SlideShare uma empresa Scribd logo
Leitura e interpretação de tabelas
nutricionais
Peça que a turma leve embalagens de alimentos para a
sala e use as informações nutricionais dos rótulos para
ensinar os alunos a interpretarem tabelas com números
na forma decimal
AlunodoEnsinoFundamental.Foto:RicardoLopes.Montagem:And
Objetivos
- Identificar informações nas tabelas de valores nutricionais nos rótulos de alimentos
- Interpretar os dados apresentados nas tabelas
Conteúdos
- Tratamento da informação: tabelas
- Leitura e comparação de números racionais
- Análise das informações nos rótulos dos alimentos
- Resolução de problemas com números racionais (expressos na forma decimal)
Anos
4º e 5º anos
Tempo Estimado
3 aulas
Materiais necessários
- Diferentes embalagens de alimentos e cópia das atividades apresentadas
- Cartolina ou papel cartão grande para produzir um cartaz com as conclusões da turma
- Projetor de imagens para compartilhar a tabela do exercício ou uma cópia para cada
grupo da tabela escolhida pelo professor
• Leia mais - Leitura e criação de gráficos e tabelas
• Leia mais - Gráficos e tabelas para organizar informações
• Leia mais - Prova Brasil de Matemática- 5º ano: tratamento da informação
Desenvolvimento
1º etapa
Peça aos alunos que tragam de casa embalagens de alimentos como macarrão
instantâneo, biscoito, gelatina ou caixas de sucos. Se achar conveniente, você pode
sugerir que tragam comidas que geralmente consomem no recreio. É melhor que os
pacotes sejam pequenos para facilitar a análise que será proposta a seguir. Diga às
crianças que elas vão analisar os dados de informação nutricional dos pacotes de
alimentos. Por essa razão, o pacote deve estar preservado. Para essa primeira situação é
necessário que cada aluno tenha uma embalagem em mãos.
Organize a turma em grupos e peça que comparem as Tabelas de informações
nutricionais das embalagens disponíveis. Para conduzir a análise, faça perguntas como:
quais dados mais chamam atenção? Os números das porções são muito diferentes? Qual é
o alimento com maior valor energético? Há algum número que se repete em todas as
embalagens? A finalidade dessa pergunta é chamar a atenção dos alunos para o "Valor
diário de referência", informação que costuma aparecer em todos os alimentos
industrializados.
Socialize as descobertas dos grupos e anote em um cartaz suas conclusões. O uso social
das informações permite aos alunos recorrer a conhecimentos extraescolares como apoio.
Por isso, não deixe de acolher e valorizar os comentários que aparecem no debate.
Selecione contraexemplos, sugira que retornem às tabelas para validarem suas
interpretações e ofereça novas informações.
2º etapa
Proponha a comparação entre o tamanho e o peso de uma porção com a quatidade que
realmente vem no pacote. É comum que as embalagens contenham várias porções. Uma
possibilidade é selecionar um exemplo dentre as tabelas disponíveis para calcular
coletivamente. Por exemplo:
A tabela abaixo traz a informação nutricional do pão de forma. Se uma pessoa comer
quatro fatias, quantos gramas de Carboidrato estará ingerindo? E de Sódio?
3º etapa
Retome o que foi discutido anteriormente. Para isso, você pode usar o cartaz já elaborado
na primeira etapa.
Tome uma tabela nutricional como exemplo (você pode usar uma das imagens deste
plano de aula). Mostre e nomeie cada linha e faça alguns questionamentos: por que há
duas colunas diferentes para cada linha? Quais informações são apresentadas na primeira
coluna? Quais informações são apresentadas na segunda? Para interpretar devidamente a
tabela é preciso também interpretar os títulos das colunas e as informações eu aparecem
no rodapé, com asteriscos.
Esse momento serve para compartilhar uma informação que pode não ser evidente para
todos e que vai ajudá-los a resolver novos desafios
Peça que os alunos comparem os dados presentes na última coluna de cada tabela
(correspondente a % VD - valores diários). Qual é alimento tem a o maior número de
%VD? Em qual linha está esse número? O que esse número representa?
Quais são os 3 alimentos com maior quantidade de Gorgura? Em qual coluna podemos
encontrar esse dado? Ao final dessa etapa, se necessário, acrescente novas descobertas ao
cartaz do grupo.
4º etapa
Proponha algumas situações específicas de resolução de problemas a partir das
informações de uma tabela nutricional. Em dupla, peça que os estudantes respondam
algumas questões:
Todos os alunos devem usar a mesma tabela, só assim será possível comparar
procedimentos de resolução.
A tabela acima traz a informação nutricional de um biscoito recheado. Você pode utilizar
esta ou alguma outra de sua preferência e mudar as perguntas conforme sua escolha
1) Quantos biscoitos correspondem a uma porção?
2) Qual é a quantidade de Sódio presente em uma porção do biscoito? O que significa o
número 12%
3) Se uma pessoa comer 12 biscoitos, qual a quantidade de Gordura saturada terá
ingerido? É possível dizer a porcentagem do valor diário que se consumirá nesse caso?
5ª etapa
Discuta coletivamente as perguntas da etapa anterior. Todas puderam ser respondidas?
Quais exigiam cálculos? Quais foram as estratégias de cálculo utilizadas? Os alunos
usaram caminhos semelhantes? Quais questões geraram dúvidas? Como podemos ter
certeza de quais respostas estão corretas? Ouça com atenção os comentários dos alunos e
faça intervenções quando necessário.
Avaliação
Verifique que procedimentos passaram a ser utilizados pelos estudantes para localizar e
interpretar os dados das tabela. Esses resultados serão importantes no planejamento das
próximas aulas e na definição das intervenções.
Peça também que respondam individualmente:
1) O que aprendemos fazendo a leitura das tabelas nutricionais dos alimentos?
2) Que dicas você daria para um colega que quisesse aprender como encontrar as
informações importantes nesse tipo de tabela?
A partir das respostas nas atividades e dos comentários nas rodas de conversa observe se
o grupo conseguiu ler e identificar as informações nos rótulos de alimentos.
Ana Clara Bin
Professora de Matemática da rede municipal de São Caetano do Sul (SP)

