
• Encarnado, deixou sua glória e rebaixou-se;
• Se permitiu ser escarnecido e maltratado;
• Tomou a posição de servo. Exemplo para a igreja.
3) ELE FOI “OBEDIENTE ATÉ A MORTE DE CRUZ”
• Jesus foi obediente a vontade do Pai, mesmo em agonia;
• No Calvário desceu ao ponto mais baixo da humilhação;
• Foi o principal momento de seu ministério. Hora vital.
III – A EXALTAÇÃO DE CRISTO
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
1) “DEUS O EXALTOU SOBERANAMENTE”
• Jesus somente foi exaltado depois da humilhação;
• Na sua exaltação Ele foi coroado de glória;
• Foi elevado acima de todo nome.
2) DOBRE-SE TODO JOELHO
• “Todo o joelho se dobrará”: reconhecerão a autoridade;
• Todos se dobrarão nos céus, na terra e debaixo da terra;
• Todos: anjos/humanidade/mortos sem Cristo/demônios.
3) “TODA LÍNGUA CONFESSE”
• Confessar: reconhecer o senhorio de Jesus;
• A expressão também implica na pregação do Evangelho;
• Todos O confessarão um dia, TODOS!
• Humanização, humilhação e exaltação (incontestáveis);
• Jesus: Deus forte encarnado. Verdadeiro homem e Deus;
• Um dia, todo joelho se dobrará e toda língua confessará.
OBJETIVOS DA LIÇÃO
1) Conhecer o estado eterno da pré-encarnação de Cristo:
• Que haja em nós o que houve em Jesus, antes!
2) Aprender o que a Bíblia ensina sobre o estado temporal:
• Jesus aniquilou-se, humilhou-se a si mesmo e obedeceu;
3) Compreender a exaltação final de Cristo:
• Deus o exaltou soberanamente, depois da humilhação;
• Um dia, todo joelho se dobrará e toda língua confessará
CONCLUSÃO
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
Lição 4
Contato: ailtonsilva2000
@yahoo.com.br
@hotmail.com
.blogspot.com
facebook
Álvares Machado (SP)
3º trim. 2013
ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 10 - O governo do Anticristo - última
Lição 10 - O governo do Anticristo - últimaLição 10 - O governo do Anticristo - última
Lição 10 - O governo do Anticristo - última
Ailton da Silva
 
O ministério de Evangelista
O ministério de EvangelistaO ministério de Evangelista
O ministério de Evangelista
Ailton da Silva
 
Lição 2
Lição 2Lição 2
Lição 2
Ailton da Silva
 
Lição 9 - Preservando a identidade da igreja
Lição 9 - Preservando a identidade da igrejaLição 9 - Preservando a identidade da igreja
Lição 9 - Preservando a identidade da igreja
Ailton da Silva
 
A fé se manifesta em obras
A fé se manifesta em obrasA fé se manifesta em obras
A fé se manifesta em obras
Ailton da Silva
 
11
1111
lição 09
lição 09lição 09
lição 09
Ailton da Silva
 
Lição 11
Lição 11Lição 11
Lição 11
Ailton da Silva
 
Lição 4 - Esmirna, a igreja confessante e mártir
Lição 4 - Esmirna, a igreja confessante e mártirLição 4 - Esmirna, a igreja confessante e mártir
Lição 4 - Esmirna, a igreja confessante e mártir
Ailton da Silva
 
Lição 03
Lição 03Lição 03
Lição 03
Ailton da Silva
 
Lição 11
Lição 11Lição 11
Lição 11
Ailton da Silva
 
Lição 09
Lição 09Lição 09
Lição 09
Ailton da Silva
 
12
1212
lição 1 - A atualidade dos profetas menores
lição 1 - A atualidade dos profetas menoreslição 1 - A atualidade dos profetas menores
lição 1 - A atualidade dos profetas menores
Ailton da Silva
 
Lição 5 - A importância dos dons Espírituais
Lição 5 - A importância dos dons EspírituaisLição 5 - A importância dos dons Espírituais
Lição 5 - A importância dos dons Espírituais
Ailton da Silva
 
Um lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no desertoUm lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no deserto
Ailton da Silva
 
o cuidado ao falar e a religião pura
o cuidado ao falar e a religião purao cuidado ao falar e a religião pura
o cuidado ao falar e a religião pura
Ailton da Silva
 
