SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 13
“Regozijai-vos, sempre, no
Senhor; outra vez digo:
regozijai-vos” (Fp 4.4).
TEXTO ÁUREO
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
Em tempos trabalhosos e
difíceis, somente a alegria
do Senhor pode apaziguar
a nossa alma.
VERDADE PRÁTICA
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
1 - Portanto, meus amados e mui queridos irmãos,
minha alegria e coroa, estai assim firmes no
Senhor, amados.
2 - Rogo a Evódia e rogo a Síntique que sintam o
mesmo no Senhor.
3 - E peço-te também a ti, meu verdadeiro
companheiro, que ajudes essas mulheres que
trabalharam comigo no evangelho, e com
Clemente, e com os outros cooperadores, cujos
nomes estão no livro da vida.
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Fp 4.1-7
4 - Regozijai-vos, sempre, no Senhor; outra vez
digo: regozijai-vos.
5 - Seja a vossa equidade notória a todos os
homens. Perto está o Senhor.
6 - Não estejais inquietos por coisa alguma; antes,
as vossas petições sejam em tudo conhecidas
diante de Deus, pela oração e súplicas, com ação
de graças.
7 - E a paz de Deus, que excede todo o
entendimento, guardará os vossos corações e os
vossos sentimentos em Cristo Jesus.
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE
Fp 4.1-7
PROPOSTA DA LIÇÃO
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
• Paulo manifestou seu amor e carinho pelos filipenses;
• Duas mulheres perturbavam a comunhão da igreja;
• Nossa verdadeira cidadania vem do céu;
• Os filipenses estavam expostos a falsos mestres;
• Jesus é a fonte da alegria cristã;
• Paulo recomendou equidade, pois perto está o Senhor;
• A alegria do Senhor gera equidade e desfaz a ansiedade;
• A paz de Deus acalma o coração perturbado;
• Paz de Deus: uma muro em torno de uma casa.
INTRODUÇÃO
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
• Coração revelado: alegria, regozijo e contentamento;
• Paulo não se desesperou na prisão;
• Ele se alegrou no Senhor e com as noticias de Filipos;
• Ele demonstrou toda sua preocupação com a igreja;
• Os filipenses deveriam ter o mesmo sentimento, alegria;
• “Amados”: lembram das varadas que recebi por vós?
• Sua alegria: almas arrancadas das mãos do Maligno.
I – EXORTAÇÃO À
ALEGRIA E FIRMEZA DA FÉ
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
1) A ALEGRIA DE PAULO
• Continuem firmes, independente das circunstâncias;
• Se as prisões não abalaram, o que poderia abalar?
• Nada havia sido em vão, desde Antioquia até a prisão.
2) A ALEGRIA NAS RELAÇÕES FRATERNAIS
• Nem tudo era maravilhoso e perfeito na igreja de Filipos;
• Havia um problema relacional entre duas cooperadoras;
• Conselho: construam pontes e não cavem abismos.
3) A ALEGRIA DE TER OS NOMES ESCRITOS NO LIVRO:
• Livro da vida: Deus conhece aqueles que lhe pertence;
• Certeza de pertencer exclusivamente ao reino de Deus;
• A cidadania romana era nada comparada a esta certeza.
II – A ALEGRIA DIVINA
SUSTENTA A VIDA CRISTÃ
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
1) A ALEGRIA PERMANENTE NO SENHOR
• Regozijar-se: alegrar-se plenamente em Jesus;
• Nada pode superar esta alegria produzida pelo Senhor;
• O nosso interior não pode refletir no exterior.
2) UMA ALEGRIA CUJA FONTE É CRISTO.
• Fonte da alegria cristã: pessoa bendita de Jesus;
• Paulo conhecia muito bem a fonte, por isto suportou;
• “A minha graça te basta ... de boa vontade” – suportarei.
3) UMA ALEGRIA QUE PRODUZ MODERAÇÃO.
• Nossa equidade (moderação) deve ser notória a todos;
• Paulo esperava esta reação dos filipenses;
• Moderação: desejar a misericórdia, esquecer a “escrita”.
III – A SINGULARIDADE
DA PAZ DE DEUS
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
1) A ALEGRIA DESFAZ A ANSIEDADE E PRODUZ PAZ
• Alegria do Senhor: gera equidade e desfaz a ansiedade;
• Paulo não foi vencido pela ansiedade e desespero;
• Alegria de Paulo: permanência da fé dos filipenses.
2) UMA PAZ QUE EXCEDE TODO O ENTENDIMENTO
• A alegria e a paz são recíprocas entre si;
• “Ser cheio da paz de Deus”: dependia somente deles;
• Somente a paz de Deus acalma os corações.
3) PAZ QUE GUARDA O CORAÇÃO E OS SENTIMENTOS
• Paz, dada por Cristo, guarda os corações e sentimentos;
• Coração/sentimento: cidadelas (pensamento/emoção);
• Paz de Deus: muro, proteção contra os perigos externos.
• A alegria do Senhor: virtude de sustentação do cristão;
• Não é alegria passageira ou meramente emocional;
• A alegria do Senhor alimenta a alma e produz paz.
OBJETIVOS
1) Exortar a respeito da alegria e firmeza da fé:
• Se as prisões não abalaram, o que poderia abalar?
2) Compreender que a alegria divina sustenta a vida cristã:
• “A minha graça te basta ... de boa vontade” – suportarei.
3) Conscientizar-se sobre a singularidade da paz de Deus:
• Paz, dada por Cristo, guarda os corações e sentimentos.
CONCLUSÃO
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP
Contato: ailtonsilva2000
@yahoo.com.br
@gmail.com
.blogspot.com
facebook
Álvares Machado (SP)
3º trim. 2013
ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado
Campo de Presidente Prudente - SP