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Leitura e interpretação de tabelas nutricionais

Apresentação do curso mgme ciências
Apresentação do curso mgme   ciênciasApresentação do curso mgme   ciências
Apresentação do curso mgme ciências
Rosângela Sant Anna
 
Plano de aula_4ºano_ciencias_christiane_queiroz
Plano de aula_4ºano_ciencias_christiane_queirozPlano de aula_4ºano_ciencias_christiane_queiroz
Plano de aula_4ºano_ciencias_christiane_queiroz
Christiane Queiroz
 
Semana da Educação Alimentar nas Escolas.pptx
Semana da Educação Alimentar nas Escolas.pptxSemana da Educação Alimentar nas Escolas.pptx
Semana da Educação Alimentar nas Escolas.pptx
AlisonLopes13
 
PROJETO MATEMÁTICA NA ALIMENTAÇÃO
PROJETO MATEMÁTICA NA ALIMENTAÇÃO PROJETO MATEMÁTICA NA ALIMENTAÇÃO
PROJETO MATEMÁTICA NA ALIMENTAÇÃO
guest998dab
 
Workshop Alimentacao Seminario de Educacao FACCAT RS 31052014
Workshop Alimentacao Seminario de Educacao FACCAT RS 31052014Workshop Alimentacao Seminario de Educacao FACCAT RS 31052014
Workshop Alimentacao Seminario de Educacao FACCAT RS 31052014
Daniel Raber
 
Apresentação mgme ciências alimentos1
Apresentação mgme ciências alimentos1Apresentação mgme ciências alimentos1
Apresentação mgme ciências alimentos1
Ailton Guillarducci
 