Lição 7 - O Evangelho no mundo acadêmico e político
Lição 7 - O Evangelho no mundo acadêmico e políticoLição 7 - O Evangelho no mundo acadêmico e político
Lição 7 - O Evangelho no mundo acadêmico e político
Ailton da Silva
 
10 - Uma igreja verdadeiramente próspera
10 - Uma igreja verdadeiramente próspera10 - Uma igreja verdadeiramente próspera
10 - Uma igreja verdadeiramente próspera
Ailton da Silva
 
Lição 12
Lição 12Lição 12
Lição 12
Ailton da Silva
 

Mais procurados (20)

Lição 10 - O governo do Anticristo - última
Lição 10 - O governo do Anticristo - últimaLição 10 - O governo do Anticristo - última
Lição 10 - O governo do Anticristo - última
 
O ministério de Evangelista
O ministério de EvangelistaO ministério de Evangelista
O ministério de Evangelista
 
Lição 2
Lição 2Lição 2
Lição 2
 
Lição 9 - Preservando a identidade da igreja
Lição 9 - Preservando a identidade da igrejaLição 9 - Preservando a identidade da igreja
Lição 9 - Preservando a identidade da igreja
 
A fé se manifesta em obras
A fé se manifesta em obrasA fé se manifesta em obras
A fé se manifesta em obras
 
11
1111
11
 
lição 09
lição 09lição 09
lição 09
 
Lição 11
Lição 11Lição 11
Lição 11
 
Lição 4 - Esmirna, a igreja confessante e mártir
Lição 4 - Esmirna, a igreja confessante e mártirLição 4 - Esmirna, a igreja confessante e mártir
Lição 4 - Esmirna, a igreja confessante e mártir
 
Lição 03
Lição 03Lição 03
Lição 03
 
Lição 11
Lição 11Lição 11
Lição 11
 
Lição 09
Lição 09Lição 09
Lição 09
 
12
1212
12
 
lição 1 - A atualidade dos profetas menores
lição 1 - A atualidade dos profetas menoreslição 1 - A atualidade dos profetas menores
lição 1 - A atualidade dos profetas menores
 
Lição 5 - A importância dos dons Espírituais
Lição 5 - A importância dos dons EspírituaisLição 5 - A importância dos dons Espírituais
Lição 5 - A importância dos dons Espírituais
 
Um lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no desertoUm lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no deserto
 
o cuidado ao falar e a religião pura
o cuidado ao falar e a religião purao cuidado ao falar e a religião pura
o cuidado ao falar e a religião pura
 
Lição 7 - O Evangelho no mundo acadêmico e político
Lição 7 - O Evangelho no mundo acadêmico e políticoLição 7 - O Evangelho no mundo acadêmico e político
Lição 7 - O Evangelho no mundo acadêmico e político
 
10 - Uma igreja verdadeiramente próspera
10 - Uma igreja verdadeiramente próspera10 - Uma igreja verdadeiramente próspera
10 - Uma igreja verdadeiramente próspera
 
Lição 12
Lição 12Lição 12
Lição 12
 

Destaque

08
0808
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divinaLição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Ailton da Silva
 
Lição 10 - Sofonias, o juízo vindouro
Lição 10 - Sofonias, o juízo vindouroLição 10 - Sofonias, o juízo vindouro
Lição 10 - Sofonias, o juízo vindouro
Ailton da Silva
 
O ministério de profeta
O ministério de profetaO ministério de profeta
O ministério de profeta
Ailton da Silva
 
Lição 1
Lição 1Lição 1
Lição 1
Ailton da Silva
 
lição 02 - Elias, o tisbita
lição 02 - Elias, o tisbitalição 02 - Elias, o tisbita
lição 02 - Elias, o tisbita
Ailton da Silva
 
Moisés - sua liderança e seus auxiliares
Moisés - sua liderança e seus auxiliaresMoisés - sua liderança e seus auxiliares
Moisés - sua liderança e seus auxiliares
Ailton da Silva
 
Lição 10
Lição 10Lição 10
Lição 10
Ailton da Silva
 
10
1010
O legado de Moisés
O legado de MoisésO legado de Moisés
O legado de Moisés
Ailton da Silva
 