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 06 - A prosperidade dos bem-aventurados
Lição 06 - A prosperidade dos bem-aventuradosLição 06 - A prosperidade dos bem-aventurados
Lição 06 - A prosperidade dos bem-aventurados
Ailton da Silva
 
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as naçõeslição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
Ailton da Silva
 
Lição 4 - Superando os traumas da violência social
Lição 4 - Superando os traumas da violência socialLição 4 - Superando os traumas da violência social
Lição 4 - Superando os traumas da violência social
Ailton da Silva
 
01 - No mundo tereis aflições
01 - No mundo tereis aflições01 - No mundo tereis aflições
01 - No mundo tereis aflições
Ailton da Silva
 
a Verdadeira Sabedoria se manifesta na prática
a Verdadeira Sabedoria se manifesta na práticaa Verdadeira Sabedoria se manifesta na prática
a Verdadeira Sabedoria se manifesta na prática
Ailton da Silva
 
O perigo da busca pela autorrealização humana
O perigo da busca pela autorrealização humanaO perigo da busca pela autorrealização humana
O perigo da busca pela autorrealização humana
Ailton da Silva
 
09 - Laodicéia, uma igreja morna
09 - Laodicéia, uma igreja morna09 - Laodicéia, uma igreja morna
09 - Laodicéia, uma igreja morna
Ailton da Silva
 
Lição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADO
Lição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADOLição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADO
Lição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADO
Ailton da Silva
 
Lição 1 - O surgimento da teologia da prosperidade
Lição 1 - O surgimento da teologia da prosperidadeLição 1 - O surgimento da teologia da prosperidade
Lição 1 - O surgimento da teologia da prosperidade
Ailton da Silva
 
13 - a verdadeira motivação do crente
13 - a verdadeira motivação do crente13 - a verdadeira motivação do crente
13 - a verdadeira motivação do crente
Ailton da Silva
 

Mais procurados (20)

02
0202
02
 
Lição 2 - O propósito do fruto do Espírito
Lição 2 - O propósito do fruto do EspíritoLição 2 - O propósito do fruto do Espírito
Lição 2 - O propósito do fruto do Espírito
 