Apresentação mgme ciências alimentos
Apresentação mgme ciências alimentosApresentação mgme ciências alimentos
Apresentação mgme ciências alimentos
Ailton Guillarducci
 
Somos o que comemos - Ciências, Leitura e Redes Sociais
Somos o que comemos - Ciências, Leitura e Redes SociaisSomos o que comemos - Ciências, Leitura e Redes Sociais
Somos o que comemos - Ciências, Leitura e Redes Sociais
Casa da Árvore - Cultura Digital e Aprendizagem Criativa
 
Slides embalagens e rótulos para o ensino de ciências química
Slides embalagens e rótulos para o ensino de ciências químicaSlides embalagens e rótulos para o ensino de ciências química
Slides embalagens e rótulos para o ensino de ciências química
Geovany Amorim
 
Workshop de Estrategias - Grupo DILS
Workshop de Estrategias - Grupo DILSWorkshop de Estrategias - Grupo DILS
Workshop de Estrategias - Grupo DILS
Daniel Raber
 
Educação fiscal sugestão de atividades
Educação fiscal   sugestão de atividadesEducação fiscal   sugestão de atividades
Educação fiscal sugestão de atividades
Erica Frau
 
Sequencia de atividades para diagóstico ciências
Sequencia de atividades para diagóstico   ciênciasSequencia de atividades para diagóstico   ciências
Sequencia de atividades para diagóstico ciências
josivaldopassos
 
CN__Acao_Projeto_Alimentacao.pptx
CN__Acao_Projeto_Alimentacao.pptxCN__Acao_Projeto_Alimentacao.pptx
CN__Acao_Projeto_Alimentacao.pptx
Juliano Pratti
 
Atividade 3
Atividade 3Atividade 3
Atividade 3
DoraliceBezerra
 
Auimar dora euripedes
Auimar dora euripedesAuimar dora euripedes
Auimar dora euripedes
aurimarfernandes
 
resoluçao de problemas
resoluçao de problemasresoluçao de problemas
resoluçao de problemas
euripedesfr
 
Plano de aula - Fabiane viana dantas - Candidata a Bolsa de Ciências - Educop...
Plano de aula - Fabiane viana dantas - Candidata a Bolsa de Ciências - Educop...Plano de aula - Fabiane viana dantas - Candidata a Bolsa de Ciências - Educop...
Plano de aula - Fabiane viana dantas - Candidata a Bolsa de Ciências - Educop...
fabianedantas
 
Rótulos alimentos exposição
Rótulos alimentos exposiçãoRótulos alimentos exposição
Rótulos alimentos exposição
Grazi Grazi
 
MAPA_EF2_7ano_V4_Matematica_PF.pdf
MAPA_EF2_7ano_V4_Matematica_PF.pdfMAPA_EF2_7ano_V4_Matematica_PF.pdf
MAPA_EF2_7ano_V4_Matematica_PF.pdf
juliaMCFernandes
 

Semelhante a Leitura e interpretação de tabelas nutricionais (19)

Apresentação do curso mgme ciências
Apresentação do curso mgme   ciênciasApresentação do curso mgme   ciências
Apresentação do curso mgme ciências
 
Plano de aula_4ºano_ciencias_christiane_queiroz
Plano de aula_4ºano_ciencias_christiane_queirozPlano de aula_4ºano_ciencias_christiane_queiroz
Plano de aula_4ºano_ciencias_christiane_queiroz
 
Semana da Educação Alimentar nas Escolas.pptx
Semana da Educação Alimentar nas Escolas.pptxSemana da Educação Alimentar nas Escolas.pptx
Semana da Educação Alimentar nas Escolas.pptx
 
PROJETO MATEMÁTICA NA ALIMENTAÇÃO
PROJETO MATEMÁTICA NA ALIMENTAÇÃO PROJETO MATEMÁTICA NA ALIMENTAÇÃO
PROJETO MATEMÁTICA NA ALIMENTAÇÃO
 