A multiforme Sabedoria de Deus
A multiforme Sabedoria de DeusA multiforme Sabedoria de Deus
A multiforme Sabedoria de Deus
Ailton da Silva
 
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com DeusLição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
Ailton da Silva
 
Lição 03 - A longa seca sobre Israel
Lição 03 - A longa seca sobre IsraelLição 03 - A longa seca sobre Israel
Lição 03 - A longa seca sobre Israel
Ailton da Silva
 
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as naçõeslição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
Ailton da Silva
 
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânicoLição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Ailton da Silva
 
Lição 1
Lição 1Lição 1
Lição 1
Ailton da Silva
 
04
0404
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
Ailton da Silva
 
07
0707
Lição 14
Lição 14 Lição 14
Lição 14
Ailton da Silva
 

Destaque (20)

08
0808
08
 
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divinaLição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
 
Lição 10 - Sofonias, o juízo vindouro
Lição 10 - Sofonias, o juízo vindouroLição 10 - Sofonias, o juízo vindouro
Lição 10 - Sofonias, o juízo vindouro
 
O ministério de profeta
O ministério de profetaO ministério de profeta
O ministério de profeta
 
Lição 1
Lição 1Lição 1
Lição 1
 
lição 02 - Elias, o tisbita
lição 02 - Elias, o tisbitalição 02 - Elias, o tisbita
lição 02 - Elias, o tisbita
 
Moisés - sua liderança e seus auxiliares
Moisés - sua liderança e seus auxiliaresMoisés - sua liderança e seus auxiliares
Moisés - sua liderança e seus auxiliares
 
Lição 10
Lição 10Lição 10
Lição 10
 
10
1010
10
 
O legado de Moisés
O legado de MoisésO legado de Moisés
O legado de Moisés
 
A multiforme Sabedoria de Deus
A multiforme Sabedoria de DeusA multiforme Sabedoria de Deus
A multiforme Sabedoria de Deus
 
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com DeusLição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
 
Lição 03 - A longa seca sobre Israel
Lição 03 - A longa seca sobre IsraelLição 03 - A longa seca sobre Israel
Lição 03 - A longa seca sobre Israel
 
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as naçõeslição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
 
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânicoLição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
Lição 12 - Zacarias, o reinado messiânico
 
Lição 1
Lição 1Lição 1
Lição 1
 
04
0404
04
 
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
 
07
0707
07
 
Lição 14
Lição 14 Lição 14
Lição 14
 

Semelhante a Lição 4

Lição 02 - A visão do Cristo glorificado
Lição 02 - A visão do Cristo glorificadoLição 02 - A visão do Cristo glorificado
Lição 02 - A visão do Cristo glorificado
Ailton da Silva
 
Jesus, o modelo ideal de humildade
Jesus, o modelo ideal de humildadeJesus, o modelo ideal de humildade
Jesus, o modelo ideal de humildade
Moisés Sampaio
 
Lição 04 artigo
Lição 04   artigoLição 04   artigo
Lição 04 artigo
Carlos Franco Almeida
 
2013_3 tri_lição 4 - jesus o modelo ideal de humildade
2013_3 tri_lição 4 - jesus o modelo ideal de humildade2013_3 tri_lição 4 - jesus o modelo ideal de humildade
2013_3 tri_lição 4 - jesus o modelo ideal de humildade
Natalino das Neves Neves
 
JESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola Dominical
JESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola DominicalJESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola Dominical
JESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola Dominical
yosseph2013
 
05
0505
Liderança Cristã - Modelo de Jesus - Aula 1
Liderança Cristã - Modelo de Jesus - Aula 1Liderança Cristã - Modelo de Jesus - Aula 1
Liderança Cristã - Modelo de Jesus - Aula 1
FATEM Teologia e Missões
 
Lição 13 - Jesus Cristo, o modelo supremo de carater
Lição 13 - Jesus Cristo, o modelo supremo de caraterLição 13 - Jesus Cristo, o modelo supremo de carater
Lição 13 - Jesus Cristo, o modelo supremo de carater
Ailton da Silva
 
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a MoisésLição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Ailton da Silva
 