Lição 07 - "Tudo posso naquele que me fortalece"
Lição 07 - "Tudo posso naquele que me fortalece"Lição 07 - "Tudo posso naquele que me fortalece"
Lição 07 - "Tudo posso naquele que me fortalece"
 
Lição 06 - A prosperidade dos bem-aventurados
Lição 06 - A prosperidade dos bem-aventuradosLição 06 - A prosperidade dos bem-aventurados
Lição 06 - A prosperidade dos bem-aventurados
 
07
0707
07
 
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as naçõeslição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
lição 9 - Habacuque, a Soberania Divina sobre as nações
 
Lição 4 - Superando os traumas da violência social
Lição 4 - Superando os traumas da violência socialLição 4 - Superando os traumas da violência social
Lição 4 - Superando os traumas da violência social
 
01 - No mundo tereis aflições
01 - No mundo tereis aflições01 - No mundo tereis aflições
01 - No mundo tereis aflições
 
a Verdadeira Sabedoria se manifesta na prática
a Verdadeira Sabedoria se manifesta na práticaa Verdadeira Sabedoria se manifesta na prática
a Verdadeira Sabedoria se manifesta na prática
 
Lição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfias
Lição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfiasLição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfias
Lição 7 - Benignidade - um escudo protetor contra as porfias
 
O perigo da busca pela autorrealização humana
O perigo da busca pela autorrealização humanaO perigo da busca pela autorrealização humana
O perigo da busca pela autorrealização humana
 
Lição 9 - Preservando a identidade da igreja
Lição 9 - Preservando a identidade da igrejaLição 9 - Preservando a identidade da igreja
Lição 9 - Preservando a identidade da igreja
 
09 - Laodicéia, uma igreja morna
09 - Laodicéia, uma igreja morna09 - Laodicéia, uma igreja morna
09 - Laodicéia, uma igreja morna
 
Lição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADO
Lição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADOLição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADO
Lição 11 - INVEJA UM GRAVE PECADO
 
Lição 1 - O surgimento da teologia da prosperidade
Lição 1 - O surgimento da teologia da prosperidadeLição 1 - O surgimento da teologia da prosperidade
Lição 1 - O surgimento da teologia da prosperidade
 
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito SantoLição 5 - A identidade do Espírito Santo
Lição 5 - A identidade do Espírito Santo
 
Lição 2
Lição 2Lição 2
Lição 2
 
Lição 11 - Um Igreja autenticamente pentecostal
Lição 11 - Um Igreja autenticamente pentecostalLição 11 - Um Igreja autenticamente pentecostal
Lição 11 - Um Igreja autenticamente pentecostal
 
13 - a verdadeira motivação do crente
13 - a verdadeira motivação do crente13 - a verdadeira motivação do crente
13 - a verdadeira motivação do crente
 
Lição 2 - A mensagem do reino de Deus
Lição 2 - A mensagem do reino de DeusLição 2 - A mensagem do reino de Deus
Lição 2 - A mensagem do reino de Deus
 

Destaque

03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
Ailton da Silva
 
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinaia peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
Ailton da Silva
 
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
Ailton da Silva
 
Lição 03 - A longa seca sobre Israel
Lição 03 - A longa seca sobre IsraelLição 03 - A longa seca sobre Israel
Lição 03 - A longa seca sobre Israel
Ailton da Silva
 
o ministério de apóstolo
o ministério de apóstoloo ministério de apóstolo
o ministério de apóstolo
Ailton da Silva
 
Lição 05 - Um homem de Deus em depressão
Lição 05 - Um homem de Deus em depressãoLição 05 - Um homem de Deus em depressão
Lição 05 - Um homem de Deus em depressão
Ailton da Silva
 
lição 1 - A atualidade dos profetas menores
lição 1 - A atualidade dos profetas menoreslição 1 - A atualidade dos profetas menores
lição 1 - A atualidade dos profetas menores
Ailton da Silva
 
Um lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no desertoUm lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no deserto
Ailton da Silva
 
lição 02 - Elias, o tisbita
lição 02 - Elias, o tisbitalição 02 - Elias, o tisbita
lição 02 - Elias, o tisbita
Ailton da Silva
 