Workshop Alimentacao Seminario de Educacao FACCAT RS 31052014
Workshop Alimentacao Seminario de Educacao FACCAT RS 31052014Workshop Alimentacao Seminario de Educacao FACCAT RS 31052014
Workshop Alimentacao Seminario de Educacao FACCAT RS 31052014
 
Apresentação mgme ciências alimentos1
Apresentação mgme ciências alimentos1Apresentação mgme ciências alimentos1
Apresentação mgme ciências alimentos1
 
Apresentação mgme ciências alimentos
Apresentação mgme ciências alimentosApresentação mgme ciências alimentos
Apresentação mgme ciências alimentos
 
Somos o que comemos - Ciências, Leitura e Redes Sociais
Somos o que comemos - Ciências, Leitura e Redes SociaisSomos o que comemos - Ciências, Leitura e Redes Sociais
Somos o que comemos - Ciências, Leitura e Redes Sociais
 
Slides embalagens e rótulos para o ensino de ciências química
Slides embalagens e rótulos para o ensino de ciências químicaSlides embalagens e rótulos para o ensino de ciências química
Slides embalagens e rótulos para o ensino de ciências química
 
Workshop de Estrategias - Grupo DILS
Workshop de Estrategias - Grupo DILSWorkshop de Estrategias - Grupo DILS
Workshop de Estrategias - Grupo DILS
 
Educação fiscal sugestão de atividades
Educação fiscal   sugestão de atividadesEducação fiscal   sugestão de atividades
Educação fiscal sugestão de atividades
 
Sequencia de atividades para diagóstico ciências
Sequencia de atividades para diagóstico   ciênciasSequencia de atividades para diagóstico   ciências
Sequencia de atividades para diagóstico ciências
 
CN__Acao_Projeto_Alimentacao.pptx
CN__Acao_Projeto_Alimentacao.pptxCN__Acao_Projeto_Alimentacao.pptx
CN__Acao_Projeto_Alimentacao.pptx
 
Atividade 3
Atividade 3Atividade 3
Atividade 3
 
Auimar dora euripedes
Auimar dora euripedesAuimar dora euripedes
Auimar dora euripedes
 
resoluçao de problemas
resoluçao de problemasresoluçao de problemas
resoluçao de problemas
 
Plano de aula - Fabiane viana dantas - Candidata a Bolsa de Ciências - Educop...
Plano de aula - Fabiane viana dantas - Candidata a Bolsa de Ciências - Educop...Plano de aula - Fabiane viana dantas - Candidata a Bolsa de Ciências - Educop...
Plano de aula - Fabiane viana dantas - Candidata a Bolsa de Ciências - Educop...
 
Rótulos alimentos exposição
Rótulos alimentos exposiçãoRótulos alimentos exposição
Rótulos alimentos exposição
 
MAPA_EF2_7ano_V4_Matematica_PF.pdf
MAPA_EF2_7ano_V4_Matematica_PF.pdfMAPA_EF2_7ano_V4_Matematica_PF.pdf
MAPA_EF2_7ano_V4_Matematica_PF.pdf
 

Mais de Cláudia Cacal

Oficina para casa 1º ano
Oficina para casa 1º anoOficina para casa 1º ano
Oficina para casa 1º ano
Cláudia Cacal
 
Sitio picapau visconde
Sitio picapau viscondeSitio picapau visconde
Sitio picapau viscondeCláudia Cacal
 
MATEMATICA Apostila de problemas
MATEMATICA Apostila de problemasMATEMATICA Apostila de problemas
MATEMATICA Apostila de problemas
Cláudia Cacal
 
HIS05 movimentos de_resistencia
HIS05 movimentos de_resistenciaHIS05 movimentos de_resistencia
HIS05 movimentos de_resistencia
Cláudia Cacal
 
Arq 124, n° 5C
Arq 124, n° 5CArq 124, n° 5C
Arq 124, n° 5C
Cláudia Cacal
 
Prova.pb.matematica.4ano.tarde.4bimestreB
Prova.pb.matematica.4ano.tarde.4bimestreBProva.pb.matematica.4ano.tarde.4bimestreB
Prova.pb.matematica.4ano.tarde.4bimestreB
Cláudia Cacal
 