Lição 01
Lição 01Lição 01
006 conhecimento de deus - j.i.packer - jesus - 2
006   conhecimento de deus - j.i.packer - jesus - 2006   conhecimento de deus - j.i.packer - jesus - 2
006 conhecimento de deus - j.i.packer - jesus - 2
airtonbatista
 
LBA Lição 10 - Mansidão, torna o crente apto para evitar pelejas
LBA Lição 10 - Mansidão, torna o crente apto para evitar pelejasLBA Lição 10 - Mansidão, torna o crente apto para evitar pelejas
LBA Lição 10 - Mansidão, torna o crente apto para evitar pelejas
Natalino das Neves Neves
 
Liderança Cristã - Modelo de Jesus - Aula 3
Liderança Cristã - Modelo de Jesus - Aula 3Liderança Cristã - Modelo de Jesus - Aula 3
Liderança Cristã - Modelo de Jesus - Aula 3
FATEM Teologia e Missões
 
08
0808
Lição 4 ebd
Lição 4 ebdLição 4 ebd
Lição 4 ebd
Daniel Viana
 
Lição 13 A morte de eliseu
Lição 13 A morte de eliseuLição 13 A morte de eliseu
Lição 13 A morte de eliseu
Daniel Viana
 
A morte de Eliseu
A morte de EliseuA morte de Eliseu
A morte de Eliseu
Moisés Sampaio
 
Lição 8 - Filadélfia, a igreja do amor perfeito
Lição 8 - Filadélfia, a igreja do amor perfeitoLição 8 - Filadélfia, a igreja do amor perfeito
Lição 8 - Filadélfia, a igreja do amor perfeito
Ailton da Silva
 
Valorizando a obra de deus
Valorizando a obra de deusValorizando a obra de deus
Valorizando a obra de deus
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Conhecendo o caráter de Jesus - EBD Juvenis
Conhecendo o caráter de Jesus - EBD JuvenisConhecendo o caráter de Jesus - EBD Juvenis
Conhecendo o caráter de Jesus - EBD Juvenis
Francelia Carvalho Oliveira
 

Semelhante a Lição 4 (20)

Lição 02 - A visão do Cristo glorificado
Lição 02 - A visão do Cristo glorificadoLição 02 - A visão do Cristo glorificado
Lição 02 - A visão do Cristo glorificado
 
Jesus, o modelo ideal de humildade
Jesus, o modelo ideal de humildadeJesus, o modelo ideal de humildade
Jesus, o modelo ideal de humildade
 
Lição 04 artigo
Lição 04   artigoLição 04   artigo
Lição 04 artigo
 
2013_3 tri_lição 4 - jesus o modelo ideal de humildade
2013_3 tri_lição 4 - jesus o modelo ideal de humildade2013_3 tri_lição 4 - jesus o modelo ideal de humildade
2013_3 tri_lição 4 - jesus o modelo ideal de humildade
 
JESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola Dominical
JESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola DominicalJESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola Dominical
JESUS, O MODELO IDEAL DE HUMILDADE – Lição 04 – Escola Dominical
 
05
0505
05
 
Liderança Cristã - Modelo de Jesus - Aula 1
Liderança Cristã - Modelo de Jesus - Aula 1Liderança Cristã - Modelo de Jesus - Aula 1
Liderança Cristã - Modelo de Jesus - Aula 1
 
Lição 13 - Jesus Cristo, o modelo supremo de carater
Lição 13 - Jesus Cristo, o modelo supremo de caraterLição 13 - Jesus Cristo, o modelo supremo de carater
Lição 13 - Jesus Cristo, o modelo supremo de carater
 
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a MoisésLição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
 
Lição 01
Lição 01Lição 01
Lição 01
 
006 conhecimento de deus - j.i.packer - jesus - 2
006   conhecimento de deus - j.i.packer - jesus - 2006   conhecimento de deus - j.i.packer - jesus - 2
006 conhecimento de deus - j.i.packer - jesus - 2
 
LBA Lição 10 - Mansidão, torna o crente apto para evitar pelejas
LBA Lição 10 - Mansidão, torna o crente apto para evitar pelejasLBA Lição 10 - Mansidão, torna o crente apto para evitar pelejas
LBA Lição 10 - Mansidão, torna o crente apto para evitar pelejas
 