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com DeusLição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
Ailton da Silva
 
A travessia do mar Vermelho
A travessia do mar VermelhoA travessia do mar Vermelho
A travessia do mar Vermelho
Ailton da Silva
 

Destaque (20)

Lição 12
Lição 12Lição 12
Lição 12
 
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
03 - Joel, o derramamento do Espírito Santo
 
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinaia peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
 
Lição 07
Lição 07Lição 07
Lição 07
 
Lição 02
Lição 02Lição 02
Lição 02
 
Lição 8
Lição 8Lição 8
Lição 8
 
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
07 - OS MANDAMENTOS DO SENHOR
 
Lição 03 - A longa seca sobre Israel
Lição 03 - A longa seca sobre IsraelLição 03 - A longa seca sobre Israel
Lição 03 - A longa seca sobre Israel
 
o ministério de apóstolo
o ministério de apóstoloo ministério de apóstolo
o ministério de apóstolo
 
Lição 10
Lição 10Lição 10
Lição 10
 
Lição 05 - Um homem de Deus em depressão
Lição 05 - Um homem de Deus em depressãoLição 05 - Um homem de Deus em depressão
Lição 05 - Um homem de Deus em depressão
 
lição 1 - A atualidade dos profetas menores
lição 1 - A atualidade dos profetas menoreslição 1 - A atualidade dos profetas menores
lição 1 - A atualidade dos profetas menores
 
Um lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no desertoUm lugar de adoração a Deus no deserto
Um lugar de adoração a Deus no deserto
 
Lição 8
Lição 8Lição 8
Lição 8
 
Lição 1
Lição 1Lição 1
Lição 1
 
07
0707
07
 
lição 02 - Elias, o tisbita
lição 02 - Elias, o tisbitalição 02 - Elias, o tisbita
lição 02 - Elias, o tisbita
 
11
1111
11
 
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com DeusLição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
Lição 02 - Oséias a fidelidade no relacionamento com Deus
 
A travessia do mar Vermelho
A travessia do mar VermelhoA travessia do mar Vermelho
A travessia do mar Vermelho
 

Semelhante a Lição 10

Semelhante a Lição 10 (20)

A alegria do salvo em Cristo
A alegria do salvo em CristoA alegria do salvo em Cristo
A alegria do salvo em Cristo
 
alegria dos salvos.pptx
alegria dos salvos.pptxalegria dos salvos.pptx
alegria dos salvos.pptx
 
alegria dos salvos.pptx
alegria dos salvos.pptxalegria dos salvos.pptx
alegria dos salvos.pptx
 
2013 3 tri lição 10 - a alegria do salvo em cristo
2013 3 tri lição 10 - a alegria do salvo em cristo2013 3 tri lição 10 - a alegria do salvo em cristo
2013 3 tri lição 10 - a alegria do salvo em cristo
 
05
0505
05
 
Lba lição 4 alegria, fruto do espírito; inveja, hábito da velha natureza
Lba lição 4   alegria, fruto do espírito; inveja, hábito da velha naturezaLba lição 4   alegria, fruto do espírito; inveja, hábito da velha natureza
Lba lição 4 alegria, fruto do espírito; inveja, hábito da velha natureza
 
Cristo a nossa alegria
Cristo a nossa alegriaCristo a nossa alegria
Cristo a nossa alegria
 
E.b.d adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 06
E.b.d   adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 06E.b.d   adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 06
E.b.d adolescentes - 4ºtrimestre 2016 lição 06
 
Alegrai vos no senhor
Alegrai vos no senhorAlegrai vos no senhor
Alegrai vos no senhor
 
A alegria pela nova vida em cristo - Lição Bíblica dos Jovens
A alegria pela nova vida em cristo - Lição Bíblica dos JovensA alegria pela nova vida em cristo - Lição Bíblica dos Jovens
A alegria pela nova vida em cristo - Lição Bíblica dos Jovens
 