Prova.pb.matematica.4ano.tarde.4bimB
Prova.pb.matematica.4ano.tarde.4bimBProva.pb.matematica.4ano.tarde.4bimB
Prova.pb.matematica.4ano.tarde.4bimB
Cláudia Cacal
 
Prova.pb.matematica.4ano.tarde.4bimestreB
Prova.pb.matematica.4ano.tarde.4bimestreBProva.pb.matematica.4ano.tarde.4bimestreB
Prova.pb.matematica.4ano.tarde.4bimestreB
Cláudia Cacal
 
Prova.pb.matematica.4ano.manha.4bimestreB
Prova.pb.matematica.4ano.manha.4bimestreBProva.pb.matematica.4ano.manha.4bimestreB
Prova.pb.matematica.4ano.manha.4bimestreB
Cláudia Cacal
 
Prova.pb.matematica.3 serie.manha.2bimB
Prova.pb.matematica.3 serie.manha.2bimBProva.pb.matematica.3 serie.manha.2bimB
Prova.pb.matematica.3 serie.manha.2bimB
Cláudia Cacal
 
Prova.pb.matematica.4ano.manha.3bimB
Prova.pb.matematica.4ano.manha.3bimBProva.pb.matematica.4ano.manha.3bimB
Prova.pb.matematica.4ano.manha.3bimB
Cláudia Cacal
 
Prova.pb.matematica.4ano.manha.2bimB
Prova.pb.matematica.4ano.manha.2bimBProva.pb.matematica.4ano.manha.2bimB
Prova.pb.matematica.4ano.manha.2bimB
Cláudia Cacal
 
Prova.pb.matematica.3 serie.manha.2bim
Prova.pb.matematica.3 serie.manha.2bimProva.pb.matematica.3 serie.manha.2bim
Prova.pb.matematica.3 serie.manha.2bim
Cláudia Cacal
 
Leitura literária e intercâmbio de impressões
Leitura literária e intercâmbio de impressõesLeitura literária e intercâmbio de impressões
Leitura literária e intercâmbio de impressões
Cláudia Cacal
 
Escrita coletiva na eja
Escrita coletiva na ejaEscrita coletiva na eja
Escrita coletiva na eja
Cláudia Cacal
 
Reconto de histórias conhecidass
Reconto de histórias conhecidassReconto de histórias conhecidass
Reconto de histórias conhecidass
Cláudia Cacal
 

Mais de Cláudia Cacal (20)

Oficina para casa 1º ano
Oficina para casa 1º anoOficina para casa 1º ano
Oficina para casa 1º ano
 
Formas
FormasFormas
Formas
 
Coe
CoeCoe
Coe
 
Emilia sitio
Emilia sitioEmilia sitio
Emilia sitio
 
Formas
FormasFormas
Formas
 
Sitio picapau visconde
Sitio picapau viscondeSitio picapau visconde
Sitio picapau visconde
 
MATEMATICA Apostila de problemas
MATEMATICA Apostila de problemasMATEMATICA Apostila de problemas
MATEMATICA Apostila de problemas
 
HIS05 movimentos de_resistencia
HIS05 movimentos de_resistenciaHIS05 movimentos de_resistencia
HIS05 movimentos de_resistencia
 
Arq 124, n° 5C
Arq 124, n° 5CArq 124, n° 5C
Arq 124, n° 5C
 
Prova.pb.matematica.4ano.tarde.4bimestreB
Prova.pb.matematica.4ano.tarde.4bimestreBProva.pb.matematica.4ano.tarde.4bimestreB
Prova.pb.matematica.4ano.tarde.4bimestreB
 
Prova.pb.matematica.4ano.tarde.4bimB
Prova.pb.matematica.4ano.tarde.4bimBProva.pb.matematica.4ano.tarde.4bimB
Prova.pb.matematica.4ano.tarde.4bimB
 
Prova.pb.matematica.4ano.tarde.4bimestreB
Prova.pb.matematica.4ano.tarde.4bimestreBProva.pb.matematica.4ano.tarde.4bimestreB
Prova.pb.matematica.4ano.tarde.4bimestreB
 
Prova.pb.matematica.4ano.manha.4bimestreB
Prova.pb.matematica.4ano.manha.4bimestreBProva.pb.matematica.4ano.manha.4bimestreB
Prova.pb.matematica.4ano.manha.4bimestreB
 
Prova.pb.matematica.3 serie.manha.2bimB
Prova.pb.matematica.3 serie.manha.2bimBProva.pb.matematica.3 serie.manha.2bimB
Prova.pb.matematica.3 serie.manha.2bimB
 
Prova.pb.matematica.4ano.manha.3bimB
Prova.pb.matematica.4ano.manha.3bimBProva.pb.matematica.4ano.manha.3bimB
Prova.pb.matematica.4ano.manha.3bimB
 
Prova.pb.matematica.4ano.manha.2bimB
Prova.pb.matematica.4ano.manha.2bimBProva.pb.matematica.4ano.manha.2bimB
Prova.pb.matematica.4ano.manha.2bimB
 
Prova.pb.matematica.3 serie.manha.2bim
Prova.pb.matematica.3 serie.manha.2bimProva.pb.matematica.3 serie.manha.2bim
Prova.pb.matematica.3 serie.manha.2bim
 
Leitura literária e intercâmbio de impressões
Leitura literária e intercâmbio de impressõesLeitura literária e intercâmbio de impressões
Leitura literária e intercâmbio de impressões
 
Escrita coletiva na eja
Escrita coletiva na ejaEscrita coletiva na eja
Escrita coletiva na eja
 
Reconto de histórias conhecidass
Reconto de histórias conhecidassReconto de histórias conhecidass
Reconto de histórias conhecidass
 

Leitura e interpretação de tabelas nutricionais

  • 1. Leitura e interpretação de tabelas nutricionais Peça que a turma leve embalagens de alimentos para a sala e use as informações nutricionais dos rótulos para ensinar os alunos a interpretarem tabelas com números na forma decimal AlunodoEnsinoFundamental.Foto:RicardoLopes.Montagem:And Objetivos - Identificar informações nas tabelas de valores nutricionais nos rótulos de alimentos - Interpretar os dados apresentados nas tabelas Conteúdos - Tratamento da informação: tabelas - Leitura e comparação de números racionais - Análise das informações nos rótulos dos alimentos - Resolução de problemas com números racionais (expressos na forma decimal) Anos 4º e 5º anos Tempo Estimado 3 aulas Materiais necessários - Diferentes embalagens de alimentos e cópia das atividades apresentadas - Cartolina ou papel cartão grande para produzir um cartaz com as conclusões da turma - Projetor de imagens para compartilhar a tabela do exercício ou uma cópia para cada grupo da tabela escolhida pelo professor • Leia mais - Leitura e criação de gráficos e tabelas
  • 2. • Leia mais - Gráficos e tabelas para organizar informações • Leia mais - Prova Brasil de Matemática- 5º ano: tratamento da informação Desenvolvimento 1º etapa Peça aos alunos que tragam de casa embalagens de alimentos como macarrão instantâneo, biscoito, gelatina ou caixas de sucos. Se achar conveniente, você pode sugerir que tragam comidas que geralmente consomem no recreio. É melhor que os pacotes sejam pequenos para facilitar a análise que será proposta a seguir. Diga às crianças que elas vão analisar os dados de informação nutricional dos pacotes de alimentos. Por essa razão, o pacote deve estar preservado. Para essa primeira situação é necessário que cada aluno tenha uma embalagem em mãos. Organize a turma em grupos e peça que comparem as Tabelas de informações nutricionais das embalagens disponíveis. Para conduzir a análise, faça perguntas como: quais dados mais chamam atenção? Os números das porções são muito diferentes? Qual é o alimento com maior valor energético? Há algum número que se repete em todas as embalagens? A finalidade dessa pergunta é chamar a atenção dos alunos para o "Valor diário de referência", informação que costuma aparecer em todos os alimentos industrializados. Socialize as descobertas dos grupos e anote em um cartaz suas conclusões. O uso social das informações permite aos alunos recorrer a conhecimentos extraescolares como apoio. Por isso, não deixe de acolher e valorizar os comentários que aparecem no debate. Selecione contraexemplos, sugira que retornem às tabelas para validarem suas interpretações e ofereça novas informações. 2º etapa Proponha a comparação entre o tamanho e o peso de uma porção com a quatidade que realmente vem no pacote. É comum que as embalagens contenham várias porções. Uma possibilidade é selecionar um exemplo dentre as tabelas disponíveis para calcular coletivamente. Por exemplo: A tabela abaixo traz a informação nutricional do pão de forma. Se uma pessoa comer quatro fatias, quantos gramas de Carboidrato estará ingerindo? E de Sódio? 3º etapa Retome o que foi discutido anteriormente. Para isso, você pode usar o cartaz já elaborado na primeira etapa. Tome uma tabela nutricional como exemplo (você pode usar uma das imagens deste plano de aula). Mostre e nomeie cada linha e faça alguns questionamentos: por que há duas colunas diferentes para cada linha? Quais informações são apresentadas na primeira
  • 3. coluna? Quais informações são apresentadas na segunda? Para interpretar devidamente a tabela é preciso também interpretar os títulos das colunas e as informações eu aparecem no rodapé, com asteriscos. Esse momento serve para compartilhar uma informação que pode não ser evidente para todos e que vai ajudá-los a resolver novos desafios Peça que os alunos comparem os dados presentes na última coluna de cada tabela (correspondente a % VD - valores diários). Qual é alimento tem a o maior número de %VD? Em qual linha está esse número? O que esse número representa? Quais são os 3 alimentos com maior quantidade de Gorgura? Em qual coluna podemos encontrar esse dado? Ao final dessa etapa, se necessário, acrescente novas descobertas ao cartaz do grupo. 4º etapa Proponha algumas situações específicas de resolução de problemas a partir das informações de uma tabela nutricional. Em dupla, peça que os estudantes respondam algumas questões: Todos os alunos devem usar a mesma tabela, só assim será possível comparar procedimentos de resolução. A tabela acima traz a informação nutricional de um biscoito recheado. Você pode utilizar esta ou alguma outra de sua preferência e mudar as perguntas conforme sua escolha 1) Quantos biscoitos correspondem a uma porção? 2) Qual é a quantidade de Sódio presente em uma porção do biscoito? O que significa o número 12% 3) Se uma pessoa comer 12 biscoitos, qual a quantidade de Gordura saturada terá ingerido? É possível dizer a porcentagem do valor diário que se consumirá nesse caso? 5ª etapa Discuta coletivamente as perguntas da etapa anterior. Todas puderam ser respondidas? Quais exigiam cálculos? Quais foram as estratégias de cálculo utilizadas? Os alunos usaram caminhos semelhantes? Quais questões geraram dúvidas? Como podemos ter certeza de quais respostas estão corretas? Ouça com atenção os comentários dos alunos e faça intervenções quando necessário. Avaliação Verifique que procedimentos passaram a ser utilizados pelos estudantes para localizar e interpretar os dados das tabela. Esses resultados serão importantes no planejamento das próximas aulas e na definição das intervenções.
  • 4. Peça também que respondam individualmente: 1) O que aprendemos fazendo a leitura das tabelas nutricionais dos alimentos? 2) Que dicas você daria para um colega que quisesse aprender como encontrar as informações importantes nesse tipo de tabela? A partir das respostas nas atividades e dos comentários nas rodas de conversa observe se o grupo conseguiu ler e identificar as informações nos rótulos de alimentos. Ana Clara Bin Professora de Matemática da rede municipal de São Caetano do Sul (SP)