Liderança Cristã - Modelo de Jesus - Aula 3
Liderança Cristã - Modelo de Jesus - Aula 3Liderança Cristã - Modelo de Jesus - Aula 3
Liderança Cristã - Modelo de Jesus - Aula 3
 
08
0808
08
 
Lição 4 ebd
Lição 4 ebdLição 4 ebd
Lição 4 ebd
 
Lição 13 A morte de eliseu
Lição 13 A morte de eliseuLição 13 A morte de eliseu
Lição 13 A morte de eliseu
 
A morte de Eliseu
A morte de EliseuA morte de Eliseu
A morte de Eliseu
 
Lição 8 - Filadélfia, a igreja do amor perfeito
Lição 8 - Filadélfia, a igreja do amor perfeitoLição 8 - Filadélfia, a igreja do amor perfeito
Lição 8 - Filadélfia, a igreja do amor perfeito
 
Valorizando a obra de deus
Valorizando a obra de deusValorizando a obra de deus
Valorizando a obra de deus
 
Conhecendo o caráter de Jesus - EBD Juvenis
Conhecendo o caráter de Jesus - EBD JuvenisConhecendo o caráter de Jesus - EBD Juvenis
Conhecendo o caráter de Jesus - EBD Juvenis
 

Mais de Ailton da Silva

Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de AbraãoLição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Ailton da Silva
 
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do simLição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
Ailton da Silva
 
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelaçãoLição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
Ailton da Silva
 
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de DeusLição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Ailton da Silva
 
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosaLição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
Ailton da Silva
 
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
Ailton da Silva
 
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em CristoLição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Ailton da Silva
 
Lição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na féLição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na fé
Ailton da Silva
 
Lição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por DeusLição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por Deus
Ailton da Silva
 
Lição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvaçãoLição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvação
Ailton da Silva
 
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvaçãoLição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Ailton da Silva
 
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrioLição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Ailton da Silva
 
Lição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela GraçaLição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela Graça
Ailton da Silva
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Ailton da Silva
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Ailton da Silva
 
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de CristoLição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Ailton da Silva
 
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimentoLição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
Ailton da Silva
 
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a DeusLição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Ailton da Silva
 
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito SantoLição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
Ailton da Silva
 
Lição 4 - O Senhor Jesus e Salvador
Lição 4 - O Senhor Jesus e SalvadorLição 4 - O Senhor Jesus e Salvador
Lição 4 - O Senhor Jesus e Salvador
Ailton da Silva
 

Mais de Ailton da Silva (20)

Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de AbraãoLição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
 
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do simLição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
 
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelaçãoLição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
 
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de DeusLição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
 
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosaLição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
 
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
 
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em CristoLição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em Cristo
 
Lição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na féLição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na fé
 
Lição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por DeusLição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por Deus
 
Lição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvaçãoLição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvação
 
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvaçãoLição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
 
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrioLição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
 
Lição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela GraçaLição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela Graça
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
 
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de CristoLição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de Cristo
 
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimentoLição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
 
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a DeusLição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
 
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito SantoLição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
 
Lição 4 - O Senhor Jesus e Salvador
Lição 4 - O Senhor Jesus e SalvadorLição 4 - O Senhor Jesus e Salvador
Lição 4 - O Senhor Jesus e Salvador
 