FILIPENSES, O EVANGELHO DA ALEGRIA ESTUDO 1.pptx
FILIPENSES, O EVANGELHO DA ALEGRIA  ESTUDO 1.pptxFILIPENSES, O EVANGELHO DA ALEGRIA  ESTUDO 1.pptx
FILIPENSES, O EVANGELHO DA ALEGRIA ESTUDO 1.pptx
 
Lição 03
Lição 03Lição 03
Lição 03
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 2 - AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 2 - AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 2 - AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 2 - AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO
 
A atualidade dos conselhos paulinos
A atualidade dos conselhos paulinosA atualidade dos conselhos paulinos
A atualidade dos conselhos paulinos
 
Lição 4 - A alegria, fruto do Espírito; Inveja, hábito da velha natureza
Lição 4 - A alegria, fruto do Espírito; Inveja, hábito da velha naturezaLição 4 - A alegria, fruto do Espírito; Inveja, hábito da velha natureza
Lição 4 - A alegria, fruto do Espírito; Inveja, hábito da velha natureza
 
Lição 06
Lição 06Lição 06
Lição 06
 
Boletim 529 - 02/04/17
Boletim 529 - 02/04/17Boletim 529 - 02/04/17
Boletim 529 - 02/04/17
 
Alegria Fruto do Espirito, Inveja Habito da Velha Natureza
Alegria Fruto do Espirito, Inveja Habito da Velha NaturezaAlegria Fruto do Espirito, Inveja Habito da Velha Natureza
Alegria Fruto do Espirito, Inveja Habito da Velha Natureza
 
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoPreleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
 
Preleção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de CorintoPreleção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_JOVENS_Lição 2 - Ação de Graças pela Igreja de Corinto
 

Mais de Ailton da Silva

Mais de Ailton da Silva (20)

Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de AbraãoLição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
 
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do simLição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
 
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelaçãoLição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
 
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem LevíticaLição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
 
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de DeusLição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
 
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a MoisésLição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
 
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosaLição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
 
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
 
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em CristoLição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em Cristo
 
Lição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na féLição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na fé
 
Lição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por DeusLição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por Deus
 
Lição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvaçãoLição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvação
 
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvaçãoLição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
 
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrioLição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
 
Lição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela GraçaLição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela Graça
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
 
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de CristoLição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de Cristo
 
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimentoLição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
 
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a DeusLição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
 

Lição 10

  • 1.
  • 2. “Regozijai-vos, sempre, no Senhor; outra vez digo: regozijai-vos” (Fp 4.4). TEXTO ÁUREO Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
  • 3. Em tempos trabalhosos e difíceis, somente a alegria do Senhor pode apaziguar a nossa alma. VERDADE PRÁTICA Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
  • 4. 1 - Portanto, meus amados e mui queridos irmãos, minha alegria e coroa, estai assim firmes no Senhor, amados. 2 - Rogo a Evódia e rogo a Síntique que sintam o mesmo no Senhor. 3 - E peço-te também a ti, meu verdadeiro companheiro, que ajudes essas mulheres que trabalharam comigo no evangelho, e com Clemente, e com os outros cooperadores, cujos nomes estão no livro da vida. Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Fp 4.1-7
  • 5. 4 - Regozijai-vos, sempre, no Senhor; outra vez digo: regozijai-vos. 5 - Seja a vossa equidade notória a todos os homens. Perto está o Senhor. 6 - Não estejais inquietos por coisa alguma; antes, as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus, pela oração e súplicas, com ação de graças. 7 - E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus. Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Fp 4.1-7
  • 6. PROPOSTA DA LIÇÃO Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP • Paulo manifestou seu amor e carinho pelos filipenses; • Duas mulheres perturbavam a comunhão da igreja; • Nossa verdadeira cidadania vem do céu; • Os filipenses estavam expostos a falsos mestres; • Jesus é a fonte da alegria cristã; • Paulo recomendou equidade, pois perto está o Senhor; • A alegria do Senhor gera equidade e desfaz a ansiedade; • A paz de Deus acalma o coração perturbado; • Paz de Deus: uma muro em torno de uma casa.
  • 7. INTRODUÇÃO Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP • Coração revelado: alegria, regozijo e contentamento; • Paulo não se desesperou na prisão; • Ele se alegrou no Senhor e com as noticias de Filipos; • Ele demonstrou toda sua preocupação com a igreja; • Os filipenses deveriam ter o mesmo sentimento, alegria; • “Amados”: lembram das varadas que recebi por vós? • Sua alegria: almas arrancadas das mãos do Maligno.
  • 8. I – EXORTAÇÃO À ALEGRIA E FIRMEZA DA FÉ Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP 1) A ALEGRIA DE PAULO • Continuem firmes, independente das circunstâncias; • Se as prisões não abalaram, o que poderia abalar? • Nada havia sido em vão, desde Antioquia até a prisão. 2) A ALEGRIA NAS RELAÇÕES FRATERNAIS • Nem tudo era maravilhoso e perfeito na igreja de Filipos; • Havia um problema relacional entre duas cooperadoras; • Conselho: construam pontes e não cavem abismos. 3) A ALEGRIA DE TER OS NOMES ESCRITOS NO LIVRO: • Livro da vida: Deus conhece aqueles que lhe pertence; • Certeza de pertencer exclusivamente ao reino de Deus; • A cidadania romana era nada comparada a esta certeza.
  • 9. II – A ALEGRIA DIVINA SUSTENTA A VIDA CRISTÃ Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP 1) A ALEGRIA PERMANENTE NO SENHOR • Regozijar-se: alegrar-se plenamente em Jesus; • Nada pode superar esta alegria produzida pelo Senhor; • O nosso interior não pode refletir no exterior. 2) UMA ALEGRIA CUJA FONTE É CRISTO. • Fonte da alegria cristã: pessoa bendita de Jesus; • Paulo conhecia muito bem a fonte, por isto suportou; • “A minha graça te basta ... de boa vontade” – suportarei. 3) UMA ALEGRIA QUE PRODUZ MODERAÇÃO. • Nossa equidade (moderação) deve ser notória a todos; • Paulo esperava esta reação dos filipenses; • Moderação: desejar a misericórdia, esquecer a “escrita”.
  • 10. III – A SINGULARIDADE DA PAZ DE DEUS Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP 1) A ALEGRIA DESFAZ A ANSIEDADE E PRODUZ PAZ • Alegria do Senhor: gera equidade e desfaz a ansiedade; • Paulo não foi vencido pela ansiedade e desespero; • Alegria de Paulo: permanência da fé dos filipenses. 2) UMA PAZ QUE EXCEDE TODO O ENTENDIMENTO • A alegria e a paz são recíprocas entre si; • “Ser cheio da paz de Deus”: dependia somente deles; • Somente a paz de Deus acalma os corações. 3) PAZ QUE GUARDA O CORAÇÃO E OS SENTIMENTOS • Paz, dada por Cristo, guarda os corações e sentimentos; • Coração/sentimento: cidadelas (pensamento/emoção); • Paz de Deus: muro, proteção contra os perigos externos.
  • 11. • A alegria do Senhor: virtude de sustentação do cristão; • Não é alegria passageira ou meramente emocional; • A alegria do Senhor alimenta a alma e produz paz. OBJETIVOS 1) Exortar a respeito da alegria e firmeza da fé: • Se as prisões não abalaram, o que poderia abalar? 2) Compreender que a alegria divina sustenta a vida cristã: • “A minha graça te basta ... de boa vontade” – suportarei. 3) Conscientizar-se sobre a singularidade da paz de Deus: • Paz, dada por Cristo, guarda os corações e sentimentos. CONCLUSÃO Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP
  • 12.
  • 13. Contato: ailtonsilva2000 @yahoo.com.br @gmail.com .blogspot.com facebook Álvares Machado (SP) 3º trim. 2013 ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL Igreja Evangélica Assembleia de Deus Ministério Belém – Setor 5 – Álvares Machado Campo de Presidente Prudente - SP