Lição 4

  • 2. “De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus” (Fp 2.5). TEXTO ÁUREO Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
  • 3. Jesus Cristo é o nosso modelo ideal de submissão, humildade e serviço. VERDADE PRÁTICA Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
  • 4. 5 - De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus, 6 - que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus, 7 - Mas aniquilou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens; 8 - e, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte e morte de cruz. Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Fp 2.5-11
  • 5. 9 - Pelo que também Deus o exaltou soberanamente e lhe deu um nome que é sobre todo o nome, 10 - para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho dos que estão nos céus, e na terra, e debaixo da terra, 11 - e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor; para glória de Deus Pai. Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Fp 2.5-11
  • 6. PROPOSTA DA LIÇÃO Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP • Os filipenses deveriam imitar Jesus; • “Em forma de Deus”, uma configuração, semelhança; • Jesus não se apegou aos seus direitos divinos; • Jesus não trocou sua natureza divina pela humana; • Ele encarnou, permitiu se rebaixar; • No calvário, Ele desceu ao ponto mais baixo; • O caminho da exaltação passa pela humilhação; • “Dobre todo joelho”–reconhecer a autoridade de alguém; • “Toda língua confesse” – reconhecimento público.
  • 7. INTRODUÇÃO Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP a) Humildade: •Virtude que manifesta nossa fraqueza ou pouco mérito; •Característica indispensável na vida do cristão; •Jesus: maior e melhor exemplo de humildade; •Ele se desprendeu de sua glória. “Abriu mão”! b) Ensino de Paulo para os filipenses. Atualíssimo: •Não façam nada por contenda ou vanglória; •Os cristãos devem se desprender da vanglória; •Mas é muito difícil (Jo 12.42). Eles não “abrem mão”!
  • 8. I – O FILHO DIVINO: O ESTADO ETERNO DA PRÉ-ENCARNAÇÃO Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP 1) ELE DEU O MAIOR EXEMPLO DE HUMILDADE • “De sorte que haja em vós” – o que houve em Jesus; • “Aprendam de mim” – sou manso e humilde de coração; • Ele veio primeiro para servir. Atendeu a todos. 2) ELE ERA IGUAL A DEUS • Jesus é Deus: mesma natureza, glória e essência; • “Sendo em forma de Deus”: semelhança, configuração; • Igualdade pessoal permaneceu, a posicional foi alterada. 3) MAS “NÃO TEVE POR USURPAÇÃO SER IGUAL” • Jesus não se desapegou de seus “direitos divinos”; • Ele ocultou sua glória na natureza humana; • Não deixou de ser Deus (100% homem e 100% Deus).
  • 9. II – O FILHO DO HOMEM: O ESTADO TEMPORAL DE CRISTO Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP 1) “ANIQUILOU-SE A SI MESMO” • Na encarnação, Jesus provou sua humildade; • Ele privou-se de sua glória e tomou a natureza humana; • Tornou-se verdadeiro homem, mas continuou Deus. 2) ELE “HUMILHOU-SE A SI MESMO” • Encarnado, deixou sua glória e rebaixou-se; • Se permitiu ser escarnecido e maltratado; • Tomou a posição de servo. Exemplo para a igreja. 3) ELE FOI “OBEDIENTE ATÉ A MORTE DE CRUZ” • Jesus foi obediente a vontade do Pai, mesmo em agonia; • No Calvário desceu ao ponto mais baixo da humilhação; • Foi o principal momento de seu ministério. Hora vital.
  • 10. III – A EXALTAÇÃO DE CRISTO Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP 1) “DEUS O EXALTOU SOBERANAMENTE” • Jesus somente foi exaltado depois da humilhação; • Na sua exaltação Ele foi coroado de glória; • Foi elevado acima de todo nome. 2) DOBRE-SE TODO JOELHO • “Todo o joelho se dobrará”: reconhecerão a autoridade; • Todos se dobrarão nos céus, na terra e debaixo da terra; • Todos: anjos/humanidade/mortos sem Cristo/demônios. 3) “TODA LÍNGUA CONFESSE” • Confessar: reconhecer o senhorio de Jesus; • A expressão também implica na pregação do Evangelho; • Todos O confessarão um dia, TODOS!
  • 11. • Humanização, humilhação e exaltação (incontestáveis); • Jesus: Deus forte encarnado. Verdadeiro homem e Deus; • Um dia, todo joelho se dobrará e toda língua confessará. OBJETIVOS DA LIÇÃO 1) Conhecer o estado eterno da pré-encarnação de Cristo: • Que haja em nós o que houve em Jesus, antes! 2) Aprender o que a Bíblia ensina sobre o estado temporal: • Jesus aniquilou-se, humilhou-se a si mesmo e obedeceu; 3) Compreender a exaltação final de Cristo: • Deus o exaltou soberanamente, depois da humilhação; • Um dia, todo joelho se dobrará e toda língua confessará CONCLUSÃO Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
  • 13. Contato: ailtonsilva2000 @yahoo.com.br @hotmail.com .blogspot.com facebook Álvares Machado (SP) 3º trim. 2013 ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP